Hatches Listas Top 10 Matérias NA Mercado Sedãs

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Quais são os carros populares com maior porta-malas no Brasil?


No Brasil, os carros compactos populares precisam ter porta-malas grandes, pois muitas vezes são o único carro de uma família grande, então na hora de fazer uma viagem, um bom porta-malas consegue levar a bagagem de todo mundo.

Nesta lista Top 10, agora temos os populares (tanto hatches quanto sedãs) com os maiores porta-malas do Brasil. Levamos em consideração o segmento do modelo, sempre carros 0 km dentre os mais baratos do mercado.

Abaixo, a lista com volumes dos porta-malas dos respectivos modelos. Números de acordo com a litragem oficialmente divulgada pelas montadoras:


Hatches populares com os maiores porta-malas

Dentre os hatches, o modelo que se destaca é o Renault Sandero, com capacidade de 320 litros, o suficiente para uma família de quatro pessoas levar de bagagem.

Toyota Yaris, Hyundai HB20, Fiat Argo, Fiat Uno e Renault Kwid também têm boas capacidades. Os piores são Volkswagen Gol e Volkswagen up! neste ranking.

1) Renault Sandero – 320 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Segundo carro mais em conta da Renault no Brasil, o Sandero é o atual hatch compacto com o maior porta-malas à venda no mercado nacional. O modelo comporta até 320 litros de bagagens em seu compartimento, volume que pode ser ampliado com o rebatimento dos bancos.

Além disso, o Renault Sandero oferece um bom espaço interno, em especial para os ocupantes traseiros, que contam com um bom espaço para as pernas e cabeça. Ele é oferecido atualmente em versões com motor 1.0 litro flex e 1.6 litro flex, sendo o segundo com a opção de câmbio automático do tipo CVT.

Há também o esportivo Sandero R.S., com um motor 2.0 flex e câmbio manual de seis marchas. O Sandero 2020 tem preços entre R$ 46.990 e R$ 73.090.

3) Toyota Yaris – 310 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Vamos concordar que o Yaris não é um carro tão popular assim, muito por conta do seu preço mais elevado. Ainda assim, dá para inclui-lo nesta lista. E o compacto “premium” da Toyota aparece em segunda posição com seu porta-malas capaz de levar até 310 litros.

O Toyota Yaris também dispõe de um bom espaço para os ocupantes na cabine, já que dispõe de um entre-eixos de 2,55 metros. O hatch é ainda bem completo em sua versão topo de linha, com direito a sete airbags, controles de estabilidade e tração, bancos em couro, teto solar elétrico, entre outros.

A linha do Yaris tem motores 1.3 flex e 1.5 flex, com câmbio manual ou automático CVT. Os preços, contudo, são salgados, variando de R$ 66.190 a R$ 83.390.

3) Hyundai HB20 – 300 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Segundo carro mais vendido do Brasil, o Hyundai HB20 surpreende no quesito porta-malas. Tem um compartimento capaz de levar 300 litros, um bom volume considerando as dimensões compactas do hatch de entrada da marca coreana.

No entanto, ao contrário do Sandero, o HB20 não tem um espaço abundante para os ocupantes em sua cabine. Em especial no banco traseiro, o Hyundai não tem muito espaço para as pernas e ombros dos passageiros.

O Hyundai HB20 é comercializado em versões com motores 1.0 litro flex, 1.0 litro turbo flex e 1.6 litro flex, com câmbio manual ou automático. Seus preços vão de R$ 44.490 a R$ 72.590.

4) Fiat Argo – 300 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

O novo hatch compacto da Fiat nasceu para ser um bom intermediário entre Palio e Punto, substituindo estes dois numa tacada só. Além de ser mais moderno, o Fiat Argo é também mais espaçoso que seus antecessores.

Com 300 litros, o Argo está na média do mercado e oferece um bom espaço interno. O modelo chega para ser referência no segmento, introduzindo tecnologias de conectividade e economia.

A gama do Fiat Argo tem versões com motores 1.0 litro flex e câmbio manual, 1.3 litro flex com câmbio manual ou automatizado GSR e 1.8 litro flex com câmbio manual ou automático. Os preços vão de R$ 49.590 a R$ 69.990.

