Tesla Model 3 no Brasil com assinatura mensal de R$ 15.960

Tesla Model 3 no Brasil com assinatura mensal de R$ 15.960

A Tesla ainda não está oficialmente no Brasil, mas já é possível ter um carro da marca de Elon Musk por aqui e sem se comprometer com detalhes como manutenção, seguro, etc. Por importação independente, o Model 3 chega por assinatura mensal de uso de R$ 15.960.


O serviço é feito pela Osten Group, que atua no mercado de carros de luxo e está trazendo os carros da Tesla dos EUA. O Model 3 já roda no Brasil através de importação não oficial, mas nesse caso, os clientes comprando de importadores ou através de pessoa física com isenção de IPI.

Nesse caso, o Model 3 chega com um serviço que agora está ganhando espaço no mercado brasileiro. Os planos para o sedã elétrico americano varia de 12 a 48 meses, com franquias de 1.000, 2.000 ou 3.000 km mensais.

No caso de 12 meses com 1.000 km de franquia, o Model 3 sai por R$ 18.700 mensais. Em 24 meses, na mesma condição, cai para R$ 17.500. Em 36 meses fica em R$ 16.800 e no plano de 48 meses, o valor cai para R$ 15.960.

Quanto mais longo o aluguel, menor é a prestação, porém, o montante a ser pago é muito maior. No final, o cliente paga entre R$ 224 mil e R$ 766 mil pelo uso do Model 3, mas já incluída manutenção, seguro, assistência 24 horas, carro reserva, gestão de multas, serviço leva e traz, e documentação.

Tesla Model 3 no Brasil com assinatura mensal de R$ 15.960

Em serviços como esse, a vantagem é que o cliente não precisa se preocupar com esses detalhes, bastando fechar o contrato e usar o veículo. No caso do Tesla Model 3 da Osten Fleet, é necessário aguardar quatro meses para receber o veículo, já que não há estoque e é preciso importá-lo dos EUA.

Por não ser uma importação independente sem garantia, o cliente se sente mais seguro em ter um carro como esse em mãos. A única questão é que, para isso, terá de pagar um valor bem alto.

Além dos serviços incluídos, o Model 3 também vem com um carregador doméstico, instalado pela empresa no local desejado pelo cliente, assim como app dos pontos de recarga compatíveis com o sistema da Tesla.

No final, o cliente pode devolver o carro sem saldo devedor, bem como pode comprá-lo também. A Osten terá uma loja no CJ Shops em São Paulo. Assim, a modalidade de assinatura passa a envolver também carros importados independentemente, sendo já vista em marcas de luxo como a Audi ou populares, como a Renault, o Kwid sai por menos de R$ 900 mensais.

 

 

 

 

Ricardo de Oliveira
Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

74 comentários em “Tesla Model 3 no Brasil com assinatura mensal de R$ 15.960”

          • Ledo engano… faça um pedal básico de 50 km e comerá uma geladeira cheia rss E bike tambem tem manutenção, desgaste corrente, pneus, cambio, movimento central, pastilhas de freio.. E não é barato… Hoje um mero upgrade pra uma MTB, pra passar pra 1 coroa e 12 marchas vc gasta quase 4000! Uma suspensão a ar decente, 2000 pra cima!

            • E o tempo que leva para rodar 50km né? rs

              Eu ando toda semana e no final de semana. NA semana é comum pedai de 40 a 70km. Levamos cerca a depender do trajeto, coisa de 2 horas e meia a 4 horas.

              Nos trajetos de final semana normalmente é de 80km até 100km (e eu estou querendo aumentar, mas preciso de mais ganho de resistencia). O pessoal não tem ideia de como dai no meu tipo de rodar como a manutenção é mais frequente. Para evitar um gasto ou comer feito uma draga, eu acabo levando comigo barra de cereal e 1 litro de agua. Mas meu normal no dia é beber coisa de 3 a 4 litros de agua pelo menos.

              Manutenção da bike é a cada 2 a 3 meses. Não tem como fugir disso nem mesmo com um grupo melhor. (ando mto em lama nessa epoca que chove mto a tarde).

                • Se vc quer uma efetivamente pronta e de marca, pagará preço de moto…rs

                  Se vc quer uma simples que mais se parece uma mobilete, aí a coisa muda. Mas pra mim é bom para me exercitar. Eu acabaria sendo sedentario com uma bicicleta desse tipo, mesmo ciente de poder fazer mais distancias.

            • Com o IPVA de um veículo já dá para comprar uma bike. Com o seguro vc já paga a manutenção e ainda sobra. E se vc ainda tiver os 100k, pode comprar ações que dão rendimento de até 10% a.a. O dinheiro das revisões vc põe no bolso. Fora que ainda pode dispensar a academia…

  1. É para atingir um nicho bem específico, muitos aqui vão dizer “com esse dinheiro compro um Porsche 2012 e ainda sobra dinheiro pra fazer stage 7 e sei lá oq”, mas obviamente não são o público alvo de uma ação dessas.

    Isso ai imagino que seja para um público que custe 15 ou 30 mil por mês não irá fazer muita diferença na conta bancária e estão interessados na praticidade de ter um carro com praticamente zero estresse, além do fator novidade e o status de ter um carro elétrico.

    • É o mínimo né? Acho que nem a criatura mais aloprada que, por algum acaso do destino, ganhasse 20 mil por mês, seria louco de pagar quase 16 mil de aluguel de carro.
      Se houver público alvo pra algo assim eu apostaria em jovens CEOs da indústria de tecnologia para ostentar, algum hipster endinheirado ou mesmo traders bem sucedidos.

      • Isso aí é para quem ganha mais de R$ 150 mil por mês e quer ficar com esse carro só por um tempo, e/ou para PJs que vão dar a assinatura como benefício para cargos de diretoria.

        • A premissa é essa, né? Mas na prática não vejo muito sentido em alguém com essa renda não andar em um carro blindado (e em algumas empresas isso é lei).
          Mesmo que a pessoa alugue um Tesla como segundo carro, ainda assim estaria sob risco. E pra ser franco nem sei se seria viável blindar um Tesla (que já é pesado por conta das baterias), fico imaginando como seria incluir um overlap em uma carroceria sem coluna de vidros, teto de vidro, etc.

          • Na real é bem factível blindar o elétrico. Mais factível tecnicamente que qualquer outro carro:

            O peso extra não é de fato tão problemático, ja que a massa é regenerada durante as frenagens – para efeito de consumo, virtualmente o carro pesa menos do que na balança –

            A maior perda parasita de elétricos é a aerodinâmica. E o model 3 tem de sobra, alem da blindagem não alterar nada.

            Fora isso, tem torque de sobra em baixa rotação. nem vai sentir.

    • Pior é que existe público pra isso….conheço uma pessoa que paga 16 mil de condomínio por mês….vcs não leram errado,não é valor de financiamento,o imóvel é próprio,são 16 mil todo mês de condomínio….rsrsrs

      • Vale lembrar que nos EUA Model 3 é um popular famoso pelas peças mal encaixadas e rebarbas por todo veiculo. Não teria certeza se nessas condições e preços atingirá esse nicho altamente selecionado.

      • Justamente, a galera tira pela própria régua de amante de carro pobre, mas e uma pessoa que entende zero de carro e tem dinheiro “ilimitado”? Esse sim é o público alvo

  2. No final de 4 anos terá pago mais de 700 mil, QUAL É A LOGICA DISSO? É uma espécie de financiamento, só que no final das parcelas você fica sem o carro kkkk, se pegar um empréstimo e importar esse independente não sai por 15 mil/Mês…

  3. Fui encher o tanque do meu carango, R$ 303,00 conto, minha bike voltou a ser minha parceira, fiz uma revisão nela de 1700 conto, tá aqui firme e forte, rodar mais uns 5 mil sem gastar nada, só outra corrente a cada 5k ao custo de R$ 380,00 e uma coroa de R$ 270,00 e uma cassete a R$ 550,00 cada 10k, tá lindo, nada de engarrafamento, nada de IPVA, seguro, multas….

  4. Aqui no pais a energia elétrica é caríssima, não sei o quanto seria vantajoso. Alem disso imagina se o povo começa a usar carro eletrico a demanda de energia como vai ficar. Se em recessão desde 2013 ja convivemos com “bandeiras amarelas e vermelhas” na tarifa de energia imagina se a economia retoma e carros eletricos começam a substituir o petroleo na matriz……vai ser um apagão pior que o do FHC !
    Quanto ao preço deste aluguel, mas que barato né!!!! Acho que vou alugar 2 pra poder revezar e mais um de reserva……….

    • Faz quantas décadas que o THC saiu fora, e ainda não estamos livres de um apagão, e sempre aquela desculpa: que custa caro fazer novas linhas, novas estações transformadoras, que custa caro fazer gasodutos pra ligar as plataformas aos polos consumidores, é mais fácil ficar queimando milhões de metros cúbicos de gás natural pra nada.

  5. Fui encher o tanque do meu carango, R$ 303,00 conto, minha bike voltou a ser minha parceira, fiz uma revisão nela de 1700 conto, tá aqui firme e forte, rodar mais uns 5 mil sem gastar nada, só outra corrente a cada 5k ao custo de R$ 380,00 e uma coroa de R$ 270,00 e uma cassete a R$ 550,00 cada 10k, tá lindo, nada de engarrafamento, nada de IPVA, seguro, multas….

      • Ainda assim, não deixa de ter custo né? Aqui onde moro, é pleo menos 40 reais para ajustes. Se quer fazer algo mais fino com lavagem e tudo mais, custa 80. Se quiser desmontar é 120. eu faço essa de 40 reais a cada 2 ou 3 meses. Depende do quanto eu rodo.

        Acho que no mes eu rodo por volta de 650 a 750km. E o grupo da minha bike é de entrada… então não tem como fugir e eu pego mta trilha, barro e lama. (e tem aguentado bem!)

        • Regulagem de freio (pelo menos hidraulico) é muito fácil, tem tutoriais no Youtube.. trocar pastilha tambem é facil. Regular marchas é mais chato mas nao é tao dificil tambem, nisso economizo. Queria muito fazer um upgrade pra 12v 1 coroa, mas é 4k ou até mais! Então to esperando voltar a Rockrider XC500 na Decathlon, melhor custo-benefício entre as intermediárias de aluminio.

          • Depende do grupo que se escolhe. Hoje dá para ter conjunto SRAM ou Shimano por volta de 1500 a 2000 pegando de fora. Se for no Brasil, vai variar entre 2700 a 3500 mesmo. E SRAM parece que tá virando marca de grife, ta ficando cada vez mais caro.

      • Eu costumo lubrificar a cada 80km (é justamente de cera).

        No futuro eu quero apenas mudar a relação e o sistema (hoje é 21 marchas com 3 coroas a frente e 7 atrás… sim, super de entrada…rs, mas quero colocar algo como 1 x 11 ou 1 x 12).

  6. No site webmotors um Tesla Model 3 zero está custando R$ 600.000,00. Um usado com um ano custa R$ 450.000,00. Se comprar zero irá gastar R$ 24.000,00 de IPVA (4% em SP), uns R$ 15.000,00 de seguro (2,5% em média), R$ 1.000,00 de emplacamento, mais R$ 150.000 de depreciação. Custo total em um ano de R$ 190.000,00. Ou seja, no primeiro ano comprar um Tesla custa R$ 15.833,33 por mês. A assinatura pode ser interessante para quem quiser usar o carro por um ano e não gastar os R$ 600.000,00. Como tem uns 8 Teslas model 3 anunciados não sei se esses valores são confiáveis, mas serve para se ter uma noção de valor para ter um desses carros no Brasil.

  7. O perfil de quem encara uma assinatura dessa é tão restrito que nem a própria Osten deve saber. Nesse país de famintos e assalariados isso é quase um ultraje. Tipo comprar uma mansão de 6 milhões com grana dos famintos.

  8. Sou responsável pelo Marketing da Osten Fleet e claramente é um produto para um nicho muito específico. Não é qualquer um que entende a vantagem de pagar uma mensalidade em um carro alugado para ficar mais tranquilo com a questão de seguro, manutenção, documentação, depreciação do veículo, etc. É voltado também para aqueles que não querem empregar 700 mil reais em um carro enquanto pode fazer investimentos com esse dinheiro e parte da renda paga tranquilamente o aluguel do carro. Fora que esse perfil de público troca de carro mais que eu troco de roupa. Natural criticarem, não é pra todos.

Deixe um comentário