Listas Top 10 Mercado

Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Desde a época em que apenas o Alfa Romeo 2300 Ti era feito no país, de lá para cá muita coisa mudou. O Brasil tem pouco histórico na produção de carros de luxo, mas no fim dos anos 90 começou um ciclo que durou muito pouco. Então, nos últimos anos, uma segunda onda de fabricação de carros de luxo viu surgir (ressurgir em alguns casos) a operação de fábricas de marcas premium, entre elas Land Rover, Mercedes-Benz (segunda fábrica dedicada), BMW e Audi (novamente em conjunto com a VW).



De qualquer forma, essas marcas não são as únicas a fabricar carros caros e, de certo ponto, luxuosos no Brasil. A escalada de preços dos carros novos fizeram com que alguns produtos literalmente custassem o mesmo que outros evidentemente de origem premium. Neste Top 10, vamos abordar os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil e isso significa obviamente que não consideraremos a Argentina no ambiente do Mercosul. Para elevarmos mais o patamar do quão são caros, consideraremos as versões mais caras de cada modelo, a fim de termos uma ideia clara desse cenário.

1) BMW X4 xDrive28i X Line 2.0 Turbo – R$ 324.950

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Feito em Araquari-SC, o BMW X4 xDrive28i X Line é o carro mais caro e luxuoso fabricado no Brasil. O SUV com estilo cupê é equipado com motor 2.0 TwinPower Turbo de 245 cavalos entre 5.000 e 6.500 rpm, entregando ainda torque de 35,7 kgfm entre 1.250 e 4.800 rpm. Ele vem ainda com transmissão automática de oito velocidades e tração nas quatro rodas, indo assim de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e tem velocidade máxima de 232 km/h. A versão de seis cilindros é importada dos EUA. Bem completo, o modelo tem teto solar panorâmico, bancos em couro claro, multimídia BMW ConnectedDrive, tampa traseira elétrica, entre outros.



2) BMW X3 xDrive30i X Line 2.0 Turbo – R$ 309.950

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Em nova geração, o BMW X3 xDrive30i X Line é o segundo carro mais caro do Brasil e continua a ser feito em Santa Catarina nesta segunda geração. Apenas a versão M40i é importada de Spartanburg, Carolina do Sul. Assim como o X4, o SUV de luxo tem motor 2.0 TwinPower Turbo, mas com 252 cavalos a 5.200 rpm, embora com o mesmo torque: 35,7 kgfm a partir de 1.450 rpm. Com tração integral, o modelo também usa caixa automática de oito marchas. Vai de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos e tem velocidade máxima de 240 km/h. Na renovação, ganhou novos faróis full LED, ar-condicionado trizone, multimídia com tela ampliada, teto solar panorâmico, entre outros.

3) Land Rover Discovery Sport HSE 2.0 Diesel – R$ 289.900

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

 

O SUV britânico é feito aqui na cidade de Itatiaia-RJ e nesta versão HSE, o Discovery Sport tem motor Ingenium 2.0 turbo diesel com 240 cavalos a 4.000 rpm e 51 kgfm a 1.500 rpm. Equipado com transmissão automática de nove marchas e tração nas quatro rodas, o modelo dispõe do sistema Terrain Response com modos de terreno. Diante da motorização mais potente, o Land Rover acelera até os 100 km/h em apenas 7,5 segundos e atinge velocidade máxima de 204 km/h. Com bom espaço interno, o utilitário esportivo é robusto e garante enorme conforto.

4) Range Rover Evoque HSE Dynamic 2.0 Diesel – R$ 286.500

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Mais luxuoso e sofisticado que o irmão acima, o Evoque HSE Dynamic vem com o mesmo propulsor diesel 2.0 de 240 cavalos, ostentando também o ZF 9HP de nove marchas, além da obrigatória tração nas quatro rodas com sistema Terrain Response. O SUV premium vai de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos, mas sua velocidade máxima é de apenas 195 km/h. Equipado com rodas aro 20 polegadas, o modelo tem pneus 245/45 R20. Teto solar panorâmico, bancos em couro Oxford, bancos elétricos com memória, entre outros. Apesar de ser feito na mesma linha e com a mesma plataforma, sua suspensão traseira é diferente, usando braços múltiplos de aço ante a bandeja de alumínio do Discovery Sport.

5) BMW 328i M Sport 2.0 Turbo – R$ 259.950

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

O BMW Série 3 é feito apenas com motor 2.0 TwinPower Turbo no Brasil, que nesta versão 328i M Sport entrega 245 cavalos e 35,7 kgfm a 1.250 rpm. Dotado de câmbio automático de oito marchas e tração traseira, o sedã de luxo tem uma proposta mais esportiva nessa configuração, partindo da mobilidade até os 100 km/h em 6,1 segundos e com velocidade máxima de 250 km/h. O sedã usa também um kit aerodinâmico M Sport e rodas esportivas aro 18 polegadas, além de acabamento exclusivo, incluindo volante, soleiras, assentos, etc.

6) Mercedes-Benz C300 Sport 2.0 Turbo – R$ 248.900

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Assim como o rival feito em Araquari-SC, o C300 Sport sai de Iracemápolis-SP com motor 2.0 Turbo, sendo este com a mesma potência de 245 cavalos a 5.500 rpm, mas com 37,7 kgfm a 1.300 rpm. Utilizando um câmbio automático 9G-Tronic com nove marchas e tração traseira, o sedã luxuoso parte de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos e vem com máxima de 250 km/h. O destaque fica para o pacote AMG que traz também rodas esportivas aro 18 polegadas.

7) BMW X1 xDrive25i Sport 2.0 Turbo – R$ 232.950

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Com tração nas quatro rodas e perfil para o asfalto, o BMW X1 em sua versão xDrive25i Sport é o topo de linha do SUV, que além de ser feito em Santa Catarina, também é exportado para os EUA. Feito sobre a plataforma modular UKL, ele tem motor e câmbio em transversal, sendo estes o 2.0 TwinPower Turbo – com 231 cavalos a 5.000 rpm e 35,7 kgfm a 1.250 rpm – e o Steptronic com oito marchas (Aisin). Pequeno, o utilitário esportivo vai até 100 km/h em 6,5 segundos e alcança 235 km/h de máxima. Bem completo, vem com rodas de liga leve aro 19 polegadas e pneus de perfil baixo.

8) Chevrolet Trailblazer LTZ 2.8 Diesel – R$ 212.900

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Apesar de não ser assim tão luxuoso, o Chevrolet Trailblazer LTZ quando equipado com motor diesel 2.8 Duramax com 200 cavalos a 3.600 rpm e 51 kgfm a 2.000 rpm, tendo sistema de tração 4×4 com reduzida e câmbio automático de seis velocidades com sistema antivibração. Com espaço para sete pessoas, o SUV é derivado da S10 e, portanto, usa chassi de longarinas com eixo rígido na suspensão traseira. Apesar da força, sua proposta é mais de conforto e por isso vai de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos com velocidade máxima de 180 km/h (limitada). Tem bancos em couro e multimídia com Google Android Auto e Apple Car Play, além de rodas de liga leve aro 18 polegadas.

9) Mercedes-Benz GLA 200 Enduro 1.6 Turbo – R$ 203.900

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

O crossover da Daimler também é feito em Iracemápolis, no interior paulista. O modelo ganhou atualização recente e trouxe melhorias no visual e proposta, mas mantendo as versões com motor 1.6 Turbo de 156 cavalos a 5.300 rpm e 25,5 kgfm a 1.250 rpm. Seu câmbio é automatizado com dupla embreagem e sete marchas, tendo tração apenas dianteira. Porém, o GLA 250 Sport, que ostenta um 2.0 Turbo com 211 cavalos, é importado. Então, o GLA 200 vai de 0 a 100 km/h em 8,1 segundos e atinge velocidade máxima de 215 km/h. O ambiente tem muito couro, detalhes em alumínio e rodas de liga leve aro 18 polegadas.

10) Mitsubishi Pajero HPE 3.2 Diesel – R$ 194.990

BMW-X4-xDrive35i Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil

Apesar de estar entre os 10 mais caros, o Mitsubishi Pajero HPE é o mais antiquado de todos, sendo a geração anterior do SUV derivado da picape L200 Triton, que agora já está na geração vigente. Feito em Catalão-GO, o utilitário esportivo tem motor diesel 3.2 litros de 180 cavalos a 3.500 rpm e 38 kgfm a 2.000 rpm. Seu câmbio automático tem apenas cinco marchas e a tração 4×4 tem reduzida. Com esse conjunto veterano, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 13,9 segundos e atinge máxima de 177 km/h. Com espaço para sete passageiros, o vetusto tem rodas de liga leve aro 18 polegadas e um pacote de equipamentos mediano.

 

 

 

 

5.0

COMPARTILHAR:
  • GustavoHenkel

    É um absurdo total um carro como a Trailblazer custar astronômicos 200.000 reais!
    Projeto da década de 90 e desenho da década de 80, sem nenhuma inovação tecnológica relevante, além do consumo elevado, mesmo sendo á diesel, nesta versão.
    A GM só pode estar de brincadeira.

    • Matthew

      Rapaz, acho que você tá desinformado. O preço pode ser absurdo, mas o projeto é deste século já. O V6 dela a gasolina é de última geração e utilizado até pelo Buick Regal nos EUA, que nada mais é do que um Opel Insignia destinado ao mercado norte americano. E mesmo o Diesel não tem nada de antiquado. Entre as opções de 4 cilindros, é o que tem um dos maiores valores de potência e torque. Não adianta nada ser econômico como a Hilux e andar feito carro 1.4 popular. Design é um tanto subjetivo, mas nesta categoria de SUV de verdade, montado sobre chassis, a coisa é mais ou menos por aí.

      • leandro

        Nunca tive oportunidade de dirigir, mas a Hilux anda tão mal assim? Igual um 1.4 popular?

        • Rarmbrock Pescador Tucunaré

          Perto da Amarok V6 anda igual um 1.0

        • Matthew

          A que eu dirigi era uma SW4 blindada, então era da mais pesada possível. Eu diria que equivale a um motor 1.6 mais ou menos. Porém na cidade ela é muito grandalhona. Como sou inexperiente com carro deste tamanho, dá impressão que vai bater em tudo/todos. Não é ágil como carro pequeno que você consegue se desvencilhar de qualquer situação, acaba se impondo mais pelo tamanho. No curto trajeto de estrada que eu peguei achei as retomadas razoáveis até, mas de aceleração vc nota alguma lentidão mesmo. É o estilo de carro pra andar mais de boa mesmo, não pisando tudo. Os números de testes de imprensa também a colocam como uma das mais lentas do segmento.

          • Fiquei imaginando aqui uma situação de risco e essa blindada na hora da fuga.

        • Luiz de Assis

          Trailblazer: 200cv e 51 kgfm – R$ 205.990
          SW4: 177cv e 45,9 kgfm – R$ 248.400
          Isso é tudo.

          • Danillo Barros

            O que um T não faz…

          • soaresbento

            E ainda assim vende mais SW4… Só queria saber cadê a crise?

      • carlos4carros

        A SW4 Flex tem quase o mesmo consumo da Blazer V6 e anda o mesmo que o Onix 1.0. Mas é raro ver uma SW4 Flex nas ruas. A maioria que eu vejo são a Diesel e das versões mais caras.

      • GustavoHenkel

        Me refiro a versão diesel, colocada na matéria.
        Me perdoe discordar, mas esse motor diesel da Trailblazer não tem nada de moderno.
        Ele é derivado do antigo V6 que equipava os Builk da década de 90, e tem conceito obsoleto, diante dos modernos motores diesel da BMW e Audi, referência em motores com essa tecnologia.
        Voltando ao tema “preços absurdos”, se temos Etios ou Onix á exorbitantes 70/75 k, em suas versões topo de linha, 200k nesse carro, e se há quem compre, como muito bem lembrado pelo colega Pedro Cunha, é a realidade triste de nosso mercado.

        • Paulo Lustosa

          Motor a diesel da Trailblazer é motor VM Motori A428 DOHC de quatro cilindros projetado pela VM Motori sob encomenda da Jeep em 2005, e que foi totalmente reformulado para atender o Euro V, não tem nada a ver com os motores V6 Buick a gasolina com comando no bloco e 90 graus de angulo entre o vale do V. Mesmo se tivesse falando dos V6 a gasolina, os V6 a gasolina são GM High Feature projetados na Austrália com 60 graus de ângulo entre o vale do V, injeção direta e cabeçote com desenvolvimento pela Cadillac.

    • Pedro Cunha

      Só existe o produto, pois há procura.
      Então, de brincadeira mesmo está quem compra um dinossauro desse né, ainda mais por essa cifra.
      Caso se aplica ao mercado como um todo: Se o consumidor não “eleva seus padrões”, a indústria é que não fará, pois envolve CUSTO.

    • Leandro Oliveira

      O que me dizes da Hilux SW4? Custa 15% a mais e tem os mesmo adjetivos da Trailblazer (sua concorrente direta). Existem casos piores, viu so?

      • GustavoHenkel

        Com certeza

    • Lucas086

      E a Sw4 custar quase 260 e vem menos equipada.

      • GustavoHenkel

        Absurdo

    • Pedro Neto

      absurdo é pagar este valor em um carro desse. Mas não é projeto da década de 90 e muito meos design da década de 80. O projeto é bem atual e está em sintonia com o que tem la fora

    • Lucas

      Rapaz, a Blazer atual foi lançada em 2012! E bom, a principal concorrente custa 255 mil reais, então, infelizmente, mesmo cara, o SUV da GM acaba até parecendo uma compra racional.

    • Paulo Lustosa

      Cê só pode tar contando piada… única coisa velha desse carro é o motor que é projeto de 2002 porém totalmente reformulado com injeção piezoelétrica da Siemens

  • Luis Burro

    Se for só por valor já devia começar pelo Chery QQ,pq pagar quase 30 mil num carro pequeno com qualidade e acabamento ridículos não é possível q algm ache barato.
    Os únicos veículos no Brasil com preco condizente são os médios e topos de linha usados de 10 anos pra trás.

    • GustavoHenkel

      Sim. Há médios modernos e seguros, por preços condizentes á qualidade oferecida.
      Caso do Pólo, por exemplo.

      • Luis Burro

        Ah tá,as moedas são equivalentes como meio de troca,suas diferenças cambiais é pura especulação,mas dentro de cada país representam a msma função.
        Considerando q na europa ou nos EUA se paga no máximo uns 20,q seja 25 mil,no topo de linha q pode ter melhor acabamento e qualidade como q há equivalência de valor condizente já q pode chegar a 80 mil?????

        • Louis

          Essa relação cambial de 1 pra 1 que alguns falam, não existe. Diferença cambial não é só especulação, conta muito a produtividade do país. Se um carro custa US$ 20k nos EUA não significa que custaria 20k Ienes no Japão.

          • Luis Burro

            Sim,mas a função da moeda é igual pra todos os países.Entenderia pros importados,mas pros nacionais não tem nd a ver.
            Como se o custo de produção de Europa e EUA fosse menor que no Brasil.

            • Gustavo Rodrigues

              Muito menor! Comparando apenas com os EUA, o custo de produção no Brasil é 4x maior! Se voce colocar como custo de produção todo o custo desde a matéria prima chegar na fábrica e o carro chegar na concessionária, o custo de produção no Brasil é um dos maiores do mundo, uma rapida pesquisa no Google vai te mostrar porque. Daí somamos o custo de mão de obra (apesar de os salários no Brasil serem menores, o custo por empregado para as empresas é maior do que em países desenvolvidos) e o custo de capital (taxa de juros para investimento) e temos a real razão para pagarmos caro nos carros no Brasil, o que normalmente é traduzido como “Inustiça das Grandes e Malignas Montadoras” que só querem se aproveitar do pobre brasileiro, como normalmente é feito aqui nesse fórumo de debate…..

      • Gil de Piento

        Polo nunca foi carro médio…

        • GustavoHenkel

          Claro que é médio
          Só num certo blog, que eles insistem em chamar um carro de menos de 5 metros de grande.
          Se o parâmetro for o INMETRO, esqueça, pois eles levam em consideração somente o entre-eixos.

          • Gil de Piento

            Então Sandero sempre foi médio? Ou o City, pelos preços?

            • GustavoHenkel

              Acho um parâmetro mais justo de comparação, os preços de cada modelo, do que suas dimensões.
              Sandero acho que não concorre com Polo, não.
              Concorre com 208, Ka e Gol.
              Pólo concorre com Fiesta e Argo.

              • Gil de Piento

                Então Fiesta também é médio?

                • GustavoHenkel

                  Sim, com certeza.
                  Compacto seria o up, picanto, mobi, etc

                  • Catucadao

                    velho fiesta sendo médio é estranho mais faz sentido pela visão que vc passou

                  • Paulo Lustosa

                    Nunca foi médio nem o Polo, nem o Argo, nem o Fiesta, nenhum deles, até porque se leva em conta as dimensões do produto, e isso tampouco o Fiesta que possui dimensões de Gol e espaço interno pior que de Celta.

                  • Gustavo Rodrigues

                    Pronto, redefinimos a classificação do tamanho de carros no Brasil. Pela sua definição só tinhamos carros médios no Brasil até 2005 ?

  • Clementino Zelador

    Aquela bmw com o kit gás deve ficar uma bala na descida da imigrantes.

  • Marcos

    Se realmente sao produzidos, porque sao vendidos a precos de carros importados??? porque nao repassar ao consumidor no preco final a isencao dos impostos?? juro que nao entendo! e a imprensa porque nao cobra explicacoes da fabricante??

    • Bruno Leite

      Deve ser onde eles ganham mais. gasta 50mil pra produzir, e vende por 200-300mil

    • th!nk.t4nk

      Nao sao brasileiros, sao importados. Apenas pegam as peças e montam no Brasil (CKD). Na prática nao existe carro de luxo realmente produzido no Brasil. Mas concordo que os preços deveriam baixar um pouco sim, porém o volume é tao baixo que eles aproveitam pra absorver isso (de outra forma, nem valeria a pena “nacionalizar” pra volumes tao pífios).

      • Marcos

        valeu pela informacao! a materia nos leva a duvida!

  • Catucadao

    só carro de bacana

  • romulo

    não somos capaz de produzir um 6 cilindros

    • GustavoHenkel

      Ser, somos sim.
      O problema é o mercado interno muito restrito para essa faixa de preço, ou seja, não há escala que justifique o investimento alto que essa tecnologia exige.

  • Ricardo Prado

    Tirando marcas premium, picapes, SUVs, comerciais, vans e minivans, os nacionais mais caros são:

    1. Golf – R$ 177.752
    2. Civic – R$ 125.890
    3. Corolla – R$ 119.650
    4. Argo – R$ 87.390
    5. Virtus – R$ 87.040
    6. 208 – R$ 86.180
    7. City – R$ 84.690
    8. WR-V – R$ 84.690
    9. Weekend – R$ 82.249
    10. Fit – R$ 82.190
    11. Lancer – R$ 79.990
    12. Polo – R$ 78.990
    13. Fiesta – R$ 76.490
    14. Cobalt – R$ 75.290
    15. HB20S – R$ 72.230
    16. HB20 – R$ 71.510
    17. Etios Sedan – R$ 71.150
    18. Prisma – R$ 70.740
    19. Grand Siena – R$ 70.567
    20. Versa – R$ 68.840
    21. Logan – R$ 68.750
    22. Onix – R$ 68.240
    23. Sandero – R$ 68.150
    24. Etios – R$ 67.690
    25. C3 – R$ 67.280
    26. Tiggo2 – R$ 66.490
    27. Voyage – R$ 65.764
    28. Uno – R$ 63.430
    29. Ka Sedan – R$ 62.550
    30. up! – R$ 62.394
    31. March – R$ 61.790
    32. Ka – R$ 58.690
    33. Fox – R$ 56.421
    34. Gol – R$ 53.069
    35. Mobi – R$ 50.107
    36. Celer Sedan – R$ 43.830
    37. Celer – R$ 41.445
    38. Kwid – R$ 40.740
    39. QQ – R$ 32.679

    • Tudo absurdo… Mas a procura faz o absurdo aumentar.

    • Fanjos

      Eita, serio que o Argo consegue ficar mais caro que o Virtus ? O______O

      • Ricardo Prado

        ARGO HGT AT – R$ 71.390
        Kit Opening Edition Mopar – R$ 4.600
        Kit Tech – R$ 2.800
        Kit Style – R$ 2.500
        Kit Parking – R$ 1.600
        Airbag lateral – R$ 2.500
        Pintura perolizada – R$ 2.000
        TOTAL – R$ 87.390

        VIRTUS HIGHLINE – R$ 79.990
        Tech High – R$3.300
        Rodas 17” – R$ 1.200
        Banco de couro – R$ 800
        Space Pack – R$ 300
        Pintura metálica – R$ 1.450
        TOTAL – R$ 87.040

        Tem que ser muito “corajoso” pra pagar esse valor num sedã compacto, mas é claro que será melhor negócio do que fechar com o Fiat.

        • Fanjos

          rapaissss, a Fiat é mais retardad@ que a VW para pacote hemm
          Porque não cria uns 3 pacotes e coloca tudo dentro, deixar trocentas coisas como opcional assim é doença.

        • Catucadao

          virtus é sedã médio porque compacto pra mim é o voyage.

          • Paulo Lustosa

            Virtus é compacto, é derivado de compacto e usa plataforma de compacto. Médio é o Jetta, que é derivado do Golf.

    • Catucadao

      esses preços são todos dos modelos mais caros… golf e civic pelo menos aki no brasil é carro premium de bacana, pra ser mais exato todo carro acima de 60 mil aki é carro de bacana porque a condição financeira da população e o auto custo que vivemos não da opções de ter carros mais caro que isso.

  • Sasaki

    A maioria eu nem sabia que era feito no Brasil porque o preço é o mesmo de um importado se não for mais caro ainda 😤

    • Catucadao

      mais de certa forma ainda sim é importado manja? porque não são carros lá tão comum de vc ver rodando.

      • th!nk.t4nk

        Mas sao importados. Vem desmontados, e só sao montados no Brasil. Aí pronto, chamam de “nacional”. Aham.

  • pedro

    Queria saber o índice de nacionalização dos MB, Land e BMW.

  • Alexandro Henrico

    E o Q3? Faltou ele nessa lista.

  • Schack Bauer

    A maioria aí deve ser só CKD ou quase isso. Cheio de incentivo fiscal pra serem montados aqui. Tudo pro governo contar vantagem que agora a gente produz carro de luxo no Brasil. Melhor guardar esse dinheiro e aplicar em estradas, segurança, saúde, etc.

    • Paulo Lustosa

      Sim, só a Tralblazer e a Dakar que escapa.

  • Luiz de Assis

    “Top 10: Os carros mais caros e luxuosos feitos no Brasil”
    Porque não colocaram a SW4 entre os 10 visto que ela é bem mais cara que Trailblazer?

    • Joacir

      Vai ver porque ela não é luxuosa kkkkkkkkk

    • Ricardo Prado

      Porque ela é feita na Argentina.

    • Paulo Lustosa

      SW4 é importada

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email