Comprando e Vendendo Matérias NA Mercado

Top 10: Carros com maior desvalorização

 

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização



Atualmente um automóvel deixou de ser um bem de luxo como antigamente e passou a ser necessário em muitas famílias brasileiras. As montadoras estão sempre atualizando seus portfólios, oferecendo novos modelos com novos itens. Elas sabem fazer ótimas propagandas, mas você precisa analisar e pesquisar cada informação e oferta apresentada.

Você se preocupa em saber sobre a desvalorização de um carro? Quando pensa em adquirir um novo automóvel também leva em conta a depreciação? Saiba que isso é muito importante, assim você terá uma ideia se poderá ter prejuízos em uma revenda no futuro.

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização



Uma pesquisa realizada pela GfK, agência de pesquisa de mercado, mostrou que o consumidor brasileiro é o que mais valoriza as últimas tecnologias para os motoristas.

A pesquisa entrevistou 22 mil pessoas que responderam sobre a importância em ter acesso a streaming de áudio e vídeo e conectividade às redes sociais (isso incluindo também para os passageiros).

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização

Ainda nas informações da GfK, 36% dos brasileiros consideram importante essas novas tecnologias automotivas e a cada ano isso vem ganhando ainda mais importância para o consumidor.

Essa pesquisa reflete diretamente na desvalorização do carro. Um público exigente também quer um carro bem equipado e tudo isso deve ser levado em consideração.

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização

Ao sair da concessionária, um automóvel 0km já é afetado pela depreciação, recebendo um prejuízo que varia de 10 a 15% e nos usados pode chegar a 22%.

O Notícias Automotivas apurou para identificar os veículos 2018 – 2019 em todas as categorias com o maior índice de desvalorização após um ano de uso.

Alguns modelos entram novamente no top 10, mas em outras versões como no caso do Renault Master, Citroen C4 e Ford Ecosport, consideramos apenas uma versão de cada montadora.

Confira a lista completa abaixo:

1) Renault Master – 31,31%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
Atualmente o Renault Master é o veículo com a maior desvalorização após um ano. Uma curiosidade se dá ao fato de todas as versões estarem em primeiro lugar, são elas: Master Furgão Grand 2.3, Master Chassi Cabine 2.3, Master Minibus Executive 2.3, Master Furgão 2.3 e Master Furgão Extra 2.3.

Para ser ter uma ideia: em 2017 o preço de revenda era de R$ 128.800 e para 2018 esse número despencou para R$ 88.470, ou seja, um depreciação de 31,31% que de modo geral, em todos os segmentos, faz do Renault Master o campeão desta lista.

O Master é comercializado por R$ 129.600, conta com motor de 130 cv de potência, airbag duplo, freios ABS, 02 Tomadas 12V no painel, grade de proteção atrás do motorista, dentre outros itens.

2) Volkswagen CrossFox 1.6 16V – 16,48%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
Após a chegada do novo Polo, a Volkswagen resolveu em setembro de 2017 aposentar algumas versões do Fox e tirar de linha o CrossFox, oferecendo agora apenas as versões Connect e Xtreme.

O CrossFox 1.6 16V era vendido por R$ 71.290 e ainda assim ganhou o título de segundo carro no Brasil com maior desvalorização por ano. Em sites de vendas, é possível encontrar o modelo usado entre R$ 59.541 – R$ 60.950.

Com depreciação de 16,48%, hoje, seu preço de revenda sai em torno de R$ 59.541.

 

3) Ford Ecosport SE 1.5 AT – 15,42%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
O Honda HR-V já vem conquistando o seu reinado entre os SUVs compactos já faz um tempo. Quem vem caindo em vendas por conta disso é o Ford Ecosport. Com os dois liderando na categoria (SUV compacto), o HR-V é o 11º mais vendido no Brasil e o EcoSport fica em 26º lugar.

Até o ano passado, Ecosport SE 1.5 AT valia cerca de R$ 82.990, com uma depreciação acima de 15% seu valor de revenda passou para R$ 70.193. Esse modelo é comercializado com motor 1.5 de 137 cv de potência.

4) Hyundai Tucson New GLS 1.6 Turbo – 14,89%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
Apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo em 2016, o novo Hyundai Tucson ou IX35 chegou renovado e com design agressivo. No Brasil, concorrente do Ford EcoSport, Jac J6 e Renault Duster. O Tucson New GLS conquista pelo espaço interno, a garantia de 5 anos e revisão com preço fixo.

A sua desvalorização chega a quase 15%, isso significa: enquanto ele valia cerca de R$ 147 mil em 2017, atualmente, em 2018, seu valor passou a ser de R$ 125 mil.

5) Kia Cerato 1.6 AT – 14,74%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
O Kia Cerato 0km é vendido por R$ 79.990, exceto para o Amazonas que, por questões tributárias, sai por R$ 81.935. Por outro lado, com desvalorização de 14,74%, seu valor de revenda está em torno de R$ 68 mil reais.

O Cerato vem equipado com motor 1.6L Flex, 16V, oferecendo: 128 cv (etanol) e 122 cv (gasolina), air bag frontal duplo, ar-condicionado automático digital Dual Zone, espelhos retrovisores externos com regulagem elétrica e muito mais.

Seus pontos negativos: revisões caras, a própria pós-venda e a quantidade da rede de concessionária que é pequena.

6) Fiat Toro Freedom 2.0 Turbo 4×4 – 14,40%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
Lançado em 2016, veio para brigar diretamente com Renault Oroch e Chevrolet S10, a Toro peca em relação ao consumo, desempenho e na pós-venda o que faz com que ela apareça nesta lista.

A versão Freedom 2.0 Turbo 4×4 é vendido por R$ 95.869, uma desvalorização de 14,40%.

7) Lifan X60 Talent 1.8 – 14,37%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
O chineses em modo geral sofrem com a desvalorização e pós-venda, com o Lifan X60 não é diferente. Ele oferece bons equipamentos, mas perde em não oferecer computador de bordo, a revisão não tem preço fixo e assim como na Kia, encontrar um concessionaria Lifan não é tão fácil.

O SUV acomoda até 5 passageiros, o porta-malas tem 425 litros, possui teto solar, câmera de ré, etc. Outros concorrentes do X60: Renault Duster, Hyundai Creta, JAC T5 e Jeep Renegade.

8) Toyota Etios Sedan XS 1.5 AT – 13,39%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
Engana-se quem pensou que o Toyota Etios estaria entre os primeiros, mesmo com um visual polêmico, ainda mais quando foi lançado, o Sedan oferece um bom espaço interno, ótimo consumo e desempenho, robustez e revisão a preço fixo.

Já os pontos negativos: cinto de segurança sem a regulagem de altura, acabamento e os vidros laterais traseiros não descem completamente.

Com os seus prós e contras, agradando e não agradando pelo design, o Etios Sedan sofre com uma desvalorização de 13,39% e com isso seu valor hoje sai por R$ 51 mil.

9) Kia Bongo K2500 2.5 Turbo – 12,57%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização
O Kia Bongo K2500 tem uma desvalorização anual de 12,57%, sendo a mais baixa dentro do top 10 em todas as categorias. Com a variação de preço anual, em 2018 seu valor de revenda chega a R$ 64.691.

De série, a Kia oferece air bag frontal duplo, cintos de segurança de 3 pontos para o motorista e passageiros, sistema de proteção contra descarga da bateria, luz interna com efeito fade-out, vidros com comando elétrico nas portas e muito mais.

10) JAC T40 1.5 – 11,70%

1600_novomaster_minibus_l3h2_02 Top 10: Carros com maior desvalorização

Por último, para finalizar a lista top 10, está o JAC T40 com uma desvalorização anual de 11,70%. O SUV 0km é comercializado por R$ 59.990 e seu valor revenda está em torno de R$ 50.325 (2018).

Um de seus pontos positivos: equipamentos e revisão a preço fixo. Por outro lado, a pós-venda também não agrada muito o proprietário. O JAC T40 vem de série com kit multimídia, comandos no volante, JAC connect Front Camera e muito mais.

COMPARTILHAR:
  • mattgearhead

    Eu acho que carro no BR desvaloriza é muito pouco. Aqui nos EUA depois de uns 8 anos de uso os carros são tão baratos que chega ser um valor simbólico apenas pra desocupar espaço no pátio das lojas hahaha

    • Daytona

      Eu falo isso pros meus amigos que me indicam comprar Honda usado…
      Depois de 3…4 anos ainda pedem 70% do valor do zero… as vezes até com 80 mil KM querem cobrar muito….

      eu to fora… Se é pra pegar carro com 4 anos que seja uma barganha… tipo C4 da lista!

      • Tom Costa

        Peguei em janeiro um 408 allure manual 2012 por 26.000,00, muito bem cuidado. Muito conforto pelo preço de carroça nacional. Fazendo as manutenções preventivas é só alegria. E não tenho pressa na hora da venda, nem vou perder uma fortuna na hora de vender.

        • Ric53

          Pô 26.000 por um carrão!

        • klaus

          ótimo negócio!

        • Pedro Luis Almeida

          aí sim vale a pena

        • Breno Silva

          Só 26.000 mil? Tu fez um ótimo negócio!

        • Aí nem é só pelo fato de ser Peugeot. Os sedãs médios brasileiros equipados com câmbio manual sofrem além da conta o efeito da desvalorização. Tive um Jetta 2011 manual que também teve uma depreciação expressiva por conta da falta de um câmbio automático.
          Mas é muito mais negócio esse 408 manual do que o equipado com o AL4. Ótimo negócio o seu.

          • 1 Raul

            Ubaldir, está com o lounge ainda? Anunciei o meu, mas está difícil de vender. Está 51k de tabela, entrego por 45, o carro está extremamente conservado, o duro é achar quem queira…

            • Mauricio Antonello

              Fiz como vc, coloquei por 45k e vendi por 44k, mais demorou.

            • Estou com ele, ainda. Caminhando para 70 mil km e em perfeito estado. Bom, pra vender pra particular não sei. Eu tinha um amigo aqui que me pagaria 50 mil por ele, mas se cansou de esperar eu me decidir pela troca, acabou adquirindo outro carro.
              Agora, pra vendê-lo na concessionária na troca por um novo até que está bom: estão me oferecendo R$ 47 mil por ele. Fica uns 4 mil abaixo da tabela FIPE. Se contar que estão me oferecendo o Shine com pintura metálica por 94 mil, convenhamos que fica um ótimo negócio. Mas é aquilo, você tem que ficar na marca. Se for pra trocar em concessionário de outra marca, acho que deva ficar bem mais difícil.

    • Rodrigo Pasini

      A diferença é que aqui o peão tem que trabalhar 10x o tempo que trabalharia nos EUA pra comprar um carro 0 km, então não tem como desvalorizar muito mais do que já desvaloriza.

    • Raimundo A.

      É um efeito cascata e já fizeram uma matéria sobre os preços aqui dos usados. Carro zero é caro e a renda média é baixa. Assim, nem todos podem comprar e dependem de financiamentos cujas condições ainda são melhores.
      Aí, quem não pode comprar o zero, vai apelar para o seminovo ou usado com mais tempo e com procura relevante, o preço não será baixo porque o vendedor vai vender a quem puder pagar mais ou dentro do preço alto imposto, a quem pagar com menor redução.

    • Breno Silva

      Que bom, aqui no Brasil poderia ser assim também.

    • É característica de mercado subdesenvolvido: bens de consumo duráveis tem alto valor residual. Como a esmagadora maioria da população não tem capital para a aquisição de um carro novo em períodos regulares de tempo, a procura por usados acaba sendo muito grande, o que deixa os seus preços muito elevados.

    • rodrigo

      Mas tambem as condicoes de financiamento, salario minimo, entre varios outros motivos deixam a troca do usado por 0km muito viavel. Nunca fui pros EUA, vc deve conhecer mais que eu com certeza. Mas so entrar no site das montadoras que se ve parcelas de 600 dolares por uma picape muito superior as vendidas no brasil. Assim a pessoa financia por 5 anos, volta na ccs e troca por um 0km com as mesmas condicoes

      • Nicolas_RS

        Pq os americanos não são burros como os brasileiros que fazem fila!

  • Zé Mundico

    Cá prá nós, colocar um modelo comercial na lista é meio forçado. No caso, o primeiro seria mesmo o Fox.

    • mattgearhead

      Concordo, o que acontece é que quem compra esse tipo de carro nunca paga o preço de tabela, sempre consegue o desconto pra empresa ou produtor rural, por isso o preço de revenda é tão baixo.

    • Darlon Anacleto

      Também estranhei. O Bongo la no final tbém destoa da lista.

    • cepereira2006

      Exato. este tipo de carro tem tendência a rodar muito, com um ano já está com 60 ou 70 mil km, às vezes mais. Por isso a desvalorização média ser maior.

  • Leandro

    GfK fez algumas confusões nesta pesquisa…

  • JOSE DO EGITO

    KD a CHINESADA ???

    • vicegag

      Não deve ter tido número suficiente, para obter uma média.

    • Tosca16

      Tá aqui de boa esperando vc descer o ódio nos comentários kkk.

      • JOSE DO EGITO

        Deixa de ser rancoroso,eu falo apenas o que é a realidade ou carro Chines nao desvaloriza acima da media? >essa materia ficou aquem do que é o mercado atualmente

        • Marcelo

          Matéria errada, parei de ler assim que vi o c4 lounge com preço errado kkkk origine é tabelado em 69990, se esse levantamento estiver certo teremos descoberto o primeiro caso de valorização após sair da concessionária, vou pedir empréstimo, vender casa… compro todos hahahahahahahajahahaah

          • Por 86 mil no ano passado se levava um C4 Lounge S muito bem equipado pra casa. Também estranhei a informação da matéria.
            Pessoal da concessionária aqui em Goiânia está na “minha captura” oferecendo a troca do meu Exclusive 2014 (70 mil km rodados) por um Shine (vinho da cor do lançamento da linha 2019). Já me ofereceram eu entregar o meu mais R$ 47 mil na volta. E eu ainda não me convenci da oferta (não estão oferecendo taxa zero para o carro). Dá pra notar que a desvalorização não é um problema real para este Citroen. Se considerar que eu paguei exatos 80 mil no carro a 4 anos…
            O que está mais pesando contra eu optar pela troca são os seguintes motivos:
            – o excelente estado do meu carro hoje;
            – a retirada de acessórios muito importantes do carro – rebatimento automático de retrovisores, sensores de presença lateral, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro (restou a câmera de ré) e a ponteira cromada de escapamento (esse é menos importante). Apesar de equiparem o modelo atual com teto solar (esse não me faz falta), faróis full-led (muito bons), multimídia mais moderna e touchscreen e sistema cornering, ainda acho muito ruim a retirada da lista que citei acima, em especial dos sensores dianteiro, traseiro e lateral;
            – repetir de carro não faz muito o meu feitio. De minha preferência, gosto de mudar bem de escolhas em cada troca. Mas que o C4 está saindo por um preço imbatível (estão me oferecendo com desconto de 10 mil no preço de tabela), está. Não se compra nem próximo nessa faixa de preço. Sem falar que a Citroen está com uma proposta agressiva de recompra dos usados da própria marca.

            • Marcelo

              É uma pena retirarem acessórios, isso desestimula quem quer trocar por um modelo atual, já aconteceu comigo no passado e acabei optando por outra marca.
              Nosso poder aquisitivo diminuiu, um Uno com todos os opcionais custa 71 mil, um Corolla topo de linha 119 mil, se não estamos mais pobres, eu estou kkkk
              Pesquisei muito e a desvalorização do C4L é baixa, talvez essas estratégias da marca que você mencionou estejam surtindo efeito e isso é ótimo para mim, pois comprei o meu agora e apesar de ainda não ter recebido já me considero proprietário.
              Será o meu primeiro Citroën, pesquisei muito antes de decidir e gostei muito da publicação de uma pessoa com nome incomum como o seu, também de Goiânia, se tiver sido você o autor da avaliação saiba que suas impressões pesaram na minha decisão.
              Quanto a sua decisão, se a proposta da Citroën tiver uma boa validade e você não tiver pressa, especulam que o Cruze e o Focus trarão algumas novidades ainda nesse semestre.
              Boa sorte!!

              • A publicação foi minha, mesmo… rs. Aliás, fiz uns 4 relatos para o NA, contando toda a minha convivência com o carro até os 60 mil km.
                Eu também nunca tinha tido um francês, e também tinha séria resistência contra as marcas da PSA. Tinha um Jetta antes dele. Mas em 2014 o C4 era tão melhor do que tudo o que havia na concorrência, e com o preço tão mais baixo, que a finalmente resolvi “arriscar”. Confesso que estou extremamente satisfeito. Tanto que depois eu adquiri um 208 para a minha esposa (foi ainda melhor que o C4 na confiabilidade – também tem relato no NA) e minha irmã adquiriu um C3 (impecável com dois anos de uso).
                O Cruze e o Focus tem o problema do preço. O Cruze LTZ 2 está se aproximando do Corolla Altis. O Focus é um pouco mais barato, mas não chega nem perto do preço que estão pedindo no C4. Além do mais, ele tem um problema muito grande para mim, que sou bem alto: a falta de espaço interno.
                Vamos ver. O seguro do meu carro vale até agosto. Não estou querendo trocá-lo antes disso.
                Boa sorte com o seu C4L.
                Abraço!

              • Quanto ao preço de revenda do C4, há algo pesando muito a favor do modelo: muitas pessoas interessadas não arriscam comprar o carro zero, por conta exatamente do medo da desvalorização. Mas a procura pelo modelo usado está alta no mercado, justamente por suas qualidades que são muito divulgadas há anos na mídia. Isso acaba puxando o preço pra cima.
                Engraçado que o 408 não conseguiu o mesmo feito. Talvez pelo fato de que o modelo tenha contado com o câmbio de 4 marchas na versão 2.0 muito tempo.

        • Tosca16

          Sim, mas eles não tem culpa de outras marcas e modelos tem desvalorização tão ruim quanto, ou até pior.

        • Não alimente os China Lovers. Um Chery Celer é melhor que um A1, graças a “tecnologia chinesa” dos grandes desenvolvedores.

    • Retrato do Papai

      tá tisti pq o fétidos apareceu na lista dos carros que mais desvalorizam? fica tisti não abiguinho

      huehuehue

    • Mambo Ted

      Não há 1 China que se possa considerar condução

    • Zé Mundico

      Chinês não desvaloriza, desintegra.

  • Erivelton Freitas

    Você se preocupa em saber sobre a desvalorização de um carro? = NÃO!

    Quando pensa em adquirir um novo automóvel também leva em conta a depreciação? = NÃO!

    Saiba que isso é muito importante = DISCORDO, NÃO CONSIDERO ISSO NEM UM POUCO IMPORTANTE!

    1. Renault Master = Sem Comentários! As pessoas compram um carro ‘comercial’ para ter uma utilidade comercial. Na minha cidade, as empresas demoram de 10-15 anos para atualizar as frontas de ônibus, ambulâncias e afins, e só compram um novo quando quebra e não tem mais conserto, então dessa forma, acho irrelevante a situação desse carro.

    2. VW Crossfox = Bem feito, para pararem de endeusar essa montadora!

    3. Citroën C4 Lounge = Inaceitável! Vem logo meteoro e mata esse povo aqui, pois eles não sabem o que fazem.

    4. Ford Ecosport = Inaceitável²! Não acredito nisso!

    5. Hyundai New Tucson = Bem feito! Eu acho é pouco!

    6. Kia Cerato = Vocês só podem estar de sacanagem com a minha cara.

    7. FIAT Toro = Inaceitável³! Impressionante isso, uma 4×4 acessível e a situação é essa?!

    8. Lifan X60 = Bem feito! Tem que aprender que estamos em 2018 e não em 2008, então que ela faça carros para 2018!

    9. Toyota Etios Sedã = Ha Ha Ha! Deus sangra!

    10. Kia Bongo = Mesma situação do Renault Master!

    • Alexandre

      mas que cabecinha tosca hein…

      • Erivelton Freitas

        Claro, porque sou obrigado a pensar igual ao entendido do Alexandre, afinal de contas, quando eu morrer, vou levar todo o dinheiro que consegui economizar na revenda de um carro com alta valorização comigo, dentro do caixão, para gastar lá no Nirvana!

        • Alexandre

          mas cê tá bravinho?

          • Alexandre

            also em momento algum disse que estava errado em relação ao que disse sobre desvalorização. sobre isso, até concordo. o problema foi o amontoado de achismo (beirando até fanboiolagem) que disse depois.

  • JOSE DO EGITO

    PQP 71.000 em um FOX ??!!! quem colocou esse valor deveria estar sob efeito de algum ALUCINOGENO !

    • Guilherme Sanches Pastre

      Quem colocou o valor não, mas quem pagou….

      • Franklin Diego

        HAHAHAHAAHHAAHAHA SENSACIONAL !!

  • Dimitri Diegoli

    Sabe o que Crossfox, C4 Lounge, Ecosport e o Cerato tem em comum?

    São carros com alguns anos de mercados, caros, e que não sofreram ou sofreram poucas mudanças no modelo nos últimos anos.

  • Schack Bauer

    uai mas o pessoal não diz que toyota não desvaloriza? Então o que o etios tá fazendo nessa lista?

    • MarcioMaster

      Aliais aquela foto do Etios é a prova de como não se deve desenhar um carro.

      • Logan de primeira geração, versão Toyota… rs.

    • T1000

      É difícil ver Etios em loja de usados, um conhecido meu comprou um depois de negociar muito, pagou 1mil acima da Fipe pois já tinha comprador.

      • Mambo Ted

        Amigo! Ninguém expõe aquela coisa horrenda. Fica bem escondida, apenas por isso a dificuldade para se ver em revenda.

        • 4lex5andro

          O Etios pra ser feio, ainda tinha que melhorar um bocado.

  • El Gato Negro

    A pesquisa leva em consideração apenas os valores de tabela, para determinar a desvalorização. Muitos modelos citados acima são vendidos com generosos descontos, e o mercado sabe disso. Portanto, a desvalorização não é nem perto do divulgado na matéria, em alguns casos.

    • Zé Mundico

      Na realidade a desvalorização é bem maior. O mercado é cruel.

  • Francisco

    Em maio de 2016 Comprei um novo Crossfox 2015 com 1 ano e 4 meses de uso por 45.000. Achei um bom negócio, o carro é o modelo mais completo dos Fox, 1.6 MSI 16v, cambio manual de 6 marchas, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro e dianteiro, tilt down, sensor crepuscular e de chuva etc. Fora a pegada esportiva dos bancos e o teto preto, é um bom carro, não me deu muita dor de cabeça até o momento, porém acho esse modelo aventureiro meio ultrapassado e quero trocá-lo em um Polo esse ano.

  • Ricardo

    O CrossFox desvaloriza tanto assim porque o 0km é muito caro.

  • Lucia C.

    A desvalorização aqui no BR é boa dependendo do carro. Comprei um Fox 1.6 8v 12/13 zero por 37k a vista e vendi por 30k agora no começo do ano (19% em 6 anos), o carro tava com 40 mil km em bom estado. Detalhe que a FIPE pra ele hoje tá R$ 31.150 e só vendi abaixo pq os modelos com fabricação 12/13 não vinham com Airbag e ABS e os 13/13 já vem.

    • A conta não é bem assim na pratica. Quanto custa um equivalente hoje em dia? Veja essa diferença entre os seus R$30K atuais e o valor do novo. Ou pode ver quanto o seu $$ valeria se colocado para render do final de 12 até agora. Isso deve dar uns R$55K

    • tech76

      Tem que levar em conta a inflação: R$37.000,00 seis anos atrás (04/2012) é a mesma coisa que R$ 51.874,03 hoje, corrigido pelo IGP-m.
      Então a desvalorização foi de cerca de 42% e não 19%, o que não deixa de ser uma desvalorização baixa pra 6 anos.

      • Zé Mundico

        Mas no caso da matéria a desvalorização não é em relação ao dinheiro gasto na compra e sim ao próprio carro no mercado de usados.
        Tem carro que desvaloriza mais o outros que desvalorizam menos. No entanto, o dinheiro gasto desvaloriza igual para todos sem exceção.

  • Lucia C.

    É importante lembrar que muitos casos as concessionárias vendem os carros com bônus e descontos fazendo o valor ficar bem abaixo da tabela (preço sugerido), sendo assim, a desvalorização no bolso do proprietário não é tão grade. A Renault Master é ainda um caso mais facíl de entender essa “desvalorização” alta, a maior parte das vendas são diretas (PJ) e o carro já sai faturado com valor menor, logo, na hora de vender o valor também é menor.

    • Mauro Schramm

      A tabela FIPE. por exemplo, já leva isso em consideração.

  • Duh

    Cade os fãs da Toyota que se seguram na pouca desvalorização pra comprar essa tranqueira?

  • M7

    C4 Lounge tinha tudo para ser o melhor sedã do mercado, tem motor alemão, câmbio japonês e design francês, pena que a marca não valoriza o produto e, consequentemente, desconfiado como é o brasileiro, acaba não comprando.

    • Marcelo

      Mas a matéria está errada, o preço de tabela do origine, hoje live, é 69.990,00 kkkkk comeram bola feio!

    • Gabriel M. Vieira

      Ainda bem que eu comprei e não me arrependo nem um pouco rsrs

    • Marcelo

      Publiquei agora a pouco:
      Gosto muito do site mas essa matéria tem um erro gritante.
      Apaga que dá tempo!
      Comprei um C4 Lounge agora e vinha pesquisando desde o ano passado, entrei aqui pois tinha o carro com uma das menores desvalorizações dentre os sedans médios na capa, justamente o que eu escolhi e por isso fui ler.
      O preço do Origine é tabelado em R$ 69.990,00 e o valor usado é 72… kkkkkkkkkkk
      Quem dera carro fosse investimento!
      No meu levantamento, nos últimos 3 anos o único carro que deixa o C4L para trás no quesito desvalorização é o Corolla, mas esse não tem concorrente! Civic é bem próximo, deve ter liquidez melhor, mas os números são equivalentes e o C4L tem em números vantagem sobre Focus e Cruze (para a minha surpresa inclusive).

      • M7

        Meus parabéns pelo carro, ótima compra!
        Ele é econômico como dizem, com este motor 1.6 THP?

        • Marcelo

          Opa! Obrigado!
          Paguei mas não levei kkk
          Estou aguardando a entrega por esses dias, será meu primeiro Citroën, mas os proprietários que consultei disseram que na cidade com trânsito pesado ele não é exemplo de economia mas está na média para o segmento de sedans médios, já com trânsito livre ou estrada elogiam muito!
          Espero ficar satisfeito como os que consultei…
          Abraço!

    • Erivelton Freitas

      Pois seu tivesse dinheiro HOJE, e fosse num sedã médio, iria nele sem nem ter pena!

      • M7

        Eu também!!!

  • Leandro Castellini

    apagaram meu comentário só pq falei as verdades

  • Leandro Castellini

    matéria comprada e reportagem fraudulenta, vão apagar de novo

  • Leandro Castellini

    Me baniram porque falei a verdade, refaçam a matéria direito

  • Sheila

    Boa tarde!
    Gostaria de saber qual é a fonte desses dados de desvalorização?

    • Marcelo

      A cabeça de quem escreveu kkkkkkk
      Brincadeiras à parte, entrei por curiosidade pois comprei um C4 Lounge agora e apesar da minha pesquisa demonstrar o contrário, ele aparece não só na capa como um dos piores aqui.
      A matéria é de um nível tão baixo que deveria ser apagada, basta ver o valor de tabela do C4 Lounge Origine, que é de 69990… carro valoriza agora kkkkkkkkkkk

  • Caulazaro

    O Etios, os lojistas nem estão querendo pegar.
    É muito difícil achar um corajoso para comprar um Etios usado.
    O carro é feio demais!!!

    • T1000

      Estao perdendo negócio então pois um colega meu pagou mil acima da Fipe pois a loja já tinha comprador.
      Estava com dificuldades para encontrar um usado.

  • Marcelo

    Gosto muito do site mas essa matéria tem um erro gritante.
    Apaga que dá tempo!
    Comprei um C4 Lounge agora e vinha pesquisando desde o ano passado, entrei aqui pois tinha o carro com uma das menores desvalorizações dentre os sedans médios na capa, justamente o que eu escolhi e por isso fui ler.
    O preço do Origine é tabelado em R$ 69.990,00 e o valor usado é 72… kkkkkkkkkkk
    Quem dera carro fosse investimento!
    No meu levantamento, nos últimos 3 anos o único carro que deixa o C4L para trás no quesito desvalorização é o Corolla, mas esse não tem concorrente! Civic é bem próximo, deve ter liquidez melhor, mas os números são equivalentes e o C4L tem em números vantagem sobre Focus e Cruze (para a minha surpresa inclusive).

  • rodrigo

    Paguei 61.000 em fev/2017 em um Etios XLS 1.5 aut. pra minha esposa e hoje a tabela dele esta em 55.400, nao acho que desvalorize tanto. Levando em conta que com o uso que ela faz do carro sem duvidas se vende pela tabela fipe ou ate um pouco mais, apenas 10.000km rodados em mais de 1 ano de uso.

  • afonso200

    38mil ja leva azera 2011

  • Você foi banido por ofender o site, mas vamos manter apenas esse seu comentário aqui, que foi o mais desrespeitoso, junto com algumas informações a seu respeito:

    Leandro Castellini é consultor de vendas da Citroen Lyon de São Paulo desde fevereiro de 2014. Na hora de vender um C4 Lounge ele é todo educado com o cliente, mas é só fachada.

    Assim quem pesquisar sobre você no Google verá como você é uma pessoa super educada, que chama os outros de burro, preguiçoso, imbecil e outras coisas.

    • SDS SP

      Já imaginava que fóruns como este são frequentados por vendedores de alguma marca, haja vista cada comentário que se lê por aí …

      • O NA publicou uma informação errada mesmo, o texto vai ser corrigido ainda hoje, o problema não é a pessoa reclamar, são os xingamentos e as ofensas. Aposto que face a face ele nunca teria coragem de falar os absurdos que falou ali acima.

        • SDS SP

          Sim, informação incorreta, mas por ter ferido o ego do vendedor da Citröen, acabou soltando os cachorros de maneira desnecessária.

    • Gomes

      Citroen Lyon já fechou faz tempo…rsrs

      • Marcelo

        porque será? Kkkkk desculpe, não aguentei kkkkkkkkkk

  • Vagno Nascimento Estevão

    Essa foto da traseira do etios sedan, MEU DEUS… feio igual o capeta, kkkkkkk

  • Ailton Maschio Gomes

    Tem umas reportagens que sinceramente eu não entendo. Devem ser feitas por estagiarios. Ex: fui ver um renault master furgão a uns 2 meses atrás. Me foi ofertado 23% desconto. Os 31 da reportagem – 23%, da uma desvalorização real de 8%. Na prática todos compram o master com excelente desconto e o mesmo vale para o c4 lounge.

    • Então me explique como fazer uma reportagem dessa do “jeito certo”, já que somos todos estagiários aqui. Todos os dados de desvalorização existentes se baseiam nos preços de tabela. Mas digamos então que resolvamos fazer baseado no desconto dado em SP. Aí quem mora no RJ vai reclamar que não tá sendo feito de acordo com o desconto do estado dele. Ou você acha que os 23% que foram ofertados para você são ofertados por todas as lojas, de todos os estados, e em todas as épocas diferentes do mês ou do ano? Me explique como fazer…

      • Gomes

        Existem institutos especializados nisso, como Jato Dynamics. Eles não fazem o comparativo pelo preço de tabela, mas sim pelo preço de transação. Evidente que SP tem peso maior nisso, mas na FIPE tb tem, logo, normal que o maior mercado seja referência. Fazer pelo preço de tabela não é correto, ainda mais para Master que tabela é apenas uma referência, pois quase 100% dos carros são vendidos pela Venda Direta.

        • Ailton Maschio Gomes

          Obrigado por ter se antecipado e respondido . Exatamente isso… ninguém paga tabela no master. N.A peço desculpas pelo termo estagiários, mas baseando na tabela, a reportagem fica irreal.

  • REDDINGTON

    Me surpreendi pela Toro…o resto não. Apesar que como já explicado, essa lista não se aplica 100% de fidelidade, tem lugares que o Crossfox é muito procurado ainda por exemplo e segue com preços altos.

  • Felipe Alves

    Esse T40 ganhou merecidamente o título! Aliás, qualquer Jac merece esse título! É jogar dinheiro fora! Depois de 2 anos, é melhor queimar o carro porque ninguém quer mais!

  • Oberon de Megrez

    Ora ora… não tem sequer um PSA na lista… “Charles, o Brasil não é mais o mesmo”

    • andrei Pereira

      Tem alguma coisa errada nisso

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email