Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

A Toro 2019 teve um dos anos mais movimentados de sua história até então. Ao passo que seguia como um sucesso de vendas, terminando o ano anterior atrás apenas da Strada, a picape teve uma reformulação em sua gama de versões.


A marca italiana também aproveitou para lançar uma nova versão topo de linha ao apresentar a Toro Ranch, que permanece até hoje como uma opção bastante procurada.

Além de tudo isso, a Fiat teve sua melhor venda da história poucos meses depois de amargar seu pior resultado desde que chegou ao Brasil, além de alcançar uma marca histórica na produção de sua Sport Utility Pick-up (SUP), como a montadora gosta de chamar sua picape.

Confira todos os detalhes da Toro 2019!

Toro 2019 – detalhes

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

A velha história de não mexer em time que está ganhando foi seguida à risca pela Fiat por vários anos com a Toro. Como sabemos, as maiores alterações no visual só chegaram recentemente, na linha 2022.

Vemos então que a Toro 2019 não teve nenhuma grande novidade em seu visual, mas se engana quem pensa que isso indica um ano tranquilo para a picape nesse período.

Como destacado no início da matéria, mudanças não faltaram durante esses doze meses.

Leia também sobre a Toro 2018.

As mudanças na linha 2019

Além do desembaçador do vidro traseiro como item de série para todas as versões, as principais alterações da Toro 2019 estavam em sua gama de versões, que chegou sem a versão Freedom com motor diesel e câmbio manual ou com o motor 2.4, mantendo apenas o propulsor 1.8 flex e o 2.0 turbodiesel com câmbio automático.

Para a posição de modelo de entrada, a picape tinha a versão Endurance 1.8 flex com câmbio automático de seis marchas, por R$ 90.990.

Sem qualquer sistema de som de série, apenas como opcional, essa configuração trazia apenas itens básicos como direção elétrica, ar-condicionado, computador de bordo, controles de tração e estabilidade, rodas de 16 polegadas com calotas, entre outros.

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Para levar uma versão mais equipada, a Toro 2019 na configuração Freedom (com o mesmo conjunto mecânico) aparecia logo acima, por R$ 102.990.

Ela recebeu vários novos itens de série, como faróis de neblina com moldura cromada, retrovisores elétricos com memória, ar-condicionado digital dual zone, câmera de ré, multimídia de 5 polegadas, barras longitudinais de teto, luz elevada de freio e iluminação da caçamba, apoia-braço dianteiro e traseiro, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, rodas de 16 polegadas, entre outros.

E se a opção fosse pelo motor 2.4, que já não existe na linha da picape, a Toro Blackjack aparecia por R$ 115.290 e ainda trazia o câmbio automático de nove marchas.

Esse era o mesmo conjunto da Toro Volcano mais barata (R$ 115.990), que vinha com destravamento e partida sem chave, partida remota, banco do motorista com regulagem elétrica, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico e sensores individuais de pressão dos pneus como novidades.

Finalmente, a Toro 2019 ainda tinha duas versões com o motor 2.0 turbodiesel e câmbio automático de nove marchas, além da tração 4×4. A primeira era a Freedom, que custava R$ 131.590, e trazia os mesmos equipamentos da Freedom 1.8 citada acima, mas com rodas de 17 polegadas.

A versão topo de linha era a Toro Volcano 2.0 turbodiesel, que ainda agregava as rodas de 18 polegadas e custava R$ 142.990. Mas esse posto de versão mais cara durou pouco tempo, pois logo chegou a Toro Ranch.

Toro Ranch traz mais estilo

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Em agosto de 2018, a Fiat anunciou a chegada da nova Toro Ranch, que se posicionava como a versão topo de linha acima da Volcano. Ela chegou por R$ 149.990 e trazia o motor 2.0 turbodiesel com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4.

Bem mais equipada por fora, a Toro Ranch 2019 vinha com rodas de liga leve de 18 polegadas, barra de teto e skid plate pintados em prata, soleira metálica, protetor do tanque de combustível e para-barros na dianteira e traseira. O uso do cromado também foi intenso, com esse acabamento aparecendo no santatônio, retrovisores, estribos laterais e no gancho de reboque.

Por dentro, a Toro Ranch era ainda mais equipada e refinada, com bancos de couro com acabamento marrom e logotipo “Ranch” bordado nos encostos da primeira fileira. Esse mesmo tom dos assentos era visto nas molduras do painel e nas costuras do volante, manopla de câmbio e do freio de estacionamento.

