*Destaque Híbridos História Mercado Toyota

Toyota Prius se tornou o primeiro híbrido para as massas há 20 anos

toyota-prius-20-anos-1 Toyota Prius se tornou o primeiro híbrido para as massas há 20 anos

Quando o mercado automotivo mundial era exclusivamente composto apenas por carros a gasolina, GNV, diesel e álcool (Brasil), a Toyota iniciou uma discussão sobre qual seria o carro do século 21. Isso já por volta de janeiro de 1992. No ano seguinte, um projeto atendendo ao pedido foi chamado de G21 e tinha como objetivo ampliar a eficiência dos motores em 1,5 vez mais em relação à média daquela época.



Mas, fazer isso com os motores existentes até então era impossível. Teria de haver uma solução alternativa para baixar tanto o consumo de combustível e também a emissão de poluentes, outra preocupação do projeto. Assim, o G21 considerou o uso de um powertrain híbrido, que uniria o motor a combustão normal com um motor elétrico auxiliar.

toyota-prius-20-anos-2 Toyota Prius se tornou o primeiro híbrido para as massas há 20 anos

Logo os resultados apontaram para uma meta de 2 vezes menos consumo em comparação com os carros comuns. No Salão de Tóquio de 1995, a Toyota então apresentou um conceito chamado Prius, que utilizava um motor 1.5 de quatro cilindros a gasolina, uma caixa de transmissão continuamente variável (CVT), um motor elétrico e um capacitor para armazenar a energia produzida pelo propulsor principal, que alimentaria o motor elétrico.

A proposta era interessante também porque mantinha o motor desligado com o carro ligado e nas saídas não era necessário seu funcionamento. Logo, o G21 atingiu 30 km/litro e enfim estava pronto para ir ao mercado. Dois anos depois, em 1997, a Toyota apresentava ao mundo o Prius, o primeiro carro híbrido de produção em larga escala. Mas, o consumo médio era menor: 28 km/litro. Em dezembro, o modelo começou a ser vendido no Japão.

toyota-prius-20-anos-5 Toyota Prius se tornou o primeiro híbrido para as massas há 20 anos

Antes de ser um liftback, estilo que marcou o modelo até os dias atuais, o Toyota Prius surgiu como um simpático sedã compacto, que media 4,27 m de comprimento, 1,69 m de largura, 1,49 m de altura e 2,55 m de entre eixos. Mas a versão japonesa, exclusiva até 2001, tinha alguns problemas elétricos que não o faziam trabalhar corretamente em altas altitudes e climas quentes. Os problemas foram resolvidos até o surgimento da versão americana, um pouco maior (4,30 m) e mais baixa (1,46 m).

Este utilizava baterias de níquel-hidreto metálico. Além disso, o Toyota Prius para os EUA surgiu com a inédita tela digital que mostrava o funcionamento do sistema, o que cativou muitos clientes a andar de forma mais eficiente com o híbrido nipônico. Mas, o modelo só chegou ao mercado americano em 2001, dois anos depois do Honda Insight, que de fato foi o primeiro híbrido para as massas no mercado americano.

toyota-prius-20-anos-3 Toyota Prius se tornou o primeiro híbrido para as massas há 20 anos

Quando surgiu no Japão, o Prius custava pouco mais de US$ 16 mil, mas a Toyota gastava US$ 32 mil para produzi-lo. Mesmo a versão para os EUA foi vendida com prejuízo na primeira geração. Em 2003, surge a segunda geração do híbrido, agora com o estilo liftback que não o abandonaria mais.

Seis anos depois, aparece a terceira geração. É esta que chega ao Brasil alguns anos depois. Por fim, em 2016, é lançada a quarta geração do Prius, agora com plataforma TNGA e versão Plug-In definitiva (a anterior ganhou essa opção bem depois do lançamento). O modelo é vendido por R$ 126.600.

Toyota Prius – Galeria de fotos

 

 

COMPARTILHAR:
  • alemãoVP

    Só eu acho esse interior da foto mais harmônico e de mais bom gosto que mto carro atual???? Me mandem de volta pros anos 90!

    • Mr. Car

      Não, você não está sozinho nesta. Foi justamente o que pensei assim que vi a foto: “que painel bacana”! E para completar o bom gosto, interior todo clarinho, he, he!

      • 4lex5andro

        Os anos noventa representam o auge do design automotivo, é só elencar, Opel, Ferrari, Vw, Fiat, Alfa, Mercedes, Audi, Bmw, Chevrolet [Est. Unidos], produziram seus mais belos carros nesse período.

        Mesmo os carros franceses, menos famosos pela beleza de seus veículos, tiveram gerações de Citroen e Peugeot [como o xantia e o 407 coupé] festejadas pelo seu conjunto.

        • afonso200

          sim virada 80-90 até 94, belos Mercury, oldsmobile, lincoln, cadillac, interiores bem desenhados, o Buick Riviera 94 é lindo, e temp. digital ficava nas portas dianteiras

    • Luciano RC

      Por mais que eu ache o painel atual do Prius maravilhoso, esse dai está lindo mesmo. Confesso que esse carro é um sonho de consumo

  • Gustavo

    Gostaria de saber em que estado os primeiros carros vendidos estão hoje. O que foi feito com as baterias, estão funcionando normalmente?

