*Destaque Hatches Sedãs Segredos-Flagras Toyota

Toyota deve tirar Corolla para PcD de linha para a chegada do novo Yaris, segundo site

Toyota-Yaris-2017-1 Toyota deve tirar Corolla para PcD de linha para a chegada do novo Yaris, segundo site

A Toyota prepara mudanças para a sua linha de modelos no mercado brasileiro. Segundo um texto entregue aos concessionários, a marca deve tirar de linha a versão de entrada do Corolla destinada a pessoas com deficiência (PcD) em abril de 2018. O motivo? A fabricante japonesa prepara o terreno para a chegada do novo compacto Yaris, também no ano que vem, conforme informou o site Autoo.



O novo Toyota Yaris chegará ao mercado brasileiro para enfrentar os compactos mais “refinados”, o que inclui o novo Fiat Argo e o futuro Volkswagen Polo, além dos veteranos Ford Fiesta, Peugeot 208 e Citroën C3. Ou seja, o modelo vai se posicionar num patamar acima do Etios, que atualmente tem preços que beiram os R$ 70 mil.

Toyota-Yaris-2017-2 Toyota deve tirar Corolla para PcD de linha para a chegada do novo Yaris, segundo site

A exemplo do modelo europeu, o novo Yaris, ao contrário do Etios, vai apostar num visual mais moderno e agressivo e um interior com mais refinamento. Além disso, é provável que o modelo ofereça uma lista de equipamentos mais recheada, com novos recursos de conectividade e também novos itens de segurança, como controles de estabilidade e tração.

Por outro lado, o motor deverá ser o mesmo do Etios, o 1.5 litro 16V flex de até 107 cv e 14,7 kgfm, com câmbio manual ou automático de pelo menos seis marchas ou do tipo CVT igual ao Corolla.

Toyota-Yaris-2017-3 Toyota deve tirar Corolla para PcD de linha para a chegada do novo Yaris, segundo site

Além do hatch, é provável que a Toyota ofereça a versão sedã do Yaris, conhecida lá forma como Vios, para concorrer com o Honda City. Ou seja, o novo Toyota Vios deverá ocupar o lugar do Corolla para o público PcD com versões abaixo de R$ 70 mil.

[Fonte: Autoo]

  • Leandro

    A pergunta que fica é: o Yaris que vem pra cá é o mesmo vendido na Europa, Japão e Estados Unidos ou é aquele modelo vendido no sudeste asiático? Porque se for trazer o modelo internacional até que vale a pena, mas se trazer aquela gambiarra do sudeste asiático é melhor nem trazer ainda mais pelos precinhos camaradas que a Toyota aplica por aqui.

    • Cristiano

      Tempos atrás se falou daquele feito na plataforma do Etios, nada daqueles da nova plataforma da Toyota que está começando pelo Prius.

      • Leandro

        Ou seja, mais uma gambiarra para países emergentes com preço de ouro.

      • Gurgelando

        Bom, vendo a foto desse aí, me parece que seu concorrente natural seria o FIT. Sendo assim, se for plataforma do Etios vai ser queimação de filme.

    • V12 for life

      O que foi dito é que ele estreará a plataforma TNGA, sendo portanto a próxima geração mas é só especulação.

      • Cristiano

        A não ser que estejam pensando em trazer logo uma nova geração, o que seria de se duvidar no mercado nacional, o que se viu em testes no Brasil foi o Yaris R, que usa plataforma do Mazda 2 e seria trazido do México via importação, ou aquele tailandês feito na plataforma do Etios, para produção local.

    • Luffy Asanome

      Isso mesmo que penso Leandro kkk
      Toyota e Honda tao muito abrasileirados… depenam modelos reconhecidos com itens recheados, pra vender a preco ate mais caro que os praticados na europa, eua e japao… Devem achar que somos palhacos mesmo, pior que eles ditam o padrao das outras montadoras que oferecem igual ou pior…

      • Ernesto

        Em termos de segurança eu creio que o Corolla, em todas as suas versões, estão muito bem. 7 air bags, ESP, entre outras sopas de letrinhas.

        • Luffy Asanome

          mas, so este ano colocaram ESP, coisa que na europa, japao e eua ja tinha ha no minimo 5 anos… Como nao tem legislacao obrigando aqui, depenaram varios itens… Em alguns paises ele ja vem com sensor de manutencao em faixa, sensor anti-colisao, start stop, motor hibrido, farois full led. Pagamos preco top de la, por uma versao careca de la.

      • Leandro

        O Yaris 1999 é melhor que o Etios 2017. Tem muitos desses Yaris antigos rodando no Paraguai inteiros. E pelo menos aparentemente é bem mais bonito, mesmo sendo antigo.

    • carnero

      Na cabeça dos japas o Brasil se equivale ao sudeste asiático em termos econômicos

      • Leandro

        Eu acho que para os japoneses o Brasil é pior que o sudeste asiático, lá eles têm mais opções, os carros são mais equipados, tem itens como start-stop, controles de tração e estabilidade, ar digital, câmbio automático só para citar algumas coisas.

