Listas Top 10 Mercado Preços Segurança

Top 10: Carros mais baratos com controle de tração

fiat-uno-attractive-sporting-way-NA-42-1-1024x682

O controle de tração é um sistema eletrônico que impede as rodas motrizes de girar em falso. Ou seja, patinar nas saídas ou quando aplicado aceleração, reduzindo o torque enviado para as rodas. O dispositivo geralmente é oferecido junto com o controle eletrônico de estabilidade, mas existem exceções, assim como o assistente de partida em rampa, que em alguns carros não está disponível com esses outros dois equipamentos.


O sistema monitora a rotação das rodas de modo a identificar se as motrizes, sejam dianteiras, traseiras ou as quatro, estão girando na mesma velocidade. Quando se verifica que uma ou mais estão girando mais rápido que as demais, o módulo de gerenciamento eletrônico imediatamente aciona o freio da respectiva roda ou mesmo corta parte da aceleração para evitar que elas continuem girando em falso, garantindo assim melhor aderência e controle ao veículo.

TCS-Sys

Antes presente apenas em carros de luxo, o chamado popularmente de “TCS” acabou chegando ao segmento médio e depois aos compactos de entrada. Então, hoje em dia, carros como Uno e Ka podem dispor do dispositivo, assim como carros grandes. No segmento de entrada, boa parte dos modelos já oferecem essa tecnologia, seja de fábrica ou opcional. Então, vejamos numa lista Top 10 abaixo, quais são os carros mais baratos com controle de tração:


1) Toyota Etios X – R$ 48.400

toyota-etios-sedan-2019-x-x-plus-xls-platinum-8-1024x512

O Etios ganhou recentemente um acréscimo importante em termos de segurança, passando a adotar controles de tração e estabilidade, bem como assistente de partida em rampa de série, o que o torna o mais barato carro com estas tecnologias. O hatch é bem básico em sua versão X, não tendo nem rádio, mas vem com vidros elétricos, travas elétricas, direção elétrica, ar-condicionado, cluster digital e computador de bordo, entre outros. Seu motor 1.3 Dual VVT-i tem 88 cavalos na gasolina e 98 cavalos com etanol, tendo câmbio de seis marchas.

2) Fiat Uno Drive – R$ 48.514*

fiat-uno-2018-1-1024x704

O hatch da Fiat chama atenção por ter opção de controle de tração, assim como de estabilidade e assistente de partida em aclive desde a versão de acesso Drive. Com isso, o Uno equipado com motor 1.0 Firefly de três cilindros e 72 cavalos na gasolina, além de 77 cavalos no etanol, se torna mais seguro, nesse aspecto, que o Argo Drive 1.0. O pequenino da Fiat vem bem equipado com o Kit Tech e tem sistema de áudio com Bluetooth e USB, além de sensor de pressão dos pneus, trio elétrico completo, computador de bordo, faróis de neblina, entre outros.

3) Ford Ka SE Tecno – R$ 49.190

ford-ka-2018-1-1024x712

O hatch da Ford só dispõe de controle de tração no pacote AdvanceTrac (que inclui também controles de estabilidade e assistente de saída em aclive) na versão SE Tecno, que tem motor 1.0 Ti-VCT Dragon com 80 cavalos na gasolina e 85 cavalos no etanol, contando com câmbio manual de cinco marchas. Essa versão vem com faróis escurecidos, trio elétrico completo, direção elétrica, ar-condicionado, rodas de aço com calotas aro 15, faróis de neblina, SYNC e assistente de emergência (SAMU 192).

4) Volkswagen Polo MPI – R$ 51.070*

polo-1024x576

O novo compacto da VW se apresenta sem controle de tração, mas o pacote Safe garante não só esse item, como também controles de estabilidade e assistente de partida em rampa. Assim, o preço sugerido de R$ 49.990 salta para R$ 51.070. O Polo MPI vem de série com quatro airbags, vidros dianteiros e traseiros elétricos, ar-condicionado, direção elétrica, luzes de leitura dianteiras e traseiras, computador de bordo, rodas de aço aro 15 com calotas, entre outros. O motor EA211 1.0 MPI entrega 75 cavalos na gasolina e 82 cavalos no etanol.

5) Toyota Etios Sedan X – R$ 53.240

toyota-etios-sedan-2019-x-x-plus-xls-platinum-1-1024x512

Assim como o hatch, o Toyota Etios Sedan também recebeu o pacote de segurança com controles de tração e estabilidade, além do assistente de partida em rampa. Na versão X, o acabamento básico é o mesmo do irmão menor, mas o modelo está disponível com motor 1.5 Dual VVT-i de 102 cavalos na gasolina e 107 cavalos no etanol, bem como transmissão manual de seis marchas, havendo opção de automático com quatro velocidades, como no hatch (desde o 1.3).

