Condução autônoma Elétricos EUA Ford Tecnologia Tesla

Tesla e Ford: elevador para troca de baterias e sala redonda em autônomo

Tesla e Ford: elevador para troca de baterias e sala redonda em autônomo

As marcas de automóveis sempre estão desenvolvendo novas ideias e, da mesma forma, registrando-as para proteção, por mais mirabolantes que algumas criações possam parecer. Mas, aparentemente, as duas mencionadas nessa publicação têm lá suas funcionalidades justificadas por seus criadores.


A primeira delas é uma contradição, a troca de baterias. Parece ilógica a ideia de não se trocar uma bateria quase esgotada por uma com carga cheia em alguns segundos. Essa era a proposta de Shai Agassi com a Better Place, que tinha como objetivo criar estações de troca automática de baterias em carros elétricos, tudo feito em poucos minutos e sem a necessidade do condutor sair do carro.

Tesla e Ford: elevador para troca de baterias e sala redonda em autônomo

Na época, a autonomia era o fator determinante, pois as baterias de lítio em automóveis estavam em seus primeiros dias e os fabricantes achavam que os consumidores necessitavam apenas de 160 km de alcance para sua utilização diária. Então, com autonomia limitada, quem precisasse rodar mais, teria de ir até uma dessas estações para uma troca rápida de bateria.


A Renault-Nissan abraçou essa ideia, mas descobriu-se rapidamente que os clientes querem mais autonomia e a evolução das células chegou ao patamar dos dias atuais. Ou seja, agora a palavra de ordem é ir além dos 500 km. Com o fim da Better Place, imaginava-se que a ideia de trocar baterias estaria morta também. Elon Musk sempre estimulou a ampliação da autonomia e apostou em sua mega rede de recarga Supercharger para sustentar as necessidades de maior alcance de seus clientes.

Tesla e Ford: elevador para troca de baterias e sala redonda em autônomo

No entanto, o CEO da Tesla também olhava para a substituição rápida de pacotes de bateria como uma alternativa para muita gente. Ele até criou um dispositivo para troca de pacotes de baterias, mas verificou-se uma baixa aceitação por esse sistema. Assim, Musk aparentemente teria enterrado a ideia. Mas, uma recente patente mostra que ele ainda pensa nisso.

Registrada como “Sistema e Técnicas de Troca de Baterias”, a patente revela duas imagens da ideia da Tesla sobre o assunto. Um elevador, semelhante àqueles usados em oficinas mecânicas, é utilizado para erguer o carro, enquanto um dispositivo no chão faz a desconexão do pacote de baterias sob o assoalho do carro.

O processo parece o mesmo da Better Place (foto acima), mas parece que a bateria é recolhida pela frente da plataforma, visto que as torres impedem seu deslocamento lateral, o que acontecia no antigo processo, onde o carro nem precisava ser erguido. Por ora, não se sabe se Musk pensa em criar estações de recarga para esse processo ou se o equipamento será disponibilizado para centros de atendimento da Tesla, o que parece mais lógico por conta da grande frota de Model 3 que se espera estar nas ruas do mundo nos próximos anos.

 

Tesla e Ford: elevador para troca de baterias e sala redonda em autônomo

Outra patente revelada recentemente é da Ford. Ela registrou um projeto de carro autônomo com uma sala de estar a bordo. Tudo bem, isso não é novo, mas nesse caso, a marca americana não quer apenas um lounge com um dos assentos voltando-se para a direção, caso necessário, mas sim uma sala com mesa redonda e assentos na mesma disposição. Se fosse nos anos 80 e não houvesse os detalhes externos de um automóvel, a ideia poderia ser confundida com um disco voador.

Na patente, os quatro ocupantes sentam-se como numa mesa de bar ou de jogo, mas esta mesa é retrátil e pode ser levantada, segundo o registrado, bem como haveria um airbag para proteção dos ocupantes em relação à mesa. Mas, o que se vê a foto é um tambor, que mais lembra um de máquina de lavar. Mas dá para imaginar telas curvas de LED sensíveis ao toque para entretenimento ou trabalho, já que a condução será de no mínimo Nível 4, independente de motorista. Mas observe bem, os bancos são presos sobre um disco no assoalho. Isso pode indicar que é giratório, facilitando o acesso ou saída dos passageiros.

[Fonte: Automotive News/Insideevs]

Tesla e Ford: elevador para troca de baterias e sala redonda em autônomo
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email