Tiguan 2020: preço, versões, motor, consumo

Volkswagen Tiguan Allspace 2019 br 5

O Tiguan 2020 chegou ao mercado com algumas novidades, sendo o SUV de sete lugares importado do México, onde é feito em Puebla.


Na ocasião, o modelo da Volkswagen tinha três versões, sendo elas 250 TSI, Comfortline 250 TSI e R-Line 350 TSI, que custavam entre R$ 129.990 e R$ 187.990.

Feito sobre a plataforma modular MQB, o Tiguan Allspace é a variante longa do Tiguan alemão e tem 4,70 m de comprimento com 2,79 m de entre-eixos.

Equipado com motores EA211 1.4 TSI de 150 cavalos e 25,5 kgfm nas duas versões de entrada, o Tiguan 2020 tinha ainda a versão R-Line com motor mais potente.

Esse é o EA888 2.0 TSI de 220 cavalos e 35,7 kgfm, tendo transmissão de dupla embreagem e sete marchas, com o 1.4 TSI tendo também DSG, mas com seis marchas.

Tiguan 2020 – detalhes

Volkswagen Tiguan Allspace 2019 br 6

Lançado originalmente na China, o Tiguan Allspace era uma opção interessante para a VW no mercado nacional, porém, a chegada do VW Taos, colocou o SUV mexicano de lado.

Tanto que as duas versões de acesso acabaram saindo de linha no modelo 2021 e o R-Line, topo de linha, não foi para o modelo 2022.

Atualmente, o Tiguan não é vendido no mercado nacional, mas a VW promete que ele voltará. Provavelmente chegará com motor 2.0 TSI de 186 e/ou 230 cavalos, acima do Taos.

No Tiguan 2020, as novidades foram volante revestido de couro sintético na versão 250 TSI, a de entrada, tendo ainda a Comfortline ganhado mais itens.

Nesse caso, o SUV recebeu chave presencial e partida por botão, assim como cluster digital.

Volkswagen Tiguan Allspace 2019 br 7

Já a versão R-Line, adicionou sistema de som premium Dynaudio com oito alto-falantes, amplificador de 400 watts e 16 canais.

Bem equipado, o Volkswagen Tiguan Allspace era um carro bem espaçoso, levando com conforto até sete pessoas, tendo com elas espaço para 216 litros no bagageiro ou 686 litros com cinco assentos.

Apenas a versão 250 TSI não tinha os bancos da terceira fileira, sendo eles de série nas demais opções. Além disso, o SUV tinha ainda portas traseiras grandes para facilitar o acesso.

Tendo linhas bem conservadoras, o Tiguan Allspace é um dos exemplos do estilo alemão orientado pela extinta escola de Bauhaus, que dá função à forma.

Na versão R-Line, porém, esse visual foi personalizado para ficar mais esportivo, dada a performance que o 2.0 TSI entrega, deixando o SUV familiar mais agressivo.

Tiguan R Line

O Tiguan 2020 era um SUV de porte médio com linhas bem conservadoras, que traziam elementos que remetiam aos anos 70, especialmente na traseira.

A frente tinha grandes faróis duplos de LED, com luzes diurnas em LED na parte inferior, criando uma identidade visual para o utilitário esportivo da Volkswagen.

A grade com três frisos cromados se conectava com os faróis, criando um visual harmônico no conjunto frontal, completado por um para-choque com molduras laterais e faróis de neblina.

Nas laterais, as rodas eram de liga leve aro 18 polegadas com pneus 235/55 R18 nas versões 250 TSI e Comfortline 250 TSI. Com maçanetas ressaltadas, o Tiguan tinha retrovisores com rebatimento elétrico.

Caracterizado por portas traseiras grandes, o Tiguan 2020 tinha vigias laterais pequenas, bem como colunas D largas, enaltecendo a robustez das linhas, algo comum em carros da Volkswagen.

Tiguan R Line

Frisos cromados envolviam as janelas e no teto, as barras longitudinais eram prateadas. Com vincos acentuados, as laterais tinham ainda proteção na parte inferior da carroceria, com apliques em preto brilhante.

Na traseira, as lanternas em “L” tinham iluminação em LED, além de um bom visual. A vigia da tampa do bagageiro era ampla e a entrada para o porta-malas tinha acionamento elétrico com sensor de pé.

O para-choque preto apresentava molduras cromadas que insinuavam saídas de escape. Já o Tiguan R-Line era uma proposta mais esportiva e luxuosa do SUV da VW, com itens exclusivos.

A frente tinha faróis full LED com lentes escurecidas e logotipo R-Line, tendo ainda um para-choque esportivo com molduras em preto brilhante e faróis de neblina.

Apliques em aço escovado reforçavam a imagem do conjunto. Nas laterais, rodas R-Line aro 19 polegadas com largos pneus 255/45 R19, faziam parte do pacote.

Tiguan R Line

O badge R-Line vinha ainda com as molduras inferiores na cor do carro e frisos laterais em Black Piano. Frisos prateados também se apresentavam, especialmente no para-choque traseiro.

Nele, havia ainda refletores e lanternas, bem como duas saídas de escape com molduras cromadas. O defletor de ar na tampa do bagageiro era preto.

Por dentro, no Tiguan 2020 havia cluster analógico na versão 250 TSI, tendo este velocímetro e conta-giros, com nível de combustível e temperatura da água em medidores menores.

Um computador de bordo se apresentava também. Já as versões Comfortline 250 TSI e R-Line 350 TSI, vinham com cluster digital configurável em tela de 12,3 polegadas.

Nele era possível dispor de mapa de navegação em tela inteira, assim como mostradores de representação analógica em dois tamanhos, mais totalmente digitalizado.

Tiguan R Line

O volante ganhou couro na 250 TSI, tendo comandos de mídia, telefonia e computador de bordo, além de controle de cruzeiro.

Ao centro, a multimídia Discover Media com tela de 8 polegadas sensível ao toque e com sensor de gestos, tinha projeção com fio para Google Android Auto, Apple CarPlay e MirrorLink.

Também era possível conectar dois aparelhos em Bluetooth, tendo ainda conexões para SD, DVD e USB. Havia um navegador GPS nativo a bordo.

O ar-condicionado era automático dual zone, com difusores de ar na segunda fileira. Já o porta-luvas tinha entradas SD e DVD, sendo dois no primeiro deles, para mapas de navegação.

Iluminado, tinha bom espaço. Já os bancos eram largos e confortáveis, com tecido na 250 TSI e couro na Comfortline 250 TSI. O banco do motorista tinha ajuste em altura e lombar.

VW Tiguan, T-Cross, Jetta, Polo e Virtus GTS ficam mais caros

Atrás, a segunda fileira tinha banco bipartido com apoio de braço, apoios de cabeça e ajustes em distância e inclinação do encosto. Isso permitia acesso à terceira fileira.

Esta tinha encostos reclináveis e rebatíveis para se encaixar no assoalho plano do bagageiro. O espaço para quem vai ao meio era generoso, mas limitado na terceira fileira.

Com opção de teto solar panorâmico, o Tiguan Allspace tinha ainda trio elétrico, direção elétrica, luzes de leitura, para-sóis iluminados, entre outros, num acabamento mediano.

Já o porta-malas tinha 216 litros com sete lugares ou 686 litros com apenas cinco em posição.

O Tiguan 2020 na versão R-Line 350 TSI, dispunha de volante de fundo chato com detalhes em alumínio.

tiguan 2020 2

Nele havia o logo R-Line, tendo ainda paddle shifts como nas demais versões. O Tiguan R-Line tinha também pedais esportivos, alavanca de câmbio DSG em alumínio e seletor de modos de condução e tração.

Os bancos tinham padronagem exclusiva com couro costurado, logotipo R-Line bordado e ajustes elétricos para o motorista.

Tinha ainda detalhes do acabamento personalizados, tal como as soleiras em alumínio.

O sistema de som era da Dynaudio com oito alto-falantes, subwoofer e amplificador de 400 watts com 16 canais.

Tiguan 2020 – versões

tiguan 2020 3

  • Volkswagen Tiguan Allspace 250 TSI DSG
  • Volkswagen Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI DSG
  • Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI DSG

Equipamentos

tiguan 2020 4

Volkswagen Tiguan Allspace 250 TSI DSG – Motor 1.4 TSI e câmbio DSG de seis marchas, mais faróis duplos de LED, luzes diurnas em LED, lanternas em LED, rodas de liga leve aro 18 polegadas, pneus 235/55 R18, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos, vidros verdes, para-brisa degradê, lavador e limpador do vidro traseiro, travamento central elétrico, retrovisores elétricos, bancos em tecido, banco do motorista com ajuste em altura, banco traseiro bipartido, luzes de leitura, multimídia com Android Auto e CarPlay, Bluetooth e USB, ar-condicionado automático, câmera de ré, chave canivete, fonte 12V, para-sois iluminados, Isofix, cintos de 3 pontos, cobertura do bagageiro, volante multifuncional em couro, controle de cruzeiro, freio de estacionamento eletrônico, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, bloqueio eletrônico do diferencial, seis airbags, entre outros.

Volkswagen Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI DSG – Itens acima, mais faróis de neblina em LED, barras longitudinais no teto, frisos cromados, retrovisores com rebatimento elétrico, multimídia com tela de 8 polegadas, navegador GPS, SD/DVD, cluster digital, chave presencial, botão de partida, bancos em couro, terceira fileira de assentos, sensor de estacionamento dianteiro, ar-condicionado dual zone, entre outros.

Opcional: teto solar panorâmico.

Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI DSG – Itens de série e opcional acima, mais motor 2.0 TSI, câmbio DSG de sete marchas, tração nas quatro rodas, modos de condução e terreno, rodas aro 19 polegadas, pneus 255/45 R19, pacote exterior R-Line, faróis escurecidos, duas saídas de escape, volante esportivo de fundo chato, bancos personalizados, pedais e alavanca esportivos, multimídia com instrumentos de performance, entre outros.

Preços

  • Volkswagen Tiguan Allspace 250 TSI DSG – R$ 129.990
  • Volkswagen Tiguan Allspace Comfortline 250 TSI DSG – R$ 153.990
  • Volkswagen Tiguan Allspace R-Line 350 TSI DSG – R$ 187.990

Tiguan 2020 – motor

Tiguan R Line

O Tiguan 2020 tinha dois motores disponíveis, sendo o EA211 1.4 TSI nacional e o EA888 2.0 TSI importado. O primeiro é fabricado em São Carlos-SP e tem bloco de alumínio com cabeçote de duplo comando.

Com 16 válvulas acionadas por correia dentada, o EA211 tem 1.395 cm³ e taxa de compressão de 10:1, incluindo ainda injeção direta de combustível e turbocompressor com intercooler.

Esse motor de quatro cilindros dispõe de 150 cavalos a 5.000 rpm e 25,5 kgfm a 1.500 rpm, sendo bem elástico e de pronta resposta. Ele conta com duplo comando variável, o que ajuda muito nisso.

Para o Tiguan, ele vinha com transmissão automatizada de dupla embreagem DSG de modelo DQ250, com seis marchas e discos banhados a óleo, tendo ainda modo Sport e mudanças manuais no volante e alavanca.

Já o Tiguan R-Line vinha com o EA888 2.0 TSI, um quatro cilindros em linha com bloco de ferro fundido e cabeçote de 16V com duplo comando variável e injeção dupla.

Nesse caso, ele dispõe de injeção indireta (por bicos) no coletor de admissão para rotações mais baixas, além de injetores de alta pressão na câmara para rotações elevadas.

Fora isso, tem ainda turbocompressor com intercooler e calibração de alta precisão, entregando em seus 1.984 cm³ e 9,6:1 de taxa de compressão, 220 cavalos a 4.300 rpm e torque de 35,7 kgfm a 1.600 rpm.

Muito forte, tem seu funcionamento alterado pelos modos de condução do Tiguan R-Line, que incluem Eco, Normal, Sport e Individual.

Assim, associado com a caixa automatizada DSG de sete marchas com dupla embreagem banhada a óleo, o EA888 entrega um desempenho realmente interessante.

Com tração nas quatro rodas em sistema da Haldex com acoplamento viscoso, o Tiguan R-Line tem tração 4Motion com distribuição eletrônica de torque entre rodas e eixos.

Desempenho

  • Volkswagen Tiguan Allspace 1.4 TSI DSG – 9,5 segundos e 198 km/h
  • Volkswagen Tiguan Allspace 2.0 TSI DSG – 6,8 segundos e 223 km/h

Consumo

  • Volkswagen Tiguan Allspace 1.4 TSI DSG – 10,1/11,7 km/l (gasolina)
  • Volkswagen Tiguan Allspace 2.0 TSI DSG – 8,3/9,6 km/l (gasolina)

Tiguan 2020 – manutenção e revisão

A Volkswagen tem um plano de manutenção com revisões a cada 10.000 km ou 12 meses, o que vier primeiro, porém, para o Tiguan 2020 teve as três primeiras revisões gratuitas.

O SUV de sete lugares tem revisão com inspeção de diversos itens e troca de elementos como óleo do motor, filtro de óleo, fluido de freio, fluido de arrefecimento, filtro de ar, filtro de ar-condicionado, fluido de transmissão, velas, correia em V, correia dentada, palhetas dos limpadores, entre outros.

Também são feitos serviços de troca de itens de desgaste natural, como troca de pastilhas de freio, discos de freio, molas, amortecedores, bieletas, buchas de balança, coxins de motor e câmbio, pneus, buchas de barras estabilizadoras, batentes das torres, rolamentos, entre outros.

O Tiguan 2020 tem acesso a serviços nas revendas como alinhamento, balanceamento, cambagem, funilaria, pintura, instalação de acessórios, recall, lavagem geral, limpeza oxi-sanitária, higienização do interior, troca de rodas, entre outros.

Revisão40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.4 TSIR$ 1.317,40R$ 620,78R$ 766,50R$ 2.704,68
2.0 TSIR$ 804,79R$ 727,99R$ 804,79R$ 2.337,57

Tiguan 2020 – ficha técnica

Motor1.4 TSI2.0 TSI
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm313951984
Válvulas44
Taxa de compressão10:19,6:1
Injeção eletrônicaDireta, turboDireta, turbo
Potência máxima150 cv a 5.000 rpm (gasolina/etanol)220 cv a 4.300 rpm (gasolina)
Torque máximo25,5 kgfm a 1.500 rpm (gasolina/etanol)35,7 kgfm a 1.600 rpm (gasolina)
Transmissão
TipoAutomatizada de dupla embreagem com 6 marchasAutomatizada de dupla embreagem com 7 marchas
Tração
TipoDianteiraIntegral
Direção
TipoElétricaElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e traseirosDiscos dianteiros e traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraMultilinkMultilink
Rodas e Pneus
RodasLiga leve aro 18 polegadasLiga leve aro 19 polegadas
Pneus235/55 R18255/45 R19
Dimensões
Comprimento (mm)4.7014.701
Largura (mm)1.8391.839
Altura (mm)1.6581.658
Entre eixos (mm)2.7902.790
Capacidades
Porta-malas (L)216 (7L) 686 (5L)216 (7L) 686 (5L)
Tanque de combustível (L)5860
Carga (Kg)672655
Peso em ordem de marcha (Kg)1.5981.785
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,330,34

Tiguan 2020 – fotos

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.