Asiáticos Preços Sedãs Segredos-Flagras Toyota

Toyota Camry custará a partir de R$ 90 mil!

Você não leu errado ou bateu a cabeça contra um poste de luz. A nova geração do Toyota Camry será apresentada à imprensa nos dias 14, 15 e 16 de março, com chegada à rede de concessionárias em abril. Porém, um dos principais atrativos do modelo será o preço, que segundo fontes será a partir de R$ 90 mil, na faixa do arquirrival Fusion, por exemplo.

Ainda não se sabe sobre detalhes da versão mais barata do Camry, mas provavelmente deverá vir equipada com o novo motor 2.5 litros, de quatro cilindros com injeção direta de gasolina, VVT-i, capaz de entregar 180 cv, associado a uma transmissão automática de seis velocidades com opção de trocas manuais através da alavanca. Com este bloco, o Toyota faz médias de consumo de 12,7 km/l. No modelo topo de linha, terá o motor  3.5 litros V6 Dual VVT-i de, a gasolina, com 268 cv.

Porém, esse preço não é nada real, e um pouco duvidoso, já que a Toyota cobra irreais R$ 86.570 (Tabela Fipe) no Corolla Altis. E por falar em Corolla, a marca japonesa também apresentará no evento do mês que vem a variante “esportiva” S, que virá com visual modificado, com kit aerodinâmico, interior modificado, entre outros. Os dois sedãs fazem parte da estratégia comercial da Toyota para o Brasil neste ano, que ainda inclui o elétrico Prius e o  Etios (hatch e sedã).

[Fonte: Jornal do Carro]





  • Romulo_Max

    Se o carro fosse lançado 1º de Abril talvez eu acreditasse…
    Não acredito nem um pouco!! Se o atual Camry em fim de vida não custava perto disso sem o IPI maior imagina o novo…

    • jttrainer

      verdade mesmo, no dia que eu ver toyota camry no brasil por 90mil eu digo que nosso mercado realmente está mudando, no mais, eu so acredito nesse preço vendo

      • HenriqueHJ

        ou o corolla altis vai mudar o nome para Camry.

        • fan_na

          É, talvez seja algum ex-diretor GMb que assumiu uma assessoria de imprensa ou estratégia de marketing da Toyota.

      • lsm300c

        Acho que eles cairam na realidade da marca e cansaram de vender 20un por mes.

    • Cezarskinner

      Mas será que ela gosta de ficar vendo a Hyundai vender Azera e a Ford o Fusion.Já devia ter lançado há muito tempo.Mesma coisa a Honda e o Accord.

      • Pedro_Rocha

        O Accord já possui uma versão 2.0 menos cara na faixa dos 90K, mas é o pior C x B entre os sedãs maiores. Basta olhar a ficha técnica dele no site da Honda.

    • flaviomm

      Eu queria acreditar… o carro é um clássico.

    • flaviomm

      ![youtube X0dPeZxSy0M http://www.youtube.com/watch?v=X0dPeZxSy0M youtube]

    • flaviomm

      [youtube cDe2gEeXIpw http://www.youtube.com/watch?v=cDe2gEeXIpw youtube]

      • tiards

        Creio que ficará em torno de 105 mil n a versão de entrada, nada ruim.

    • rafa_marcao

      Se bem que o Corolla Altis nos EUA custa praticamente o mesmo preço do Camry de entrada. Mas aqui é Brasil…

    • Henrique de Campos

      O Camry sempre foi superfaturado, por isso o susto. Mesmo assim, é uma incógnita pois sua produção não está no México…
      Das duas, uma: ou a Toyota quer ganhar mercado ou o carro não vai bem onde deveria, e resolveram trazer pra cá o refugo.

  • MM_

    Corolla 2.0 com 4 marchas por 86.000 e Camry 2.5 com 6 marchas por 90.000?

    Só se ar, direção e trio vierem como opcionais.

    • Nicholas

      Pneus e rodas das basicas tambem hehheh

    • heliofig

      Em Macapá a concessionária pede 83.000 por um XEi…

      Um Camry a 90.000 eu seria o primeiro a trocar meu XEi 2009…

      • canino_preto

        A Toyota reposicionará as versões do Corrolla, incorporando à tabela os descontos dados em dezembro passado. Só assim abrirá espaço para o Camry a esse preço, em condições de concorrer com Fusion. Ficará assim, mesmo que ela não publique oficialmente. É o que será praticado nas concessionárias: tabela atual menos R$ 4.000,00. O Corolla Altis será vendido por R$ 79.000,00. Camry básico R$ 89.900,00. Isso tudo para que permaneça lider até a chegada da nova geração do Corolla. Aí os preços voltam ao padrão normal da Toyota, ou seja, super altos.

  • hendelmarques

    Não dá nem pra se empolgar, pois certamente virá com um preço muito mais alto!

    • canino_preto

      Esperem e verão. É uma mudança de paradigma da Toyota para seus modelos que, apesar de líderes, mostram claros sinais de cansaço. Corolla só vendeu o que vendeu em dezembro turbinado por descontos e vale combustível de R$ 4.000,00. Se não fizer isso o ReNew Civic, mesmo insosso, assumirá novamente a liderança do segmendo dos sedans médios. Jetta, Fluence e os demais concorrentes estabilizaram, o 408 perdeu o bonde e não recupera nem com motor turbo (só se lançar o THP na linha toda, aí vai), mas o Civic vem com tudo e o brasileiro não tem a mesma percepção negativa do consumidor americano, que forçou a antecipação de mudanças nos EUA.

      • duduguazzi

        Creio que muito do Brasileiro não forçar no New Civic é que o nosso foi pensado com mais capricho que pro americano pois lá é pra ser carro popular e aqui não. Se olhar acabamento e estetica o nosso esta um degrauzinho a cima (não que vá se tornar uma BMW ou algo assim).

        • thiagolamim

          não achei essa diferença comparando os dois.

  • GuilhermeD.

    Ahhhh tá!!

    Só acredito vendo!!!

  • Leandro1978

    Pois é, R$ 90.000 acaba brigando com o Corolla. Não acredito. Talvez algo acima dos R$ 100.000 seja mais realista. Mas se chegasse no valor especulado (R$ 90.000), acho que roubaria muitas vendas do Fusion. Quanto ao carro, acho que ficou bonito. Certamente agrada aos que preferem os sedans com desenho mais tradicional, como, certamente, é o público do Corolla.
    Quanto ao Corolla S, a marca segue as demais e lançam "esportivos" apenas na roupagem. Ficaria mais interessante se utilizasse o motor 2.5, o câmbio de 6 marchas com uma programação mais "nervosa" e uma suspensão mais voltada à esportividade.

    • Nicholas

      Já é de costume para nosso mercado ''roupagem esportiva "

    • poise, mas se o 2.5 vier acima de 100 mil teoricamente o V6 ficaria acima de 120, acima do azera por exemplo, acho que não faria muito sentido. Creio que ele fique entre 95 e 105 mil, e o v6 la pelos 120~130.

      • Leandro1978

        O V6 já custa mais de R$ 130.000. O 2.5 entre R$ 100.000 e 110.000 me parece ser viável.

        • é provável, mas vai comer poeira nesse preço

          • Henrique de Campos

            Sem dúvidas. Nessa faixa, ele invade perigosamente o território de quem já chegou impressionando, como o novo Azera. E convenhamos, o Hyundai, mesmo um pouco extravagante em seu design, faz o Camry envelhecer.

    • AventadorMan

      Papai noel é so em dezembro, acho q o camry vai ser lançado em dezembro ehheeeh

  • TiagoMegane

    E mais tem corolla a esse preço Ainda não estou acreditando

  • AndredeAzambuja

    Ouviram pela metade as "fontes". É entrada de R$ 90.000 e saldo em 24x de R$ 2.000 =P

  • gustavo_bf

    Senta lá, Cláudia. Esse preço aí nem se acabasse o IPI e os 35% de importação, pois a Toyota gosta de lucrar muito como todas as outras marcas presentes em nosso mercado.

  • Gabriel_Nint

    Esse seria o preço correto dele. Nessa faixa ele fica compativel com concorrentes como o Sonata, Malibu e o Fusion. Agora, a Hyundai também vnde o Elantra por mais de 80 mil e nem assim deixa de vender o Sonata por 95 mil.

    • MM_

      Pois é, e o resultado disso é a venda insignificante do Elantra.

      • duduguazzi

        Mas não esquece que diferente do Elantra o corolla já tem nome feito aqui e versoes que voce tira da cc por 60mil.

      • Gabriel_Nint

        Mas o Elantra é caro desde a versão basica manal, sem contar que o carro vem com freio a tambor atrás. Acho que poucas pessoas tem coragem de gastar mais de 70 mil reais em carro com freio a tambor.

        Outra, o Camry agora que viria a preço correto e não antes com preços astronomicos injustificaveis (o mesmo se aplica ao Accord).

        • thales_sr

          Pode ter certeza que o problema do Elantra vender pouco não tem nada a ver com os tambores atrás…

          • canino_preto

            Também acho. O carro é bonito, fato. Mas é um sedã que aparenta ser menor do que é. Desempenho e consumo satisfatórios. Foi depenado em itens de segurança e diferenciais, como os faróis e tela multimídia, além, obviamente dos freios . Assim, os eleogios para o carro não se aplicam integralmente ao que é vendido aqui. Minha lógica é essa: se depenar o que diferencia o carro eu não compro. Além do mais, não vem o azul nem o vermelho dos comerciais. Maniqueísmo FDP preto e prata…Vai pro inferno CAOA.

            • flaviomm

              Verdade… nos Eua tem sido elogiado… mas ainda vende bem menos que Corolla e Civic (este, para surpresa dos próprios americanos que criticaram muito o carro… é lider de vendas hoje).

  • Sigma7

    Eita, será que bateu o Peugeot 408 turbo?

    • Henrique de Campos

      Embora não pertença ao mesmo segmento, se essa informação preceder, baterá em alguns aspectos. Não acredito que o Camry de 90.000 venha com uma série de coisas bacanas que o PUG tem, mas é uma opção tentadora por pertencer a uma classe superior. O top deve passar de 100.000 fácil, com teto, multimidia e outras perfumarias.

  • blackSagaris

    esse preço nao é bom, so parece bom perto da fortuna que a toyota cobra pelo corolla altis

    • Leandro1978

      Preço de carro nenhum é bom por estas bandas. Desta forma correto é ver o que a concorrência cobra pelos seus. Diante de Sonata a R$ 102.700, Malibu a R$ 99.000 e Accord a R$ 100.000, os R$ 90.000 estimados, ou mesmo que chegue em algo próximo dos R$ 100.000, estão até abaixo dos concorrentes, com exceção do Fusion (não, não está no Canadá…rs…é velha essa hein, lembrei agora…rs…), que parte dos R$ 83.000, mas que tem a "desculpa" de ser importado do México.

      • Gabriel_Nint

        Sonata está sendo vendido por 95 mil aqui em SP.

        • Leandro1978

          Considerei os valores da Tabela Fipe. Certamente há bastante desconto na "vida real". Vai da negociação com o consumidor.

          • Edson Roberto

            É Leandro, só que temos que comparar a "vida real", pois se encontra facilmente os modelos citados pelo preço abaixo desse. Só que por exemplo, o Fusion V6 FWD é encontrado a preço desse Camry 2.5 (onde ele deveria disputar com o Fusion de R$73000 que é o 2.5). O mesmo vale para o Malibu 2.4 que não vende mais por conta de design ultrapassado, não ter de certa forma uma fartura mais interessante de item de serie e principalmente o Accord que esse é peso morto por não oferecer nada demais e ainda ofertar o motor 2.0 que deveria ser do Civic e não do Accord.

  • Vateau

    Não discuto mais sobre os preços praticados no Brasil! Primeiro por que não compro carro zero e segundo por que meu governo é corrupto demais pra deixar a bandidagem estorquir o brasileiro que tem a necessidade de ter seu carro novo.
    .
    Sobre o Toyotão, vai dar muito trabalho pra concorrência e o preço é bem convidativo, só não sabemos se a Toyota vai visar:
    .
    "Pouco volume e muito lucro" = ágio
    ou
    "Muito volume e muito lucro" = O matar concorrente!

    • Sigma7

      Eu por enquanto não comprei caro zero porque não posso mas é sempre bom bater no governo, quem sabe com o tempo eles mudam. Se deram incentivos para a Foxconn produzir tablets poderiam fazer o mesmo pelo setor automotivo, é uma questão de vontade política.

  • PG1981

    Mesmo se vier a R$ 90 mil ainda é caro se for comparar ao que custa lá fora!

    Os carros de entrada vendidos aqui (Mille, Celta, Clio, Gol, Fiesta) deveriam custar por volta de 17 mil no máximo, e olhe lá, sem falar dos que nem deveriam ser comercializados por serem inseguros! Aí os compactos que são considerados premium hoje (Polo, Punto, Fiesta) deveriam partir de 27 mil com pelo menos air bag duplo, ar, direção e trio elétrico. Os médios deveriam partir de 38 mil no máximo e os médios-grande 50 estourando! Ou seja, 90 é quase o dobro do que deveria custar!

    Fico me perguntando até quando as coisas vão continuar tão desproporcionalmente caras no Brasil?? Nos países centrais as pessoas ganham mais que a gente e os bens de consumo custam menos que aqui. Nem comida e serviços, que um dia já foram baratos aqui continua custando pouco!

    • mho

      Esqueça, vou te dar um exemplo não muito recente.
      Lembra do Corsa de 1994?
      O carro era um pouco mais caro que o Gol "caixa" e o Uno e tinha um acabamento muito melhor que a concorrência, bonito e tinha um motor relativamente novo para a sua época. Observe que:
      1) A fábrica não deu conta dos vários pedidos;
      2) Concessionários venderam vários Corsas com ágios de quase 50% do valor do veículo, um dinheiro perdido que a fábrica poderia ter ganhado;
      3) Depois de um certo tempo o Corsa aumentou de valor e a demanda ficou dentro dos limites da fábrica.

      Digamos que a Fiat dê uma de doida e comece a vender o Uno quadrado de duas portas a partir de R$ 15.000,00. Provavelmente vai vender bastante, a fábrica não dará conta do recado e o ágio vai comer solto. Aí o carro vai subir para uns R$ 22.000,00 o que seria mais ou menos o valor que é praticado hoje em dia.

      A verdade é que a demanda está muito alta.

      • Edson Roberto

        Mesmo assim… se fizessem isso que vc disse, muita gente desistiria e procuraria alguem que estivesse disposto a batalhar tal valor. Com certeza, se um se mexesse como vc disse, os outros naturalmente iriam se mexer também.

      • luis_ten

        Falou tudo. A culpa é do nosso mercado consumidor!!!
        Por outro lado, o nosso querido governo, se fosse sério, deveria intervir de alguma forma. Só que eles acham bom carro caro, pois significa imposto nas alturas. Advinha quem paga a conta?

      • PG1981

        Não é a demanda que está mto alta, a oferta que é mto baixa!

        O Brasil é um país que sempre vai ter problemas pra controlar a inflação pq temos demanda reprimida. Ou a inflação é alta, ou os juros são altos ou os preços são estratosféricos

        Só vamos conseguir equilibrar isso qdo se investir pesadamente em infra estrutura, em educação, para que seja viável a fabricação em massa de coisas mais sofisticadas aqui, que não precisemos importar tantos bens de consumo. Mas como fazer isso se a carga tributárias, que financia o país, é altíssima?. Isso pode ser feito de uma vez só, pq é um ciclo vicioso. O investimento se não for controlado gera inflação tb. Leva tempo e tem que ser planejado. Tem que existir um plano de investimentos e de redução paulatina dos tributos. Levaria 15, 25 anos!

        Pode parecer um exemplo banal, mas é um caso concreto. Trabalho num escritório de arquitetura e com construção. Está faltando mão de obra qualificada! Qdo o projeto é sofisticado ele fica inviável, pq quem cobra barato não consegue fazer e quem sabe, cobra uma fortuna. Mtos clientes desistem por isso, preferem ficar no arroz com feijão. Daí um dos motivos pra nossa arquitetura ser tão pobre.

        O mesmo vale pra carros. Vc acha que um metalúrgico que trabalha na linha de montagem de um mille ou um Celta tem a mesma qualificação de um que estaria na linha de uma BMW série 3? Claro que não! Um dos fatores fundamentais para a qualidade do produto é a qualidade de mão de obra.

        Temos bons operários, não estou falando que são todos uma droga, mas não temos o suficiente para suprir um país como o nosso, que além de mto populoso temos riqueza brotando do solo na forma de petróleo, minérios, florestas, agricultura, etc..

        Temos sérios problemas de infra estrutura tb, que transforma tudo num imenso gargalo, sem falar nos problemas de corrupção, tributário, segurança jurídica… falta mta coisa pra arrumar a casa ainda. Mtas reformas precisam ser feitas para que tudo entre numa certa normalidade.

        Precisamos de pessoas competentes governando esse país para desatar esses nós ;)

        • D7V5

          O argumento é bom. A ideia está clara e também vejo esse como um dos caminhos a seguir.

          Mas há alternativas:
          – Aumentar as importações até o ponto de equilíbrio (onde a demanda determina)
          – Aumentar os incentivos (diminuição de % de alíquotas ou aumento de prazos) para quem produz nacional com conteúdo significativo
          – Compensar a queda da arrecadação inicial com a arrecadação em cima de maior volume.

          Não são medidas complexas, mas são medidas de impacto.
          Só para lembrar, a nossa inflação gigantesca foi domada por esse caminho.

          Mas infelizmente, o problema no nosso governo é de ideologia. Então há muito pouco espaço para medidas como essas.

          Mas naturalmente, não se pode esquecer da ruim infra-estrutura brasileira, um dos componentes do custo-Brasil.
          Não se pode esquecer da educação da população e das inovações de sua sociedade, muito baixas no nosso país.
          Não se pode esquecer dos privilégios corporativos, doença que leva muito tempo para curar.

          Então precisamos sim de gente boa governando o pais, mas talvez tão importante seja, precisamos de continuidade das boas ideias mesmo em diferentes governos.

          • Pedro_Rocha

            A fórmula está correta, mas a infraestrutura ruim não só acarreta custo-Brasil mas é o principal gargalo do desenvolvimento.

            – Aumentar as importações até o ponto de equilíbrio (onde a demanda determina) R – a atual estrutura portuária atrapalharia

            – Aumentar os incentivos (diminuição de % de alíquotas ou aumento de prazos) para quem produz nacional com conteúdo significativo – a indústria sofre com falhas na estrutura energética (eletricidade e gás)

            – Compensar a queda da arrecadação inicial com a arrecadação em cima de maior volume – criaria concorrência de recursos com a indústria, tanto de infraestrutura (estradas, espaços urbanos etc.) como de energéticos (combustíveis e letricidade), sendo que esta tem preferência por conta da balança comercial.

          • Pedro_Rocha

            A solução seria um programa radical de privatizações com metas de ampliação de estruturas e utilização dos valores obtidos nesses para amenização da dívida interna diminuindo os gastos anuais do orçamento com juros, bem como redefinição de papéis das esferas dos Poderes Executivos visando a responsabilização objetiva de cada um deles e eliminação de prestação de serviços redundantes; após isso, fusão de pelo menos 50% dos municípios brasileiros e fusão de Estados menores e divisão de Estados maiores para otimização de custos e gestão. Por fim, a parte mais delicada: proclamação de independência das regiões Sul e Sudeste do Brasil, criando uma nova nação na América do Sul porém com fortes vínculos políticos, comerciais e militares com a antiga Nação, como são EUA e Canadá (embora um não tenha saído do outro mas foram ambos territórios franco-britânicos).

            • D7V5

              A criação de um novo país? Não, você fala na criação por desmembramentos de outros países.
              Sorry. Não vai acontecer.

              Mas é bom ter idéias e contratitório. Instigam a imaginação.

              Mas, voltando ao foco, vamos esperar que o Camry possa via a preços competitivos, na realidade atual.

      • Tripa-Seca

        Mas essa diminuição do preço poderia acompanhar prazo limite máximo de financiamento de 3 anos…

  • HenriqueHJ

    Ue, Mexico ou Argentina produz o Camry?

    ou o cara escutou: NOVENTA E POUCOS MIL. e esse POUCO da frase significa 9 Mil e 900 Reais.

  • Filipe_GTS

    Por que irreais R$ 86.000 pelo Corolla Altis? Não entendi o fundamento dessa constatação, afinal Civic EXS e demais sedãs médios topo-de-linha custam por aí também.

    • thales_sr

      Civic EXS também por irreais 85000 (ou seja lá o valor que custa, é nessa faixa).

    • Edson Roberto

      Bem……. eu não vejo assim.

      Eu vejo… Focus Titanium por R$75000, 408 Griffe (2.0 4AT) por R$77000, Pallas 6 Air bags, ESP, 4AT por R$67000, Sentra SL R$64000 (com 6 Air bags), Fluence Privilege R$78000 (esse foi em dezembro) por esse valor. Tem também o Cruze LTZ por R$78000 topo de linha.

      Ou seja, os unicos que custam "R$86000" é o Civic, Corolla e Jetta TSI. Só que até o TSI se encontra por ai (fora da CCS VW só que 0km) por R$83000. Os dois citados, só se encontra no valor real deles de tabela.

      • DCald

        O Jetta TSi até tem "desculpa" para custar mais caro que os outros, afinal, é o unico com 200pocotos… o resto da turma qdo muito, tá nos 150cv…
        Mas, Corolla e Civic por mais de 80mil é atestado de burrice… hehehe…

      • JCsr

        Esqueceu o Elantra que em sua configuração "top completíssimo" custa perto de 90 mil com o ágio das concessionárias.

    • Henrique de Campos

      Irreais porque trata-se de um carro que pouco oferece por este valor. Se considerarmos o que os concorrentes possuem, é o menos equipado e com a dupla câmbio + motor inferior aos demais. Já comparou o que o Civic 2012 tem em sua versão top, ou o Pug 408 Griffe THP? Não dá pra comparar… a Toyota cobra isso porque o povo paga.

  • ozelim

    Du-Vi-De-O-Dó ———–
    SÓ se for igual ao JETTA tsi ondeTudo é opcional
    E sem os opcionais é Peladão, parece mais um gol.

    • Edson Roberto

      Ah sim…. ESP, ASR, suspensão multilink, central multimidia de 6" com touchscreen, 6 Air Bags… tudo isso se parece com o Gol. Com certeza!!! ¬¬

      • DCald

        Pois eh… me ve um Golzinho desses! huahauau

      • Henrique de Campos

        Acredito que ele passe dos 100.000 fácil com os opcionais, que não devem ser tantos assim. Aposto no teto, kit multimidia, camera de ré e alguns sensores como crepuscular ou de chuva, equipamentos que (inexplicavelmente) são opcionais em alguns carros top de linha.

    • dougkmt

      Exagero sem fundamentação!

      • duduguazzi

        O cara falou besteira logo no unico carro da VW que pelo preço vem equipado de forma igual e adequada a concorrencia.

  • O_Corsario

    Dúvida cruel da toyota….
    Vender mais Camrys lucrando menos ou vender menos camrys lucrando mais?
    O fato é que antes tinha um preço bastante irreal, tanto que era figura difícil de ver, mais difícil que o Accord que ultimamente se espalhou aqui por SP…

    • Edson Roberto

      Mas ao que me lembro, o Camry só se comercializa atualmente na versão V6, ou estou enganado?

      Esse de motor 4 cilindros 2.5, seria para se juntar a gama. Ou seja, não vejo aqui perda nenhuma e sim mais lucro.

  • CanalhaRS

    Seriam um excelente competidor para o fusion a esse preço, mas já estamos calejados com o preços absurdos de nossos carros, e com o corolla custanto quase 90 mil, fica mais dificil ainda acreditar na tal fonte.
    Gostaria muito que a fonte estivesse certa, mas…

  • Skiegaard

    DUVIDO….mas se for true, nao muda nada ainda nao sera vantagem nenhuma.

  • harfangdneiges

    E o resto? Financia?

  • Adriano_Silva

    Ja to na fila de espera rsrsrsrrs

  • Esse preço pode ser real sim, para a concessionária, ai adicionamos: lucro da concessionária, comissão do vendedor, frete, equipamentos adicionais opcionais e chegamos a uns 115!

  • Preparem-se para começarem a ver uma ´´chuva´´ de Toyota Camry´s na ruas…Se for verdade (ainda temos que apurar isso) é ótima e belíssima notícia… xD

  • cbprado

    Item mais atrativo é o preço de NOVENTA MIL REAIS. Na boa, eu devo ter algum problema serio pq nao acho que carro nenhum no Brasil vale quanto pedem…. Esse é o problema do brasileiro… Vamos sendo entubados todo dia e vamos nos acostumando… Depois de um tempo enxergamos vantagem em sermos assaltados mas nao tomarmos um tiro, ver político roubando mas fazendo uma obrinha aqui e outra ali, e ver automóveis que deveriam custar 45 custando o dobro e ainda achamos ATRATIVO. isso é absurdo. BOICOTE JÁ.

    • kbk00

      Concordo plenamente. Não que eu tivesse essa grana hoje, mas não consigo me ver colocando quase R$ 100k em um carro.

  • flaviomm

    Não pago… mas se pagasse… levaria um Camry no lugar do Sonata, Fusion ou Accord.

    • luis_ten

      Também não pago… mas se pagasse… levaria um Fusion!!!

    • HenriqueHJ

      Eu também não pago….. mas se pagasse…..pode me internar que eu estou ficando maluco ou jogando dinheiro fora.

  • fl4v10r04l

    Eu tenho um XLE 3.0 V6 1994.
    Uso como carro de passeio no fim de semana. Maravilhoso!

    • flaviomm

      Show… tem uns vizinhos aqui com Maximas 1994 e 1995.

  • doug_bc

    Eu só acredito nesse preço por um simples motivo… O Corolla…
    O sedan médio da Toyota está perdendo mercado para os concorrentes que estão extremamente competitivos…
    Logo um redução de preço na sua linha se faz necessária pra recuperar parte do mercado perdido…
    Sinto que os preços vão começar a cair do Altis e depois se estender ao resto da linha…
    Assim abre-se mercado pro Camry 4 cilindros incomodar o Fusion…
    A única coisa que a Toyota esta fazendo é nivelar o preço com a concorrência já que ela esta perdendo aquele apelo com a chegada de carros mundiais por todos os lados…

  • 3ic

    Agora sim um verdadeiro carro de primeira linha concorrendo com o fusion. Quem sabe a hyundai com isso se lembre para que veio passe a vender os carros dela como ela faz nos eua, visando somente o preço e esqueça a ilusão de que ela é premium???

  • Guga2010

    Esse Camry está tão cansado como o irmão mais novo! Nem por 90 eu quero! Face-lift safado num carro sem sal, como o Corolla. Realmente as japonesas estão em decadência.

  • kikofar

    Caramba… de onde o produtor do texto tirou essa notícia???? O Camry nunca custou nem perto dos 100 mil…. como é que a Toyota vai colocar um perto do Corolla Altis????? Se fizer isso, esse último some do portfólio em questão de meses! rsrsrs

    Mas é nessas horas que lembro do Silvio Santos: EU SÓ ACREDITOOOOOOOOO…

  • xbatistx

    EU DUVIDO,

    mas do jeito que anda a concorrência, até que pode ser uns 95 mil a 100…

  • JCsr

    Se tem gente que paga perto de 90 mil em um Hyundai Elantra por que um Camry por esse preço seria tão absurdo assim? Eis a justificativa: é japonês e Toyota, e isso basta pra ser objeto de ódio. É a famosa frase "haters gonna hate".

    • Tripa-Seca

      Desculpa, mas ninguém disse que esse preço é absurdo. Na verdade, os que disseram isso, tem razão em falar que esse preço passa longe de ser justo, sem considerar concorrência (Afinal, se a Fiat decidir aumentar o preço do Novo Uno para 39 mil reais, A VW aumentar o Gol para 40 não tornaria o preço do "alemão" de São Bernardo justo). Quem duvidou do preço, também o fez com razão, por acreditar que uma marca que sempre se colocou acima dos outros, cobre um preço nivelado com a concorrência.

    • Henrique de Campos

      Absurdo é o preço do Corolla, do Elantra, do Civic (embora este seja o mais equipado de todos). O Camry pertence a outro patamar e ainda vem do Japão. Para a nossa cultura, é um preço tentador, semelhante ao do injustiçado Malibu, que não vendeu o quanto merecia.

  • allysson13

    Pessoal, claro que terá a versão de 90 mil, mas com calotas e sem comando do som no volante, confiram no site da toyota-usa.

    • andreHHX

      sem USB, sem farol de neblina, sem bancos de couro, a exemplo do Corolla Gli.

  • XEi2009

    Sem chance… se fosse 2.0 (turbo ou não) ainda seria difícil… motor 2.5 já tinha o IPI em 25% antes do aumento… impossível!

  • HSFort

    E pior! O Camry não é fabricado no México e sim nos EUA. O modelo que virá será importado dos EUA. Aí fica a pergunta! Como custará esse preço se o brasil por questões ideológicas, não mantem acordos comerciais de importação com aquele "imperialista dominador"?

    • Pedro_Rocha

      O sul-coreano Sonata sai na prática por 94K e o antigo Azera saía por muito menos. Camry 2.5 a 90K não é um preço impossível. É até caro, já que tem bem menos firulas que os da Hyundai.

      • HSFort

        Se eu morasse nos EUA, um Camry seria uma das opções que eu adquiriria além do Malibu 2003 e o novo Fusion também 2013. São ótimas oportunidades com preços que variam entre R$ 30 a 45 mil reais. Preço de lá!

  • neto_scba

    Primeiro a matéria começa falando que não lemos errado, nem batemos a cabeça contra um poste. Depois a própria matéria dúvida da informação. Vai entender…

  • MajorAutomotivo

    Adoro a definição de Jeremy Clarksson acerca do Camry.

  • Danielhpe

    Caracas vamos falar sério meu, 90mil dilmas, mais ipva mais seguro a maioria aqui tem salário de deputado ou fica a vida toda com o carne das casas bahia na mão. afff. Deviam cortar financiamentos assim quem não tem não leva, forçando os valores a patamares de outros paises, mas com certeza o Brasil quebra se fizem isso.

    • Henrique de Campos

      Se você acha que as pessoas de classe AAA só compram coisas a vista, está enganado. Parcelar é sinônimo de pobreza apenas na mente tacanha do povo que vive nesse país metido a besta. É comum uma "madame" entrar numa Louis Vuitton de Nova Iorque, comprar 20.000 em produtos e pedir parcelamento. Aqui, ela entra na mesma loja, compra uma bolsa de 5.000 e ainda é olhada com descaso se quiser parcelar no cartão. São diferenças culturais relevantes, com desvantagem para a mentalidade medíocre do brasileiro que sempre quer parecer mais do que o vizinho.

      • Danielhpe

        Obviamente sei sim classe AAA parcela e deixa seu dinheiro na bolsa de valores. Mas como diz o email dos amigos acima eles tem infraestrutura e produtos a com tecnologia e mão de obra especializada e aqui ainda não o suficiente por isso somos explorados. Não concordo é o cara sem nda na vida ainda assim compra um veiculo financiado e depois não consegue nem manter.( apesar de diretos iguais a todos e cada um faz o que quiser com seu dinheiro mas no final quem paga é o coletivo)

  • D7V5

    O forum ficou bom e a notícia nem é oficial.
    Vamos esperar a confirmação deles (preços e conteúdo das versões). Impossível, esse preço não é. Mas, se vier, virá acompanhado de que, ou quais (acessórios)?

  • morato555

    Os vovôs vão pirar agora! hehehe!

  • YoOdEx

    Ai agente começa a pensar! Vamos ver se confirma a noticia, o que eu acho difícil. Mesmo assim não sei compraria um por 90 mil. Viajei nos Estados unidos cerca de 1000km com um Camry (só que da geração atual) e numa boa? Nada de especial, é um Corolla mais espaçoso.. Bom carro, porém não é um carro que trás nada de especial.. Para esse tipo de publico (talvez um Jetta Tsi cause mais efeito).

  • Henrique de Campos

    Tirando a incógnita dos impostos (já que o modelo vem do japão), a receita pode ser simples: seca a gordura do Corolla Altis, oferecendo-o máximo 80.000, abrindo espaço para o Camry começar nos 90.000. No entanto, sua lista de opcionais certamente será bem extensa, pois o modelo de "entrada" não terá várias coisas, como acontece no Accord.

  • andreHHX

    E Corolla Gli AT pintura metálica que tá por SURREAIS R$ 71.500,00.

    E nessa versão Gli vc não tem direito nem a um portinha USB, quem dirá um item de luxo como farol de neblina, hehehe!

    Incrível como vende bem esse carro tão caro.

  • vuda_br

    Pra colocar CAMRY a 90 mil tem que passar o altis pra 70mil e o XEI para 50mil..

    duvido essa noticia nao chega por menos de 120k nunca… toyota ta aderindo a moda hyundai…

  • Avantimes

    Eu duvido pois Toyota e Honda no Brasil usam de artifícios baixos, a la Caoa para controlar o mercado.
    Foi assim com Honda City, Fit e Civic. E foi assim com Corolla e Hilux.
    A receita mal intencionada dos 'nossos' japoneses funciona assim: um Camry a R$ 90 mil iria vender entre 1200 e 1500 unidades por mês. A Toyota vai trazer 250. Vai ter ágio de R$ 10 a 15 mil e fila de espera. Então o preço aumenta para R$ 105 e continua vendendo e os concessionários também serviram de cobaia. E os patamares de preço aumentam. Civic 2006 modelo antigo não chegava a R$ 70 mil. O novo chegou na prática, o mais pelado a R$ 65 mil. E uma cabine dupla completa antes da Hilux custava no máximo R$ 110. A Hilux estabeleceu um patamar de R$ 125 mil. Lembram do comercial da SEMP Toshiba? Nossos japoneses são mais criativos que os outros? No que se refere a malandragem automotiva tenho certeza disso!

  • LucianoRN

    Não entendi a frase: "um dos principais atrativos do modelo será o preço".
    Acho que é ironia, né?

  • AndersonDak

    vai que é verdade….. milagres acontecem! kkkkkkkkkk

  • marcio_cr

    Será vero?
    Será que finalmente as regras de mercado estão fazendo efeito?
    Será que finalmente as montadoras estão percebendo que com os preços surreais que estão cobrando em seus carros as vendas iriam dispensar e abrir espaço para a concorrência?

  • duhehe

    é a toyota de olho no bolo ….

    se lançar a 90 vai vender MUITO ! … ela nem liga que vai brigar com o Altis … afinal oq vende mesmo é XLI de 70 !



Send this to friend