Crossovers SUVs Volkswagen

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

A linha do novo Tiguan 2020 tem dois extremos: de um lado, versões mais em conta e mais focadas em conforto e na família, e do outro, uma configuração mais refinada, ainda mais completa e com um conjunto mecânico para lá de interessante. E esta última é justamente o Tiguan R Line.


Disponível no mercado brasileiro há dois anos, o Volkswagen Tiguan R Line é hoje o carro topo de linha da Volkswagen no País. É ele o dono de uma das maiores cifras entre os automóveis da fabricante alemã por aqui (atrás só da Amarok V6 Extreme), bem como o motor a combustão mais potente e também a lista de equipamentos mais recheada.

Este modelo está disponível com preço na casa dos R$ 190 mil e briga diretamente com outros SUVs de porte médio, como Equinox, CR-V e 5008. Um dos seus diferenciais é o espaço interno para até sete pessoas, algo oferecido também pelo Peugeot.

Abaixo, você pode conferir os principais detalhes do carro:

Tiguan R Line – detalhes

Construído a partir da plataforma modular MQB, o novo Tiguan é bem maior que o atual. Tem espaço para até sete ocupantes e conta com um porta-malas avantajado. Além disso, ele entrega um bom nível de refinamento no acabamento, com plásticos emborrachados por todos os lados, revestimento em couro nas áreas de contato com os ocupantes e detalhes cromados e em alumínio.

Conta também com recursos interessantes, como o painel de instrumentos totalmente digital, central multimídia com tela de oito polegadas, tampa traseira com acionamento elétrico, farol alto automático, piloto automático adaptativo com Stop&Go (que acompanha o carro à frente), frenagem de emergência com detector de pedestres, Park Assist, entre outros.

Outro destaque do carro está na motorização. Oferece um propulsor 2.0 TSI herdado do Golf GTI e do Passat, com câmbio DSG de dupla embreagem e sistema de tração 4Motion. É o único Tiguan 2020 com este conjunto mecânico.

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line – equipamentos

Segurança: seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois de cortina), controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, assistente de partida em rampas, sistema Front Assist (monitoramento frontal com alertas visual e sonoro e frenagem automática para evitar colisões) com City Emergency Braking (com monitoramento da área à frente do carro e frenagem automática), sistema de frenagem automática pós-colisão, sistema Pro Active (proteção dos passageiros numa frenagem mais forte, com pré-tensionamento dos cintos de segurança e fechamento das janelas laterais e teto solar), bloqueio eletrônico do diferencia XDS+, encosto de cabeça e cinto de três pontos para os cinco ocupantes, Isofix, detector de fadiga do motorista, faróis de neblina, lavagem dos faróis, sistema de controle da perda de pressão dos pneus, sistema de reconhecimento de pedestre, entre outros.

Conforto: direção elétrica, ar-condicionado Climatronic automático digital de três zonas, bancos dianteiros com aquecimento, tampa do porta-malas com abertura e fechamento automático, banco do motorista com ajustes elétricos, memória e ajuste lombar elétrico, banco do passageiro dianteiro com regulagem manual de altura, descansa-braço dianteiro e traseiro, retrovisor interno eletrocrômico, retrovisores externos elétricos, com rebatimento elétrico, aquecimento, memória e função “Tilt down”, sensor de chuva, sensor de luminosidade, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, entre outros.

Visual: faróis de LED com luz de condução diurna em LED, frisos externos cromados, pacote R-Line, rodas de liga-leve “Sabring” de 19 polegadas com pneus 255/45 R19, barras longitudinais de teto na cor prata, spoiler traseiro, entre outros.

Acabamento: volante revestido em couro, tapetes adicionais na frente e atrás, teto com revestimento na cor preta, apliques decorativos internos “Dark Grid”, iluminação na região dos pés e no porta-malas, logotipo R-Line nos bancos dianteiros, luz ambiente, mesa dobrável no encosto dos bancos dianteiros, bancos revestidos em couro preto, entre outros.

Tecnologia: central multimídia Discovery Media com tela sensível ao toque de oito polegadas, Android Auto, Apple CarPlay e navegador GPS integrado, sistema de som com oito alto-falantes, câmera de ré, entrada para dois cartões SD, três conexões USB e uma entrada auxiliar, freio de estacionamento eletrônico com função Auto-Hold, painel de instrumentos Active Info Display totalmente digital, seletor de modos de condução, volante multifuncional com paddle shifts, piloto automático adaptativo, tração 4Motion nas quatro rodas, entre outros.

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line – opcionais

Além das pinturas metálicas e perolizada, o Tiguan R-Line 2020 dispõe de somente um opcional. Confira:

  • Teto solar panorâmico elétrico (R$ 4.990)

Tiguan R Line – preços

Veja a seguir os preços do Tiguan R-Line:

  • Volkswagen Tiguan R Line 2020: R$ 187.990
  • Volkswagen Tiguan R Line 2020 + teto solar + pintura perolizada: R$ 195.625

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line – cores

Em sua linha 2020, o Tiguan R Line 350 TSI é comercializado com somente quatro opções de cores, sendo uma sólida, duas metálicas e uma perolizada. Todas elas são em tons mais neutros, nas cores branco, preto, prata e cinza.

Veja abaixo as cores do Tiguan e seus respectivos preços:

  • Branco Puro (sólida, sem custo adicional)
  • Cinza Platinum (metálica, por R$ 2.220 adicionais)
  • Prata Pyrit (metálica, por R$ 2.220 adicionais)
  • Preto Mystic (perolizada, por R$ 2.645 adicionais)

Vale ressaltar que os modelos Tiguan 250 TSI e Tiguan Comfortline 250 TSI têm uma gama de cores mais vasta, com as opções Azul Petróleo metálica e Vermelho Rubi metálica extras.

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line – motor

Esse é, sem dúvidas, um dos principais chamarizes do Tiguan topo de linha. O modelo R Line é o único da gama equipado com o aclamado motor 2.0 TSI da família EA888, o mesmo usado em outros carros da Volkswagen como o extinto Golf GTI e também o sedã Passat. As outras versões do Tiguan 2020 usam o 1.4 TSI.

Este propulsor tem 1.984 cm² de cilindrada e é dotado de tecnologias como turbocompressor, duplo sistema de injeção (injeção direta na câmara de combustão e injeção multiponto no coletor de admissão), bloco e cabeçote feitos de alumínio, duplo comando de válvulas no cabeçote, quatro cilindros e quatro válvulas por cilindro.

Abastecido somente com gasolina, tal motor consegue desenvolver bons 220 cavalos de potência, a partir de 4.300 rpm até 6.200 rpm. O torque é de 350 Nm (daí o sobrenome do carro) ou 35,7 kgfm, disponível já a 1.600 rpm e linear até a faixa dos 4.200 giros.

Em comparação com a antiga geração do Tiguan, este modelo é 10% mais potente e 25% mais “torcudo”.

Junto ao 2.0 TSI está o câmbio automatizado DSG de sete marchas (que atende também pelo codinome DG500), com dupla embreagem imersa em óleo. Ele proporciona bastante agilidade e casa perfeitamente com o propulsor turbo. Dispõe de opção de trocas manuais de marcha por meio de paddle shifts atrás do volante.

Há também o sistema de tração integral permanente 4Motion. Esta tração distribui automaticamente o torque entre as rodas dianteiras e as rodas traseiras, visando o menor consumo de combustível.

Todavia, o carro dispõe, aliado da tração integral, um seletor de modos de condução. Há os seguintes modos, que podem ser selecionados por um botão ao lado do câmbio: Eco (auxilia o condutor na forma de condução econômica), Comfort (prioriza em conforto, para percursos de condução ruins ou mais longos), Normal (para o dia-a-dia), Sport (com tocada mais esportiva) e Individual (o motorista pode ajustar os parâmetros conforme suas preferências).

Esse seletor, dependendo do modo, afeta o comportamento da suspensão, direção, motor, câmbio, piloto automático adaptativo, ar-condicionado, faróis e sistema de proteção proativa dos ocupantes.

Há também um seletor de perfil de condução da tração 4×4, disponível com o carro no modo Normal, com os modos Snow (neve), Off-road (terra), Off-road Individual (terra, com parâmetros individuais) e On-road (asfalto).

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line – consumo

De acordo com os dados do Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), os números de consumo do Tiguan topo de linha são estes:

  • Consumo de 8,3 km/l na cidade com gasolina;
  • Consumo de 9,6 km/l na estrada com gasolina;
  • Notas “D” na comparação relativa na categoria e na comparação absoluta geral.

Tiguan R Line – desempenho

A Volkswagen divulga os seguintes números de desempenho do Tiguan R Line com motor 2.0 TSI, câmbio DSG e tração 4Motion:

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos;
  • Velocidade máxima de 223 km/h.

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Tiguan R Line – garantia e revisões

Assim como os outros carros de passeio da Volkswagen, o Tiguan R Line 2020 é comercializado com garantia de fábrica de três anos, sem limite de quilometragem.

A respeito das revisões, um dos destaques é o chamado programa “Revisão de Série”, que oferece gratuitamente as três primeiras revisões para o SUV médio. Este benefício está disponível também para outros carros da marca, como o Golf, Golf Variant, Jetta e T-Cross.

Sendo assim, o proprietário não terá nenhum custo com as revisões do Tiguan Allspace 2020 até os 30 mil quilômetros rodados ou três anos de uso (o que ocorrer primeiro).

Confira a seguir os preços das revisões do carro:

  • Revisão de 10.000 km ou 1 ano: gratuita
  • Revisão de 20.000 km ou 2 anos: gratuita
  • Revisão de 30.000 km ou 3 anos: gratuita
  • Revisão de 40.000 km ou 4 anos: R$ 775,11
  • Revisão de 50.000 km ou 5 anos: R$ 689,61
  • Revisão de 60.000 km ou 6 anos: R$ 775,11
  • Revisão de 70.000 km ou 7 anos: R$ 689,61
  • Revisão de 80.000 km ou 8 anos: R$ 775,11
  • Revisão de 90.000 km ou 9 anos: R$ 689,61
  • Revisão de 100.000 km ou 10 anos: R$ 775,11

Sendo assim, as revisões do Tiguan Allspace na versão R Line 350 TSI totalizarão um custo ao proprietário de R$ 2.340 até os 60 mil km rodados ou seis anos ou R$ 5.170 até os 100 mil km ou 10 anos de uso.

Tiguan R Line – concorrentes

Chevrolet Equinox Premier 2.0 Turbo – R$ 162.990

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

O primeiro rival do Tiguan R Line 2020 a aparecer nesta lista é o Equinox na versão Premier, que oferece uma das melhores relações custo-benefício. O carro usa um motor 2.0 Turbo de 262 cv e 37 kgfm, transmissão automática de nove marchas e tração nas quatro rodas. É R$ 25 mil mais em conta que o Volkswagen e tem até mais equipamentos.

É bem equipado, com teto solar elétrico, tração nas quatro rodas, partida remota, som Bose, faróis full LED, carregador wireless para smartphone, assistente de permanência em faixa, Park Assist, alerta de tráfego cruzado traseiro, banco do motorista elétrico e com memória, alerta de ponto cego, alerta de colisão frontal com frenagem, detecção de pedestre, entre vários outros.

Honda CR-V 1.5 Turbo – R$ 194.900

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Mais caro que o Tiguan topo de linha, o CR-V é um dos carros mais caros da Honda à venda no mercado brasileiro, abaixo apenas do sedã Accord. O SUV japonês oferece um motor 1.5 Turbo de 190 cv e 24,5 kgfm, com câmbio automático CVT e tração nas quatro rodas.

Sua lista de equipamentos é recheada com recursos como teto solar elétrico, partida remota do motor pela chave, câmera lateral no retrovisor, bancos dianteiros elétricos (com memória no do motorista), faróis full LED, tampa do porta-malas elétrica, entre outros. Ou seja, fica devendo em itens para o Tiguan e o Equinox.

Peugeot 5008 Griffe Pack 1.6 THP – R$ 194.990

Tiguan R Line: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

O Peugeot 5008 é o único concorrente direto do Tiguan Allspace que também dispõe de sete lugares. Tem preço compatível com o R Line no modelo Griffe Pack – há também o Griffe, que parte de R$ 178.990. Seu motor é um 1.6 THP turbo de 165 cv e 24,5 kgfm, com câmbio automático de seis marchas. Não oferece tração integral.

É equipado de fábrica com alerta de ponto cego com correção, assistente de farol alto, piloto automático adaptativo, detector de fadiga do motorista, leitor de placas de sinalização e velocidade, frenagem automática de emergência, rodas aro 19, central multimídia com tela de oito polegadas, teto solar panorâmico, bancos dianteiros com ajustes elétricos e massageador, entre outros.

Tiguan R Line – ficha técnica

Motor

2.0 TSI

Tipo

Dianteiro, transversal e a gasolina

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1.84

Válvulas

16

Taxa de compressão

9,6:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Potência Máxima

220 cv de 4.300 a 6.200 rpm

Torque Máximo

35,7 kgfm de 1.600 a 4.200 rpm

Transmissão

Tipo

Automático DSG de sete marchas com dupla embreagem

Tração

Tipo

Dianteira

Freios

Tipo

Discos ventilados (dianteira) e discos sólidos (traseira)

Direção

Tipo

Elétrica progressiva

Suspensão

Dianteira

Independente tipo McPherson

Traseira

Independente do tipo multibraço

Rodas e Pneus

Rodas

Liga-leve de 19 polegadas

Pneus

225/45 R19

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.705

Largura (mm)

2.099

Altura (mm)

1.658

Distância entre os eixos (mm)

2.790

Capacidades

Capacidade de carga (kg)

655

Tanque (litros)

60

Peso vazio em ordem de marcha (kg)

1.785

Porta-malas (litros)

216 (7 lugares) e 686 (5 lugares)

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

Tiguan R Line – fotos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • Baetatrip

    Do que adianta ter botão off road e ninguem vai botar na terra?
    Ficou bem baixo a relação a antiga…!
    Já tive o 10/11 pior ano que me deu só problemas) peguei 0km e nem sinto saudades da VW que me jogou de lado!

  • Piper Diesel

    Tava afim de um desse, mas ao ir na CC desanimei no acabamento interno e espaço. Optei pelo 5008, sinto que ele perdeu em motor (mas supre, não dá pra ficar andando igual louco) e na tração integral. Do resto estou feliz da vida.

  • OCosta

    Se eu tivesse dinheiro sobrando eu compraria um. Atualmente nosso carro de uso familiar, principalmente para viagens é uma Freemont 2012, acho o carro muito confortável, acabamento muito bom, a segurança dele também é muito boa, gosto muito do carro, o consumo é um pouco elevado mas acho dentro do normal para a proposta do carro, o desempenho não é dos melhores mas atende com tranquilidade, a única coisa que eu tenho a reclamar e da tração ser somente dianteira, como é um carro que usamos para viagens hora ou outra pegamos estradas não pavimentadas, dependendo da subida e do terreno o carro sofre muito para subir, já peguei ladeiras que só subiu vendo muito embalado, sorte que não estava chovendo se não podia esquecer.

  • radiobrasil

    0-100 6,8seg… delícia.. o Equinox LT 2.0 tambem faz isso e custava muito menos!

    • Eng. Mecânica 2014

      Faz nada, Em todos os comparativos a Equinox toma benga.

  • th!nk.t4nk

    Interessante que tratam o R Line como se fosse uma versão no Brasil. No exterior é apenas um pack estético, que você pode adicionar às versoes “reais” (assim como o motor pode ser qualquer outro).

    • fschulz84

      Por aqui, como os carros são tão caros, tem que “agregar valor” né…

    • radiobrasil

      A Tiguan anterior no Brasil tambem tinha como opção a R Line, e era só itens estéticos, rodas, spoilers e bancos diferentes (resumindo).

  • Thiago

    Vi uma de cor bordô pelas ruas, bem bonita por sinal, pena que agora somente o básico: preto, branco, cinza e prata.

  • Navaman

    Não fosse a rede VW, onde já sofri muito, seria minha opção. Dirigi um R-Line 2.0 na Alemanha (onde há uma versão um pouco menor do que o nosso) e adorei o carro, que passa uma sensação de muita solidez, é estável e tem muita disposição. O painel é um show a parte.

  • Fusca Noventa E Cinco

    Os dois defeitos desse caro, o qual tenho, são os inúmeros ruídos internos ocasionados pelas travas de forro de porta e painel, meu deus do céu, parece um chocalho, já vi no YTB a causa e a solução, simples! e outro ponto a ser criticado é o retorno da suspensao dianteira após passar por morrotes ou quebramolas. No mais, excelente.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email