Matérias NA SUVs Volkswagen

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

O Tiguan 2012 chegou ao Brasil como o segundo SUV da Volkswagen. A marca alemã ainda não considerava totalmente esse segmento, tanto que passou anos apenas com ele e o Touareg.


Feito sobre a plataforma PQ46, o SUV alemão vinha de Wolfsburg e trazia consigo um pacote de tecnologia, desempenho e conforto. Seu projeto não tinha como base os modelos da quinta geração do Volkswagen Golf, assim como do Jetta.

Ele era servido pela mesma arquitetura do Volkswagen Passat, apesar de não estar no mesmo patamar do sedã médio da VW em porte. Isso o tornou muito caro.

Atuando no segmento C, o Tiguan visava ser uma oferta mais acessível que o caríssimo Touareg, que compartilhava com o Porsche Cayenne, a mesma plataforma.

Com 4,42 m de comprimento, 1,80 m de largura, 1,66 m de altura e 2,60 m de entre eixos, o Volkswagen Tiguan era um SUV que seguia as regras do segmento, não ousando de forma alguma, talvez apenas na mecânica.

Ele chegou com o motor EA888 2.0 TSI com 200 cavalos e 28,5 kgfm, sendo a primeira geração desse propulsor da Volkswagen que se mostrou um dos melhores já construídos.

Com turbo e injeção direta, ele impulsionava o Tiguan com o câmbio de dupla embreagem DSG de seis marchas, além de tração permanente nas quatro rodas.

O conjunto era muito bom e dava ao SUV um desempenho de carro esportivo, aliado ao espaço interno e conforto, tendo ainda muitos equipamentos a bordo. Para termos uma ideia de como era caro em 2012, custava quase um Jeep Compass hoje.

Teto solar panorâmico, bancos em tecido ou couro, mesinhas para refeições, ar condicionado automático, volante multifuncional, multimídia com navegador GPS, câmera de ré, freio de estacionamento automático, eram alguns dos itens.

Outras novidades surgiram na linha 2012, como o Park Assist II, que era um sistema de estacionamento automático que coloca o carro em vagas paralelas ou perpendiculares.

Além disso, trouxe ainda o detector de fadiga, que monitora os movimentos do volante e, caso haja falta de atenção na direção, emite um alerta de aviso e recomenda uma parada para descanso e um café, com uma xícara no painel.

Também, veio de série com o sistema Kessy, que permite acesso ao veículo sem uso da chave e partida por botão. O travamento também é sensorial.

O Tiguan começou a ser produzido na Auto 5000 em 2007. Essa empresa fora criada pela Volkswagen como um a filial. Era considerada uma empresa à parte e pagava 5.000 marcos alemão, além de empregar 5.000 pessoas.

Foi o meio que a VW encontrou para amenizar a falta de empregos na indústria alemã. Era um projeto de baixo custo que fabricara também a minivan Touran. Com carga horária, salários e encargos flexibilizados, a operação não durou.

Ainda assim, o Tiguan continuou a ser fabricado, mas com o pessoal já encorporado ao quadro da Volkswagen. Ele também foi feito em Kaluga, na Rússia, mas nunca na China, nesta geração.

Quando surgira a segunda geração na Alemanha, a VW decidiu transferir a fabricação do modelo antigo para Ösnabruck, na antiga planta da Karmann. Foi uma operação temporária, já que surgira uma variante maior do novo carro.

Nessa o Tiguan foi vendido nos EUA como Tiguan Limited, uma vez que já existia o Tiguan Allspace. Aqui, essa variante mais simples do modelo chegou na forma da versão 1.4 TSI, que tinha tração apenas dianteira.

Com motor EA211 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, o Tiguan 2017 tinha câmbio DSG de seis marchas. O SUV com seu motor 2.0 TSI, teve a potência elevada para 211 cavalos algum tempo antes disso.

O novo Volkswagen Tiguan Allspace passou a ser feito na China e no México, sendo maior e com sete lugares. Então, a produção do modelo em questão se encerrou.

Tiguan 2012 – detalhes

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

O Tiguan 2012 era um SUV médio de formas volumosas, que são apenas um pouco menores que as dimensões da geração atual, feita apenas na Alemanha. Com linhas robustas, o modelo da Volkswagen era bem atraente.

Na atualização visual da linha 2012, ele recebera um novo conjunto ótico com faróis duplos de xênon com luzes diurnas em LEDs individuais. O formato das lentes foi alterado, assim como dos projetores, abandonando o estilo circular.