5) Volkswagen Polo – 300 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

A nova geração do Volkswagen Polo chegou ao mercado brasileiro no fim de 2017 e é também um dos “populares” que tem um dos maiores porta-malas do Brasil. Assim como o Yaris, o Polo não é tão popular assim, já que conta com versões que passam facilmente dos R$ 80 mil.

O novo Polo tem porta-malas com capacidade para 300 litros. Além disso, tem um espaço interno considerável, fruto do uso da plataforma modular MQB A0. O hatch se beneficia de suas medidas maiores que as do Gol, por exemplo, para aumentar mais o espaço para quem vai atrás do que para bagagens, o que é louvável.

A gama Volkswagen Polo tem versões com motor 1.0 litro flex manual, 1.6 litro flex manual ou automático e 1.0 TSI (turbo) flex automático. Os preços partem de R$ 53.590 a R$ 76.990, sem opcionais.

6) Citroën C3 – 300 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Um tanto quanto esquecido no mercado brasileiro, o Citroën C3 é outro compacto “premium” que se encaixa neste ranking de carros populares com os maiores porta-malas. O modelo tem um porta-malas capaz de levar até 300 litros de bagagens, um bom volume para um carro com 3,94 metros de comprimento.

O C3 conta com versões com motor 1.2 litro flex e 1.6 litro flex, sendo este último com a opção de câmbio automático de seis marchas. A Citroën vende seu compacto por R$ 55.090, podendo chegar a R4 71.090 na versão mais completa.

7) Renault Kwid – 290 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Carro mais barato da Renault e também um dos automóveis mais em conta disponíveis em nosso mercado, o Kwid tem um bom porta-malas. Ele surpreende por levar até 290 litros de bagagens, um volume elevado considerando que ele tem só 3,68 metros de comprimento.

Porém, como nem tudo são flores, já dá pra imaginar que o Renault Kwid não é excelente para os seus ocupantes. O espaço para as pessoas é bastante diminuto, sendo que motorista com ombros mais largos podem se atrapalhar com as colunas do carro que ficam bastante próximas dos ombros.

O Kwid é vendido sempre com motor 1.0 flex e câmbio manual. Ele parte de R$ 33.990 e chega a R$ 44.990.

8) Chevrolet Onix – 289 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Esse é o líder absoluto. Desde o Monza a General Motors não curtia a liderança de mercado no Brasil. Ou seja, lá se vão mais de 30 anos, visto que a partir de 1987, só deu VW e Fiat. O compacto da Chevrolet também possui um habitáculo condizente com a categoria, mas bem que seu porta-malas podia estar no mesmo nível de Polo e Argo.

No caso do Chevrolet Onix, o porta-malas consegue acomodar até 289 litros de bagagens em posição convencional. O compacto da marca americana tem versões com motores 1.0 litro flex ou 1.4 litro flex, este último com câmbio automático de seis marchas como opcional.

As versões do Onix têm preços que variam de R$ 46.590 a R$ 67.690.

9) Volkswagen Gol – 285 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Um dos carros mais conhecidos dos brasileiros, o Volkswagen Gol ocupa a penúltima posição deste ranking. O porta-malas do compacto não é extremamente grande, mas pode atender bem a um casal, por exemplo. Ele leva até 285 litros de bagagens.

Vale lembrar que a atual geração do Gol foi lançada em 2008. Ou seja, já soma 11 anos de mercado. Sendo assim, ele tem um projeto um tanto quanto arcaico, o que reflete diretamente no espaço e conforto para os ocupantes.

O Volkswagen Gol tem versões com motor 1.0 litro flex e 1.6 litro flex, sendo o mais potente com transmissão automática de seis velocidades como opcional. Ele parte de R$ 47.020 e chega a R$ 58.120, sem opcionais.

10) Volkswagen up! – 285 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

O up! é um carro interessante. Apesar de ser equivalente em porte aos Renault Kwid e Fiat Mobi, ele ganha em espaço no geral. Como assim? Apesar de ter apenas cinco litros a menos que o primeiro, ele entrega mais espaço interno que o indo-brasileiro, oferecendo assim uma proposta bem equilibrada.

Foi pensado para as pessoas e não para bagagem, embora tenha sofrido modificação no Brasil para cumprir essa segunda missão também. Seu porta-malas acomoda 285 litros, um bom volume para o seu porte como um todo.