  • Gran RS 78

    Isso está acontecendo praticamente com todas as montadoras aqui no Brasil. Estão oferecendo modelos inferiores a preços de modelos superiores. Esse Yaris era para estar no lugar do Etios e não custar o mesmo que um Corolla por aqui.

    • FocusMan

      Bem vindo aos anos 80!

    • FocusMan

      Bom quanto a isso, temos que culpar o governo por ter estragado nossa economia.

      A inflação é a responsável por isso.

      • Vinícius

        Negócios são negócios, é por isso que as montadoras estão extremamente ricas, elas sabem aproveitar ao máximo o que cada cenário oferece. É claro que para gente que é consumidor, não tem muita graça, mas jogo é jogo, e eles não estão nessa para perder…

  • Jordan Rodrigues

    pra esse carro é um crime não ter um 1.0 turbo

    • Hater x Haters

      Toyota tem pé atrás com motores turbo, esqueça.

      • Rafael Lima

        CH-R tem motor 1.2 Turbo e vende muito bem na Europa

      • Freaky Boss

        Toyota tem pé atrás é com o Brasil

  • Valber Santana Coelho

    Interessante. Eu sempre gostei do Yaris acho um hatch bacana que deveria em minha opinião estar no lugar do Etios. Mas sem dúvidas vai chegar capado além do preço Toyota.

    • Leandro

      Se um Etios Platinum já custa 70 mil, imagina o preço desse Yaris.

      • Valber Santana Coelho

        Esse Yaris eu compraria sem dúvidas, mas o preços padrão de qualidade Toyota fode na hora da compra não que os seus carros sejam ruins mas a falta de algo diferente novidades que faça valer o preço cobrado.

      • El Gato Negro

        Yaris a partir de R$ 80 mil até R$ 95 mil
        Corolla a partir de R$ 99 mil até R$ 149 mil.

        Duvida? Espera uns dois anos (no máximo) pra ver…

        • leomix leo

          Fala isso não pow, os caras veem isso é praticam.

          • Vinícius

            é por isso que eu só compro carro usado… porque não consigo comprar um zero! ;-) :-O

            • Edson Fernandes

              Aí vc compra Corolla por R$80000 usado e acha que foi uma pechincha…rs

              • Vinícius

                Não acho uma pechincha não. Mas além de eu ter outras opções de carro, também posso barganhar melhor com quem estiver vendendo. Os carros usados estão muito caros, mas os novos estão com preço proibitivo. Quem tiver dinheiro para comprar um carro zero ou um usado por R$ 80.000,00 parabéns, só que pagar R$ 40.000,00 ou R$ 50.000,00 em um carro zero, com as opções que temos nessa faixa de valor, para mim é muito caro. Talvez para outros não o seja, cada um com sua realidade.

                • Edson Fernandes

                  Sem duvida. Não a toa comprei um sedan médio usado.

                  Mas eu penso que mesmo comprando 0km, se as pessoas pesquisassem e vissem opções que pudessem agradar, isso ajudaria e muito.

  • Roberto

    E a Nissan, após o sucesso do Kicks, exitando em trazer o Micra e com um buraco de 30 mil entre o Versa de entrada e o Sentra mais barato…
    Alô Nissan: Mantenha o March e o Versa atuais como versão de acesso e traga um hatch e um sedã intermediários com um visual mais bonito como o do Kicks!

    • ViniciusVS

      Versa Unique R$ 68.000
      Kicks S CVT R$ 80.000 ( Versão MT é R$ 70.000)
      Sentra S CVT R$ 82.000

      O Buraco é de R$ 10.000 e não R$ 30.000, é irrelevante a versão básica do March ou Versa que tem consumidores totalmente diferentes.

      Da para vender assim:

      Micra S por R$ 67.000
      Micra S CVT por R$ 72.000
      Micra SV CVT por R$ 75.990
      Micra SL CVT por R$ 79.990

      Micra ficaria entre o March e o Kicks, O Sentra é somente um enfeite de Showroom. em breve deve sair de linha… A Nissan deveria colocar no lugar do Sentra um SUV acima do Kicks para brigar com o Compass.

      Não adianta dar murro em ponta de faca com sedan médio, hoje o que vende é SUV.

      • André

        O Sentra começou bem e de repente despencou em vendas, quem compra Vovorolla também pode considerar um Sentra, ambos os carros bem conservadores. Acho que falta a Nissan acertar o MKT desse carro.
        Com relação a nova geração do March, o problema é que ele é de uma nova plataforma e ainda não há nenhum outro modelo que a use, nem o Kicks. Do lado da Renault também não haverá mudança de plataformas nos próximos anos, então fica muito caro trazer o novo March para um volume de vendas baixo.

        • Roberto

          Que faça na plataforma atual então..

      • A Nissan ja ´tem esse Suv, não lança pq não quer, o Qashqai, é igual a Ford com o Kuga. Se até a Renault resolveu trazer sua pick-up e o tal de Koleos pra brigar com o 3008, a Nissan so dorme no ponto.

      • Roberto

        Mas você comparou o top com o de entrada. Do versa unique para kicks sl temos 30k.
        É normal um top se sobrepor a um de entrada ou intermediário.
        Gm tem prisma, Cobalt e cruze. E já teve Sonic.
        Ford tem Ka, fiesta e focus.
        O kicks mostrou que o mercado aceita bons produtos.
        Entre o Versa CVT e o Sentra S CVT cabe outro carro.

        • ViniciusVS

          Claro que comparei o top com o de entrada, o “buraco” é justamente entre as duas versões…

          Quem compra March S por 40k não é o mesmo consumidor que compra Kicks S por 80k ( dobro do valor) diferente daquele consumidor que tira Versa Unique por 70k que dependendo da css ( descontos) consegue tirar um Kicks S CVT ( O Kicks Manual custa O MESMO valor do Versa Unique) logo o buraco não é tão grande assim.

          Quem compra a Versão completa do March/Versa por uma pequena diferença ( isso quando existe) consegue tirar o Kicks básico…

          Não tem relação com o carro ser básico ou não e sim com o preço do carro ser próximo ou distante.

      • Edson Fernandes

        Pra mim, o Micra não é carro para esses valores. Na pratica ele é um hatch melhorado em relação ao atual mas é compacto de entrada.

        E ele no Brasil poderia ter versões simples até versões mais completas.Não precisa inchar preço de carro novo para aumentar os demais (porque colocando alguem nessa faixa vcs inflam o preço e é por isso que hatch médio desaparece de mercado).

    • João R

      Nissan e Renault no Brasil… mesmo grupo por trás, mesma gambiarra!!! Os modelos verdadeiros da REnault por aqui nem passsam (Megane, clio e tal) e na Nissan (Micra, Quashqai, etc…) para qué??? se o povo aceita “quase qualquer coisa”???
      O Kicks é bonito para chamar a atenção do brasileiro que gosta de mostrar… mas o interior é pacato sem sal. A versão de entrada tem preço mas não extras e o motor é muito manco.

      Resumindo… como sempre dando uma de “João sem braço”. Ao meu ver… ou o povo reage sendo mais exigente e faz ver as montadoras que qualquer coisinha não rola… ou essas montadoras vão continuar na mesma

  • Essa matéria não tem sentido falar que o Yaris vai disputar com o ARgo, se o Etios ja faz isso. A não ser que estejam criando outro nicho de hatches ultra caros, com a chegada do novo Polo, ae o Yaris vai entra nisso, com preços semelhantes aos do Fit?

    • Roberto

      O Argo de entrada disputa com o Etios de entrada. O Argo 1.8 não tem rival na Toyota… vai ter o Yaris…

      • ahah quem vai pagar 80 mil num hatch pequeno???

    • Ernesto

      Em outra matéria do NA mostra que o Argo tem versão de até R$81.000,00. Qual Etios, hatch, chega nessa valor?

      • So uma versão do Argo ´é 81 mil, o Etios já ta chegando a 70 mil. Várias versões do Etios batem com o Argo, inclusive a básica.

        • Ernesto

          Duas versões com os opcionais, Precision e HGT (ambos com câmbio automático), chegam a respectivamente a R$77.200,00 e R$81.000,00.
          Se considerar o HGT com câmbio manual, este chega a R$75.000,00.

  • Dreidecker

    O Yaris já deveria ter vindo há muito tempo, por sinal no lugar do ETios.

  • Hater x Haters

    Não sei aonde eu li, mas parece que a Toyota quer ser líder de mercado no Brasil em 2020. Com o Yaris e um Etios mais bonito eu não duvido tanto.

  • Handlay P.B.

    Provavelmente serão caros e superfaturados e o Corolla subirá ainda + de preço.

  • oscar.fr

    Há um tempo vi um comparativo europeu que afirmava que o Yaris (de fabricação francesa) ainda estava um degrau abaixo do nível dos best sellers europeus Polo, 208, Clio, Fiesta e C3. Pelo jeito, será mais um carro cujo principal argumento de vendas será o logo Toyota.

    • Handlay P.B.

      Provavelmente o Yaris e o Vios chegarão aqui no submundo somente na próxima geração.

    • Luis Carlos K.

      Será lançada uma nova versão. Não será a mesma do comparativo.

      • oscar.fr

        O que seria uma obviedade, pois os concorrentes quase todos já mudaram.

        • Luis Carlos K.

          Então para que fazer essa comparação? O novo modelo nem existe ainda.

          • oscar.fr

            Mas não estou falando do novo. Quem está supondo que virá o novo é você. Eu até acho que isso faz sentido, o atual já é bem antigo para começar a ser fabricado apenas agora no Brasil (um produto importado não seria competitivo). Mas o atual não poderia pedir o mesmo que um Peugeot 208 ou Ford Fiesta. Está bem abaixo.

            • Luis Carlos K.

              Não mesmo, por isso virá em novo modelo. E não sou eu quem estou dizendo isso, está em todos os sites de notícias automotivas.

    • Salim Mahmood

      vc nao entende de carros

  • ViniciusVS

    Etios XS é muito básico para ser a versão topo, não tem nem farol de neblina… A versão que morre é somente a Platinum.

    Etios XLS custa R$ 65.000 e o Corolla R$ 90.000, tem bastante espaço para O Yaris em umas 3 versões fácil…

    O Etios X provavelmente ganhará rádio
    O Etios XS pode ganhar farol de neblina, central multimídia, câmera de ré e bancos em couro
    O Etios XLS pode ganhar a central multimídia do Platinum.

    • ViniciusVS

      “mais lâmpada para queimar e dar manutenção” Se não tem dinheiro para trocar uma lâmpada é melhor andar de ônibus…

      Tudo isso não é mais que a obrigação, nada além do Kit dignidade…

      Se todo mundo pensar assim só teria fusca pé de boi nas ruas…

      • Edson Fernandes

        Além do que penso eu que o farol de neblina (e inclusive para carros que tem lanterna de neblina) um item de segurança. Agora eu entendo porque os carros tem esse atualmente jogado para as versões de topo… porque “é uma frescura”.

        Frescura que já me ajudou muito nos 3 ultimos carros justamente em situação de neblina e o dianteiro em chuva torrencial.

  • Gustavo73

    Estamos em julho, mas já tem um “documento” avisando oque irá acontecer em abril do ano que vem? A provável nova geração do Yaris que ainda não existe vai usa a nova plataforma da Toyota. Aquela que o CEO da marca disse set cara de mais para ser usada no Brasil com o CH-R. Imagine em um hatch compacto. É óbvio que o Corolla PCD não irá existir por muito tempo se for mantido os valores atuais para os descontos integrais. E isso não está relacionado a chegada ou não do Yaris. E sim aos valores dos carros que só aumentam.

    • André

      Também acho que será o Yaris emergente que tem no Chile com plataforma do Etios.

  • Elfo Safadão.

    lembrou um pouco o DS3…

    • Rodrigo Alves Buriti

      Ia dizer isso, eu vi um DS3 quando foi lançado naquela dianteira

  • V12aero

    Vai vender igual a pão quente!

  • Luis Carlos K.

    As tecnologias empregadas no Yaris não permitem que ele custe o mesmo do Etios aqui no Brasil. É o mesmo problema que a VW está tendo com o Polo, que era pra vir no lugar do Gol.

    • Ta, deixe ano que vem o Inovar Auto vai acabar, e teremos carros do mundo todo, ae quero ver se a Toyota e a VW não darão um jeito de “adequarem” estas tecnologias a preços acessíveis heheh

      • Gustavo73

        Não tinha Inovar antes e não fomos inundados. Não sonhe e mudanças radicais. Se as coisas forem bem direcionadas já será uma evolução.

        • Não fomos? kkk Hyundai e Kia lembra???? Preciso repetir que as duas emplacaram carros importados e apenas a gasolina no top 3? O i30 liderava em 2010/11, mesmo importado, pagando 35% de importação e monocombustivel. O Cerato chegou a passar o Civic nacional e ficar em 2º lugar em vendas gerais, e a Kia chegou a figurar em 10º lugar como marca mais vendida no ranking geral, passando a Peugeot, mesmo com tudo importado. E a JAC foi a primeira chinesa a vir com tudo, eles temiam o estrago que as outras iriam fazer, que será grande.
          Nem preciso comentar também a nossa balança comercial com o México, que estava desfavorável, tanto que o governo rasgou o acordo de livre comércio simplesmente e impos cotas.

          • Gustavo73

            Meu caro já falamos sobre isso quando você usava outro nick. Isso não é invasão são casos pontuais. Aonde está o I30 hoje? A Hyundai hoje nacional segue o mesmo padrão das mais tradicionais. Ser 10° a frente da Pug até parece ser um grande destaque, mas não é pela falta de competitividade da marca francesa. Como já disse antes temos os maiores players do mercado. A JAC tem uns 4 anos anunciou uma fábrica nacional e nada. Tenho idade suficiente para ter visto outras”aberturas” de mercado muitas fazem muita marola. Mas poucas ficam e mudam realmente alguma coisa. É só ver a chegada das francesas e japonesas nos anos 90. Hoje as japonesas vendem produtos caros e as francesas lutam para se manter no mercado. A exceção da Renault que vende produtos para países em desenvolvimento. Esperar esse boom de produtos primeiro mundo com preços a baixo da média de mercado é ilusão. Falando da JAC era ela que trazia o J3 com 3 airbags de série e uma única estrela no teste de colisão. Coisa abaixo da média até para o nosso mercado. O Gol foi líder e a culpa era da VW, o Palio foi líder e a culpa era da Fiat. Agora Onix é líder e a culpa é da Chevrolet. Na verdade a culpa é do consumidor brasileiro que não entende nada e tem comportamento de manada. Não sabe exigir produtos modernos e nem seguros. Enquanto ficarmos tentando culpar as fabricantes por vender oque o mercado quer comprar as coisas ficarão no mesmo nível.

            • Obvio que não mudam colega pq o governo vai la e da uma voadora nas regras do dia pra noite, estamos há quantos anos nessa de crise x bonança x crise x bonança x crise?? Lembra do Collor? O que fizeram depois?? Fecharam o mercado novamente e me vem o Itamar e inventa a volta do Fusca, fracasso redundante em pleno anos 90. Depois estava tudo de boas ate que novamente o governo resolve meter o dedo no bolo e estragar a brincadeira. Enquanto tivermos governos desse nivel de intervenção, nunca havera concorrencia de verdade, e os preços sempre serão voláteis, as marcas vão aumentar o máximo que puderem para ter mais lucro possível com a operação brasileira, que é cara. Eu nunca falei que vai ter boom de produtos de primeiro mundo a preço baixo, NUNCA, eu so digo que com mais opções os preços param de subir, estagnam, e estes produtos somem. Mas nessa época mesmo os modelos coreanos e mexicanos que tinhamos a preços razoaveis, alem dos Argentinos, eram bem melhores do que os que temos hoje, pois são projetos nível mundial. Os chineses ainda estão em fase de adaptação, mas ja tem otimos produtos que se não fosse o Inovar Auto, ja estariam sendo vendidos aqui a preços baratos.

              • Gustavo73

                Meu caro mais concorrência que hoje? Já viu o número de fabricantes que temos produzindo no Brasil? Os maiores grupos mundiais já estão aqui.

                • Não existe concorrência, o Chile tem concorrencia, o Mexico tem concorrencia, entra nos sites das montadoras lá e aqui que vc vera a diferença, modelos variados importados ou nacionais a preços competitivos de todos os gostos.

                  • Gustavo73

                    Competitivos? Segundo quem? A conversão direta sem saber o poder de compra de cada pais. Temos instaladas no Brasil mais de 20 fabricantes. Oque não falta é fabrica ociosa, até a Honda tem uma fábrica intera fechada a mais de um ano. Digo e repito, não será um fabricante ou dois que irão mudar o mercado. Quem tem que mudar o comportamento são os consumidores. Em um mercado que paga 90 mil reais em um altinho compacto pelado não adianta sonhar com Fusion pelo mesmo valor, mesmo que fosse possível vender por esse preço.

                    • Ta, vamos guardar essa discussão para 2018 então. Aguardemos os proximos capitulos.

                    • Gustavo73

                      Os próprios players já disseram que não há tempo de discutir e aprovar nada para 2018. Lembrando que os principais interessados e interlocutores são a Anfavea e seus sócios. O governo seja lá qual for, também não abrirá mão dos impostos. Esse mesmo que está mais preocupado em continuar no poder e ficar fora da Lava Jato.

                    • Pois é mas Inovar Auto querendo tu ou não acaba em dezembro, e com ele IPI majorado, pois o programa so foi criado para justificar na OMC a existencia do imposto maior, alem do já alto imposto de importação limitado a 35% pelo órgão. Se não vão por nada no lugar, então acabou, voltaremos aos patamares de 2011, finalmente.

                    • Gustavo73

                      Nunca duvide desses políticos. A Inovar Auto poderia ter sido muito benéfica. Primeiro se ao invés de aumentar os impostos tivesse diminuído de quem participasse dela. Se não tivesse sufocado a importações e por aí vai. Mas no final só ficamos com a pior parte. Tão ruim que ajudou a crise no setor. A ponto dos mesmos que pediram por ela agora estarem contra. Nosso mercado está longe de ser saudável. Não tem equilíbrio. Mas não confio em nenhum doa políticos hoje para fazer uma mudança real.

          • Gustavo73

            Falando em México e importações quem mais trouxe carros de lá foram os fabricantes já instalados no Brasil.

            • Sim, mas querendo ou não eram importados, e se o faziam, era pra ter mais competitividade, por ex. se não fosse o México e o acordo, nunca que a Ford conseguiria trazer Fusion aos preços que trazia, assim como a Hyundai chegou a vender o Azera V6 vindo da Coréia por 70 mil. Pra tu ver como os coreanos queriam se estabelecer, estavam perdendo dinheiro pra ter mais visibilidade, pois a Ford não pagava nem imposto de importação e a Hyundai sim, mesmo assim venderam mais barato numa “desova” de modelos. Agora tudo isso acabou, alem de IPI majorado, temos cotas, inclusive do México, e os preços de Azera e Fusion estão na estratosfera, custam o dobro do que custavam naqueles anos.

