Híbridos Lançamentos SUVs Toyota Vídeos

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

O Toyota Corolla Cross é a atual sensação do mercado tailandês, que será o lançador desse novo SUV de porte médio, cujo destino final será o mercado internacional, alcançando praças como a do Brasil, por exemplo.


O utilitário esportivo da Toyota chega ao mercado local com uma série de acessórios e alguns pacotes de personalização, como o Adventure e o Urban Sport, que dão uma cara diferente para o Corolla Cross.

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

No primeiro, o Toyota Corolla Cross assume um papel mais próximo de seu rival, o Jeep Compass, mesmo que sem a tração nas quatro rodas. O crossover apresenta para-choques com molduras pretas maiores e mais envolventes.

Ganha ainda molduras laterais estilizadas e retrovisores com capas mais volumosas, assim como rodas de liga leve de desenho esportivo e acabamento em preto.

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

Além disso, o arco do teto tem molduras estilizadas com cores diferenciadas, ampliando o visual personalizado. Rack de teto exclusivo, protetores em cinza nos para-choques, entre outros, estão presentes nesse pacote Adventure.

Já o Corolla Cross Urban Sport tem foco na esportividade e chama atenção pelo spoiler pronunciado, bem como molduras laterais em preto brilhante. Traz também saias laterais, rodas esportivas escurecidas e cor preta para retrovisores, teto e colunas, entre outros.

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

Feito sobre a plataforma TNGA, o Corolla Cross tem porte semelhante ao do Compass, embora seu estilo geral seja mais urbano que o produto da FCA, cujo foco da marca americana é o off road.

Com 4,460 m de comprimento, 1,820 m de largura, 1,625 m de altura e 2,640 m de entre eixos, o Cross empresta muitos itens do Corolla, além da plataforma GA-C, tais como painel interno e a mecânica.

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

Essa comunalidade com o sedã médio permite uma boa redução de custos para a Toyota, que chegou a empregar um eixo de torção na suspensão traseira em vez de multilink, como no Corolla.

Na Tailândia, o Corolla Cross chega praticamente como um SUV híbrido, tendo apenas uma versão com o motor 1.8 de 140 cavalos, que já foi usado no sedã por aqui.

Toyota Corolla Cross aparece em visual aventureiro e tem novos vídeos

A motorização híbrida 1.8 de 122 cavalos, deverá ser flex por aqui. Como o Corolla Hybrid já responde por 40% das vendas do sedã no Brasil, as chances do Cross Hybrid vender bem são boas, mas o motor 2.0 de até 177 cavalos deve dominar o mix inicialmente.

Mais abaixo, confira alguns vídeos com detalhes do Toyota Corolla Cross.

Toyota Corolla Cross Adventure e Urban Sport 2021 – Galeria de fotos

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Natán Barreto

    Esse carro deveria ser o novo Fielder. Esse nome ficou péssimo.
    Pelo menos despertaria um saudosismo nós brasileiros

    • Hugo Victor

      Com certeza.
      Achei forçadíssimo “Corolla Cross”.
      É como se fosse um medo desesperado de não vender e ter que usar a força do nome Corolla.

      • 😎.

        Na Europa é usado o mesmo artifício para designar o SUv do Yaris.

    • Zé Mundico

      Ou quem sabe Corolla RAV-4, afinal é quase a mesma coisa…rsrsrs

    • T1000

      Se lançarem esta aberração aqui e cobrarem R$199mil, vai vender igual pão quente.

  • El Gato!

    A primeira foto me lembrou na hora aquela crossover mais antiga da Subaru, não lembro o nome agora.
    Cara, a Toyota pode colocar de R$ 200 mil pra cima por aqui, que vai vender como água.

    • Bruno Luis

      Outback?

      • Pois é. De perfil me lembrou totalmente os ASX e Outback da Mitsubishi, com amplo balanço dianteiro e frente bicuda fechando na grade dianteira.

        • Edson Fernandes

          Só uma mera curiosidade… no Japão o outback tem o nome de Outlander(e lá são variações desse nome), eles tiram os emblemas qdo chega ao Brasil…rs

    • Chasseur

      Também achei que o design tem um toque de Subaru. A frente me lembra o XV e a traseira me lembra a Tribeca.

    • Vinícius

      Eu já achei bem Mitsubishi: ASX, Outlander.

    • De perfil me lembrou os SUV’s da Mitsubishi, como ASX e Outlander, em especial pela amplo balanço dianteiro e a frente bicuda fechando na grade.
      Quanto ao preço, acredito que virá um tanto mais em conta que o RAV-4, com preços ali bem compatíveis com o Jeep Compass. As dimensões mostram que seu porte será um tanto quanto acanhado, com entre-eixos menor até que o do T-Cross, por exemplo. Aliás, não sei porque ao menos não mantiveram o entre-eixos do sedã. Com 6 cm a menos, o espaço interno deverá ser bem menor que o do Corolla tradicional.

    • Eddd

      A Subaru realmente se destacou no fim dos anos 90 e anos 2000 com mistos entre peruas e SUVs como o Outback (nasceu como versão do Legacy) e o Forester (este ficou mais SUV com o passar das gerações).
      Mas os Subaru pelo menos tinha tração integral.

      • Rodrigo

        Exatamente. Pensei o mesmo.

  • zekinha71

    Esse bicão vai raspar que é uma beleza nas rampas dos shoppings.

    • Debraido

      Estava para comentar exatamente isso. Que bico enorme, quem sabe o para-choque dianteiro da versão BR seja diferente. A Jeep “arrumou” esse erro colocando o para-choque das versões diesel em todos os Renegades.

      • Araújo

        Falta arrumar no Compass.

    • Edinaldo_Tapica

      Pensei exatamente nisso, ângulo de ataque tosco, balanço dianteiro desproporcional a la Fiat Mobi. Esse carro ficou tipo o Etios, bonito talvez pra uns dez anos atrás. Já nasceu velho…

      • O balanço traseiro também é bem pronunciado. Os dois ângulos de ataque são inadequados para situações onde algum grau de off-road estiver envolvido. Acaba que para dar algum porte ao carro, de forma a compensar o entre-eixos inexplicavelmente acanhado (o T-Cross tem 1 cm a mais, para se ter uma ideia), esticaram os balanços bastante. É uma receita que deu certo no Compass, que aparenta porte por fora, mas tem espaço interno apenas regular, pouco diferente dos SUV’s compactos.
        No fim, uma perua com maquiagem para se tornar “SUV” e seguir a onda mundial. Mas é Toyota, o consumidor vai “engolir” bem, seja lá qual for o preço cobrado.

        • 😎.

          O entre eixos é o mesmo do Sedan, assim a a Toyota poupou alguns dinheiros para adaptar a plataforma para o novo SUv. A VW fez o mesmo com o T-Cross que tem o entre eixos de Virtus e Nivus com Polo .

          • Pela reportagem, essa informação não confere: O Corolla Cross tem 2,64 m de entre-eixos ante os 2,70 do sedã.
            No caso da família Polo, o T-Cross tem o mesmo entre-eixos do Virtus (2,65m), enquanto o Nivus repete o entre-eixos do Polo (algo próximo aos 2,56m).

  • Jeanphil

    Só falta um SUV compacto para Toyota agora… se a Toyota investisse um pouco mais em design nos modelos de entrada, já estaria entre as 3 marcas que mais vendem…
    Essa lanterna do Corolla Cross tá meio sem graça… podia ter uma pegada de “lanterna do RAV4”…

    • É… mas assim que a Toyota tiver em nosso mercado um SUV compacto e o Corolla Cross, podem dar adeus ao Corolla sedã. Venderá mais nada. É essa a conta que a Toyota vem fazendo adiando a sua entrada no mercado de SUV’s mais aquecido no Brasil.
      Enquanto o Corolla mantiver as vendas dentro das expectativas da marca, vão protelando o lançamento de um SUV compacto, evitando o que ocorreu com a sua co-irmã Honda, que viu as vendas do Civic minguarem com a presença do H-RV em sua linha.

      • Jeanphil

        Acredito que alguns fãs do sedã Corolla trocarão este pelo Corolla Cross, e não por um SUV compacto… isso é uma tendência mundial… A Toyota tá perdendo essa fatia importante do mercado.

        • Vai depender muito do preço. Alguns antigos donos de Corolla já viraram clientes do Jeep Compass, e a Toyota está de olho exatamente nesse movimento, visto que no último ano foi visível a lenta mas gradativa queda no número de vendas do seu sedã.
          Problema pode ficar na Toyota “salgar” demais o preço do Corolla Cross, colocando-o em um patamar significativamente superior ao do Corolla tradicional. Isso pode complicar um pouco o entendimento do cliente sobre o mix de produtos da marca.

      • Ducar Carros

        Se o Civic continua aqui mesmo com o HRV, não faz sentido o Corolla deixar de ser vendido aqui com o lançamento do Corolla Cross. Talvez o Corolla sedã passe a vender que nem o Civic, ou seja, em torno de 2 mil/mês, metade do que vende hoje (em condições normais pré-pandemia).

        • A Honda já anunciou em sua matriz no Japão que a geração 10 do Civic é a última.
          Em termos de Brasil, o projeto do novo City, com ampliação de plataforma e caminhando para ter porte de Virtus, já indica que será complicado o Civic se manter por muito tempo em nosso mercado.
          Se o Corolla passar a vender menos de 2000 veículos por mês, os custos com atualização de geração perdem o sentido em termos de retorno, o que acaba levando ao caminho da importação do modelo. A Honda vende coisa de 1800 Civic por mês aqui, mas esse número é completamente fora das expectativas da marca com o lançamento da G10, com a qual ela esperava voltar a brigar em condições de igualdade com o Corolla. Com esses números, ocorre o mesmo que ocorreu com VW e GM, que tiveram que recuar e voltar a trazer Cruze e Jetta de outros mercados.
          Portanto, não que será um processo “para amanhã”, mas a tendência hoje é que os sedãs médios sigam o mesmo caminho dos hatches médios e peruas no nosso mercado, sendo substituídos gradativamente por SUV’s de todos os tamanhos e sedãs de porte próximo ao médio, mas com nível construtivo e acabamento de entrada, bem aos moldes do que temos em Virtus e Onix Plus hoje.

          • Ducar Carros

            Concordo em parte.

            No Japão tem o Civic hatch, que aproveita melhor o espaço que o sedã, por isso os japoneses vão descontinuar, novamente, o sedã, continuando com o hatch.

            Vender 2 mil/mês aqui não é tão ruim, tendo em vista a margem de lucro maior cobrada pela Toyota e Honda e que a unidade brasileira costuma abastecer outros países, sobretudo da América do Sul.

            Mas sim, a tendência de longo prazo é a redução da quantidade dos sedãs médios fabricados aqui (apenas os três primeiros do ranking são), mas ainda devem permanecer por vários anos no mercado brasileiro (o Cruze, provavelmente, será o primeiro a deixar de ser fabricado, ampliando o espaço para os dois primeiros).

            • As gerações de Civic e Corolla são ainda bem recentes (em especial no Toyota), o que garante os modelos por pelo menos meia-dúzia de anos por aqui.
              Agora, eu não esperaria uma outra geração, não. Em especial no caso da Honda, com a tendência da matriz em abandonar o modelo.
              Eu acredito que uma redução nas vendas para baixo das 2000 unidades mensais em modelos desse porte enseje a opção pela importação dos mesmos do mercado americano (normalmente produzidos no México).
              Observemos o andar da carruagem. Pelo panorama de hoje, é o que eu enxergo. Mas o mercado é dinâmico e pode mudar a qualquer momento.

  • th!nk.t4nk

    Não é feio, mas tem um jeitão de produto barato. Se pelo menos fosse barato de fato…

    • Sino Weibo

      Será acima de R$ 150 mil aqui, é só comparar preços, lá o valor inicial é igual do Corolla híbrido, que aqui já está acima de 140 mil, ou seja, até 2021 já passou fácil os 150 mil, vide os aumentos periódicos da dona Toyota.

  • Até que achei bacana. Mas vindo da Toyota, tenho certeza que será bem mais caro que o Compass (que diz ser o rival alvo dele). Ou seja: mais um carro só para os fanáticos por Toyota.

    • Tygra

      Até porque com eixo de torção na traseira e tração dianteira sem opção 4×4, ele não possui nenhuma condição de competir com o Compass. Não foi dessa vez que conseguiram um concorrente para o Compass. Isso só acontece nos títulos das reportagens, na vida real o Compass segue sem concorrentes – exceto nas versões de entrada.

      • Ernesto

        Saberia dizer qual o percentual de vendas de Compass é de diesel 4×4?

        • Gio

          A Revista 4 Rodas fez este levantamento durante 2017. O resultado foi o seguinte:

          “No caso do Compass, a participação do motor diesel é ainda maior: 33,1%. Ou seja, dos 22.004 exemplares vendidos no acumulado de 2017, 7.288 são diesel e 14.716 são flex. ”

          Dos veículos analisados: Renegade, Compass e Toro, quem mais vende a versão a diesel é o Compass.

          • Ernesto

            Ou seja, considerando esta informação de 2017, o Corolla Cross pode concorrer com 66,9% dos Compass vendidos? É isso? E você diz que esse carro não tem nenhuma condição de concorrer com o Compass?
            Se for com a versão diesel 4×4 eu concordo, mas aí falta você ser mais claro, não?
            Ps.: versão de entrada do Compass existe tanto na Flex como na versão diesel.

      • Ernesto

        Saberia dizer qual o percentual de vendas das versões 4×4, diesel, do Compass em relação às versão flex?

  • Adauto Vieira Dias Júnior

    Se eu tivesse condição financeira para comprar um carro desses, não compraria. Carro sem identidade própria. Só tem nome mesmo. bem mequetrefe.

  • Claudio

    Esse bocão de bagre ficou muito feio !!!

    • Bem Mitsubishi. Além de não ser agradável em termos de design, é sem personalidade.

  • CanalhaRS

    A frente é muito feia, o restante é normal, nada de mais.

  • Sino Weibo

    Pra quem acha que Corolla Cross será na faixa de preços atuais do Corolla, pelos
    preços de lançamento do Corolla Cross na Thailandia, ele não vira pra
    cá custando menos de R$150 mil, pois lá o básico é o preço do Corolla
    híbrido. Então como só chegará em 2021 e a Toyota aumenta preços a cada 3 meses praticamente, o Corolla híbrido já está quase esse valor. Então não esperem o Cross por menos.

  • Andre Cupertino

    Tá parecendo um Subaru Forester

  • wilson

    Sinceramente, estou com o pé atras nesse lançamento, devido aos concorrentes…

  • JFX

    Vai ter gente dormindo em barraca na frente da Toyota aguardando na fila pra comprar esse carro, tal qual os Apple lovers.
    Preço inicial: R$ 145.000

    • Eng. Mecânica 2014

      145 na versão GLI, com motor 1.8 ressuscitado, super calotas, bancos em tecido, ar analógico e sem multimídia.

  • Fábio Peres – Conta Prof.

    Uma Fielder com cara de SUV, e híbrido… adorei.

  • BosS

    Fielder é vc?? As peruas estão de volta..

  • Se lançar o Corolla Cross e mais um SUV compacto no Brasil, a Toyota pode abandonar a produção do Corolla sedã por aqui. E será a pá de cal no segmento que conhecemos por “sedãs médios. A partir daí quem quiser sedã, ou vai nos compactos crescidos com acabamento de entrada como Virtus e Onix, ou vai nos sedãs de marcas premium.

  • npor03

    Se o Corolla começa custando R$ 108 mil… imagina o preço dessa versão Cross

    • Sino Weibo

      Acima de 140 mil. Na thailandia foi lançado com os preços semelhantes ao Corolla Hibrido, que aqui já passa desse valor. E se brincar virá ainda mais caro, pois só será lançado em 2021, até lá a Toyota já aumentou os preços de seus carros umas 3 vzes, visto que gostam muito de fazer isso.

  • Luís Paulo

    Porta-malas sem revestimento algum? Na lata? É isso mesmo?

    • Navaman

      Me pareceu de plástico nas laterais.

  • Paulo Lustosa

    Isso é uma Corolla Tourer com facelift aventureiro, não é um SUV nem aqui nem na China

  • sigma7777777

    A cada vez que olho eu vejo um pedaço de design de outro veículo. Em termos de marcas, hora vejo Mazda, ora Subaru. Já a grade frontal não parece nada japonês. Estou satisfeito com o veículo, mas ele possui algumas coisinhas de visual que precisam melhorar. Difícil é descrever.

  • About Carros

    corolla cross cross

  • Pete Alves

    Que dianteira de Outlander GT 2012 é essa?

  • Feio pra caramba…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email