Elétricos EUA Tesla Veículos Comerciais

Tesla Semi: Musk quer colocar caminhão em produção rapidamente

Tesla Semi: Musk quer colocar caminhão em produção rapidamente

Elon Musk parece que deu um basta ao atraso contínuo no lançamento do caminhão elétrico Tesla Semi. Em um comunicado aos funcionários da montadora, visa e-mail, o CEO da empresa pediu agilidade dos empregados.


Musk disse que “é hora de dar tudo de si e levar o Tesla Semi à produção em volume”. Esperado para 2019, o cavalo-mecânico da marca americana já era para estar rodando pelas highways dos EUA.

Apresentado em 2017, o Tesla Semi ganhou logo de cara 2.000 pedidos de clientes importantes nos EUA, mas sofreu atrasos consideráveis desde então.

Tesla Semi: Musk quer colocar caminhão em produção rapidamente

Como a Tesla tem histórico longo de atrasos, muitos não ficaram surpresos com isso. Um dos motivos, pelo menos, está relacionado com a Nikola Motors, que entrou com um processo judicial contra a empresa de Elon.

A ação de reparação de US$ 2 bilhões é relativa ao design do Tesla Semi, que seria semelhante ao modelo híbrido One. Musk chegou a dizer que o atraso permitiria que os designers da marca “melhorassem muitos aspectos do design”.

Ou seja, o Tesla Semi de produção deve ser diferente do protótipo já conhecido. Não se sabe as extensões das mudanças, mas o para-brisa envolvente e a porta de acesso recuada, são os argumentos principais da ação feita pela Nikola.

Tesla Semi: Musk quer colocar caminhão em produção rapidamente

Parece que isso não será um problema para Musk, mas sim a produção. O executivo mencionou que as baterias e o conjunto propulsor do Tesla Semi serão fabricados em Nevada, mas não disse exatamente onde o caminhão será montado.

Ele teria dito apenas que seria feito “em outros estados”, numa referência à Califórnia. Ainda não se sabe se Fremont teria capacidade para construir o caminhão, embora a planta seja enorme em suas dimensões.

Tesla Semi: Musk quer colocar caminhão em produção rapidamente

Contudo, Musk não anda tendo uma relação boa com o estado da costa oeste e já disse que migraria a Tesla para o Colorado ou Texas. Pela urgência, com entregas determinadas para 2021, a produção terá de ser feita nos EUA mesmo.

Com interesse em outros países, como Brasil e Reino Unido, Musk poderia fazer o Semi também no Brasil, mas pelo jeito, isso só em um futuro bem distante. Pelo espaço disponível e com início dos trabalhos estipulado para este mês, Fremont deve levar o prêmio no final.

[Fonte: Autoblog]

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • 😎.

    Musk poderia fabricar o Semi na fábrica que a Ford quer vender em São Paulo , ou construir outra do 0 mesmo, outro mercado que o elétrico faria sucesso é a China.

    • Edson Fernandes

      Como ele faz conceitos de gigafactory não me parece viavel a produção no Brasil nesse momento. E o foco seria exportação, um ponto chato demais no Brasil tbm.

      • leomix leo

        Sem falar dos sindicatos, acabando com a paz dele.

    • Sino Weibo

      Essa fábrica que ele ta negociando no Texas deve ser exatamente para a Cybertruk e esse caminhão, na terra das picaponas.

  • Beto

    Tesla se tornou a montadora mais valiosa do mundo, em valor de mercado, mesmo com pandemia mundial, mesmo com a limitação de produção do Model Y, ainda não começou a produção do caminhão, do Cybertruck e do Roadster

    • th!nk.t4nk

      Também especulo com açoes da Tesla e gosto muito. Mas é isso: especulação. Tem muito fundamento ruim por trás da empresa também (grandes dívidas).

  • Filipe Cifun

    Pelo que pesquiso sobre o assunto, o maior responsável pelo atraso seria o desenvolvimento de novas baterias de alta densidade. Sem elas, os veículos elétricos sob condições extremas perderiam muita autonomia e sofreriam uma degradação acentuada das baterias.
    No entanto, o boato nos sites gringos é que esses problemas seriam solucionados em meados de 2020.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email