Para completar o pacote, a lista de equipamentos era bem generosa, com banco do motorista com ajustes elétricos, partida por botão ou remota através do controle, sensor de chuva, sensor crepuscular, ar-condicionado dual zone, porta-objetos refrigerado, entre outros.

O visual por trás do sucesso

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Mesmo sem grandes alterações em seu desenho, não podemos deixar de lado o visual da Toro 2019. Num mercado que dá tanto valor ao que aparece aos olhos, como o nosso, a picape certamente deve seu sucesso aos acertos no design.

Esse aspecto também ajuda a explicar o massacre nas vendas na disputa com a Renault Duster Oroch, sua única rival em tamanho.

Diferente do modelo da Fiat, a picape da marca francesa não prioriza a beleza, dando mais importância à robustez, e isso praticamente a tirou de qualquer disputa no segmento.

Por outro lado, a Toro 2019 continuava com suas belas linhas inspiradas no conceito FCC4, apresentado aos brasileiros no Salão do Automóvel de São Paulo, em 2014. Diferente do que ocorre com a maioria das prévias apresentadas em eventos desse tipo, a picape realmente seguiu a receita visual.

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Seus principais destaques estavam na dianteira e nas laterais. A frente da Toro 2019 mantinha o conjunto óptico dividido em dois andares, com a parte superior abrigando a luz de condução diurna em LED e o bloco abaixo com os faróis principais. Na parte inferior do para-choque, ainda estavam os faróis de neblina cercados por uma moldura cromada.

Esse estilo, com uma ampla grade dianteira, permitia a entrada de ar e também dava um aspecto mais robusto ao modelo. Os detalhes cromados também apareciam nos dois filetes ao centro dessa grade e logo acima, na união entre os DRLs.

Um aspecto muito importante para que o visual de um carro seja agradável é a harmonia e fluidez entre suas linhas. E isso a Toro 2019 continuava a ter com sobras, pois sua cintura elevada casava bem com o estilo que uma picape deve ter.

Sem qualquer exagero, a lateral apresentava dois vincos mais fortes, sendo o principal o que saía da caixa de roda dianteira e percorria toda a lateral, passando pela altura das maçanetas e terminando nas lanternas.

O outro vinco estava na parte inferior das portas, logo acima da base em plástico que percorria toda a lateral. As rodas da Toro 2019 mudavam conforme a versão, variando entre 16 polegadas (com pneus 215/65) e 18 polegadas (225/55).

Tudo isso realmente chamava a atenção nas ruas e despertava o interesse pela picape, mas não podemos deixar de citar que a diferença entre as versões era grande. Além do tamanho das rodas, a falta dos cromados e até da pintura nas maçanetas tornavam as versões mais baratas bem menos agradáveis e interessantes.

Interior com erros e acertos

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos
A multimídia tinha tela pequena na Toro Volcano

Como qualquer outra marca tradicional, a Fiat não economiza no compartilhamento de certos componentes entre seus modelos, mesmo que eles estivessem em segmentos (e faixas de preço) bem diferentes.

Isso também aconteceu com a Toro 2019. O interior era interessante em vários aspectos, mas era nítido que algumas partes lembravam modelos mais baratos, como Argo e Cronos. Um dos aspectos mais criticados, esse sendo ainda pior do que nos outros modelos citados, era a central multimídia e sua tela de 5 polegadas.

Ao ser lançada no mercado brasileiro, em 2016, a Toro topo de linha já errou ao manter o equipamento com uma tela tão pequena. Imagine então em 2019, quando a maioria dos proprietários de uma picape de mais de R$ 140 mil (valor da Toro Volcano) tinha um celular com tela maior do que a central multimídia oferecida.

Além disso, ela não oferecia funções que diversos modelos mais baratos já tinham, como a conectividade com Android Auto e Apple Carplay.

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Por outro lado, a Toro 2019 continuava com um aspecto muito elogiado em seu interior, que era a similaridade com um SUV. Muitos compradores desse segmento estavam ali pela primeira vez e não desejavam as características de uma picape, mas sim o conforto de um veículo de passeio.

Ao optar pela versão de entrada, voltada para quem ainda utilizaria a Toro 2019 para o trabalho, ela já oferecia direção elétrica, ar-condicionado, piloto automático, controles de tração e estabilidade, computador de bordo e rodas de 16 polegadas com calotas.

Na outra ponta estava a Toro 2019 na versão Volcano, que agregava ar-condicionado de duas zonas, central multimídia, banco do motorista com ajustes elétricos, rodas de liga leve de 18 polegadas e muito mais.

A montanha-russa nas vendas

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Acostumada a liderar seu segmento desde que chegou ao mercado brasileiro, a Toro 2019 teve algumas experiências inéditas em suas vendas. E elas foram tanto negativas, quanto positivas.

Seu ponto baixo havia acontecido pouco antes do lançamento da linha 2019, que ocorreu em março de 2018. No mês anterior, em fevereiro, a Toro havia emplacado 3.052 unidades, seu pior resultado em 24 meses por aqui. Mesmo assim, ela liderou com folga entre as picapes médias e grandes.

A volta por cima veio pouco tempo depois, em julho, quando a Toro 2019 bateu seu recorde de vendas ao colocar 6.226 unidades nas ruas. Esse mesmo sucesso afetou todas as suas concorrentes, num mês que o segmento teve alta de 18%.

Outro destaque positivo alcançado pela Toro 2019 foi a marca de 100.000 unidades vendidas no Brasil, entre fevereiro de 2016 e fevereiro de 2018. E isso mesmo com seguidos aumentos de preço, como já estamos acostumados.

Ao final de 2018, a Toro mostrou que realmente não sairia tão fácil do topo nas vendas das picapes, fechando com 58.477 unidades vendidas e um crescimento acima de 15%. Vale lembrar que a Toro 2019 foi lançada em março de 2018, por isso computamos os dados desse período.

Toro 2019 – versões

  • Toro Endurance 1.8 Flex AT6 2019
  • Toro Freedom 1.8 Flex AT6 2019
  • Toro Volcano 2.4 Flex AT9 2019
  • Toro Blackjack 2.4 Flex AT9 2019
  • Toro Freedom 2.0 Diesel AT9 4×4 2019
  • Toro Volcano 2.0 Diesel AT9 4×4 2019
  • Toro Ranch 2.0 Diesel AT9 4×4 2019

Cores disponíveis: Vermelho Colorado e Branco Ambiente (sólidas); Marrom Horizon, Prata Melfi, Preto Carbon, Cinza Antique e Vermelho Tribal (metálicas); Branco Polar (perolizada). A versão Blackjack é vendida exclusivamente na cor Preto Carbon.

Toro 2019 – equipamentos

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Toro Endurance 1.8 Flex AT6 2019 – motor 1.8 de 135/139 cv e 18,8/19,3 kgfm de torque, com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: ar-condicionado, airbag duplo, auxílio de partida em rampa, banco do motorista com ajustes manuais, controles de tração e de estabilidade, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro, direção elétrica, freios ABS, Isofix, travas e vidros elétricos com um toque, protetor de caçamba, preparação para rádio (fiação + 4 alto-falantes), start/stop, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, quadro de instrumentos com tela multifuncional em TFT de 3,5”, volante regulável em altura e profundidade, rodas de 16 polegadas com calotas, entre outros.

Toro Freedom 1.8 Flex AT6 2019 – motor 1.8 de 135/139 cv e 18,8/19,3 kgfm de torque, com câmbio automático de seis marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + 2ª USB e 2ª tomada 12V, alarme, ar-condicionado digital dual zone, barra de teto longitudinal, brake light, câmera de ré, capota marítima, descansa braço dianteiro e traseiro, faróis de neblina, iluminação da caçamba, maçanetas e retrovisores na cor da carroceria, parafusos de segurança, para-sol com iluminação, porta-escadas, porta-óculos,  retrovisores externos com ajustes elétricos, repetidor lateral, puddle lamps e tilt down, rodas em liga leve de 16 polegadas, seis alto-falantes, sensor de estacionamento traseiro, sistema multimídia Uconnect de 5 polegadas, tapetes em carpete, volante em couro com paddle shifters e comandos de reconhecimento de voz e multimídia, entre outros.

Toro Volcano 2.4 Flex AT9 2019 – motor 2.4 de 174/186 cv e 23,5/24,9 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + banco do motorista com ajustes elétricos, banco do passageiro com porta objetos abaixo do assento, entrada e partida sem chave, frisos laterais abaixo das janelas cromados, kit high tech (sensor de chuva e crepuscular + retrovisor interno eletrocrômico), luzes diurnas em LED, luzes ambiente em LED, maçanetas cromadas, moldura inferior das portas com frisos cromados, painel de instrumentos em TFT de 7 polegadas, rodas em liga leve de 17 polegadas, entre outros.

Toro Blackjack 2.4 Flex AT9 2019 – motor 2.4 de 174/186 cv e 23,5/24,9 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas e tração 4×2.

ITENS DE SÉRIE: itens da Freedom 1.8 + bancos revestidos em couro e tecido, banco do passageiro com porta objeto abaixo do assento, câmera de ré, central multimídia com tela de 6,2 polegadas, luzes diurnas em LED, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva e crepuscular, tapetes em carpete na cor preta, faixas decorativas no capô e na traseira, rodas de liga leve de 17 polegadas, entre outros.

Toro Freedom 2.0 Diesel AT9 4×4 2019 – motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4.

ITENS DE SÉRIE: itens da Freedom 1.8 (exceto start/stop e sistema de monitoramento de pressão dos pneus) + Hill Descent Control, protetor de cárter, Skid plate, rodas em liga leve de 17 polegadas com pneus off road, estepe com dimensão reduzida, entre outros.

Toro Volcano 2.0 Diesel AT9 4×4 2019 – motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4.

ITENS DE SÉRIE: itens da Volcano 2.4 + sistema de monitoramento de pressão dos pneus, Skid plate, estepe com dimensão reduzida, protetor de cárter e rodas de liga leve de 18 polegadas.

Toro Ranch 2.0 Diesel AT9 4×4 2019 – motor 2.0 turbodiesel de 170 cv e 35,7 kgfm de torque, com câmbio automático de nove marchas e tração 4×4.

ITENS DE SÉRIE: itens acima + bancos revestidos em couro marrom, barra do teto, para-barros dianteiro e traseiro, proteção do vidro traseiro, protetor do tanque de combustível, retrovisores, estribos laterais, gancho de reboque removível e santantônio com revestimento cromado, rodas de liga de 18 polegadas na cor prata lunar e soleira metálica exclusiva.

Toro 2019 – preços

Confira abaixo os preços de lançamento da Toro 2019 (e seus valores atuais, de acordo com a tabela Fipe):

  • Toro Endurance 1.8 Flex AT6 2019 – R$ 90.990 (R$ 83.700)
  • Toro Freedom 1.8 Flex AT6 2019 – R$ 102.990 (R$ 89.750)
  • Toro Volcano 2.4 Flex AT9 2019 – R$ 115.690 (R$ 100.700)
  • Toro Blackjack 2.4 Flex AT9 2019 – R$ 117.490 (R$ 97.230)
  • Toro Freedom 2.0 Diesel AT9 4×4 2019 – R$ 131.590 (R$ 113.520)
  • Toro Volcano 2.0 Diesel AT9 4×4 2019 – R$ 142.990 (R$ 123.350)
  • Toro Ranch 2.0 Diesel AT9 4×4 2019 – R$ 149.990 (R$ 130.200)

Toro 2019 – motor

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

A Toro 2019 seguia com uma extensa oferta de motores, algo que foi reduzido nos anos seguintes e depois complementado com o novo motor 1.3 turboflex que temos na linha 2022.

Em 2019, porém, as duas versões mais baratas (Endurance e Freedom) vinham com o propulsor 1.8 flex, com disposição transversal, aspiração natural e injeção multiponto. Ele entregava 135 cv com gasolina e 139 cv com etanol, sempre a 5.750 rotações por minuto, além de 18,8 ou 19,3 kgfm, respectivamente, a 3.750 rpm.

Sem a oferta de qualquer versão manual, como aconteceu na linha anterior, a Toro 2019 tinha esse motor exclusivamente aliado ao câmbio automático de seis velocidades, enquanto os outros conjuntos vinham sempre com o câmbio automático de nove marchas.

As versões intermediárias da Toro 2019 (Volcano e Blackjack) tinham o motor 2.4 flex, que também era transversal, naturalmente aspirado e com injeção multiponto. Mais potente, ele entregava 174/186 cv a 6.250 rpm e 23,5/24,9 kgfm de torque a 4.000 rpm.

Finalmente, as opções mais caras (Freedom, Volcano e a nova Ranch) vinham com o motor 2.0 turbodiesel, este com injeção direta, entregando 170 cv a 3.750 rpm e 35,7 kgfm a 1.750 rpm.

Toro 2019 – desempenho

Confira abaixo o desempenho de cada versão da Toro 2019, o que mostra sua diferença em aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima:

  • Toro 1.8 AT6 – 12,2 segundos e 175 km/h
  • Toro 2.4 AT9 – 9,9 segundos e 200 km/h
  • Toro 2.0 AT9 – 10 segundos e 188 km/h

Toro 2019 – consumo

Toro 2019: motor, consumo, revisão, versões, equipamentos, fotos

Veja também o consumo de cada versão, o que ajuda a explicar a preferência do público por algumas configurações específicas da Toro 2019:

CONSUMO CIDADE

  • Toro 1.8 AT6 – 6,4 km/l com etanol e 9,5 km/l com gasolina
  • Toro 2.4 AT9 – 6 km/l com etanol e 8,7 km/l com gasolina
  • Toro 2.0 AT9 – 10 km/l

CONSUMO ESTRADA

  • Toro 1.8 AT6 – 7,8 km/l com etanol e 11,2 km/l com gasolina
  • Toro 2.4 AT9 – 7,7 km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina
  • Toro 2.0 AT9 – 12,6 km/l

Toro 2019 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 1.8 E.torQ Evo

Preços 2.4 Tigershark (descontinuado)

Preços 2.0 Multijet II

10.000 km

R$ 412

R$ 476

20.000 km

R$ 720

R$ 696

R$ 720

30.000 km

R$ 672

R$ 724

40.000 km

R$ 896

R$ 880

R$ 1.212

50.000 km

R$ 752

R$ 716

60.000 km

R$ 1.440

R$ 1.968

R$ 1.328

Toro 2019 – ficha técnica

Motor

1.8 E.torQ Evo

2.4 Tigershark (descontinuado)

2.0 Multijet II

Tipo

Dianteiro, Transversal, Etanol e Gasolina

Dianteiro, Transversal, Etanol e Gasolina

Dianteiro, Transversal, Turbo e Diesel

Número de cilindros

4 em linha

4 em linha

4 em linha

Cilindrada em cm3

1747

2360

1956

Válvulas

16

16

16

Taxa de compressão

12,5:1

11,8:1

16,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Multiponto

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 135 cv @ 5750 rpm / Etanol: 139 cv @ 5750 rpm

Gasolina: 174 cv @ 6250 rpm / Etanol: 186 cv @ 6250 rpm

Diesel: 170 cv @ 3750 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 18,8 kgfm @ 3750 rpm / Etanol: 19,3 kgfm @ 3750 rpm

Gasolina: 23,5 kgfm @ 4000 rpm / Etanol: 24,9 kgfm @ 4000 rpm

Diesel: 35,7 kgfm @ 1750 rpm

Transmissão

Tipo

Automática 6 marchas

Automática 9 marchas

Automática 9 marchas

Tração

Tipo

4×2

4×2

4×2 / 4×4

Freios

Tipo

Disco ventilado / Tambor

Disco ventilado / Tambor

Disco ventilado / Tambor

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, barra estabilizadora

McPherson, barra estabilizadora

McPherson, barra estabilizadora

Traseira

Multilink

Multilink

Multilink

Rodas e Pneus

Rodas

Aço/Liga Leve 16 polegadas

Liga Leve 17 polegadas

Liga Leve 17/18 polegadas

Pneus

215/65 R16

225/65 R17

225/65 R17 ou 225/55 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)

4915

4915

4915

Largura sem retrovisores (mm)

1844

1844

1844

Altura (mm)

1680

1680

1743

Distância entre os eixos (mm)

2990

2990

2990

Capacidades

Porta-malas (litros)

820

820

820

Tanque (litros)

60

60

60

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

650

650

1000

Peso em ordem de marcha (kg)

1619

1704

1871

Ângulo de entrada/saída (graus)

25,7/28,3

25,7/28,3

24,8/29

Toro 2019 – fotos

Viny Furlani

Formado em Gestão de Negócios, trabalha no segmento automotivo há mais de 17 anos. Em 2009, passou a escrever avaliações e notícias sobre carros, totalizando mais de 2.000 artigos, em vários sites. Além das matérias escritas para o NA, também cuida das mídias sociais do site.