*Destaque *Featured Pickups SUVs Toyota

Toyota Hilux e SW4 2018 trazem novidades e partem de R$ 108.990

toyota-hilux-challenge-2018-NA-1 Toyota Hilux e SW4 2018 trazem novidades e partem de R$ 108.990

A Toyota está oferecendo no mercado brasileiro a linha 2018 dos utilitários Hilux e SW4. A picape agora conta com três novas versões, totalizando 11 configurações disponíveis, enquanto o SUV passa a ser comercializado com duas novas variantes, chegando a sete modelos. Os preços partem de R$ 108.990 para a Toyota Hilux 2018 e R$ 152.090 para o Toyota SW4 2018.



Entre os equipamentos, as versões SRX da Hilux e do SW4 agora saem de fábrica com faróis de neblina dianteiros em LED. O SUV topo de linha recebe ainda banco do passageiro com ajustes elétricos.

Na linha da Hilux 2018, o destaque é a série especial SR Challenge, que tem como base o modelo SR diesel com motor 2.8 de 177 cv, câmbio automático de seis marchas e tração 4×4. Entre os diferenciais, o modelo oferece pintura preta nas rodas de liga-leve aro 17, capa dos retrovisores, maçanetas das portas, estribos laterais e grade frontal, além de adesivos exclusivos, molduras nas caixas de roda, protetor de para-choques, faróis com máscara negra, lanternas escurecidas, entre outros.

toyota-hilux-challenge-2018-NA-11 Toyota Hilux e SW4 2018 trazem novidades e partem de R$ 108.990

 

O interior, por sua vez, recebe bancos e painéis de porta com tecidos com costuras vermelhas, tapetes com o emblema Challenge e painel preto com friso vermelho. O modelo é equipado com sistema multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas e DVD player, computador de bordo, volante multifuncional revestido em couro, trio elétrico, câmera de ré, entre outros.

A Toyota Hilux SR Challenge pode ser encontrada somente nas cores Branco Polar e Vermelho Metálico.

Há ainda a nova versão Hilux SR Flex 4×2 com câmbio manual, dotada de itens como direção hidráulica progressiva, ar-condicionado manual, volante ajustável em altura e profundidade, banco do motorista regulável em altura, computador de bordo monocromático, controle de cruzeiro, faróis de neblina dianteiros, modos de condução Eco e Power, protetor de caçamba, retrovisores externos na cor preta com indicadores de direção, trio elétrico, rodas de liga-leve aro 17 e sistema multimídia com DVD player e Bluetooth.

toyota-hilux-challenge-2018-NA-12 Toyota Hilux e SW4 2018 trazem novidades e partem de R$ 108.990

 

A Hilux 2018 passa a dispor também da variante Narrow Cabine Dupla diesel 4×4 com câmbio manual, disponível somente para venda direta.

Do lado do Toyota SW4 2018, agora há a nova versão SRV 4×2 flex automática de sete lugares. A variante oferece banco do motorista com ajustes elétricos, painel com detalhes em madeira, computador de bordo, bancos em couro, paddle shifts, ar-condicionado, airbags laterais e de cortina, entre outros. Outra novidade é a SR diesel 4×4 automática de cinco lugares, com itens como sistema multimídia com GPS, TV digital, DVD player e câmera de ré.

Confira os preços das novas linhas Toyota Hilux 2018 e Toyota SW4 2018:

Toyota Hilux 2018
SR 4×2 M/T flex Cabine Dupla: R$ 108.990
SR 4×2 A/T flex Cabine Dupla: R$ 115.000
Chassi 4×4 M/T diesel Cabine Simples: R$ 119.550
Cabine 4×4 M/T diesel: R$ 123.520
SRV 4×2 A/T flex Cabine Dupla: R$ 124.380
SRV 4×4 A/T flex Cabine Dupla: R$ 135.090
STD 4×4 M/T diesel Narrow Cabine Dupla: R$ 135.780
STD 4×4 M/T diesel Cabine Dupla: R$ 136.280
SR Challenge 4×4 A/T diesel Cabine Dupla: R$ 161.990
SRV 4×4 A/T diesel Cabine Dupla: R$ 171.260
SRX 4×4 A/T diesel Cabine Dupla: R$ 193.270

Toyota SW4 2018
SR 4×2 M/T flex de 5 lugares: R$ 152.090
SR 4×2 A/T flex de 5 lugares: R$ 165.640
SR 4×2 A/T flex de 7 lugares: R$ 171.140
SRV 4×2 A/T flex de 7 lugares: R$ 178.990
SR 4×4 A/T diesel de 5 lugares: R$ 228.320
SRX 4×4 A/T diesel de 5 lugares: R$ 247.160
SRX 4×4 A/T diesel de 7 lugares: R$ 252.790

Galeria de fotos das novas Toyota Hilux 2018 e Toyota SW4 2018

  • Bruno Silva

    A picape até que não foge muito da concorrência não, até pelo fato de ser (junto a S10) a única com câmbio automático e flex. Mas a SW4… pra usar na cidade tem opções zilhões de vezes superior.

    • leandro

      Mas essa é a única com kit capotamento fácil

  • vikey

    Sw4: R$ 252.790!!!

    Qual a justificativa?

    • ValterJS

      Ta subindo tanto que daqui a pouco vou vender a minha que comprei em 2016 mais caro do que paguei…

      • Marcelo Amorim

        Provavelmente vc perderá pouco,mas em contrapartida pra pegar uma zero…a diferença será absurda.

      • Lucas

        E o IPVA que você paga vai ser o mesmo durante uns 5 anos, fora o seguro absurdo. Temos uma 13-13 na família e o IPVA não diminui, bem como o seguro. Na realidade esse carro sai mais caro que os concorrentes, infelizmente. Fora o valor que seria preciso adicionar caso pensássemos em comprar uma zero km, cerca de 125 mil reais, o que é completamente absurdo.

    • Luiz Pereira

      A justificativa é que a Toyota pode cobrar o quanto quiser e ainda haverá quem compre.

    • Lucas086

      Também queria entender vc pagar 50 mil a mais do quê uma trailblazer, mais potente e equipada.

      • Hendel Marques

        Eu não entendo. Se vc compara dados tecnicos, a trailblazer ganha em todas, tem a quantidade de itens equivalentes, e custa quase 50 mil a menos… Por isso que a toyota ta certa em subir os preços.

        • Lucas086

          Se o povo pagar , tem que subir mermo

    • ObservadorCWB

      Absolutamente NENHUMA. Se otário compra. Toyota vende. Colocar banco do passageiro elétrico neste nível de carro apenas em 2017 é o fim da picada. Ainda por estes dias olhávamos a SW4 (2016- NOOOOVA), ao lado de uma já morta Hyundai VeraCruz (2012). Resumo da ópera: a Veracruz 2012 AINDA dá um banho de conteúdo e potência na SW4. Abertura elétrica, tomadas 12v, memória incluindo banco, retrovisor e volante, já vinha com banco pass. elétrico. O espaço para todos os pass é enorme, a SW4 é apertado, a solução do sexto e sétimo banco é por engenharia na VeraCruz, na Toyota é por “gambiarra’, já em 2012 lanternas eram LED, xenom, etc etc etc

      • TijucaBH

        Cara, tive uma Veracruz do ultimo modelo, a 2012. Ela tinha chave presencial, multimídia com câmera de ré de fábrica, bancos diant eletricos sendo o do motorista co 2 memorias, volante regulável em altura e profundidade eletricos, teto solar, ao deligar ele recolhia o volante pra facilitar e entrada e saida do !motorista, iluminação para os pés dos passageiros, xenon, ar condicionado com 3 zonas e por aí vai. Motor hioer silencioso, eu evitava usar o cambio no modo manual porque como nao se ouve barulho do motor, volta e meia eu estava de quarta marcha achando que era sexta. Vendi o carro por problemas de garagem. Unico problema do carro pra mim era consumo. Como meu pé é meio pesado, na estrada ela fazia cerca de 6,8 a 7 km/l. Pra quem nao roda muito, vale muito aà pena!!!

        • Edson Fernandes

          Meio pesado? Rapaz…. fazer 6,8 a 7km/l na estrada pra mim eu ficaria no desespero…rs

          Mas imagino não ter dó de usar a potencia do carro. Mas está certo. É por isso que em 2015 qdo troquei de carro pensei nisso. De que me adiantaria ter um Azera super completo mas ficar sofrendo para manter? Preferi pegar um carro que me agradasse no que eu esperava de potencia e usar tbm da forma que eu achar melhor. Mas eu não tenho de fato pé pesado…rs

    • Erasmo Artur

      250 mil num carro que anda junto com uno 1.4

      • Dudu Pimentel

        Esse tipo de carro não visa desempenho…quer um SUV que corra? Te flo algumas opções:
        – Range Rover SVR,
        – Jaguar F-Pace;
        – Porsche Macan Turbo;
        – Porsche Cayenne Turbo;
        – Audi SQ7;
        – Audi SQ5;
        – Audi RS Q3;
        – Bentley Bentayga;
        – BMW X5M;
        – BMW X6M;
        – Maserati Levante V8 3.8 Biturbo;
        – Alfa Romeo Stelvio Quadrifoglio;
        – Mercedes GLE 63 AMG;
        – Mercedes GLA 45 AMG;
        – Mercedes GLS 63 AMG;

        • Erasmo Artur

          Desempenho = segurança. Fazer ultrapassagens de forma morosa como a SW4 faz chega a ser perigoso.

          Qualquer carro acima de 100 mil deve por obrigação ter um mínimo de desempenho, imagine então acima de 250 mil.

          Enfim, não se trata de querer corre ou não.

          • Lucas

            O cara acha que quem compra SW4 de 250 mil usa ela pra trabalho ou pra trilha…

          • Edson Fernandes

            A potencia do motor diesel dela é bem tranquilo mesmo para a estrada. O cara tem retomada se precisar. Ela não é tão ruim assim. O fato dela não visar desempenho não compromete o bom rodar dela.

            • Erasmo Artur

              Então, tem um motor tranquilo, mas o preço do carro não é nada tranquilo.

              O carro deveria vir, por obrigação, com um motor diesel de respeito, algo parecido com o v6 que está equipando a versão topo da amarok em alguns países.

              Mas como tem quem compre, a toyota muito convenientemente equipa com um motor que é sequer atrativo no segmento das pickups médias.

              Pra mim, a imagem de quem compra sw4 é a mesma de quem comprou veloster tempos atrás. Gente que busca muita imagem pra pouco carro. Quem não entende nada de carro acha que é uma senhora máquina. Ja quem tem alguma noção costuma olhar torto.

              • Edson Fernandes

                Bem isso é uma verdade. Mas infelizmente para ter algo melhor, as demias precisam tbm superar em mtos pontos o que a Toyota faz. Ela só fica nessa pq as demais tbm não fazem algo que consiga ter uma senhora diferença. Mas concordo contigo.

            • Lucas

              Sim, o desempenho não é bom e nem ruim, dá pra ultrapassar até uns 150 por hora. Porém, mesmo assim é o pior dentre toda a categoria. Pelo valor pedido, deveria sim possuir o atrativo de andar mais que as concorrentes. Esse é o ponto.

          • Dudu Pimentel

            A Toyota cobra caro pela qualidade de construção e ela segurança que ele oferece…o desempenho fica em 2º plano…carros a diesel não costumam fazer o carro correr, mas sim dar força para o carro sair da inércia com facilidade e ainda rodar vários quilômetros…isso pq motor a diesel está, na maioria das vezes no Brasil sob o capô de picapes, suvs e crossovers médios, carros pesados que costumar rodar bastante ao longo do ano.

    • Raul Cotrim de Mattos

      A justifica é simples: tem trouxa que continua pagando…

    • Abdallah

      primeiro pq tem pessoas que compram, e segundo pq é toyota kkkk

  • rkimwb

    Semana passada fui conhecer a SW4 numa concessionária. Fiquei impressionado em como o espaço interno é pequeno para o tamanho do carro. Para quem vai na frente, o painel bastante elevado não dá uma sensação de carro espaçoso (mas espaço mesmo achei adequado). Já na parte de trás foi a maior decepção: O teto é cavado, mas mesmo assim achei bastante apertado. Suponho que ninguém com mais de 1,75 consiga sentar no assento do meio, pois este não tem o teto cavado como nas laterais. Além disso, a segunda fileira não possui trilhos e o espaço para as pernas é bastante acanhado. Já a terceira fileira à la Land Cruiser (com assentos que ficam pendurados na lateral, ocupando um bom espaço do porta malas) dispensa comentários: somente crianças e olhe lá.

    Saí de lá pensando que era apenas um carro bonito por fora que deve ganhar compradores muita mais pela marca do que pela qualidade do veículo em si: equipamentos nada além dos obrigatórios na faixa de preço – mesmo na topo de linha – e preço muito alto.

    • Eduardo

      Qualquer caminhonete é pequena por dentro se comparada com o espaço por fora.

      • rkimwb

        Confesso que o único SUV derivado de pickup que já andei, além da SW4, foi num Pajero Dakar. Apesar do acabamento espartano e do design antiquado, o Mit me pareceu ser mais espaçoso.

        Mas quanto aos demais SUVs, o espaço interno é muito bem aproveitado. Caso do Kia Sorento, por exemplo. A impressão que tive na SW4 é de espaço interno mais acanhado que o da RAV4.

        • Lucas

          Tivemos uma Dakar 2013 até mais ou menos um ano na família e eu, do alto dos meus 1.75m, não conseguia andar no banco de trás sem encostar metade do meu cabelo no teto. O espaço é claustrofóbico.

          • rkimwb

            Acho que o maior problema desses SUVs derivados de picapes é que o assoalho é muito alto, o que acaba achatando o espaço interno.

      • yurieu

        RAM 2500??? F250 cabine dupla 2011?

      • ObservadorCWB

        Pegue uma SUV pura e verá que não é assim não. O problema das derivadas é que os bancos ficam retos na parte traseira. Ande na morta Veracruz….. o carro é um salão ambulante….sem contar a melhor solução do sexto e sétimo assentos. SW4 é carro que vende apenas para quem não amplia um pouquinho seus horizontes. Hoje concorre até com as Land Rover pelo preço, mas é um carrinho mixuruca. Carro ostentação somente.

    • “Bonito por fora”… questão de gosto. Não faz meu tipo… rs.

    • yurieu

      É feito para indianos cuja estatura é menor que esta aí q vc disse.

    • Ⓜ️arcelo

      Por isso que eu fui de Sorento 2018, minha família cresceu e eu precisei de espaço eficaz dentro do carro, incluisive na 3 fileira

  • Lenon Slater

    Não sabia que a SW4 tinha versão de mais de R$250,000, Gzuisss !

  • Lucas086

    Esse farol da hilux de entrada é muito feio, um carro desse merece um farol dupla parabola, agora sobre o preço da Sw4, queria razões convincentes para uma pessoa pagar 50 mil a mais em uma sw4 invés de uma trailblazer, pq não revenda e manutenção que compense isso, sem contar que com 250 mil, vc tem um mundo de carros melhores para andar na cidade, que é o principal percurso dessa sw4, pq já viram o para lama traseiro sem proteção? Ali qq pedrinha deixa tudo arranhado.

  • Luís Paulo

    que farolzinho dianteiro feio!! parece o gol G4 que eu tinha……
    se bem que olhando a 15ª foto, lembra muito o MOBI!

  • Gran RS 78

    Esses preços da SW4 beiram o absurdo do ridículo.

  • Essa linha vermelha no painel da “Challenge”… barango do último! kkkkk. Na boa, é coisa pra carro com pegada esportiva. Em pick-up desse porte simplesmente não encaixa.

  • oloko

    A sw4 V6 saiu de linha? De resto não vale a pena mesmo, 165 mil numa sw4 2.7 com 160 cv que deve andar igual a 1.0 kkkkk

    • Haggard

      Minha irmã tem uma Hilux 2.7 4×4 SRV da geração anterior e até que a bichinha acelera bem, mas nunca andou carregada.
      Quanto à SW4 V6… se não me engano, uns tempos atrás teve outra matéria sobre preços da Hilux e SW4 aqui no NA que foi informado que a Toyota iria descontinuar a versão V6 no Brasil por causa da baixa demanda.

    • Lucas

      O que falar daquele V6 com míseros 230 cavalos que faz 4 com litro, enquanto a TrailBlazer tem 280 e consome bem menos?

      • oloko

        Pois é haha, mas esse 2.7 também não deve ser econômico, então gastão por gastão, melhor o v6 né haha

      • Wanderson Bonifacio

        O V6 da SW4 tem mais torque…

        • Lucas

          Tem 4 litros (enquanto o da Blazer é 3.6), só pouco mais 2 kgmf a mais de torque, 40 cavalos a menos, bebe quase 25% a mais e movimenta o carro de 0 a 100 por hora 4 segundos mais lento que o da GM. Então, ainda me parece um péssimo negócio, ainda mais na classe de SUVS à gasolina que dificilmente são utilizados para esforços extremos como os a diesel. Repito, é uma motorização completamente obsoleta, tanto que nem os Toyoteiros compraram.

          • Wanderson Bonifacio

            O Consumo não é tão maior e a diferença no 0 a 100km/h é bem menor. E sim, é um péssimo negócio porque dá pra pegar uma versão à diesel…

  • Léo Dalzochio

    SRV 4×2 A/T flex de 7 lugares: R$ 178.990
    Quase R$ 180 paus num suv sem 4×4 e movido à mijolina. Coragem… muita coragem!

  • Fanjos

    SRX 4×4 A/T diesel de 7 lugares: R$ 452.790

    Assim ficaria melhor

    • José Castro Neto

      Fanjos o País tá começando a dar sinais de sair da crise,
      A prosperidade aumentará
      Rumo aos 300.000 na SW4
      (A Hilux chegará antes aos 200)

      Tua campanha do Corolla rumo aos 6 dígitos já tá defasada, o GLI já está quase lá.
      Vc tem que lançar a próxima meta, pra daí a gente dobrar essa meta.

  • TT 230

    O legal é pagar 228 mil na SW4 SR diesel com 3 airbags.

  • yurieu

    Um verdadeiro ônibus por dentro.

    • ObservadorCWB

      ERROU feio. É apertada pelos padrões atuais e engenharia.

    • Lucas

      Não mesmo. Falta espaço pra cabeça de quem vai atrás e a sétima fileira de bancos é apenas imaginária.

      • ObservadorCWB

        Sem contar que o sexto e sétimo bancos apresentam solução “gambiarra”, frente aos concorrentes.]

        • Marco

          Não sei esta geração, mas a anterior a última fileira de bancos era rebatida para o lado, sustentada por uma correia, coisa grotesca e ridícula, assim como na marmota da Spin. Pagar uma fortuna num carro desses para ter uma solução de baixo nível é no mínimo um contrassenso. Dá saudades dos bancos flexíveis da finada Zafira e dos adotados no Honda Fit.

  • Haggard

    R$ 252,000 uma SW4 top de linha… “tá serto” né, se tem otário pra pagar, por que não.

    • José Castro Neto

      Um ditado que repito com frequência: todo dia saem de casa um esperto e um abestado, quando se encontram rola negócio. A diferença aqui é que o abestado não encontra o esperto por acaso, ou azar, ele vai procurá-lo na ccs Toyota.

      Tem mais é que aumentar mesmo, é a prosperidade Fanjiana
      Vamos começar a campanha #SW4rumoaos300mil

  • Maycon Farias

    Estou inclinado a dizer que deu um upgrade bem legal.

    • ObservadorCWB

      So não incline muito, pois daí será uma capotagem…..downgrade.

      • icaro

        Já vem de série com kit capotamento.

      • Maycon Farias

        hahahahah vcs são terríveis. Esqueça o passado a nova está melhor.

        • ObservadorCWB

          É só para “apimentar”… mas também deixa claro que este carro não é nada demais. Um norte americano nem conhece o monstrengo. E pelo mesmo valor possui opções muito mais condizentes.

        • Lucas

          Amigo, pelo que foi veiculado, a correção no ESP da HIlux não é oferecida no Brasil. Então, a 2018 capota tanto quanto a 2016 que vimos falhar no teste do alce.

  • Gu92

    Testada e aprovada pelo Estado Islâmico!!!

  • RFGV

    Meus olhos estão sangrando.

  • Iran Borges

    Gostei. Vai vender que nem água. Eu compraria essa de 115 mil, se tivesse essa grana pra dar num carro.

    • Lucas

      E demorar 17 segundos pra chegar nos 100 por hora, fazendo 4 por litro na cidade, sem ter segurança caso precise desviar de algo na pista abruptamente? Expanda seus horizontes, amigo. Por esse preço você compra S10 LTZ 2016 a diesel pouquíssimo rodada, compra Amarok também 2016, compra Ranger 16, Tailblazer etc etc, todos melhores em TUDO que essa Hilux que você tanto deseja.

      • Iran Borges

        Eu não entendo muito de picapes, mas acho que vc tá exagerando no consumo e lerdeza dela, não? Tudo bem que tem outras, mas essa eu achei mais bonita. Tenho que comprar aquilo que me agrada aos olhos, que sinto prazer quando abro a garagem, não é? Todos os carros que tive eram baseados em atributos e custo benefício, mas o prazer, satisfação e emoção no fim acabavam ficando a desejar. Por isso hoje tenho outra visão. Lógico que eu teria que fazer um test drive antes, pois só beleza não põe mesa (a exemplo de um Kia Optima que quase peguei, lindo por dentro e por fora, mas aceleração e suspensão horríveis, e tive que voltar atrás).

        • Lucas

          Não estou exagerando nem na lerdeza e nem no consumo com álcool. Pode pesquisar em qualquer ficha técnica, que por incrível que pareça, esses dados são verídicos – Inclusive a versão a diesel acelerou de 0 a 100 em mais de 13 segundos em todos os testes de revista. Não vejo como você poderia ter prazer dirigindo um carro que além de extremamente lerdo e beberrão é instável em curvas, mas alguns sentem satisfação com dor, então quem sou eu para opinar.
          Brincadeiras à parte, possuo uma SW4 a diesel 2013 e já acho ela lenta comparando com os concorrentes, imagine só a flex! O veículo é relativamente bem construído, robusto e bom pro trabalho pesado, admito, mas de forma alguma deveria custar tanto.
          Pense com carinho nas outras opções, faça test-drive e pesquise, que Hilux só é negócio se for utilizada pra serviço extremamente penoso. Se esse não for seu caso, dê uma olhada nos concorrentes que afirmo com todas as palavras você nunca mais pisa numa concessionária da Toyota.
          Porém, se seus critérios forem puramente emocionais, utilizando o fator beleza como o principal deles, aí eu não tenho argumentos.
          Abraço.

          • Iran Borges

            Caramba… não imaginava q a coisa era tão ruim assim! Desse jeito realmente não tem como, nem se tivesse o melhor design do mundo! De qualquer forma, eu apenas cogitei uma situação hipotética, ou seja, se eu tivesse dinheiro sobrando para comprar uma zero. A grande coincidência nessa história é q tenho observado as sw4 do modelo anterior com bastante carinho, e já q vc tem uma, te pergunto: como é a manutenção, seguro… custos de propriedade em geral? Tenho corolla e nesse quesito me arrisco a dizer q não há carro melhor. Será q isso se repete na sw4?

            • Lucas

              Vou te falar honestamente.

              Paguei exatamente 1960 reais na quarta revisão que fiz há cerca de 2 meses. Achei um valor alto, ainda mais levando em consideração a fama do pós venda da Toyota. Pra você ter ideia, eu pagava menos que isso na soma das duas revisões anuais que precisava fazer no meu outro carro, uma Amarok também 2013.
              O seguro é bem salgado, custa cerca de 50% a mais que o da Amarok, cujo valor era exatamente 2900 reais (vendi a amarok, infelizmente). Então, o da SW4 ficava na faixa dos 4500.

              Por outro lado, ela faz cerca de 9 com litro na cidade e pro uso urbano é bem confortável porque a suspensão é macia. Os encaixes dos plásticos são bons e não fazem quase aqueles ruídos chatos de acabamento.

              O desempenho é apenas mediano. Permite ultrapassar bem até uns 100, 120 por hora… Mais do que isso o carro não anda. Levava pau da Amarok porque eu já coloquei as duas lado a lado.

              Não pense em fazer curvas a mais de 60 km por hora com esse carro porque devido à maciez da suspensão que é ótima na cidade, fica muito instável nas rodovias e manobras bruscas. A direção é um pouco dura também, mas nada de absurdo.

              Eu considero um carro honesto se você conseguir pagar um valor parecido com o que eu paguei: 118 mil numa 13-13 com 24 mil km. Comprei o carro com cheiro de novo ainda e acho ter feito um bom negócio só por esse motivo.
              O carro não vale os 130, 135 mil que é o valor de mercado, e também não compre com mais de 50 ou 60 mil km porque querendo ou não, faz o valor do veículo despencar quando você for vender com 100 ou 120 mil km.
              Atualmente meu carro tem pouco mais de 34 mil km e pretendo ficar com ele por mais um ou dois anos e vendê-lo facilmente por 110 mil.

              Qualquer dúvida basta falar, eu ficaria feliz em te responder todas.
              Abraço.

              • Iran Borges

                Valeu mesmo pelas dicas… esclareceu minhas dúvidas. A amarok sempre foi minha preferida em beleza, mas nunca levei ela a sério pois achava que seria bem mais cara de manter que hilux ou sw4, tanto em seguro, quanto em manutenção e consumo. Agora fiquei até animado com a picape da VW, até porque meu uso seria majoritariamente em estrada! Vou começar a cogitá-la seriamente.
                Nada melhor do que ouvir de quem entende e tem experiência no assunto! Valeu mesmo.
                Sem querer abusar mas já abusando hehe… tens alguma recomendação em relação a amarok ou sabe algo sobre a triton?

                • Lucas

                  A Amarok requer mais cuidados. A minha deu um defeito no cardã aos 40 mil km, mais ou menos e ele teve que ser substituído pelo valor de quase 10 mil reais. Porém, mesmo fora da garantia a fábrica cedeu a peça como cortesia, já que esse é um problema que acontece com alguma frequência.
                  Continuei usando o carro e o eixo cardã chegou lacrado na caixa em uma semana e foi substituído sem custo e sem nenhum tipo de resistência da VW. Esse é um ponto positivo da montadora, já que assume suas responsabilidade troca peças mesmo fora da garantia. O carro ficou novo.
                  Lá pelos 50 mil km senti um atrito na direção quando fazia curvas fechadas, além de um assobio proveniente do ar condicionado. Então levei de novo na CSS. A conta foi de 9 mil reais pela bomba da direção e pelos dutos do ar condicionados.
                  Fiquei muito triste, porque não pagaria isso de forma alguma. Decidi ir na concessionária concorrente e fiquei chocado quando me disseram que nada precisava ser substituído, apenas que o fluido da direção NUNCA havia sido trocado e estava muito baixo, assim como o filtro do ar que era o mesmo desde 2013!

                  Um filtro novo saiu por 150 reais e o fluido foi cortesia da casa. O carro saiu como novo, com a direção ainda mais leve e sem ruídos no ar.

                  Na minha opinião, a Amarok vale o cuidado extra porque é superior em TUDO, seja dinâmica, estabilidade, desempenho etc etc, mas procure uma concessionária de confiança, honesta e que faça efetivamente as revisões que você pagou. Além disso, busque uma bem conservada e com km baixa, de preferência. Assim você só vai ter alegrias com o veículo, garanto. Além disso, fique atento à troca da correia, que deve ser feita de 80 em 80 mil km ou de 5 em 5 anos.

                  Sobre a triton eu não posso opinar, mas meu pai teve uma Dakar em 2013 logo quando adquiri a Amarok, talvez a experiência sirva como base de comparação: Foi o pior carro que eu já dirigi na vida. É o oposto da Amarok e da SW4; um carro duro, cujo acabamento de puro plástico barato parece uma escola de samba de tanto ruído, desempenho PÍFIO muito, mas muito inferior ao da SW4. Aquele câmbio de 4 marchas dava muita raiva, ainda mais depois de andar no ZF8 da VW. O espaço pra cabeça de quem vai atrás é horrível também. O som é PODRE, parece um ovo fritando.
                  Meu pai vendeu a Dakar com 35 mil km no fim do ano passado, nem gostava de andar nesse carro. Deu problema no setor de direção que depois de cair num buraco ficou vazando e também precisou substituir os amortecedores precocemente. Não recomendo.
                  Resumindo: Vá de Amarok se você for um entusiasta, que gosta de zelar pelo carro e admira tecnologia, conforto e silêncio, além de não usar pra muito serviço pesado. Vá de SW4 se você for um dono mais relaxado, que curte usar o veículo sem se preocupar com nada, rebocando coisa pesada todo dia, fazendo trilha, mas em detrimento de algum desempenho e principalmente segurança.

                  E não vá de Dakar em hipótese alguma.
                  Abraço.

                  – só lembrando que as Amaroks a partir de 2015 fazem apenas uma revisão anual, o que torna a manutenção ainda mais tranquila.

                  • Iran Borges

                    Cara, muito obrigado mesmo pelas dicas. pode ter certeza que vou levar tudo isso em consideração quando chegar a hora de pular pra essa categoria de suvs/picapes que é meu sonho desde criança. Obrigado mais uma vez.
                    Grande abraço!

                  • Luccas Stringger

                    Estamos falando da Hilux e o cara vem falar da Amarok ? Tente vender essa tralha e depois fala quanto perdeu e ah,depois abra uma champanha e comemora…….

                    • Lucas

                      O rapaz perguntou, eu respondi. Leia o relato que eu fiz sobre minha Amarok aqui no site, espero que você mude sua concepção e quebre alguns preconceitos que claramente existem no seu discurso. Minha Amarok desvalorizou 5 mil reais em mais de dois anos de uso…
                      Sem contar o IPVA da HIlux que permanece o mesmo durante anos a fio, além do seguro que custa 50% a mais que os concorrentes. Na ponta do lápis, qual sai mais cara?

                      Abraço.

        • R.C.B.

          FONTE: “carrosnaweb”

          Tempo 0-100 (Km/h) 14.5s (se considerar o carro com 7 pessoas + malas, deve fazer 20s..kkk)

          Consumo:

          cidade:
          4,9 km/l (A)
          7,1 (G)

          Estrada:
          5,9 (A)
          8,5 (G)

          Velocidade máxima: 165 km/h

          Mesmo assim não vejo compensar o valor pedido de R$ 178.990 na versão topo flex, pois poderia ao menos ter mais agilidade pra explicar o consumo.

          • Iran Borges

            Caramba, se esses números forem assim mesmo, aí não tem como, por mais bonito q seja!

        • REDDINGTON

          Vc falou de carros ZERO ele vem com exemplos usados “pouquíssimos” rodados…Não é parâmetro comparar um carro zero com um mais moderno/completo usado!? É igual comparar um Fit zero de 80 mil a uma Mercedes usada com o mesmo preço…

          • Lucas

            Claro que é parâmetro, estamos falando de veículos concorrentes e com diferença muito pequena de ano. Essa é a realidade do mercado brasileiro, onde a compra de seminovos está aumentando abruptamente justamente por conta dos preços abusivos cobrados no segmento de carros zero km. Mas quer picape flex melhor e mais barata que a HIlux? S10.

            • REDDINGTON

              Pra ter carro semi novo alguém vai ter que comprar zero…e aí vai a questão pessoal. Um Fit de 80 mil zero ou uma Mercedes usada?!

              • Lucas

                Claro, algum imbecil vai pagar 170 mil na S10 zero pra em um ano, eu comprá-la com 15 mil km por 130 mil, provavelmente com o IPVA pago e pneus ainda novos, assim como eu tenho feito há anos.
                Quem compra Honda Fit não tem cacife pra bancar manutenção de Mercedes, então sua comparação não tem lógica. Talvez por 80 mil dê pra comprar um HRV EX 2016 ou um Kicks top de linha com um ano de uso. Essas sim, são opções racionais, com baixo custo de manutenção como o Fit e ainda melhores do que ele.

                • REDDINGTON

                  Eu entendi sua comparação. Mas aqui mesmo quando se divulgou o preço do Fit novo vários “especialistas” disseram com esse preço eu compro isso, compro aquilo…inclusive citaram a Mercedes

          • Iran Borges

            Realmente o semi novo quase sempre vai ser melhor negócio.

  • Pedro Evandro Montini

    No Paraguai tem umas picapes chinesas com essa cara.

  • nightwishjp

    Concorrendo com uma SW4 e 252mil, nesse segmento, o que se tem? Sou profundo desconhecedor, só percebo que tá caro demais.

    • Lucas

      Trailblazer por pouco menos de 200 e Dakar por 190.

      • nightwishjp

        Com os mesmos sete lugares? Itens de séries parecidos e etc? Ou a SW4 se sai em alguma coisa nesse quesito?

        • Lucas

          Sim, todos com 7 lugares e mais potentes, inclusive a Trailblazer tem 23 cavalos e quase 6 kgmf de torque a mais. Os itens de série são bem parecidos também, porém a SW4 possui algumas perfumarias a mais, como partida por botão (não consigo lembrar de mais nenhuma)… Considerando a diferença BRUTAL de preço entre os carros, eu prefiro colocar a chave no buraco pra dar a partida com 50 mil reais economizados no meu bolso.

          • REDDINGTON

            Agora esquecendo preço…essa Trailblazer é feia…na MINHA opinião a SW dá show nela. Mas a Trailblazer top é mais barata e mais completa, mas o design não agradou só ver as vendas dela…

            • Lucas

              É um direito seu achar ela feia, amigo. Só discordo quando fala que esse é o motivo pra TrailBlazer vender pouco. A real razão é a falta de marketing em cima dela desde seu lançamento, porque o produto em si é igual ou melhor que a SW4.

              • REDDINGTON

                Ela se sai melhor em todos comparativos isso é fato. Agora qual o marketing que a Toyota fez pra SW4??? Nada absolutamente nada. Ainda acho que a trailblazer derrapa pelo design viu

                • Lucas

                  Fez muito no lançamento da geração anterior, em meados de 2005/2006 e agora podemos constatar o resultado.

                  • REDDINGTON

                    Em 1995 a Chevrolet fez sim muita propaganda o que deu errado então, já que vc cita marketing de 12 anos atrás…menos né…

                    • Lucas

                      Quer dizer que só conta marketing recente, mesmo sendo o produto, o público -alvo, a marca e o segmento ainda os mesmos? Os clientes que compravam carros em 2006 morreram todos, né? Pois são justamente esses mais velhos de cabeça dura que compõem o grosso das vendas da Toyota.

                      Eu quis dizer que no lançamento da geração anterior das Hilux em geral houve um massivo investimento em marketing, que acabou rendendo a boa e justificada fama que o veículo tem até hoje. Porém, isso não impede que estratégias menores de exposição do produto ainda sejam feitas, já que atualmente até na tv aberta a Toyota está, mantendo e ainda reforçando a fama que não é mais tão justificada assim.

                      Bom, eu nunca vi um comercial sequer de Trailblazer em tv, outdoors ou internet, fora que ela ficou fora do mercado de 2011 a 2013. Além disso, há 10 anos o SUV da GM era SIM, um produto muitíssimo inferior à SW4, caindo demais em vendas e fatalmente no esquecimento do público.
                      Então bicho, quer comprar tua SW4 mesmo havendo opções muito melhores no mercado? Compra, é um direito teu, mas querer regular a opinião dos outros mandando “menos, né?” como ironiazinha – com incontáveis erros de português no texto e argumentos fraquíssimos – não te passa credibilidade alguma.

                    • REDDINGTON

                      “Então bicho”…vc deve ter tirado do dicionário né Aurélio…Nunca pensei ou defendi a compra da SW4, o que eu disse foi que o carro chama mais atenção que a Trailblazer. Vc cita marketing e vem falar em argumentos fracos???!!! Vc quer me convencer que a Trailblazer vende pouco por erro de marketing??? Tá Serto Lucas. Vc é um fã boy da marca, respeito sua opinião apesar de NÃO concordar.
                      Abraços pra vc tá bom…

                    • Lucas

                      Linguajar coloquial não é erro de português.
                      O erro da GM foi não ter trazido um carro à altura da boa SW4 2006 com velocidade, fazendo isso apenas em 2013. Junte isso à inexistência de propaganda em cima do veículo e tenha os resultados de vendas pífios que vemos hoje, porque desde 12-13 a Trailblazer não deve NADA pro SUV da Toyota.
                      Um dos veículos daqui de casa é uma SW4 a diesel 2013 e eu enalteço as qualidades dela, como robustez, conforto na cidade e economia, mas o carro é CHEIO de pontos negativos, cara… O ar não gela nada, a suspensão é muito mole, o centro de gravidade é excessivamente alto e inclina a carroceria demais em qualquer curva, a solução de pendurar a terceira fileira de bancos é idiota, o espaço pra cabeça de quem vai atrás é ruim, a direção é dura… Não falo isso com frequência porque de forma alguma quero soar arrogante ou coisa do tipo, mas de jeito nenhum sou fã boy de qualquer marca. Só acho inadmissível uma montadora cobrar 50 mil a mais que os concorrentes sem oferecer absolutamente nada por isso. E o mais espantoso é que o povo não pesquisa nada sobre o assunto, apenas compra se tiver como financiar.
                      Me desculpe se soei agressivo no post anterior, o fiz porque interpretei o que você disse como ironia.

              • Wanderson Bonifacio

                Cara, a Toyota tem uma clientela fiel que é capaz de pagar até R$ 250 mil numa SW4, mas é difícil encontrar alguém que pague R$ 200 mil num Chevrolet.

                • Lucas

                  Pra você ver o que a falta de costume em buscar informações do brasileiro médio faz… Inclusive a forma que você falou da Chevrolet, como se fosse uma marca inferior à Toyota, expõe claramente esse pensamento.

                  • Wanderson Bonifacio

                    Não é falta de informação. As pessoas gostam do veículo e da marca e pagam o preço que pedem. E quem tem dinheiro pra comprar o carro que quer, não vai ficar pesquisando qual o melhor custo benefício…

                    • Lucas

                      Você acabou de descrever na prática o ponto que eu citei no post anterior. Me diga por que brasileiro não pesquisa qual o melhor custo-benefício? Porque não compra o mais potente, igualmente equipado, econômico, espaçoso e ainda 50 mil reais mais barato que os concorrentes? (estou usando a Trailblazer como exemplo). Justamente porque não tem o hábito de pesquisar e procurar informações. Você só concordou com tudo que eu disse.

                    • Wanderson Bonifacio

                      Não sei…
                      A Trailblazer é nova no mercado e ela só tem esse custo-benefício todo porque vende pouco. A SW4 já é consolidada no mercado, assim como a Pajero, tem fama de robusta e uma ótima aptidão para o off -road.
                      Por só ter opções com 7 lugares, fica claro que o foco da Blazer é o uso familiar e isso pode afastar algumas pessoas que gostam de fazer trilha, apesar de ser montada sobre chassi. A Pajero e a SW4 são veículos para enfrentar terrenos acidentados, fazer expedições. A Blazer também é, mas quando se pensa nesse tipo de uso, ela não é umas das primeiras opções cogitadas.
                      O fator Toyota conta também. Muitos clientes da SW4 já tiveram o carro anteriormente e só trocam pelo mesmo porque não querem sair da Toyota. Outros migraram da Hilux ou até do Corolla. Isso não é mérito da Toyota, é incompetência das outras.

                    • Lucas

                      Você tem razão em alguns pontos, mas devo discordar quanto à aptidão off road. Dê uma olhadinha nesse vídeo “https://www.youtube.com/watch?v=fsUu6clzg2Q” e me diga o que achou.
                      Sobre os clientes da Toyota, eles só continuam na marca porque não experimentam outras opções, são “cabeça dura”. A fama de inquebrável e de manutenção baixa já foi verdade, mas não é mais! Eu paguei 1960 reais na quarta revisão anual da minha SW4 2013, enquanto nas duas que preciso fazer por ano na Amarok eu pago menos!
                      Te afirmo que qualquer dono de Hilux que fizer test-drive numa Amarok ou Trailblazer, nunca mais vai querer voltar pra Toyota. Falo por experiência própria.

                    • Wanderson Bonifacio

                      Eu achei o vídeo bem tendencioso. Dá pra perceber que o teste foi patrocinado pela Chevrolet. Foi tipo o teste de arrancada entre o Cruze e o C 180. Eu acho válido, isso é puro marketing. A marca está apenas evidenciando as qualidades do seu produto.

                      Não experimentam outras marcas porque estão satisfeitas com a marca. E muitos que são fieis a Toyota hoje, já se decepcionaram com outras marcas no passado.

                      Eu concordo, os concorrentes são melhores que a Hilux/SW4 em desempenho, equipamentos, tecnologia, dirigibilidade… mas isso não torna ruins os veículos da Toyota. Eles só entregam o necessário e pra quem só precisa do necessário, eles são ótimos.

                      Em relação a fama de inquebrável, pode ser mito, mas os veículos da Toyota não decepcionam… São robustos e duráveis.

                    • Lucas

                      Bom, os obstáculos foram os mesmos pros 3 veículos. O que quero dizer é que os concorrentes estão tão bons quanto ou melhores que os Toyotas no off road.
                      Não experimentam outras marcas porque são cabeça-dura. Conheço vários que se apegam a isso e andam a vida toda de carro caro e inferior. Em 5 anos eu tive todas as caminhonetes, exceto a Frontier. Percebi empiricamente os prós e contras de Amarok, SW4, Dakar, S10 e Trailblazer e amigo, te garanto que a Toyota em termos gerais só é melhor que a Dakar que foi o pior carro que dirigi na vida… Talvez ela tenha sido a melhor marca há 10 anos, mas atualmente não é, nem mesmo em custo de manutenção.

                      Concordo quando você diz que não são veículos ruins. De fato não são, mas quem em sã consciência paga 193 mil numa Hilux, sendo todas as concorrentes melhores em tudo e principalmente no preço? Dá pra comprar todas as concorrentes por 170 mil tranquilamente.

                      É isso que eu não consigo entender: A Hilux é mais cara, pior, anda menos, tem o seguro mais alto e ainda vende mais. Soa racional pra você?

                    • Wanderson Bonifacio

                      As marcas evoluiram muitos nos últimos anos, estão oferecendo recursos que antes só estavam disponíveis nos veículos premiuns. Acho que a Toyota tem seu público cativo justamente por fugir um pouco dessa regra e priorizar a robustez. As pessoas que não ligam tanto para tecnologia e equipamentos são o principal alvo da Toyota. Você, a grande maioria e eu gostamos de inovações, mas tem pessoas que só querem um veículo que tenha o necessário e seja confiável. As pessoas não buscam informações porque estão satisfeitas com o que é oferecido. Quem quiser algo a mais, vai mudar de marca, que nem você fez. Sobre o preço: a Toyota cobra caro porque as pessoas aceitam pagar. Por que as pessoas aceitam pagar tão caro eu não sei te dizer.

                    • Lucas

                      Concordo com cada palavra, amigo. Principalmente com a pergunta no final.
                      Abraço.

                    • Lucas

                      E o cruze anda mais que a C-180 mesmo em linha reta. Não tem como negar, mesmo sendo um vídeo propagandístico.

                    • Wanderson Bonifacio

                      Particularmente, eu achei a propaganda burra. Os clientes de sedans médios são os mais conservadores do mercado e mostrar seu carro numa disputa de racha não é a forma mais inteligente de atrair esse público.

          • nightwishjp

            Inexplicável então, além do comportamento do consumidor brasileiro como mulher de malandro com a Toyota.

      • REDDINGTON

        Dakar??? Essa morreu há tempos…

        • Lucas

          Deveria ter morrido, mas ainda é vendida zero por aqui.

          • REDDINGTON

            Morreu no sentido que ninguém compra…

  • Lucas

    Quem em sã consciência compra Hilux flex, tendo a opção de uma S10 Ecotec com 30 cavalos a mais que bebe menos, anda MUITO mais, é mais espaçosa e ainda é consideravelmente mais barata?

  • Evandro

    250k em uma SW4, só sendo mto fã mesmo e acéfalo…..

  • Marco

    Essa versão até que ficou bonita. Eu sinceramente não gostei desta última reestilização da Hylux, que a deixou muito “bicuda”. Na boa, ela não tem a imponência de uma pick up grande, como a anterior tinha. Na minha opinião, S10, Ranger e Nissan são bem mais bonitas. Apenas a Mitsubishi com este design grotesco copiado da ‘Mahyndra’ ficou com a frente horrosa. Conseguiram piorar muito o design daquela pick up, sem falar que tem a manutenção mais cara da categoria (semestral ao passo que a concorrência é anual). É um nicho de carro muito seleto, pois seus preços são absurdamente caros, sendo inclusive mais caros que alguns importados.

  • Halon Ferreira

    SRX 4×4 A/T diesel de 7 lugares: R$ 252.790 kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • GPE

    Que carro feiooo pqp.
    Mau gosto infeliz esses apliques pretos e esses adesivos

  • REDDINGTON

    Essa sujeira preta e essa fita vermelha não ornou não…essa versão mais barata vem pra aumentar as vendas e manter a liderança…

  • É sério esses adesivos? Achei que era sujeira.

  • Ⓜ️arcelo

    Essa RayLuc´s é feia que dói

  • Danilo

    Enquanto não bater os 200mil eu não compro uma Hilux….. Não pera, na concessionária o ágio ja da 200mil então vou pegar a minha e uma Sw4 p esposa levar os filhos na escola e voltar.
    KKKKKKKKKKKKK

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend