Etc Listas Top 10

TOP 10: os carros turbo mais baratos do Brasil

novo-fiat-punto-2013-31 TOP 10: os carros turbo mais baratos do Brasil

No Brasil ainda existe o preconceito em relação ao turbo devido a antigamente os motores desse tipo serem de dificil manutenção. Tem ainda a imagem da palavra turbo associada a motores mexidos e barulhentos. Fora do Brasil a realidade é outra, cada vez mais as montadoras buscam desempenho associada ao menor consumo e com baixa emissão de poluentes.



Isso fez popularizar o dito downsizing, onde temos motores de baixa cilindrada com turbo e injeção direta. Já no Brasil a maioria olha apenas a cilindrada para definir desempenho, então quando se deparam com motor de baixa cilindrada já torcem o nariz, e se ver a palavra turbo torcem o nariz de novo. Nem ao menos olham a cavalaria, quanto menos o torque, tudo isso e mais o preconceito que vai ter consumo alto, manutenção cara, e motor com baixa durabilidade.

Talvez por essas e outras que a GM desistiu de por 1.4 Turbo no Cruze, a Fiat tirou o Linea T-Jet de linha, e as vendas do Punto T-Jet e Bravo T-Jet não decolam. Em média Punto T-Jet representa 7,5% do mix de vendas do modelo, o Bravo T-Jet representa 10%.

No entanto é curioso ver que essas mesmas pessoas não tem preconceito ao ver marcas conhecidas como de luxo usando motores turbo, pois a imagem de marca de qualidade é maior que o preconceito ao turbo. Audi com motor turbo? Opa, pelo menos deve ser de qualidade. E assim vai.

Bem, vou listar aqui 10 carros com motor turbo:

1 – Fiat Punto T-Jet 1.4 = R$55740,00
2 – Fiat Bravo T-Jet 1.4 = R$66280,00
3 – Smart Fortwo Coupe 1.0 = R$68500,00
4 – Peugeot 308 THP 1.6 = Lançamento em breve
5 – Peugeot 408 THP 1.6 = R$74900,00
6 – Renault Fluence GT 2.0 = Lançamento em breve
7 – Citroen DS3 1.6 = R$79900,00
8 – Volkswagen Jetta TSI 2.0 = R$82382,00
9 – Peugeot 3008 THP 1.6 = R$85990,00
10 – Audi A1 TFSI 1.4 = R$93000,00

Por Lucro Brasil

  • filipe_melo

    É aquela velha história: Se o povo compra e está satisfeito, pra quê mudar?

    Brasileiro é acomodado, se contenta com pouco.. Certamente as montadoras não iriam arriscar num mercado onde ainda se comercializa kombi etc.

    Por mais que o Brasil cresça, estamos a anos-luz de Países desenvolvidos, não apenas em bens materiais, tecnologias, segurança e bla bla bla.. mas, em maturidade/pensamento/atitude.

    * Sobre a postagem, sou fã desse Punto T-Jet.

    • MecanicoDigital

      O que me anima é ver que pessoas que pensam como você aos poucos aumentam a cada dia … ou seja, vejo uma luz no fim do túnel…

      • AutoIng

        É impressão minha ou quase todos esses "top 10" (de segurança, de motor, etc) são sempre dominados pela Fiat e pelas francesas? Quer dizer, em outras palavras as montadoras que o povo tem mais preconceito, acabam sendo justamente as que oferecem mais. É de se pensar que o problema maior parece estar mesmo na cabeça do brasileiro. No dia em que o povo começar a abrir a mente, nosso mercado começará a entrar nos eixos.

        • msouza91

          se dermos sorte, vai ter mais um Fiat na lista de top 10 turbo mais barato, com o 500T, espero viu…

        • FabianoBR2012

          Prezado, as montadoras mais injusticadas em alguns segmentos oferecem mais justamente por venderem pouco nestes segmentos. Se peugeot 408 fosse lider de vendas no seu segmento o preco dele seria bem maior e com menos mimos, pode apostar. Entretanto carros como vw gol pelado custam caro pois vendem muito. Só mesmo a concorrência pra forcar os precos pra baixo, mas infelizmente no caso da peugeot ainda existe preconceito contra carros franceses o que acaba prejudicando mais ainda uma concorrencia mais forte. Pena mesmo.

          • KTA

            Mas no caso da Pejô acho que a culpa é dela mesmo porque o que vejo de proprietário e ex-proprietário de carros dela reclamar do pós-venda, não é fácil. Assim como da Nissan e da Kia. Fatores como preço de peça, falta de peça, demora de atendimento são muito citados. Não acho que haja um sistemático preconceito contra carro franceses, pois a Renô está crescendo bastante, inclusive encostando na Ford em vendas. Também o pós-venda da Renô é bastante elogiado, ficando em 3ª lugar na pesquisa da revista quatrorodas, só perdendo para a Honda e Toyota.

            • O_Corsario

              E vamos lembrar o enorme esforço da Renault em mudar sua imagem com atitudes concretas.

          • sergiopsy

            Bom seria interessante se a Peugeot realmente praticasse seus preços de tabela também nas lojas, afinal na tabela apresentada no site da marca está como sugestão, tanto que css aqui em Brasilia praticam preços abusivos, oferecendo o 408 thp ao preço de Jetta turbo, sem chances pra mim, num futuro próximo vou ter de sair daki da minha região e procurar negociar um carro em algum lugar que o povo esteja na real.

            • TDRamos

              O Problema da Pejô ae em Brasília é que eu li que todas as CSS são de uma mesma pessoa ou grupo, ae acaba tendo monopólio dos carros da PUG

              Ae quando um carro pode fazer um relativo sucesso, tipo o 408 thp, eles inflacionam em todas as CSS

        • Ranier_Aquino

          eles precisam de um diferencial competitivo no merdado… as outras naum saem da zona de conforto.

        • MM_

          Preconceito com a Fiat? Como assim? Ela é lider de mercado, logo não vejo como o povo pode ter mais preconceito com ela.
          Tbm não vejo muito preconceito com as francesas. Geralmente é conceito formado de problemas que vão se espalhando e se perpetuam.

          Veja só, no passado a VW tinha fama de inquebrável. Ninguém inventou isso. Na época os carros eram muito simples, principalmente os VW, portanto estava pouco sujeito a quebras e era muito fácil de ser consertado. Daí veio a fama.

          Veja o caso do Corolla. Ninguém inventou que o pós vendas da Toyota é o muito bom. A empresa trabalhou por isso, ganhou fama e se espalhou.

          Quando a Fiat entrou no Brasil, era muito ruim. Lembro que minha mãe tinha um 147 e ninguém conseguia trocar as marchas do carro. Assim a Fiat pegou essa fama de ruim, que durou por muito tempo.

          Renault, Peugeot e Citroen tiveram muitos problemas de suspensão. Isso também se perpetuou e muitas vezes ainda é verdade. É o mesmo caso do pós vendas da Peugeot, que é ruim até hoje.

          De qualquer maneira, em geral Fiat e as francesas são mais inovadoras que as outras marcas. Principalmente em itens tecnologicos. Por isso a oferta de carros turbinados.

          • josenum

            Discordo, uma das que mais inovaram foi a VW, por mais que vai 'torcer o nariz'. Exemplos claros foi o 1.0 16v(nao foi mico, mas devido a falta de manutencao adequada dos propietarios) 1.0 16V VVT turbo(com vvt era inovação em carros desse segmento) 1.8 fsi aspirado mas que anda muito(golzinho bola), entre as séries GT e GTI turbos entre outros. Sem contar com a principal inovação(nao que seja bom) o tão famigerado FREX em 2003.

            Depois culpam que a VW fica na mesmisse. Tudo que ela lançou nao era bem aceito no mercado como carro 1.0 turbo, 16v e variedades de motores e afins.

            • MM_

              Mas perae, se não me engano lançaram os 1.0 turbo em 2001, mas a Fiat já tinha colocado Turbo no Uno 1.4 em 1994.

              Motores16V também fizeram estréia em nosso mercado pela Fiat, no modelo Tempra.

              E aí tem mais uma penca de inovações: aventureiros urbanos, compactos 4 portas, pick up compacta CD, cambio automatizado, sem embreagem, 6 marchas. E por aí vai. Veja que não estou dizendo que eles inventaram tudo isso, mas eles que popularizaram no mercado.

            • TDRamos

              Inovação por inovação a FIAT é mais inovadora, e sempre foi, até pq tinha que tirar a imagem dos primeiros 147 ruins

              Cara, o primeiro carro 16v do país foi o Tempra,

              Primeiro turbo de série se não engano, tambem foi o Tempra

              Primeiro carro a ser vendido aqui com Air Bag foi o Tipo

              Depois teve o motor 5 cilindros da Fiat nos Marea
              ____________________________

              Unica verdadeira inovação aqui da VW foi a bosta do Flex que nos ferra até hoje

              e os motores mais inovadores da VW sofreram o mesmo preconceito que os FIAT

              Não sofriam a manutenção adequada e quebravam muito, devido a esta má manutenção, adquirindo uma má fama

              Tirando o 1.0 16v que era uma bosta e dava muito problema, meu tio teve um que deu problemas serios com menos de 10 mil km

          • KzR

            Bela descrição MM. Se muitos parassem para refletir sobre isso, muito deste preconceito ridículo seria extinto. Em parte também por causa de a Fiat como outras não terem agido logo para evitar a fama ruim. Entretanto, vejo que ela aos poucos está conseguindo reverter sua imagem de montadora de carros populares e já passa a oferecer ótimos produtos como Linea, Punto e Bravo e 500. As francesas também estão seguindo pelo mesmo caminho.

            O que elas realmente tem que trabalhar hoje em dia é oferecer um bom serviço de atendimento ao cliente no tocante a vários aspectos: informação, venda e pós-venda, manutenção e defeitos.

        • O_Corsario

          Mas acho que justamente elas oferecem mais pq vendem menos.

      • fabio_augusto

        Por outro lado me desanimo com pessoas pensando como o meu pai, que achou o Agile bonitinho e moderno, e quando falei sobre o Renault Fluence e seus 6 air bags de série, ele me solta a pérola "pra que tanto air bag?"
        Infelizmente ainda há MUITO trabalho a se fazer…

        • zemarreta

          Ou a pérola que ouvi outro dia: esse monte de airbag não pode acabar sufocando os passageiros não?

          • fabio_augusto

            Nossa kkkkkkkkkkkkkkkk
            Por essas e outras, o povo de um país tem o carro que merece…

          • AndersonDak

            acho que falta informação aos brasileiros… o governo poderia investir em propagandas e tals para mostrar o que é como funciona e que vale muuuuito mais apena investir em airbags do que em teto solar e rodas que não vao salvar sua vida em caso de acidentes… mais o Brasil é Triste , enquanto o povo não ir protestas nas ruas , absolutamente nada vai para a frente nesse país.

      • farleytito

        não se iluda pois a grande maioria não pensa como as pessoas que acompanham este e outros sites automotivos. e isso nos remete a um atraso cultural em todos os sentidos da palavra a pelo menos 25 anos de distancias de países europeus. acho que ainda não é possível enxergar a "luz no fim do túnel" , no máximo da pra ter um pouquinho de esperança que começa a aflorar nas cabeças pensantes do nosso país.

    • fredklamt

      Concordo com vc.
      Talvez, esta esperada mudança, não venha por livre e espontânea vontade do consumidor, mas por algum impacto. Um bom exemplo é o que tem ocorrido nos últimos anos no mercado americano. Carros pequenos eram motivo de chacota há algum tempo, mas depois da crise econômica e a alta dos preços dos combustíveis, os consumidores foram "forçados" a buscarem alternativas mais eficientes. Nem por isso saíram perdendo em performance, vide lançamentos do Fusion, Malibu, Explorer e (até mesmo) a F150.

  • Voidbunny

    Peugeot 308 Turbo, meu sonho de carro!

  • Caparroz

    4 – Peugeot 308 THP 1.6 = Lançamento em breve

    Esse 'em breve' da Peugeot é digno de piada. Já deveriam ter lançado o 308 THP desde que o carro passou a ser vendido.

    • Pedro_Rocha

      E pararem de empurrar o AL4 nas demais versões. Em pleno século XXI lançarem o 308 AT com 4 marchas foi uma ode ao atraso.

      • Edson Roberto

        Foi mesmo! esse carro tinha tudo para desbancar o segmento de hatches! Uma pena.

        • O_Corsario

          É a velha história, quem vende pouco tem que correr atrás do prejuízo. A peugeot parece meio alienada do mercado.

          • marcio_cr

            Era (ou ainda é, não sei) uma das mais alienadas. As francesas em geral entraram no Brasil querendo vender a imagem de luxo, mas não conseguiram e até hoje é cobrado o preço delas. Com a fama de carro de manutenção cara.

      • zemarreta

        Ainda mais que aqui no Brasil a PSA tenta vender justamente pelo argumento de modernidade, recheio e tecnologia. Esse câmbio, além de só ter 4 marchas é cheio de trancos e tem pouca durabilidade.

      • sergiopsy

        Bem, eles devem ter um bom estoque encalhado no almoxarifado das fábricas, então a solução para desovar estas peças? Mande para o Brasil lá eles absorvem qualquer porcaria que a gente empurrar neles. Simples assim, sempre tem quem compra.

  • iury

    bem, se tivesse algum motor turbo a preço acessível… quando comprei meu Punto, gostaria que fosse T-Jet. Mas a diferença é de 10 a 15 mil reais. quase outro carro de diferença. aí complica

    • cleitonkuzni

      Concordo com você. Eu acho que a baixa aceitação do turbo está exatamente no preço cobrado por ele.
      Uma pena, mas tenho a sensação que isto poderá mudar depois de um tempo, um bom tempo diria!

      • O_Corsario

        Já está mudando, o novo Punto T-Jet é bem mais barato que o T-Jet anterior, e vamos ser sinceros, uns R$55.000 no nosso mercado para um carro como ele é um valor muito bom.

        • hell_fucker

          Sim, se eu tivesse esperando eu compraria esse T-Jet novo, mas comprei um seminovo no ano passado. Um seminovo pouco rodado vale muito a pena que um zero, já que a diferença no preço é bem alta. E o T-Jet é um carrão!!!

          • O_Corsario

            Pois é, com este novo preço do T-Jet a tendência é o preço dos usados cair, e sinceramente acho a geração anterior muito mais bonita que a atual.
            De qualquer forma, se fosse trocar de carro, teria que ir para a racionalidade (casamento, etc etc rs). De carro passional já tenho o Polo GT que me agrada bastante e que, espero, um dia consiga preparar um pouco.

            • Rods

              Corsário só pensa em casamento….

              Não vá virar um "pau mandado" eim?! kkkkkkkk

  • granrs78

    Estou muito ancioso pelo lançamento do 308 thp, pois em termos visuais e equipamentos, ele, na minha opinião é o melhor hatch em termos visuais no mercado, com o lançamento do turbo com cambio automatico de 6 marchas, aliado ao ótimo desempenho, será o melhor hatch médio a venda no Brasil.

    • Caparroz

      Pode ter certeza disso, sem falar no ótimo acabamento e no teto Cielo.

      • Edson Roberto

        É verdade. Só que a Peugeot poderia nos dar a opção de um interior mais claro e o outro escuro como do 308 atual.

  • hal_cwb

    "O brasileiro não gosta de carro turbo"… eu não compro carro com turbo pelo simples motivo que eles são carros caros. Se tivesse um carro turbo abaixo de 50K e com um porta-malas um pouco maior que o do Punto (240 litros se não me engano) eu compraria com todo o prazer…

    • DougSampaNA

      mil "joinhas" pra vc, eu gostaria que meu Fit 1.4 fosse turbo, pra compensar a falta de força em baixo gir, mas a Honda???
      Uma pedra de morta..japones não arrisca sair do trivial nem matando, a não ser sair de um patamar para outro MAIS ALTO NA TABELA DE PREÇOS, ISSO A HONDA FAZ SEM CONSTRANGIMENTO!

    • spock_cwb

      e não só o carro é caro. Seguro também é um abuso . Pode pegar o sujeito mais responsável do mundo, se tiver um "turbo" na especificação do veículo as seguradoras fazem o orçamento como se o condutor fosse um vileiro com 500 pontos na carteira.

      • marcio_cr

        Este é o maior mal de um carro turbo. Infelizmente as seguradoras não estão se adaptando aos novos tempos do motor turbo. Boa parte desses carros da tabela são de motores de downsizing, ou seja, são motores pequenos projetados para ter desempenho de motores grandes, mas sem serem verdadeiramente esportivos.

        O exemplo é o T-jet. Um 1.4 com potencia de 2.0. É um bom motor, é. Entrega um desempenho muito bom? Sim, principalmente considerar o peso de um Punto. Mas não é um Camaro em potencia. O que não justifica a facada que as seguradoras cobram.

  • duhehe

    308 THP … é isso que eu quero !

    • Astrehl

      E que seja vendido por R$ 65k na versão manual e sem bancos de couro. Amém.

      • duhehe

        Eu ja quero nesse preço, mas com cambio automatico de 6 marchas e bancos em couro

        • Edson Roberto

          Se ele custar R$69990 depois do termino de IPI se considere feliz….

          • Mas muito feliz mesmo. Minha aposta é na faixa de 75 mil reais depois do IPI.
            Afinal esse carro sobra diante de um Cruze HB Top ou Focus Titanium.

    • DougSampaNA

      Exato, eu tambem queria se não fosse posicionado com carro de imagem e preço de politicos, afinal só eles é que podem pagar né?
      Franceses JAMAIS vão ultrapassar nem o 4o lugar em vendas, tem uma politica de não valorizar seminovos de suas próprias marcas e uma manutenção cara, alem de um péssimo pós venda, meu irmão teve um PUG 1.6 feline, usou o carro 4 anos e não repetiria a compra.

      • duhehe

        Eu já tive varios peugeot … 206 , 206.5 e 307 ..

        O 307 no caso nem parece ser irmão do 206 .. tamanha sua perioridade.

        O pos venda eu nunca tive problema, mas que são carros que desvalorizam muito e são mais propensos a ter problemas é fato.
        Meu 206 com 3 mil km já tinha ido na css por causa de problemas de aquecimento, banco descosturando, ar condicionado que parava de funcionar .. etc
        O 207 eu judiei aos montes mas não deu 1 problema .
        O 307 foi encrenca … cambio aut ( 2x), ar condicionado ( foi para arrumar 4x em 9 meses) e sistema eletrico que passava 14v para os componentes e não passava 1 mes sem queimar pelo menos 1 farol, carregador de celular era 1 por semana.
        Apesar disso tudo eu voltaria a comprar … pois quando o carro esta 100% é um carro que da prazer em dirigir .. diferente de outros que é complemente sem sal. Ao invés de querer aumentar o trajeto no meu atual eu quero é chegar logo.

  • Astrehl

    Em Curitiba o A1 está saindo, sem choro, por R$ 86 mil.

    • James_Tiberius

      Esse não é o A1 turbo, é o aspirado…

      • josenum

        nao tem A1 aspirado…

        • James_Tiberius

          Vc está certo. Achei que pela pouca potência (122cv e não 140cv ou mais) tivesse somente injeção direta. Mas agora ví que o torque é de mais de 20 Kgf.m @ menos de 1500RPM. Torque assim só motor turbo!

  • Pedro_Rocha

    Malibu Turbo: talvez em 2014 e chuto o preço em no mínimo 110K.

  • Adriano_Silva

    Fiat tirou o Linea T-Jet de linha, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa que pena não sabia, era um ótimo carro.

    • Edson Roberto

      Mas um dos motivos desses motores turbos não terem dado o ar da graça (falo especificadamente da Fiat) é o fato de não existir nenhum cambio automatizado / automatico. Pois quem compra esse tipo de produto tem por pretensão o gosto por não ter uma embreagem para acionamento.

      Entretanto, poderiamos ter a opção dos dois mundos e escolhessem o que achar mais pertinente. Mas no Brasil tudo é por imposição. Tem gente que compraria modelos que são só oferecidos com cambio manual, se tivessem automaticos e vice-versa. Essa imposição incomoda e faz alguns produtos perderem um bom mercado que poderiam aproveitar. Eu teria um Linea por exemplo com cambio de dupla embreagem. Entretanto hoje em dia, já que moro em SP, desconsidero o cambio manual, pois meu uso maior seria em transito, sendo viavel um cambio que evitasse maior desgaste para minha pessoa.

      • zemarreta

        Há que se considerar também que esse turbo da Fiat é da geração anterior, ou seja, apresenta turbo lag perceptível, o que faz com que abaixo de 2000~2500RPM o motor fique muito muito xoxo.
        Acho que o turbo está começando a quebrar preconceitos por aqui muito pelo 2.0TSI da VW e principalmente pelo 1.6THP da PSA/BMW, que tem desempenho excelente, consumo comedido em relação à concorrência e muito torque em baixas rotações.
        Tenho certeza de que se essa nova geração de turbos não apresentar problemas com confiabilidade a longo prazo, em breve só vão sobrar Honda e Toyota insistindo nos motores aspirados.

        • KzR

          Acho que também é questão de como saber usar. Alguns são mais cômodos do que outros e isso acaba influenciando bastante.
          Citando o caso da S10 Diesel antiga (algo que nunca compreendi muito bem): o torque máximo aparecia aos 1800 giros mas só depois de 2200 giros é que o carro se mostrava mais esperto.

      • KzR

        Aí você falou tudo, Edson. Realmente a imposição de preferências no Brasil é algo a ser discutido. Acho que não faria mal algum oferecer os dois mundos. Até aumentaria as vendas de determinados modelos, pois se um comprador gostou de um modelo X e por ele não ter o câmbio automático, acaba migrando para um modelo Y que não gostou tanto porque precisa do conforto do câmbio. É justamente o seu caso.
        Aproveito para citar dois casos: 1 -Eu acho péssimo a escolha da GM de trazer o Camaro somente automático. Quantos não gostariam de ter um Manual? Aí ou acabam indo para as importadoras ou escolhem outro modelo. 2- A Citroen trouxe o DS3 Manual. Ótimo. Mas muitos, assim como no caso de Bravo e Punto, adorariam ter o motor turbo aliado a uma caixa automática.

  • Alguém aqui tem um modelo turbo para tirar essa minha duvida???
    Sou fa do Punto t-jet, mais sempre ouço por ai que a manutenção e cara, mais isso e verdade mesmo?
    A questão do seguro já sei que não tem choro. Estou de olho em um modelo 2010/2011 branco, mais essa pulga atras da orelha me faz pensar 2x.
    :)

    • BCA_83

      Não tenho um t-jet mas te garanto que é caro… como é de conhecimento público, uma peça no aberrante mercado brasileiro tem seu valor determinado pelo valor do equipamento a qual ela pertence… O t-jet, por ser mais caro, tem as suas peças (mesmo que idênticas as demais versões) mais caras! O ADG já mostrou isso comparando fiesta e focus certa vez… Vai de você ter um mecânico bom e de confiança, que saiba te mostrar quais peças o t-jet compartilha com o 1.4 pé-de-boi (te garanto que várias), para você gastar muito menos em manutenção! Porém, obviamente além da turbina ter um preço alto por aqui (não sei porque diabos!), coletores e juntas serão mais caras, pois são superdimensionadas para suportar a pressão positiva que a turbina empurra, entretanto, dificilmente você terá problema com essas peças se for atenciosos com a manutenção, principalmente com a trocas de óleo no caso da turbina! Agora, como você pretende comprar um veículo usado, já complica um pouco pois você não sabe como o antigo dono era!

      • DougSampaNA

        Lembro disso…ADG dedou a Forda na cara dura, mas isso já vem da época do Escort GL x Escort XR3, ambos usavam o mesmo motor 1,6, só que o do XR3 era mexidinho; e os preços das peças dele, as mesmas do GL, eram SEMPRE MAIS CARAS. Canalhisse das montadoras no brasil.

    • zemarreta

      Eu tenho um 3008. Está com menos de 10000km, e a manutenção não tem nada de tão extraordinário, apenas que vc tem de trocar o óleo no prazo e especificações corretos (o óleo lubrifica TAMBÉM a turbina, e como ela gira como louco, a falta do óleo, ou um óleo ruim, pode detoná-la mais cedo). O seguro foi bem barato para o carro: umas 1500 Dilmas.
      O principal problema que eu vejo de comprar usado seria justamente saber se quem usou antes foi cuidadoso com as trocas de óleo.

      • DougSampaNA

        Fica esperto para ver se os caras não estão pondo óleo mais barato e cobrando outro, os ccs da Hyundai estavam pondo óleo 15w40 nos motores ew cobrando 10w30, aí tinha um monte de motor dando problema e a Hyundai descobriu a mamata, e ameaçou por a conta dos consertos pra elas pagarem aos proprietários…acabou; mexeu no bolso os caras andaram como tem que ser.
        Peça o vasilhame do óleo ou exija acompanhar a troca, se for possivel.

    • jcagnoni

      Não é verdade. O problema é que sempre existe a turma da inveja que procura defeitos nesses carros. Pode comprar tranquilamente, que fazendo todas as revisões não terá problemas com o carro. Só não compre Dualogic. :)

      • Archimedes

        Agora o dualogic é plus, e pelo que dizem, ele está bem melhor. BEM melhor. Não sei se o dualogic é tão ruim assim. O que vejo são pessoas, tipo eu mesmo, que fazem o test-drive e não sabem usar o cambio direito, aí ele dá tranco mesmo!, mas quando o vendedor pegou o mesmo carro que eu, ele levou na boa, bem mais suave que eu. E um amigo meu também tem um, e é a mesma coisa pra ele… bem suave. É questão de intimidade com o cambio, mas as pessoas tem muito preconceito. E isso se aplica em qualuqer caso de automatizado.

        • jcagnoni

          O problema não está na tecnologia dos câmbios automatizados, vale até lembrar que a Ferrari os utilizou por muito tempo (com uma embreagem. Hoje ainda usa, mas com duas). O dualogic comum é um lixo, mal feito, não é ruim de manutenção como dizem mas é péssimo pra andar. Já o dualogic plus é totalmente diferente, o câmbio é bom mesmo, se colocar tudo na balança prefiro ele do que um automático convencional (posso escolher um cvt?).

          • DougSampaNA

            cvt , cvt, cvt…mnham mnham mnham….fome de CVT! O mais economico cambio que eu já ví ! Falo por experiencia.

    • Felix_S

      O Punto não sei, mas o seguro do TSI e do THP não sai tão caro, pelo menos para meu perfil. É bem mais barato que de um SUV de preço semelhante. Acho que não são classificados como esportivos (o que de fato não são, apesar do bom desempenho).

    • RafaelRubioSP

      Samuka, tenho 21 anos, e cotei o seguro de um Punto T-jet no meu perfil, com bonus 8 na porto. sou solteiro, vou para a faculdade e pro trabalho de carro. me saiu por 1.450,00 a cotação. Na época eu era proprietário de um Vectra 2.4, que me saia por 1.850,00

  • PaladinCecil

    Adoraria ter um Punto com o motor 1.4 turbo mas sem as perfumarias esportivas e mais barato um pouco. Quem sabe assim as seguradoras também não iriam parar de cobrar valores absurdos pelos carros serem ditos "esportivos"

    • Ranier_Aquino

      uma pena que no nosso mercado essas versões turbinadas são esportivas… isso mostra que nosso mercado ainda está muito longe do que sonhamos… populares turbinados… q sonho…

      • KzR

        Acho que tem que ficar esclarecido que Apelo Esportivo é diferente de ser Esportivo. Senão, realmente, populares turbinados serão uma realidade distante.

        O Smart não é nenhum dos dois. É só um carro de imagem com motor turbo e já penso como deve ser salgado o seguro…

    • DougSampaNA

      e com um seguro mais em conta …vai? Porque o preconceito das seguradoras com carros turbo no brasil por causa dos moleques que se arrebentam com eles criou este estigma.

    • KzR

      Eu acho legal o apelo esportivo que o Punto traz com o motor turbo. Mas é um absurdo as seguradoras acharem que este é um carro que vai causar acidentes ou danos. É só um carro com um visual diferenciado e um motor de melhor rendimento.

  • DMBBR

    Além de poucas opções, custam caro e estão disponíveis, quase totalmente, em versões esportivas. Isso sem falar no valor do seguro desses carros. Ainda espero que um dia nós possamos essa tecnologia nas versões "civis" dos nossos carros e que elas substituam os motores maiores, mais gastadores e menos eficientes.

  • JulienAvril

    308 THP, chega de demoras e vem logo com preço abaixo de 70k, obrigado!

    • Beto_SP

      Comprei o 408 thp por 66.800.

      • tabajapa

        Como PJ?

  • bbrasil2

    E mesmo assim o preço não cai, Punto por 55 k ?! me faz um favor, quando q é para colocar um turbo num motor 1.4 ? Ta ok, tudo bem, tem todo o trabalho de preparação, etc, mas é uma linha de montagem, o preço no final não fica tanto…

    Sem dizer q comprar um Punto turbo e com toda aquelas perfumarias, rsrsrs, é desfazer mais ainda do turbo, muito ligado a rebeldia e zoeira mesmo…

    • TDRamos

      O Motor do T-Jet é importado da italia, por isso é mais caro tbm

      • jcagnoni

        O câmbio é importado, mas o motor não.

        • AutoIng

          Pelo que me consta o powertrain todo é importado, porque apesar da base desse motor ser feita aqui, a versão turbo tem várias modificações, sem contar o cabeçote 16v. Estavam até com a idéia de fazer um E.torQ 1.6 turbo totalmente nacional pra acabar com essa importação, mas parece que não tem demanda pra isso infelizmente (quem sabe aí com a vinda do Dart).

          • marcio_cr

            Como assim não tem demanda?
            O Punto TJet pode não vender muito. Mas o Bravo T-Jet, por conta da diferença de preço bem menor entre o normal top e o tjet, representa 10% das vendas do Bravo.

            ps: Sem contar que o projeto 1.6 turbo continua de pé. Acho que estamos vendo um renascimento dos carros esportivos no nosso país. Pena que sem noticias do Civic Si e Golf GTI.

            • KzR

              Tomara que sim Marcio, que venha versões mais fortes de nossos modelos, mas que não precise ser caracterizadas como esportivos para não salgar ainda mais o seguro hehehehe

              Acredito que a demanda para fazer o e.torq turbo a priori não compense pois de quase 1000 Bravos vendidos mensalmente, 100 serão T-Jet's. Se no Punto que vende mais a cifra de T-Jet's não passe de 7,5%.
              Mas espero que eu esteja errado ou que a Fiat traga um substituto a altura para o 1.4 Turbo.

    • Ranier_Aquino

      sai mais caro do que comprar um punto 1.4 e preparar o motor… truestory

      • Archimedes

        Mas é mais confiável(quem fez o projeto foi um grupo de engenheiros, não um mero mortal), tem garantia, manutenção bem preparada(esse é só teoria… na prática, sei que não é bem assim), o seu seguro não vai te sacanear tanto… No fim, a diferença não é tão grande, se você usar o carro, digamos, uns 2 oou 3 anos.

        Ahh, sim… e ainda tem o fator eficiencia, que não é o caso do T-jet, pelo que dizem, mas se você preparar seu carro fora, dificilmente você vai alinhar o desempenho com o consumo e a eficiencia. Vai ter um carro forte, sim, mas eficiente apenas se gastar uma grana alta aí com mapeamentos eletronicos, redimensionamento de componentes, admissão, escapamento… Nunca é tão simples quanto botar um turbo e pronto, como os "boyzinhos" sempre fizeram, arruinando a imagem do "turbo".

        • KzR

          Não tem nem comparação O custo pode ser menor para se preparar, mas motor turbo de fábrica é projetado para durar. E no fim, eficiência e consumo vão mostrar que acaba sendo mais barato a longo prazo.

      • marcio_cr

        Quem foi que disse que os motores são os mesmos?

        • KzR

          O motor é praticamente o mesmo (é FIRE), mas tem muitos componentes exclusivos e especifícos como o cabeçote 16V.

  • RicRB

    " Tem ainda a imagem da palavra turbo associada a motores mexidos e barulhentos"…
    Creio que o grande problema da imagem do motor turbo, ou grande parte do preconceito, é que ainda é considerado carro de "boy"!!!
    Assim sendo, a imagem é que fica para muitos, é de um carro mal tratado, que não trocou o óleo no seu devido tempo, nunca fez as revisões periódicas…
    Por mais que esteja em perfeito estado, sempre há uma certa desconfiança!!!

  • maycu7

    nu tem um 500 TURBO ??

    • MyFault!

      Não no Brasil.
      Infelizmente.

    • msouza91

      ainda não, mas há rumores que vão lançar o 500T na linha 2013 ou 2014

  • Rafael_rec

    Essa nova frente do Punto ficou bizarra demais…

  • Beto_SP

    Tenho um 408 thp e não tenho do que reclamar. Consumo ótimo, muito estável e confortável. Melhor custo beneficio da categoria. Se tiver uma empresa vc ainda consegue 10% de desconto. Comprei o meu com 12% ( 10 da fábrica e 2 da concessionária ).Saiu por R$ 66.800. Não tem concorrente por esse preço. Nenhuma fábrica da esse desconto para empresa. O único concorrente que chegou mais perto foi o Jetta com 4%.

    • andy_irons

      qualquer carro peugeot pode ser comprado por qualquer empresa a esse valor? tenho interesse num 308 top, se tivesse esse desconto ajudava

      • spock_cwb

        Creio que sim, pelo menos quando eu vi era assim. O percentual varia, mas o desconto para CNPJ da Peugeot não exige número mínimo na frota ou outras bizarrices. Vale a dica também de procurar em várias concessionárias, até de outros estados, porque na venda direta, a grosso modo, você está comprando da fábrica, a concessionária só faz o meio de campo.

        • andy_irons

          obrigado! vou ver isso

    • spock_cwb

      Nem a Renault? No Fluence chegaram a me oferecer o Privilege de 72k por 64k para CNPJ, mais de 10%.

  • Louis

    Quanto custa o seguro de um Punto T-jet ?

    • Beto_SP

      Tenho um 408 thp e o meu seguro saiu po R$ 2.800,00. Valor muito bom pela porto seguro.

      • jcagnoni

        Tenho um Palio 1.0 pelado e meu seguro sai R$4500 na menor seguradora, até o t-jet saiu mais barato pra mim, por volta de R$3800. Vai entender…

        • Archimedes

          Estranho… cobraram quase propoção de seguro de moto! o.O

        • AutoIng

          Caramba, você mora na Rocinha ou algo assim? Brincadeira, mas mal dá pra acreditar nesses valores…

        • marcio_cr

          Ter modelo popular visado por ladrão é mais caro do que ter modelo turbo.
          Cotem um Gol para vcs verem.

  • GilcimarChina

    Olha, me desculpe o colunista, mas, PARA MIM, essa história de que a GM preferiu o motor 1.8 ao 1.4 turbo, o qual deveria equipar o Cruze, soa-me como outra falcatrua SENSACIONALISTA para culpar os consumidores brasileiros e manter desatualizada a sua linha de produtos, caríssimas, diga-se de passagem.

    Me desculpe, galera: está certo que o Brasil rola muita ignorância no aspecto automotivo, baseando-se muitas nas vezes apenas nas cilindradas, como bem menciona o colunista, mas eu queria saber se o motor 1.4 turbo equivaleria ao preço do 1.8 no Brasil.

    Basta olhar os preços: os carros sem motores turbos são baratos? Não. Ficam mais caros com motores turbos? Sim. ENTÃO NÃO ME VENHA COM ESSA CONVERSA, GM. Vide o Punto: por mais que o Punto tenha um motor turbo, é um Punto que você poderia comprar com motor turbo, mas equivalente a um carro de categoria até duas vezes acima. Não estou desmerecendo o Punto com motor turbo, NUNCA; estou desmerecendo seu altíssimo preço

    Então, esperia aí: estamos falando de motores ou de preços???

    • Tripa-Seca

      Desculpa, Punto, Bravo… Que carro de duas categorias acima você poderia comprar com o dinheiro de um Punto?
      Quanto ao seu ponto de vista sobre a escolha da GM, foi perfeito.

      • MM_

        Não concordo na questão da GM.

        Há 2 semanas atrás um tio da minha esposa comprou um 408 griffe completo 0km. Fiquei "de cara" por ele ter sido enganado com esse carro com 4 marchas, então só perguntei se ele viu o modelo THP. Segundo ele, é um absurdo aquele 1.6 custar o mesmo preço, até pq o motor do carro não deve durar mais de 2 anos, já que, sendo 1.6 e turbo, vai forçar demais pra empurrar um carro daquele tamanho.

        Você tem noção de quantas pessoas com esse raciocício imbecil existem no Brasil?

        • AutoIng

          Deixa eu pegar meu machado ali e já volto…

        • AntonioCarn

          Estamos precisando de um tsunami…

      • Archimedes

        Acho que a questão qé que os motores turbo são posicionados com preços acima dos "normais", mesmo que não custem isso tudo, ou não ofereçam um desempenho tão melhor assim, digamos. Me parece que tentam vender a eficiencia+esportividade, apelando para um lado mais emotivo do consumidor, e não para o lado racional dos motores turbo. Vejo aí é uma desculpa pra ter mais lucr vendendo motor antigo e barato, e mais lucro com os motores mais modernos, como se fossem criados nichos superiores para os motores modernos, quando na verdade, eles deveriam ocupar os lugares dos motores antigos.

        • marcio_cr

          Está certo.
          A prova é que o punto T-jet custa bem mais que o modelo normal do que o Bravo T-jet.

    • YoOdEx

      Eu até concordo um pouco. Mas pior que isso é verdade.. Pergunte a algum tio, avô, alguem não conhecedor de carro, se prefeririam um o motor 1.8 no Cruze, ou um 1.4 turbo.. Na minha opnião, 90% dos desentendidos vão querer o 1.8 achando que anda mais.

  • zemarreta

    A VW bem que poderia pensar em voltar a produzir por aqui o 1.0T, além de começar a produzir seu excelente 1.4TSI em substituição ao pré-histórico AP2000, vulgo "motor do santana".

    • Leandro1978

      Concordo em relação ao 1.0. Se 10 anos atrás já rendia 112cv e 15,8 m.kgf a 2.000 rpm, imagine o que não poderia estar rendendo hoje… Quanto ao 1.4, acho-o interessante, sem dúvidas. Porém acho que o mercado não o aceitaria em um modelo como o Jetta. A GM tentou um 1.4 turbo no Cruze e não foi bem aceito. O mercado prefere motores 2.0 nos modelos médios. A "saída" é um 2.0 16v ou o 1.8 TSI. Menor que isso, pode ter dificuldades em vendas. Agora, este 1.4 TSI seria muito interessante nos compactos da marca.

      • zemarreta

        A grande vantagem desse motor 1.4 é o tanto que ele é coringa. Na prática ele consegue, apenas com pequenas modificações de hardware, e muitas de software, substituir tranquilamente toda a linha de motores entre o 1.4 até o 2.5 aspirados, gerando desde alta economia nas versões menos potentes até alto desempenho, quando necessário. Na prática a VW poderia fabricar apenas ele em substituição a pelo menos 3 motores distintos fabricados por aqui: 1.4, 1.6 e 2.0. Imagino que isso gere alguma economia de escala, não?
        No fundo, entretanto e infelizmente, tenho de concordar em parte contigo, pois realmente não se pode subestimar a "jacuzice" do povo, mas por outro lado, quem chega primeiro pega os melhores lugares, e a VW poderia aproveitar o excelente know how para ser líder em uma tecnologia que já deve bombar a médio prazo.

        • YoOdEx

          Perfeito seu comentário.. É muito tranquilo colocar o 1.4 (sem turbo) com 90 cavalos, com o turbo, com 110, 125, e 160 substituindo os atuais 1.4, 1.6, 2.0 e 2.5 do mercado num único motor, com pouca modificação. Seria muito interessante um Gol GTi com os 125 cavalos, o Jetta e Golf com o de 125 cavalos e 160.. Poderia até deixar o Tsi 2.0 para Passat e cia… Pensando como mercado pessoal.. por mim o 2.0 Tsi deveria ser sagrado em todos os próximos médios da VW!

      • jcagnoni

        Duvido que mudou tanta coisa assim de 10 anos pra cá, dificilmente passaria de 10% essa diferença. A GM nem tentou o Cruze 1.4T aqui, eles já sacaram que o consumidor não aceitaria e não tentaram arriscar.

        • Leandro1978

          O 1.0 8v passou de 65 para 72 cv (gasolina) e o torque de 9,1 para 9,7 kgmf. Não gosto do "se", mas se for seguir a proporção, este 1.0 turbo renderia tanto quanto um 1.6 moderno de hoje. Isso sendo conservador, pois rendia algo próximo do 2.0.

          • jcagnoni

            Sim, isso eu concordo. Hoje tenho um Palio 2010 1.0 e ele tem 75cv no álcool (9,9kgfm de torque), isso é um 1.6 de 20 anos atrás. O motor é bem forte mesmo (por ser 1.0), mas o que já ouvi dizer de um mecânico é de que esses carros são literalmente uma bomba, com taxa de compressão altíssima, rodando no limite do que o bloco pode oferecer. Colocar um turbo nesses carros seria dor de cabeça, não tem no que melhorar o motor, pois ele não aguenta.

      • Archimedes

        Pois é… acho que você está certo, mas o que perde um motor 1.4 do audi A1, pro motorzinho de 30 anos atrás do jetta? NADA! nem em potencia, nem em torque, nem em consumo. Tanto é que, no proprio jetta, existe um motor maior igual a esse 1.4, trazendo o que há de mais moderno em motores… É tudo uma questão de divulgação, eu acho. Investir na propaganda que esse 1.4. é melhor, em qualuqer aspecto, que o 2.0 antigo do santana/jetta

  • Riverraid2600

    Carro no Brasil é caro demais!! E para não gastar ainda mais sempre devemos pensar no que trás ainda mais gastos além de sua aquisição. Não é só preconceito com o Turbo mas também pelo fato de "esportivo" encarecer o seguro e o preço na hora da revenda que despenca pois o comprador vai querer pagar o preço de 1.4 normal no T-jet.

  • leonardovano

    um punto T-jet deve ser uma diversão!
    Gosto de carros com motor e cambio manual, turbo então é sonho desde moleque, mas com esses preços, não da nao! prefiro pegar um punto 1.8 e dar uma preparada no motor, vai ficar muito mais divertido e ninguem vai torcer o nariz na hora de comprar!

  • Leandro1978

    Desculpe, mas há dois carros que ainda não estão disponíveis para venda, assim não deveriam estar na lista. Já sabem o preços oficiais? Senão, daqui a pouco faremos lista com carros que ainda não existem. Por exemplo, lista dos 10 menos caros, já pode colocar up!, Onix e HB20.

  • guga london

    Acho que o maior problema e Mesmo O preço dos carros um pinto por 55mil e duro lembro do gol turbo o unico popular con esse tipp de motor ate hoje feito no brasil Venda muito bem e poderia estar em linha ate hoje no gol g5 o problema e o preço do carro turbo que as proprias montadoras colocam njm patamar de carro de luxo e Claro o seguro carissimo

    • PabloBahia

      O que duro e por 55mil rapaz ? AEHUUEUHAUHEUHA lol

      • Stark

        ashuashusauh acho que ele quis dizer um Punto por 55 mil é duro…
        Ou entao é traduçao do google e ele é de Londres (olha no nick)

    • James_Tiberius

      Cara, desculpe, mas não dá pra entender o que você escreve…isso é tradução automática do Google?

    • James_Tiberius

      Ok. Vamos traduzir:
      Acho que o maior problema é mesmo o preço dos carros. Um Punto por 55mil é duro! Lembro do Gol Turbo, o único popular com esse tipo de motor feito até hoje no Brasil! Vendia muito bem e poderia estar em linha até hoje no Gol G5. O problema é o preço do carro turbo que as próprias montadoras colocam num patamar de carro de luxo e, claro, o seguro caríssimo …

  • alfredo_araujo

    "Talvez por essas e outras que a GM desistiu de por 1.4 Turbo no Cruze, a Fiat tirou o Linea T-Jet de linha, e as vendas do Punto T-Jet e Bravo T-Jet não decolam. Em média Punto T-Jet representa 7,5% do mix de vendas do modelo, o Bravo T-Jet representa 10%."

    Discordo do autor na conclusão…

    Punto, Bravo e Linea T-Jet vendiam, e vendem pouco, pq são as versões mais caras desses carros…

    Que carro tem a sua versão mais cara como a mais vendida, ou sequer com uma boa porcentagem das vendas ?? É dificil… ainda mais pq as versões mais caras de um modelo costumam "encostar" na versão mais barata do modelo de um segmento superior…

    • YoOdEx

      Sei não viu, mas parece que o Jetta Tsi é muito procurado, a ponto de ser raro ter em estoque, mas claro, não supera a versão 2.0 Flex.

      • jcagnoni

        Isso não diz nada, até o Golf ainda vende bem.

    • O_Corsario

      Falou tudo.
      ainda mais no caso do PuntoT-Jet, que é BEM esportivo e não agrada a todos. Eu gostaria de ter este motor, mas não encarava todos aqueles acessórios visuais esportivos.

    • spock_cwb

      são mais caros e tem longa lista de espera. Ah, em alguns casos, também você não encontra nem para test drive.

    • marcio_cr

      e vai de encontro ao que a própria Fiat já disse. Para o Bravo T-Jet o modelo é considero um sucesso, já que ela esperava que ficasse por volta dos 5%.

  • danielrds

    Esse "mais barato" devia ser citado entre aspas, rsrs! por esse preço lá fora vc compra um carro considerado TOP dos TOP aqui..

  • PatrickKoba

    Acho que a falta de câmbio automático no T-Jet pode ajudar a explicar o insucesso da FIAT…

    • jcagnoni

      Sem sombra de dúvida!

  • hugogyn94

    No proximo TOP 10 mostrara os carros mais caro do brasil.

  • DiMais

    e o pior é querer comparar os preços com motores de mesma cilindrada, como se um Bravo T-Jet fosse concorrente de Focus 1.6 por exemplo, não o 2.0 (que ainda assim tem menor cavalaria que o 1.4 T)!

  • jcagnoni

    Só adicionando uma informação relevante, o motor t-jet é um fire 16v (sim, esse do Novo Uno) com turbo, nada além disso. Tirem suas próprias conclusões disso.

    • AutoIng

      Há extensas modificações pra produzir um motor turbo, tanto é que lá fora eles também são mais caros. É claro que aqui chutam o balde além do necessário, mas fazem isso porque turbo aqui é sinônimo de "carro de imagem". Agora, daí a achar que é só encaixar uma turbina sem modificar nada num motorzinho 1.4 e só subir 3 mil no preço, é ilusão também.

      • jcagnoni

        Com certeza, é bem por aí mesmo. Apesar de ser derivado do fire, o t-jet daqui é o mesmo dos outros países, ou seja, na europa também usam fire! rsrs

  • mariostefa

    Pois eu curto muito um turbo.Por isso nao abro mao da minha Marea Turbo original de fabrica e de uma Saveiro com 250 cv.é o que minha grana me proporciona. Se tivesse mais $$$ colocaria na lista de prioridades um Audi RS3 kkk.

    • YoOdEx

      Deixa eu te perguntar, o Marea Turbo original tem um comportamento semelhante aos dos atuais motores turbo? Ou ela está mais para os modelos antigos que tinha um comportamento menos linear?

      • mariostefa

        Acho a Marea lenta até os 3.000 rpm,depois vc cola no banco. Diferente da Saveiro que ja empurra desde baixa rotação. Acredito que deva ser por causa de caracol quente/frio

  • mbarbosa697

    Ja ia da por falta do Linea T-Jet na lista,mas nem sabia que tinha saido de linha…fui até olhar um 2009 preto seminovo por 38k aqui,ofertei minha Grand Tour 2008 + R$8.000 de volta,o cara pediu R$13.000,kkkkkkk!

  • bedotRJ

    O downsizing foi tentado em dois momentos: pela VW com o 1.0 16v Turbo que equipou Gol e Parati entre 2000 e 2002; e logo a seguir pela Ford, com o 1.0 Supercharger que equipou Fiesta e EcoSport.

    Por que foram descontinuados? Razões principais: 1) questão tributária (houve redução do gap de IPI entre os modelos 1.0 e os de cilindradas acima, tornando menor o retorno por unidade vendida dos 1.0 'tecnológicos', de custo de produção superior aos 1.6 8v de potência similar); 2) questão mercadológica (os modelos flex começaram a ganhar as ruas, tornando-se preferenciais para a maioria dos consumidores); 3) questão filosófica (na cabeça do brasileiro, que ainda leva muito em consideração o que seu mecânico 'de confiança' da esquina diz, esse 'treco' de turbo e compressor é tudo problemático).

    A tendência agora é utilizar a mesma idéia de downsizing, mas já atrelada a novas tecnologias, com câmbios modernos, injeção direta e simplificação da manutenção. Como sempre, com atraso no Brasil.

    • marcio_cr

      Também, vão tentar downsizing em modelos populares. Carros normalmente comprados por pessoas que não fazem manutenção e quando quebram, vão para os mexanicos. Pelo mesmo motivo os 16v pegaram má fama no nosso país.

    • MM_

      Existe outra: o consumo do Fiesta Supercharger era injustificável. Minha irmã tinha um que andava menos que o 1.6 e gastava mais.

  • YoOdEx

    Esses motores turbo são excepcionais! É dirigir um para se apaixonar completamente. Ainda estou doido por um Jetta Tsi, quem sabe não sera meu próximo carro?

  • edsontak

    Deste top 10, 4 são do mesmo motor 1.6 turbo da PSA.

    Turbo VW, Ford e GM chegam em 2025…

    • O_Corsario

      Na verdade o turbo da VW já chegou e já foi embora, e já tem um novo no TSI…

    • AutoIng

      Otimista… :)

  • Motor turbo é o que há (falo dos originais, não as gambiarras que vemos por aí..), porém brasileiro gosta mesmo é de coisa velha e cara.

  • farleytito

    cara eu vi um punto motor t-jet aspirar água de chuva e quando chegou na oficina (rebocado) todos os mecânicos chutaram por alto um custo de no minimo 10000 reais para reparo do motor(concessionaria). e quando foram mexer de fato o reparo ficou em aproximadamente 700 reais incluindo mão de obra e peças (óleo,filtro de óleo, filtro de ar, velas e e duas abraçadeiras). o motor não sofreu dano algum com o calço hidráulico, nada nem se quer em sensores elétricos e eu que já curtia esses carros turbo me convenci de vez de sua resistência. se fosse um aspirado qualquer teria estourado todo o motor com certeza.

  • O_Corsario

    Não vejo sentido em colocar na lista carros ainda não oferecidos.
    E o T-Jet novo ficou com preço bem interessante. Só não gostei do visual, muito exagerado para meu gosto. Enfim, não acho que vendam pouco, ao contrário. Acho que para a proposta do carro vendem muito bem.

    • KzR

      Concordo, até porque os que procuram o T-jet estão atrás de um carro forte com alguma firula. É uma pequena parcela dos compradores e a Fiat fez seu estudo. Se não compessasse em parte, por que ela venderia então?

  • jeep12

    comprei este mes um Audi A1, que tem motor 1.4 turbo.
    nesta primeira semana estava fazendo 15,5 km/l rodando na regiao da barra, no rio de janeiro com ar sempre ligado.
    hoje peguei transito mais pesado, media caiu para 13, 7.
    e se pisar, anda bem!
    impressionante – e num carro com nem 200 kms rodados.
    downsizing veio para ficar, sem duvida.

    • Stark

      Vejo por todo canto que esse A1 é super economico mesmo!

      Rodovia será que é possivel uns 17km/l?

      • jeep12

        Cara, nao tenho duvida que faz os 17 na estrada, sim.
        Me impressionei no fim de semana, sai de casa e fui buscar namorada na casa dela. Avenidas, mas transito normal, sinal fechado, etc etc. E o numeo da media de consumo so foi melhorando! Imagino na ewstrada, ou numa via sem sinal de transito!

    • Filipe_GTS

      Pensar em economia de combustível num Audi A1 é um pouco irônico, pra não dizer sarcástico. Custa R$ 100.00 (inviável pra 80% dos brasileiros). Quanto sai o seguro? 500 reais por mês? Quanto sai o IPVA + DPVAT + Licenciamento? R$ 2.500 por ano?

      • jeep12

        Po Filipe, tudo bem? Cara, claro que nao comprei o carro pensando em economizar dinheiro. Mas pra quem gosta de carro e de dirigir, uma delicia perceber o bicho que anda bem, silencioso e super economico. Bacana sentir a tecnologia. 'E isso. Abraco.

  • Diggo

    Dos turbos os mais fodões na minha opinião é o Punto e o Fluence. O primeiro por ser um hot pocket e o segundo por ter o estilo dos antigos turbo, nada de downsizing. Acho que um é bem o contra do outro.

  • ericmon

    se vc não se importa com um seminovo, dá pra encontrar uns punto t-jet 2010 por $40mil. vontade de sobra, falta grana pra ter um.

  • apmneto

    O Linea T- Jet saiu de linha por que era mais bem mais caro que os com motor convencional. Alguém em sã consciência daria 70 paus num línea? O mesmo acontece com Punto e Bravo. Troquem os motores 1.6 / 1.8 pelo 1.4 turbo que venderão como água. Eu mesmo entro na fila.

  • Filipe_GTS

    O carro turbo mais barato do Brasil é o Gol CL 1.6 AP (R$ 8.000 em bom estado) com kit básico de R$ 1.500. Total = 9.500 reais =)

    • O_Corsario

      Não entra na lista pois não é um carro mas uma "MAKINA"! rs

  • aneypassos

    Tenho um 3008 griffe e uma tiguan..os dois turbo.. e nao tenho vontade de sair dos turbos originais… sao excelentes em performance e economia.

  • RTA96C_Turbo

    é sério??? Smart 1.0 turbo por 68 paus???

  • KzR

    Acho, ainda que muito devagar, que a percepção sobre os turbos está mudando. Vejam a lista. São dez carros abaixo de 100K reais.
    Claro que estão em modelos caros e quase sempre sendo nas versões Top de Linha. Mas é por aí que o Turbo está achando sua brecha para poder figurar e marcar cada vez mais presença nas ruas e estradas brasileiras. Temos também alguns modelos usados turbo que geram boa procura, como o Audi A3 nacional. São bastante desvalorizados ainda, mas provam como um bom motor pode durar tanto quanto um aspirado de mesma cilindrada ou nível de potência.

    Se os atuais ainda sofrem com essa desvalorização, é por causa da imagem que muitos ainda pretendem agregar. A Fiat chama o T-Jet de linha esportiva (embora pregue consumo comedido). Mas outros fogem bastante a essa tendência. Não creio que o Smart e o 3008 tenham apelo esportivo. O Jetta, 408 e o Fluence não abandonaram seus ternos de sedans discretos. É a presença deles que ajuda e ajudará a formar no imaginário popular que o Turbo é só mais um meio de se obter mais força, reduzindo espaço e sem sacrificar a economia.

    • Francisco Gabardo Cruz

      Logo, logo serão raros os que não são turbo… com esse Downsizing, 1.6 só carro de luxo, e 2.0 muuito esportivo… queria que a Fiat trouxesse aquele 0.9 twinair da europa… uma chance de sair na frente aqui

  • marcelotavaresA

    Vergonha de falar que esses Preço São Barato !@!!!!

    • Francisco Gabardo Cruz

      Hoje estão mais caros… mas o que você espera de um país, onde é cobrado quase R$ 26 mil num gol g4, peladasso, e com projeto tão antigo que o motor é longitudinal? Carros de alta eficiencia baratos? kkkkk

  • Romis_gtr

    Carro turbo é bom, mas exige cuidados…..cuidados que brasileiro não quer ter com o carro, logo carro turbo não é bom B)

    • Francisco Gabardo Cruz

      Por isso que o Marea não deu certo… mesmo não sendo tudo turbo… a gasolina daqui também era um veneno pros motores que eram importados… mas graças a deus a fiat resolveu esse problema… se não o Tjet teria o mesmo fim: Um otimo, excelente carro, de nível europeu, mas com a manuteção que exige cuidados, que aqui são poucos que tem, e se estragarssem eram poucos, muito poucos que sabiam arruma-los, e cobravam uma verdadeira fortuna

  • Francisco Gabardo Cruz

    Bem que a Fiat poderia colocar multiair e turbo no 1.6 EtorQ!!! E um 2.0 turbo, pro Golf Gti não ficar sozinho com os importados!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend