Elétricos EUA Governamental/Legal Mercado Tesla

Tesla Motors prepara uma batalha judicial pela venda direta de carros nos EUA

tesla-loja

Desde 2013, a Tesla Motors vem brigando com alguns estados americanos no sentido de poder vender seus carros diretamente ao consumidor. No entanto, muitas regiões dos EUA possuem leis que impedem o cliente de adquirir um carro fora do concessionário.

Com baixos volumes como o do Model S, por exemplo, a Tesla Motors até que não estava tendo grandes prejuízos por conta disso, criando assim estratégias para reverter as decisões locais e assim ir vendendo seus carros. No entanto, a coisa muda completamente de figura no caso do Model 3.

Enormes volumes de vendas anuais são esperados para o próximo lançamento da marca, que será anunciado oficialmente na noite de 31 de março, na Califórnia. De acordo com uma consultoria, apenas nas primeiras 24 horas, são esperadas 100 mil reservas, enquanto o primeiro mês deve fechar com 300 mil e o trimestre após o evento em 400 mil.

Nos atuais moldes, a Tesla Motors não tem condições de atender esses pedidos sem lojas de apresentação do produto e a venda direta. Por isso, de acordo com o The Wall Street Journal, Elon Musk prepara uma ação federal que deve deflagrar uma difícil batalha nos tribunais contra os estados americanos que proíbem a venda direta de automóveis.

O time de advogados já estaria montado e todo o suporte jurídico pronto. Para a Tesla Motors, a arma em sua defesa é o caso da Abadia de São José, no estado da Louisiana. Quando o furacão Katrina devastou a região, houve escassez de caixões para enterrar os mortos e esta igreja entrou com uma ação federal para ter o direito de fornecer esquifes sem o intermédio de funerárias.

A ação da igreja contra a lei que impede a aquisição de féretros fora das funerárias foi vencida. Assim, a Abadia de São José abriu um precedente jurídico no qual a Tesla Motors agora se apoia. Ainda não se sabe o custo de todo o processo, mas não deverá ser pequeno, já que está envolvido o direito de grupos econômicos poderosos na economia americana. Vai ganhar essa?

[Fonte: WSJ]





  • 1945_DE

    Vai ser uma briga boa. E usando o precedente apoiado em mortes humanas, tem tudo para virar um filme.

    • Alexandre

      Se for verdade o uso deste argumento, acho q vai ser tiro no pé. Comparar uma desgraça humana com objetivos econômicos não deve convencer nenhum juiz.

      • leitor

        A depender do meio de campo convence muito bem.

    • Pedro Silva

      Eu comecei a ler já estando do lado da Tesla, mas acho que a argumentação dos Governos é: vende apenas e deu? Amanhã precisa de manutenção ou reparo por um acidente e faz aonde? Acho que é nesse sentido do suporte ao bem. No mesmo sentido de vender veículos a álcool e não montar qualquer estrutura para recebê-los (lá não vão fazer como no Brasil, onde valeu o interesse dos poucos usineiros e não dos milhares de compradores)

      • João Paulo

        Ué, se a empresa não tiver um bom pós venda mesmo sendo a única a deter concessionárias isso certamente vai contar como fator negativo na hora da venda do carro.

  • Estou torcendo para que ganhe.

    E que isso chegue por aqui também.

    • Léo Canezinni

      Torcendo para ocorrer uma revolução no SEU campo de trabalho, e que também mande milhares de pessoas embora, ou que não tenha mais trabalho… E que vc e essas pessoas arranjem outra coisa pra fazer na vida…
      Nada pessoal, não leva a mal… é a lei de mercado

      • Alex

        Não é lei de mercado. Interesse de grupos econômicos poderosos sobre TODA a sociedade. Injusto.

      • João Paulo

        Coitado dos carroceiros, dos barbeiros, dos vendedores de máquinas de escrever, das telefonistas, dos leiteiros, dos ascensoristas, dos condutores de bonde, dos cobradores de ônibus, dos frentistas de posto…. já sei, tenho uma ideia maravilhosa vamos abolir toda tecnologia, ao invés de usarem uma retroescavadeira tudo deveria ser feito por homens munidos de pás, ou melhor, de colheres, assim não vai faltar emprego para ninguém e o mundo será melhor….. SQN

        • Guilherme Batista

          Esqueceu dos carteiros, dos criadores de cavalo, dos fabricantes de bips, dos fabricantes de extintor pra veículos, dos montadores de veículos e etc.
          Vejo direto este tipo de questionamento, pessoas reclamando de evolução utilizando um COMPUTADOR conectado a INTERNET.
          Cada uma viu

          • Léo Canezinni

            _I_

            • Guilherme Batista

              Hahaha, nivel de maturidade aqui atingiu o mesmo nivel do site do G1. Lastimavel

            • Banido por ofender o outro leitor.

        • Luis_Zo

          esqueceu: coitado dos Taxistas com o Uber.

      • Louis

        Se você quer pagar por algum serviço desnecessário, comece por você contratando alguém para fazer algo inútil só para dar emprego. Típico pensamento socialista atrasado. Por causa disso que ainda temos frentistas… De qual sindicato você pertence ?

        • Léo Canezinni

          Resposta típica de leitores de NA, pouco inteligíveis e reclamões de teclado, estou é vazando daqui…

          • Sergio

            Já vai tarde, não esqueça sua mortadela.

  • Claudio Abreu

    Briga desse tamanho nos EUA? Isso pode é render o início do fim da Tesla.

    • ivan

      Também acho preocupante. A Tesla é uma formiguinha comparada as grandes montadoras.

      • Marcos Medeiros

        Nesse caso a briga é contra os css e não com as fabricantes em si, a BMW por exemplo já possui um modelo de “boutiques” para anunciar os modelos e vende-los pela internet, com a tesla ganhando esse processo outras fabricantes podem tomar a frente dos próprios negócios.

  • Alexandre

    Eu sinceramente não entendi qual a grande limitação de revenda por concessionária. Acho q a Tesla tá é de olho no lucro e vendas maiores por causa do menor custo. Se fosse pela logística nada impede de vender pela concessionária e mandar entregar direto no proprietário, como eu já vi que a Tesla faz em alguns estados.

    • V12 for life

      Você acertou, é exatamente pelo lucro maior que ele tem.

      • Alex

        Deveria ser para competir com preço melhor

        • V12 for life

          Seria o ideal, mas o Model S tem preços na mesma faixa do Mercedes Classe S, e segundo uma matéria que li a poucos dias o custo de produção é próximo e sem um concessionário para intermediar o Tesla devia ser um pouco mais barato.

  • V12 for life

    Seria muito mais fácil ele abrir uma rede de concessionárias própria.

    • Mas aí entra a questão custo. Creio que o motivo de vender direto da fábrica para o consumidor seja para não ter o lucro e custo da concessionária. Dessa forma vende o carro com preço mais em conta. Eu chuto hoje que o preço de no mínimo 10% do carro vai para a concessionária, é só ver o aluguel do ponto , folha salarial, publicidade etc.

  • Rbs

    Não briga não Tesla Motors . . Va fazer negócio na Índia!

  • afonso200

    100mil reservas em 24h,,,,,isso supera o lançamento do MUSTANG em 1965

  • Luis Burro

    Acho q nao consegue.Pq se nao tivesse caixao, ia ter corpo apodrecendo no meio da rua.Tlvz isto tenha feito a pressão necessária pra q permitissem.Alem disso o motivo foi no fundo social ao inves deste q eh totalmente capitalista e egocentrico, pq ele soh nao qr ter q pagar.

  • Sergio

    E ainda há quem diga que os EUA são liberais… se o concessionário é inútil, mantê-lo porque? corporativismo? E ainda há gente aqui que defenda parasitas comedores do lucro alheio, e forçando consumidores pacíficos de pagarem mais caro pra manter empregos obsoletos. Estes que defendem tal absurdo, deveriam estar ainda usando vela em vez de luz elétrica, carroças em vez de automóveis.

    • leitor

      Isso é normal nos EUA, Europa, Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Brasil, qual seria o problema? Quem briga pela liberdade dos outros tem interesse em facilitar a conquista por lá. Assim os EUA e outros países fazem e a Tesla também quer fazer.

      • Sergio

        Estou dizendo que se a marca julga que concessionária é inútil, ninguém devia se meter. O dinheiro é dela e ela aplica do jeito que bem entender, ninguém tem que meter o bico, e se o cliente achar ruim, que não compre, aí a marca poderá rever sua posição. Querer mandar no dinheiro dos outros é errado em qualquer canto do planeta. Quem apoia isso, é ladrão do dinheiro alheio. Simples assim.

  • arzanette

    manda esta bronca para o DR Moro que ele da um jeito.kkkkk

  • leitor

    Lá essa briga será no lobby. Quem tiver um bem forte ganha. Por isso que até aqui vemos certas causas com decisões baseadas em idéias sem fundamento legal, somente de princípios muitas vezes questionáveis, mas ninguém questiona e fica assim mesmo.

  • João Paulo

    “Mas tem que existir regulamentação estatal para proteger o consumidor”, resmungou o estatólatra.
    Um bem que poderia ser mais barato e não é por conta da interferência de políticos, que querem cagar regras de como uma empresa e um cliente deve manter uma relação de consumo.

  • Eduardo Forneck

    concordo 1000% com a Tesla.

  • Senhora Liberdade

    sera uma gladiação de corporativismo e espero que a Tesla leve essa

  • ivan

    O que está em jogo é o futuro do planeta. Carros movidos a gasolina poluem o meio ambiente, contribuindo para o aquecimento global. Se não fizermos nada para deter o aquecimento global, fatalmente a produtividade agrícola diminuirá e a fome em consequência aumentará. Várias espécies estão em rotas de extinção.
    Devemos lutar para deixar para nossos filhos e netos um planeta equilibrado, onde o ser humano conviva em harmonia com a natureza.
    Carros elétricos utilizando energias renováveis são um caminho a ser seguido para ter um planeta sustentável.

  • ivan

    Isso tudo é uma guerra da General Motors contra a Tesla Motors.
    Mas depois de ler e me informar sobre este assunto em vários sites americanos tomei uma decisão de jamais, enquanto viver, comprar carro da GM, mesmo que esteja com preço bom. E quando tomo uma decisão, jamais volto atrás.

  • awatenor

    Ah, uma briga direta contra os gnomos demoníacos da ganância e da podridão corporativista.

  • Jaitan Martini

    Free market !



Send this to friend