6) Volkswagen move up! – R$ 55.700**

vw-move-up-2018-apresentação-NA-20-1024x687

O up! é um subcompacto que foi reposicionado pela VW para ficar acima do Gol e abaixo do Polo, mas só oferece controle de tração na versão move up! quando equipado com o motor EA211 R3 1.0 TSI com 101 cavalos na gasolina e 105 cavalos no etanol. Com câmbio manual de cinco marchas, o pequenino dispõe apenas de controle de tração, chamado de M-ABS pela marca alemã. Diferente de todos os demais modelos desta lista, ele não oferece nem controle de estabilidade e nem assistente de partida em rampa.

7) Ford Ka Sedan SE Advanced – R$ 56.690

novo-ford-ka-sedan-1024x680

Da mesma forma que o Ka ganhou uma versão destacada chamada SE Tecno, o Ka Sedan apresenta o SE Advanced, focado em oferecer mais itens de série por um preço menor, aliás, até abaixo do SEL 1.0. Assim, equipado com motor Sigma 1.5 Ti-VCT de até 110 cavalos, o modelo apresenta o pacote AdvanceTrac com os três sistemas de segurança destacados no Ka Tecno, garantindo assim maior controle e segurança durante a condução, destacando-se o Assistente de Emergência, que aciona o SAMU (192) em caso de acidente, através do celular. Também vem igualmente equipado com os itens oferecidos no Tecno. O preço é o mesmo de entrada do New Fiesta.

8) Honda Fit DX – R$ 59.300

honda-fit-2018-NA-40-1024x682

O monovolume da Honda aparece em sua rara versão de entrada, a DX. Com ela, o Fit se torna um dos 10 (no caso 11) carros mais baratos com controle de tração. O item foi adicionado à linha 2018 junto com gerenciamento eletrônico de estabilidade e o dispositivo e travamento dos freios por três segundos em aclives, facilitando assim a saída. Com motor 1.5 i-VTEC FlexOne de 115 cavalos na gasolina e 116 cavalos no etanol, o japonês vem com câmbio manual de cinco marchas, outra raridade vista no mercado. Oferece ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico completo, sistema de basculamento do banco traseiro (ULTRa Seat), entre outros.

9) Ford New Fiesta SE Style – R$ 59.590

new-fiesta-style-1024x663

O compacto premium da marca americana só disponibiliza o controle de tração na segunda versão, a SE Style, que chama atenção pelo visual personalizado com detalhes em preto brilhante, o que inclui rodas de liga leve aro 16 polegadas e retrovisores. Tem ar-condicionado, direção elétrica, trio elétrico, sensor de estacionamento, SYNC, assistente de emergência (SAMU 192), pneus 195/50 R16, entre outros. Tem também controle de estabilidade e assistente de rampa. Seu motor é o Sigma Ti-VCT 1.6 com 125 cavalos na gasolina e 128 cavalos no etanol. O câmbio é manual de cinco marchas.

10) Fiat Argo Drive GSR – R$ 59.990

fiat-argo-2018-1-1024x682

O hatch compacto da Fiat peca por não oferecer o controle de tração nem na versão Drive 1.3 manual, que dirá na equipada com motor 1.0, perdendo até para o Uno nesse aspecto. O dispositivo só aparece na Drive GSR, que custa bem mais. Pelo menos o item surge de série junto com assistente de saída em aclive e o controle de estabilidade. Equipado com o câmbio automatizado GSR-Comfort, o Argo tem motor Firefly 1.3 com 101 cavalos na gasolina e 109 cavalos com etanol. Nessa versão vem com paddle shifts, comandos de marcha por botão, piloto automático, Start&Stop, sensor de pressão dos pneus, entre outros itens de conforto e segurança.

10) JAC T40 – R$ 59.990

Novo-JAC-T40-26-1-1024x682

Se a JAC Motors não tivesse aumentado o preço do crossover T40, ele não teria empatado com o Fiat Argo Drive GSR nesse quesito. O modelo chinês já vem de série com assistente de partida em rampa e controle de estabilidade, mas oferece também o controle de tração, tema desse Top 10. Para sermos justos, divididos a última posição entre os dois. O modelo tem um pacote bem completo, incluindo rodas de liga leve aro 16 polegadas, ar-condicionado, trio elétrico, direção elétrica, sistema de áudio com Bluetooth e USB, bancos conforto, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, piloto automático, faróis de neblina, LEDs diurnos, entre outros. Seu motor é o 1.5 JetFlex com 125 cavalos na gasolina e 127 cavalos no etanol. O câmbio é manual de cinco marchas.

(*) Opcional

(**) Apenas TSI

[Imagens ilustrativas]

5.0

COMPARTILHAR:
  • awatenor

    Muito engraçado carros com motores fracos e pesados com CT…melhor seria com controle de estabilidade, que deveria ser de série em tudo que roda há muito tempo……

    • Louis

      Realmente o controle de estabilidade é o mais importante em carros pouco potentes. Talvez o controle de tração seja útil em neves para estes carros fracos.

    • Verdades sobre o mercado

      Se tem controle de estabilidade tem controle de tração. Com excecao do up todos os demais tem controle de estabilidade

      • leandro

        E pra que serve controle de tração em carro fraco?
        Para absolutamente nada!

        • Daniel Thomé

          Todo carro com controle de estabilidade necessariamente contém controle de tração e ABS para funcionar. Mas é possível ter apenas controle de tração e ABS. Na lista, apenas o Up! usa somente o controle de tração + ABS porque tem o motor TSI, que tem muito torque e faria as rodas patinarem facilmente em acelerações sem este controle. Para economizar, a VW inseriu apenas o controle de tração para remediar isso…

          • leandro

            Discordo. Não foi por muito torque que a VW colocou o CT no up, foi por economia porca para não colocar ESP e ainda assim encher a cabeça dos 92% de brasileiros que não entendem essa sopa de letrinhas

            • Daniel Thomé

              Pega um Up! TSI, desliga o TC (vai ter que desconectar o sensor do ABS) e tenta subir alguma ladeira em dia de chuva com ele!

              • leandro

                Subo até de ré, aqui tem braço!
                Faço off road desde os 17 anos de idade, morei em ouro preto 10 anos..
                Acha que nunca passei por todo tipo de adversidade?

                E outra, não conheço o CT da VW, mas o da Ford já tenho há 5 anos e garanto que é uma bobagem… Se a roda patinar o carro engasga, se vc atolar o carro tem que desligar pra conseguir sair

                • Daniel Thomé

                  O fato de você “ter braço” e ser hábil em “dar ré” não habilita os outros consumidores a realizar as mesmas proezas e peripécias! A VW nunca enalteceu a presença do controle do Up! TSI em nenhuma campanha de marketing visando segurança. Todo o apelo de segurança do carro foi sobre as 5 estrelinhas do crash test. Isso porque as demais versões do Up! não possuem o controle de tração. Não faria muito sentido colocar só no TSI com o único propósito para vender a imagem de “seguro”. Cai por terra totalmente seu argumento.

                  A engenharia jamais colocaria um módulo que agrega custo ao produto sem um propósito real.
                  Up! TSI tem peso pena, torque alto em giro baixo e pneus finos com composto “duro” pra economia de combustível. Por isso patina e patina muito sem TC!

                  • leandro

                    Não estou dizendo isso, o primeiro comentário era economia porca em colocar só o CT sem ESP.

                    • Marcio Souza

                      Tinha um Celta, e uma vez um cara entrou num cruzamento a minha frente sendo que a preferencial era minha. Tive que tirar de uma tal forma, que só não bati em alguém no sentido contrário pois não haviam carros. Se eu tivesse um TCS, conseguiria tirar e voltar para a minha mão na via.

                    • leandro

                      Controle de tração e estabilidade são coisas beeeem diferentes… Pode pesquisar

                    • Marcio Souza

                      Normalmente estão juntos. Mas concordo contigo.

                  • Marcelo Alves

                    O que me diz então do Fox Highline que tinha o TC de série e ESP opcional? Que utilidade tem o TC no Fox 1.6 16v, eu não sei, foi mais por marketing do que realmente por ser algo útil…

                    A razão do porquê eu acho que a VW não colocou ESP no Up! brasileiro é porque o nosso Up! não usa o mesmo monobloco do europeu, o nosso é maior, então provavelmente eles teriam que fazer testes para “validar” o uso do ESP no Up! BR e isso envolve custos, e pra piorar o consumidor não vai comprar o ESP (a maioria dos Fox highline por ai não têm)… Já o Fox como já era um modelo de exportação para a Europa, sempre teve ESP desde os idos de 2004/2005, então eles colocaram no Highline 10 anos depois já com o carro em fim de vida.

        • Verdades sobre o mercado

          O controle de tração é necessário pois ele é um dos mecanismos utilizados pelo controle de estabilidade.
          Em uma situação de subida com pouca aderência o controle de tração pode ser útil em um carro fraco.

