Crossovers Elétricos EUA Tesla

Tesla Model Y será sim feito sobre a plataforma do Model 3

model-y-render Tesla Model Y será sim feito sobre a plataforma do Model 3

Após o lançamento do Tesla Model 3, na sexta (28), Elon Musk foi sabatinado por analistas de mercado e acionistas. O motivo era a obtenção de informações sobre a saúde da companhia e os planos, já que nem sempre o bilionário se dispõem a revela-los. Sabe-se que o segundo trimestre gerou lucro para a montadora, mas não se sabe o quanto.



De acordo com Musk, o Tesla Model 3 tem atualmente 455 mil pessoas na fila de espera e que pelo menos 63 mil desistiram de esperar, números volumosos para o sedã elétrico. Por dia, a empresa recebe 1.880 novas inscrições, o que é um número expressivo. Deve-se lembrar que o modelo parte de US$ 35.000 e pode chegar a US$ 59.500.

Também, leva-se em consideração que apenas 200.000 carros da marca americana são elegíveis para obter o bônus federal de US$ 7.500, por exemplo. Ou seja, a grande maioria vai pagar o valor integral pelo Tesla Model 3. Outra revelação importante de Elon Musk é referente ao Tesla Model Y. Este é uma proposta de crossover elétrico menor que o Tesla Model X.

Há algum tempo, Musk disse que o Tesla Model Y não iria compartilhar a plataforma com o Tesla Model 3, mas a engenharia demonstrou ao executivo que ambos podem ser feitos sobre a mesma base. Agora, o milionário confirma que a dupla terá a mesma arquitetura, o que parece mais lógico, resultando em uma importância economia em desenvolvimento e, o mais importante em Fremont, produção.

model-y-render-b Tesla Model Y será sim feito sobre a plataforma do Model 3

A designação permanece como sendo Tesla Model Y, embora Musk diga que qualquer alteração será revelada por ele através do Twitter. A programação de lançamento não foi revelada, mas o mercado espera para 2019, o surgimento do crossover. Até lá, a Tesla precisa manter um bom ritmo de produção para atender a demanda pelo Tesla Model 3, cujo objetivo final é produzir 20.000 unidades por mês em Fremont.

Para os próximos modelos, Elon Musk já havia revelado que haverá novas plantas de produção de veículos nos EUA e em outras partes, sendo pelo menos mais duas em território americano. O mesmo em relação à Gigafactory para atender a demanda com baterias, cuja unidade 2 será em Buffalo, Nova Iorque. Então, o mais provável é que o Tesla Model Y não seja feito na Califórnia, ainda mais que os benefícios fiscais federais, pelo menos, já não estarão vigentes para a empresa em 2019.

Com o mercado de utilitários esportivos em alta nos EUA, ter um crossover elétrico com preço competitivo, boa autonomia e tecnologia embarcada de ponta, colocará a Tesla para brigar com muitos players americanos e europeus, especialmente as marcas de luxo alemãs.

[Fonte: Insideevs]

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend