Híbridos Tecnologia Toyota

Toyota Prius Flex já está em testes e pode abrir caminho para Corolla híbrido

toyota-prius-20-anos-9 Toyota Prius Flex já está em testes e pode abrir caminho para Corolla híbrido

Com colaboração de duas universidades públicas do Brasil, a Toyota já iniciou os testes do Prius com motorização Flex. O movimento da montadora japonesa é importante para buscar o caminho esperado para o segmento de carros ecológicos no país. De acordo com engenheiros e especialistas na área, ouvidos pelo site UOL, a eletrificação por aqui começará pelos híbridos comuns equipados com motores que possam ser abastecidos com etanol.



O motivo é bem simples. Como há falta de infraestrutura no Brasil e o etanol é uma das matrizes energéticas nacionais que movem grande parte de frota automotiva do país, a eletrificação a partir desse tipo de automóvel é algo mais viável e rápido de se fazer. Além disso, o uso do etanol no lugar da gasolina confere ao híbrido a capacidade de alcançar baixíssimo nível de emissão de poluentes em comparação com o derivado de petróleo.

toyota-c-hr-australia-3 Toyota Prius Flex já está em testes e pode abrir caminho para Corolla híbrido

Esse meio caminho, que é apoiado também pelo governo federal, está sendo trilhado pela Toyota, que fez uma parceria com a USP (Universidade de São Paulo) e UNB (Universidade de Brasília). Os testes com o uso de etanol no motor Atkinson 1.8 VVT-i de 99 cv e 14,5 kgfm, usado pelo híbrido nipônico já começaram e as duas instituições de ensino ajudarão na adaptação do combustível vegetal ao propulsor, originalmente projetado para usar gasolina.

Ricardo Bastos, diretor de relações públicas e governamentais da Toyota do Brasil, diz: “Com o Prius flex, teremos uma das melhores combinações possíveis, oferecendo grande autonomia e baixas emissões com um combustível proveniente de matriz energética limpa e renovável, que é a cana-de-açúcar”.

Com apoio das duas universidades, a engenharia local da Toyota iniciou o desenvolvimento da tecnologia em unidades fabricadas no Japão. Em breve, até dois exemplares do Prius deverão começar a rodar com o combustível no país. Dessa forma, quando se alcançar a calibração ideal, o híbrido já poderá utiliza-la de forma comercial, mas isso não ocorrerá de forma imediata, pois a primazia do “Hybrid Flex” deverá ser de outro carro.

toyota-corolla-xrs-2018-avaliação-NA-33 Toyota Prius Flex já está em testes e pode abrir caminho para Corolla híbrido

Antes disso, o Prius Flex passará por pelo menos um ano de validação do uso do etanol e depois pelo processo de homologação junto ao Inmetro, então apenas em meados de 2019 é que a tecnologia já estará certificada para uso no mercado. No caso desse outro carro, uma possibilidade que a Toyota já sinalizou, o crossover C-HR Hybrid surge como uma importante alternativa, que chegaria como destaque ampliado ao usar o etanol.

No entanto, a próxima geração do Corolla também usará a mesma plataforma modular TNGA e pode chegar com uma versão híbrida flex, como aposta o site. Nesse caso, o uso do motor 1.8 VVT-i seria interessante não só do ponto de vista comercial, pois já equipa Prius e C-HR, mas também pelo fato do volume, podendo assim ser feito em Porto Feliz-SP, onde a fábrica de motores recebeu investimentos para aumentar a produção para um novo carro em 2019.

Na gama global da Toyota, no entanto, existe um vácuo de tamanho entre o motor do Prius e o 2.5 VVT-i usado pelo Toyota SAI, que é essencialmente um Corolla aparentado com o Lexus HS250h. Ou seja, um motor 2.0 Atkinson intermediário e com potência maior, suficiente para dar ao best seller uma performance igual ao modelo convencional, poderia até mesmo substituir o atual 2.0 e fazer do modelo, o primeiro carro nacional totalmente oferecido como propulsão híbrida flexível. Lá fora, rumores dizem que essa nova geração será 100% híbrida.

[Fonte: UOL]

  • Louis

    Que seja a versão plug-in, muito mais interessante.

  • Mancelmo

    Um corolla hibrido seria sim interessante…pode escancarar a entrada de hibridos de vez, uma vez que vende bem o corolla.

    • Leonel

      Só me questiono a faixa de preço que virá. Se bater os premium, acredito que venderá pouco e talvez não seja viável e ou interessante para a Toyota.

      • Mancelmo

        Sim, tem que ficar algo próximo ao prius, apenas sem a aparência de carro de brinquedo… vi notícias que o CH-R virá só hibrido também… se passar o prius dá de frente com o fusion hybrid…

        • Leonel

          Então @mancelmo:disqus , comentaram que iria desistir do CH-R hibríido justamente porque seria muito caro. Mas fico na dúvida se este é o motivo mesmo ou se é porque roubaria muitas vendas do Corolla…

    • REDDINGTON

      Concordo, sempre defendi os híbridos. MAS híbrido e flex??? Sei não…

      • Mancelmo

        Pois é, acho que isso é só firula, bastava fazer o corolla hibrido com o powertrain a gasolina mesmo…

  • Maycon Farias

    Amem, que venha logo.

  • João Cagnoni

    É uma marca que não inova há muito tempo. Pode ser que façam, mas vai custar 200k.

    • Robert Dniro

      Creio que o Corolla híbrido não passe de 150k ,o Prius está 130k zero km.

      • No_Name

        Prius é um carro com mais refinamentos que o Corolla, logo, o Corolla teria que custar menos e não mais.

        • Robert Dniro

          Apenas comentei o preço de 200k que nosso colega comentou acima, achei muito exagerado, só que o preço do Corolla normal já passando os 100 mil não é de se esperar algo muito abaixo dos 150, ainda mais se tratando de brasiusiu.

          • DiMais

            triste é saber que vai ser preço de Fusion híbrido, sendo este de uma categoria superior ao Corolla.

  • Faz todo sentido: porque pegar o Prius, que não tem como ser nacionalizado? Vamos de Corolla logo, e sejamos felizes.

  • Mario

    Parabéns à Toyota! Isso demonstra o planejamento e interesse em crescer no país. Enquanto umas montadora lançam ‘mini-qquer coisa”, a Toyota pensa nos híbridos. Claro, que tudo isso, dependerá também da atuação do governo. Alíquotas especiais para híbridos, seria de bom tamanho.

  • Eduardo Campos

    Híbrido abastecido com álcool vai andar a mesma coisa (km/l) que um comum abastecido com gasolina. 👍🏽

    • Esquilo Tranquilo

      Penso a mesma coisa, nada a ver um híbrido com álcool, até quando vão tental empurrar etanol guela abaixo do consumidor?

    • REDDINGTON

      Boa kkkkkk

    • Lennes

      O brasileiro só pensa no valor $ não na economia, acho que vai dar na mesma também.

      • Victor Porto

        Desconheço esse “brasileiro”. 80% das localidades brasileiras só abastecem com gasolina, por não haver vantagem financeira no alcool.
        Acho uma bela burrada da Toyota investir na “flexização” desse motor, vai perder a maior carta q ela tem na manga..

        • Ducar Carros

          O consumidor vê com desconfiança carro que não é flex, pois o Governo toda hora muda a mistura.

  • Leo

    O Fusion híbrido é flex?

    • Esquilo Tranquilo

      Se não me engano é Gasolina + Elétrico…

  • Marcelo Nascimento

    Como se mede consumo nos híbridos? Se ignora o custo da eletricidade? Calcula custo/km? Como é com o Prius, por exemplo?

    • Louis

      O Prius vendido na banânia não é plug-in, ou seja, não pode ser carregado na tomada. Na prática, é só um carro mais econômico, pois só aproveita energia de desacelerações, frenagens, e também creio que carregue a bateria com ajuda do motor a combustão. Então, não consome energia elétrica externa.

      • Victor Porto

        Exato. Então o consumo continua sendo medido em km/l (l/100km no caso do Prius), já que ocasionalmente vc utiliza o motor a combustão (tração e/ou recarga das baterias)

  • DiMais

    como falo, o Corolla é o cara que paga as contas da Toyota então tudo se encaminha para que tanto a TNGA quanto essa nova motorização cheguem primeiro nele (nova geração) porque assim a empresa dissolve muito mais rápido os custos de desenvolvimento e adaptação ao nosso mercado.

  • Cristiano

    Sinceramente, poderiam desenvolver logo um motor 100% álcool. Provavelmente seria muito mais eficiente em consumo do que um motor flex.

    • delvane sousa

      Vice deve ser jovem e nao viveu a crise do alcool ha mais de 20 anos atras. Nao existia carro flex. So alcool ou gasolina. O Alcool sumiu do mercado naquela epoca.

      • Cristiano

        Tenho 31. Falo sobre eficiência energética. Um motor monocombustível consegue ser mais eficiente em consumo do que um que consome dois tipos ou mais. Taxas de compreensão da gasolina e álcool são diferentes.

        • Victor Porto

          É isso aí, vc está certíssimo.
          Eu considero a pior “evolução” que já aconteceu em nosso mercado, os carros ficaram beberrões e não ganharam nada em eficiência (potencia x consumo).
          A única “vantagem” é pq com a nossa mijolina (1/3 de alcool), acredito que prejudicaria todos os motores monocombustível em um longo prazo.

          • FrankTesl

            outra vantagem do flex para os usineiros é que eles voltaram a ter a maioria do mercado, como tinham nos anos 80 (até 1989 cerca de 90% da frota de passeio e comerciais leves eram movidas a alcool), participação essa que foi perdida na crise de abastecimento de 89/90.
            Com o flex, recuperaram a participação, e se novamente resolverem dar uma banana para os consumidores em nome de um preço mais vantajoso para o açúcar no mercado externo, os veículos dos motoristas ainda serão compatíveis com seu produto quando a oferta de etanol se normalizar, sem risco de perder clientes (nos anos 90 a frota de carros puros à álcool praticamente desapareceu).
            Sem falar que volta e meia, podem pedir para o governo aumentar ou diminuir a mistura do etanol na gasolina de acordo com seus interesses de fornecimento.

      • REDDINGTON

        A crise do alcool foi na década de 80…em 97 os veículos flex estavam chegando

  • mjprio

    Na Europa ja existe corolla e derivados flex ha uma bom tempo. Em Barcelona por exemplo a frota de taxis ja e composta em mais de 50% por prius e corolla e corolla sw híbridos.
    Alem disso a maioria dos onibus sao Euro V/VI e alguns ja sao hibridos ou a gás, caso dos ônibus da linha regular aeroporto centro que sao patrocinados pela Scania (K310 4×2/2)

  • Victor Porto

    Vai matar a economia do Prius, que hoje faz 20-25km/l na cidade, vai passar a fazer 15..
    Ainda não vi UM carro que virou Flex e manteve nem muito menos melhorou a autonomia.
    To até cogitando comprar um Prius, mas se vier Flex, vou esperar mais um pouco e talvez até desista da compra..
    Se bem q o país será outro a partir de 2019 (pra melhor ou pra pior), então não sei mais de nada..
    heheheheeh

  • FrankTesl

    e pensar que desde 1997 o prius já existe, e só agora vão dar mais atenção para ele aqui no Brasil, e isso para estragar a economia dele com uma motorização flex

  • pelaordemejustica .

    Fato…o prius é feio demais!!! pelo menos ainda é eficiente.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend