*Destaque *Featured Lançamentos Sedãs Toyota

Toyota Camry 2018: nova geração chega com preços a partir de R$ 189.990

toyota-camry-2018-NA-1 Toyota Camry 2018: nova geração chega com preços a partir de R$ 189.990

De forma discreta, o Toyota Camry 2018 chega ao mercado brasileiro em versão única XLE e com preço sugerido de R$ 189.990. Sem nem ter sido divulgado oficialmente pela marca japonesa, o sedã de luxo apareceu de surpresa no site brasileiro. Agora feito sobre a plataforma TNGA – Toyota New Global Architecture – o best seller nipônico chega em sua geração XV70, a décima segunda. A base é a mesma do Prius e C-HR, por exemplo.



Feito nos EUA, Japão, Tailândia e China, o Toyota Camry 2018 chega mais potente, entregando 310 cv e 37,7 kgfm no motor V6 3.5 com injeção direta de combustível. O modelo também vem com câmbio automático de oito marchas e tração dianteira. Com 4,88 m de comprimento, 1,84 m de largura, 1,45 m de altura e 2,82 m de entre-eixos, oferecendo 593 litros no porta-malas.

toyota-camry-2018-NA-1 Toyota Camry 2018: nova geração chega com preços a partir de R$ 189.990

Com rodas aro 18 polegadas e pneus 235/45 R18, o Toyota Camry 2018 se apresenta na versão mais completa, que nos EUA é também a mais cara, custando US$ 34.400. O estilo é o mesmo visto no modelo americano, exceto pelas versões SE e XSE, que apresentam um visual esportivo. Na frente, um capô com muitos vincos e grade em “V” sem cromados. O mesmo se percebe na enorme grade presente no para-choque. O conjunto ótico frontal é de LED, incluindo DRL´s e faróis de neblina.

Cromados mesmos aparecem no entorno das janelas e nas maçanetas, enquanto os retrovisores possuem repetidores de direção em LED, além de basculamento elétrico e aquecimento. Na traseira, sem muita pompa cromada, o Toyota Camry 2018 apresenta lanternas grandes em LED e defletor de ar incorporado ao desenho da tampa do porta-malas.

toyota-camry-2018-NA-1 Toyota Camry 2018: nova geração chega com preços a partir de R$ 189.990

Por dentro, o Toyota Camry 2018 apresenta um layout completamente novo, tendo um novo volante multifuncional e pela primeira vez, aposenta a clássica alavanca de piloto automático. A instrumentação é nova e tela uma tela TFT de 7 polegadas. Ao centro, multimídia com tela de 8 polegadas e reprodutores de CD e DVD, bem como Bluetooth, câmera de ré, navegador GPS e demais conexões USB e auxiliar.

O painel tem parte do acabamento imitando madeira e outro revestida em couro. O Toyota Camry 2018 apresenta ar-condicionado tri zone, além de entrada e partida sem chave. Os bancos têm acabamento em couro bege ou preto e o túnel central tem revestimento imitado madeira. Mas, se por fora e por dentro, o sedã japonês pareceu mais simples que o anterior, a impressão de conforto e comodidade muda completamente nos detalhes.

toyota-camry-2018-NA-1 Toyota Camry 2018: nova geração chega com preços a partir de R$ 189.990

Embora tenha assentos com ajustes elétricos na frente, o Toyota Camry 2018 apresenta reclinação elétrica dos encostos do banco traseiro. Este, por sinal, conta ainda com apoio de braço central com porta-copos, mas também com um display dotado de ajustes de áudio e também do ar-condicionado.

Outro item, acionado pelo mesmo painel touch é a persiana elétrica do vidro traseiro. Além disso, quem vai atrás ainda possui persianas nas janelas das portas. O sedã tem sistema de purificação do ar. A coluna de direção é ajustável eletricamente e a iluminação geral é em LED. Com sete airbags, o Toyota Camry 2018 tem controles de tração e estabilidade, bem como assistente de partida em rampa, entre outros.

Toyota Camry 2018 – Galeria de fotos

 

COMPARTILHAR:
  • George

    Tive a oportunidade de alugar um Camry igual ao da foto.
    É um carro para americano, como sempre foi.

  • Diego Germán de Paco

    Lindo, mas ainda prefiro o novo Accord

  • Louis

    Pra mim, isso é um carro premium, mesmo não sendo um Lexus.

    • Fanjos

      Tão premium quando um Fusion, Malibu, Accord, etc.
      Ou seja é só um carro médio que no HuEzil ganha Staus de “carrão” e etiqueta de carro grande de mentirinha.

      • Louis

        Sim, estou falando para nossa realidade. Se for nos EUA, é um carro normal.

        • Fanjos

          Infelizmente é um Duro Golpe nos Bananeiros

          • FocusMan

            Na Europa também ele é um carro grande.

            • Fanjos

              Para vc ver como o Huezil é ridículo, um país continental absurdamente grande com ruas ridículas e usando classificações de países que são “tão minúsculos” quanto uma zona da cidade de São Paulo

              • FocusMan

                O que você faz para melhorar o Brasil? Infelizmente temos muitos reclamamdo e poucos agindo.

                • Fanjos

                  Voto em partidos políticos com âmbito liberal como o pessoal do Partido NOVO e vc?

                  • FocusMan

                    Irei fazer o mesmo, mas tento fazer coisas no ambito pessoal também e uma das coisas é falar bem do Brasil onde quer que eu vá, inclusive fora do BR. O que mais vejo é brazuca falando mal do br quando estou no exterior.

                    • Fanjos

                      Isso não falo, pq simplesmente já vou viajar para fora para esquecer os problemas daqui, então eu basicamente por 15…20 dias eu esqueço que esse país existe =/
                      Mas pelo menos não falo mal, aliás a maioria do pessoal nem sabe que sou brasileiro principalmente no EUA, então ninguém pergunta

                    • FocusMan

                      O País não é 4ruim. Ruim somos nós os moradores dele. Pense nisso.

      • João Cagnoni

        Era pra ter o preço do Corolla, e o Corolla devia ter o preço do Etios.

        • Piston head

          E o Etios devia ser brinde pela compra dos irmãos maiores.

        • Raul Pereira

          Do jeitinho que é nos EUA. Lá Civic 1.5T é carro de povão e Fit é primeiro carro da molecada.

          • João Cagnoni

            Palavras de um amigo que morou 10 anos nos EUA: aqui as pessoas se acham com um carro 2.0, lá nos EUA eu cheguei todo ferrado, cortava grama pra sobreviver e o pior carro que encontrei pra comprar foi um Chrysler 2.4 por 1000 dólares com 6 airbags.

            • Raul Pereira

              C200? Aluguei um com preço de compacto. Cheguei lá pra alugar, o cara me fala: “estamos sem compactos (era o mais barato), então pega um de categoria superior pelo mesmo preço”, lá você consumidor é inclusive tratado feito gente, acredita nisso? Não tem que implorar pra empesa cumprir a obrigação dela

              • daneloi

                Isso é verdade. Há alguns anos aluguei um compacto e quando cheguei, não havia disponibilidade nessa categoria. Me deram um Kia Sorento.
                Há 3 semanas aluguei um compacto e como não estava disponível, me deram um Camry. É sempre bom alugar carro nos EUA

      • leomix leo

        Ainda fico com o Fusion…

        • Gran RS 78

          Sem dúvidas, pois ele oferece muito mais itens de segurança e menor preço que o Camry.

          • rscdhc

            Eh sempre a mesma tematica…falar isso do Fusion, eh a mesma coisa que falar isso do Focus comparando com o Corolla

            • Maneco

              Perfeita comparação. O Fusion é um belo carro com o interior muito bem acabado, contudo o Camry está um patamar acima. É só dar uma pequena volta em ambos que acaba qualquer dúvida.

      • yurieu

        O Malibu pré IPI 30 custava meros 79.990 reais. Isso há alguns míseros anos… Saudade dos 5 anos atrás em que as coisas custavam 50% a menos do que custam atualmente.

    • FocusMan

      Voce precisa entender o conceito de premium. Ele é um carro comum no segmento dele.

  • sigma7777777

    Consumo?

    • Fernando Dias

      Esse carro é um absurdo de tão econômico!!! Peguei o modelo 2018 zero em setembro na Califórnia, fiquei 20 dias como carro e paguei em torno de R$ 1100 reais na Alamo!. O veículo a 130 KM/h não chegava a 2 mil giros, com ar condicionado no talo e no meio do deserto! Não aferi a média exata, mas garanto que bate todos os mil do Brasil. Andei com o 2.5, interior bem normal, banco de tecido, mas tem todos os equipamento de segurança dos alemães médios! O motor e o câmbio perfeitos, o motor enche muito rápido, Show! Agora essa versão que vem pro Brasil é um demônio, o problema é só o preço! Recomendo o branco com banco em couro vermelho, muito muito lindo, fora os quatro exautores!!

      • Você esqueceu de um detalhe: ele teve esse consumo bom com gasolina americana. Aqui uma Classe C por exemplo faz 16, 17 na estrada, lá com certeza faria muito mais.

        • TijucaBH

          mesmo com a nossa mijona ele é relativamente economico. Meu tio tinha um que comprou zero km e andando na faixa de 120 km/h, ele fazia 12.5 km/l com ar ligado. Considerando que é um V6 3,5 litros, considero um consumo otimo.

          • fredggp .

            Lembrando que em velocidade de cruzeiro este motor desliga a metade dos cilindros….

      • George

        Achei o acabamento bem padrão americano standard mesmo. E faz sentido por ser um carro para o mercado americano. Ou seja, Abaixo dos carros europeus de mesmo tamanho e proposta.
        O novo Honda Accord parece que veio mais premium

    • tiago

      4 cilindros = 29 mpg cidade – 41 mpg rodovia.
      6 cilindros = 22 mpg cidade – 33 mpg rodovia.
      O 4 cilindros tem um consumo IMPRESSIONANTE.

  • G.Alonso

    Ela divulgou no Instagram também. Quando vi estranhei. Que bom, mais uma opção, pena que não vende.

  • th!nk.t4nk

    Motor… Confere. Desenho externo… Confere. Luxos/mimos… Confere. Visual interno… Ficou devendo, mais uma vez ☹️

    • Nunca foi o forte da toyota

    • Rodrigo

      Mal dá pra ver o interior. Muito escuras essas fotos de divulgação… Esperando a avaliação pra emitir uma opinião. Embora não tenha muitas expectativas já que a Toyota é muito conservadora no desenho dos interiores de seus carros.

      • Matthew

        Tem um monte de review em canal do YouTube nos EUA. Se a marca nem fez alarde para lançar o modelo, acho pouco provável que o disponibilizem para avaliação. Vamos torcer pra que sim.

    • PedroGolzinho

      Bom mesmo é o Passat com desenho quadradão né? Sinceramente acho o Passat Variant ’08 que tem aqui em casa bem mais interessante internamente.

  • Lucas

    Tem Fusion, um carro mais consolidado no mercado Brasileiro por 50k a menos e Passat, que é melhor em tudo, por 10 mil a menos. Não vejo sentido na compra desse Camry, apesar de admitir que ele veio mais “barato” do que eu imaginava.

    • Leonel

      Fora as opções de Premium. Enfim, não vi sentido nesse preço. Creio que seja pura e simplesmente para dizer que oferecem um carro nessa categoria.

    • Rodrigo

      O Passat seria minha escolha nesse segmento.

    • Romualdo Vieira

      Talvez o Arteon seja melhor que o Camry. Não vejo o Passat em patamar superior, de verdade.

      • th!nk.t4nk

        Cara, o Passat é claramente superior sim. Já andei um bocado de Camry e tive o Fusion atual, ambos ficam pra trás dele (e isso você confirmará lendo qualquer avaliaçao da imprensa especializada). Julgando por estas fotos me parece que a Toyota mais uma vez irá entregar mais do mesmo, IMHO.

        • Romualdo Vieira

          Bom dia amigo. Claramente em que o Passat é superior? Primeiro que é difícil o comparativo com o “nosso” Passat por ele ser mais sofisticado que o americano, e o Camry americano nem foi comparado ainda por aqui. Veja que estamos falando do Camry V6 com injeção direta e tudo o que ele pode ter de segurança e conforto, com uma série de melhorias em relação à versão prévia. O Passt highline é muito bom (eu já tive essa versão highline (antes da TFT) e o único porém dele é o problemático câmbio DSG – que relatei várias vezes aqui, inclusive o descaso da Sra VW). Então, especificamente em quê o Passat é superior? Itens de segurança e conforto? Economia? Potência? Materiais? Beleza? Atendimento na concessionária? Talvez (e apenas talvez, porque não dirigi o Camry ainda) dirigibilidade, e isso é questão de gosto, já que muitos clientes deste segmento preferem suspensão mais macia, com um rodar mais confortável.

          • yurieu

            Aquele Passat V6 interior claro chega a brilhar os olhos, que rapidamente se ressecam ao ir de 0-100 em 5 segundos.

            • Romualdo Vieira

              Sem dúvidas! É o Passat CC. Agora o Arteon tomou (ou tomará) o lugar dele. Aí não dá pra discutir, eu ficaria com o Arteon…

    • Hoffmann

      O que você quer dizer com “consolidado”? Porque de tempo de mercado brasileiro o Camry tem muito mais que o Fusion.

      • Lucas

        Consolidado no sentido de conhecido, divulgado e consumido pelo mercado brasileiro.

    • th!nk.t4nk

      Dentre as marcas “populares”, sempre fui fã da Ford (motor, design, dirigibilidade). Mas confesso que após meu último Ford eu diria que eles pararam no tempo. Toda a eletrônica do Fusion atual não é plenamente acabada, com uma série de bugs e má usabilidade. Pensa em um navegador lento, em um sistema chato pra modificar cada parâmetro do carro, em soluçoes porcas de ergonomia no interior. A sorte é que de motor mandam bem, mas é um produto nitidamente abaixo do Camry, e muito abaixo do Passat. É mais barato sim, mas pra mim foi uma economia que não valeu a pena, definitivamente.

  • TT 230

    A Honda não vai deixar barato quando lançar o novo Accord. (Essa foi boa, né?!)

  • Carlos

    No Brasil sempre foi mico.
    Com esse não será diferente. Se vender um por mês, já será muito.

  • Silvio Vasques

    O Azera que mudou completamente para 2018, oferece um custo x benefício maior. Mas acho que não teremos mais Azera no Brasil. Aliás, acho que em breve, só HB20 e Creta. E olhe lá.

    • PEDAORM

      E eu aqui torcendo pelo (improvável) retorno do i30. Muito elogiado nesta nova geração.

      • Schack Bauer

        Vamos ver com o fim desse inovarauto. De repente temos boas notícias ano que vem.

    • Ernesto

      O Azera 0Km está tabelado em R$189.900,00 e tem um motor 3.0 de 250 cv. Quanto a equipamentos, creio que esteja no mesmo nivel.

  • Vitor C

    Absolutamente nada nesse carro justifica esse preço, tá pra nascer pior custo benefício.

    • É um carro da mesma categoria do Fusion. Daí já dá para se ter uma noção do quão caro está. Mas é o padrão Toyota de preços de sempre.

      • Gilberto DePiento

        Não vejo o Camry como da categoria do Fusion, que é a mesma do Mondeo. O concorrente do Camry seria o Taurus, enquanto o do Fusion seria, se existisse, o equivalente ao Corona que foi vendido no Brasil nos anos 1990.

        • Matthew

          No mercado norte-americano o Full-size sedan concorrente do Ford Taurus é o Toyota Avalon. Fusion e Camry são do mesmo segmento, mid-size sedan.

          • Gilberto DePiento

            É verdade, tinha esquecido do Avalon, apesar de ele ser pouca coisa maior que o Camry. Na minha memória ainda estava a categorização de quando havia Corolla, Carina (Corona) e Camry contra respectivamente Focus, Mondeo/Contour e Scorpio/Taurus (Europa/EUA).

  • Rapaz… que “banheirão”… rs. Mas ficou com um design inspirado, sem dúvidas. Em especial para os padrões Toyota. Gostei do design do console central.

  • Charlis

    Minha lista, frente a esse:
    1º BMW 320i Sport GP 165K
    2º Audi A4 Ambiente 185K
    3º C180 Avantgarde 9G-Tronic 157K
    4º Jaguar XE 190K
    5º Volvo S60 T4 153K
    6º Passat 175K
    7º Fusion Titanium AWD 145K

    Abcs Toyota!

    • leomix leo

      Tem o Fusion de 139k, não pensaria 2x. Estive em um feirão esse FDS, o Ford parece ser melhor custo x beneficio. Sei que está muito caro, mesmo assim iria de Ford.

      • th!nk.t4nk

        Mas é claramente o de projeto mais barato da lista também, não se engane. Perde pra todos ali. Dito isso, nao é um carro ruim, apenas custa menos por entregar menos (nao se deixe levar apenas pelos equipamentos de série, como eu fiz). Depende de teu nível de exigência.

    • fschulz84

      Apesar de ninguém lembrar, eu ainda consideraria um Subaru Legacy, deve ser possível conseguir um modelo 0km na faixa dos 160k.

      • Charlis

        Claro que lembrei, eu amo os Subarus!
        Mas ai já iria apelar, e ir num Impreza WRX mesmo, rs… só não mencionei aqui pois foge um pouco.

        []s

        • fschulz84

          Ah sim, com certeza um WRX seria a minha escolha também.

          Mas em relação aos sedans, dirigi um Legacy GT 2011 (280cvs) há um tempo atrás e te falo que o sorriso não saiu do meu rosto, nem quando eu parava no semáforo hehe

          Eu estou planejando ir para um Subbie em breve, provavelmente em 2018 eu venda meu atual Fluence e procure uma Forester XT ou S-Edition 2011 ou 2012.

          • Charlis

            Eu gosto bastante dessa Forester também.
            É um futuro candidato sem dúvidas.

            Sobre o WRX, eu tenho um conhecido que tem um Impreza Hatch 2010, com 70 mil km, porém, não é original, bate os 400hps.
            Até hoje, foi um dos carros mais estúpidos que já dirigi.
            Há mais de 1 ano ele se mudou do país, e o carro está parado.
            Já conversei com ele sobre, ele me venderia muito barato esse carro, até por estar fora sem intenções de voltar.
            Único problema, é que ele é muito bruto, não seria nem de longe o carro ideal pra família, rs…
            Minha esposa surtaria em minutos dentro dele, em uma viagem, pois o ronco dele está do volume de um Stock Car, rs…
            As vezes bate uma vontade de fazer essa m*…

            []s

  • Marcelo Faria

    Pq todo Toyota atual é horroroso???

  • Hoffmann

    Caríssimo. Mas que não seja vítima da indignação seletiva, habitual quando se trata de um carro de marca “odiada” por comentaristas do Disqus: um Azera não é mais carro que o Camry e custa hoje aqui zero km exatamente o mesmo preço.

    • Lucas

      Azera é carta fora do baralho, ninguém compra mais zero, apenas vão passando os usados que já existem no mercado de mão em mão. Nem mesmo a Hyundai faz questão de divulgar e vender esse carro que já está morto.
      Levemos em consideração reais concorrentes, como Fusion e Passat, que sim, oferecem custo-benefício muito superior.

      • Ernesto

        Creio que o Fusion sim tem um custo-benefício melhor. O Passat está num preço muito próximo ao do Camry. De tabela ele custa R$178.000,00. Escolha uma cor metálica e ele vai para um pouco mais de 180K. Se colocar o teto-solar, aí chega a quase R$186.000,00. E o Camry tem um V6 de 310 cavalos, enquanto o Passat é o bem conhecido 2.0 TSi de 220 cv.

  • Razzo

    Em como estragar um desenho frontal de um veículo…

  • Paulo Martins

    Esse carro é sensacional!!! Falo porque tenho um. Sem dúvida, o melhor veículo que já tive. Confortável, silencioso, potente e, por incrível que pareça, econômico! Chego a fazer 8,5 km/l na cidade (Brasília) e 11,5 km/l na estrada (andando na faixa de 120 km/h). Problemas mecânicos ZERO!!!!!!

    • Michel

      Paulo, tive um Camry 2008 por dois anos. Vendi em julho desse ano e fazia essa quilometragem por litro só um pouco melhor em rodovias. Também moro em BSB.

  • Hendel Marques

    Procurei o reloginho de Del Rey e não achei. To chocado!

  • Cosi fan Tutti

    Quem paga quase 200 mil num carro que e popular no resto do mundo? Reposta: os mesmos que pagam 100 mil no Corolla.

    • Uranium

      Meu filho, Camry não é carro popular em canto nenhum do mundo. É no mínimo carro de classe média. Não sei de onde tiram essa bobagem de que pobre no exterior anda de carro 0km… Numa boa.

      • Lucas

        São populares no resto do mundo sim. Corolla e Camry geralmente são os primeiros carros dos imigrantes ilegais que adentram os EUA, por exemplo (usados). Os mais novos são dados de presente pelos pais pros filhos que terminam o high school – e os moleques que têm um pouquinho mais de condições não costumam aceitar porque é sinônimo de pobreza, preferem juntar alguma grana que conseguiram com o valor dado pelos pais e comprar um Mustang ou Camaro, por exemplo, que também são vistos em cada esquina.
        Sinto muito cara, nosso luxo é o lixo deles, literalmente.

        • Uranium

          Imigrantes ilegais? High School? Os jovens não costumam aceitar? Kkkkkkkkkkk meu deus…
          Cara, você já saiu do seu apartamento, pra ver como é? Na boa. 2018 quase e ainda acredita que basta pisar nos EUA e trabalhar 1 semana cortando grama pra ganhar um Camry 0km de presente… Me poupe, se poupe, nos poupe.

          • Matthew

            Exatamente. “resto do mundo” aspas, né. Só nos EUA carros de grande porte como o Camry e o Accord têm vendas absurdas. E mesmo assim há de se considerar que há versões bem peladas desses modelos por lá, com bancos em tecido e tal.

            • Uranium

              Exato. Eu fico perplexo com certas coisas que tenho que ler aqui, numa boa… Ainda mais tendo morado lá (legalmente, com emprego, visto, carro, apartamento e tudo), eu vi bastante como funciona.
              O cara fala como se imigrante ilegal fosse livre e pudesse entrar nas lojas e comprar um Camry com 5 anos de uso, trabalhando clandestino. Galera não tem noção de nada e fala as coisas com a maior certeza do mundo ainda hahaha

              • Cosi fan Tutti

                O kra deu uma certa exagerada mas ele nao ta errado, Camry e Corolla são carros muito comuns nos Eua e todo mundo sabe, só de saber que as pick-ups mais vendidas custam ainda mais caro, já da pra se ter noção do nível. Mas querer comparar Eua com Brasil é burrice, toda a estrutura de impostos e universidade pública (que é cobrada lá) e saúde, e estradas etc.. é diferente. Nem se o Brasil começasse hoje do zero iria chegar no nível americano em menos de 100 anos.

                • Uranium

                  São comuns, obviamente, mas não quer dizer que é carro de pobre. Corolla é um carro extremamente comum no Brasil e os pobres simplesmente não tem acesso. Pobre nos EUA, assim como na maioria dos países do mundo, anda de carro velho. Claro que os carros velhos de lá são melhores, não se compara um Accord 93 com um Santana do mesmo ano. Mas em questão de status social dentro dos países, ambos são basicamente a mesma coisa…

          • Lucas

            Exato. É difícil aceitar, né? Os 18 mil dólares de um Corolla ZERO são economizados em menos de um ano por qualquer garçom ou jardineiro, mas eles nem eles querem esses toyotas mais baratos, partem logo pra algo superior e seminovo.
            Imigrantes geralmente compram como primeiro carro Corolla, Camry, Accord, japoneses em geral, porque são baratos e confiáveis mecanicamente. Usados, lógico, mas são preferência da classe baixa americana.

            “Me poupe, se poupe, nos poupe”… Típica frase dessa juventude lacradora com tendências homoafetivas. Nada contra, amigo… Seja feliz do jeito que lhe parecer melhor.

      • Cosi fan Tutti

        ahah “carro popular” não é carro barato de pobre, é carro que vende muito, Camry nos Eua é popular, pois é um dos mais vendidos ha anos, so perde para as pick-ups.

        • Louis

          Então Corolla e Compass são populares por aqui.

        • Uranium

          Nesse sentido, Corolla é carro popular no Brasil… Mas sabemos que “carro popular” é uma expressão que significa “carro barato” para o Brasil.

      • th!nk.t4nk

        “Pobre” é um termo que varia radicalmente de país pra país. Onde moro o salário mínimo é de 1500 € e carros zero km começam em 7 mil € (um Polo sai por 12 mil, um sedã médio 20 mil). Ou seja, mesmo com o pior salário do país o cara tem dezenas de opçoes de bons carros zero km. Se formos falar de usados então, cara… Até quem trabalha virando hambúrguer no McDonalds pode ter cada carrão de dar inveja em classe média alta no Brasil.

        • Uranium

          Nos Eua, quem trabalha de atendente do McDonalds não anda em carro com menos de 15 anos de uso, se depender apenas desse emprego, obviamente. Se andar, é carro considerado tosco por lá, tipo Sonic, Fiesta ou Accent.

          Na Europa a desigualdade social é menor mesmo, mas ainda assim, carros do segmento do Camry, como Mondeo, Avensis, Insignia, não são carros baratos e acessíveis, portanto o que foi dito ali não é verdade. Carro acessível para a maioria na Europa é Dacia pelado, Fiat Panda, segmento B em geral (Polo, Fiesta, Corsa). Semelhante ao que acontece no Brasil (com a diferença de que aqui há muito menos gente proporcionalmente com acesso a carro 0km).

          • th!nk.t4nk

            Uranium, moro na Europa e já morei 2 anos no Texas anteriormente. Vou repetir o que eu disse em outro tópico: depende de onde você está. Na Itália só se vê carro popular na rua, mas em muitas outras regioes tem mais carro premium do que modelo barato rodando. E sim, até quem trabalha em McDonalds pode ter carro zero (eu nao disse que virando hambúrguer o cara ia comprar um Camry, disse um carro zero km qualquer, como você citou no início da discussao). Juntar 7 mil pra comprar um Sandero ou 10 mil pra um Fiesta é algo absolutamente acessível pra qualquer um em dezenas de países, essa é a realidade.

            • Uranium

              Sim, depende muito mesmo. Um exemplo extremo, Detroit vs Los Angeles. Em Detroit você predominantemente vê carro de marca americana, todos velhos e/ou baratos, raramente se vê carros de maior padrão. Em LA é carro de marca premium em toda esquina (nos bairros mais ricos, principalmente). Mas uma coisa eu sei e você também: carro 0km é acessível lá fora? Sim, 1000x mais do que no Brasil. Mas não a ponto de qualquer adolescente entregador de pizza ter acesso a um Camry V6 0km, igual o pessoal sai falando por aí sem conhecer. Em qualquer país rico, carro acessível para pobres é carro compacto, apertado e com poucos equipamentos de conforto. Carros de classe média, como sedans (inclusive os de entrada das premium, como Série 3 e A4), vendem muito porque a classe média nesses países é enorme, não porque pobre tem acesso.

              • Ernesto

                Uranium, mas esse tipo de gente que faz comentário assim é que quer receber likes. Hoje a Toyota tem uma legião de fãs, mas também uma legião de haters.

    • Louis

      E quem paga R$50 mil em um carro que nem seria aceito em país desenvolvido?

    • Ernesto

      Com esse comentário “hater” só tá querendo ganhar likes.

  • Minoru

    E veio sem teto solar panorâmico pro Brasil, tá de brincadeira né Toyota?

  • Natán Barreto

    Esse carro troca de geração tão rápido que não dá pra acompanhar.

  • Junoba

    Vai emplacar 3 unidades por mês igual ao modelo anterior.

  • Pedro Cabrera

    Tão feio quanto bater na mãe!!

  • Sedici

    Ficou bem Lexus, principalmente visto de lado. Nao consigo gostar de nenhum Camry desde o modelo feito entre 2008 a 2012, de lá pra cá parece que houve uma especie de “americanização” desse modelo de origem niponica, perdendo assim a sua essência. Mas tem quem goste.

    • Ernesto

      A Toyota está fazendo o que o seu maior mercado quer, que é os EUA.

      • Sedici

        Nem discuto a estratégia, acertadíssima. Só nao gosto muito do visual dos Camrys de 2012 pra cá.

  • Paulo Lustosa

    Pelo menos não veio com os parachoques xunning que tem nos EUA

  • Diogo Augusto

    O Camry é um excelente carro, mas infelizmente esse preço alto acaba com ele…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email