Top 10: carros com menor desvalorização (2022)

Hyundai HB20 Diamond Plus

Diversos fatores influenciam na desvalorização de um automóvel. Entre os principais, podemos citar a demanda e a oferta.


Normalmente, quanto maior a procura por um veículo no mercado de 0 km ou seminovos, a desvalorização tende a ser mais baixa em comparação com os modelos da mesma categoria e ofertados a preços equivalentes. Outro item que influencia é a credibilidade da marca.

Por outro lado, vale ressaltar que automóveis são bens de consumo. Sendo assim, eles não podem ser vistos como um investimento e a sua preocupação principal também não deve ser o quanto você irá perder com um carro após um ano, por exemplo.

E caso você realmente tenha intenção de não perder dinheiro, deixe qualquer carro de lado, pois, além da desvalorização, você terá gastos com manutenção, impostos, combustível e outras conveniências, como estacionamento e lavagem.

Se isso for pesar em seu orçamento, pense na possibilidade de usar serviços de táxi ou outros meios de transporte, como o Uber. Mas isso é assunto para outro tipo de matéria.

Ainda assim, há alguns automóveis que são “amigos do seu bolso” quanto o assunto é depreciação. Conforme mostra um estudo da agência AutoInforme, atualmente o Chevrolet Onix Plus é o carro que menos desvaloriza em nosso mercado.

Para chegar a essa conclusão, a análise levou em conta o preço de um modelo 0 km entre agosto de 2020 e agosto de 2021, resultando no Selo Maior Valor de Revenda 2021. O estudo incluiu 126 veículos de 20 marcas, excluindo os que tiveram grandes mudanças ou que não atingiram 1.000 unidades vendidas no período.

No entanto, é importante ressaltar que os valores abaixo não são tabelados, pois os preços dos seminovos podem variar conforme a versão, equipamentos, estado de conservação, região e a situação (como a econômica) do momento em que ele está sendo ofertado.

Confira as mais de 150 listas Top 10 que temos no nosso site!

Outro fator importante é que, com o período atípico devido à pandemia do coronavírus, os modelos vencedores tiveram uma valorização no período. Tudo isso graças ao aumento expressivo nos preços dos modelos novos, o que aumentou a procura por seminovos.

Confira abaixo os 10 carros que menos desvalorizam no Brasil:

1) Hyundai HB20 – 17,2%

hyundai hb20 10 tgdi 2020 avaliação na 44

A primeira posição é de um carro que enfrentou certa resistência ao ser lançado, mas aos poucos provou ser um campeão de vendas: o Hyundai HB20. Ele fechou o período do estudo com uma valorização de 17,2% após um ano de uso.

Ele custa a partir de R$ 70.990 na versão Sense, com motor 1.0 de 80 cv e 10,2 kgfm de torque. Além disso, tem as configurações com o propulsor 1.0 turbo, com preços que chegam a R$ 104.990.

2) Toyota SW4Ford Ranger – 16,1%

Toyota SW4 2021 2

Na segunda posição, temos um empate entre dois modelos bem mais caros que o primeiro citado acima, incluindo o caríssimo Toyota SW4. Ele segue a mesma receita do Corolla e da Hilux, apostando forte na confiabilidade da marca, e apresenta um índice de 16,1% de valorização em seus 12 meses iniciais.

As versões flex do SUV saíram de linha, deixando apenas o motor 2.8 turbodiesel. Esse aparece em quatro versões, com valores entre R$ 380.340 e R$ 420.900.

O outro modelo que também ficou com 16,1% de valorização no primeiro ano de uso foi a picape Ford Ranger. Ela é oferecida nas opções de cabine simples ou dupla, sempre com motor diesel (2.2 ou 3.2) e preços entre R$ 218.290 e R$ 316.890.

3) Chevrolet Tracker – 15,9%

tracker

A terceira posição é de um SUV, ou seja, ele junta um bom valor de revenda com a alta procura desse segmento. Estamos falando do Chevrolet Tracker, que ficou 15,9% mais caro após um ano de uso.

Ele usa dois propulsores, sendo que o primeiro é o mesmo 1.0 turbo da família Onix, com 116 cv e 16,8 kgfm de torque. Na versão mais cara, aparece o 1.2 turbo de 133 cv e 21,4 kgfm de torque. Todas tem câmbio automático de seis marchas.

O modelo é vendido atualmente sem sua antiga opção manual de entrada. A gama conta com cinco versões e preços entre R$ 113.490 e R$ 147.410.

4) Chevrolet Trailblazer e Hyundai HB20S – 15,7%

chevrolet trailblazer premier 2022 1

A quarta colocação tem um empate entre dois modelos que não tem nenhuma relação entre si, exceto pelo fato de que ambos sobem 15,7% em seu valor depois de 12 meses de uso.

O Chevrolet Trailblazer é um deles, o que significa que seus donos vão sentir um pouco menos o peso de desembolsar R$ 364.050 pelo utilitário. Vendido apenas na versão Premier, ele vem com motor 2.8 turbodiesel.

O outro modelo que também sobe 15,7% em seu preço é o Hyundai HB20S, mostrando que a família de populares da marca é uma boa compra. O sedã compacto tem seis versões, com motor 1.0 aspirado ou 1.0 turbo e preços entre R$ 78.690 e R$ 108.390.

5) Toyota Hilux – 15,5%

Toyota Hilux SRX 2021

Outro modelo da Toyota aparece nessa lista, e novamente sem gerar nenhuma surpresa. Estamos falando da picape Hilux, que tem uma valorização de 15,5% em média no seu primeiro ano.

Com excelentes vendas em sua categoria, apesar do preço cada vez mais alto, a picape da Toyota varia entre R$ 240.380 e R$ 348.790. Sua gama de motores perdeu a opção 2.7 flex de 163 cv e 24,9 kgfm de torque e ficou apenas com a 2.8 turbodiesel de 204 cv e 50,9 kgfm.

6) Nissan Frontier e Honda City – 14,9%

frontier 2020 5

Outro empate dessa lista ocorre na sexta posição, onde Nissan Frontier e o Honda City aparecem com 14,9% de valorização após seus 12 meses iniciais de uso.

Vale citar que aqui estamos falando da picape anterior ao novo modelo apresentado recentemente, que ainda é oferecida no site da marca em quatro versões, com motor 2.3 turbodiesel de 160 ou 190 cavalos.

É o mesmo caso do sedã compacto, que no período da pesquisa ainda era vendido na geração anterior. Atualmente, o novo City é ofertado em três versões, com valores entre R$ 107.900 e R$ 123.200.

7) Renault Kwid – 14,5%

renault kwid zen 2023

O renovado Renault Kwid continua sendo um dos carros mais baratos do Brasil, o que é uma boa receita quando adicionamos sua valorização de 14,5% depois de um ano.

Ele ficou um pouco mais forte com seu motor 1.0 de 71 cv e 10 kgfm, além de ser equipado com quatro airbags, controle de tração e estabilidade, direção elétrica, ar-condicionado, entre outros.

A marca francesa atualmente oferece seu compacto em quatro versões, com preços entre R$ 61.090 e R$ 68.690.

8) Fiat Strada – 14,3%

fiat strada endurance cs 2022

Os ótimos resultados da Fiat Strada em seu segmento não são nenhuma novidade para os brasileiros, e isso ajuda a explicar sua baixa desvalorização nos anos recentes. Em 2021, o resultado foi ainda melhor, com 14,3% de alta no preço após um ano.

Sua linha atual conta com as versões Endurance, Freedom, Volcano e a recém-adicionada Ranch, que são vendidas com os motores 1.4 ou 1.3. Os preços variam entre R$ 92.290 e R$ 119.690.

9) Land Rover Discovery Sport – 14,1%

land rover discovery sport p250 2022

Um dos principais produtos da Land Rover no Brasil, o Discovery Sport conseguiu ficar na nona posição dessa lista. Seus proprietários viram o preço do SUV de luxo subir 14,1% depois dos primeiros 12 meses de uso.

Com uma ampla gama de seis versões, o modelo tem os motores 2.0 turbodiesel de 199 cv e 2.0 turboflex de 249 cv. Seus preços começam em R$ 327.900.

10) Chevrolet Montana – 13,6%

montana sport 2

Ainda disponível no período observado pelo estudo da agência AutoInforme, a picape Chevrolet Montana fecha a lista dos 10 modelos que menos desvalorizaram em 12 meses. Sua valorização foi de 13,6%.

Antes vendida como uma rival para Strada e Saveiro, agora estamos esperando o lançamento da nova Montana. A picape virá com porte de Renault Oroch, cabine dupla e a provável utilização do motor 1.2 turbo do Tracker.

Autor: Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.