              • Gustavo73

                Meu caro nem água tem preço perto doque foi naquela época. Aplique a inflação e veja os preços que teriam hoje. Você é confuso, primeiro acha que a abertura fará algum fabricante vender mais por menos a ponto de mudar o mercado. Depois fala em perder dinheiro para ganhar mercado. Mas sabemos que é algo por tempo limitado. Logo não mudará o mercado de fato, pois assim que tiver uma fatia do mercado os preços irão subir. Vide Hyundai e etc. Lembrando que sempre tivemos cotas do México. E eram atreladas a valores e aos produtos exportados para lá. Oque aconteceu foi o congelamento das cotas que deveriam ter aumentando gradativamente até a abertura do mercado.

                • Coloque ae na sua conta, quantas marcas chinesas ou indianas estão dispostas a perder dinheiro pra ganhar mercado no Brasil? Várias, aqui no NA mesmo todo dia tem matéria de marcas que querem voltar pra ca em 2018 com operações próprias. Tu acha que cobrar o mesmo das tradicionais? E a Hyundai e Kia so subiram os preços depois da mudança nas regras, aliás, eles prometiam uma enxurrada de lançamentos à época, a Kia então, era pra ter muito mais volume e modelos.

                  • Gustavo73

                    Várias?! Segundo a sua expectativa. Só duas chinesas vieram com vontade na época em que o mercado estava favorável. E ambas deram com os burros na água e não foi culpa do governo. Já que teriam fábricas aqui. O projeto da JAC naufragou antes e o da Cherry continua fazendo água. E olha que os carros dela estão mais baratos que a média. Lembrando que ninguém impediu elas de virem antes. Hyundai é aquela que vende os produtos pelos mesmos valores da concorrência?A Kia aquela que mesmo vindo do México trás o Cerato pelado com o 1.6 no cofre? Como eu disse você continua a esperar que algum fabricante mude o jogo. Mas quem tem que mudar é o comprador. É ele que irá mudar o mercado ao tornar relevantes (não precisa ser líder) modelos seguros, modernos e que tenham um bom cxb. Mas brasileiro é tão tonto que até a cor do carro virou um problema. Se não for preto/prata/ou branco é mico.

                    • Duas não, de início vieram 4, so que na epoca tinham planos pra vir pelo menos mais 5, inclusive as de caminhões, onibus etc.. Eu peguei a lista e inclusive conversei com chineses da área, pq chegaram pra mim em fóruns me questionando se eu era importador. E tu esqueceste das indianas Mahindra, que teve fábrica, e a Tata, que tinha planos também. Até a Lada falava em voltar. A Hyundai so aumentou os preços depois do IPI majorado, tanto que ficou inviável pra eles importar, ae focaram apenas no HB20, e deixaram a CAOA meter a faca nos importados. Agora a Kia, ela estava na época em condições de ter 3 top sellers, o Cerato, o Rio que viria e o Sportage que estava vendendo muito, chegou a ser o carro mais importado do país, a marca foi a que levou a maior facada de todas, pq estava em franca expansão, conversa com o kra da Abeifa, o importador Kia e Geely, e vc vai entender o que foi a presepada do governo e como prejudicou eles, que estavam incomodando os grandes.

                    • Gustavo73

                      Só duas tentaram montar fábricas aqui. Mahindra fechou sem dizer aonde veio. Não adianta sonhar. Não vieram e não virão. Se com o mercado em alta e crédito fácil não vieram, não virão com o mercado em queda.

                    • Mas é exatamente esta a questão aqui amigo, não estou falando de montar fábrica, e sim trazer importado, o interesse delas era trazer importado, a operação da Kia toda era so de importados, ninguem falou em montar fábrica. Os planos da JAC e da Chery em montar fábricas era pra ter mais volume. Mahindra fechou pq também foi afetada pelo programa do governo, além de vender pouco pq o modelo não era lá estas coisas. A questão toda aqui parece que vc nao entende, todas as empresas que viriam iriam apenas importar, e esse era o medo das tradicionais aqui instaladas, eles sabem que os importados serão mais chamativos, competitivos, projetos mundiais, mais completos, além de mais baratos pq lá fora a eficiência nem se compara com aqui.

                    • Gustavo73

                      Cara não sonhe, para impotarmos carros em massa ponto de ter de fato alguma relevância no mercado e de forma duradoura. Precisaríamos de uma balança comercial infinitamente mais forte. Comprar de fora significa perder recursos que precisam ser repostos de maneira mais rápida ainda. E esse é um doa problemas brasileiros. A maior parte da nossa balança comercial é de commodities e produtos de baixo valor agregado. Então não sonhe com isso acontecendo por um longo período e de maneira constante.
                      Veja essa matéria de o quanto produtos de valores agregados rendem a um país.

                      http://revistacafeicultura.com.br/?mat=30741

                    • Não importa, estou olhando apenas como consumidor, e para o consumidor ter produtos importados é bom, a preços competitivos, pois obriga a concorrencia interna a se adequar. Hoje o numero de importados não chega a 2% do total, numero absurdamente baixo pra livre concorrencia, no minimo teria de ser pelo menos 10x mais que isso, pra se dizer que o mercado está saudavel.

                    • Gustavo73

                      Concordo. Mas se não for saudável para a economia não vai acontecer mesmo que tenhamos um governo liberal e que tenha a real intenção de fazer o país se desenvolver. Essa é a questão. Temos inúmeros gargalos, burocracia e entraves para resolver. Trabalho a longo prazo.

                    • Vai acontecer amigo pq o Inovar Auto foi ilegal, foi uma das pedaladas porque caiu o governo Dilma.

                    • Gustavo73

                      Espero que tenhamos mudanças. Não ache que fico feliz com o meu ceticismo. Mas sinceramente acho pouco provável termos algo que realmente faça a diferença.

                    • So de acabar esse programa e a vinda daquelas marcas que citei pra vc que tenho vontade de ter, que com certeza sera sim a preços competitivos, senão irão encalhar nas concessionarias, já fico feliz. Agora eu não sei realmente o que o mercado irá fazer com estes hatches superafaturados quando o mercado for invadido principalmente por Suvs importados mais baratos, até a Lada quer voltar a importar o Niva.

      • Luis Carlos K.

        Se fosse só Toyota e VW estaria fácil. Mas atualmente todas as fabricantes estão com preço exorbitantes. Torcemos para que isso mude em breve, mas mesmo os mais otimistas trabalham com uma margem de alguns anos.

        • Sim mas isso é o cartel que opera no Brasil. Existem muitas marcas querendo vir, esperando apenas que acabe o protecionismo do governo. Ae o consumidor vai ter opção, então quem vai decidir é ele.

  • Tochio

    Pelo preço do Etios, da pra imaginar o preço da criança !!

  • Diego

    Nosso mercado não teria mais demanda para o C-HR?

    • Tem demanda mas eles não tem interesse pq afetaria as vendas do Corolla, assim como HR-V derrubou as do Civic.

      • Diego

        Mas melhor ter as vendas canibalizadas por um veículo próprio do que dos concorrentes, né?!

        • Quando o Corolla foi canibalizado? kkk Eles continuam firme e forte não saem do top 10 nem a mando de reza braba, acho que podem por o Corolla a 150 mil que vende.

          • Diego

            O HR-V canibalizou o Civic.

    • Gustavo73

      O CEO da Toyota para a América Latina já disse que o CH-R seria inviável hoje para ser feito no Brasil.

    • Rafael Lima

      O CH-R é feito na plataforma TNGA que é a mesma do Prius, que não é fabricada aqui, eu acho que só teremos a TNGA aqui quando o Corolla mudar de geração

      • Diego

        Hum… Valeu!

  • Robert

    Tava demorando a Toyota fazer mais um bizarrice. Lançar um carro novo, com melhorias na tecnologia, mais caro e com motor de Etios? kkkkkkkkkkk. Tem que ter mesmo duas orelhas de asno pra comprar um carro assim!!

    • A corolla? kkkkk quando sera que lançam o corolla yaris?

    • Airplane

      Serão 2 as opções de motores para o Yaris: 1.5 e 1.8 l, da mesma forma que há 2 para o Étios (1.3 e 1.5 l).
      Para o Vios só o 1.8 l., da mesma forma que há apenas o 1.5 l para o Étios Sedan.

  • Lyn

    Acho isso uma burrada, se fosse acionista pressionaria para lançarem um suv/crossover compacto logo.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Se o Étios X começasse em R$ 42, 43 mil (lembro que ano passado quando fui ver carros de até R$ 40 mil o Étios X custava R$ 39.990), esse Yaris 1.5 poderia começar pelos R$ 48, 50 mil tranquilo na versão de entrada, mas como o Étios X já encosta nos R$ 48 mil acho que o Yaris de entrada vai começar lá nos seus R$ 58,60 mil

  • Lucas086

    Sei não, o Pcd representa 30% da venda dos Corollas, é muita coisa.

  • Rodrigo

    Ah que bom!
    Até porque nenhum PCD-cadeirante precisa de espaço no porta-malas pra acomodar a cadeira de rodas!
    (Contém sarcasmo)

    • Rafael Lima

      Tem compactos como o City que tem mais espaço no porta malas que médios como o Civic

      • Rodrigo

        O que não é o caso desse Yaris aí da foto.

        • Rafael Lima

          Qual hatch médio tem espaço pra muitas bagagens mesmo?

          • Rodrigo

            1o – Yaris não é hatch médio. É hatch compacto.
            2o – hatches médios com bom espaço de bagagem: Ford Focus, 308 e GM Cruze Sp6. Nestes cabem uma cadeira de rodas
            3o – no Fit (que também é compacto) também cabe uma cadeira de rodas no porta-malas
            4o – a geração anterior do Civic (9a geração) cabe uma cadeira de rodas mas fica justo.
            Falo por experiência já que minha sogra é cadeirante.

            • Rafael Lima

              Em nenhum momento falei que o Yaris é médio, a discussão era sobre capacidade do porta malas não se cabe uma cadeira de rodas e o Civic continua tendo porta malas menor que o City

              • Rodrigo

                Já que a retórica é essa, desde quando eu disse que o Civic tem porta-malas maior que o City?
                Por que vc citou capacidade de bagagem de hatch médio se estamos falando de sedãs médios vs compacto?

  • Airplane

    Para o Yaris haverá 2 opções de motores: 1.5 e 1.8 l, da mesma forma que há 2 para o Étios (1.3 e 1.5 l).
    Para o Vios sómente o 1.8 l., assim como só há o 1.5 l para o Étios Sedan.

  • Roger

    Se for o mesmo das fotos mostradas acima, valerá a pena. Senão… Pois, tratando-se de Toyota, existe uma possibilidade nada desprezível de termos uma decepção.

  • FocusMan

    Sinceramente, o Yaris pode até ter qualidades, mas olhando os concorrentes europeus, é o carro mais simples e com design menos inspirado.

    O Corolla PCD era o único Sedan vendido a preço “camarada” para as pessoas com necessidades especiais, sinceramente, estão retirando o direito das pessoas comprarem um carro maior e mais seguro.

    Gostaria de saber quando o governo vai atualizar os valores máximos para o PCD, pq está havendo uma segregação.

    • Temos de aguardar ano que vem pra ver a reação do mercado ao fim do Inovar Auto. Senão vai dar espaço para as montadoras aumentarem ainda mais os preços. Algumas so mantem versões abaixo dos 70 mil por cauda dos PCDs.

      • FocusMan

        As montadoras pelo jeito terão que abaixar os preços por causa da deflação que está acontecendo no momento.

        Os carros médios com muito conteúdo importado, puxaram o preço dos populares para cima, infelizmente.

        • Montadora não baixa preço, o que faz qualquer empresa baixar preço é livre concorrencia, pra desovar o estoque. Os players irão mudar com certeza!

      • EJ

        Bem,as francesas ainda ofertam,apesar da rejeicao. c4l, fluence e 408

    • FrankTesl

      ‘acho’ que a toyota vai querer empurrar o Etios Sedan para o público PCD, e deixar de fazer versões baratas do Corolla.

      • FocusMan

        Que lástima…

  • EJ

    Péssima notícia pra quem compra carro PCD

  • Moisés Nunes

    Não vindo com os mostradores no centro do painel já é um bom começo…

  • Geraldo Lopes

    E o pior é que se vier será inferior em tudo ao vendido no exterior, preço nas alturas e vai vender muito pois é disso que o consumidor brasileiro gosta. Veja os casos da Honda, Toyota, Hyundai, entre outro.

  • Vinícius

    E assim começará a queda de vendas do Corolla. Quem quer levar um Toyota para casa por um preço abaixo de R$ 100.000,00 não terá apenas o Etios como opção.

  • carlos rodrigues

    Esse tá com cheiro de ser o substituto do Etios… Provavelmente não terá esse nome em terras Brasilis.

  • sigma7777777

    E agora: pegar o atual Corolla PCD ou aguardar o Vios (Yaris Sedan)? Tem ainda o Virtus (Polo Sedan)…

    • EJ

      Nao pense 2x. corra e providencie a documentacao antes do final do ano.

  • FrankTesl

    será que o etios vai rodar também, ou eles vão farofar de vez o pequeno feioso, e usar o Yaris para dizer “nós subestimamos o mercado brasileiro, mas trouxemos agora o nosso compacto de verdade, não o remendo”

    • Raul Pereira

      Do jeito que as coisas estão, eles vão trazer a preço de Corolla, como se ele fosse da categoria do Fit, com preços de FIt, o que é pior.

  • FrankTesl

    a manutenção do etios na linha da toyota serve para deixar o preço do yaris mais “próspero”

  • Raul Pereira

    Independentemente da plataforma sobre a qual vão fazer, o problema é que ao invés de tirarem o Etios, vão tirara a entrada do Corolla, o que significa que ele vai vir com astronômicos preços de Fit pra cá. E a versão capada de PCD vai ter o preço da primeira do Corolla, com bem menos coisas

  • Vinícius

    O concorrente real que o Yaris vai mirar é FIT. Se for trazido o sedan, competirá com o City. Aparentemente é a estratégia da Toyota, disputar os mesmos espaços que a Honda no país… Mas que o Etios precisa de uma “paulada” no visual, isso precisa, por que só um “tapa” não resolve! Imaginei que ele seria um mini Corolla, mas veio um Logan arredondado… Seria influencia do “quadrado redondo” de outras montadora? Mas o pior é o painel central. Mas quem tem gosta do carro. Se melhorarem o design externo e interno, as vendas vão nas alturas….

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend