Linha 2018 SUVs Toyota

Toyota SW4 2018: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor, fotos

toyota-sw4-sr-flex-avaliação-NA-1 Toyota SW4 2018: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor, fotos

Presente no mercado nacional, a Toyota SW4 2018 tem preços entre R$ 152.090 e R$ 252.790. Com identidade própria em relação à Hilux, ela está disponível apenas nas versões SR, SRV e SRX, sendo a primeira com motor 2.7 Flex e as demais com motores V6 4.0 de 238 cv com gasolina e 2.8 1GD de 177 cv com diesel. Ambos com transmissão automática de seis velocidades e tração 4×4.



Toyota SW4 2018 – detalhes

A Toyota SW4 2018 mede 4,79 m de comprimento, 1,85 de largura, 1,83 de altura e 2,74 de entre-eixos, chamando a atenção com seus muitos cromados e luzes de LED. Os faróis têm desenho fluido, agregando projetor de LED para facho alto e baixo, assim como luzes diurnas em LED e repetidores de direção.

Os faróis de neblina têm moldura cromada e o para-choque ficou mais proeminente, sendo exclusivos do modelo. A grade é cromada e tem um grande logotipo da Toyota. As rodas de liga leve aro 18 polegadas vêm com pneus 265/60 R18. Retrovisores são rebatidos eletricamente e frisos cromados estão na base das janelas e maçanetas. Estribos presentes para facilitar a entrada. Na traseira, as lanternas são em LED e o cromado na tampa chamam atenção. Há um defletor de ar no teto. Com colunas C bem inclinadas e com base elevada, a Toyota SW4 2018 ganha um aspecto mais esportivo e dinâmico.

No ambiente, há uma mescla de tonalidades e materiais no acabamento, tendo couro em tons marrom e preto, detalhes imitando madeira e em preto brilhante, maçanetas cromadas e apliques em cor prata. A Toyota SW4 2018 tem volante com visual é mais moderno, couro, paddle shifts e comandos diversos, bem como piloto automático na coluna. Os instrumentos são analógicos e possuem display TFT.

No painel, portas e assentos, além do apoio de braço central e do volante, são revestidos em couro, mas a parte superior é em madeira. A Toyota SW4 2018 tem uma multimídia que não é muito intuitiva, embora tenha DVD, TV Digital, câmera de ré, navegador, entre outros. Até na terceira fileira, o ar condicionado dual zone tem difusores, além de comandos adicionais na segunda fileira. Os dois porta-luvas possuem espaço razoável, sendo o superior refrigerado e acionado por botão personalizado.

Logo acima, modos de tração (4×2, 4×4 e 4×4 com reduzida), controle de descida, desbloqueio do diferencial traseiro, desligamento de ESP e TCS, entradas USB e auxiliar, bem como fonte 12V. O túnel central tem base da alavanca prateada e aparência em madeira. O porta-copos é coberto por uma tampa.

O banco do motorista tem regulagens elétricas, enquanto o freio de estacionamento é mecânico. A iluminação interna em LED chama atenção, assim como as múltiplas regulagens da segunda e terceira fileiras. Dentro da Toyota SW4 2018, o espaço interno é muito bom, sendo que até os dois assentos retráteis da terceira fileira possuem encostos reguláveis. Ainda há (muito pouco) espaço para algumas sacolas ou mochila, mesmo com eles muito inclinados.

O porta-malas tem um bom espaço e ainda conta com tampa de acionamento elétrico para abrir e fechar, melhorando o acesso ao bagageiro. O reforço na identidade da SW4 é visível (além do porta—luvas superior) também nas colunas internas das portas, com identificações do modelo.

toyota-sw4-sr-flex-avaliação-NA-11 Toyota SW4 2018: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor, fotos

Toyota SW4 2018 – novidades

A Toyota SW4 2018 não tem novidades, mantendo a linha com opções Flex em três configurações da versão SR (MT 5 lugares, AT 5 lugares e AT 7 lugares). Além disso, vem com a versão SRX diesel (5 ou 7 lugares) e a V6 4.0 a gasolina de 7 lugares. Mas, o SUV da marca japonesa pode vir a ganhar uma versão SRX Flex, por conta da enorme diferença de preço entre as duas gamas do modelo.

O SUV também ganhou com faróis de neblina dianteiros em LED e banco do passageiro com ajustes elétricos na versão SRX, bem como a versão SRV Flex 4×2 automática, que agrega sete lugares e vem com painel com detalhes em madeira, ar-condicionado, banco do motorista com ajustes elétricos, bancos em couro, paddle shifts, airbags laterais e de cortina, computador de bordo, entre outros. A versão SR diesel 4×4 automática com cinco lugares é outra novidade, com itens como sistema multimídia com GPS, TV digital, DVD player e câmera de ré.

Toyota SW4 2018 – versões

SR 4×2 M/T flex de 5 lugares
SR 4×2 A/T flex de 5 lugares
SR 4×2 A/T flex de 7 lugares
SRV 4×2 A/T flex de 7 lugares
SR 4×4 A/T diesel de 5 lugares
SRX 4×4 A/T diesel de 5 lugares
SRX 4×4 A/T diesel de 7 lugares

Toyota SW4 2018 – equipamentos

A Toyota SW4 2018 é ofertada em três versões SR e SRX. Todas são equipadas com transmissão automática de seis velocidades, exceto uma opção da primeira, que é equipada com motor 2.7 Flex, enquanto a topo de linha tem motores V6 4.0 e diesel 2.8.

Toyota SW4 SR 2018 – De série com ar-condicionado manual, direção hidráulica, modos de condução ECO e Power, banco do motorista com ajuste de altura, chave tipo canivete, computador de bordo monocromático, retrovisor externo na cor preta com regulagem elétrica, controle de velocidade de cruzeiro, protetor de caçamba e rodas de liga leve aro 17 polegadas, airbags frontais, airbag de joelho (para motorista), freios ABS com EBD, alarme perimétrico e Isofix, multimídia com tela de 7 polegadas (GPS, TV Digital, DVD, rádio com CD Player/MP3), câmera de ré, Bluetooth, conexão USB e AUX, quatro alto-falantes, volante com comandos integrados e rodas de liga leve aro 17 polegadas com pneus 265/65 R17.

Toyota SW4 SRV 2018 – Itens acima, mais sete lugares, bancos em couro, airbags laterais e de cortina, painel com detalhes em madeira, ar-condicionado automático, computador de bordo, banco do motorista com ajustes elétricos, paddle shifts, entre outros.

Toyota SW4 SRX 2018 – Itens acima, mais estribos laterais na cor preta, banco do motorista com ajuste elétrico, ar-condicionado automático com saída de ar central para os bancos traseiros, sistema de alarme volumétrico, computador de bordo com tela de 4,2 polegadas de TFT, revestimentos dos bancos de couro e material sintético, seis alto-falantes, terceira fileira retrátil, assistente de reboque, volante multifuncional em couro com paddle shifts, retrovisor externo cromado, controle de tração ativo, assistente de partida em rampa, porta-luvas refrigerado, câmera de ré, controle de descida, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis Full LED, lanternas em LED, ar condicionado dual zone com saídas para as demais fileiras e controle traseiro, acabamento geral em couro, retrovisores com basculamento elétrico, porta-luvas refrigerado, tampa do porta-malas com abertura e fechamento elétricos, controle de cruzeiro, tração 4×4, transmissão automática de seis velocidades, gestão eletrônica de força, seis airbags e rodas de liga leve aro 18 polegadas com pneus 265/60 R18.

Toyota SW4 2018 – preços

SR 4×2 M/T flex de 5 lugares: R$ 152.090
SR 4×2 A/T flex de 5 lugares: R$ 165.640
SR 4×2 A/T flex de 7 lugares: R$ 171.140
SRV 4×2 A/T flex de 7 lugares: R$ 178.990
SR 4×4 A/T diesel de 5 lugares: R$ 228.320
SRX 4×4 A/T diesel de 5 lugares: R$ 247.160
SRX 4×4 A/T diesel de 7 lugares: R$ 252.790

toyota-sw4-sr-flex-avaliação-NA-55 Toyota SW4 2018: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor, fotos

Toyota SW4 2018 – motor

A Toyota SW4 2018 utiliza três propulsores no Brasil, sendo que o motor de entrada é o mesmo da antiga geração. Trata-se do Dual VVT-i Flex 2.7 com 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 rpm, com gasolina. O torque máximo é de 25 kgfm, tanto com etanol quanto com gasolina, sempre a 4.000 rpm.

As outras duas motorizações são compostas pelo novo motor diesel 2.8 1GD com 177 cv e 45,9 kgfm, além do antigo V6 4.0 de 238 cv e 38,3 kgfm. Enquanto o Dual VVT-i Flex 2.7 tem opção de câmbio manual de cinco marchas, os demais – inclusive no 2.7 – vem com transmissão automática de seis marchas com modos Eco e Power, bem como tração 4×2 no 2.7 e 4×4 com reduzida nos V6 4.0 e 2.8 diesel.

Toyota SW4 2018 – desempenho

Aceleração de 0 a 100 km/h e velocidade máxima final 

  • Toyota SW4 2.7 MT – 13,9 segundos e 170 km/h
  • Toyota SW4 2.7 AT –  14,5 segundos e 165 km/h
  • Toyota SW4 4.0 AT –  11,0 segundos e 180 km/h
  • Toyota SW4 2.8 AT –  11,8 segundos e 180 km/h

A Toyota SW4 2018 tem um bom desempenho apenas nas versões mais potentes, pois a SR Flex é manca com seu motor flexível. Na Toyota SW4 SR 2.7 Flex 2018, a decepção é nítida. Ele entrega 159 cv com gasolina e 163 cv no etanol, ambos a 5.000 rpm. O torque é de 25 kgfm a 4.000 rpm nos dois combustíveis. Apesar dos números, tudo isso é insuficiente.

Com 1.880 kg, a Toyota SW4 SR 2.7 Flex 2018 não poderia ir muito longe, pois peca em performance e economia, mesmo com transmissão automática de seis velocidades. Apesar das trocas suaves e opção de mudanças manuais na alavanca, o motor fraco exige muito giro alto e paciência.

Nas mudanças, o giro alcança facilmente os 3.000 rpm e se forçar um pouco mais, os 4.000 rpm. O propulsor 2.7 sente claramente o enorme peso do utilitário esportivo e ainda tem apenas tração traseira. O ruído interno já denuncia a falta de força para mover o SUV de sete lugares.

O Toyota SW4 2018 tem isolamento acústico mais fraco que no diesel, que trabalha bem mais suave e, mesmo barulhento por natureza, só passa a sensação de sobra e força. No plano, o ponteiro caiu suavemente para bons 1.900 rpm em sexta a 110 km/h, o que dá um alívio para o tanque de 80 litros. Na estrada, pequenos declives pedem giros mais altos, na casa dos 3.500 rpm.

O ponteiro sobe bem e depois de alguns momentos de espera, ele consegue uma progressão razoável. O 2.7 Flex apresenta retomadas mais lentas que o desejável, ainda mais com sete pessoas e alguma bagagem.

É bom se precaver com reduções constantes e uso do modo Power para ter mais disposição, embora não dê para ficar na mão nas ultrapassagens, diga-se de passagem. Com essas condições, conseguimos apenas 4,9 km/litro no etanol e 7,1 km/litro na gasolina, em circuito urbano. Na estrada, ela faz 5,9 km/litro no etanol e 8,5 km/litro na gasolina. Os números são melhores que na versão manual de cinco marchas, que entrega na cidade 4,6 km/litro no etanol e 6,7 km/litro na gasolina, enquanto na estrada faz 5,6 km/litro no etanol e 8,1 km/litro na gasolina.

Apesar da pouca força e do consumo alto, a Toyota SW4 SR 2.7 Flex 2017 tem de sobra conforto para viagens longas ou mesmo no dia a dia. Melhor é usar gasolina para viajar, a fim de obter mais segurança com alcance maior, especialmente em regiões desprovidas de postos confiáveis, pois com tanque cheio dá para rodar pouco mais de 500 km no etanol.

Com molas helicoidais no eixo traseiro e braços individuais na frente, o utilitário esportivo A suspensão tem um bom ajuste para um SUV derivado de picape, rodando suavemente bem na estrada e sem problemas nos piores asfaltos, paralelepípedos e bloquetes. Embora sem a segurança do 4×4, dá para encarar um fora de estrada.

Curvas bem fechadas e a traseira começa a sair facilmente. A estabilidade é condizente com a proposta. Ou seja, não dá para brincar em serviço. Os pneus cantam imediatamente e na pior das hipóteses com segurança, os controles de tração e estabilidade entram em ação. Em pisos muito ondulados, a Toyota SW4 SR 2.7 Flex 2018 pula um pouco.

Os freios são suficientes para a proposta e a direção hidráulica é leve e tem boas respostas em manobras e cruzeiro. O comportamento geral é bom e apropriado para um SUV de 4,8 metros com sete lugares e altura elevada. Choveu, encheu? Se conhecer o lugar e a profundidade, ela passa tranquilamente. Para transpor obstáculos, bons ângulos de ataque e fuga de 29° e 25°, respectivamente.

No Toyota SW4 2018 equipado com motor 1GD de 177 cv a 3.400 rpm e 45,9 kgfm entre 1.600 e 2.400 rpm, permite uma condução bastante prazerosa. Para melhor performance, ele dispõe também do modo Power, que maximiza as respostas do motor e transmissão. O propulsor diesel 2.8 litros entrega mais potência e torque, especialmente em baixas rotações.

Com seis marchas, a Toyota SW4 2018 entra em modo Eco quando o motorista alivia o pé no acelerador e pode ser acionado em tempo integral. A Toyota divulgou que o motor diesel faz 9,0 km/litro na cidade e 10,5 km/litro na estrada.

Se caso o objetivo for mais economia, reduzindo alguns sistemas não vitais do veículo para poupar combustível. Os números são bons para um veículo de 2.130 kg. Rodando a 110 km/h, o ponteiro marca 1.600 rpm, garantindo maior conforto ao volante e menor ruído interno, além de economia. O tanque de 80 litros confere hipoteticamente 840 km de autonomia.

A função Power ainda é acompanhada do modo Sport e também das mudanças manuais, que podem ser feitas na alavanca ou nos paddle shifts para quem desejar uma performance melhor. Assim, é fácil elevar o giro do 1GD para mais de 4.000 rpm após breve aceleração.

O ruído elevado do motor em acelerações fortes é atenuado pelo revestimento acústico, que foi ampliado. O Toyota SW4 2018 se comporta melhor em uma condução focada no conforto. Coxins hidráulicos também ajudam a filtrar vibrações inconvenientes do propulsor.

No eixo traseiro, o SUV possui ancoragem da suspensão em nível mais baixo, a fim de garantir melhor estabilidade. O curso foi alterado e o comportamento geral melhorou. A estabilidade é boa para seu porte, contando ainda com controle de estabilidade e tração. Os freios atendem bem ao utilitário esportivo, assim como a direção hidráulica. Esta é tão leve e progressiva, que chega a parecer elétrica. Há até controle de reboque.

O Toyota SW4 2018 também tem um bom comportamento no fora de estrada. O conjunto de suspensão é focado no conforto, tendo um eixo traseiro com molas helicoidais bem ajustadas para o off-road. A suspensão absorve bem os impactos dos mais variados tamanhos de buracos, valetas e outras características encontradas no off-road.

Com grande força, a SW4 possui os modos de tração 4×4 e 4×4 com reduzida para vencer os caminhos mais difíceis. Com ângulos de ataque e saída de 29° e 25º, respectivamente, o novo SUV tem 279 mm de altura livre do solo. Subidas íngremes podem ser feitas em D ou 1, usando-se o 4×4 Low e dosagem no pé. Na lama, o controle direcional está sob o comando do condutor o tempo todo, assim como o bom equilíbrio em pisos ondulados.

Em declives acentuados, controle de descida. O A-TRC (controle de tração ativo) permite melhor gestão da transferência de torque entre as rodas, trocando as forças de acordo com a aderência de cada roda. Mesmo em pisos com mais de 40° de inclinação.

O Toyota SW4 2018 se apoia em um bom conjunto motriz, associado com importante reengenharia de chassi e suspensão. Dentro da estrada, ele revela uma boa dirigibilidade e ganho em identidade.

toyota-sw4-sr-flex-avaliação-NA-38 Toyota SW4 2018: detalhes, versões, preços, equipamentos, motor, fotos

Toyota SW4 2018 – consumo

Cidade

  • Toyota SW4 2.7 MT – 4,6 km/litro no etanol e 6,7 km/litro na gasolina
  • Toyota SW4 2.7 AT –  4,9 km/litro no etanol e 7,1 km/litro na gasolina
  • Toyota SW4 4.0 AT –  6,0 km/litro na gasolina
  • Toyota SW4 2.8 AT –  9,0 km/litro no diesel

Estrada 

  • Toyota SW4 2.7 MT – 5,6 km/litro no etanol e 8,1 km/litro na gasolina
  • Toyota SW4 2.7 AT –  5,9 km/litro no etanol e 8,5 km/litro na gasolina
  • Toyota SW4 4.0 AT –  7,6 km/litro na gasolina
  • Toyota SW4 2.8 AT –  10,5 km/litro no diesel

Toyota SW4 2018 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Quilometragem

Preços 2.7 Flex

Preços 4.0 V6

Preços 2.8 Diesel

10.000 km

R$ 328

R$ 295

R$ 522

20.000 km

R$ 715

R$ 756

R$ 950

30.000 km

R$ 610

R$ 638

R$ 1.018

40.000 km

R$ 1.364

R$ 1.700

R$ 1.571

50.000 km

R$ 610

R$ 623

R$ 809

60.000 km

R$ 1.070

R$ 858

R$ 1.105

Toyota SW4 2018 – ficha técnica

Motor

2.7 Dual VVT-i

V6 4.0 Dual VVT-i

2.8 1GD

Tipo

Dianteiro longitudinal, Gasolina e Etanol

Dianteiro longitudinal, Gasolina

Dianteiro longitudinal, Turbo diesel

Número de cilindros

4 em linha

6 em V

4 em linha

Cilindrada em cm3

2694

3956

2755

Válvulas

16

24

16

Taxa de compressão

12:1

10:1

15,6:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Multiponto

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Gasolina: 159 cv @ 5000 rpm / Etanol: 163 cv @ 5000 rpm

Gasolina: 238 cv @ 5200 rpm

Diesel: 177 cv @ 3400 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Gasolina: 25,0 kgfm @ 4000 rpm / Etanol: 25,0 kgfm @ 4000 rpm

Gasolina: 38,3 kgfm @ 3.800 rpm

Diesel: 45,9 kgfm @ 1.600 rpm

Transmissão

Tipo

Manual 5 marchas / Automática 6 marchas

Automática 6 marchas

Automática 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco ventilado

Disco ventilado / Disco ventilado

Disco ventilado / Disco ventilado

Direção

Tipo

Hidráulica

Hidráulica

Hidráulica

Suspensão

Dianteira

independente com braços triangulares sobrepostos e estabilizadora

independente com braços triangulares sobrepostos e estabilizadora

independente com braços triangulares sobrepostos e estabilizadora

Traseira

Eixo rígido com barras estabilizadoras (Five Link)

Eixo rígido com barras estabilizadoras (Five Link)

Eixo rígido com barras estabilizadoras (Five Link)

Tração

Tipo

4×2

4×2 / 4×4 / 4×4 reduzida

4×2 / 4×4 / 4×4 reduzida

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 17 polegadas

Liga Leve aro 18 polegadas

Liga Leve aro 18 polegadas

Pneus

265/65 R17

265/60 R18

265/60 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)

4795

4795

4795

Largura sem retrovisores (mm)

1855

1855

1855

Altura (mm)

1835

1835

1835

Distância entre os eixos (mm)

2745

2745

2745

Capacidades

Porta-malas (litros)

500 (5 lugares) 180 (7 lugares)

180 (7 lugares)

500 (5 lugares) 180 (7 lugares)

Tanque (litros)

80

80

80

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

655 (MT) 620 (AT)

590

590

Peso em ordem de marcha (kg)

1845 (MT) 1880 (AT)

2060

2130

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

ND

ND

Toyota SW4 2018 – fotos

4

COMPARTILHAR:

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email