Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

O Tiguan 2019 chegou como a segunda geração do SUV de porte médio da Volkswagen. Fabricado no México, ele chegou em uma variante maior, de sete lugares, que substituiu a anterior, cujo projeto teve continuidade na Alemanha.

Tendo sido lançado inicialmente na China, o Tiguan 2019 ganhou sobrenome para se diferenciar da geração fabricada na Alemanha, sendo ambas feitas sobre a plataforma modular MQB, mas com portes diferentes.


Enquanto o alemão seguiu mantendo o porte em 4,48 m de comprimento com 2,67 m de entre eixos, o Tiguan Allspace para mercados emergentes e EUA, aumentava para 4,70 m e 2,79 m, respectivamente.

Com o espaço extra, a VW introduziu uma terceira fileira de assentos, mais voltados para crianças ou adultos de baia estatura. Já o porta-malas, no entanto, ganhava um volume bem maior, chegando a 710 litros.

O entre-eixos ampliado favoreceu o espaço para as pernas de quem vai atrás, inclusive permitindo que uma fileira a mais fosse adicionada, mediante o deslocamento horizontal do banco traseiro, que também reclina para maior conforto.

Isso também ajuda na entrada e saída de pessoas da terceira fileira. Com estilo que mantém o ‘DNA’ do Tiguan anterior, o novo modelo chamou atenção pelo porte e tecnologia embarcados.

Centrando nos motores EA211 e EA888, o Tiguan 2019 chegou com motor 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm, ambos tanto na gasolina quanto no álcool, além do 2.0 TSI de 220 cavalos e 35,7 kgfm, este último veio ainda com tração integral.

O câmbio é o DSG de dupla embreagem banhada a óleo, que agora tem seis marchas para motores pequenos e sete velocidades nos motores mais potentes. Ambos possuem paddle shifts no volante e modo Sport, entre outros recursos.

Com esta nova construção modular, o Tiguan 2019 passou a ser um carro bem esperto, mesmo usando motor pequeno, embora turbinado, transmitindo a sensação de desempenho e leveza com sua dinâmica de condução apurada.

A mudança de geração foi o passo definitivo da VW para alçar voo num segmento que ignorou durante muito tempo. Em 2002, a marca lançou o Touareg, compartilhado com o Porsche Cayenne.

Somente após cinco anos, é que a Volkswagen lançou o Tiguan, feito ainda sobre a plataforma PQ46 do Passat em vez de usar a PQ35 do Golf, por exemplo. Ainda como um produto premium, ele chegou a vários mercados com preço alto.

Por uma década, a VW ignorou o mercado de SUVs, mantendo apenas a dupla de utilitários esportivos até o surgimento do enorme Atlas. A partir daí, a marca alemã só focou em escala no segmento, chegando mesmo a ter dois Tiguan´s.

Com esta nova geração, a marca manteve o foco no segmento médio, preservando as características originais no alemão, mas tornando o modelo global mais familiar, especialmente em mercados como da China e EUA.

Também tornou o Tiguan mais eficiente com motor 2.0 TSI Gen3 de ciclo Miller, usado no mercado americano junto com um câmbio automático de oito marchas Tiptronic.

Mesmo sendo o Volkswagen mais vendido no mundo, o Tiguan sofre com o fogo amigo, visto que só na China, existem pelo menos uns quatro modelos de SAIC e FAW que lhe fazem concorrência.

Isso sem contar que um deles, o Tharu, será vendido em todo o mundo, exceto na Europa, impondo ainda mais pressão sobre o Volkswagen Tiguan.

Aqui, trata-se de um carro bem completo e que reúne atributos de sobra para manter sua posição, apesar do preço. Não se sabe como o projeto Tarek será colocado no mercado e diante do tradicional SUV médio da Volks.

Mantendo um estilo bem alemão, com linhas funcionais e inspiração em produtos clássicos do passado da VW, o Tiguan 2019 é um SUV atemporal, com formas que não envelhecem rápido, diferente de modismos contemporâneos.

Tiguan 2019 – detalhes

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

Com linhas bem consistentes e robustas, o Tiguan 2019 apareceu com um visual igualmente sofisticado, porém, num formato mias simples, sem ousadias estilísticas e com forte herança de modelos do passado.

O Tiguan Allspace chama atenção por ter portas traseiras grandes, não só por causa do entre-eixos maior, mas para facilitar o acesso à terceira fileira de assentos.

A exigência desse espaço maior na segunda fileira veio dos chineses, que mesmo sem levar alguém nos dois últimos bancos, exige um ambiente mais amplo para as pernas e seu conforto no dia a dia, já que possui motorista particular.

A frente chama atenção pelos faróis duplos de LED com luzes diurnas em LED e formato retangular, além de piscas igualmente retilíneos. Já a grade horizontal com frisos estilizados deixam o conjunto mais elaborado.

O para-choque possui molduras laterais, mas os faróis de neblina (exceto 250 TSI) ficam logo abaixo, com a grade inferior descrevendo um formato mais amplo.

No Tiguan R-Line, os faróis são escurecidos e a grade é toda cromada, tendo o logotipo R-Line em destaque, bem como para-choque com moldura em preto brilhante, incorporando spoiler e um desenho mais expressivo.

Nas laterais, as rodas de liga leve são de aro 17 polegadas e com pneus 215/65 R17 na 250 TSI, enquanto a Comfortline vem com aro 18 e pneus 235/55 R18. Por fim, a topo de linha R-Line traz rodas aro 19 com medidas 255/45 R19.

Toda a parte inferior da carroceria tem aplique preto plástico, exceto na R-Line, que vem na cor da carroceria e ainda com saias laterais. No teto, barras longitudinais cromadas e opção de teto solar panorâmico. A antena é estilo barbatana.

Com colunas C simples, que descem até a altura das lanternas, o Tiguan 2019 lembra alguns modelos do passado, como a VW Brasília. Não é por acaso, afinal, a marca alemã segue uma cartilha de design que remonta aos anos 60.

Nesse conjunto, as lanternas são em formato de bumerangue e com LEDs apenas a partir da Comfortline. Com tampa ampla, de acionamento elétrico e sensor de movimento na R-Line, o SUV tem para-choque preto com escapes destacados.

No Tiguan R-Line, o protetor é na cor do carro, mas com a parte central inferior em preto e com escapes metalizados, bem como frisos laterais e traseiros cromados.

Por dentro, o painel do modelo é orientado pelo Golf da geração anterior, empregando materiais sensíveis ao toque no painel e portas. Tendo grandes difusores de ar, o conjunto frontal se destaca pelo cluster digital de 12,3 polegadas.

Este, porém, só é oferecido na versão R-Line, tendo três estilos de visualização das informações, incluindo também navegador GPS. Já as demais versões, vêm com mostradores analógicos com display central de computador de bordo.

Nestas opções (250 TSI e Comfortline 250 TSI), o volante tem estilo anterior do padrão VW, com acabamento em preto brilhante e comandos multifuncionais, incluindo controle de cruzeiro e paddle shifts. O ajuste é em altura e profundidade.

Com assistência elétrica e adaptativo (R-Line), a direção tem volante esportivo de fundo chato e detalhes cromados no Tiguan 2019 topo de linha. Este vem ainda com controle de cruzeiro adaptativo nos comandos adicionais.

Em todas as versões, a multimídia é a Discover Media com tela de 8 polegadas e sensor de aproximação, tendo os programas Google Android Auto e Apple CarPlay, além de MirrorLink.

O dispositivo traz ainda navegador GPS, câmera de ré (exceto 250 TSI), gerenciamento de som, Bluetooth, USB, SD, auxiliar e outras funcionalidades. Os slots de CD/DVD e SD ficam no porta-luvas iluminado e refrigerado.

De série também é o ar condicionado Climatronic de três zonas de climatização, incluindo comandos de ventilação e temperatura para a segunda fileira. A alavanca de câmbio DSG tem pomo em alumínio e estilo esportivo.

Próximo, modos de condução (R-Line), freio de estacionamento eletrônico e Auto Hold (travamento dos freios com o carro parado e engatado). Existe ainda apoio de braço central e porta-objetos.

O Tiguan 2019 tem ainda bancos em couro e com ajustes elétricos a partir da Comfortline, incluindo três memórias. No R-Line, os assentos são esportivos e possuem logotipo da versão.

Tem ainda pedais de aço inox, bem como soleiras feitas de mesmo material. As portas possuem revestimento em couro e todos os comandos de vidros e espelhos, assim como rebatimento elétrico destes últimos.

Atrás, o banco da segunda fileira é bipartido e possui ajustes individuais de distância e inclinação do encosto, favorecendo o acesso à terceira fileira, cujos encostos são dobráveis e integrados ao assoalho do bagageiro.

Com iluminação interna em LED, todos os ocupantes traseiros têm acesso ao fluxo de ar climatizado, bem como porta-copos e entrada de energia. O teto solar panorâmico confere grande iluminação natural ao interior do carro.

No bagageiro, cuja tampa pode ser acionada também por dentro ou pela chave, no caso da R-Line, existem comandos laterais para rebatimento remoto da segunda fileira.

Tendo 710 litros (686 litros no R-Line), o VW Tiguan leva 216 litros com sete pessoas ou 1.761 litros com os cinco bancos traseiros rebatidos. O estepe fica no assoalho e há iluminação, bem como fonte de 12V.

Tiguan 2019 – versões

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

  • Volkswagen Tiguan 250 TSI
  • Volkswagen Tiguan Comfortline 250 TSI
  • Volkswagen Tiguan R-Line 350 TSI

Equipamentos

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

Volkswagen Tiguan Allspace 250 TSI – Motor 1.4 TSI e câmbio DSG de 6 marchas, mais rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 215/65 R17, ar condicionado trio zone, multimídia Discover Media com tela de 8 polegadas, sistemas Google Android Auto/Apple CarPlay/MirrorLink, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, freios a disco nas quatro rodas, freios com ABS e EDB, controle de tração, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, bloqueio eletrônico do diferencial, Bluetooth, USB (3), SD, vidros elétricos nas quatro portas, travamento central elétrico, chave canivete, retrovisores elétricos com tilt down, retrovisores repetidores de direção, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, Start&Stop, monitoramento de pressão dos pneus, sensor de fadiga, computador de bordo, freio de estacionamento eletrônico, oito alta-falantes, barras longitudinais no teto, lavador e limpador do vidro traseiro, desembaçador traseiro, airbag duplo, airbags laterais, airbags de cortina, volante multifuncional em couro, paddle shifts, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, direção elétrica, navegador GPS, entre outros.

Opcional: teto solar elétrico panorâmico – R$ 4.000.

Volkswagen Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI – Itens acima, mais sete lugares, câmera de ré, faróis e lanternas em LED, faróis de neblina, barras no teto cromadas, bancos em couro, bancos dianteiros com ajustes elétricos e 3 memórias, frisos cromados, rodas de liga leve aro 18 polegadas, pneus 235/55 R18, bancos dianteiros com aquecimento, mesinhas para refeição na segunda fileira e terceira fileira dobrável.

Opcional: teto solar elétrico panorâmico – R$ 4.000.

Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI – Itens acima, mais motor 2.0 TSI e câmbio DSG de 7 marchas, mais tração nas quatro rodas, controle de cruzeiro adaptativo, detector de obstáculos com frenagem automática de emergência, estacionamento automático, rodas de liga leve aro 19 polegadas, pneus 255/45 R19, faróis adaptativos alto e baixo, cluster digital com tela de 12,3 polegadas, modos de condução, entrada e partida sem chave, bancos esportivos, para-choques esportivos, logotipia R-Line, pedais de aço inox, soleiras de aço inox, controle de descida, tampa do bagageiro com acionamento elétrico e acabamento interno escurecido R-Line.

Opcional: teto solar elétrico panorâmico – R$ 4.000.

Preços

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

  • Volkswagen Tiguan 250 TSI – R$ 124.990
  • Volkswagen Tiguan Comfortline 250 TSI – R$ 149.990
  • Volkswagen Tiguan R-Line 350 TSI – R$ 179.990

Tiguan 2019 – motor

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

O Tiguan 2019 emprega dois motores no mercado nacional. Um deles é fabricado em São Carlos-SP, sendo este o EA211 1.4 TSI, um propulsor de quatro cilindros em linha que é construído inteiramente em alumínio.

Equipado com cabeçote de quatro válvulas por cilindro, este motor da VW tem duplo comando de válvulas variável acionado por corrente, tendo os dois comandos acionados pela corrente de acionamento na parte dianteira do propulsor.

Com injeção eletrônica direta de alta pressão, o EA211 1.4 TSI tem um sistema estratificado e gerenciamento eletrônico, com turbocompressor e intercooler.

Tendo 1.395 cm3 e taxa de compressão de 10:1, esse motor ainda conta com tecnologia flex, mas sem alteração de potência e torque, ambos atingidos a 5.000 rpm e 1.400 rpm, respectivamente, chegando este último a 4.000 rpm.

Assim, ele mantém os 150 cavalos e 25,5 kgfm da versão puramente a gasolina, vendida em alguns mercados do exterior. Este propulsor é bem popular na Volkswagen e em marcas do grupo, como Skoda, Seat e Audi.

Com mais de 3 milhões de unidades produzidas, a família EA211 tem ainda variantes 1.0 MPI, 1.0 TSI e 1.5 TSI, sendo este a última evolução, mantendo os mesmos números, porém, com menor emissão de poluentes e melhor consumo.

No Tiguan 2019, o EA211 1.4 TSI é oferecido com transmissão de dupla embreagem DSG de seis marchas, banhada a óleo, que substituiu a anterior, que era a seco e tinha sete marchas.

De maior durabilidade, ela apresenta ainda modos Sport e mudanças manuais na alavanca e paddle shifts. Essa caixa de transmissão permite ao EA211 desenvolver seu melhor potencial com suavidade e rapidez nas mudanças de marchas.

Já o segundo motor é o EA888, que é uma evolução do EA113, tendo um conjunto realmente robusto com construção em alumínio, duplo comando de válvulas no cabeçote, ambos com variação, turbo e intercooler.

Contudo, diferente do EA211, o EA888 tem dupla injeção de combustível, com bicos no coletor do sistema indireto, funcionando mais em baixas rotações, enquanto os injetores internos, dentro da câmara, atuam em alta rotação.

Tendo 1984 cm3 de volume, ele tem taxa de compressão de 9,6:1, entregando assim 220 cavalos a 4.300 rpm e 35,7 kgfm a 1.600 rpm, sendo abastecido apenas por gasolina.

Ele ainda opera numa variante original, já que o EA888 evoluiu ainda para versões com 230 e 245 cavalos, bem como programações que já incluíram 265, 280 e 292 cavalos, chegando mesmo a 310 cavalos, antes das restrições.

Trata-se de um motor muito moderno, sendo um dos mais potentes e elásticos existentes no mercado. Como a Volkswagen é uma empresa de engenharia, o EA888 ganhou até versões mais fracas, especialmente com ciclo Miller.

O próprio Tiguan mexicano utiliza a chamada Gen3, que tem esse ciclo de funcionamento, reduzindo emissão e consumo, mas entregando 186 cavalos e 32,6 kgfm, por exemplo.

O câmbio DSG usado no Volkswagen Tiguan 2019 é a versão com embreagens banhadas em óleo, tendo sete velocidades e ainda com programação de operação com base nos modos de condução Eco, Normal, Sport e Individual.

Nesse conjunto, o SUV apresenta ainda sistema de tração 4Motion com sistema Torsen de diferencial de acoplamento viscoso central e diferencial traseiro autoblocante e distribuição de força que chega a 50:50, variando até 30:70.

Desempenho

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

  • Volkswagen Tiguan 1.4 TSI DSG – 9,5 segundos e 198 km/h
  • Volkswagen Tiguan 2.0 TSI DSG – 6,8 segundos e 223 km/h

Consumo

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

  • Volkswagen Tiguan 1.4 TSI DSG – 6,8/8,0 km/l e 10,1/11,7 km/l
  • Volkswagen Tiguan 2.0 TSI DSG – 8,3/9,6 km/l

Tiguan 2019 – manutenção e revisão

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.4 TSIGrátisGrátisGrátisR$ 1.143,30R$ 544,80R$ 696,80R$ 2.384,90
2.0 TSIGrátisGrátisGrátisR$ 763,67R$ 678,17R$ 763,67R$ 2.205,51

Tiguan 2019 – ficha técnica

Tiguan 2019: detalhes, versões, preços, consumo, motor, ficha técnica

Motor1.4 TSI2.0 TSI
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm313951984
Válvulas1616
Taxa de compressão10:19,6:1
Injeção eletrônicaDireta FlexDireta
Potência máxima150 cv a 5.000 rpm (gasolina/etanol)220 cv a 4.300 rpm (gasolina)
Torque máximo25,5 kgfm a 1.400 rpm (gasolina/etanol)35,7 kgfm a 1.600 rpm (gasolina)
Transmissão
TipoAutomatizada de dupla embreagem de 6 marchasAutomatizada de dupla embreagem de 7 marchas
Tração
TipoDianteiraIntegral
Direção
TipoElétricaElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e traseirosDiscos dianteiros e traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraMultilinkMultilink
Rodas e Pneus
RodasLiga leve, aro 17 ou 18 polegadasLiga leve, aro 19 polegadas
Pneus215/65 R$ 17 ou 235/55 R18255/45 R19
Dimensões
Comprimento (mm)4.7014.701
Largura (mm)1.8391.839
Altura (mm)1.6581.658
Entre eixos (mm)2.7902.790
Capacidades
Porta-malas (L)710686
Tanque de combustível (L)6060
Carga (Kg)672665
Peso em ordem de marcha (Kg)1.562 (5L) 1.598 (7L)1.758
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,330,33

Tiguan 2019 – fotos

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.