Além disso, o VW up! se destaca por ser o único da categoria com motor 1.0 TSI turbo flex, além do 1.0 flex aspirado. Entretanto, cobra caro por isso: vai de R$ 49.590 a R$ 56.890.

Sedãs populares com os maiores porta-malas

Sedãs com bom espaço de porta-malas são vários em nosso mercado. Os melhores sem dúvida são Chevrolet Cobalt e Toyota Etios Sedan, mas infelizmente o preço deles é mais alto do que o preço dos outros sedãs com os maiores porta-malas.

Fiat Grand Siena, Renault Logan e Chevrolet Prisma também tem porta-malas acima dos 500 litros. Os piores são Nissan Versa, Hyundai HB20S e Ford Ka+ Sedan.

1) Chevrolet Cobalt – 563 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

O Chevrolet Cobalt é atualmente um dos maiores sedãs do Brasil. Compacto “grande”, o modelo da GM tem um impressionante espaço interno e um porta-malas de perua: 563 litros.

Imbatível nesse aspecto, o sedã acabou caindo nas graças dos taxistas, motoristas de Uber e de quem quer um carro grande em vários sentidos, mas quer pagar menos que os sedãs médios.

Além disso, o Cobalt tem uma boa oferta de equipamentos. É vendido sempre com motor 1.8 flex, com câmbio manual ou automático. Parte de R$ 68.490 e chega a R$ 74.990.

2) Toyota Etios Sedan – 562 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Atual sedã mais barato da Toyota, o Etios Sedan também se sai bem quando o assunto é porta-malas. O compacto tem um porta-malas com capacidade para 562 litros, o segundo maior do País entre os carros populares.

Fora isso, o Toyota Etios Sedan entrega um bom espaço interno. Por a partir de R$ 55.990, ele oferece motor 1.5 litro flex com câmbio manual ou automático. Completo, pode chegar a R$ 66.390. Dispõe de série de itens como controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampas.

3) Honda City – 536 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Em terceiro lugar está o Honda City, sedã de porte compacto que a marca japonesa vende como um modelo “premium”. Ele é o terceiro sedã “popular” com o maior porta-malas do País. Leva até 536 litros de bagagens no compartimento. Tem também um bom espaço interno.

O City é vendido sempre com motor 1.5 litro flex, com transmissão manual ou automática do tipo CVT. A atual gama do carro tem preços que vão de R$ 62,8 mil a R$ 85,8 mil.

4) Fiat Cronos – 525 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

O Fiat Cronos é um derivado do Argo e manteve sua estrutura, porém, seu porta-malas foi esticado ao máximo para superar o do rival abaixo.

Por isso, seus 525 litros utilizam todos os espaços possíveis da parte traseira, excluindo até alto-falantes na parte superior para não perder um litro sequer. Não sabemos se isso será suficiente para compensar o mesmo espaço interno do Argo.

A atual gama do Cronos tem versões com motor 1.3 litro flex e câmbio manual ou automático ou 1.8 litro flex manual ou automático. Seus preços vão de R$ 58.990 a R$ 78.490.

5) Volkswagen Virtus – 521 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Este sedã é grande, aliás, só perde por um centímetro em relação ao longo Nissan Versa, mas tem um bom porta-malas e excelente espaço para as pernas de quem vai atrás. Ele empata com o Cobalt nesse aspecto.

Seus 521 litros podem ser bem ampliados com os bancos rebatidos, mas serve muito bem que tem família até grande. Além disso, tem motores eficientes e bons equipamentos.

O Volkswagen Virtus pode ser encontrado com motores 1.6 MSI flex e câmbio manual ou automático e 1.0 TSI (turbo) flex automático. Os preços variam de R$ 65.450 a R$ 84.290, sem opcionais.

6) Fiat Grand Siena – 520 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Acredite se quiser: o Fiat Grand Siena ainda faz parte da gama da marca italiana no Brasil. Mesmo com o fim do Palio, sua variação sedã segue nas concessionárias e desempenha o papel de sedã de entrada da Fiat.

Entretanto, o Grand Siena agrada quem busca por um carro com bom porta-malas: tem compartimento de bagagens capaz de levar até 520 litros. Tem versões 1.0 flex e 1.4 flex, com câmbio manual. Seus preços vão de R$ 49.990 a R$ 54.990.

7) Renault Logan – 510 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

O Renault Logan, assim como o Sandero, nasceu de um projeto voltado para espaço, seja interno ou do bagageiro, capaz de atender uma família média de baixo poder aquisitivo.

Por conta disso, sua plataforma tem entre-eixos bem longo (maior que o do hatch) e porta-malas de 510 litros, bom tanto para taxistas e motoristas de aplicativo, devido ao seu preço competitivo.

Em sua linha reestilizada, o Logan passou a oferecer a opção de câmbio automático CVT nas versões 1.6 flex. Há também variantes com motor 1.0 flex. Custa de R$ 50.490 a R$ 71.090.

8) Chevrolet Prisma – 500 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Atual sedã mais vendido do País, o Chevrolet Prisma também dispõe de um bom porta-malas. Seu compartimento de bagagens leva até 500 litros. Já o espaço interno é praticamente o mesmo do Onix.

O Prisma está disponível em versões com motores 1.0 flex e 1.4 flex, este último com a opção de transmissão automática de seis marchas. Os preços partem de R$ 49.990 e chegam a R$ 70.990.

9) Volkswagen Voyage – 480 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Sedã compacto da Volkswagen, o Voyage tem um porta-malas que leva até 480 litros. Um volume não surpreendente, mas que também não decepciona. Por outro lado, o espaço interno é fraco e acomoda só quatro adultos com certo conforto.

Recentemente, o VW Voyage foi reestilizado e ganhou ainda o motor 1.6 16V MSI flex com câmbio automático de seis marchas. Há ainda o 1.0 flex e o 1.6 flex manual.

Os preços do Voyage variam de R$ 55.090 a R$ 63.870.

10) Toyota Yaris Sedan – 473 litros

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil

Por último, mas não menos importante, o sedã compacto “premium” da Toyota se posiciona como o décimo sedã “popular” com o maior porta-malas do Brasil. Ele não tem os preços mais convidativos do mercado, mas agrada peço espaço e oferta de equipamentos.

O porta-malas do Yaris Sedan leva até 473 litros de bagagens. Além disso, o Toyota tem um bom espaço para os ocupantes, em especial no banco traseiro.

Há versões com motor 1.5 litro flex e câmbio manual ou automático. Seus preços vão de R$ 69.990 a R$ 84.990.

Top 10: Os populares com maior porta-malas do Brasil
Nota média 4.5 de 2 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Rafael_rec

    Hatches

    Volume (litros) – Marca/Modelo

    2) 290 – Fiat Novo Uno/Mille/Palio Fire

    4) 280 – Fiat Novo Palio/Fiat Novo Uno

    Afinal, o novo Uno tem 290 ou 280 litros de capacidade cúbica?

    • vinianderson

      os dois… os bancos do novo Uno e novo Palio tem regulagem…

      • tiago90j

        o da minha irma (vivace) nao tem nao.

        • vinianderson

          tem sim, é a mesma regulagem de banco normal… mas ele prende mais pra frente… tenho o vivace também..

        • alvarovalves

          Todos os Novos Uno tem. O Meu 2010 tinha. É bem simples, basta abaixar as duas alavancas que travam o banco, e puxá-lo para a frente, se o procedimento for feito devagar, o segundo nível que deixa o banco mais na vertical, e aumenta 10 litros no porta-malas fica mais perceptível.
          Só que além de ficar feio esteticamente pois um vão aparente entre a mala e o banco não fica legal de se ver, fica bem mais desconfortável para quem anda no bando de trás.

    • Marcelo K.

      O texto comenta que no site da montadora aparecem esses dois valores, sem especificar de qual versão é cada volume

      • AutoIng

        Todas… Todo Uno e Palio tem banco traseiro com regulagem do encosto de série… Na verdade são 2 posições, e aí o porta-malas aumenta ou diminui de acordo com isso.

    • cleo

      rafael, nesse caso fazemos a media aritmetica: sao 285 litros kkkkkkkkkkk

  • yuricalmon

    Agora a minha dúvida: se eu colocar 4 ou 5 pessoas e resolver encher o porta malas com copinhos de água mineral ou latinhas de cerveja, qual deles conseguem sair do lugar ?

    • Mg2009M

      O Effa M100 eu te garanto que não consegue . . .

      • Bikudin

        Effa é bem fraquinho mesmo.

    • Romulo_Max

      Se for descendo a ladeira, todos. Se for subindo…fu… :p

    • hyundaielantra

      Carro 1.0 é pra quem sabe dirigir. Já subi com meu Siena Fire de 66 cavalos com 6 pessoas e bagagens, subidas muito íngremes, acompanhando de perto carros maiores. Tenho um Voyage atualmente 1.0 e anda normal tbm, nada de desespero. Como meu pai diz, motorista bom dirigi qualquer carro, tanto que quando ando no meu outro carro um Sandero 1.6 sinta quase nenhuma diferença.

      • AutoIng

        A diferença é que no 1.0 é preciso esgoelar o motor (giro elevado) pra ver os cavalinhos… Já no 1.6 pode notar raramente é preciso elevar o giro além de 3 mil rpm… Bem mais fácil. Como você mesmo disse carro 1.0 não é qualquer um que consegue extrair um bom desempenho (e lembrando que o consumo se eleva muito com o giro alto).

      • Tripa-Seca

        Ou seja: Tem que acabar com motoristas 1.0 que acham que são V8 americanos.

        • Vmario85

          Não tem que acabar com carros, muito menos "motoristas" 1.0…
          Ando no meu 1.0 a 80Km ou 130Km eu escolho
          Onde trabalho ando num 1.6 a 80Km ou 130Km eu decido a velocidade, em ambos os casos,
          O que muda é o tempo para uma retomada, arancada pois o 1.0 demora mais para atingir a velocidade desejada….

      • brunobarreyra

        Cara me desculpe mas que besteira enorme que voce disse…saber dirigir nao tem nada a ver com o motor aguentar ou nao uma subida ou qualquer outra adversidade. E outra carro 1.0 é pra quem sabe dirigir o que? carroça?

        Se o motor não aguenta o jeito é acelerar (creio que so assim voce sobe com 6 pessoas e com bagagem assim como voce disse), agora bem estranho o que você disse de diferença pois as vezes ando com o Palio da minha irmã (1.0) e a diferença e monstruosa com o meu carro (Astra 2.0), com um 1.6 creio que a diferença seja consideravél, a nao ser que o motor do Sandero seja bem fraquinho mesmo.

        • hyundaielantra

          Pensa bem no que tu falou. Eu afirmo novamente que, quem sabe dirigir se vira com qualquer carro mesmo. É muito comum ver pessoas colocando marchas erradas nos motores 1.0 e subinda a 10km por hora. Quem sabe fazer, acompanha de perto carros maiores. A questão é que muito brasileiro faz caca no trânsito, pois não saber extrair a potência correta do carro, querendo que o mesmo faça milagres. Eu posso até não chegar constantemente a velocidades altas por causa do motor, já que não é meu foco correr, mas em muitas arrancadas ou em trânsito comum deixo carros potentes para atrás, que não aproveitam o que tem e prendem o trânsito. Já cheguei na mesma situação, 6 pessoas e babagens em linha RETA a 150km/h com meu Siena, e andando com 2 pessoas 140km/h com o Voyage, porém aconteceu de forma estranha, pois não percebi que foi aumentando a velocidade, só percebi o Siena a 130km/h e continuei pois a pista estava livre e averiguei a máxima, porém depois retornei o máximo permitido pela via.

          • brunobarreyra

            Cara ve bem como voce descreveu agora…ficou bem melhor, motoristas ruins nao sao só de 1.0, cara os piores que vejo estao em SUV's ou importados (moro em SP capital, portanto vejo muitos por dia).
            E concordo contigo com relação a extrair o "poder" do motor da maneira correta, mas mesmo assim muita gente acha que a subidinha devagar é o correto. Só critiquei a maneira como voce colocou, espero que nao lhe tenha ofendido!

            • hyundaielantra

              Certo, desculpa ttbm seu te ofendi. Realmente muitas pessoas tem problemas em relação as marchas, colocando no momento errado.

              • Edson Roberto

                Algumas acham inclusive, que o motor vai "explodir" se esticar um pouco mais. É impressionante como o cara quefaz o serviço de leva e trás aqui do Rio de Janeiro que nos busca faz. O cara nao passa de 3000rpm. Nõa que ele deveria, mas qualquer 1.0 anda mais rapido que ele em qualquer condição. É triste ver um Siena 1.8 em uma subida que venceria facilmente senao fosse o motorista ao engatar a proxima marcha e ver o carro em rotação errada e andando menos que carros 1.0.

                • Vmario85

                  A questão é se vc quer velocidade alta o consumo é maior o ruído támbem porque tem que elevar a rotação….

      • O_Corsario

        Fato.
        Tinha um gol 1,0 e subi a Tamoios com cinco pessoas + um monte de cenários de teatro bem pesados + malas sem problemas, por exemplo.
        Como? Usando as marchas e velocidades corretas.

        • GuilhermeD.

          Brincadeiras a parte, o mais curioso nessa história é como você conseguiu colocar um monte de cenários de teatro no Gol…. ah, mais as malas ainda…
          hahahaha

          • O_Corsario

            Isso foi moleza, o problema era uma das atrizes que devia pesar uns cem quilos… kkkkkkkkkk botei ela no meio do banco de trás senão o carro ia até torto! rs

        • Edson Roberto

          Não entendo essa coisa de falar que 1.0 não sobe. Ele pode não ter força como um carro 1.6, mas sobe sim. Ainda mais os carros atuais. E pensar que eu subia com meu Uno 1.0 ELX de 55cv as serras da anchieta, tamoios entre muitas outras…. a questão é que tem gente que não gosta ou sente medo de ouvir o urro do motor e achar que esta forçando.

          Pior que essas mesmas nao sabem o quanto prejudica o motor andar em rotação errada….

    • duduguazzi

      Com 35000 pego um Logan ou Sandero 1.6 8v que garanto que sai do lugar. Cansei de viajar super carregado e em 5 no Sandero e vai razoavelmente bem ( melhor que 1.0 com 2 ocupantes).

  • X11auto

    Esse negócio de 1.0 ja devereia ter mudado para até 1.3 faz tempo!

    • WagnerRalloFerreira

      Discordo de vc, acredito que deveriamos ter mais uma opção de motor sim, mas se o 1.0 estivesse tão ruim muda logo pro 1.6. De qualquer maneira tenho um Logan 1.0, e seu motor responde bem, mesmo carregado….

      • yuricalmon

        Acabei de trocar meu Celta 2010 flex/GNV por um Logan Avantage 0KM, e ladeira que eu subia em segunda marcha com o celta no gás com o Logan com álcool no tanque só em primeira e queimando embreagem !!!

        • Bikudin

          Putz!! Na ladeira em estrada, com meu Fiesta rocam 1.0, deixo muito Logan 1.0 pra tras, isso na quinta marcha subindo a 110, o lembrando q o Fiesta é bem pesado tb.

        • clock31

          1 – Acho que comprou o motor errado pro seu uso;
          2 – O Logan é maior que o Celta e mais pesado;
          3 – A relação de marchas do Celta é encurtada, logo você estava na marcha 1,5;
          4 – O LOGAN é 16v, torque em alta
          5 – Se o seu logan tem AR + DH, e o Celta não tinha, isso muda mt o desempenho do 1.0;

          Motor por motor, eu fico com o do LOGAN… só que no Clio, não num carro de 1050kg

          • duduguazzi

            O cara deve ter esquecido que é 16v dai passa marcha a 1500rpm como no celta e o carro nao anda.

        • AutoIng

          yuri na verdade o bom desempenho do Celta é 90% resultado do câmbio com relações extra-curtas… Mas isso tem um grande problema, o consumo sobe muito quando se trabalha com giro elevado o tempo todo (e o Celta anda assim justamente pelas relações curtas). O desempenho fica bom, mas o consumo se eleva a ponto de não compensar, tanto é que os 1.4 por aí bebem menos que o Celta 1.0 e rodam com muito mais conforto.

          • Edson Roberto

            Mas o que importa para o brasileiro é ter um carro 1.0 que anda mais que 1.4! nao importa a que custo!

            O carro pode dar trancos, ruidoso…. o que importa é dizer que o 1.0 anda mais! Claro que aqui eu fui ironico.

            Mas é triste nego que fica comparando o Punto 1.4 com o Celta 1.0. Vão me dizer que é verdade… mas ao menos o Punto é silencioso e na hora de uma subida mais ingrime, o torque mostra que o Punto sobe com mais facilidade que um Celta.

        • Mg2009M

          Claro!, primeira de celta é reduzida . . .

        • Snoop

          Não precisa fazer vários comentários dizendo a mesma coisa. Basta esperar ser aprovado.

      • TecoPadaratz

        Com "0" zero graus de inclinação da pista ele pode até responder bem, mas qualquer inclinação na pista é um show de horrores…..isso para qualquer 1.0.

      • _Hofmann_

        se motor 1.0 flex fosse tão bom assim, não era exclusividade do Brasil.

      • X11auto

        Acho que deveria entrar o 1.3 com mesmo ipi que 1.0 e serem usados nos sedâns afinal precisam de mais motor e deixaria os 1.0 para os carros hatch ! Afinal conheço muita gente que diz que seu 1.3 é tão econômico como o 1.0, só que com mais força!

        • DCald

          Pq 1.3? estica até 1.4 de uma vez…

          Ou, melhor, acaba com essa palhaçada e diferencia por consumo/emissao de poluentes e boa…

          • AutoIng

            Ir pela cilindrada não dá mesmo, senão vamos substituir 6 por meia dúzia. Se tiver diferenciação pra 1.4, te garanto que em poucos anos 50% dos carros do mercado ou mais serão 1.4, e tudo o que for abaixo de 2.0 vai morrer. A taxação tem que ser pelas emissões, consumo e tamanho, uma combinação desses fatores seria perfeito.

            • Mg2009M

              gente, vcs estão esquecendo que pra rodar bem na cidade, é preciso pelo menos uns 10-12 kgfm de torque por volta dos 2.000-3.000 RPM. E carro 1.0 no Brasil atinge UNS 10KGFM, E SEMPRE EM ROTAÇÕES BEM ALTAS!!!! No máximo os VHT 1.0 da Volkswagen conseguem uns 10,5 a 3.850 RPM, mais ainda assim, muito alto pra cidade. O Celta por exemplo, tem 9,7 a 5.200 RPM, por isso precisa de um câmbio mais curto. . .

            • andre_0102

              Concordo, litragem não é garantia de rendimento. Importante é tecnologia, Torque(principalmente em se tratando de 1.0), ajuste peso/potência/câmbio, etc, etc…

          • MeekeeB

            Concordo. Ou façamos como no velho continente, onde há motores 1.1, 1.2, 1.3, 1.4 … ao gosto do freguês.

  • Bikudin

    Maior porta malas e menor motor!!!

  • ahsoliveira

    li aqui que o Cobalt tem 520L, esqueceu ele NA?

    • Snoop

      "Levamos em consideração o uso de motorização 1.0 e preço base de até R$35.000."

      Você que esqueceu de ler a matéria.

    • DCald

      Do Cobalt é 563L… uma caverna! Mas nao entra por ser 1.4 e custar a partir de 39990

      Assim como nao entrou o Corsa Hatch, que, mesmo vendido a 29990 (tabela 32/35mil bas/compl) só por ter motor 1.4… (seu portamalas tem 260/270L – regulavel)

      Acho que o Top 10 foi falho nisso… deveria separar por valores… entraria mais uma meia duzia de carros ai (xing-lings principalmente)…

      Ah, e o porta-malas do Fiesta nao tem 305 litros?

  • Marcelo K.

    Tirando a diferença considerável entre o Sandero/M100, os demais nem podem dizer que um tem um porta-mala maior que o outro… Mas a situação vai mudar quando chegar o Hyundai HB, esse vai ter uns 600L de capacidade, se depender da Hyundai

    • alvarovalves

      600 Litros de Capacidade no Porta-Malas e 280 Cavalos/CAOA que equivalem a uns 80 cavalos!

  • RBGI

    Essa medicao de volume(L) dos carros modelo hatch seria até o teto? Pois eu li no site da Chery Brasil que o Face tem 324 (L), e os carros que estao em evidencia na reportagem podem custar até menos do que o Face, mais a diferença do custo/beneficil e opcionais de serie são gritantes…!!!

  • MrWaideman

    Nossa! Se o Fox é o 8° hatch com o maior porta malas, não quero nem ver quem é o menor…. É triste viajar nesse carro

    • AutoIng

      O Fox não tem porta-malas, tem porta-luvas traseiro xD

      • andre_0102

        O Punto tem o mesmo volume…. Uma droga….

  • LuisBurro

    Daonde que o Ka tem só 7 litros a menos que o fiesta,alem disso lembro muito bem que a primeira versao dessa geraçao tinha 305 litros segundo a propria ford!

    • Bikudin

      O meu mod. 12 está no proprio porta malas q é 280 ltros.

  • JCsr

    O lixo do Effa M100 tem 320l? Mas nem aqui nem na China!!!

  • lorim_ce

    o siena 1.3 dobra quarteirão de 3ª….
    testa o teu gol ora ver se ele continua embalado….

    • Tripa-Seca

      Teste mais sem sentido!! Meu carro é manual!!
      Brasileiro quer câmbio com 20 marchas mas tem preguiça de reduzir para a segunda para fazer curva…
      Ou eu vou andar com que o carro me oferece, ou não ando!! Não vou dirigir meu Gol como a Santafe do meu padrasto…

      Se é questão apenas de desempenho, o Palio é mais rápido que o Gol de Campinas a São Paulo, por exemplo. De Campinas a Ubatuba, o Palio é mais rápido na Dom Pedro, mas na Tamoios não terá diferença, porque o que ele oferece a mais não aparecerá. Descendo ou subindo a Serra, o Gol será mais rápido, por poder atacar as curvas mais rápidas (Independente da marcha utilizada). Por esse motivo também o Gol será mais rápido de Ubatuba a Paraty.
      Mais confortável,o Palio será em relação ao Gol em qualquer situação….

      • ismajunior

        Meu Gol Trend é uma maravilha de se fazer curva.

        Melhor que ele só o "Polo" Van que tem lá em casa. Ô bichinho estável! Pra cantar pneu, só se exagerar muuito!

      • Edson Roberto

        Tripa,
        Talvez a explicação do Lorim nao tivesse sido boa, mas é fato que pelo menos em conforto de marcha, o 1.3 da Fiat é melhor. Isso nao quer dizer que ande mais, mas ofereça mais potencia o suficiente para forçar menos (ou subir mais o giro) para manter o mesmo andar.

        Dizem que o C3 1.4 (que possuo) é manco, mas a diferença na realidade é na hora de precisar de força e é nisso que eu percebo a grande diferença qdo se compara a um 1.0. Mas acontece que o pessoal força demais por aqui achando que o 1.0 não sobe serras. Antes do meu 1.4 eu tinha um 1.0 de 1995 e fazia de tudo com ele, mesmo subidas ingremes sem necessidade de queimar embreagem e tudo mais. Agora, ele era manco de verdade, diferente dos modelos atuais como o Gol que tem um escalonamento que privilegia muito bem a potencia que ele extrai do motor.

  • YoOdEx

    O porta mala do meu Fox é uma vergonha! huahuahu Impossivel viajar 4 pessoas com bagagem! No máximo 3, levando pouca bagagem contando ainda que muita mala vai no banco traseiro!

  • Stunt

    Só na bananalândia, mesmo, esses 1.0 medíocres e beberrões pra levar sedãs e outros com porta-malas que superam os 500 litros. E, ainda por cima, o povo sai nas rodovias com esses carros carregando famílias inteiras e suas tralhas.

  • Acho os menos piores Logan e Siena. Mas sinceramente, as palavras carro 1.0 e porta malas grande e lotado não combinam.

  • tpbastos

    1.0, 1.3, 1.4…

    Então vamos lá. Focus 1.6 EXCLUSIVAMENTE GASOLINA (2006). Pense num carro bom.

    Resumindo: No posto ele é 1.0, saindo dele vira 1.4, saindo da cidade 1.6 e quando encara uma subidinha…. que delícia… parece ser maior que 2.0. Cansei de dar cansaço em Corolla. Os donos de japa ficam me olhando e pensando. Como pode esse Ford andar mais que meu japa pague 2 leve 1.

    Rocam 1.6 GAS = MOTOR EXTREMAMENTE EQUILIBRADO!

    Obs: Curva que é uma blz.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email