*Destaque Elétricos EUA Lançamentos Tesla Veículos Comerciais

Tesla Semi: caminhão elétrico vai de 0 a 96 em 5 segundos e tem autonomia de 800 km

Tesla-Semi-2 Tesla Semi: caminhão elétrico vai de 0 a 96 em 5 segundos e tem autonomia de 800 km

Elon Musk apresentou oficialmente o Tesla Semi, o primeiro caminhão elétrico da marca americana e certamente um dos poucos que circularão inicialmente pelas rodovias dos EUA. Com visual futurista e bem aerodinâmico, o veículo pesado chega com capacidade de carga de 36 toneladas, tracionadas por um cavalo mecânico (ou seria elétrico?) 6×4, alimentado por quatro potentes motores elétricos, dispostos dois em cada eixo traseiro.



Nessa configuração, promete Musk, o Tesla Semi vai de 0 a 96 km/h em 5 segundos, sem levar qualquer carga. Mas, com a capacidade máxima de carga, o caminhão faz o mesmo em 20 segundos, o que é ainda muito mais rápido que um caminhão diesel comum. E, talvez o melhor de tudo, é que a autonomia carregado é de nada menos que 800 km, algo muito bom para um veículo elétrico desse porte e proposta. Haverá opção para alcance menor: 482 km. A velocidade máxima é de 105 km/h.

Tesla-Semi-1 Tesla Semi: caminhão elétrico vai de 0 a 96 em 5 segundos e tem autonomia de 800 km

Para os proprietários do Tesla Semi, haverá uma rede específica de recarga de alta potência, chamada Megacharger, que possibilita em apenas 30 minutos, adicionar autonomia de 644 km. Ou seja, enquanto o motorista come, o caminhão elétrico de Elon Musk carrega rapidamente. Dessa forma, a empresa espera atender os transportadores de longa distância e ao mesmo tempo obriga o motorista a parar para descansar.

O Tesla Semi, segundo a empresa, possui tecnologia de segurança que impede o “atropelo do cavalo”, quando o reboque desloca seu peso sobre o cavalo mecânico, fazendo com que ele seja jogado de lado, provocando um acidente. Musk diz que em seu caminhão isso é impossível de acontecer. O caminhão elétrico será vendido a partir de 2019 já com uma versão avançada do Autopilot, tendo ainda controle de cruzeiro adaptativo comum, frenagem autônoma de emergência e alerta de tráfego no entorno do veículo.

Tesla-Semi-6 Tesla Semi: caminhão elétrico vai de 0 a 96 em 5 segundos e tem autonomia de 800 km

Mas como é o Tesla Semi? Com design futurista, como dito acima, o caminhão elétrico apresenta faróis de LED verticais e cabine elevada, onde o motorista senta em posição central e avançada em relação às duas portas de acesso. Atrás, um segundo assento articulado serve para um ajudante. A empresa não deu detalhes sobre as comodidades da cabine, mas provavelmente possui uma cama retrátil no teto e muitos compartimentos ocultos.

Pelas imagens da Tesla, o Semi apresenta um chassi de longarinas de aço com um enorme pacote de baterias de lítio sob o piso da cabine. Os quatro motores elétricos ficam nos dois eixos. Cada um alimenta um dos quatro rodados duplos e gerencia independentemente seu torque. É isso que permite ao veículo evitar a tendência de não segurar o deslocamento do reboque em descida e frenagens, como ocorre nos caminhões comuns.

Tesla-Semi-9 Tesla Semi: caminhão elétrico vai de 0 a 96 em 5 segundos e tem autonomia de 800 km

Na posição do motorista, um assento bem confortável e com suspensão pneumática, tendo do lado direito um console com porta-copos e objetos, enquanto o outro apresenta um espaço para acesso. Há duas telas digitais de grande tamanho, uma delas serve o controle do veículo e outra para navegação. O veículo possui um app dedicado onde o motorista pode acessar remotamente dados e configurações do caminhão, inclusive sua localização.

A área envidraçada é bem ampla. Feito para tags de pedágio, em cobrança manual, será necessário sair da posição de direção. A Tesla pretende lançar o Semi em duas configurações, sendo uma com cabine alta e outra baixa, sem cobertura sobre as rodas traseiras. Musk apresentou os custos de operação, sendo R$ 2,56/km ante R$ 3,06/km para um equivalente diesel.

Numa rota de 160 km com 36 toneladas e rodando a 96 km/h, o custo com combustível é equivalente a R$ 2,16/km. Musk apresentou um custo de energia de US$ 0,07 por kWh. O consumo é dito como sendo de 1,24 kWh/km. A promessa é de mais de US$ 200 mil em economia de combustível e retorno do investimento (na aquisição do veículo) em dois anos. Por ora, o mercado prioritário é o americano, mas isso não impedirá futuramente a comercialização do produto em outros países. Quem sabe no Brasil? Deve-se lembrar que até o Hyperloop, outra criação de Musk, já têm interesse no país.

Tesla Semi – Galeria de fotos

  • Anderson

    Bah, uma enorme bateria mesmo, 645 mil watts, eu consumo 100 mil watts por mês. Essa bateria lá em casa seria 2 recargas por ano… Kkkkk

  • Maycon Farias

    Simplesmente fantástico. Um marco histórico para o setor. Bonito por fora e por dentro. A cabine lembra até uma cabine de um avião, só não tem todos mostradores e botões, Mas é show demais. Adoraria dirigir.

    • Luis Burro

      Olhe,pode ser tdo,menos bonito!Parece um Capacetão.

      • Pedro Neto

        isso é só um protótip meu amigo

        • Diego Ruiz

          Produção, Pedro.

    • Vitor Barcellos

      Acho que a ideia é não ter botão fisico. Todos os comandos serão acessados pelos tabletes

    • Deadlock

      Que coisa estranha, de 0 a 96 km/h em 5 s e máxima de 105 km/h. É isso mesmo produção?

      • Nicolas_RS

        Os veículos elétricos chegam a 100km/h mais rápido que os a combustão, porem a velocidade máxima é bem inferior.

        • Deadlock

          Isso deve ocorrer com veículos que não têm marchas, para redução de custos e utilização urbana. É só colocar mais marchas, torque o motor elétrico tem.

    • Alvaro Guatura

      Eu achei a cabine horrível. Parece uma mesa de criança com dois monitores e um volante pra jogar Hard Truck…

    • Nicolas_RS

      Pra você a Dilma é a mulher mais sexy do mundo… Pra falar que esse treco é bonito.

    • Pedro Neto

      um marco histórico e isso por hora é só um protótipo hehehe

  • Haggard

    Caminhão de longa distância sem leito? Para o mercado americano? Boa sorte…

    • No_Name

      Maioria esmagadora dos transportes de cargas pesadas por lá são feitos por via férrea, marítima ou aérea. Os caminhões são utilizados em sua maioria para fazer viagens de até uns 300 km por dia no máximo, normalmente para fazer a ligação de cidades polo a cidades menores. Para um motorista “moderno” não há a necessidade de leito na cabine.

      • Silva

        manja demais, hein? a maioria nao representa nada?
        vê os tipos de caminhões que rodam lá com carretas, os que não tem leito são EXCEÇÃO

        https://en.wikipedia.org/wiki/Transportation_in_the_United_States#Cargo

        ou

        https://www.rita.dot.gov/bts/sites/rita.dot.gov.bts/files/publications/pocket_guide_to_transportation/2014/3_Moving_Goods/table3_1

        • No_Name

          Fala bobagem, não, cara. Esses dados aí englobam todos os tipos de caminhões, inclusive até as pickups que também são consideradas “truck” por eles e tem peso nessas estatísticas por serem amplamente utilizadas para o transporte de cargas. Meu comentário é sobre o transporte de cargas PESADAS feitos por “carretas”. E essa questão de cabine leito é meramente uma questão de cultura, que vem sendo passada de geração a geração por ter sido útil no passado, mas hoje não tem serventia para 80% dos “carreteiros” daquele país que todos os dias conseguem dormir em casa ou em hotéis (mesmo com caminhão leito as empresas tem o costume de pagar hotel para os motoristas que ainda percorrem grandes distâncias).

      • Nicolas_RS

        Sabe de nada, aconselho tu ver o canal Vblog18Rodas, apenas caminhões de curto trajeto, principalmente que anda no meio das cidades que não usa camas, caminhões que viajam de estado em estado 99,9% é com leito.

        • No_Name

          Kkkkk grande referência: “youtuber”. Lê meu outro comentário mais abaixo sobre cama.

          • Nicolas_RS

            O animal, ele grava vídeos rodando pelos EUA, e o que mais aparece rodando ? Deixo essa pra você, Inclusive ele já discutiu isso com os inscritos…

            • No_Name

              Ok, “animal”. Sabe de tudo você rsrsrs. Satisfeito? Não perco meu tempo discutindo com crianças.

              • Nicolas_RS

                Adulto é você né ? Que não sabe o gosto dos caminheiros americanas e suas necessidades, até aqui no Brasil queriam ter o mesmo estilo, porem as leis impendem.

    • Gabriel Loio

      O leito está escondido no teto.

    • leitor

      Sim. Para adaptações para ônibus ou motor-home é um pulo. E mesmo que o mercado americano não tenha transporte de caminhão para longa distância com um desse se diminui a necessidade de alimentação constantemente.

    • Harusame Yoku

      Tendo economia nos custos, com certeza as empresas americanas iram comprar…. patrão é patrão em qualquer lugar do mundo, sempre querem menos custos e mais lucro.

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Lindão

    • th!nk.t4nk

      Acho que nem tanto. A Tesla está sendo a primeira a ganhar volume em veículos elétricos, mas nao inovou propriamente em nenhum aspecto tecnológico ou de fabricação. Todas as tecnologias que a Tesla usa já existiam e já eram utilizadas comercialmente antes, inclusive por concorrentes. O grande pulo do gato deles foi juntar tudo num pacote atrativo, o Model S. Isso acelerou a eletrificaçao no setor, mas nao é algo que eles criaram, ela já vinha ocorrendo antes. A Tesla é incrível, mas nosso erro está em colocar a empresa num pedestal, enquanto a realidade infelizmente passa longe disso.

      • Cesar Penna

        Achei o Jon Snow

      • No_Name

        Não há mistério em se construir um veículo elétrico. Fazer um carro se locomover a eletricidade é até mais simples e barato do que com motor a combustão, o único entrave para substituir de vez esses últimos fica por conta das baterias, como fazê-las eficientes e baratas, mas estão evoluindo e bem mais rápido do que eu esperava. A genialidade da Tesla está na “softwarização” (e isso inclui o Autopilot) dos seus produtos, algo que nenhuma outra fabricante de automóveis havia pensado em apostar. Todo o carro (caso do Model S) é operado e gerenciado por software e não de forma direta por mecanismos/equipamentos físicos como vem sendo desde a invenção do automóvel. Controlar um carro por programação é mais barato pois dispensa muitas peças na construção do mesmo. Acho que foi a grande sacada da Tesla.

      • DJ êVa Dj

        A Tesla é a Apple?

        • No_Name

          Diria que quase, pois a Tesla é mais uma empresa de tecnologia (tanto que é do vale do silício) do que de veículos em si. Os veículos que criam são as vitrines para suas tecnologias.

      • Munn Rá : O de Vida Eterna

        Obrigado pela explicação mas fiquei curioso com a resposta ( observação : não estou criticando você )

        Tesla não tem tecnologia própria ? Curioso ! Eu achava que ela teria pois há tempo atrás ela ” liberou ” sua patente e tecnologia para as outras empresas automobilísticas ( por isso que eu achei que a Tesla teria tecnologia própria porque se outras empresas automobílisticas já usavam as tecnologias utilizadas por ela no concerne á motores elétricos então não seria tão impactante ela liberar a patente/tecnologia

        Agora em relação á volume é verdade pois até então carros elétricos era algo ” mitificado ” e ” futurista ” cuja produção era mais específica ou de nichos como o Toyota Prius e os carrinhos elétricos da Aixam

    • thi

      e da volks tb

  • Jok Jok

    Cenas dos próximos capitulos: caminhao autônomo que rodara 24h, parando apenas para recarregar… Lucro garantido!

    • Eduardo Forneck

      que ótimo então!

    • Nicolas_RS

      Próxima temporada: O que faremos com as baterias… caos garantido.

  • João Cagnoni

    Neste caso o Autopilot é mais interessante do que a eletrificação.

    • th!nk.t4nk

      Sem dúvida. Eletrificaçao é algo que tá sendo empurrado pra injetar ânimo no mercado, mas é um processo lento que vem ocorrendo desde os anos 2000. É uma mera substituiçao de um tipo de motor por outra, de tecnologia antiga até. Já o Autopilot sim é uma tecnologia inovadora e que vai revolucionar a forma como lidamos com carros (e particularmente em caminhoes nesse caso). Esse sim vou ficar admirado quando estiver implementado comercialmente (em larga escala) num nível 4 ou 5, seja em carros ou em transporte de cargas.

  • Hugosw

    O caminhão é bacana, mas a apresentação do Roadster que foi impressionamente.
    Carro faz de 0-100 em 1,9seg e tem máxima de mais de 400km/h, com um alcance impressionante de 1000km.
    Esse vai ser com certeza o brinquedo mais divertido para os adultos endinheirados.

  • Tochio

    Caramba, muito lindo e com autonomia fantástica !!

    • VaeVictis

      Não. Todos os caminhões diesel têm autonomia de 6000 km.

  • Luis Burro

    Com uma malha ferroviária gigantesca nem deveria existir tanta necessidade por caminhões nos EUA!

    • No_Name

      E não há necessidade! Mas mesmo assim querem torná-los mais eficientes e lucrativos. Inteligentes eles, não? Aqui no Brasil alguém só faz alguma coisa para melhorar quando já é tarde demais.

      • Luis Burro

        Nunca é tarde demais! Só será qndo o último humano morrer.

  • M7

    Até eu queria um caminhão desses!!!

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Um publicidade interessante para este monstro seria fazer duas subidas a Pikes Peak: A primeira com um piloto para extrair todo o potencial do bruto e a segunda no modo Autopilot.

  • Raimundo A.

    A autonomia parece exemplar, só que a mesma vai depender de vários fatores como aerodinâmica do semirreboque, pois o cavalo tem, mas o implemento pode não ter; topografia das rodovias; qualidade do pavimento.

    • Fernando Bento Chaves Santana

      EUA, Europa, Japão e Austrália devem oferecer infraestrutura adequada para receber este novo caminhão e provavelmente a Testa deverá elaborar um caderno de encargos com as diretrizes para o fabrico de implementos adequados.

      Sem contar que com o Semi a Tesla poderá não apenas vender, mas também alugar frotas para empresas interessadas.

  • Edilson

    105 de velocidade máxima?

  • Natán Barreto

    O bom pra quem faz um caminhão desse é que eles não gastam nada com o design. Nem tempo nem dinheiro pq esse desenho parece feito por uma criança.

  • 868686

    A questão é: a Tesla ainda existirá até lá?

  • Marcio Souza

    No gogó faz até 1 milhão de km com uma recarga. Quero ver a versão de produção.

  • luiz

    Meu maior medo é a tesla se tornar a skynet no futuro….

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend