Toyota Corolla Cross chega bem mais completo ao mercado europeu

Toyota Corolla Cross chega bem mais completo ao mercado europeu

O Toyota Corolla Cross chegou ao mercado europeu com um pacote de equipamentos e versões mais generoso que aquele oferecido por aqui.

O crossover feito sobre a plataforma TNGA (GA-C), o modelo ainda não tem preço, o que deve ser revelado somente no próximo ano.

Com 4,460 m de comprimento, 1,825 m de largura, 1,620 m de altura e 2,640 m de entre eixos, o Corolla Cross europeu é semelhante em aspecto aos demais, com exceção dos novos faróis full LED, diferentes do brasileiro.

Toyota Corolla Cross chega bem mais completo ao mercado europeu

Atrás, as lanternas também são um pouco diferentes. Contudo, é dentro que as maiores diferentes se apresentam, sendo uma delas o cluster.

Em vez do análogo-digital, agora o Corolla Cross europeu tem um display digital de 12,3 polegadas. Além disso, a multimídia Toyota Play dispõe de 10,5 polegadas.

O dispositivo tem novo hardware e software, com Apple CarPlay sem fio e conectividade Android Auto com fio, além do pacote Toyota Smart Connect.

Toyota Corolla Cross chega bem mais completo ao mercado europeu

Usando um app, os serviços conectados MyT App incluem análises de direção, localização do carro e até recursos de controle remoto.

Em segurança, o Toyota Corolla Cross europeu entrega ainda parada de emergência, detector de sinais de trânsito, alerta de ponto cego com correção de trajetória e saída de pista, alerta de invasão de faixa e controle de cruzeiro adaptativo.

Toyota Corolla Cross chega bem mais completo ao mercado europeu

O Corolla Cross tem ainda monitoramento em 360 graus, estacionamento automático e airbag central para evitar choque entre os ocupantes dianteiros.

Além disso, há atualização OTA (Over-The-Air), bem como opção de bancos em couro e teto solar panorâmico, entre outros.

Toyota Corolla Cross chega bem mais completo ao mercado europeu

Na mecânica, o Corolla Cross europeu tem como destaque a propulsão híbrida com motor 2.0 Dynamic Force e uma transmissão transaxle CVT atualizada, assim como opção de tração nas quatro rodas com motor elétrico traseiro de 41,5 cavalos.

Chamado i-AWD, o sistema possui tração permanente e variação de torque. Já o conjunto híbrido chega a 197 cavalos e permite ir de 0 a 100 km/h, tendo ainda bateria de lítio no lugar das células de níquel-hidreto metálico.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.