    • Pedro Henrique

      bom como o primeiro carro foi vendido no japão, muito provavelmente não deve ter mais nenhum rodando hoje 20 anos depois do lançamento…
      se tiver é coisa de colecionador, museu ou algum senhor que não desapega do bixinho…
      porque o resto já foi pra prensa faz tempo

      • Luciano RC

        Se não me engano, nos EUA ele tbm tem 20 anos. Esses eu tbm gostaria de saber como estão.

        • Pedro Henrique

          nos EUA a probabilidade de encontrar algum rodando ou encostado é bem maior, mesmo que eles também tenham reciclagem
          fica a curiosidade de saber o estado das baterias desses veículos.

          • Luciano RC

            Quando a bateria não tem mais capacidade, ele funciona normal a combustão.

            • Pedro Henrique

              sim, mas saber se não esta vazando, se não esta inchada (baterias de lítio incham com o tempo.. sei que essa não é de lítio mas fico curioso em saber o estado geral delas)

              • Luciano RC

                Isso eu tbm gostaria de saber. Me deixou curioso.

    • Ernesto

      Também tenho curiosidade e o que o Pedro Henrique comentou para você faz sentido. Lá no Japão há uma reciclagem de veículos muito grande.

  • Não vou nem comentar como a Toyota regrediu no Etios, não que seja comparavel, mas olha esse painel do modelo de 20 anos atrás e compara com um Etios hoje, a diferença é gritante, como a Toyota despreza os brazukas.

    • 4lex5andro

      Um Prius de vinte anos, é tão ou melhor acabado que um compacto brasileiro hoje, tal como Onix ou Uno, por exemplo.

      • Luciano RC

        Um Monza é melhor acabado que um Onix.

        São carros de segmento e mercados diferente… se fizerem um Onix com acabamento de Prius, ele vai custar 200 mil reais na versão LT 1.0.

    • Luis Burro

      Etios foi feito pro mercado indiano!

      • E brasileiro!

        • Luis Burro

          Soh trouxeram ele pra cah!

  • FearWRX

    E pensar que virei um vovô saudosista aos 24 anos… Os anos 90 e começo dos anos 2000 tem, pra mim, os carros na medida certa. Não tem o exagero de linhas de hoje em dia nem as linhas quadradas dos anos 80.
    Hoje em dia também temos carros muito bonitos, mas os anos 90 foram os mais harmônicos até agora.

    Esse interior do Prius realmente é bem interessante pro carro. Um painel central muito bem desenhado.

    • Luciano RC

      Só pegar a Linha Chevrolet (Opel) vendida naquele tempo que é linda até hoje. São carros que agradam aos olhos sem parecer velhos ou cansados. Acho um Vectra B mais bonito que um Sonata.

  • Handlay P.B.

    Conheço o Prius desde 2008, sempre gostei dele até a chegada da quarta geração. O atual Prius tem potencial para ser um carro universal, com esse design pode ser vendido em todos os planetas.

    • Luciano RC

      O novo é lindo. Sempre cruzo com um Azul Metálico e um Vinho. Sou doido nos dois… já falei pra minha mulher que vou ter um. Ele conseguiu superar o Fusion em desejo.

  • Ricardo Blume

    A Toyota foi raçuda, mesmo tendo prejuízo no lançamento do Prius ela foi lá e persistiu, até hoje se tornar em um ícone da tecnologia híbrida. Acreditou no seu projeto e teve visão de que um dia seria o caminho a seguir por muitos. Absurdo mesmo é vender o modelo por quase 130 k em nosso país, enquanto nos EUA custa USD 30 k (recentemente seu preço teve redução de mais de 2 k). Com essa nossa mentalidade protecionista a focada em biocombustíveis, veículos como o Prius jamais serão para as massas aqui em nosso país. Uma pena.

    • Pedro Henrique

      ué, dólar a mais de 3 reais, só na conta básica da 90 mil reais, adicione a isso os impostos com selo BR de qualidade e ta aí seus 126 mil, se duvidar tão tendo prejuízo ainda kkkkkkkk

      • Luciano RC

        Sem falar que se ela vender barato, ela mata o Corolla.

        A própria Toyota já informou que deseja fabrica-lo aqui para tornar atrativo, porém precisa de incentivos por que é um carro caro que precisa de muito investimento.

  • afonso200

    como eles vendem o carro perdendo dinheiro, como, aqui no BR eles nao fazem isso

    • Luciano RC

      Ela apostou na imagem… no lucro que poderia ganhar com os outros veículos. Deu um passo atrás para dar vários pra frente.

  • Pedro Henrique

    aaah anos 90 e seus carros com desenhos maravilhosos
    tirando aquela alavanca de seleção de marcha wtf
    alguma marca podia né lançar carros com esses estilos de interior e até exterior dos anos 90 em carros com plataforma mais novas e eficientes, eu estaria na fila pra comprar

  • Alexandre Viotto

    Achei esta primeira geração do Prius bem mais bonita do que a atual e a anterior…

  • Mario Souza

    Sempre foi feio, atualmente é esquisito de feio. Tem que saber quando o país tupiniquim irá fazer parte dessas massas

  • Luis Burro

    O estilo era mais comportado akela epoca,gostei do amarelo.Mas este painel central nao dah,tira muita atencao da estrada.

    • Luciano RC

      Tenho uma Picasso com painel centro e acho que é muito melhor em estrada. Não precisa nem mexer a cabeça. Todas as informações estão ali em cima, na altura dos olhos. O chato é que todo mundo no carro vê e reclama. KKKKK

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email