Elétricos EUA Mercado Montadoras/Fábricas Sedãs Tesla

Tesla enfrenta problemas com produção do Model 3

tesla-model-3-primeiro-exemplar-2 Tesla enfrenta problemas com produção do Model 3

A Tesla está enfrentando mais problemas do que o esperado na produção de seu sedã elétrico Model 3. A empresa de Elon Musk, que até agora vinha ganhando cada vez mais crédito no mercado, especialmente no financeiro, já não está mais com o mesmo brilho de antes. A questão é que a montadora não cumpriu promessas relativas ao novo produto, o que está jogando por terra a credibilidade da companhia.



Musk havia prometido uma evolução rápida na produção do Model 3, que deveria ter cumprido uma meta de 1.500 carros no terceiro trimestre de 2017, mas apenas algo entre 220 e 260 realmente teriam sido feitos no período. Diante de mais uma promessa quebrada, os investidores iniciaram uma pressão sobre a Tesla e isso se refletiu diretamente nas ações da montadora, que caíram 7% na última semana. As perdas de US$ 619 milhões no último trimestre são as maiores de sua história. No período anterior, a empresa lucrou US$21 milhões.

Para a Tesla, além disso, outro problema será o possível fim do bônus federal de US$ 7.500 para carros elétricos, proposto pelo governo Trump. Se isso acontecer, haverá um impacto ainda maior nas vendas da Tesla e, em especial, no Model 3. Mas por que a empresa até agora não conseguiu cumprir a meta de produção? De acordo com a montadora, faltam bancos, display central (misto de cluster e infotainment) e outras partes do veículo.

Musk diz que não há problemas na cadeia de suprimentos e nem na produção do Model 3, mas que a Tesla irá corrigir o que for necessário e que está  “confiante em abordar as questões de estrangulamento de fabricação no curto prazo”. No entanto, um ex-executivo disse que o processo produtivo retrocedeu “alguns anos” e indicou que unidades feitas sem alguns dos componentes teriam sido enviadas para embarque, mas que estes não chegaram aos clientes.

Pelo que se comenta, os carros incompletos retornaram para a linha de produção para serem finalizados. Recentemente, vídeos divulgados pelo Financial Times, mostram a linha de produção do Model 3 em pleno funcionamento, com robôs instalados o display central, bancos e o teto de vidro.

Assim, alguns acreditam que o problema dos carros incompletos ocorre neste momento. A Tesla diz: “Ao contrário de outras empresas de automóveis, que não mudam seus carros por pelo menos um ano de cada vez, a Tesla está constantemente aprimorando seus carros com atualizações online e, muitas vezes, design e melhorias de hardware”.

A Tesla explica o seguinte sobre a prática: “Como um exemplo, isso significa que, ocasionalmente, enviaremos, por exemplo, novas peças certificadas para atender um carro no centro de entrega, se esses itens foram atualizados após o transporte do carro”. E completa: “Este processo pode não ser familiar para alguns, mas funcionou muito bem para nós, pois nossos clientes sabem que, se pudermos agregar valor ou fazer algo melhor, faremos tudo o que pudermos para fazê-lo imediatamente”.

[Fonte: Auto Evolution/Mashable]

 

 

  • 868686

    Isso já era esperado. Elon Musk deu um passo maior do que as pernas e agora está arcando com as consequências. O problema é que isso pode custar a própria Tesla.

    • Douglas

      Já quase se lascava com o Model X, e agora está bem complicado com o Model 3.

      • th!nk.t4nk

        Que digam mesmo os proprietários do problemático Model X. A Tesla enfrentou uma avalanche de processos na justiça por terem entregue um carro semi-acabado aos seus clientes. Tá com cara de que o mesmo vai se repetir com o Model 3.

    • Uranium

      O Marchionne já tinha cantado a pedra, ninguém pôs fé no que ele disse hehe

  • TeslaX?

  • Cosi fan Tutti

    A Fortuna do dono da Tesla é de quase $20 bilhões de dólares.

    • Mas essa fortuna é fictícia. Se a empresa começar a ter problemas o valor pode reduzir drasticamente. Certa vez vi um especialista comentando sobre a fortuna de Bill Gates e outros bilionários. Se hoje o Bill Gates começar a vender suas ações da Microsoft automaticamente o valor da empresa diminui no mercado, logo a fortuna dele também reduz. Pega o dono do Facebook por exemplo, se ele começar a vender suas ações para ter o dinheiro o mercado vai interpretar como se a empresa tivesse problemas (venda de ações em massa sempre gera desconfiança ) e o valor da ação vai despencar drasticamente. Um exemplo prático foi o Eike Batista.

      • Cosi fan Tutti

        Nao estou falando em vender acoes mas sim em captar dinheiro

      • Roberto

        Isso é verdade em parte, se o dono da empresa como Bill Gates resolver se desfazer das ações o mercado não vai entender que a empresa é ruim, pois ele não está mais a frente da empresa, ele pode querer liquidar as ações que possui para investir o dinheiro na fundação que ele possui.
        No caso do facebook e outras empresas isso até pode acontecer mas depende muito da quantidade de ações. Esses casos nada tem haver com Eike Batista, no caso do brasileiro as empresas não dele não faturavam nada, havia apenas a perspectiva de lucros futuros, mas eventualmente ficou constatado que as empresas não iriam “deslanchar” e o mercado rapidamente corrigiu o preço das ações, o caso mais parecido seria o do Tesla, mas no caso da americana eles já produzem carros, já possuem lucro, mesmo que pequeno. A expectativa de lucros futuros é bem alta, mas dentro da “realidade”.
        Então a fortuna deles não é “fictícia”.

        • Louis

          Eike Batista foi muito pior que só perspectiva de lucros, foi uma FARSA, ele sabia que estava vendendo ilusão, omitia informações ao mercado. Era um megalomaníaco, tinha que ser amigo do Lula.

      • Lauro Agrizzi

        Mais que fictícia é virtual.

      • Douglas Alves

        Bill Gates tem hje uma participação mínima na Microsoft atualmente, é só pesquisar aí!
        https://adrenaline.uol.com.br/2017/08/15/51272/bill-gates-reduz-sua-participacao-na-microsoft-para-fazer-doacao-de-us-4-6-bilhoes/

    • Deadlock

      O futuro dirá se ele é um visionário ou um charlatão. Mas, ele já fez coisas que muitos duvidavam e está mexendo com a concorrência. O estágio de foguete reaproveitável é um deles, por meio da SpaceX (olha o X aí, mas está longe de ser o nosso Eike…).

      • Renato Duarte

        Cara, eu acredito que ele é um ótimo empreendedor. Tem fábrica, já lançou modelos, tem tecnologias já prontas,, não tem como ser chamado de charlatão não. O problema maior que ele enfrenta nem é o mais grave visto que a reportagem não mencionou problemas no fornecimento das baterias que são o mais importante nos produtos da marca.

        • leandro

          Vc tem razão, faltar banco e tela não afeta produção. Na pior das hipóteses pega um fornecedor chinês diferente e em poucos dias problema resolvido, ele deve ser muito perfeccionista e não aceitar nada fora do padrão top

  • kirig

    Me veio a cabeça uma forma de pirâmide, sei lá, Tô maluco!

    • Diego Germán de Paco

      ???

    • Cell

      Super Gêmeos

  • TT 230

    Eu suspeito que talvez tenha algo ainda mais grave nisso tudo.

    Se for problema com fornecimento de bancos e centrais, tudo pode ser resolvido.

    O problema maior vai ser se o carro tiver algum erro grave no projeto. Assumir um erro pode mexer muito com nos valores das ações. Lembrando que a Tesla é muito mais uma marca do que uma fabricante gigante de carros. Ela depende desse dinheiro que o seu NOME sustenta.

    Também não ser transparente pode criar insegurança em consumidores e investidores.

    Boa sorte aí pro Musk.

  • Franco da Silva

    “Eu já sabia!” Eu fico aqui, falando que esse Elon é muito papo, muito blá-blá-blá, faz tempo.

    • João Cagnoni

      Se ele é muito papo, vc é o que?

  • Milton Quadros

    A função que tinha era vender ações. Já cumpriu.
    É inacreditável que tendo o mundo uma matriz energética de mais de 85% de uso de combustíveis fósseis se pense em carros elétricos. Tem que primeiro se pensar em mudar a matriz energética. Enquanto tiver sabido para vender e bobo para comprar ações, essa falácia prospera.

    • th!nk.t4nk

      O mundo pode estar em 85%, mas muitos países já estão com uma cifra bem diferente. E são locais com mercados bem fortes. Carro elétrico pode nao estar no futuro de curto/médio prazo de países como Índia e Brasil, mas já é realidade naqueles que estão modificando suas matrizes energéticas rapidamente. São estes mercados que importam nesse momento, não o resto do mundo.

    • Louis

      A mudança de matriz energética tem que ser, e será gradual. Ou você acha que antes de popularizar o motor a combustão, já havia a capacidade de fornecimento de petróleo que temos hoje ?

  • Jorge Osório Cortese Magalhães

    Não sei pq, mas, de repente, lembrei do Eike Batista. Ah, não! Esqueçam…

    • Cosi fan Tutti

      Existe PeTe nos Eua?

    • João Cagnoni

      É completamente equivocado comparar o Elon Musk com o Eike Batista. O Eike nunca produziu nada, mas as empresas do Elon Musk tem a credibilidade por já estarem operando.

  • Daniel

    Eu já havia comentado sobre a derrocada do Elon Musk a meses.. Vai acontecer..

  • FocusMan

    Para a Tesla, além disso, outro problema será o possível fim do bônus federal de US$ 7.500 para carros elétricos, proposto pelo governo Trump. Se isso acontecer, haverá um impacto ainda maior nas vendas da Tesla e, em especial, no Model 3. Mas por que a empresa até agora não conseguiu cumprir a meta de produção? De acordo com a montadora, faltam bancos, display central (misto de cluster e infotainment) e outras partes do veículo.

    Eu disse que esse carro ia quebrar a Tesla…

  • savedog

    é um problema muito serio,,,, pq se cair em descrédito no seu maior que é o ameicano, como disse 0 868686 pode custar a própria tesla.

  • Lauro Agrizzi

    Falta de banco e Display é piada.Tem coisa muito mais séria nesse jogo.

    • th!nk.t4nk

      Os caras simplesmente não têm know-how pra fazer carro. É simples assim. Não é em poucos anos que alguém adquire a capacidade de desenvolver e fabricar milhares de veículos sofisticados, ainda mais focando em mercados exigentes. Sorte que a Apple percebeu isso e não entrou nessa furada. Por incrível que pareça hoje em dia é mais fácil desenvolver foguetes na SpaceX do que entrar no mercado automotivo pra competir com as grandes. O Model S, apesar de todos os problemas, só “deu certo” porque sempre vendeu em quantidades pífias.

      • Esquilo Tranquilo

        Pra que fazer carros se dá pra lucrar o mesmo só com smartphones kk

        • João Cagnoni

          Corrigindo: lucrar MAIS com smartphones.

      • João Cagnoni

        O mercado automotivo é extremamente inflado de gastos desnecessários, a verdade é que gastam bilhões em projetos que não valem isso. A Tesla percebeu isso, mas deu um tiro no pé lançando o Model 3 muito cedo, poderiam ter dado mais foco no Model S que já está consagrado.

        • th!nk.t4nk

          Sim. Gosto muito do Model S e da filosofia da empresa, mas sempre foi difícil ver futuro (de longo prazo) na Tesla. O povo idolatra sem saber como esse mercado funciona, como se cada carro lançado fosse como o lançamento de um novo celular. O buraco é bem mais embaixo. Mas enfim, apesar disso ainda torço pra que a Tesla continue incomodando bastante as montadoras tradicionais. Isso força o investimento em P&D e é bom pra todos.

    • João Cagnoni

      Por isso eu digo que tem muito hype nessa notícia.

  • Bruno Costa

    Quando o presidente da VW disse que a Tesla não deveria rasgar dinheiro do jeito que estava fazendo, todo mundo crucificou o cara. Mas essa é a verdade, a Tesla começou a crescer as ambições rápido demais e a fazer promessas demais; todas as grandes montadoras já fizeram as mesmas coisas no passado (algumas continuam fazendo) e quebraram a cara, o que pode acontecer com a própria Tesla. Ao invés de seguir a Nissan que está indo a passos curtos porém consistentes com o Leaf, a Tesla está tentando crescer rápido e abocanhar tudo rápido demais e esquece que não adianta ter um carro perfeito no papel se você não puder produzi-lo ou pior, produzi-lo cheio de problemas.

  • Leonel

    Quando ambição passa a ser ganância…

  • João Cagnoni

    Contrariando o que todos querem ouvir, tratam-se de problemas comuns de produção em larga escala e não deve afetar a Tesla como um todo. A Toyota que todos cheiram o rabo passou por vários problemas recentes de indisponibilidade de peças e isso sequer foi noticiado aqui. É normal, pois a Toyota também está vendendo bem. E o Elon Musk vai dominar o mundo.

    • Hadson Nobre

      Odeio ver a quantidade de pessoas torcendo contra.
      Quero é que empresas inovadoras como ela, tenham suas vendas consolidadas, que dê tudo certo, vindo a crescer cada vez mais.

      • João Cagnoni

        Somos 2. Chega da mesmisse de sempre.

        • Guanabara

          Somos três. A indústria de armamentos para gerenciar a situação no Oriente Médio é irmã siamesa das “big oil”.

    • Guanabara

      Sobre os tais prejuízos, ninguém se lembra que de fato são investimentos, e não perda operacional. A própria expansão dos postos de recarga rápida (os Superchargers) são a razão de ser viável cruzar os EUA e boa parte da Europa, dando ao carro elétrico uma dimensão bem maior que um mero veículo complementar para ir ao trabalho e voltar.

      De fato há muitos torcedores contra e é patético ver o executivo de uma montadora que fraudou emissões dando pitacos levianos.

      • João Cagnoni

        Falou tudo! O presidente da VW perdeu a chance de calar a boca.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend