Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Os fabricantes instalados nos EUA agora estão divididos e não é por causa da concorrência, mas pelo que está sendo proposto no congresso americano.


Como você já sabe, é claro, há um projeto de lei para criar um bônus extra para carros elétricos de US$ 4.500. Pelo texto tramitando em Washington, os carros elétricos feitos em fábricas com trabalhadores sindicalizados terão bônus federal extra de US$ 4.500.

Nesse caso, o desconto se somaria aos US$ 7.500 já disponíveis, chegando a US$ 12.000. A ideia dos congressistas é incluir esse bônus no orçamento de US$ 3,5 trilhões para eletrificação da América nos próximos anos.

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Depois que Honda e Toyota se manifestaram, Elon Musk entrou em sua conta no Twitter e acusou que os incentivos foram “escritos por lobistas da Ford/UAW, enquanto fazem seus carros elétricos no México. Não é óbvio como isso serve aos contribuintes americanos”.

A Ford respondeu, dizendo que fará nos EUA a picape elétrica F-150 Lighting e a van Transit-E, que poderá ser vendida no Brasil, além de outros produtos.

Já o UAW defendeu que os trabalhadores de toda a história automotiva mundial são sindicalizados. Ainda assim, a coisa continua quente por lá.

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Honda e Toyota foram as primeiras a reagir, se posicionando contra este extra, alegando que ele discrimina trabalhadores de livre iniciativa, como no primeiro caso.

Já na Toyota, a declaração difere, sendo o foco no consumidor americano. Para a montadora japonesa, o bônus sindical só beneficia os ricos e deixa as massas de lado.

Nesse caso, o gigante usa o texto da proposta para sustentar sua alegação. Pela proposta, o bônus ficaria limitado aos consumidores individuais (solteiros) com ganhos de até US$ 400.000 ao ano. Os chefes de família podem ganhar até US$ 600.000 e casais até US$ 800.000.

A Toyota disse: “carros elétricos não deveriam ser apenas para pessoas ricas”. Pelo texto, o limite atual de 200.000 carros por marca será extinto. Isso ajuda a Tesla…

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Já o limite de preço para o bônus federal seria de US$ 55.000 para automóveis, US$ 64.000 para vans, US$ 69.000 para SUVs e US$ 74.000 para picapes.

Por fim, em 2027, o bônus de US$ 7.500 só se aplicaria aos carros elétricos “made in USA”. Pelos valores, a Tesla se beneficiaria imediatamente, especialmente nos Model 3, Y e Cybertruck.

A Stellantis se posicionou a favor, alegando que será um incentivo para mover o mercado em direção a uma eletrificação mais rápida. O projeto ainda contempla bônus de US$ 2.500 para carro elétrico usado, 15% para bicicletas elétricas e taxa de crédito especial para comerciais movidos por energia.

[Fonte: Auto News]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.