          • leandro

            Exato, mas sem o controle de estabilidade num carro fraco não ajuda em quase nada

          • Victor Eduardo

            Depende muitoooo da subida. Se roda distracionar muito o carro não vai subir. O sistema vai cortar força total do carro. Meu VSA é assim rs. Prefiro desligar para subir algumas rampas

  • Só uma correção: o 1.0 MPI no Polo tem 84 cv no etanol.

  • th!nk.t4nk

    Olha a GM dominando novamente… Não, pera.

    • Daniel

      As vendas vão de vento em popa, por qual razão investiriam em segurança?

  • Leonardo azevedo

    Incrível como a Ford é uma das poucas a oferecer excelentes motores e bom nível de equipamentos em praticamente toda a gama

  • Victor Eduardo

    Fiquei na dúvida… Meu carro tem o VSA Honda. Civic EXS. Essa explicação de freiar “a roda” achei bem diferente da sensação que tenho.

    Sensação que o sistema passa é de cortar aceleração (Giro do motor não sobe) e não freiar a roda sem aderência.

    Uma vez subindo um morro de paralelepípedo aonde senti que a roda direita estava sem aderência, porém a esquerda conseguia tracionar. O sistema cortou a força total do carro toda vez que a roda direita patinava.

    Desliguei o sistema, e o carro subiu patinando a roda direita mas com aderência suficiente na esquerda para se deslocar.

    Fiquei com essa duvida sobre cortar rotação das duas rodas, ou “freiar” a que está girando em falso.

    • MMM

      Acho que vc perdeu uma parte do texto: “o módulo de gerenciamento eletrônico imediatamente aciona o freio da respectiva roda ou mesmo corta parte da aceleração para evitar que elas continuem girando em falso”.

      Sim, ele também corta a aceleração.

      • Victor Eduardo

        Corta é tudo. O carro só vai andar se as duas rodas estiverem com aderência ;(

        Podia deixar só a sem aderência parada.

    • Wellington Myph13

      O sistema freia e também corta o acelerador. O ESP da Honda é meio estranho. Tem vários testes na internet de revistas especializadas testando alguns carros da Honda e o sistema não consegue dar conta em alguns pisos…

  • Mauro Banqueiro

    Controle de tracção só assiste rodas motrizes… podem não ser suficiente numa mudança de trajectória brusca.

    Controle de estabilidade controla todas as rodas do carro…. este sim é mais eficaz

  • Debraido

    O Uno ter desde o 1.0 e o Argo só do 1.3 GSR para cima, não faz o menor sentido.

  • Wellington Myph13

    Sonora retificar, se for Só controle de tração, o Polo já tem de série nos 49.990,00. Ele não muda de posição no ranking citado, mas não é necessário nenhum pacote para o controle de Tração apenas. O M-ABS é o controle de tracO da VW e é isso que o up! TSI tem.

    • TT 230

      No “monte o seu” da VW, a lista de itens de série não indica que o Polo de 49.990 tem o M-ABS.

      E os pacotes de opcionais indicam o controle de tração (ASR). Então não o Polo não tem controle de tração de série. Nem o M-ABS.

      • Wellington Myph13

        Realmente não consta lá, e eu até ia linkar todos os sites de imprensa do lançamento do Polo falando que ele vem de série com controle de tração, o M-ABS, mas só pesquisar no Google em qualquer site que achar mais crível, até mesmo a notícia do NA sobre ele consta…

        • TT 230

          Disso eu sei (no lançamento eu também acreditei que vinha). Mas o carro não vem. Inclusive em concessionária eu verifiquei.

          Eu acredito em um erro em massa. Assim como toda imprensa divulgou que o Jac T40 CVT top de linha custa 69.990 e vem com couro, central, e uma vasta lista de itens. O top na verdade custa 72.990 e tá bem explicado no site da Jac, confirmado por telefone por concessionária.

          Eu também poderia colocar todos os links dos principais sites que afirmam que o top custa 69.990, mas tá tão fácil quanto o caso do M-ABS.

          Como disse, acredito em erro em massa das acessorias de imprensa e/ou do marketing que divulgaram errado. (Eu já presenciei erros em slides de uma apresentação que foi fotografada e postada aqui)

          • Wellington Myph13

            Caramba hein… Eu vou na CSS pra conferir isso também, me deixou curioso… Tentei achar uma foto que tiraram do telão no lançamento do Polo onde dizia que ia ter o M-ABS, se não me engano foi do Noticiasautomotivas mesmo até, mas não consegui achar…

  • Hudson Borges

    Este dispositivo foi o grande motivo para a venda do meu Up Tsi com apenas 3 meses de uso, que dispositivo sem utilidade, so serve para cortar a força do carro quando vc mais precisa, realmente vendi pois não conseguia ter confiança nas arrancadas, nunca sabia se ele iria ou não!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email