EUA Japão Mazda Mercado Montadoras/Fábricas Tecnologia Toyota

Toyota e Mazda: fábrica nos EUA, SUV no México e motor HCCI

Toyota-C-HR-2018-7 Toyota e Mazda: fábrica nos EUA, SUV no México e motor HCCI

Toyota e Mazda apareceram essa semana com algumas novidades interessantes, a começar pelo reforço em uma ação conjunta nos EUA. As duas marcas japonesa fecharam um acordo de US$ 1,6 bilhão para construção de uma nova fábrica em território americano, mas o local ou o estado não foram revelados. O negócio envolve ainda a compra de 5% das ações da Mazda, ampliando as relações entre as duas empresas.



A nova planta deverá produzir automóveis das duas marcas e pelo menos um deles deverá ser o Corolla, já que o plano da Toyota era produzi-lo na Baixa Califórnia, México. Com a pressão do governo Trump, a montadora nipônica mudou de ideia nesse caso, orientando a fabricação do best seller em território norte-americano.

Mas, ainda assim, a Toyota deu uma boa notícia para os mexicanos. A empresa sinaliza com a produção de um novo utilitário esportivo no país latino. Lá, a empresa iria investir US$ 1 bilhão para fazer o Corolla, mas agora não se sabe quanto será gasto. Também não há informação sobre que modelo será feito, mas a montadora olha para um market share do segmento de 65% das vendas nos EUA.

O RAV4 já é feito no Canadá e também no Japão, mas poderia ganhar uma segunda planta na região. Já o C-HR só é feito na Turquia, Tailândia e Japão. Sendo também um forte candidato, abrindo ainda a possibilidade de ser exportado sem taxas para outros 40 países, inclusive o Brasil.

Além do SUV, a Toyota vislumbra também ampliar a produção da picape Tacoma nessa planta mexicana, complementando a unidade instalada em San Antônio, Texas. A cidade americana, por sua vez, busca atrair o interesse da montadora para a região, em busca dessa nova fábrica de US$ 1,6 bilhão.

Mazda-SKYACTIV-D1 Toyota e Mazda: fábrica nos EUA, SUV no México e motor HCCI

 

HCCI

O empreendimento de Toyota e Mazda deve levar para o mercado americano a produção dos SUVs Mazda CX-3 e CX-5. Com estes, espera-se também a chegada da segunda geração dos motores Skyactiv. Comenta-se que os detalhes técnicos desse novo motor serão anunciados em um fórum de tecnologia em Frankfurt, a ser realizado no final do mês.

Mas, a grande novidade é que o Skyactiv II será o primeiro motor HCCI a entrar em produção. Como se sabe, essa tecnologia estava sendo desenvolvida por alguns fabricantes, mas ainda parecia longe da realidade. No entanto, a Mazda já estava em busca desse caminho, começando pelos motores atuais com taxa de compressão elevada de 14:1.

A informação era de que a próxima geração teria algo em torno de 18:1 e agora fala-se que de fato a tecnologia por trás do Skyactiv II será a HCCI (Homogeneous Charge Compression Ignition), que é uma tecnologia que permite a ignição por compressão como em um motor diesel, mas funcionando com gasolina.

Ela promete reduzir enormemente as emissões de CO2 e NOx, bem como oferecer consumo equivalente ao de um carro híbrido ou diesel. Com isso, o Skyactiv II 2.0 deve alcançar consumo médio de 28,5 km/l com emissão igual ou menor que 95 g/km de CO2, nível estabelecido pela Europa em 2021. Mas a empresa não para por aí. A Mazda planeja lançar a terceira geração do Skyactiv em 2025, esta com emissão igual ou abaixo de 65 g/km de CO2, que será o limite para a Europa na mesma época. Se o turbo não entrar na geração II, então provavelmente estará na geração III.

 

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend