Asiáticos EUA Finanças Manutenção Mercado Segurança Toyota

Toyota planeja US$ 1,4 bilhão para acabar com crise do pedal

toyota-pedal

A Toyota quer acabar com o escândalo do pedal de acelerador. O plano é um acordo judicial de US$ 1,4 bilhão promete dar garantias para os consumidores afetados.

O acordo consiste em um fundo de US$ 250 milhões para indenizações de proprietários afetados pelo problema.

Além disso, a ECU de 3,25 milhões de carros será atualizada para que o acelerador seja desativado ao pisar no freio.

Os carros que não podem ser atualizados, entrarão no fundo de indenizações.

Outro fundo, mas de US$ 30 milhões, será criado para instrução de condutores e estudantes. Por fim, a garantia dos carros será estendida entre três e dez anos.





  • subzero99

    Isso lá nos EUA, Europa e Japão. Por que na República das Bananas, será beijinho beijinho e tchau tchau !!

  • PONCIO PILATOS

    aqui no brasil, se trocarem, é por um pedal de bicicleta e um nariz de palhaço, como brinde….

  • F_F_

    já não tinha resolvido isso? aff TOYota…

  • Edson Roberto

    Afinal, a Toyota tem ou não tem culpa no cartório?

    O instituto de segurança se envolveu em um pequeno escandalo em relação a isso. Mas também já foram vistos documentos internos da Toyota que falavam da existencia desse problema e que não seria sanado por questões de lucro. Entretanto, ficou na duvida mas mesmo assim parece que "investir" na solução me parece uma questão de ganhar dinheiros, mas que demonstre talvez, a posição de uma empresa que se sente culpada por não corrigir problemas como esse.

    • Cruz

      Pra mim, criar esse "fundo da desgraça" que vai servir pra indenizar quem se acidentar é claramente assumir a culpa no cartório.

    • Marciomaster

      Culpadíssima, inclusive assumido pelo presidente da toyota em depoimento no senado americano e ao vivo pela TV americana, assume a culpa tambem de saberem o defeito antecipadamente e não tomarem providencias. Agora o que mais me impressiona é que defeitos semelhantes com os da toyota são comuns no Brasil, relaciono os carros que perdem o drive by wire com mais frequencia: clio 1.0 16v gas., P206 1.0 16v gas. C3 1.4 flex, P 206 1.4 Flex, palio 1.0\ 1.3 16v gas., entre outros. Isso que me refiro é conhecido defeito por qualquer oficina e por css, mas aqui na republica da corrupção absolutamente nada foi feito, sequer noticiado pelos meios de comunicação.

      • Edson Roberto

        Interessante e ainda bem que meu C3 2008 1.4 flex não tem esse problema. Acho que fui "sortudo" mesmo.

        • Marciomaster

          Não sei se esse teu "sortudo" foi ironizando ou não. De qualquer maneira reintero que citei exemplos conhecidos no mercado por apresentarem com mais frequencia esse problema, ou seja, não quer dizer que todos irão fazer. No caso do C3 1.4 flex até 2009, o sistema de injeção bosch me 7.4.4, causador do problema foi substituido, assim como o chicote de injeção pelo sistema mais moderno o 7.4.9, que por enquanto não apresenta resalvas.

          • Edson Roberto

            Foi sério mesmo. Sortudo no sentido de não ter problemas e conhecer muita gente que também teve o C3 mais ou menos do mesmo periodo que o meu. Recentemente dirigi um C3 2004 1.6 (tudo é a gasolina), mas também não teve. Mas ainda bem que eu não tive esse problema né?

            Pois poderia ser minha vida em risco. Será que fizeram um recall branco?

  • BlueGopher

    Se ao pisar no freio o acelerador é desativado, acabaram-se aquelas arrancadas à plena potência…

    • htax

      Fim do punta taco também.

      • tiago90j

        e o hill holder?

        • ricardovsjr

          Como assim "e o hill holder"? O Hill holder não tem absolutamente nada a ver com a desativação do acelerador ao pisar no freio… Se quiser mais detalhes, posso esclarecer.

    • ChicoFCarvalho

      Alguns esportivos contam com o "launch control" para contornar isso.

      Veja um exemplo de uso em: http://www.youtube.com/watch?v=MpHsaQkkAJU

  • KING88

    é o tapete….bastava só trocar o tapete. foi comprovado.

  • Cruz

    Como assim, "carros que não podem atualizar a ECU"??

    Se não dá pra atualizar o software/firmware, que troquem a ECU por uma nova!!

    Vão esperar gente morrer pra indenizar depois?? Até nos EUA é mais fácil e prático assim???

  • WolfpackVF1

    Só otário mesmo para comprar estas m e r d a s de Toyotas. Est;a ai uma empresa que adora, ludibriar, enganar os consumidores. O ETiuuuusss que o diga.

    • carrosempre

      Não generalize. O Corolla e Hilux são carros robustos, tem pouquíssimas reclamações, e a Toyota oferece um pós-venda excelente. O Etios é um carro a parte, feio, mal acabado, mas o motor se salva (é bom de dirigir) e teve 4 estrelas no Latin N-Cap. Grande parte dos grandes Toyotas iniciam sua carreira assim, com foco na confiabilidade, e aos poucos vão agregando acabamento e design, daqui a uns 12 anos, quando o Etios estiver indo para a terceira geração (assim acredito), já deve ter um bom visual e acabamento coerente, aos poucos irá se firmando. Tudo isso é questão de tempo. A Hyundai ousou e se deu bem, lançou o belíssimo e bom HB20, mas a Toyota prefere ir por outro caminho. Foi assim que o Corolla atingiu a liderança.

      • Marciomaster

        Concordo com voçe carrossempre, mas faço uma resalva a uma contradição do seu texto quando voçe diz "A Hyundai ousou e se deu bem, lançou o belíssimo e bom HB20", belo, beleza, bom???, não tem como saber, ainda é muito precoçe.

        • carrosempre

          Bom no sentido de carro, e não em relação a defeitos. Se fosse assim, ninguém poderia dizer que o Etios é ruim.



Send this to friend