Toyota Raize vem para substituir Yaris, segundo jornal

Toyota Raize vem para substituir Yaris, segundo jornal

O Toyota Raize vem por aí. Pelo menos é o que diz o jornal Estadão, que fala sobre a chegada do pequeno SUV subcompacto da marca japonesa, já existente em alguns mercados da Ásia. Com expectativa de chegar entre 2022 e 2023, o pequenino ocupará o lugar do Yaris.

A ser feito em Sorocaba, interior de São Paulo, o Toyota Raize resolveria um problema da marca japonesa, as vendas pouco animadoras do Yaris, que continua na mesma geração há uma década e já com duas atualizações nas costas. Uma terceira foi até registrada na região, porém, a montadora teria desistido da ideia.

Toyota Raize vem para substituir Yaris, segundo jornal

O motivo é de conhecimento geral: SUVs. Sem perspectiva de crescimento devido aos crossovers e SUVs, os segmentos de sedãs e hatch compactos vêm sofrendo cada vez mais e o Yaris, sem uma nova geração, parece ter ficado pelo caminho.

Assim, a ideia da Toyota é ter um produto deste segmento “bicho-papão” para surfar na mesma onda de Fiat e Citroën, por exemplo, que adicionarão seus Pulse e C3 nos próximos dias e meses, respectivamente. A VW também está de olho nisso com o sucessor do Gol, assim como a Peugeot com o futuro 1008 e a Hyundai com o Venue, entre outros.

Toyota Raize vem para substituir Yaris, segundo jornal

No caso do Raize, o diferencial seria a versão híbrida, mas o modelo tem somente uma versão 1.2 com sistema e-Smart Hybrid, que só chegará ao mercado em novembro. Este usa motor WA-VE 1.2 de três cilindros com 86 cavalos e 10,8 kgfm, mas o motor elétrico ainda tem potência desconhecida. Sabe-se que tem função e-Pedal (frenagem regenerativa).

Para fazer esse motor, a Toyota teria que mudar a linha de produção em Porto Feliz. Outro motor usado pelo Raize é o 1KR-VET 1.0 de três cilindros com turbo, que rende 98 cavalos de 14,3 kgfm. Como sugere o jornal, para aproveitar o powertrain atual, a Toyota poderia simplesmente iniciar com os 1.3 e 1.5 usados por Etios e Yaris.

Toyota Raize vem para substituir Yaris, segundo jornal

O câmbio D-CVT da Daihatsu, que projetou o carro, também tem engrenagem de saída e correia-polia. Ainda que tenha apenas motores nacionais aspirados e até o 1.8 Hybrid de Corolla e Corolla Cross, o Toyota Raize, por ser SUV, acabará levando mais pessoas à Toyota que os clientes comuns da marca.

[Fonte: Estadão]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.