*Destaque Recalls Sedãs Toyota

Toyota anuncia dois recalls para 119,6 mil unidades do Corolla no Brasil

toyota-corolla-gli-2016-1 Toyota anuncia dois recalls para 119,6 mil unidades do Corolla no Brasil

Um dia após ter anunciado a chegada da linha 2019 do Corolla, a Toyota comunica um recall envolvendo 53.635 exemplares da geração anterior do sedã médio por um defeito no airbag do passageiro. Há ainda um segundo recall envolvendo 65.963 unidades da versão atual do Toyota Corolla, mais especificamente na versão GLi 1.8 com câmbio CVT, devido a uma falha na programação do módulo da transmissão.



No primeiro caso, os modelos fabricados entre 7 de janeiro de 2013 e 20 de dezembro de 2013 podem apresentar um defeito no deflagrador do airbag do lado do passageiro. Este chamado de segurança é parte da campanha dos “airbags mortais” da também japonesa Takata, que afetou outros modelos da Toyota e também diversas outras fabricantes.

Após uma investigação realizada pela fornecedora, constatou-se a degradação do deflagrador do airbag do passageiro após longos períodos de exposição a altas temperaturas, grandes variações de temperatura e alta umidade. Com isso, o deflagrador se torna “mais suscetível a romper-se inadequadamente no caso de colisão do veículo”, o que pode provocar a dispersão de fragmentos de metal da carcaça do deflagrador juntamente com a bolsa, causando lesões físicas grades ou até mesmo fatais ao passageiro e aos demais ocupantes do veículo.

Para corrigir o problema, a Toyota vai promover a substituição do deflagrador do airbag do lado do passageiro a partir desta quarta-feira, 4 de abril de 2018. Os proprietários deverão entrar em contato com a rede de concessionárias autorizadas da marca para agendar o serviço (há a relação das concessionárias autorizadas para atendimento no site oficial www.toyota.com.br).



toyota-corolla-gli-2016-1 Toyota anuncia dois recalls para 119,6 mil unidades do Corolla no Brasil

Os modelos envolvidos têm código alfanumérico 9BRBD48E* – D26020000 a E2642203 ou código alfanumérico 9BRBL42E* – D4759577 a E4789205.

Já no segundo caso, a falha na programação na Unidade de Controle Eletrônico (ECU) do câmbio pode fazer com o sistema trabalhar de forma incorreta no solenoide e, devido a isso, entrar em modo de emergência (ativando uma luz de advertência no painel de instrumentos), limitando a velocidade máxima em 60 km/h. Porém, não há risco de danos materiais ou físicos aos ocupantes do veículo ou a terceiros.

Neste caso, a marca vai promover a reprogramação da unidade de controle e, caso necessário, o reparo do câmbio a partir do dia 16 de abril. Os exemplares são de ano 2013 a 2017 (fabricados entre 31 de outubro de 2013 e 11 de agosto de 2017) e têm código alfanumérico 9BRBL3HE* – J0104446 a J0125110 ou 9BRBLWHE* – F0001003 a H0104445.

Para maiores informações, a Toyota disponibiliza o SAC pelo telefone 0800 703 0206 e o site www.toyota.com.br.

COMPARTILHAR:
  • JOSE DO EGITO

    O que importa é a seriedade da TOYOTA em reconhecer o erro e repara-lo o resto é conversa fiada

    • 1 Raul

      Na hora que li “corolla” e “119,6 mil” achei que fosse o novo preço corolla GLI tecido.

      Estou antecipando 2019.

      • Rodrigo Costa

        Belo comentário! Eu ri, e alto.
        #ProsperaToyota!

    • Stéfano

      Quando outras montadoras fazem recall é carro de qualidade ruim. Quando a Toyota faz recall é seriedade com o consumidor.

      • Ernesto

        Fale isso por você.

  • Fanjos

    Besteira, se o Corolla não precisa nem trocar óleo,nem de combustível para andar, vai precisar de recall?
    Conta outra…

    • ObservadorCWB

      E o Camry roda com uma biela de cada tamanho. É “muita” tecnologia.

      • REAL POWER

        Em qual versão de motor isso acontece, fiquei curioso.

      • zekinha71

        Rodar sem óleo eu li aqui, o cara jurou que não deu problema, agora essa da biela não tinha conhecimento

        • RIP Brazil

          O NA poderia ser processado pela Toyota, por espalhar essas mentiras de recall de carros da Toyota.
          Onde já se viu, ficar publicando notícia de recall de carros que não quebram?
          #tenha_vergonha_NA

        • RRodrigo Souza

          ele devia estar usando militech, tem um video no youtube da Hightorque fazendo o teste do militech, mas sem esse tipo de lubrificante acredito que com o tempo pode ir prejudicando aos poucos

  • REDDINGTON

    Parabéns por ter avisado! Melhor convocar um recall do que sair por ai matando as pessoas com esses air bags. Acho bacana quando uma empresa assume essa postura, seja de carros, celulares etc.

    • Leonardo

      Não é louvável a atitude da Toyota, até porque ela sabe há anos sobre os airbags mortais e só agora convocou. Minha mãe por exemplo fez esse recall há mais de 2 anos atrás, porém eles ficam chamando os veículos em conta gotas para diluir os custos, não se importando com a vida das pessoas.

      • REDDINGTON

        Não é só diluir custos não. Li uma reportagem, não me lembro onde que com a falência da Takata estavam com dificuldades de repor tantos air bags de uma vez ao redor do mundo!

      • ViniciusVS

        O famoso adesivo de “perigo, airbag desativado”

        É igual esconder a luz de avarias com uma fita isolante…

        • Robinho

          hahaha, é porque acidentes podem esperar.

    • Robinho

      ai vc leva o carro lá e eles não trocam o airbag de imediato – apenas colam um adesivo no volante do seu carro, ate porque acidentes podem esperar.

      • REDDINGTON

        Ai se NÃO trocam a peça são outros 500…Minha esposa tinha um Fit 2012, lembro que em março de 2016 recebemos ligação e carta sobre o air bag do passageiro, liguei pra ccs, as peças só seriam entregues a partir de…agosto. Ai se acontece um acidente vc aciona a justiça e tal…mas se a pessoa morre não tem dinheiro que pague, isso é óbvio. Agora a galera reclamar pela empresa avisar um recall??? Bom mesmo era na década de 80…90 que nunca ouvimos falar nisso né

      • Ernesto

        Lembre-se que a Takata fornece (ou fornecia) air bags para outras montadoras.
        E engraçado que não lembro de recall de outras montadoras para substituição de peças do air bag. Será que não tem nenhum outro carro, de outra montadora, com air bags da Takata?

  • Duda Haddad

    Quero ver trocar, ou será que vão enrolar igual fizeram comigo? Tivemos um corolla na família, XEI 2011. Foi chamado para esse recall do air bag, e fizemos o agendamento. Primeiro que a css nos enrolou muito. Toda vez q eu ligava dizia que eu não tinha agendado. Depois ficaram enrolando que a peça não tinha chego.. Moral da história, meses de enrolação, minha irmão sofreu um acidente com o carro, capotou, deu pt, e pela sorte dela o airbag mortal nem sequer abriu!

    • Davi Millan

      Realmente eu acho isso uma safadeza tremenda da Toyota. Qualquer pessoa que entrar com um processo contra a Toyota irá ganhar, porque ela tem a obrigatoriedade em realizar os reparos e se não tiver a peça que busque em outro fornecedor. Não há desculpas a Toyota pra isso. Não sei como foi esse acidente, mas se o carro capotou e não houve batida frontal antes do capotamento os airbags não abrem. Talvez isso tenha sido até melhor do que inflar os airbags em um acidente que já podem ocasionar várias lesões.

      • Duda Haddad

        Pois é! Teve frontal tb, e nem o frontal e o lateral abriram! Mas enfim, felizmente o carro é seguro estruturalmente, pois quem viu o carro achou que a pessoa não sobreviveu, e ela saiu andando!

  • Emygdio Carlos

    NA, achei confusa a materia ou nao entendi muito bem. Está escrito que o segundo recall sobre o câmbio CVT, entretanto, os modelos de 2013 ainda utilizavam a transmissão antiga de 4 marchas. Fico grato se alguém puder me esclarecer!

    • Duda Haddad

      Acho que não entendeu. Na noticia diz que são 2 recalls. O primeiro para unidades 2013, que é relacionado ao airbag. O segundo chamado é do cambio cvt dos modelos fabricados entre outubro de 2013 (já o modelo novo fab/mod 13/14) e agosto de 2017.

      • Emygdio Carlos

        Ok! Obrigado! Eu tinha quase certeza que o Corolla com câmbio CVT havia sido lançado em 2014 mas como modelo 2015.

        • Ernesto

          Você está certo, ele que errou. Não existe Corolla fabricado em 2013 com câmbio CVT.

          • Emygdio Carlos

            Obrigado!

      • vitimsl

        Olá! Corollas ano modelo 2014 ainda são da geração antiga, os com câmbio CVT são ano modelo 2015 em diante… Também achei estranho essas datas..

        • Andrew B.

          Corolla com câmbio CVT foi lançado em março de 2014,e com unidades fabricadas em 2013. Mas em março de 2013, o de 4 marchas era apresentado como modelo 2014. Novembro de 2015,a Hilux 2016 chegas nas concessionárias.
          Assim como o Grand Siena, lançado em março de 2012, e flagras em 2011. Celta,lançamento em setembro de 2000, mas com força nas vendas em 2001. Fox da primeira geração, 2009 modelo 2010, sendo que a G2(ou restilizado como alguns chamam), chamado de Novo Fox 2010,mostrado em 2009.

          • vitimsl

            Exato, em março de 2014 foi lançado o novo Corolla CVT com ano modelo 2015, não existe Corolla CVT 2013/2014 e sim 2014/2015. Se foram fabricados Corollas com CVT em 2013 eles foram protótipos, a não ser que a Toyota fez alguma malandragem e os vendeu como 2014/2015.

            • Ernesto

              Realmente não existe Corolla fabricado em 2013 com câmbio CVT.

          • Ernesto

            Perai, Andrew B.
            Os Corollas fabricados em 2013 são todos com câmbio automático de 4 marchas! Com CVT só os modelos fabricados a partir de 2014, mas modelo 2015. Que eu saiba, não há unidades do modelo 2015 fabricados em 2013!

            • Andrew B.

              A matéria deixou clara. ‘ Há ainda um segundo recall envolvendo 65.963 unidades da versão atual do Toyota Corolla, mais especificamente na versão GLi 1.8 com câmbio CVT, devido a uma falha na programação do módulo da transmissão.’…’ Os exemplares são de ano 2013 a 2017 (fabricados entre 31 de outubro de 2013 e 11 de agosto de 2017) ‘ .
              Como um carro lançado em 2014,março,não iria ter unidades fabricadas em 2013? E os testes? Ter estoque para abastecer concessionárias. Ou simplesmente em janeiro começa a fabricação e lança em março?

              • Ernesto

                Andrew B, esse Corolla foi lançado em Março/2014, já como modelo 2015, mas não significa que as vendas iniciaram em Março, elas iniciaram posteriormente, com carros fabricados em 2014, igual ao que ocorreu com o Polo que foi lançado em Setembro/2017 e as vendas iniciaram posteriormente. E sabe quando a VW iniciou a produção do Polo? Em 14/Agosto/2017! Tem no site da autoesporte falando sobre isso.
                Como falei, não tem Corolla fabricado em 2013 com câmbio CVT.

      • Ernesto

        CVT só a partir dos Corollas 2014 modelo 2015. Não existe Corolla fabricado em 2013 com CVT.

  • Leandro

    “Toyota não dá problema”

    • ObservadorCWB

      VERDADE. Pare de mexer com a “inquebrável”. TOYOTA NÃO DÁ PROBLEMA NÃO….. ela VENDE problema…kkkkkk

    • Lázaro Ventreschi

      Este recall é uma blasfemia kkkkkkk

    • Davi Millan

      Eu ouvi de um conhecido a um tempo atrás sobre o problema no cambio CVT do Corolla dele, mas como eu não sabia como ele cuidava dos carros ou se não era mau uso, eu evitei em repassar e duvidei dele até. Mas hoje com as descrições da matéria, batem com o que ele me disse e passei a acreditar.
      Mas no caso dele a marca negou a assistência e alegou mau uso, tendo que arcar com a compra de um cambio novo.
      Depois de tanta raiva que ele passou, ele comprou até um Citroen (buscando ir contra ao que dizem haha).

    • Sergio sempre Primeira

      Honda, Citroen, Peugeot, VW, FIAT, FORD também não dão problemas kkkkkkkkk, só perdem quase a metade do valor em um ano e na hora da venda quase ninguém quer kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Leandro

        Não sou dono de concessionária para me preocupar com preço de revenda de carro, Não compro carro pensando no próximo dono, penso no meu conforto. Continue feliz com seu reloginho de micro ondas que não dá defeito. tem coisa muito melhor no mercado. Abçs

        • Sergio sempre Primeira

          Kkkkkk, eu prefiro sobrar mais dinheiro no bolso p gastar com cevas e churrascos e vender fácil do que ter um segundo casamento em casa, não se consegue vender p ninguém nem pela metade do preço hehehehe. E em conforto, quase todas essas banheiras se equivalem…..

  • Augusto Brum

    Todas as montadoras dão problemas, mas quando vem um recall da Toyota uma parcela do povo enche a boca pra sair falando da marca. Eu sou um que gosta de todas as marcas de automóveis e eu gosto muito da Toyota e dos japoneses, só que eu não sou um fanboy chato ou um hater chato que fica plantando discórdia, se a Toyota tem fama de carros duráveis, isso não quer dizer que defeitos não podem acontecer, o que as pessoas gostam de fazer é encher o saco mesmo.

  • Luciano RC

    Que isso… fake news. Toyota com problema não existe. KKKKKKKKKKKKKKKKKKk

  • André A

    Normal, a Toyota tem que manter a gloriosa média de 3 recalls POR ANO pro Corolla. Isso porque é o “melhor sedã a venda no Brasil” (risos), imagina se não fosse.

  • Erivelton Freitas

    Olha só… Deus sangra!!!

  • No_Name

    Irão substituir imediatamente ou colocar um adesivinho com msg marota no painel?

  • Guilherme Batista

    Alguém já contabilizou quantos recalls a Toyota de fez do corolla “inquebrável” ?
    E mais outro de Airbag.. vão colocar adesivinho de novo?

    • Ernesto

      Guilherme Batista, a Takata fornecia air bags para vários fabricantes, não só a Toyota. Isso no mundo todo. Por que só a Toyota está fazendo esse recall aqui no Brasil? Será que a Takata, que foi uma das maiores fabricantes de air bags, não forneceu esse equipamento para outros carros aqui no Brasil, de outras montadoras?

  • JCosta

    E eu achando que todo Toyota era inquebrável… à prova de defeitos…

  • Driverx10

    Eu tenho um Corolla Gli – 1.8 CVT, que está incluido neste recall e foi necessária a troca da transmissão do carro com 51.000 Km rodados. Talvez seja por isso que estão fazendo este recall. Veio até engenheiro da Toyota acompanhar meu problema, porque tinha trocado a transmissão e logo após voltou o mesmo problema. Só após a avaliação dele é que resolveram o problema. Alegaram que tinham que atualizar a programação do câmbio, além da troca do mesmo.

    • Driverx10

      O problema em si foi a perda de potência em subidas e uns trancos quando exigia-se mais potência. Alegaram combustível adulterado, sendo que eu já havia feito limpeza de bicos na revisão da autorizada Toyota. Depois, liberaram meu carro e numa viagem, o carro apresentou os mesmo problemas. Próximo ao destino final da viagem o cambio desacoplou a marcha e acendeu a luz da manutenção.

      • Andrew B.

        Combustível adulterado. Essa é clássica.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email