*Destaque Listas Top 10 Segurança

Top 10: carros menos visados para roubo

nissan-march-colors Top 10: carros menos visados para roubo

Com a situação precária da segurança em nosso País, sair a bordo de um veículo pelas ruas é sempre um desfio. Aquela sensação de insegurança ao deixar um automóvel estacionado é algo comum entre praticamente todos os motoristas, sem ter a certeza de que ele estará no mesmo lugar quando o indivíduo retornar de seus afazeres. Tanto é que o seguro veicular é indispensável, para evitar quaisquer dores de cabeça.



No entanto, para a alegria de muitos, há uma série de automóveis que não costumam ser alvo frequente dos ladrões no território brasileiro. A lista inclui desde carros populares até modelos de luxo – ou seja, há opções para todos os bolsos. Tendo como base o levantamento IVR (Índice de Veículos Roubados) feito pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados), que regulamenta o setor de seguros privados, selecionamos os 10 principais carros menos roubados em nosso País, considerando apenas modelos que ainda estão à venda entre os 0 km. Confira:

1) Kia Picanto – 0,354

kia-picanto-brasil Top 10: carros menos visados para roubo

O primeiro deles é o Kia Picanto. O hatch compacto da fabricante coreana fez a sua estreia em nosso mercado há uma década e se posiciona como o carro de passeio menos roubado por aqui. Ele possui um índice de roubo/furto de 0,354, com 9.882,16 veículos expostos e 35 sinistros.

Atualmente a Kia Motors oferece o Picanto em duas versões de acabamento, sempre com motor 1.0 flex de até 80 cavalos de potência, com transmissão manual de cinco marchas ou automática de quatro velocidades. O preço inicial do automóvel coreano é de R$ 40.990 e a lista de equipamentos pode incluir itens como retrovisores externos com aquecimento e rebatimento elétrico, ar-condicionado, trio elétrico, Isofix, sistema de som com Bluetooth, rodas de liga-leve, entre outros.

2) Fiat 500 – 0,411

fiat-500-cult-2017-1 Top 10: carros menos visados para roubo

Em segundo lugar está o Fiat 500, um hatch de dimensões bastante reduzidas que chama a atenção do público pelo visual retro. A atual geração do modelo voltou a ser vendida recentemente em nosso mercado e é o segundo menos roubado, com índice de roubo/furto de 0,411, 8.762,39 veículos expostos e 36 sinistros.

Este modelo pode ser encontrado em versão única de acabamento, com motor 1.4 flex de 88 cv, transmissão manual de cinco marchas e preço de R$ 61.396. A lista de itens de série é farta, com controle de estabilidade, assistente de partida em rampas, volante multifuncional em couro, teto solar elétrico, monitoramento da pressão dos pneus, faróis com ajuste elétrico de altura, seletor de modo de condução Sport, entre outros.

3) Honda City – 0,430

honda-city-brasil Top 10: carros menos visados para roubo

Um dos carros mais vendidos da Honda no mercado brasileiro, o City também é um dos menos roubados por aqui. O sedã compacto da fabricante japonesa registrou neste ano um índice de roubo/furto de 0,430, com 698,47 veículos expostos e três sinistros.

Os interessados pelo atual Honda City podem adquiri-lo em quatro versões de acabamento, todas com motor 1.5 litro flex de 116 cavalos de potência, atrelado a um câmbio manual de cinco marchas ou automático do tipo CVT. Os preços partem de R$ 60,9 mil e, entre os itens de série, ele pode dispor de seis airbags, acabamento interno em couro, ar-condicionado digital, central multimídia com tela de sete polegadas, piloto automático, câmera de ré, faróis de neblina, entre outros.

4) Subaru Forester – 0,432

subaru-forester-xt-turbo-2017-4 Top 10: carros menos visados para roubo

Um dos modelos mais esquecidos no segmento de crossovers, o Subaru Forester pode ser considerado uma boa compra para quem busca um modelo pouco visado pelos ladrões. O utilitário-esportivo médio é o quarto menos roubado, com índice de roubo/furto de 0,432, 2.317,45 veículos expostos e 10 sinistros.

Ele conta com duas versões, a Sport com motor de 150 cv e a XV Turbo com um propulsor turbo de 24O cv, ambas com transmissão automática Lineartronic CVT de seis e oito marchas, respectivamente, e opção de tração AWD. O preço inicial é de R$ 131,9 mil. Nos equipamentos, há seis airbags, rodas aro 18, faróis dianteiros em xênon com luzes diurnas em LED, teto solar panorâmico, sistema multimídia com navegador GPS, banco do motorista com ajuste elétrico e memória, entre outros.

5) Suzuki S-Cross – 0,458

Suzuki-S-Cross-1 Top 10: carros menos visados para roubo

Outro modelo que também vive “nas escondidas” é o Suzuki S-Cross, atual automóvel mais caro da fabricante japonesa no mercado brasileiro. Ele possui índice de roubo/furto de 0,458, 220,43 veículos expostos e 1 sinistro.

O S-Cross oferece duas versões de acabamento, com preços que partem de R$ 95.990, com motor 1.6 litro de 126 cv ou 1.4 turbo de 146 cv, ambos com transmissão automática de seis marchas e opção de tração AWD para o segundo propulsor. Este modelo pode ser equipado com seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado de duas zonas, interior em couro, sistema multimídia com tela de nove polegadas e WiFi, rodas de 17 polegadas, entre outros.

6) Audi Q7 – 0,466

audi-aq7-avaliação-NA-7 Top 10: carros menos visados para roubo

Primeiro carro de luxo desta lista, o Audi Q7 e o sexto menos roubado por aqui. O índice de roubo/furto do carro é de 0,466, com 214,67 veículos expostos e apenas um sinistro.

O Audi Q7 é ofertado por aqui em sua segunda geração, na versão de acabamento Ambiente, equipada com itens como faróis bi xênon com assistente para luz alta, teto solar panorâmico, bancos dianteiros elétricos com memória para o do motorista, chave keyless, iluminação ambiente, interior em couro, retrovisores externos com rebatimento elétrico, aquecimento e memória, ar-condicionado de quatro zonas, sistema de som Bose 3D, painel Audi virtual cockpit, câmeras com visão 360º, suspensão dinâmica, entre outros.

Na motorização, há um 3.0 TDI a diesel de 258 cv, com câmbio automático de oito marchas e tração nas quatro rodas. O preço inicial do carro é de R$ 417.290.

7) Volvo XC90 – 0,475

volvo-xc90-d5-2017-impressões-NA-1 Top 10: carros menos visados para roubo

Uma das referências em segurança entre os SUVs, o Volvo XC90 também é pouco visado pelos ladrões. O utilitário-esportivo de luxo registrou neste ano um índice de roubo/furto de 0,475, 210,33 veículos expostos e apenas um sinistro.

Atualmente, o Volvo XC90 conta com as versões Momentum, Inscription e Excellence, com motor T6 a gasolina de 320 cv, D5 a diesel de 235 cv ou T8 híbrido de 407 cv. Ele pode oferecer itens como frenagem automática com visão noturna, alerta de ponto cego com Cross Traffic Alert e assistente de direção, alerta de colisão traseira, leitura de placas, painel de instrumentos digital e ar-condicionado com quatro zonas.

Há ainda teto solar panorâmico, bancos dianteiros com ajustes elétricos, aquecimento, ventilação e memória, assentos dianteiros e traseiros com função massagem, sistema de som Bowers & Wilkins com 19 alto-falantes, subwoofer e 1.400 watts, sistema Pilot Assist, controle de cruzeiro adaptativo, Park Assist, faróis full LED, entre outros. Seu preço inicial é de cerca de R$ 360 mil.

8) Toyota RAV4 – 0,503

novo-toyota-rav4-1 Top 10: carros menos visados para roubo

Outro crossover é o Toyota RAV4, que também não é um primor em vendas. O crossover de porte médio da fabricante japonesa possui índice de roubo/furto de 0,503, com 8.752,76veículos expostos e 44 sinistros.

Ele dispõe de apenas uma versão, que custa R$ 159.290 e oferece motor 2.0 de 145 cv com câmbio CVT. Entre os recursos, há sete airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, ar-condicionado de duas zonas, sistema multimídia com tela sensível ao toque, banco do motorista com ajustes elétricos, chave keyless e partida por botão, entre outros.

9) Nissan March – 0,551

nissan-march Top 10: carros menos visados para roubo

Em nono lugar está o Nissan March. Atual automóvel de entrada da marca japonesa por aqui, ele possui índice de roubo/furto de 0,551, com 27.609,56 veículos expostos e 152 sinistros.

A Nissan oferece o March em três versões de acabamento, com motor 1.0 de 77 cv ou 1.6 cv de 111 cv e transmissão manual ou automática do tipo CVT, com preços que partem de R$ 44.490. A versão mais cara do carro oferta itens como ar-condicionado digital, sistema multimídia com tela sensível ao toque e conexão à internet por WiFi, direção elétrica, volante multifuncional em couro, câmera de ré, entre outros.

10) Honda CR-V – 0,584

honda-cr-v-1 Top 10: carros menos visados para roubo

Por último, o Honda CR-V aparece com índice de roubo/furto de 0,584, com 29.270,80 veículos expostos e 171 sinistros. A atual geração do carro conta com apenas uma versão, com motor 2.0 flex de 155 cv, transmissão automática e tração nas quatro rodas, por R$ 148 mil.

Como itens de série, o CR-V dispõe de seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, ar-condicionado de duas zonas, sensores de luz e chuva, interior em couro, sistema multimídia com tela sensível ao toque e navegador GPS, piloto automático, volante multifuncional, câmera de ré, faróis de neblina, entre outros.

5.0

  • Ângelo Coppo

    Eu fico admirado com a qualidade/bons atributos que o Picanto tem. Bonito, econômico, “barato”, pouco visado para roubo, vem de uma boa marca etc etc etc. É uma pena que infelizmente é um carro que não faz sucesso no nosso mercado.

    • ViniciusVS

      Porque é apertado e manco….

      Mas para a proposta do carro é de fato excelente.

      • Racer

        Mas é incoerência pedir espaço em um carro deste tamanho. E sobre o “manco”, nenhum pouco…Ele anda, e muito bem, para o motor que tem.

        • ViniciusVS

          Para o consumidor comum infelizmente é… acabou virando um carrinho de nicho até mesmo pelo valor elevado em comparação com carros do mesmo tamanho

          • Racer

            Já comparei….voltei a comparar…. Quero um carrinho deste tamanho, mas não quero um pé de boi. Não tem nenhum outro que se assemelhe em acabamento e construção. Já pensei no Fiat 500, que apesar de ser um pouco maior é bem acabado. Nem mesmo o Up me agrada, mesmo sendo pequeno.

            • ViniciusVS

              Acho um carro bem legal, eu teria.

            • EDU

              Se vc procura algo pra rodar na cidade economico , bem equipado e ligeirinho faça como eu comprei um 500 e estou 100% satisfeito. Picanto tambem seria uma otima opçao.

              • Davi Millan

                Nessa categoria (subcompactos). O Picanto e o 500 são os únicos que consigo recomendar. Nem o Up! Eu recomendo, mesmo tendo um.

                • Matthew

                  É o padrão de carro subcompacto do primeiro mundo. Nos EUA tem o Chevy Spark nesse mesmo estilo do Picanto; e, pasmem, ele vem com motor Ecotec 1.4-16v de 105 cv. É aquele tipo de carro que se fosse importado nas condições vigentes seria mais caro do que o ZerOnix. Mas se fosse um país de comércio livre, seria ainda mais barato que o modelo local com qualidade muito superior.

                  • Davi Millan

                    Sim, esses carros subcompactos com qualidade de primeiro mundo são excelentes.

                • Racer

                  Meu irmão tem um Up!…também não consegui gostar do carrinho. Tem qualidade…mas na condução eu não me agradei.

                  • Davi Millan

                    É o que digo. Esse carro tem três coisas boas. anda bem, consome pouco e é seguro. Do resto to odiando, além de estar tendo trocentos defeitos por mês e o pós-venda da VW que é o pior de todos que já passei, inclusive pior que o da Jac Motors. O melhor foi da Kia seguido da Citroen.

                • carroair30

                  PQ ? o que vc nao gostou no UP ?

                  • Davi Millan

                    Só tem três coisas boas no carro. Potência, economia de combustível e segurança. Do resto é uma M!!! Tem trocentos defeitos por mês, o pós-venda da VW é outra M#### além do comportamento dinâmico péssimo, com uma suspensão muito alta fazendo o carro fica até perigoso em curvas de alta.

              • Racer

                É esta a proposta. E tenho justamente estes dois como primeira opção. São pequenos, econômicos, porém bem acabados e equipados.

              • SDS SP

                Prefiro o 500, por ter mais oferta de peças. Até o seguro é mais barato do que o Kia, pelo menos no meu perfil.

      • Luiz de Assis

        Alguém poderia sugerir uma relação de mancos já que apelidaram o Picanto?

        • ViniciusVS

          Kkkkk, Isso na visão do consumidor comum, o carro tem preço elevado e acaba brigando com modelos maiores…

          Eu acho o conceito de subcompacto com AT de verdade bem legal e acho esse carro bem agradável para uso urbano, entendo a proposta do veículo e o maior problema é justamente ele ser de uso específico e não versátil o que deixa ele como carro de nicho.

          • Michel

            É manco, só arranca junto com as motos no semáforo e deixa todo mundo pra trás sem precisar pisar fundo.

            • ViniciusVS

              O automático?

              • Racer

                Eu já dirigi o Picanto, e justamente o AT, e não achei ele nada manco. O carrinho desenvolve muito bem, as trocas de marcha bem imperceptíveis.

              • Michel

                Sim, o automático.

      • Raul Pereira

        Tem um detalhe: peças. O do meu amigo deu problema na bateria e foi um sufoco pra consertar. E quando consertou ainda foi feita meio que uma gambiarra, pois nãotinham as peças disponíveis. Isso falando de css.

        • Russel Riehle

          Eu tive um 2009 comprado 0km.
          Não sei se no modelo novo ainda é assim. Mas no modelo do meu esse lance da bateria é uma bobagem.
          O que acontecia é que não havia à venda no Brasil nenhuma bateria com as especificações originais do modelo. Então quando era necessário trocar, o usuário não ia encontrar nenhuma no mercado.

          Mas é um problema que ganhou proporções maiores do que ele mesmo!
          Isso porque era muito simples de resolver e a própria autorizada já era orientada a proceder com a “gambiarra”. Mas a gambiarra nada mais era do que um suporte colocado no local para que pudesse entrar uma bateria comum dessas que vendem no Brasil (era usada a mesma que ia no Celta).

          E problema resolvido.
          A última troca que fiz foi fora da garantia e quando levei o carro na loja o próprio rapaz que atendeu já perguntou se tinha o suporte. Se não tivesse ele mesmo poderia adaptar.

          Enfim.. Nada muito problemático.

          As demais experiências que eu tive na concessionária não foram ruins.
          Atendiam bem. As revisões na época não eram de preço fechado mas nunca eram abusivas.

          E com relação às peças, as únicas que precisei foram uma lanterna traseira direita e um retrovisor direito.
          Ambos tinham para pronta-entrega.

          • Raul Pereira

            Bom esclarecimento. Provavelmente foi a mesma coisa que houve com meu amigo, mas como ele não nenhum interessado por carros, não sabia explicar exatamente.

        • joao vicente da costa

          Um problema que tive com um Picanto (da geração anterior) foi achar pneus na medida certa. Acho que só ele usava aqueles pneus… não achava e quando encontrava, eram caríssimos!

          E, não sei o modelo atual, mas o anterior, com câmbio automático era muuuuito manco.

      • Rafael Oliveira

        o problema dele é o IPI majorado, pouco antes do inovar auto entrar, ele vendia muito bem, devido ao preço. Depois do aumento deixou ser uma opção viavel. Além do fato que é muito mais interessante para a KIA utilizar a quota com as SUVs.

        • Linkera

          Rafael, concordo que a Kia tenha que pagar o IPI majorado neste carro mas vou fazer uma ressalva.
          Em 2011,às vésperas do aumento do IPI para importado, eu estava cotando um Picanto para a minha ex.
          O preço era de excelentes 35k na época. Mas logo em seguida veio o IPI majorado e o carrinho deu um salto para 40k e perdeu o CxB na época.
          Porém, de 2011 para cá este carro não inflacionou e os 40k de 2011 (que eram um péssimo negócio à época pois ultrapasssava o valor de todos os carros da mesma categoria – como por exemplo o Fiat 500 Cult a 38k), hoje já parece ser um excelente negócio visto que todos os seus concorrentes tiveram o preço elevado e ele não.
          Na minha opinião o que matou este carro foi o timing do lançamento (ele foi lançado justo na prévia do IPI majorado – mas a KIA não tinha como prever) e a falta de publicidade pois muitas pessoas que pensam em comprar um carro deste porte nem sequer lembram que este carro existe.

      • Duh

        Apertado nada, por ser um subcompacto tem um belo espaço, sem tirar o acabamento que é excelente.

        • ViniciusVS

          Apertado no sentido que o consumidor comum quer um carro para usar em todas as situações… Ele não entende que o foco desse carro é uso urbano. Com 52k ele prefere comprar um Etios, Onix,HB20 que tem maior espaço e o mesmo preço…

          O básico custa 40 que é o preço do Kwid completo ou mesmo do Onix/HB20 básico… O valor está muito elevado e o mercado desse carro é muito específico. É um subcompacto que virou carro de nicho.

    • Racer

      Gosto muito deste carrinho. Tanto que pretendo comprar um para a minha esposa e ser o segundo carro de casa (vou acabar usando ele mais que o meu atual).

      • SDS SP

        Também gosto desse carro, porém é um carro conhecido por ter seguro caro por conta das peças pouco acessíveis. Saiu da minha lista na época por conta disso, pois o preço de compra era razoável.

        • Racer

          Eu tenho carros da Kia a quase 6 anos. Se for como os eles, então ficou tranquilo. Nunca passei trabalho em conseguir peças. Claro que nunca precisei reparar o estrago de um acidente, por exemplo, mas na manutenção preventiva ou corretiva, sempre consegui o que precisei.

          • SDS SP

            Por ser um carro popular, o Picanto fica acima da média no quesito manutenção. É uma reclamação recorrente no clube do Facebook.
            Itens de manutenção preventiva de fato, nem em carro chinês se passa perrengue hoje em dia.

            • Michel

              Daonde você tirou que o Picanto é um carro popular? Nem o antigo nem o novo são.

              • SDS SP

                Qual o seu conceito de carro popular?

                • Racer

                  Com certeza ele não é um carro top, mas o nosso conceito (do brasileiro) de carro popular, é aquele pelado, mal acabado….e que torço para que mude. Ter um carro de entrada, ou “popular”, não significa ser obrigado a ter um carro ruim.

                  • SDS SP

                    Exato. O Picanto apesar de muito bom, não da para chamar de “premium” ou qualquer coisa do tipo.
                    É um carro de entrada.

                • Michel

                  Você nunca entrou em um Picanto né?
                  Meu conceito de carro popular é o HB20 1.0 de entrada, cheio de cortes de custo, interior pobre, feito pra ser barato e vender em grande quantidade.
                  Entre num Picanto, tem uma diferença gritante.

                  Picanto não é carro popular e também não é carro de entrada, até porque é versão única.

                  • SDS SP

                    Claro que já entrei em um, inclusive quando estava pesquisando um carro para comprar o Picanto estava em minha lista.
                    É um ótimo carro, mas continua sendo um carro de entrada, com motor 1.0 aspirado, acabamento em plástico duro (apesar de muito bom), só vem com o trivial em termos de segurança e por aí vai…
                    Ser melhor que o HB20, não faz dele um carro “premium”…

                    Picanto foi feito para vender muito, mas infelizmente o Inovar Auto o prejudicou.

            • carroair30

              Mas nao da pra usar peças do HB20 ???

              • SDS SP

                Nem todas, não é?
                Peças básicas, como embreagem, itens do motor são compartilhadas, mas peças de acabamento e funilaria, que colaboram na precificação do seguro, não.

    • Alvarenga

      Era muito caro com os 30%. Quem sabe agora…..

    • Leandro Morais

      É ótimo…até precisar de manutenção…prepara o bolso !!!

    • Michel

      Faltou “Ótima revenda” (para o automático).

      Sobre não vender muito é até engraçado, O HB20 1.0 que é um carro inferior custa muito mais caro (usado) do que um Picanto manual, sendo que compartilham o mesmo motor/cambio.

    • Uranium

      Peças caríssimas e escassas e revisões caríssimas, preços de carro médio, são dois dos motivos. E a Kia não pode vender muitos para não estourar as cotas anuais de 4800 carros. Acho que o Picanto e os outros Kia podem voltar a vender alguma coisa ano que vem, quando acaba o Inovar Auto.

    • Felippe2010

      o único problema que o Picanto tem para vender tão pouco é o preço absurdo cobrado por ele

    • Dherik

      Custo das peças é proibitivo. Não sou eu quem diz isto, mas sim o ADG.

      • Michel

        Depende as peças. As de manutenção básica são mais baratas do que comprar no ML. Mas se estragar algo mais complexo obviamente vai ser mais caro do que um nacional.

  • Nicolas_RS

    Essa lista é mais por curiosidade mesmo, pq na pratica, ladrão rouba o que der. Fora que quem tem um Audi ou Volvo não vai estacionar em qualquer esquina, todos esses carros ai são difíceis de se encontrar (O mais fácil é o City, e o resto só vi em fotos) e se olhar os carros mais roubados são os que se encontra em qualquer esquina.

    • MauroRF

      Já li uma reportagem que carros com cores mais chamativas são menos visados também.

      • Wanderson Bonifacio

        São menos visados porque são mais raros

        • Carlos Polesello

          Óbvio, só a reportagem não sabe disso…..!!!

        • Jok Jok

          Sao menos “visados” pra roubo mas sao mais visados quando se anda com ele…hehehe

    • Ducar Carros

      Dessa lista, os mais interessantes, pela notícia, são City e March. Nos outros, provavelmente, a maioria dos donos só circula em áreas nobres (com menos roubos de carros) e/ou são carros de nicho (vendem pouco), e, por isso, não têm mercado relevante de peças roubadas.

      • EDU

        Eu/500 em Osasco de nobre nao tem nada. Pode ser que nao queiram mesmo meu quinhentinho kkk

    • HelderV6

      Só viu em fotos os carros da lista ?

      • Nicolas_RS

        Tirando o City e raríssimas vezes o March, do 4 ao 8 nunca vi pessoalmente,

        • Gilberto DePiento

          Depende da localidade também, né? Aqui em São Paulo vejo todos, mas vejo menos Porsche e Ferrari do que na Riviera de São Lourenço, enquanto na cidadezinha interiorana onde tenho parentes o carro mais “exclusivo” (fora do comum) é um JAC J2.

    • Na verdade a maioria dos roubos são de veículos específicos. Quando um ladrão vai pra rua roubar um carro ele já tem destinatário, seja peças para desmanche, tirar o veículo do país, clonagem ou uso do carro para assalto. Se um desmanche irregular solicitar um golf não adianta o ladrão vir com um focus. Veículos que vão para outro país como Bolívia costumam ser carros grandes com camionete a diesel, logo não adianta o ladrão vir com um Up. A maioria dos roubos o ladrão já sabe o que fazer com o carro antes de rouba lo. É como roubo de carga, ninguém rouba um caminhão de notebook para depois achar comprador, o comprador encomenda o roubo.

  • Debraido

    Tô indo correndo na CSS comprar minha XC90 para economizar no seguro. Kkkkk

    • duhehe

      O premio do seguro vai ser pouco, mas a franquia meu amigo ….
      Carro importado é assim, seguro muitas vezes barato, mas a franquia te mata.

      • Debraido

        Foi uma piada. Pagar quase 300k num carro pensando em economizar no seguro. Entendeu?

  • Leo

    Até os ladrões sabem que o City é um péssimo custo/benefício :D

    • MauroRF

      kkkkkk, você pegou pesado. Eu tive um, o problema é que é caro, mas é um carro bom sim. O volume de vendas dele é baixo, acredito eu, por conta do preço.

      • afonso200

        mas a primeira geraçao do CITY vendeu bem…. a versao EXL com paddle shift é legal de guiar, pq nao é fraco nem potente, da pra brincar no paddle shift, pena nao ter ESP e o pneu ser extra fino

        • duhehe

          A primeira safra do city tinha uma calibração de suspensão muito incorreta, ao fazer curva a traseira ganhava vida própria, aqueles pneus 175 tbm eram ridiculos.

      • Leo

        Não disse que o carro é ruim. Disse que não vale o que custa e o que tem.

    • Davi Millan

      Além de ser “boring”…

      • Calibra vermelho 95

        Queria saber e como surgiu esse “mitos” como Honda e Toyota são chatos de guiar e designs mais ousados enjoam mais rápido. Alguém disse isso e abraçaram como uma verdade universal. Devo ser a exceção pq não concordo com nada disso.
        O City pode não ser o mais divertido de guiar que existe, mas está longe de ser chato. E essa geração atual melhorou isso muito em relação a passada.

        • Davi Millan

          Bom, quando começou esse “mito” eu não sei, mas eu acho um carro tedioso, chato e ruim. Mas isso é meu gosto, agora se tu gosta do carro, que bom.

  • MauroRF

    Não sabia que o RAV4 custava tudo isso, confesso que estava meio por fora do valor dele.

  • DAlexsandro Costa

    Sinceramente me surpreendi com NISSAN MARCH que comprei para a esposa, de inicio é feioso e estranho, mas que carrinho bom e confortável, a direção elétrica dele é TOP, sistema de ar-condicionado nunca vi igual tamanha a eficiência e rapidez, a economia em transito urbano é assustador, os comandos no habitáculo são precisos …..não tenho costume de dar conselho, mas é um excelente carro, pequeno, confortável e econômico.

    • Basil Sandhurst

      Meus pais tem carros Nissan e falam maravilhas também. Parabéns pela aquisição.
      Abs

    • Daniel

      Eu tenho um March 1.0 12v comprado zero no final de 2015… só tenho elogios também. Além dos pontos que você destacou, dá pra dizer que o motor é bem esperto. O único porem fica por conta das estabilidade em curvas, não acho lá essas coisas.

  • Guilherme7TW

    Caramba, em Campinas – SP March, City e CR-V são alvos constantes dos gatunos. Acho que essa cidade vai na contra-mão de qualquer estatística.

    • André Vidigal

      Conheco muita coisa que vai na contra-mao em Campinas!!! kkkk (piadinha).

      • Guilherme7TW

        Conhece é ??? KKkkk mas pior é que verdade, a cidade faz por merecer sua fama kkk

      • Robinho

        kkkkkkk

      • kleber peters

        ( ͡° ͜ʖ ͡°)

  • Brasil_MG

    Como esse March é feio….A Nissan bem que poderia adiantar o lançamento da nova geração aqui no BR

    • AT9

      já o New March é lindo!

      • Brasil_MG

        Bem mais harmonioso que o Kicks. Acho que o New March faria sucesso aqui no Brasil

  • Darlon Anacleto

    Meio incoerente misturar importados que vendem pouco, carros de nicho (como o 500) entre populares, vide o March. Achei que veria números de roubos entre os nacionais. Parece meio óbvio um Picanto ou um Suzuki sx4 ser menos visado pelos ladrões.

    • HelderV6

      Picanto e Suzuki , eh pouco visado até pros compradores

    • EDU

      Foi nicho quando vinha da Polonia ne! Vc quiz dizer. A partir do Mexico chegou a vender mais de 2 mil carros mes e tinha ate fila de espera ate a Fiat subir demais o valor do carro.

      • SDS SP

        Mas ainda da para chamar de nicho por ser destinado a um público bem específico.

  • afonso200

    picanto economico, pouco visado, mas seguro e revisoes mais caro que meu Azera

    • Fernando Sampaio

      Cotei o seguro para o Picanto por 1700, perfil 24 anos.
      E as revisões, achei bem tranquilas, na faixa de Onix e companhia.
      Peças, no entanto, são mais caras.

    • EDU

      Cara meu Azera 2012 achava bem em conta as revisoes pelo carro, Caoa Raposo/SP Seguro meu perfil 3.300 Agora tenho uma Sorento e um 500 as revisoes na Kia agora sao tabeladas ai tive coragem de entrar na marca

  • Eng Turbo

    Indice de roubo baixo não significa seguro mais barato. A conta leva em consideração o valor das peças de reposição em uma eventual colisão, ou seja, carros de baixo volume naturalmente tem valores de peças mais elevados, “anulando” a vantagem de serem pouco roubados.

  • Louis

    Aqui na Banânia, pessoas deixam de comprar alguns carros dos sonhos para evitar ser alvo de bandidos. Salve-se quem puder.

  • Fernando

    E Ferrari, Porsche e carros assim? São roubados com que frequência no Brasil?

    • Talvez ninguém faça seguro. Devido ao alto preço, já que são esportivos e quem tem roda muito pouco com carros assim. Acho que quem tem Ferrari ou um 911 na garagem deve ter mais uns quatro carros juntos para o dia a dia. O Cayene talvez seja exceção.

      • Fernando

        nao acredito nesta hipotese. E se alguem no transito bater no carro, como ficaria?
        Eu acredito que deve ter sim, mas por nao ser carros “comuns” nao foram listados nesta lista. O site bem que poderia nos informar pra nao ficar essa duvida.

        • Ducar Carros

          O Romário, anos atrás, emprestou a Ferrari dele para um amigo, que deu PT nela. Não tinha seguro.

          Provavelmente o seguro ficaria tão caro, para rodar tão pouco, que talvez não valha a pena fazer seguro mesmo.

    • Carlos Polesello

      Fernando, tem cidades que nunca houve um roubo deste….. ninguem tem…!!

  • Thiago

    Único carro que tive que já foi roubado foi o…. Picanto! Prova de que ladrão rouba por uma questão de oportunidade (ou de encomenda mesmo).
    Quanto aos que elogiam o carro, ele é bom sim, mas com duas ressalvas: o automático bebe muito (4 marchas e motor 1.0). O tanque é pequeno (com o alto consumo toda hora tem que ir abastecer). Fora isso, dentro da proposta o carro é bem interessante mesmo.

  • PedroGolzinho

    Honda City? Nunca! é capaz de estar entre os 10 mais roubados, isso sim.

    • Tem que ver que leva em consideração somente os veículos segurados. Talvez muitos tenham o carro e não possuem seguro, e nesse grupo o roubo pode ser maior.

      • Malvino Jose Moreira Junior

        Pior que já vi vários videos de assaltos aqui no rio, aonde os bandidos estavam de hb 20 ou city ,alias até mobi estão roubando aqui.

  • Pedro Cunha

    Sobre XC90, Q7… Acho que há ainda alguma ética ou hierarquia entre os ladrões, né? A galera se respeita mais e não mexe um com o do outro.

    • Deixo ver se entendi, tipo ladrão de Brasília DF e ladrão de morro kkkk.

  • Duh

    S-cross vi uma vez só na rua.

  • zekinha71

    Essa é a vantagem de ter o feinho do 9º lugar e azul, eu largo em qualquer lugar que ninguém nem olha.

    • Carlos Polesello

      nem a mulherada…….kkkkkkkk

  • Carlos Polesello

    Menos visado para roubo, porque tem menos rodando. É a lógica da proporção. Sem tem 1000 Gols rodando e 3 volvo XC90, qual a probabilidade de roubar um Volvo, zero. O gol ficam um 50 na mira.
    É mais ou menos uma noticia assim. São paulo tem o maior indice de acidentes do Brasil…!!!!
    Fernando de Noronha tem o menor indice de acidentes do Brasil…..!!!

    • Malvino Jose Moreira Junior

      Só no filme 60 segundos kkkkkk ou nas chamadas encomendas , aonde a quadrilha corre atras de um carro especifico.

  • Carlos Polesello

    Respondam rapido….. quantas Subaru Forester vocês vêem na rua por dia.
    Moro num cidade com mais de 1.5 milhões de habitantes e nunca vejo.

    • REDDINGTON

      O primeiro desafio: achar uma concessionária da Subaru. Elas me lembram o Mestre dos Magos…hoje está ali, quando vc olha já sumiu, no caso, fechou…

  • Anderson Moraes

    CINCO MIL o seguro do Picanto 2014 aqui na Baixada Fluminense (e isso para minha esposa com 28 anos!!)… me digam onde que esse carro é menos visado pq eu gostaria de cotar um seguro nesse lugar

  • Paulo Roberto Steindoff

    Os menos roubados são os veículos com roda laranja. Bandido quando vê carro com roda laranja vai automaticamente roubar o carro ao lado.
    No Rio já tem vários veículos com rodas na cor laranja

    • Anderson Moraes

      Nunca vi

  • Raphael

    Carro roubado no Rio tem q ter os seguintes requisitos: 5 meliantes abordo com equipamentos pesado, Fuzil tem q ficar em pé com espaço para manobras, medio porte, agil e com maior indice do mesmo rodando na cidade.

    Logo, do 1 ao 8 (com excessao do city), vemos pouco desses rodando por aqui. O mesmo é facil de ser localizado e do 4 ao 8 para circular na favela é ruim de manobrar.

    Subaru Forester so vi 2 ate hoje

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend