Elétricos Europa Mercado Montadoras/Fábricas Tesla

Tesla considera abrir uma fábrica no Reino Unido

Tesla considera abrir uma fábrica no Reino Unido

A Tesla Motors pode estar perto de abrir uma fábrica no Reino Unido. Rumores dizem que Elon Musk esteve no país europeu em maio e que estaria trabalhando do assunto com autoridades britânicas.


Ele teria se reunido com o Departamento de Comércio Internacional, que estaria atuando para encontrar um local adequado para uma planta da montadora americana.

Fala-se que a área precisa ter quatro milhões de metros quadrados para uma instalação que prevê desenvolvimento, pesquisa e produção de veículos.

Acredita-se que o melhor local seja na região de Sommerset, onde há um polo industrial de alta tecnologia sendo desenvolvido, o que ajudaria bastante nos trabalhos da Tesla.

Contudo, o Reino Unido tem algumas fábricas de automóveis e outras instalações que poderiam ser usadas para fazer os carros elétricos da Tesla, porém, não seria nada do zero, como em Sommerset.

Pelo que se sabe da Tesla, no momento, a empresa dá prioridade para uma construção a partir do zero, onde a fábrica possa ter o dimensionamento planejado.

O conhecimento de que Musk pensa novamente no Reino Unido, revela que o governo britânico está bem focado em retomar o crescimento da indústria automobilística do país, após o Brexit.

Aliás, foi a saída britânica da União Europeia que motivou a escolha de Berlim para sediar a Gigafactory do continente. Ela seria construída na Inglaterra, mas as incertezas quanto ao futuro da relação com a comunidade de 27 países, mudou os planos para a Alemanha.

Isolado, o Reino Unido pode praticar a política que desejar para atrair fabricantes de veículos. O Departamento de Comércio Internacional do país, está focando os movimentos em direção aos carros elétricos, a fim de tornar a região, um polo no desenvolvimento e produção desse tipo de veículo.

Mesmo sem acordo com a UE, o Reino Unido pode fechar acordos automotivos que podem escoar parte da produção de elétricos para outros mercados, como o Brasil, por exemplo.

Isentos de tarifas e com incentivos para exportação, tais veículos podem chegar com preço competitivo em certos lugares do mundo. Diante disso, ter a Tesla produzindo e exportando é algo que qualquer governo desejaria ver acontecer, especialmente o que acabou de isolar-se.

[Fonte: Autocar]

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • FFSB

    “Mesmo sem acordo com a UE, o Reino Unido pode fechar acordos automotivos que podem escoar parte da produção de elétricos para outros mercados, como o Brasil, por exemplo.”

    >>> Não, não, não: pelo andar da carruagem (bem isso mesmo), por aqui vamos lançar, em breve, o “novo” programa pró-álcool… Ou o novo “pró-carvão”… Se bem que poderia ser o novo “pró-alfafa”… Infelizmente, não consigo enxergar um cenário positivo e propositivo para veículos elétricos no Brasil ao longo da presente década. E vocês?

    • zekinha71

      Teremos o pró- esterco pela quantidade de quadrúpedes que estão nos governos fazem merd@.

    • TchauQueridos

      É sempre a mesma ladainha.
      Se estão na UE vem a turma “ah melhor fazer parte da UE para ter mais vantagens e acordos comercias, afinal é um bloco com muito poder, etc…”
      Se saem vem a outra turma “ah agora é melhor para fazer acordos comercias sem depender de aprovação da UE, etc…”

  • Ducar Carros

    “Acordos automotivos que podem escoar parte da produção de elétricos para outros mercados, como o Brasil, por exemplo.” Só pode ser piada, o consumo de carros elétricos de um ano inteiro no Brasil é ridículo (incluindo todas as marcas), esse ano deve ficar bem abaixo de mil unidades.

    Essa fábrica deve abastecer mais o Reino Unido mesmo, pois não consigo imaginar a fábrica britânica sendo mas competitiva nas exportações que a chinesa ou americana.

    • O que você imagina das fábricas alemãs??

      • Ducar Carros

        A fábrica alemã da Tesla vai abastecer a UE e os países que têm acordo com ela. Se o Reino Unido fizer acordo com a UE, a fábrica britânica não se justifica.

        • Eu me refiro à competitividade das outras fábricas alemãs, já que você falou dos britânicos.

          • Ducar Carros

            Falei explicitamente no caso das fábricas da Tesla.

            A Alemanha é muito mais competitiva na fabricação de carros que o Reino Unido, mas a Alemanha não é competitiva na produção para exportação de qualquer carro, e sim, dos mais caros e de marcas premium. Para a produção e exportação de carros de baixo custo, é mais barato produzi-los no Leste Europeu ou Espanha (para abastecer a UE) ou em outros países em desenvolvimento.

    • th!nk.t4nk

      Creio que será uma fábrica menor, focada no mercado britânico e alguns parceiros. Mas tende a ser meio limitada. A UE sai bem na frente nesse aspecto, pois já tem acordo de tarifa zero com diversos mercados (incluindo o Japao). O Elon Musk está meio na contra-mão ultimamente, vamos ver no que isso vai dar.

    • TchauQueridos

      A Tesla ultimamente ta dando tiro pra todo lado.
      Vamos ver oque realmente sai do papel!

      • radiobrasil

        Aguardando minha Cybertruck… mas antes aguardando cair 1 bilhão de dolares do nada na minha conta rss

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email