Chery Mercado SUVs

Tiggo 7 e Tiggo 8 são as próximas ações da Caoa Chery para 2019

Tiggo 7 e Tiggo 8 são as próximas ações da Caoa Chery para 2019

A Caoa Chery está em ampla ascensão no mercado nacional com o lançamento dos modelos Tiggo 2, Arrizo 5 e Tiggo 5x, ocorridos em 2019, agora prepara o terreno para a chegada de mais dois produtos para fechar a fase inicial de restabelecimento da marca chinesa no Brasil. Estes dois produtos chegam em 2019 e serão nacionalizados de imediato.


Com o crescimento das vendas de SUVs, a Caoa Chery tem à disposição na China, uma interessante gama de produtos nesse segmento, sendo que em janeiro, o primeiro deles é o Tiggo 7, que é um utilitário esportivo de porte médio, já apresentado na Argentina. O modelo ficará logo acima do Tiggo 5x, que tem preços entre R$ 86.990 e R$ 96.990.

Assim, o Tiggo 7 pode chegar com preços acima de R$ 110.000. Equipado com o mesmo motor 1.5 Turbo Flex de 147 cavalos na gasolina e 150 cavalos no etanol, ambos a 5.500 rpm, e 21,4 kgfm a partir de 1.750 rpm. O câmbio será de dupla embreagem com seis marchas, com tração apenas nas rodas dianteiras.

Tiggo 7 e Tiggo 8 são as próximas ações da Caoa Chery para 2019


Feito sobre a mesma plataforma T1X, usada pelo Tiggo 5x, o Tiggo 7 tem suspensão traseira multilink e porte maior, medindo 4,50 m e 2,67 m de entre-eixos. Espera-se também por duas versões e itens como teto solar panorâmico, bancos em couro, ar-condicionado automático e piloto automático.

Mais adiante, próximo do fim do ano, a Caoa Chery deverá lançar oficialmente o Tiggo 8. Este SUV de sete lugares também é feito sobre a base T1X e tem porte maior, em torno de 4,70 m, bem como com 2,72 m de entre-eixos. Na China, a motorização é a mesma dos demais, sendo 1.5 Turbo. Com itens semelhantes aos do Tiggo 7, este SUV concorrerá com VW Tiguan Allspace e Peugeot 5008.

Em termos de preço, o Chery Tiggo 8 deve começar na casa dos R$ 150 mil. Isto porque a CAOA já confirmou a chegada da submarca Exeed, que tem na China os modelos TX e TXL, ambos com novo motor 1.6 TGDI de 197 cavalos e 29,5 kgfm.

Tiggo 7 e Tiggo 8 são as próximas ações da Caoa Chery para 2019
Nota média 4.8 de 6 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Edson Fernandes

    E a Chery parecendo a PSA no que se diz a motorização. Será bom para oferta de peças, ruim pq todo produto usará o mesmo motor.

    Para os modelos ATÉ R$100000, me parece ser interessante, depois disso a CAOA deveria se preocupar ao menos me dar um ganho de potencia. Visto que os seus concorrentes diretos podem ter motorização superior. Não é sempre assim, mas há players com motorização de maior potencia.

    Agora, não adianta nesse segmento ter apenas o feijão com arroz. Nesse segmento de medios precisa ter algo mais que não me parece ter nos carros.

    • Ford Opala Attractive 200TSI

      Concordo. 21,4 kg de torque contra 35,7 do Tiguan 2.0 T!!!!

      • Marcos megdA

        Esse motor com esse torque concorreria no máximo com o T-Cross e ainda tomaria um estupro da versão 1.4TSI. Falando apenas em motores, claro. O conteúdo pode surpreender, mas prefiro não ter grandes expectativas

        • Vinícius

          Eu vi o T-Cross semana passada rodando no ABC, achei um carrinho minúsculo para um SUV. Me pareceu menor que os SUVs compactos que estão no mercado.

          • Marcos Megda

            Vi ele no salão do automóvel. Achei muito meh. Tinha até a intenção de pegar um pra mim, mas decepcionei um pouco. Ele é até imponente dependendo da cor, e o interior é bonito. Mas pequeno. Tipo do tamanho do renegade.

            Acabei fazendo um negocio num A3 sedan ambiente por 111k 0km. Muito melhor

        • Gomes

          O fato é que a gente sempre acha que uma marca lança um carro para ser líder de mercado, mas não é assim… o T-Cross é óbvio que vai vender muito mais, além de ter quase 5x mais concessionária, a marca está no Brasil há mais de 60 anos e tem uma reputação infinitamente superior à uma marca chinesa. Enquanto a VW diz que vai vender 5.000 T-Cross, quantos Tiggo 5x a Caoa quer vender? Tudo é relativo… O Tiggo 2 já tem vendido mais que 2008, com cerca de 800 carros por mês… isso já é ótimo! Se venderem 500 Tiggo 5x já será muito bom!!

      • invalid_pilot

        Tem a Equinox LT por 140 mil com 37 de Torque também – nesse caso é menos equipada que a Tiguan, mas tem preço bem bom pro segmento.

      • Edson Fernandes

        Mesmo o 1.4 com 150cv e 25,5kgmf de torque…

      • Eric PB

        concorrente destes é o tiguan 1.4 com 25,5 de torque. Mas ok já é mais torque. A chery poderia manter este motor para todos sem problema, porém com um remap para 170cv nestas versões maiores.

    • Rodrigo Pasini

      Vai ser difícil pra caôa concorrer com tiguan e equinox, isso sem contar os outros players que correm por fora.

    • vicegag

      Não é de agora, no Brasil as montadoras historicamente nunca foram pródigas em oferecer variedades de motores, com certeza, devem achar que não ligamos muito para isto.

      • Edson Fernandes

        Nem tanto.

        A VW chegou a ter num mesmo periodo:
        1.0 8v
        1.0 16v
        1.0 16v turbo
        1.6 8v
        1.8 8v
        2.0 8v
        2.0 16v

        Isso sem contar o motor 1.4 8v que foi para o fox da Argentina e Kombi de nosso mercado!

        A Ford chegou a ter:
        1.0 8v
        1.0 16v
        1.3 16v
        1.6 8v
        1.8 16v
        E durante pouco tempo teve 2.0 16v zetec convivendo com o 1.8! Ai descontinuaram o 1.0 16v, 1.3 16v, 1.8 16v e mantiveram o 1.0, 1.6 e trocaram o 2.0 zetec pelo duratec.

        A Fiat trocou mujito de motores!
        1.0 8v (Fiasa e depois fire)
        1.3 8v
        1.3 16v
        1.6 16v
        1.8 16v
        2.0 20v
        2.4 20v
        2.0 turbo 20v

        Depois ficaram:
        1.0 8v
        1.4 8v
        1.8 8v (GM)
        2.4 20v (stilo abbarth)

        E aí veio a leva de 2005 em diante.

        Se reparar tivemos sim varios motores nas fabricantes. Mas não dá para jogar o mesmo motor na mesma configuração para carros distintos. Isso meio que ajuda a marca nõa vender.

    • Bruno Silva

      Pelo menos no Arrizo 5 e Tiggo 5X tem potências diferentes. Não sei se será assim nos novos SUVs.

    • CanalhaRS

      Concordo 100%.

    • Tosca16

      Quando a oferta de peças no mercado será uma boa. E ao menos quanto ao Arrizo5, o Henrique Sampaio tinha dito que não descartaria uma versão “apimentada” do modelo, com mais torque e potência.

    • Edinaldo_Tapica

      Acho que vai ser um motor fraco pro Tiggo 8, e apenas razoável pro Tiggo 7. Poderiam usar o mesmo motor com apenas alteração na cilindragem (como ocorreu entre Sentra 2.0 e Tiida 1.8), mas manter este mesmo motor no Tiggo 8 não tem sentido algum.Vão ser carros de imagem, pouquíssimas vendas. Aquele típico carro no showroom que valoriza a marca e faz você fechar contrato nos modelos mais reais.

      • Tosca16

        Eles vão trazer o 1.6 TDGI de mais de 190cv e uns 29 de torque…

        • Edinaldo_Tapica

          Ah, aí já se justifica…

      • Gomes

        Lembrando que o Tiguan que mais vende usa um motor de 150cv…. :)

        • Edinaldo_Tapica

          Aí que tá, o Allspace custa 150k, mesmo preço que a Chery possivelmente vá cobrar no Tiggo 8. Quem vai preferir comprar um Chery a um VW? Ou a chinesa baixa o preço ou bota um motor maior. Como o Tosca disse aí acima nos comentários (e ele tem bom conhecimento de em se tratando de Chery), vão trazer o 1.6 TGDI com 190cv, aí faz mais sentido, mesmo assim acho que vai ter vendas inexpressivas, puro carro de imagem.

    • Giovani Teixeira

      Parece que os chineses ainda não entenderam que ar condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, air bags e abs são o novo “básico”. Para venderem para mim um carro de 100 mil reais, eles tem que me oferecerem diferenciais que os concorrentes “consagrados” não tenham, como:

      -Controle de cruzeiro adaptativo
      -Alerta de ponto cego
      -Assistente de estacionamento
      -Tecnologia híbrida

      Eu, como consumidor, não pagaria o preço de um Prius para levar um Crossover compacto-médio chinês.

      • Edson Fernandes

        Algumas coisas eles até terão para destacar, mas não justifica ao meu ver ainda os preços de uma marca que quer conquistar mais o mercado.

    • oscar.fr

      O problema da PSA é que não existe nada muito mais potente que o nosso famigerado THP na linha europeia à gasolina, tirando os modelos esportivos, claro. A 3008, por exemplo, é vendida principalmente com o 1.2 turbo de 130 cv (e nas versões diesel, claro). É um problema europeu que a PSA importou para cá. Talvez, a solução fosse deixar de oferecer THP na linha compacta, substituindo-o pelo 1.2 turbo. Dito isto, irei encarar meu primeiro PSA 1.6 aspirado nos próximos anos, depois de 5 anos com o 208 Allure.

      • Edson Fernandes

        Então, mas aí ela desenvolveu para o 508 uma versão com 204cv e automatica. Cairia bem pensar no futuro para produtos de poder aquisitivo superior, uma potencia condizente.

        • oscar.fr

          Mas isso veio mais de ano e meio depois, Edson. Não existia na época do 3008 e, claramente, veio para acabar com o último abismo do modelo francês aos alemães, que era motor. Não sei se é um motor que irá para um carro de faixa inferior que é o 3008. Se for empregado, só na reestilização do SUV francês.

          • Edson Fernandes

            Imagino que sim. Mas é algo a se pensar por parte da PSA. Outro pont oque ela poderia pensar no futuro, é a adoção da tranmissão de 8 velocidades.

            • oscar.fr

              A Peugeot vai bem na Europa, mas parece ter perdido a mão sobre a proposta comercial de todos os seus carros no Brasil. 3008 e 5008 estão em preços irrealistas, perderam toda a competitividade em relação a Tiguan e Equinox. 208 com preços iniciais surreais e 2008 menos competitivo que o irmão Cactus, apesar de ter anos e anos de mercado.

              • Edson Fernandes

                Concordo!
                O 208 nas suas versões de entrada são injustos.

                A marca poderia apelar melhor nos preços considerando ter 3 motores na linha. O motor 1.6 aspirado é muito mal aproveitado no 208. Tem apenas nas versões:
                – Sport (unica manual)
                – Active Pack
                – Allure
                – Griffe
                – Urbantech
                Sendo que as 4 ultimas, sempre automatico.

                Aí temos:
                – Active
                – Active Pack
                – Allure

                Com o motor 1.2 e sobra o GT para o motor THP (que esse nem dá para contestar ser manual por ser esportivo)

                Mas eu acho muito errado a forma que a Peugeot precifica e tem versões.

                Poderia existir e eu já citei isso aqui:
                – Active pack 1.2
                – Allure 1.2
                – Allure 1.6 AT
                – Allure 1.6 MT
                – Griffe 1.6 AT (me parece que as versões de topo estão perdendo variantes com cambio manual, então vou enxugar a linha)
                – Urbantech 1.6 AT (essa versão é baseada na Griffe e é especial)
                – GT 1.6 THP

                E porque então não tem active? Porque ele poderia seguir para frotistas como muitos compram hoje, assumir preços menores em cada um desses. Lembrando que não existe mais o 1.6 Allure e sim apenas o 1.2 tudo isso para a Peugeot não ofertar aos PCDs. (e empurrar o active pack no lugar)

                Só que ela andou cortando itens de todas as versões, por isso justifica o enxugamento que eu citei. Assim com baixas de valores, tornaria o produto atrativo até ela lançar uma nova geração ou até mesmo uma renovação do atual.

                • oscar.fr

                  Tu tem total razão, Edson. Não apenas os preços estão errados, mas também a oferta de versões e combinações motor-câmbio. Eu tive um Allure de maio de 2013 até uns dias atrás. Troquei porque começaram a me incomodar em casa pela quilometragem (já passados os 86 mil km, o carro que mais rodou em nossas mãos), sendo que a ideia inicial era ir para outro 208, pois o carro é sensacional. No entanto, me deparei com preços altos, repartição burra das versões e alguns cortes de custos irresponsáveis. Não faz sentido tu ter que escolher entre os mimos do Allure, mas levar um câmbio manual, e o automático do Active Pack, mas levar um carro mais pé de boi. A Peugeot me parece ter perdido a noção de qual o seu espaço no Brasil, que sempre foi oferecer algo mais que as tradicionais, um requinte para quem aceita perder um pouquinho mais em desvalorização e escutar piadinhas dos amigos. Quer fazer o jogo das montadoras tradicionais, mas não tem fôlego para isso. Enquanto a Peugeot não se resolve e esperando a nova geração do 208, acabei indo parar na marca irmã e seu novo Cactus.

  • invalid_pilot

    Deveriam ter uma versão Diesel desses dois modelos, colocaria uma arma na cara do Compass diretamente .

    • Tosca16

      Chery é mais fácil por híbrido ou elétrico que trazer um diesel hehe, e também já foi questionado por mim e dito pelos chineses que nem lá na china se tem 4×4 nesses modelos, são “SUV’s” de shopping sem vergonha nenhuma de dizer.

      • invalid_pilot

        Ai poderia entrar a Caoa e arrumar isso para o mercado brasileiro, o Compass Diesel vende bem (apesar de eu pessoalmente não gostar de carro Diesel)

        • Tosca16

          Aí teria que ter engenharia local, sei não…

        • RABUGENTO SFQNS

          Estou aqui pensando do porque de você não gostar de um veículo movido a Diesel.

          • invalid_pilot

            Pra uso urbano não vejo muita vantagem de Diesel, sem falar que geralmente é mais caro para aquisição e manutenção.

            • RABUGENTO SFQNS

              Manutenção é barata.

              Troca-se óleo e filtros na época recomendada.
              Estou no Diesel há 13 anos e quando viajo procuro alugar veículos Diesel.

              Quanto ao preço realmente algumas montadoras adoram “meter as mão” mas tudo é negociável.

  • Paulino Lino

    Apenas um grande erro desses carros: O PREÇO! …. CAOA precisa e vai reconhecer isso apenas observando o número de vendas. Lamentável!!

    • RABUGENTO SFQNS

      Meu problema com a CAOA vem do ano 2000 quando eles tiveram aquele atrito com a Renault e deixaram muita gente na mão.
      Há mais de um mês eu conheci casualmente o Tiggo 7. Parece-me um veículo bem acabado e com bastante perfumaria.

  • Alvarenga

    Ja falei e vou “refalar”…….Que saudade dos tempo de Azera V6 a 69K !!!!!!

    • Dag Drollet

      Em que ano? 2010?

      • Vinícius

        Deve ter sido alguma promoção. Pq o Azera estilizado 2010/2011 foi lançado aqui no Brasil por 90k.

        • Dod, o verdadeiro

          O Azera reestilizado foi desovado por valores irrisórios da metade para o fim de 2012, quando a nova geração foi lançada aqui. Um amigo do meu pai no final de 2012 foi na Hyundai atrás de um Sonata e saiu de Azera zero km, pagou 66k.

          • luciano gavioli

            Dod, permita-me corrigir sua informação. Os valores “irrisórios” do Azera 10/11 foram praticados no final de 2011. Eu mesmo comprei um modelo top com teto solar em Maio de 2011 por 79K. Sei que foram vendidos os ultimos top por 72K e os sem teto por 66K. Tenho o meu até hoje. Excelente Custo X Beneficio ( na época o CIVIC EXS custava os mesmos 79k ).

      • Alvarenga

        Acho que foi por ai sim. Mesmo considerando a inflação não chegaria a 100K hoje. Um carrão a preço de Corolla.

        • SDS SP

          Se for considerar o ano de 2010, da mais de 120k, segundo o IGP-M.

          • Giovani Teixeira

            Preço de Corolla mesmo assim.

          • Gomes

            O pessoal só vê o preço da época, mas não compara IGP-M, dólar, nada….rsrs ai fica fácil

        • Dag Drollet

          Eu comprei por 79,9k um completíssimo em 2009, parece barato, mas, atualizado, o valor é de cerca de 141k.

      • mjprio

        Por ai… quase comprei um. Do primeiro modelo. Era apaixonado pelo carro

    • invalid_pilot

      Saudades Golf por 32k reais…. em 2001

  • Popdogue

    O Tiggo 7 se chegar com preço de Compass já era. Eles deveriam cobrar menos, mesmo que seja mais equipado e com motor mais moderno.

  • João Vinicius Veras Oliveira

    O importante é a concorrência. Torço para que os produtos da Caoa Chery dêem certo. Mas também acho que devem investir em mais variedades de motores, incluindo um 1.0 turbo. Vamos aguardar.

  • Gustavo Maia

    Acho que a chegada da exeed está bem perto, pois fecharam metade da loja da Hyundai caoa para obras na barra da tijuca, aqui no RJ, pensei inicialmente que seria uma loja da Cherry, mas já existe uma a uns 200m de lá. Então acredito que seja exeed mesmo, junto com a Hyundai, já que a caoa posiciona as duas marcas como “Premium”.

  • afonso200

    esse mais caro achei o desenho exagerado

  • leitor

    Se eu fosse comprar um carro pelo mesmo valor esses aí não seriam nem vistos.

  • Eric PB

    Defendi o tiggo 5 com esta motorização. Mas realmente não dá pra colocar este motor em carro de 150mil. por 150mil eu prefiro a solidez de mercado e pós venda de um tiguan.

  • invalid_pilot

    Sim, sim a inflação neste período é por ai mesmo, falei pelo valor numérico ser aparentemente baixo para os dias de hoje.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email