A grade retangular ficou mais pronunciada e ganhou acabamento em preto brilhante com frisos duplos cromados. O para-choque passou a dispor de linhas mais aerodinâmicas e com faróis de neblina nas molduras laterais.

Na parte inferior, o conjunto se dividia em três grades. O SUV tinha ainda sensores de estacionamento dianteiro. As saias de rodas tinham uma pequena proteção plástica, enquanto as portas tinham molduras protetoras com frisos cromados.

Retrovisores e maçanetas eram pintadas na cor do carro, sendo que os espelhos tinham repetidores de direção e rebatimento elétrico, enquanto os vidros possuíam frisos cromados.

No teto, as barras também eram metálicas e havia o teto solar panorâmico e antena curta, em preto brilhante. Na traseira, as lanternas também foram modificadas, ganhando contornos menos arredondados e mudanças no layout interno.

O para-choque tinha molduras pretas na parte inferior, contendo refletores e luzes de ré. Tinha ainda sensores de estacionamento, sensor de abertura da tampa elétrica e escape duplo.

O conjunto traseiro apresentava vigia ampla com lavador e limpador, bem como desembaçador. A placa ficava na parte colorida do para-choque e havia câmera de ré. As rodas de liga leve eram de aro 17 polegadas com pneus 235/55 R17.

Por dentro, o Tiguan 2012 tinha painel com difusores de ar duplos e circulares, que duplicavam a circulação de ar na cabine. Eles eram verticais e marcaram o estilo do SUV, que tinha ainda cluster analógico com computador de bordo.

Ele vinha com  velocímetro, nível de combustível, temperatura da água e conta-giros. Ao centro, trazia multimídia com tela de 6,1 polegadas e sensível ao toque. Com Bluetooth, tinha ainda conexões e auxiliar, bem como slots para CD e SD (2).

Um navegador GPS atualizável era oferecido, assim como câmera de ré. Havia alguns comandos físicos nesse dispositivo, que era integrado a um bom sistema de som. Abaixo, ficava o ar condicionado dual zone Climatronic.

O volante em couro e multifuncional era o mesmo usado pelo Passat e tinha comandos de mídia, telefonia, computador de bordo e piloto automático. Havia ajuste longitudinal e vertical, bem como assistência elétrica e paddle shifts.

O Tiguan 2012 vinha com um console dotado de botão de partida e fonte 12V, bem como alavanca de câmbio em couro e metal, tendo seletor metálico e opção de mudanças manuais. O freio de estacionamento era elétrica e havia Auto Hold.

As portas do Tiguan tinha puxadores quase verticais e acima deles, na porta do motorista, havia os comandos dos vidros elétricos one touch e ajuste elétrico e rebatimento dos espelhos externos. O retrovisor interno era eletrocrômico.

O teto vinha com teto solar panorâmico de abertura elétrica e com persiana automática. Já os bancos eram revestidos em tecido com elevação central nos dianteiros. No assento do motorista, ajustes elétricos e lombar.

Havia opção de couro nos assentos, enquanto os apoios de cabeça eram ativos. Atrás, o banco era bipartido e tinha apoio de braço central. Todos os assentos tinham apoios de cabeça e cintos de 3 pontos.

As portas tinham acabamento soft como o painel e apliques metálicos, além de tecido ou couro. Também havia saídas de ar para os passageiros do banco traseiro. Já o porta-malas entregava ótimos 470 litros, que podiam ser ampliados.

Tinha iluminação, sistema de rebatimento dos assentos e tomada de 12V, tal como no banco traseiro. O Tiguan tinha ainda entrada com chave presencial, não necessitando de inseri-la no painel.

Tiguan 2012 – versões

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

O Tiguan 2012 tinha apenas a versão Highline disponível no mercado nacional. A Volkswagen poderia ter aproveitado a oportunidade e oferecer o produto com mais opções de acabamento e também de motor.

Ele chegou a ter um 2.0 TSI de 170 cavalos e, nessa época, dispunha de um 1.4 TSI de 122 cavalos. Contudo, este último era considerado fraco para seu porte. Na China, porém, a VW usou um 1.8 TSI de 170 cavalos.

  • Volkswagen Tiguan Highline 2.0 TSI 4Motion

Equipamentos

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

O Volkswagen Tiguan 2012 era um carro muito bem equipado para sua época e reunia diversos itens de conforto, conectividade, tecnologia e segurança.

Volkswagen Tiguan Highline 2.0 TSI 4Motion – Motor 2.0 TSI com câmbio automatizado de dupla embreagem e seis velocidades, mais faróis de xênon, ajuste automático dos faróis, friso cromados, rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 235/55 R17, faróis de neblina com função curva, retrovisores com repetidores de direção e rebatimento elétrico, chave presencial com acesso ao carro e partida por botão, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, escape com ponteira dupla, câmera de ré, lavador e limpador do vidro traseiro, desembaçador, barras longitudinais no teto cromadas, teto solar panorâmico, antena barbatana, vidros verdes, para-brisa degradê, limpadores de para-brisa flat blade, maçanetas e retrovisores na cor do carro, para-choques na cor do carro, ar condicionado automático dual zone, direção elétrica, coluna de direção ajustável em altura, computador de bordo, volante em couro e multifuncional, paddle shifts, difusores de ar duplos, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, vidros elétricos one touch nas quatro portas, travamento central elétrico, trava especial de criança, cintos de segurança de 3 pontos, apoios de cabeça para todos, Isofix, Top Tether, bancos em tecido com dois tons ou couro, banco do motoristas com ajustes elétricos incluindo lombar, porta-revistas nos encostos, banco traseiro bipartido com porta-copos, saídas de ar condicionado atrás, alças no teto, luzes de leitura, espelhos nos para-sois iluminados, botão de partida, fonte 12V (3), USB (2), auxiliar, CD player, SD Card (2), Bluetooth, multimídia com tela de 6,1 polegadas sensível ao toque, navegador GPS, alarme, porta-luvas refrigerado e iluminado, freio de estacionamento eletrônico, Auto Hold, alavanca de câmbio esportiva, apliques metálicos no acabamento, apoio de braço dianteiro, porta-malas revestido em carpete e iluminação, porta-objetos no bagageiro, cobertura do bagageiro, airbag duplo, airbags laterais, airbags de cortina, controle de tração, controle de estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial, freios com ABS e EDB, sensor de fadiga, estacionamento automático (Park Assist II) e piloto automático.

Preços

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

Volkswagen Tiguan Highline 2.0 TSI 4Motion – R$ 110.000

Tiguan 2012 – motor

O Tiguan 2012 era equipado com motor 2.0 TSI da família EA888. Trata-se de uma família de propulsores desenvolvida pela Audi. Construído em alumínio, possui cabeçote com quatro válvulas por cilindro.

Essas válvulas são acionadas por correia dentada e ambas possuem sistema eletrônico de abertura e fechamento de válvulas variável. Em versão da Audi, os comandos são acionados por corrente.

Possui sistema de injeção eletrônica direta sob alta pressão, bem como velas com bobinas independentes. Tem também sistema de recirculação de gases de escape (EGR) e coletor de admissão variável.

Vem também com turbocompressor e intercooler, tendo assim 9,8:1 de taxa de compressão, sendo abastecido apenas por gasolina. Entregava 211 cavalos a 5.100 rpm e 28,5 kgfm a 1.700 rpm.

Nessa família de motores, o 2.0 TSI tinha ainda a companhia de uma variante de 170 cavalos, fora as versões mais possantes, chegando mesmo a 400 cavalos no Golf R Concept.

Contudo, apenas o M139 da Mercedes-Benz foi tão longe para entregar potências: 421 cavalos. Atualmente, o EA888 só existe na versão 2.0 TSI, com potência de 186 cavalos na versão Gen III de ciclo Miller.

Acima dele, existe o 2.0 TSI com 220 ou 230 cavalos, mas ambos com 35,7 kgfm. Também surgira recentemente uma variante com 245 cavalos e outra com 290 cavalos. Há também uma com 300 cavalos.

Ele é o sucessor dos antigos EA827 e EA113, que aqui foi o famoso motor AP. Convive ainda com o propulsor de cinco cilindros 2.5 da Audi. No Tiguan 2012, o 2.0 TSI trabalhou com uma caixa automatizada de dupla embreagem.

Na Volkswagen, ela é conhecida como DSG (Dual Shift Gear), mas seu projeto veio da Porsche. Trata-se de uma transmissão mecânica, que trabalha com dois eixos de engrenagens em paralelo.

Cada um possui metade do número de marchas. Para fazer com que cada um engatassem travar, um gerenciamento eletrônico controla dois discos de embreagem, um dentro do outro.

Durante a desconexão de um deles para troca de engrenagens, o outro disco permanece conectado ao volante do motor. Assim, não há perdas durante as trocas e as mudanças são tão rápidas que um câmbio manual não pode acompanhar.

Dessa forma, o DSG tornou o carro mais rápido que o normal para um câmbio automático. No Tiguan 2012, são seis velocidades com embreagens a seco, tendo modo Sport e trocas manuais na alavanca ou paddle shifts.

Além disso, construído pela Haldex, um sistema de tração nas quatro rodas com acoplamento multiviscoso está a bordo do SUV. Ele permite a transferência de força entre os eixos e também de forma independente entre as quatro rodas.

Ele atua de forma permanente e, nesse caso, não possibilita que o condutor desbloqueie a traseira, mantendo apenas a dianteira. Com ele, o SUV tem um desempenho muito melhor em curvas e terrenos de baixa aderência.

Desempenho

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

O Tiguan 2012 tinha um excelente desempenho, como de um carro esporte, indo de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos e com máxima de 207 km/h. Isso tudo se deve o potente motor 2.0 TSI e ao câmbio de dupla embreagem DSG.

O propulsor tem elevado torque em baixa o funciona em uma faixa muito plana de atuação, elevando a força até por volta dos 4.000 rpm, enquanto o giro corta em quase 7.000 rpm.

  • Volkswagen Tiguan 2.0 TSI – Aceleração de 0 a 100 km/h – 8,5 segundos
  • Volkswagen Tiguan 2.0 TSI – Velocidade máxima – 207 km/h

Consumo

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

Da mesma forma que acelera bem, o Tiguan 2012 também consome da mesma forma, seno pouco frugal. Mesmo apenas movido por gasolina, ele não chegava a fazer nem 7 km/l na cidade. Na estrada, só alcançava 9 km/l.

Mesmo com um câmbio de dupla embreagem, que geralmente não tem perdas nas trocas, o pesado sistema 4Motion da Haldex e mais o peso enorme do Tiguan, não ajudam a ter um bom consumo.

  • Volkswagen Tiguan 2.0 TSI – Consumo urbano – 6,8 km/l
  • Volkswagen Tiguan 2.0 TSI – Consumo rodoviário – 9,0 km/l

Tiguan 2012 – manutenção e revisão

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

O plano de manutenção da Volkswagen consiste agora de revisões a cada 12 meses – antes eram 6 meses – ou 10.000 km, sendo que o Tiguan 2012 não consta mais no catálogo de preços do site da Volkswagen.

Os valores abaixo são para o modelo 2016, ainda da mesma geração. O valor de R$ 4.575,32 não está alto para a proposta desse SUV de porte médio.

As revisões consistem na troca de óleo do motor, correia dentada, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, filtro de ar da cabine, velas, fluido de freio, correia em V, entre outros, incluindo no serviço a mão de obra e a limpeza do carro.

A rede VW está autorizada a fazer serviços, como alinhamento, balanceamento, cambagem, troca de pneus, troca de discos e pastilhas, funilaria, pintura, elétrica, instalação de acessórios, higienização, troca de componentes do motor, entre outros.

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
2.0R$ 375,82R$ 954,62R$ 667,82R$ 954,62R$ 667,82R$ 954,62R$ 4.575,32

Tiguan 2012 – ficha técnica

Tiguan 2012: preços, fotos, motor, consumo, desempenho, ficha técnica

Motor2.0
Tipo
Número de cilindros4 em linha
Cilindrada em cm31984
Válvulas16
Taxa de compressão9,8:1
Injeção eletrônicaDireta
Potência máxima200 cv a 5.100 rpm (gasolina)
Torque máximo28,5 kgfm a 1.700 rpm (gasolina)
Transmissão
TipoAutomatizada de dupla embreagem de 6 marchas
Tração
TipoIntegral
Direção
TipoElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e traseiros
Suspensão
DianteiraMcPherson
TraseiraMultilink
Rodas e Pneus
RodasLiga leve, aro 17 polegadas
Pneus235/55 R17
Dimensões
Comprimento (mm)4.427
Largura (mm)1.809
Altura (mm)1.665
Entre eixos (mm)2.605
Capacidades
Porta-malas (L)470
Tanque de combustível (L)63
Carga (Kg)645
Peso em ordem de marcha (Kg)1.585
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,37

Tiguan 2012 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

              Quem somos

              O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

              Notícias por email