Antigos Clássicos EUA Pickups Toyota Veículos Comerciais

Toyota Land Cruiser 1974 está à venda por US$ 87.000 nos EUA

toyota-bandeirante-74-1

O Toyota Land Cruiser já foi produzido no Brasil, mas aqui, o clássico japonês teve modificações e ganhou outro nome: Bandeirante. Best seller mundial, o utilitário 4×4 também ganhou ruas, estradas e alguns caminhos difíceis nos EUA.

toyota-bandeirante-74-2

Um exemplar, restaurado em 2015, atualmente está chamando atenção dos fãs do clássico da Toyota. A oferta vem do eBay e revela um Land Cruiser FJ45 de 1974, modelo vendido para o mercado norte-americano.

toyota-bandeirante-74-3

Pintado de azul celeste e na versão picape com cabine simples com caçamba de aço, o veículo está impecável visualmente. Praticamente como zero, o Land Cruiser parece saído da linha de montagem. Todo o veículo foi restaurado, tendo este motor a gasolina 3.9 de seis cilindros em linha com carburador. Aqui, a preferência foi pelo diesel.

toyota-bandeirante-74-6

Este 3.9 entrega 125 cv e usa caixa manual de quatro marchas e a devida tração 4×4 com reduzida. Para quem não pode deixar passar algo assim, o aviso é que a proposta não é barata: US$ 87.000. Confira aqui.

Galeria de fotos do Toyota Land Cruiser FJ45 Pickup 1974:





  • Ricardo Blume

    Se foi restaurado, foi feito um excelente trabalho. A propósito, o Bandeirantes fez história por esses lados da América. Simplesmente indestrutível.

  • Mr. Car

    Com esta grana toda, compro um Bandeirante 74 aqui mesmo, e coloco ele “zerinho”, he, he! Só que não picape, e sim um chassis curto, meu preferido. Pode ser neste azul, e com certeza terá uns upgrades (freio a disco, ar condicionado, direção hidráulica, etc…) Sou muito fã do deste velho e bom Toyota.

  • Mr Andrey

    O sonho de consumo do meu pai, kkk em 2008 quase que ele compra um modelo com aquela caçamba de madeira artesanal pintada de vermelho , não Sei o por que mais minha mae nunca deixou ele comprar uma. Acho q relembra algo da infância dele, pq o carro q o homem deseja é esse, pensa num bichinho resistente..

    • shdn2010

      Viu só como mulheres destroem alguns sonhos dos homens…kkkkkk

      • Mr Andrey

        Na época ele tinha apenas 1 carro, corolla, iria vender pra comprar o MONSTRÃO , e reformar alguns detalhes, daí minha mãe não gostou da idéia, andar num trosso feio ela dizia..

        • Edson Fernandes

          Ela iria sofrer para andar no dia a dia com o Bandeirante. Ele é bem desconfortavel e claro que durou pela robustez pq pelo conforto… ela não iria aguentar uma viagem com ele.

          • Mr Andrey

            Prevejo isso no futuro.

  • CharlesAle

    O nosso Bandeirantes usava motor Mercedes Benz do 608(OM 314)..Tinha uma tremedeira absurda! Mas a dupla carroceria Bandeirantes e motor Mercedes eram uma dupla e tanto. Pois eram duráveis e resistentes..

    • fbl

      É verdade, usou um tempo o motor da mercedinha (outro tanque) e depois passou a usar motor toyota.

  • vicegag

    Logo mais vai ter, gringo importando alguns daqui para vender lá.

  • José Eduardo Borba

    Eles podem vir buscar em PE, aqui, tem Bandeirante sendo “fabricada” todo dia!

  • CignusRJ

    Este é um dos veículos emblemáticos do país. Junto com Fusca, Opala, 147 cada um no seu canto.

    E o nome mudado para Bandeirante foi um acerto, o que este veículo desbravou no Brasil não ta no gibi :)

  • fbl

    Ah é? Nos Estados Unidos? Pensei que fosse só na brasil que a Toyota tivesse essa moral toda. Incrível! Rsrsrsrs é galera… A hilux tem sangue azul.

  • pedro rt

    gosto muito do bandeirante, pra mim ele e mais mito q o willys e o niva. alias qualquer toyota e top!

  • CignusRJ

    3 considerações.
    Isto aí só no Brasil que é chamada de estrada, ainda mais Federal.

    A Bandeirante pelo peso que ela devia estar carregando incrível como ela desatolou.

    A última não reconheci era uma Hilux ou uma S10?

    • Redpeak77

      Por incrível que pareça, essa estrada está no Google Street View!
      Olho esses vídeos e fico pensando se são antigos ou não.
      Na verdade, viajei para o interior do Amapá e do Amazonas, e me espantou positivamente a qualidade das estradas asfaltadas que ligam as capitais aos fins-de-mundo. E ainda me disseram que elas íam dessa forma até a fronteira do país.
      Talvez as estradas que liguem os fins-de-mundo com outros fins-de-mundo sejam assim.

    • Pedro Rocha

      Hilux.

  • Caue Fonseca

    mais um clássico que vai começar a sumir do Brasil pra ser exportado



Send this to friend