_Destaque Mercado

Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

carros-mais-velhos-brasil Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

Você já se imaginou desembolsando cerca de R$ 80 mil por um carro 0 km, mas com projeto de 18 anos atrás? Atualmente no mercado brasileiro, há uma série de carros de concepção antiga que continuam fazendo parte da linha de veículos novos das montadoras. O exemplo citado acima é da Fiat Strada, que foi lançada em 1998 e inclusive se posiciona como o comercial leve mais emplacado do País.



Porém, vale ressaltar que o mercado de “carros novos velhos” melhorou bastante nos últimos anos. A Volkswagen, por exemplo, oferecia por aqui a perua Kombi, que somava nada mais, nada menos que mais de 60 anos de mercado. Além disso, a Fiat contava em sua linha com o antiquado Uno Mille, lançado em 1984, mas que foi descontinuado há quase três anos devido à obrigatoriedade de airbags frontais e freios ABS como itens de série nos carros 0 km.

Confira abaixo os dez carros mais velhos à venda no Brasil:

Fiat Palio Fire

palio_fire_2016-1 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

Segundo rumores, o Fiat Palio Fire deixou de ser produzido em território nacional, para dar lugar ao novo Mobi. No entanto, o carro continua sendo exibido no site da fabricante, o que indica que é possível encontra-lo na rede de concessionárias. Portanto, o modelo figura como um dos automóveis mais velhos à venda no Brasil.

O Palio Fire nada mais é que a terceira geração da linha Palio, que recebeu uma série de mudanças para se posicionar como o veículo mais barato da linha da Fiat no País. O modelo foi introduzido por aqui em 1996 e, desde então, recebeu poucas mudanças (se você reparar nas laterais da versão “Fire” e da primeira variante do hatch, vai reparar que as janelas e as portas são as mesmas).

Todavia, para se manter no mercado, o carro recebeu uma série de aprimoramentos. No caso do “G3”, as mudanças ficaram por conta dos faróis, grade, para-choques e rodas. A atual linha do Fiat se diferencia ainda por pequenos detalhes, como a grade dianteira com dois filetes cromados. O motor que equipa o carro é um 1.0 litro flex, que rende até 75 cv e 9,9 kgfm.

O Palio Fire tem preço inicial de R$ 30.040, mas pode chegar a R$ 45.135 na configuração topo de linha Way quatro portas com todos os opcionais disponíveis.

Volkswagen Fox

Fox-Highline-2 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

O Volkswagen Fox já recebeu duas mudanças significativas no visual, sendo a primeira delas responsável por garantir sobrevida ao modelo. No entanto, o hatch compacto mantém a primeira e única geração da linha, lançada pela montadora alemã em 2003. Portanto, embora esteja alinhado com os demais carros da categoria, o automóvel já soma longos 13 anos de mercado.

A atual versão do Fox, em comparação com o primeiro modelo lançado há mais de uma década, se diferencia pelo visual mais agressivo, com direito a novos faróis, grade, para-choques com formato mais encorpado e lanternas horizontais que invadem a tampa do capô, seguindo a linha de design da Volkswagen. Além disso, o interior foi todo redesenhado, também com materiais de acabamento melhores.

A lista de equipamentos também traz uma série de diferenciais, como sistema multimídia com tela sensível ao toque, volante multifuncional com aletas para trocas manuais de marcha na versão com câmbio automatizado, teto solar com acionamento elétrico, bancos revestidos em couro sintético, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampas, entre outros.

Há ainda dois novos motores: 1.0 litro de três cilindros e 1.6 litro 16V.

Fiat Strada

Fiat-Strada-Adventure-CD-2015 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

A Fiat Strada sofre do mesmo mal do irmão Palio Fire, já que deriva do mesmo projeto do hatch. No caso da picape, o lançamento no nosso mercado ocorreu em 1998. Portanto, a picape segue sendo vendida há 18 anos tendo como base o mesmo projeto. Todavia, neste caso, houve uma série de mudanças no visual, acabamento interno e motorização.

São poucos os itens visuais da atual versão da Strada que se assemelham com o modelo lançado na década de 1990. As últimas mudanças profundas foram aplicadas na picape compacta no final de 2013, quando o modelo recebeu a opção de carroceria cabine dupla de três portas. Além disso, o carro recebeu novos detalhes visuais, como a caçamba mais elevada e a traseira com novas lanternas horizontais.

O interior também se diferencia em uma série de detalhes de acabamento e visuais. No entanto, a parte estrutural segue a mesma, como dá para notar pelas saídas de ar no console central, posicionadas em um local muito baixo, “congelando” a mão do motorista nas trocas de marcha pela alavanca do câmbio.

Atualmente, a Strada é oferecida com preço inicial de R$ 46.790. No entanto, caso você queira o modelo Adventure Cabine Dupla Dualogic Plus com todos os opcionais, o preço salta para a bagatela de R$ 85.060.

 

Hyundai Tucson

hyundai-tucson Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

O Tucson se posiciona como o utilitário-esportivo mais em conta da linha da Hyundai. Todavia, caso tivesse seguido a mesma linha da maioria dos demais mercados, o modelo teria sido descontinuado há anos para dar lugar ao atual ix35. O crossover foi lançado por aqui em 2004 e segue sendo vendido com pouquíssimas mudanças, com preço de R$ 70 mil na versão de entrada.

O motor que equipa o Hyundai Tucson é um 2.0 litros de até 146 cv, com transmissão automática de quatro velocidades. Entre os itens de série, há ar-condicionado digital, rodas de liga-leve de 16 polegadas, direção hidráulica, trio elétrico, airbags frontais, freios ABS com EBD, entre outros.

No entanto, é provável que o Hyundai Tucson seja descontinuado até meados do ano que vem, já que a montadora sul-coreana prepara a chegada do Creta, modelo mais moderno que irá disputar mercado no segmento de crossovers compactos (onde o Tucson atua).

Fiat Weekend

fiat-weekend-adventure-2017-1 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

Outro caso de modelo antigo pertencente à família Palio. A Fiat Weekend nada mais é que a versão perua do hatch, que chegou ao mercado 1997 e desde então estacionou no mesmo projeto e dele não saiu mais. O modelo familiar da Fiat também recebeu uma série de aprimoramentos para se manter na linha da Fiat, como diversas reestilizações, mudanças no desenho das peças internas e no acabamento, motores mais modernos, opção de transmissão automatizada, introdução de novos equipamentos, entre outros.

A Fiat oferece a perua Weekend em duas versões de acabamento (Attractive e Adventure), duas opções de motorização (1.4 litro Fire flex e 1.8 litro E.torQ flex) e duas opções de transmissão (manual e automatizada Dualogic Plus, ambas de cinco velocidades. Os preços variam de R$ 56,6 mil a R$ 75.150, mas pode beirar os R$ 80 mil no caso da versão topo de linha Adventure com câmbio Dualogic Plus e o sistema Locker opcional.

Renault Clio

renault-clio51 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

Eis outro modelo que já está com os dias contados, tanto é que já deixou de ser produzido. No entanto, o Renault Clio ainda segue figurando no portfólio nacional da montadora francesa e pode ser considerado um dos carros mais velhos à venda no País, com longos 18 anos de projeto. O modelo se posiciona como o veículo mais em conta da empresa no País e tem preço de R$ 34.985 na configuração de entrada.

Quando chegou ao Brasil, o Renault se destacou por oferecer airbag duplo de série em todas as versões, freios a disco ventilados, suspensão com subchassi e batente hidráulico. Desde que foi lançado, o Clio passou por duas mudanças visuais, além de mudanças no acabamento interno, novos equipamentos e aprimoramentos na motorização.

Fiat Idea

fiat-idea-adventure-extreme-1 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

A Idea é outro carro da Fiat a aparecer na lista. O monovolume chegou ao mercado brasileiro em 2005 e segue com a mesma geração, com direito apenas a uma reestilização significativa (com destaque para as lanternas traseiras de LED, sendo o primeiro carro nacional a dispor de tal tecnologia), aplicada no modelo em julho de 2010, com direito ainda a novos equipamentos e uma nova linha de motores E.torQ, já usada em outros carros da linha da montadora italiana.

Hoje, a Fiat Idea está disponível no mercado brasileiro nas versões Attractive 1.4, Essence 1.6 e Adventure 1.8, com preços que variam de R$ 54.660 a R$ 66.590. Todavia, no caso do modelo topo de linha e com todos os opcionais, como transmissão automatizada Dualogic Plus, sistema multimídia com tela sensível ao toque, TV digital, DVD player, navegador GPS e câmera de ré, sistema Locker, entre outros, o preço salta para R$ 80 mil.

Suzuki Jimny

suzuki-jimny-2013-fabricado-no-brasil-fotos-2 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

Outro caso de modelo antigo que continua sendo oferecido no Brasil é o Suzuki Jimny. O utilitário compacto da montadora japonesa chegou por aqui em 1998, mas foi descontinuado quase cinco anos depois. O modelo é produzido na unidade fabril da Mitsubishi em Catalão (GO) desde fevereiro de 2013, sendo o primeiro carro da marca a ser fabricado em solo nacional, porém sem grandes mudanças em relação ao modelo lançado há cerca de 18 anos.

O carrinho tem preço inicial de R$ 65.990 e sua proposta é voltada para o off-road, tanto é que traz itens como tração 4×4, scoop no capô, carroceria construída sobre chassi heavy duty, entre outros. O motor que equipa o Jimny é um 1.3 litro de quatro cilindros a gasolina, que consegue entregar até 85 cavalos de potência e 11,2 kgfm de torque, associado a uma transmissão manual de cinco velocidades.

Fiat Doblò

doblo-extreme Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

Eis o quinto e último modelo da Fiat a ocupar esta lista. O Doblò foi introduzido em nosso mercado em 2001 e se mantém à venda na rede de concessionárias da empresa no País com poucas alterações. As últimas mudanças profundas foram aplicadas há cerca de seis anos, quando o carro recebeu uma reestilização, novos detalhes no acabamento interno e novas opções de motorização.

O Fiat Doblò é vendido nas versões Essence e Adventure, ambas com motor 1.8 litro de até 132 cv e câmbio manual de cinco marchas, com preços que variam de R$ 78.040 a R$ 86.510, ou R$ 90.176 no caso do modelo mais caro com todos os opcionais disponíveis.

Jeep Wrangler

jeep-wrangler-75-anos-1 Top 10: os carros mais velhos à venda no Brasil

O Jeep Wrangler já soma mais de 30 anos de mercado. No entanto, a atual geração do utilitário-esportivo foi introduzida no mercado em 1997 com uma série de novidades mecânicas em relação ao modelo anterior, como a suspensão “Quadra-Coil” helicoidal de quatro braços, em substituição ao sistema com feixes de molas usado pelo modelo antigo. E de lá para cá, o carro recebeu apenas mudanças pontuais para se manter atual.

Atualmente, o Wrangler é oferecido por R$ 169,9 mil na versão de entrada Sport, podendo chegar a R$ 229,9 mil, no caso da configuração especial 75 Anos. O modelo é equipado com um motor 3.6 litros V6, que rende até 284 cavalos de potência, associado a uma transmissão automática de cinco velocidades e sistema de tração 4×4 Command-Trac, que divide o torque na proporção 50/50 entre os dois eixos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend