Condução autônoma Elétricos EUA GM Tesla

Tesla Model 3: diretor da GM diz que nível 5 de automação no sedã é bobagem

tesla-model-3-oficial-2-1 Tesla Model 3: diretor da GM diz que nível 5 de automação no sedã é bobagem

A condução autônoma está acirrando os ânimos nos EUA. A declaração de Elon Musk de que o Tesla Model 3 tem o necessário para oferecer condução autônoma de nível 5, o mais elevado em automação veicular, onde o carro é totalmente independente do motorista, podendo mesmo não ter volante e pedais. Mas o fato chamou a atenção na GM.



Rapidamente, Scott Miller, diretor de integração autônoma da GM, afirmou que a declaração de Musk é “bobagem”. O executivo explica que para ter esse tipo de tecnologia, o modelo de US$ 35 mil custaria acima na casa de seis dígitos, ou seja, algo além de US$ 100 mil, o preço médio de um Tesla Model S.

Miller disse que um carro autônomo de nível 5 precisa de um alto investimento em tecnologias de segurança, pois não basta apenas se guiar sozinho. É preciso faze-lo com segurança. Além disso, o diretor da GM diz que “o nível de tecnologia necessária para um nível 5 completo com apenas câmeras e radares não é fisicamente possível”.

Ele se refere à ausência da tecnologia LiDAR (Light Detection and Ranging), que permite escanear o ambiente em volta do veículo com a precisão de feixes de laser, criando assim uma visão tridimensional e também calcular a velocidade de outros veículos com maior precisão. A Tesla até agora dispensou o uso do LiDAR, enquanto a GM adquiriu a Strobe, empresa que produz esse tipo de dispositivo.

No Tesla Model 3, o pacote de condução semiautônoma Auto Pilot é opcional no sedã e seu preço com pacote completo pode chegar a US$ 50 mil. Com seis dígitos, o modelo seria proibitivo. Ainda assim, há quem peça US$ 150 mil pelo elétrico americano. Com uma fila de 400 mil pessoas, as chances de alguém fora da fila conseguir o sedã “sensação do momento” nos EUA é bem remota nos próximos dois anos, pelo menos.

Com isso, já existe oferta de Tesla Model 3 usado, pouco tempo depois das primeiras entregas. Seu valor? US$ 150 mil! Isso é três vezes mais que o preço da versão completa do sedã, que era a oferecida até setembro para os clientes da marca. O valor é ainda superior ao do Tesla Model S P100D, o topo de linha da gama. O anúncio, no Craiglist diz que o carro tem pouco mais de 3,2 mil km rodados e é completo. Também incentiva o interessado ao dizer que pode passar na frente das 400 mil pessoas que estão na fila…

[Fonte: Estadão/Electrek]

 

  • JMG

    Depois a gente reclama de ágio de 5-10mil reais aqui no Brasil! Kkkkk

    • FearWRX

      E que so tem especulador aqui.
      Lá tem até de carro 0km.

    • Deadlock

      Se o Musk falou, tem que provar. Aguardemos, esse cara é um bom angariador de recursos justamente por ter boas ideias, é bem capaz que consiga. Muita coisa que alguém disse ser impossível foi alcançado por outros. O fato é que ele está incomodando a velha guarda e pode revolucionar o mercado de veículos.

      • ale123

        Exatamente. As grandes revoluções tecnológicas aconteceram (e acontecem ) justamente por causa dessas pessoas que “pensam fora da caixinha” e torço pelo sucesso do Musk, embora ele corra o risco de ser engolido pelos mesmos gigantes, quando eles fizerem a adesão em massa ao carro elétrico e autônomo.

    • pedro

      Hoje em dia pouco existe de ágio. As montadoras ficaram espertas, colocam o preço de tabela nas alturas e depois têm margem gorda para “da descontos”.

  • Alvarenga

    Esta discussão deixa bem clara a diferença entre os tradicionais e os novatos. Fazer carro de verdade não é como fazer aplicativo de smartphone, a coisa é muito mais seria e envolve vidas. As empresas novatas não tem a exata noção do que é a coisa. Tanto que Google, apple, e outras que iniciaram a pretensão de fazer carros ja estão afinando aos poucos conforme vão percebendo o tamanho da encrenca.

    • ale123

      Realmente empresas que são líderes em tecnologia não sabem de nada…..Defina “carro de verdade “, por favor !

      • Alvarenga

        Este é o ponto. Lider em tecnologia de um brinquedinho eletronico é uma coisa. Lider em tecnologia de veiculos é outra bem mais complexa, diferente e que envolve vidas, muitas vidas, inclusive a das familias de quem le isto aqui. Carro de verdade é um veiculo capaz de desempenhar dinamicamente com segurança sob todas as situações, e principalmente em velocidades de rodovias. Carrinhos urbanos pra andar a 50km/h até eu sei fazer.

        • ale123

          Não considero o Iphone um simples brinquedinho e esses fabricantes sabem como lidar com tecnologias bem complexas sem o menor problema.

          • Alvarenga

            Olha, perto de um veiculo que carrega pessoas a 120Km/h, e tem que frear, fazer curva estavel, levar voce e sua familia confortaveis por muitos Km ao longo de anos, resisitir a impactos, etc…..um Iphone é bem menos que um brinquedo !
            So pra dar uma idéia da coisa, dentro das proprias montadoras, a engenharia de caminhões costuma brincar com a de carros dizendo se ja colocamos alguns zeros a mais nos nossos computadores pra podermos conversar com eles…..a coisa é séria a um nivel que as pessoas nem imaginam.
            Da mesma forma a industria aeronautica em uma escala ainda acima da automotiva.
            Tirando isto, e tambem a engenharia civil, o resto é brinquedo.

      • th!nk.t4nk

        O pior é que nesse caso específico o cara da GM tá certo viu. Sem o LiDAR, há grandes limitaçoes no mapeamento do ambiente. Como o nível 5 exige sim segurança absoluta, sem o LiDAR há diversas situaçoes onde o risco do veículo tomar uma decisão errada cresce pra além do tolerável. Enfim pessoal, o Elon Musk nao é perfeito e fala umas besteiras de vez em quando às pressas. Deal with it, o cara é simplesmente humano, mas merece créditos por todo o esforço em eletromobilidade que vem fazendo.

        • Maycon Farias

          Eu sei que a princípio esse Lidar parece ser fundamental mas eu não costumo duvidar dessa Musk. Acho que deve ter algo oculto que não foi revelado ainda.

      • Henrique12

        Carro de verdade = Chevrolet Onix. Realmente o Google tem que comer muito arroz e feijão pra bater as velhotas hahaha

        • ale123

          Eles chegam lá não se preocupe.

  • Mr. Car

    Condução autônoma é o CAZZO! Carro meu, dirijo eu. Há 35 anos sem me espatifar na lateral de um caminhão do tamanho do mundo cruzando a pista, e que a porcaria autônoma não “viu”, he, he, he!

    • haterXhater

      Confio mais num autônomo do que em vc dirigindo.
      He, he! ;)

      • ale123

        Eu também, principalmente esse aí metido a sabichão !!

      • Mr. Car

        O sujeito no Tesla provavelmente também confiava mais do que confiaria em mim. Deu no que deu.

        • haterXhater

          Placar de acidentes por dia:
          Seres humanos 10.000 x 1 Tesla autônomo
          Confio mais na máquina, seja uma simples calculadora, computador e agora na condução autônoma.
          Um carro autônomo erra bem menos. ;)

          • Maier

            A proporção de seres humanos dirigindo em relação a Teslas autônomos deve ser bem mais de 1 milhão x 1
            Logo nesse teu exemplo o ser humano é mais confiável kkkk

    • ale123

      Aceita que dói menos kkkkk

      • Mr. Car

        Vai procurar um site de corte e costura, que de carro é que você não gosta, filhote. Adeus, he, he!

        • ale123

          Olha só temos um preconceituoso aqui!Já ouviu falar de alfaiates, chefes de cozinha e homens que dividem as tarefas do lar com suas esposas ? E eu gosto de carros sim , só que não vivo no passado e sou bem realista quanto ao futuro do automóvel.

          • Mr. Car

            Por isso recomendei: homem também pode fazer, até mesmo para ajudar suas mães, mulheres, filhas…E já que você não gosta de carro mesmo, pelo menos aprende alguma coisa útil para fazer ao invés de ficar na internet fingindo que gosta de carro, he, he! Adeus. Ah, se não souber o que significa, procure o verbete “adeus” no dicionário, que eu não vou desenhar.

            • ale123

              Bom deixe-me ver : leio revistas de automóveis desde dos meus sete anos (coleciono algumas revistas também), fiz 2 cursos de mecânica básica, coleciono miniaturas , frequento alguns sites sobre automóveis ( inclusive alguns que o senhor frequenta também) e faço a manutenção básica do meu carro.Acho que eu devo fingir muito bem, não acha ?

              • Mr. Car

                Fingir não sei, mas mente bem. E não tem dicionário em casa, he, he, he! A-D-E-U-S.

                • ale123

                  De fingido passei a ser mentiroso agora, ora vejam só ! Onde está a sua argumentação e a disposição para o debate meu caro ? Até mais, depois a gente se fala no AE também, falou ?

              • Maycon Farias

                Que bacana. Eu coleciono revistas também. Tenho algumas mais antigas de 2000/2001. Outras até no máximo 2009 mais ou menos. As vezes me pego lendo e vendo quanta coisa mudou.

                • ale123

                  Imagina eu que tenho revistas dos anos 70 e 80 ! E também tenho uma coleção de um artigo que está entrando em extinção : folders de carros que pego no Salão do Automóvel (hoje em dia quase não imprimem, mandam no teu e-mail) .Aliás, daqui a pouco nem salão vamos ter, os lançamentos serão on-line ou , no máximo, em um evento fechado direcionado ao público-alvo da marca.

                  • Maycon Farias

                    Uau essas dos anos 70 ja devem valer uma nota no mercado. Bom em relação ao salão acho que vai demorar ainda pois mesmo com essa de autonomia os carros ainda irão despertar interece do público. Os carros ficarão cada vez mais atraentes. os superesportivos serão estrelas sempre. Qualquer evento de tecnologia as pessoas sempre lotam. Vai existir público por um longo e longo tempo.

                  • Maycon Farias

                    Eu tenho também uns folders que pegava nas concessionárias alguns de 2005 são recentes ainda. Eu adoro colecionar coisas hahahah

          • Edinaldo_Tapica

            Don’t feed the trolls

        • Banido…. já fez esse tipo de comentários várias vezes, tivemos paciência, agora ela acabou.

          • Ernesto

            Administração, até entendo que ele acabou saindo da linha, mas veja que o ale123 e o haterXhater (inclusive esse já havia sido banido anteriormente, quando usava Hater x Haters) provocam o cara. Esse ale123 comenta: “Eu também, principalmente esse aí metido a sabichão”. Ou outra frase: “Aceita que dói menos KKKKK.” Toda ação tem uma reação, não?

            • O usuário banido que voltou com outro nick também foi banido agora.

            • Cássio

              Ernesto, não sei se vc reparou, mas esse mr car sempre responde de forma irônica, que é uma agressividade sutil. Ele até tem umas ideias bacanas, mas somente sobre carros antigos.
              A grande maioria das pessoas, se receberem um comentário contrário ao seu de forma educada, vai responder educadamente. Ele não, é sempre metido (como o outro colega falou).
              Acho justo o banimento dele.

              • Ernesto

                Cássio, sinceramente não havia reparado nisso. Eu só havia lido essa última discussão.

            • Edinaldo_Tapica

              Esse cara é insuportável… Sério msm, administração brilhantemente fez seu papel

              • Ernesto

                Edinaldo, sinceramente não havia reparado nisso. Eu só havia lido essa última discussão.

    • Maycon Farias

      Acho que vc deve ser o único humano na terra que se acha invencível ou infalível. Até os super heróis dos quadrinhos cometem falhas ou se não aconteceu ainda poderá. É algo biológico da espécie humana ser propenso a cometer falhas. Se não aconteceu nada amém. Mas a estatística de 90% dos acidentes por causa humana deveria ser o bastante para entender que qualquer um pode entrar nesses 90%.

      • Mr. Car

        Depois que eu falhar (se falhar), a gente discute. Por enquanto, carro meu, dirijo eu, he, he! Tem dado certo nos últimos 35 anos, he, he!

      • ale123

        Mr. Car is a Superman kkkk

        • Edinaldo_Tapica

          Supertroll

      • Jok Jok

        Pergunte a Mr car: ” quantos km por mes ele anda e te direi quem es”….. Ando todo dia 60 km num transito infernal…. Sim compraria um autonomo e uma geladeira portatil pra levar meus whisky apreciando o passeio.

    • André Andrews

      Curioso nos sites sobre carros existirem tantos odiadores dos automóveis e gente que não tem prazer algum em guiar.
      Ainda bem que não são todos, e a mensagem dos entusiastas nesse dia – que você certamente leu – retrata bem a importância do automóvel em nossos vidas e a tendência atual de encará- lo como vilão.
      Vale lembrar que, o automóvel surgiu mais como fonte de prazer, essa idéia de “simples meio de locomoção”, como querem nos empurrar, não existia.
      Bom, vamos continuar guiando, vou fazer isso agora, de novo. E, para quem não gosta de guiar, lembre-se, o carro autônomo já existe, chama-se Uber.

      • ale123

        Ser a favor de novas tecnologias não é odiar o automóvel.É enxergar que o mundo vai além do automóvel ,coisa que pelo alto valor de um aqui no Brasil , ainda é visto como símbolo de poder econômico (independente do modelo que seja ) e não da forma que é abordado nos países mais ricos onde ter um carro não é tão necessário e ,a menos que você tenha um superesportivo ,será apenas mais um no meio da multidão.Felizmente os jovens de lá já perceberam isso e não têm o automóvel como prioridade.Aliás, por falar em prazer em dirigir, eu diria que o sujeito que encontra prazer em dirigir no trânsito de São Paulo deve ter uma forte tendência sadomasoquista, sem dúvida!

      • Edinaldo_Tapica

        Rapaz, o automóvel surgiu por uma série de fatores interligados, dos quais, o prazer em dirigir possivelmente foi o último da lista… Gasolina, Lobby, Petróleo, higienizacao das ruas sujas com bosta de cavalo, agilidade na locomoção, enfim… Tas ruim de história. Antes que fale mais besteira, tenho dois carros, adoro dirigir, mas entendo o caráter preventivo em ceder a automação o volante do meu carro. Na aviação deu certo.

        • André Andrews

          Se está sonhando com a automação para se livrar do volante do seu carro, então não adora dirigir, todos dizem isso como argumento, mas é só da boca pra fora.
          Mas respeito sua preferência e a de tantos outros, o carro autônomo lhes retirará esse “fardo”.

          • haterXhater

            Sim, automação vai ser uma benção, assim como foi o computador no lugar da máquina de escrever, calculadora no lugar da ábaco, carro com motor a combustão no lugar das charretes com tração animal e um grande etc.
            Dirigir não é um fardo para mim, mas já está ultrapassado, assim como fazer contas no ábaco. E quem não se adaptar que compre um Ford Thunderbird 1955 e “divirta-se”.
            Não é pq achamos o ato de dirigir ultrapassado (e pra alguns até “fardo” como vc diz) que não gostamos de automóveis. Amamos a “máquina” que é o carro, amamos tecnologia, mas dirigir já era e ficamos felizes com isso.

            • Maier

              Você gosta de tecnologia que o carro trás, não do carro em si. Entusiasta por carros gosta de dirigir mesmo. Que venha o carro autônomo, mas como só um modo de configuração na condução do veículo, como tem o modo conforto, modo sport… pode ter o modo autônomo, que pode ser usado principalmente nos engarrafamentos das grandes cidades, assim cada um faz como quer. E o pessoal que mora em São Paulo fala como se todas as cidades tivesse esse trânsito infernal, que aí é chato mesmo dirigir.

            • André Andrews

              O mais gostoso do automóvel é poder guiá-lo. Esse “amamos a máquina” não convence, pois desejas que o automóvel se transforme em mero elevador horizontal, e eu nunca vi um grupo de elevadores entusiastas.

              • Edinaldo_Tapica

                É prazeroso fumar. Fumei 11 anos. Tu sabe porque é proibido o fumo em locais públicos? Pra um fumante é mais prazeroso fumar sentado num bar, do que ter que se levantar e fumar na calçada… É uma analogia, mas seu prazer é menos seguro do que a automação. Num mundo em que a evolução é sobrevivência, acho difícil teu prazer imperar…

            • Edinaldo_Tapica

              Inclusive nossa discussão e sobre um tema que é um caminho sem volta. Burocratizaram demais o trânsito, e as cidades cresceram descontroladamente. As próprias grandes montadoras já sabem disso, vide essa recente aquisição da empresa que fabrica o LIDAR, pela GM, e o investimento massivo do Google nesta área de automação/mapas. O único caminho pra redução nos acidentes e nas mortes é a automação

          • Edinaldo_Tapica

            Adoro dirigir, numa Autobahn, numa pequena cidade espanhola, nas Rutas próximas à Bariloche na Argentina… Aqui em João Pessoa (ou em qualquer capital brasileira) sendo bem sincero, é um saco. Tem um circuito a uns 30 quilômetros, prefiro comprar um hot hatch e me inscrever pra trackday… Amigo, são coisas diferentes… Um piloto com certeza gostaria de pilotar um Messerschmitt da Segunda Guerra Mundial. Se ele quiser compre um, e se inscreva num Airshow. Carro na cidade é locomoção, é uma necessidade. Dificilmente você consegue andar a mais de 60km/h com segurança (principalmente pros pedestres e pra sua suspensão), e sério que isso te traz prazer?

      • Henrique12

        Ninguém gosta de guiar carro no dia a dia, é apenas desculpa da indústria para aumentar as vendas. Pega uma marginal tietê ou uma linha vermelha às 5 da tarde, depois falamos de prazer em dirigir.
        E isso vale para todas as grandes cidades do mundo. Quem dirige por prazer é minoria.

        • José Eduardo D’Acampora Guazzi

          Negocio é ter a opção, imagina se esse povo todo que toma umas na balada na hora de sair tivesse carro autônomo? Ia diminuir horrores os acidentes.

    • Zergling

      Pena que centenas de milhares de pessoas por ano não estão vivas para dizer o mesmo…

      • ale123

        O mais triste que a maioria dessas pessoas não estavam nem conduzindo um veículo e justamente os que conduziam( os que sobreviveram, claro) e causaram os acidentes saem pela porta da frente da delegacia no dia seguinte.

  • Antonio

    Em termos de carro/condução/transporte serei guiado pelo dimensionamento de uma visão difusa ao meu redor aos 360º mais o que pode haver por cima e por baixo, alem de uma visão imaginária do que poderia ser no futuro em termos de velocidades fora do carro indo rara o projeto de um trem voador idealizado por um lunático, ou ate um extra terrestre, ainda assim, eu ficaria com o “carro” que, tecnológico ou não, o prazer de poder dirigir um trem desses chamado de carro, nos dá um prazer inigualável, onde muitos humanos preferem ele quase genérico, com o cambio sob seu comando, podendo extrair dali a satisfação de poder conduzi-lo, ao invés de ser ele conduzido.
    Voltando para a matéria, o que me chama atenção e um belo veiculo com um design impecável, sendo conduzido atentamente por um humano, tão ou mais apreciador em conduzir um veiculo, naquela foto acima, a composição da melhor imagem, “Carro-homem”, se realizando sob o melhor que a mecânica e a sinergia dela combinada a outros fatores, pode nos oferecer, todo isso resumindo num só corpo, onde o bom de tudo e simplesmente poder conduzir o Carro, qualquer um, mas., quanto mais tecnológico mais prazer poderemos explorar.
    A graça de tudo e poder conduzi-lo!

  • Ilson Eric Bezerra

    Difícil acreditar que alguém consiga programar um veículo pra ser autônomo no Brasil………. Como vão fazer ele encarar tanto buraco, lombada, valeta, remendos mal feitos, desníveis e etc……

    • ale123

      Tá aí um bom desafio para o pessoal do Vale do Silício (e porque não dos nossos programadores brazucas) resolverem.Não duvido que consigam resolver em pouco tempo, basta ver o que se progrediu em TI nos últimos dez anos.

      • th!nk.t4nk

        Vale do Silício não digo, mas os alemães já estão fazendo alguns testes no Brasil e China, discretamente. É um desafio de longo prazo, provavelmente será um dos últimos mercados do mundo a receber a tecnologia.

  • Ilson Eric Bezerra

    Sim, com certeza vão, mas me parece inconcebível um carro andando sozinho no Brasil, basta uma chuvinha e dezenas de semáforos pifam, e aqueles espertinhos que não querem pegar fila quando há um acesso à esquerda? Ele vai sempre dar passagem? Sei lá, só esperando pra ver….. Mas torço pra dar certo

    • Antonio

      Quase impossível programar com antecedência com 100% de acerto para transpor todos os obstáculos que temos em nossas estradas, mas o grande desafio, e a esperteza dos condutores dos outros autos aqui, será se seremos capazes de fazer uma interpretação antecipada do ímpeto instintivo (o nosso jeitinho malandro) para sair de obstáculos no trânsito, será se por olho biônico , micro-câmeras aceleradas ao som da luz poderão sair na frente, ao ponto de não deixar o móvel sofrer um arranhão?
      Por tudo isso, esses “Teslas’ devem ser testado nestes quesitos, a não ser que a sua via seja exclusiva, trafegável somente por maquinas iguais a ela, e bem longe dos “espertos” condutores brasileiros.
      – Eis ai a guerra dos neurônios!

  • Franco da Silva

    Primeiro a Tesla trata de entregar a metade dos Model 3 prometidos, depois entra em discussões. Tá feia a coisa lá pro Elon Trovador! Fazendo os carros à mão pq não tem tecnologia?! Vai ter que se explicar!
    https://www.bloomberg.com/news/articles/2017-10-06/tesla-delays-semi-unveiling-on-model-3-bottlenecks-puerto-rico

  • Dreidecker

    Tesla com autonomia nível 5 ?? A gente já viu este filme com fundo branco de um caminhão…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend