*Destaque *Featured Lançamentos Sedãs Test Drive Toyota

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

O Toyota Yaris 2019 chegou e com ele a oportunidade da marca japonesa de ampliar mais sua presença no mercado brasileiro, após o crescimento inicial com a chegada do Etios. Num nível acima, o novo compacto vai se aproveitar da fidelidade do cliente da empresa para converter donos do irmão menor em novas vendas. Isso sem contar os que irão em busca das novidades do modelo, que mescla bem elementos presentes no quadradinho e no líder dos médios, o Corolla.


Com preços a partir de R$ 59.590, o Toyota Yaris 2019 traz o visual atraente que faltava ao Etios, assim como mais atenção da marca quanto aos detalhes, apesar de ressalvas pontuais, que naturalmente serão “corrigidas” nas mudanças de ano/modelo. Afinal, nenhuma marca de carro entrega tudo de uma vez. Então, se você sentiu falta de algo, espere um pouco mais para vê-lo a bordo do carro.

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

Ostentando bom conteúdo, o Toyota Yaris 2019 oferece diversas versões para eliminar a necessidade de opcionais. Sábia decisão da Toyota, já que o comprador perderá esses equipamentos extras na hora de vender. Assim, concentrando-se nas três versões mais caras, o compacto pretende manter o ticket médio elevado para que o cliente possa fazer uma revenda futura acima da tabela, algo que já é reconhecido no mercado de segunda mão com usados do fabricante nipônico.


Mas, diferente do Corolla, o Toyota Yaris 2019 não está tão fora da média do mercado, visto que seu preço máximo não passa de R$ 79.990, marca que os dois principais rivais já cruzaram. Equilibrados em proposta, tanto hatch quanto sedã se convertem em boas opções para quem subiu de nível e saiu dos populares de entrada, em busca de um carro mais completo e confortável, mas que não custe o mesmo que um modelo médio. No entanto, fica ainda uma dúvida em tudo o que já vimos sobre o Yaris: Como ele anda?

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir  Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir  Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

Toyota Yaris 2019 – Impressões ao dirigir

São Paulo-SP – Com um test drive curto até o kartódromo da Granja Viana, em Coita-SP, e dividido em grupos de jornalistas, só conseguimos andar no Toyota Yaris Sedan na versão topo de linha XLS, que ostentava a nova cor (de lançamento) azul Infinito. Então, teremos que esperar a oportunidade de andar no Yaris XL Plus Tech 1.3. Enquanto isso não acontece, vamos às primeiras impressões ao dirigir essa novidade da marca japonesa no Brasil.

Após uma primeira boa impressão, deixada na noite anterior em seu lançamento, onde gostamos do acabamento exterior, estilo, espaço interno e porta-malas, sem contar os equipamentos, o Yaris 2019 agora mostra a que veio em termos de desempenho, dirigibilidade e conforto. Na versão mais completa, o bom é que tudo está lá para ser aproveitado, mas veremos abaixo que nem todos os itens colaboraram para isso.

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

A posição de dirigir do Toyota Yaris Sedan 2019 é agradável, mas poderia ser melhor com uma coluna de ajuste longitudinal. O volante tem uma boa pegada e vem com paddle shifts discretos, mas úteis. Os comandos de forma geral estão em posições ergonômicas. O banco do motorista é confortável e vem com os ajustes necessários.

A visibilidade de modo geral é aceitável e dentro do esperado. Os retrovisores são grandes e ajudam bem nas manobras. Na partida, nada de chave, mas um vistoso botão dá o início ao 1.5 Dual VVT-i atualizado, que ficou mais forte em baixa rotação e mais disposto, tirando aquela impressão de lentidão da versão que equipa do Etios. Mas, uma ressalva: ele é barulhento. Como é aspirado, ele precisa mostrar serviço em regimes mais altos e a rotação facilmente chega aos 4.000 rpm quando exigido. Não é algo exagerado e seria aceitável no Etios, mas para a proposta do Yaris, poderia ser melhor.

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

O lado bom é que, equipado com o câmbio CVT Multidrive e suas falsas 7 marchas, o Toyota Yaris Sedan 2019 poupa mais o pequeno propulsor de quatro cilindros. Assim, polias e correias de aço deixam o 1.5 Dual VVT-i bem tranquilo em 1.500 rpm na maior parte do tempo, o que é ótimo para o conforto e também pela economia de combustível. Ele se mostrou bem suave nesse regime e aceitou bem a condução sem ficar pedindo mais giros além do que realmente era esperado.

Mas, não agrada o fato de que, antes de sair, o Toyota Yaris Sedan 2019 (já?) apresente trancos ao engatar as “marchas”. Isso ocorre tanto para colocar em D, quanto em R ou mesmo N e P, sendo bem sentidos dentro do carro. Durante a condução, porém, o CVT age como tal e permite suavidade e linearidade de funcionamento muito boas. O conjunto motor/câmbio passa a impressão de ser o suficiente para uma oferta mais equilibrada da Toyota no Yaris, algo que a Chevrolet vem fazendo com seus Onix e Prisma equipados com os velhíssimos SPE/4 1.4.

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

É aquilo, se o cliente quer assim, faça-se dessa forma. Com até 110 cavalos e 14,9 kgfm, o 1.5 Flex não decepcionou, ainda mais que o teste foi quase uma prova de fogo, com trânsito pesado, subidas e descidas bem acentuadas e uma variação de velocidade enorme. Só não conseguimos de fato andar como queríamos, na estrada a 110 km/h. A 90 km/h, o ponteiro fica abaixo de 2.000 rpm. As mudanças manuais na alavanca ou no volante são animadoras e agradaram, mas desempenho elevado não é a cara desse conjunto.

A direção não é tão leve quanto gostaríamos, sendo mais firme com o carro parado, como na atualização do Etios, indicando a progressividade mínima. Já os freios são bons, assim como a estabilidade, mesmo com rodas aro 15 e pneus série 65. Passou bem por asfaltos destruídos, remendos e buracos eventuais. O conjunto sofreu um reforço em molas e amortecedores para suportar a dureza nacional, enquanto a carroceria tornou-se mais rígida em comparação com o Etios, ajudando no comportamento do carro e na segurança. No geral, ela se mostrou apta a enfrentar o Brasil…

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir

Na comodidade, o ar digital cumpre bem a função e o teto solar é um plus a mais no conforto, mas o navegador da TomTom falhou ao travar e não reinicializar. Pelo menos a voz guia se manteve audível. Nessa primeira impressão, o Toyota Yaris Sedan 2019 agiu como esperado, oferecendo conforto ao dirigir e desempenho adequado. Para um período maior, teremos mais tempo e quilometragem para descobrir outras coisas que o compacto deve oferecer.

Toyota Yaris 2019 – Galeria de fotos

Evento a convite da Toyota. 

Toyota Yaris 2019: Impressões ao dirigir
Nota média 4.6 de 19 votos

5.0
  • Jackson A

    Essa central multimídia me lembra(visualmente) a do march/versa, parece que só foi jogada ali, não achei que foi bem encaixada.

    • Também achei, a mesma coisa! E essa rodas muito pequenas!

      • Ubiratã Muniz Silva

        as rodas são pequenas mas o perfil dos pneus é 65. Medida necessária para melhorar o conforto em nossas vias esburacadas.

      • Os carros com desenho “parrudo” de hoje, baseados em áreas envidraçadas menores e, consequentemente, maior área de chapas de aço, pedem rodas maiores para compor o visual. A despeito de rodas de diâmetro menor combinadas com pneus de maior ombreira resultarem em maior conforto, não há como negar que o visual fica comprometido. Ideal mesmo seriam rodas 16″ e 17″ dependendo da versão.

    • Filipo

      Parece um painel dos anos 2000! Claramente não há harmonia do painel com a central multimídia. O painel não foi feito pensando na central. Parece também com o painel do Mitsubishi TR4 em seus últimos anos, quando seu painel recebeu a central.
      Mas todos têm um ponto em comum: São projetos para mercados “terceiro-mundistas” ou emergentes.

      • Alvaro

        Exato, o que eu achei também e de fato é, uma remodelação pesada sobre o Vios/Yaris chinês (XP150) de 2013. A fora o fato de ser um projeto para mercados emergentes.
        O Yaris Sedan deveria ser um concorrente para o Versa. Mas foi recheado de equipamentos (com a central colocado na marra inclusive), recebendo “promoção”.

    • 1 Raul

      Já a lateral me fez lembrar o renault symbol…

    • Ander33x

      Acho que mais grave ainda é não dispor de A-Auto/Carplay em pleno 2018, é uma central inútil. Porém acho eu que deva estar relacionado a obsolescência programada, no 2019/2019 ele irá aceitar os smartphones.

      • Raul Pereira

        Pegar primeira leva de qualquer modelo eh algo muito arriscado, já falaram que ‘logo’ (tomar cuidado, pois a GM usou o mesmo discurso no Onix e não cumpriu) vai ter A-Auto/Carplay.

      • Ubiratã Muniz Silva

        a Toyota já divulgou que essa funcionalidade virá em uma atualização de software da central.

    • Marco

      Achei a mesma coisa. O mesmo digo com relação ao acabamento das portas, bem parecido com o Versa/March.

  • Pedrov154

    Parece ser um carro bom. Não aposta em modernidade como o Polo/Virtus, mas me parece que é melhor do que Fit/City, Argo/Cronos e Cobalt (esse eu tenho certeza). Como prezo por segurança e creio que o Yaris se dará bem no LNCAP, o compacto da marca japonesa e da marca alemã são hoje minhas duas primeiras opções no segmento em que atuam.

    • Samuel Jesus de Sousa

      Ele já é 5 estrelas… Pode olhar lá no site da QR

      • 110anosimigraçaojapa

        ja é 5 estrelas?

      • Luis Carlos K.

        O modelo asiático sim, o brasileiro é diferente.

      • Djalma

        Aquilo foi na Tailândia. Não sei até que ponto a entidade que faz os testes lá é tão rigorosa com relação ao Latin NCAP.
        Como a versão que tem os 7 air bags não deverá ser a mais vendida, a avaliação vai considerar que o carro tem só 2 air bags.

        • Ricardo Diniz

          Essa é uma questão interessante. O polo tem versões que não tem controle de estabilidade de série, mas como opcional. Sem esse item nenhum carro consegue ser 5 estrelas em segurança. Mas o Polo recebeu 5 estrelas do Latin N CAP. Então eles devem considerar o carro mais completo.

          • el punidor

            Não é isso. Pela regra atual do
            L. Ncap, para ter 5 estrelas, em relação ao Controle de estabilidade, a versão básica precisa ou ter este componente de série ou oferece-lo avulso, como opcional, sem obrigar o consumidor a pagar por nenhum outro opcional agregado . No carro do Polo, o valor era de 1000 reais, no lançamento . Jogaram com o livro de regras debaixo do braço e obtiveram as 5 estrelas. Já o Fiat Argo básico, não ofere essa opção e em caso de ser testado, não passará de 3 estrelas. Enorme erro estratégico.

            • Ricardo Diniz

              Percebe-se então o mesmo erro estratégico no lançamento do Yaris…eu só troco de carro agora por outro 5 estrelas em segurança…dentro dos compactos a única opção que vejo é o Polo/Virtus…Se o Yaris obtiver as 5 estrelas no Brasil…será minha outra opção…

      • Filipe

        Muito bom! A lamentar apenas a motorização. Para essa categoria, ou um 1.5/1.8 ou pelo menos mais cavalaria e torque para a atual dupla 1.3/1.5. De resto, gostei muito do que vi e li nos sites.

        • vicegag

          A Toyota foi esperta, em somente disponibilizar o 1.5 para avaliação, se com ele a matéria informa que ele já faz muito barulho e tem que girar alto, imagina como seria com o mais fraco.

          • RED FLAG

            Muito caro e pouco motor.

            • what_the_hell??

              Tb achei isso! Eu apostava que eles iriam trazer na combinação 1.5/1.8, mas me equivoquei! Achei o carro interessante, mas tenho medo do mesmo ficar com estigma de “lerdo” quando souberem que os motores são os mesmos do Etios! Ou seja, para um Etios, a motorização é adequada, na minha opinião; mas para quem quer brigar com Virtus e Cronos, achei que ficou devendo bastante nesse aspecto!
              A diferença de torque entre os modelos na gasolina é considerável (20,4 do VW; 18,8 do Fiat e apenas 14,3 do japonês).

      • É cinco estrelas no Asean NCAP (o que já é bom, de fato). No Latin NCAP ainda será avaliado.

      • Airplane

        A plataforma do asiático é outra (TNGA, futura do Corolla) e a nossa é a mesma do Etios.
        Ou seja, é o “new Etios” ou Etiosão !

    • RRodrigo Souza

      na minha opinião a versão intermediaria deveria vir com 4 airbags

    • Emanuel Schott

      Yaris não tem 1.8 em lugar nenhum. Ele só está disponível com 1.0, 1.3 ou 1.5.

    • Hugo Borges

      O City/Fit são mais carro que o Yaris, é nítido, o problema é que a Honda faz economia porca neles e cobra caro demais.

  • Samuel Jesus de Sousa

    Pelo menos tem segurança superior ao Honda City… Mas ainda sim prefiro o Volkswagen Virtus… Mas aquela história, se nos sedãs médios a Toyota tem o Corolla com motores 2.0 aspirados inferiores aos do Jetta 2.0 tsi e do Civic 1.5 turbo e vende muito mais que esses dois, é possível que esse Yaris consiga o mesmo de seu irmão na categoria dos sedãs compactos premium

    • ViniciusVS

      O publico alvo desse tipo de carro busca um conjunto e não somente motor e câmbio…

      O cara chega na Volkswagen para comprar um Polo e nota a semelhança no design com o gol, interior simples todo reto e preço nas alturas ele vai para outra marca mesmo…

      Imagina o cara que gosta de novidade e quer chamar atençao do vizinho ( Brasileiro médio), ele vai e compra um Polo, ai chega na garagem e o vizinho pergunta se é o novo gol 2019…

      A Volkswagen não entende o consumidor local…

      • Verdades sobre o mercado

        Mas parece que no Polo a VW acertou(ainda que o interior tenha uma aparência simples e o design lembre o Gol) o Polo é o 3o mais vendido em 2018 para o consumidor final(varejo).

        • JOSE DO EGITO

          A vida da VW nao vai ser nada facil,na minha opiniao o YARIS ja “engoliu” a dupla POLO/VIRTUS de uma vez só !por outro lado pra nos consumidores vai ser bom pq vai obrigar a VW a ter preços mais competitivos caso contrario vai ter seus patios sempre lotados e empuerendo

          • Djalma

            Engoliu quem? Já não chega o Etios que não vende nada; perde até para a dupla Gol/Voyage e perde para o velho Fox; agora a Toyota vai ver seu Etios anabolizado comer poeira do Polo.

            • JOSE DO EGITO

              O ETIOS é um “ponto fora da curva” na TOYOTA ,que deve sair de linha em breve,pois nao “vingou” em nenhum lugar que é comercializado,ja o YARIS (que ja devia ter sido feito no lugar do ETIOS) ja é sucesso de vendas em varios paises,vai ser dificil para VW competir e te falo mais,quando o ETIOS sair de linha havera versoes mais baratas para competir com ONIX e companhia ai vai ser um caos para outras montadoras

              • Kiyoshi Yamashiro

                A Toyota nunca vai vender um carro barato no Brasil, já foi dito isso na época de lançamento do Etios, para a marca o importante é ter o maior lucro possível

                • Ernesto

                  Na época do lançamento do Etios a Toyota do Brasil não tinha o Yaris em linha. Mudanças de estratégia acontecem, então não duvido da Toyota reposicionar o Etios.

                  • Kiyoshi Yamashiro

                    Etios não vai ficar mais barato, a única mudança que houve foi a retirada das versões top de linha do modelo

                  • Airplane

                    Já reposicionou: as versões XLS e Platinum foram abolidas.

                • Roderick

                  Inclua Ford, Fiat, Vw, Peugeot, Renault Hyundai etc etc nesta lista aí

              • Thiago Ramos

                Vossa senhoria deve ser do Egito mesmo. HAHAHA única marca criativa e que investe em produto pra brigar com as maioras nacionais é a Hyundai. Toyota quer vender Corolla e o resto é lucro. A Toyota nunca vai vender carro barato no Brasil, acostume-se com isso.

                • JOSE DO EGITO

                  A HYUNDAI é tao criativa que fez o HB20 as “sombras” do GOL, Hyndai nao é criativa e nem tem personalidade diante disso

          • Observador

            Predições tipo o Faraó do Egito será eterno.

          • el punidor

            Não vai facil a vida do City, que chega a 84000 reais, sem controle de estabilidade e visual que ficou desconjuntado exteriormente c a última “atualização “.

          • Verdades sobre o mercado

            Engoliu o que ? A única coisa que a Toyota engole a VW é no pós-venda. Além disso os consumidores típicos de Polo/Virtus são bem diferentes dos de Yaris(hatch e sedan). Na média quem vai comprar Polo/Virtus nem vai querer saber do Yaris(apenas vai conhecer por curiosidade) e o inverso também será verdadeiro. Quanto a obrigar a VW a ser mais competitiva é uma realidade.

      • Djalma

        Como preço nas alturas; tirando a versão topo de linha do Virtus, todas as outras da dupla Polo/Virtus são mais baratas. Na MSI 1.6 é 4 mil mais barata que o 1.3 MT
        O Cara vai tanto para a outra marca que os carros tinha fila de espera de 3 a 4 meses.

        • Marcelo Alves

          Você está considerando o 1.6 MSI básico ou equipado com o pacote de acessórios? Tem que considerar o com o pacote (que adiciona uns 3k no preço), pois o basicão mesmo, quase ninguém compra.

        • Edilson

          esses 4mil é relativo, basta contar os equipamentos a mais q o yaris tem.

        • ViniciusVS

          Agora com o Yaris eu não sei heim…

      • Filipe

        Verdade!

      • Thiago Ramos

        Cara, me desculpa, mas não. Quem conhece de carro sabe o que é Gol e o que é Polo e quem não conhece, acharia que Gol é aquele quadrado ou Bolinha. Sobre o acabamento, concordo contigo, pobre e feio, mas discordando denovo, quando o comprador ouve TURBO, já se excita, ao contrário de ouvir 1.5 num sedã com pretensão a médio. Seria como comprar a 20 anos atrás um Monza 1.4.
        Eu acho que VW já entendeu melhor seu consumidor. Eu tenho um Fox exatamente como eu queria, mas não trocaria no Polo pq ele não oferece as coisas que eu acho que são minimas em um carro, mas se porventura vir a oferecer, com um acabamento melhor, não pensaria duas vezes pela confiança que tenho na marca.

        • ViniciusVS

          “quando o comprador ouve TURBO, já se excita” Então deve ser por esse motivo que o Jetta é líder e o Corolla está na lanterna né?

          “…ao contrário de ouvir 1.5 num sedã com pretensão a médio. Seria como comprar a 20 anos atrás um Monza 1.4…” Virtus e Yaris com pretensão de médio? nem em sonho são médios… O Virtus 20 anos atrás seria um “Polo Classic” e não um “Santana”, logo não faz o menor sentido comparar com Monza.

      • Gabriel Mazzi

        Engraçado o povo falar que o Polo parece o Gol, acho que isso fica mais pra nós, entusiastas.
        Pois quase todo estacionamento que eu paro, na hora que estão registrando a entrada do carro, me perguntam se é um Golf.

        • Rafael Neves

          O problema é esse.. falta de identidade… ninguém acerta de primeira.. sempre há uma comparação tanto para um modelo inferior quanto a um superior

          • Ernesto

            Se a pessoa estiver preocupada em mostrar o carro novo para o vizinho, então isso pode ser um problema. Mas para quem não liga para o que os outros pensam, o Polo é um excelente carro.

        • ViniciusVS

          O Polo não tem porte de carro médio, é bem menor que o Golf.

          Se colocar o Polo do lado do Golf da para notar a diferença gritante entre os dois tanto em Design quanto em porte, diferente de colocar um Gol do lado de um Polo onde os dois tem praticamente o mesmo porte, mesma largura e traseira idênticas…

          Se lá fora o Polo é um “Gol”, aqui ele também é um “Gol gourmetizado”…

  • Matthew

    Resumindo: bom, mas sem sal, como todo Toyota. Será o Onix/Prisma de rico.

  • Hudson Borges

    De perfil bate recorde em feiúra…parabéns

    • carloscomp

      Eu achei o Hatch muito bonito, de qualquer ângulo.

      • Remysson Andrade

        parace um carro made in china

        • Hudson Borges

          Da uma olhada nessas rodas, pessoal não gastou 10 minutos pra desenhar, fizeram qualquer uma é jogou… kkkkkkk

        • Marcelo Cordeiro

          Remete aos chineses pelo excesso de cromados em algumas versões. Totalmente desnecessário o friso enorme cromado, bem como os puxadores das portas.

    • FearWRX

      Sofre do mesmo mal que o Cornos e o Virtus, parece que tem roda de 10″, carro grande demais com umas rodinha minúscula, não gostei.

    • Peter

      Muito feio mesmo.

  • Eduardo T. Küll

    Afinal, em qual(is) versão(ões) vem os DRL?

    • Bruno

      É um acessório disponível para todas as versões, opcional, podendo ser instalado nas concessionárias com custo adicional, assim como os sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

      • th!nk.t4nk

        Esses itens jamais deveriam ser instalados fora da fábrica. Eu esperaria isso de um Fiat Mobi, por exemplo, nao de um carro dessa faixa de preço. Conheço bem essa história de instalarem acessórias na concessionária “com o maior cuidado” e depois sempre ficar algo zoado (arranca/coloca acabamento, levanta carpete, desmonta painel, etc). É grana demais pra se submeter a uma gambiarra dessas.

        • Djalma

          Pior não é isso; a questão é que as vezes terceirizam esse serviço fora da loja.

        • Fanjos

          Mas se é Toyota pode

          • Observador

            Simply the best.

        • invalid_pilot

          Eles fazem isso pra CSS poder negociar isso com o cliente e ganhar um por fora com venda de acessórios (que são bem lucrativos)

        • nkevin

          O cara falou tudo errado, o que pode ser instalado nas ccs Toyota é o farol de neblina. O DRL não, e já vem de série no topo de linha.

          • Bruno

            Está no site da própria toyota, nenhuma versão sai com DRL e sensores de estacionamento de fábrica.

            • nkevin

              Cara a versão topo vem com DRL, confere lá no site.

              • Ernesto

                “Faróis halógenos projetores com máscara negra e linha guia em LED”. Essa linha guia em LED que seria o DRL?

                • nkevin

                  Sim

              • Bruno

                Então as versões aparecem com o DRL instalado nas fotos, porém tem um * dizendo que o DRL é um acessório instalado nas concessionárias. No catálogo está dizendo a mesma coisa.

      • Pedrov154

        Acho que é de série no XLS.

        • TFSI

          Não é de série em nenhuma versão, só vende como acessório.

          • nkevin

            Errado, na topo de linha é de série.

      • nkevin

        Tudo errado, na versão topo o DRL é de série e o que pode ser instalado na concessionária é o farol de neblina.

        • Bruno

          Na topo deveria vir o DRL de série junto dos sensores traseiros e dianteiros além do farol de neblina pelo preço kkkkk. Mas pelo menos está disponível caso queiram instalar em outras versões, tendo em vista que a VW por exemplo não oferece DRL nem como opcional nas versões abaixo da Highline no caso do Polo e Virtus.

  • Ailton Junior

    realmente estou curioso pelas versões 1.3 CVT.

    • Djalma

      Não existe essa versão. O CVT só tem com motor 1.5.
      Agora, pagar 60 mil num carro com motor 1.3 e com câmbio manual é para otário mesmo.

      • Hugo Leonardo Dos Santos

        Claro que tem, 1.3 recalibrado com CVT no hatch veja no site da Toyota. O sedan sim só 1.5

      • Pedrov154

        Existem duas:
        Hatch XL 1.3 CVT – R$ 63.990
        Hatch XL Plus 1.3 CVT – R$ 69.590

      • Ricardo Blume

        Criticar preço de carro no Brasil já não faz mais sentido. Nem um modelo tem seu preço, digamos, dentro da realidade. Já estamos no nível da demência.

        • André Luis Versiani

          Melhor comentário kkkkkkkk

        • what_the_hell??

          Mas mesmo dentro da nossa triste realidade, existem algumas marcas que ainda conseguem se destacar, colocando preços ainda mais altos que a média já alta da concorrência!
          Nesse caso da Toyota, achei os preços dentro da média da nossa concorrência, mas o motor é que ficou bem aquém da média! Esse sedan de torque baixíssimo, com 3/4 pessoas a bordo e porta-malas cheio deve dar um bom trabalho nas subidas!

    • Filipo

      Será um mero meio de locomoção nesta versão. Combinação 1.3 + CVT = sonolência ao volante!
      É o típico carro/versão de que, quem gosta de dirigir, foge.

      • Matuska

        O Etios tem o mesmo motor com o câmbio AT4, entao com o CVT deve ficar um.pouco mais esperto.

        • João Holmes

          Será? o Yaris é 160kg mais pesado. Esse 1.3 vai sofrer.

  • 110anosimigraçaojapa

    fez o video?

  • Lucas Alves

    Off Topic: Não estou conseguindo da passagem de uma foto para outra, tenho que fechar para abrir outra!

    • RRodrigo Souza

      infelizmente comigo acontece o mesmo, acredito que será para todo mundo isso, eu utilizo o navegador Opera e voce esta usando outro ?as vezes pode ser o navegador ou o proprio site

    • Aqui no Chrome, Firefox e no Edge está normal.

  • Anderson de Souza Moreira

    Teto solar não espera. Acho supérfluo. Mas acho que faz muita falta regulagem de distância do volante e GPS. O Fit top possui estes dois itens. Acharia melhor Motor 1.8 que o inútil teto solar que durante o dia precisa ficar sempre fechado para não entrar calor.

    • Thiago Ramos

      Teto-solar seria o motivo pra eu comprar – comparado com outros – por isso é melhor oferecer e agradar a uma gama maior de clientes.

  • Lyn

    Tranco no cambio, multimidia travando… xiii

    • Triton

      Vexaaaameeeee, mas como é Toyota pode!

      • th!nk.t4nk

        E barulhento. É projeto de baixo custo, mais uma gambiarra feita especificamente pro Brasil (ao invés do modelo original). Nada disso seria problema se pelo menos o carrinho fosse barato, mas vão empurrá-lo na faixa que o Corolla ocupava uns anos atrás. Salvem-se quem puder.

        • Observador

          Não aposte nisso. Esse não é o padrão Toyota. Não custa lembrar que a Toyota é considerada a marca automotiva mais valiosa do mundo há seis anos seguidos. E isso não é à toa.

        • FearWRX

          O Yaris japonês raiz, aquele compacto minúsculo 3 portas do final dos anos 90 deve ser um carro ainda melhor de dirigir e principalmente, mais digno que essa atrocidade.

        • d59

          Exatamente! “Nada disso seria problema se pelo menos o carrinho fosse barato”

        • Ernesto

          Gambiarra no que? Esse modelo é vendido exclusivamente no Brasil?

    • Rafael Barcellos de Paula

      Agora imagina essas ocorrências em uma avaliação de um carro chinês! 110% dos comentários descendo a lenha inclusive a impressão final do avaliador seria completamente inversa!!!

      • nkevin

        Imagina uma montadora chinesa lançando um carro posicionado na linha premium mas com frente de gol e volante de brasília. Certamente seria surrada nas avaliações. Mas como é VW…

    • Djalma

      E para esconder parte dos trilhos do banco, colocaram um plástico, que veda só uma parte.

    • Marcelo Martins

      Na verdade vai faltar motor, principalmente na versão 1.3 ..

      • invalid_pilot

        Sedan 1,3 vai ser carro de praça (Taxi,Uber e afins) pra uso urbano até deve dar – mas rodovia carregado vai ser tenso.

        • Lyn

          Não tem versão sedã com motor 1.3

          • invalid_pilot

            Ahhh então a Toyota teve o mínimo de noção kkkkk

            • what_the_hell??

              A diferença de cv e torque do 1.3 pro 1.5 é pequena! Na gasolina são 11cv e 1.8 Kgfm a mais! Então, na minha humilde opinião, ambos motores são muito aquém para a categoria! Até gostei do restante do carro, mas com esses motores eu não compraria! Deveria ser o 1.5 para quem não fizesse questão de desempenho e o 1.8 para quem quiser pagar um pouco a mais e quem pega um pouco mais de estrada!

              • invalid_pilot

                Concordo! Até porque Argo e Polo tem motores com 20kgfm de torque e o Yaris fica bem pra tras nisso.

        • Ernesto

          Nem o Etios sedã tem motor 1.3…

    • Peter

      O Yaris tem um acabamento muito pobre, com painel e portas com plásticos “casca de ovo” finos e de baixa qualidade.
      A falta de ajustes na coluna de direção também é imperdoável (só tem ajuste de altura, e mínimo, muito pequeno mesmo).
      No mais, usar os motores som etios (1.3 de 103 cavalos e 1.5 de 110 cavalos e 14 kgfm de torque com etanol) foi pouco pro preço.
      Vexame.

  • Maycon Farias

    Compraria sem dúvida. Bom trabalho. Irão se surpreender com as vendas logo logo.

    • Djalma

      Creio que não, deve vender no nível que o Etios vendia, que por sua vez deve cair bastante.

    • Klebson Tinoco

      Não me surpreenderei se vender horrores, porque está bem recheado de conteúdos, como ESP e retrovisores eletrocrômicos em todas as versões. Só acho que deveria acrescentar ab laterais em versões intermediárias, e DRL e sensores de estacionamento de série na versão XLS (e não vender como acessórios nas css). Motor 1.8 no sedã (somente para ajudar nas ultrapassagens em estradas de mão dupla)seria muito Bom, mas como não existe em nenhuma parte do mundo a Toyota do Brasil não se sentiu na obrigação, ou não foi autorizada pela matriz a inovar.

    • Ubiratã Muniz Silva

      em breve tô entrando na fila pra um XLS sedan. Mostrei pra patroa e ela gostou. (pelo menos fiz ela desistir de SUV)

      • Louis

        Também me interesso por um XLS pra minha esposa, mas o hatch. E também vou ver o FIT EXL que também me agrada. O que me oferecer melhores condições, levo.

  • Leandro Ribeiro Gomes

    Tem ate teto solar , mais cadê o DRL ( a luz diurna ) nas fotos do lançamento tem , mas nos carro de testes tem uma tampa no lugar

    • TFSI

      Acessório de concessionária, assim como sensores dianteiros e traseiros. Ridículo isso. Pagar 80 mil em um carro para colocar isso por fora…

      • th!nk.t4nk

        Modelos de 80 mil agora são carrrinhos semi-populares… Bem-vindos a 2018!

  • CanalhaRS

    Como todo o Toyota, não é melhor em nada que a concorrência, traz apenas o necessário, além de um bom acerto suspensão/direção/freios.

  • ainda não decidi se é mais feio este aqui ou o modelo europeu, bela briga

  • Fernando

    ” …a função e o teto solar é um plus a mais no conforto….,” o equipe do NA. Por favor. não querendo ser muito chato, mas quando forem escrever algo do tipo, pelo menos usem aspas, para que o termo não fique ridículo dentro da frase. uma coisa é linguagem informal utilizada no dia a dia. outra coisa é escrever um texto dessa forma. não passa credibilidade.

  • luiz

    Cadê o DRL que tinha nos para-choques ?

    • Klebson Tinoco

      Acessório de concessionárias (fonte: site da Toyota).

  • Adriano

    “o teto solar é um plus a mais no conforto”… “plus a mais” não é pleonasmo vicioso?

    • Klebson Tinoco

      O que abunda, não prejudica, kkkkkkkk.

    • sepchampions

      O plus é em relação a concorrência o “a mais” a Toyota.

  • O Coringa

    Design: Achei bonito, não consigo enxergar a feiura que o povo tá vendo. Preço: Na média do segmento, vale lembrar que um Virtus completo passa dos 85k, um Cronos, 82k. Equipamentos: Bem completo, tem itens que nenhum concorrente tem, como teto solar por exemplo. Motor: Deixou a desejar, todos esperavam pelo ou menos os 128 CV divulgados pelos sites automotivos, no mais, acredito que venderá bem, é um Toyota mais barato que os concorrentes diretos.

    • what_the_hell??

      Mas a questão do preço está ligada aos outros detalhes, sobretudo o motor! Se fosse a dupla 1.5/1.8 da Toyota os preços estariam interessantes! Mas com 2 motores bem abaixo da concorrência [até o mais fraco (1.6) do Virtus básico é melhor que o motor top (1.5) do Yaris], acho que deveriam vender por preços tb abaixo! E se você for pegar o Virtus de 85 vai ver que ele, além de um motor MUITO melhor, tem equipamentos bem superiores, a começar do painel totalmente digital!

  • Ricardo

    Polo e Virtus mandam um abraço!

  • Clemar Bender

    Com esses motorzinhos ai vou de Virtus 1.6 MSI automatico apesar da quantidade de plastico duro que no Yares tem também …

    • invalid_pilot

      VW não vende ainda 1,6 AT, talvez agora ela lance pra concorrer com o Yaris.

      • Clemar Bender

        Já vi reportagem começa na segunda quinzena de julho as vendas .

      • M7

        O Virtus 1.6 MSI automático virá em meados de julho, segundo a própria Volkswagen.

  • Marcelo Cordeiro

    Custava para a Toyota colocar rodas de aro maior? Este pneuzinho de carrinho de mão ficou bizarro. Console central e interior datado, difícil aceitar que uma montadora que poderia faz este tipo de sacanagem por saber que o mercado brasileiro aceita de bom grado. O desempenho, já era de se esperar, apenas o necessário para embalar o modelo. A surpresa ficou pela deficiência do isolamento acústico mencionado pela matéria. A briga no segmento ficará boa. Agora só falta a Hyundai se mexer e providenciar uma nova geração do HB20 ao invés de ficar lançando séries especiais bobas!

    • Luiz Alexandre S Reis

      Nissan tb com o novo March

    • Ubiratã Muniz Silva

      rodas maiores iam ficar lindas mesmo, mas na buraqueira nossa de cada dia o carro ia ficar bem duro.

      particularmente, acho rodas grandes com pneus de perfil ultrabaixo um recurso estético desnecessário no Brasil. De fábrica tem que vir calibrado para conforto, e quem quiser rodão grande coloque como acessório.

      • Marcelo Cordeiro

        Eu tinha o mesmo medo! Contudo, desde janeiro tenho rodado com o novo Polo com rodas 17″ e até agora nenhum problema!

  • Leandro Gomes

    O teto solar é “um plus a mais” no conforto???!!! É isso mesmo, produção???

    • Ubiratã Muniz Silva

      e porque não seria?

      • Leandro Gomes

        O teto solar é bacana, claro, mas falar “plus a mais” é o mesmo que “entrar pra dentro” ou “subir pra cima”. Mania de querer usar “plus”, palavra em inglês, e logo em seguida taca a sua tradução em português… Fala logo que é um diferencial, e pronto!

  • Alexandre Maciel

    Garrafinha d’água só nas portas? De fato não tem porta-copos no console central?

  • oscar.fr

    Gostaria de entender o que este carro tem de premium. A Toyota não foi nem capaz de trazer a versão europeia, empurrando a tailandesa a forçados 70 mil reais.

    • Gustavo Adriano

      O pior não é isso, o Yaris (“original”) não possui uma versão sedan nem no Japão nem na Europa, e nos EUA eles dão esse nome a um carro que na verdade é um Mazda 3 da atual geração, só com dianteira e traseira diferentes (essa mesmo, nunca viria para cá, ainda mais pelo caprichoso acabamento interno dos Mazada’s). O fato é que o Yaris Japonês possui tamanho reduzido em relação ao veículo vendido aqui no Brasil, com seus 3,88 metros em vista dos 4,11. Portanto, ficaria muito caro, inventar um sedan de um veículo não vendido aqui e ainda aumentar o seu tamanho para competir com Cronos e Virtus (fora que se tornaria no mínimo estranho, por causa dos entre eixos).
      Assim sendo, concordo com a estratégia de trazer este carro ao nosso país, porém o precisa de muitas alterações para cair no gosto do povo daqui, esse interior nojento e esse desenho externo vincando, apesar de estar sendo meio que padronizado pela Toyota nos carros da marca, não fazem mais parte da atual geração dos veículos comercializados por aqui. Ainda assim, traz uma motorização modesta em frente o Virtus e, voltando, interior obsoleto em frente ao Cronos.
      Resumindo, a Toyota deveria se aproveitar da base, de peças como botões, bancos e estofados, configuração de motor e câmbio, e desenhar um carro mais direcionado à América Latina.

    • Peter

      O acabamento desse carro é porco.

  • Wellington Myph13

    Leiam bem o teste (Trancos ao colocar em D, R, P + Central Travando + Barulho Interno)
    Se fosse um carro chines: Que porcaria, ta vendo, é por isso que não compro essas tranqueiras. Além de desvalorizar, o consumidor ainda tem um monte de dor de cabeça;
    Sendo um Toyota: Carro bem equilibrado, salgado, mas com mecânica confiável, cambio CVT bom e econômico e painel bonito. Vai vender muito porque é um Toyota;
    Se fosse um VW: Olha pra isso! Engenharia alemã dando tranco em cambio?! Central Multimidia Xing-Ling travando, kkkkkk Que piada VW!
    Se fosse um Fiat: Fiat sendo Fiat!…

    Comédias a parte…
    Esse negócio do tranco não é bom, afinal quando um AT convencional faz isso, ele quebra em dois tempos… O barulho interno foi surpresa pra mim, a Toyota devia ter melhorado o isolamento… Central travando foi broxante hein… A Toyota devia ter colocado a com TV Digital, o povão do Corolla só usa a CMM pra “Radio bonitinho” e TV…
    Consumo desse carro deve ser show… Não é TÃO pesado assim, e com cambio simulando 7 marchas, deve deixar o carro rodando redondinho… Já acho esse CVT o melhor de todos e casa perfeitamente no Corolla, teria que dar uma avaliada se no motor mais fraco fica bom também, mas acho que não tem exatamente como errar…

    • what_the_hell??

      É um Toyota, amigo! Esqueceu que eles NUNCA quebram??? Por essa fama criada a marca mete a faca, cobrando 80mil num carro de 14,3kgfm de torque! Sei que nosso mercado é ridículo, mas a Toyota ainda consegue me surpreender!!!

  • Lucas086

    Falam da central do Argo travar, quero ver agora a central de um Toyota. E o cambio com tranco, será que é defeito dessa unidade testada? Esperar mais testes para tirar a prova.

  • Sasaki

    Prevejo vários táxis Yaris!!!

  • Jeremias Flores

    não faz o meu tipo, mas agora sim é um concorrente do mercado, não aquela coisa horrível do Etios

  • Thiago Ramos

    Nas fotos, me pareceu que o volante é meio enviesado a esquerda, como era no Celta/Classic, confere?

    • Hugo Leonardo Dos Santos

      Não, esse tempo de volante torto já era

  • Costarlc

    Acredito que seja razoável para quem curte um conjunto mediano. É antiquado, não arrebata pela emoção; interior já nasceu antigo e escuro; os banco parecem pequenos, vamos ver pessoalmente; powertrain da década passada, mas, vai vender para aqueles que a marca credibilizou e acredito que seja mais concorrente da dupla Argo/Cronos que Polo/Virtus. Vamos aguardar…

  • Ricardo Alexandre

    Gostei do Yaris sedã, o achei bonito e bem harmonioso. Mais ainda assim prefiro á referência do mercado na atualidade, o VW Virtus disparado.

  • Marcos Souza

    Se ao comprar um corola vc ganha uma bengala nova, ao comprar um yaris vc ganha o que?

    • Luis Fernando Pozas

      Yaris? Que caris! (Mussum)

    • Marcelo Martins

      Acho que uma manivela para dar uma ajuda no motor de enceradeira ….

    • th!nk.t4nk

      Tampoes de ouvido pra nao ouvir a barulheira, já que economizaram no revestimento acústico.

  • Alcebyades Silva

    Parece ser um ótimo carro, mas com tanque de combustível de apenas 45 litros, prefiro o Virtus com seus 52 litros. Ainda por cima parece ser carro de tiozão.
    Deve vender muito mais que aquela porcaria do Chromos. VW acertou em cheio com o Virtus.

    • Samluzbh

      O que deve ser mais considerado é a autonomia e não a capacidade do tanque, só como exemplo, considerando as medidas do INMETRO (que pra mim não vale muito) O Virtus tem autonomia de 582,4km o Yaris 585km. Não estou falando que Y é melhor que V ou vice versa, apenas ilustrando que tamanho do tanque é o minimo a ser considerado.

  • Cincinato

    O Hatch precisa ver de perto, o pólo eu achava por fotos muito gol, mas de perto é bonito, talvez o hatch seja bonito.

  • Maycon Farias

    Esse painel da foto é do modelo norte americano, o brasileiro tem alguns detalhes diferentes. De qualquer maneira semelhante ou não, o painel do Corolla 98/02 ainda sim é bem mais bonito e melhor acabado que muitos carros atuais. Já em relação as rodas realmente são péssimas em relação as proporções do carro, é certo que os jovens irão trocar por 16/17.

    • Natán Barreto

      Pra mim um carro desse preço deveria ter mais atenção aos detalhes. A gentleness chegou num ponto tão bizarro que até a VW tá fazendo carros mais ousados com painéis mais bonitos. Não dá pra se manter na mesmice.

  • Thiago Lima

    É bonito e tem um design jovial. Porém a mecânica não conversa com o design. O motor 1.0 da vw é uma delícia de se dirigir e esse da Toyota não acompanhou a evolução do mercado mundial. Downsizing turbo é o futuro e não há para onde fugir.

    • Gomes

      Mas o cliente da Toyota quer exatamente isso… mecânica simples para não dar manutenção. Não estou dizendo se é certo ou errado, mas é o perfil. O mesmo acontece com Corolla que vende horrores com mecânica antiga e Jetta nunca decolou

      • what_the_hell??

        Não faz sentido! Porque não usaram o 1.8 do próprio Corolla nas versões topo? Achei uma mancada! Mas o mercado dirá o que pensa o consumidor brasileiro!

        • Ernesto

          Não usaram porque em qualquer mercado onde o Yaris é vendido não há versão 1.8 e sim 1.3 e 1.5.

    • Emanuel Schott

      Toyota tende a investir na eletrificação e ficar longe do turbo.

  • edgar__rj

    “Com preços a partir de R$ 59.590, o Toyota Yaris 2019 traz o visual atraente que faltava ao Etios…”

    Atraente = Estranho = exótico = qqr coisa é mais atraente que o Etios…

  • Racer

    O desenho me agradou, só o parachoque traseiro do sedan que poderia ser menos “bojudo”, ficou muito redondo.

  • Cesar

    É sério que o tanque de combustível é de somente 45 litros?

    • Tygra

      Então, só isso já me faz desconsiderar o carro, não compro carro com tanque com menos de 50 litros (exceto se fosse híbrido).

      • Samluzbh

        Reconsidera isso pois daqui um tempo ficara sem opções.

      • th!nk.t4nk

        Vish eu tenho um mero modelo médio cujo tanque tem 66 litros, e honestamente acho que o mínimo do mínimo deveria ser na casa dos 55 litros. Menos que isso é perda de tempo demais com abastecimento. A Toyota chutou o balde aí com força.

        • Ernesto

          Copiando o comentário de um colega: “O que deve ser mais considerado é a autonomia e não a capacidade do tanque, só como exemplo, considerando as medidas do INMETRO (que pra mim não vale muito) O Virtus tem autonomia de 582,4km o Yaris 585km. Não estou falando que Y é melhor que V ou vice versa, apenas ilustrando que tamanho do tanque é o minimo a ser considerado.”

    • Gomes

      Mais importante que o tamanho do tanque é autonomia. Se tem 45 lts e da para andar 600km na estrada, está ótimo. Assim como os motores ficaram mais eficientes, os tanques estão ficando menores. Tem lógica.

      • Cesar

        Concordo. Apenas quis jogar gasolina no fogo. Uma das grandes críticas do povo por aqui se refere a capacidade do tanque do Kicks, March e não olham exatamente isto: a autonomia.

  • nkevin

    Bom nesse segmento eu ainda iria de Fit, já que é o único que oferece um algo a mais, os bancos configuráveis. E também conjunto ótico full LED.

  • G E O

    Poderiam ter colocado o 1.8 do Corolla, não?

    • Gomes

      Não no lançamento né? Daqui um ano e meio lançam uma versão XRS e colocam…São muito inteligentes

      • Samluzbh

        E lançam com o preço de R$94.590,00

    • Emanuel Schott

      O Yaris é vendido no mundo inteiro com motores 1.0, 1.3 ou 1.5. Brasil seria muito privilegiado se tivesse o 1.8.

  • Ricardo Blume

    Desconsiderando elogios e críticas, eu acho que a Toyota deu uma dentro com essa nova linha. Vai atrapalhar a vida do Polo e do Argo. As versões mais caras do Etios começam a perder sentido agora.

    • Gomes

      As versões mais caras de Etios já saíram de linha (XLS e Platinum)

  • Janderson von Neumann

    Mais um carro que não é melhor em nada mas que o povão vai comprar adoidado e idolatrar por ser Toyota, afinal de contas, vai ser um carro onde não precisa trocar óleo, que não dá manutenção, vc, compra ele por 79 mil e revende por 100 mil, etc…, já cansei de ouvir toda essa história, e agora então com teto solar, minha nossa, só posso estar vendo coisas, kkkk….na boa, vejo o pessoal aqui falando de comparação com Virtus e Cronos, mas aí tem que ser muito fanático pela marca, pois um Yaris sedan nem dá para comparar com um Virtus, nem em sonho, tanto Virtus como Cronos são muito mais carro que o Yaris.

    • Ernesto

      Pare de falar besteiras, Janderson. Ninguém fala que Toyota não precisa trocar óleo, que não dá manutenção. Esse papo é de hater que idolatra outra marca (Ford, né?).

  • Robé

    Srs., sendo o câmbio CVT contínuo, porque insistem em “simular” marchas, se o CVT for usado da forma contínua, acredito que aproveitaria melhor as curvas de torque e potência do motor, inclusive trazendo uma economia de combustível, estou certo ??? Tive dois Honda FIT com os CVTs trabalhando da forma contínua e eram muito bons. Att.

    • Cesar

      Concordo contigo. O problema é que as pessoas adoram criar problemas onde não existem. Devido a linearidade do cambio as pessoas estranham e os fabricantes para agradar inventam estes modismo. Conclusão: Acaba-se perdendo a principal vantagem do CVT que é estar sempre no melhor momento do motor.

      • Robé

        É isso ai Sr. Cesar, muito bem dito. Se for possível só por software, deveria ter a possibilidade de desligar essa simulação de marchas nas configurações do veículo. Att.,

  • MarcosKormann

    Carro deve ser bom, mas não consigo comprar um veículo tão feio e com painel “anos 80”.

  • Gomes

    Toyota mais uma vez sendo Toyota… inteligente. Se fosse fazer carros para leitores de blog ele teria motor 1.5T, câmbio de 9 marchas, faróis full led, teto solar panorâmico, painel digital configurável, rodas 18″, bancos com ajustes elétricos, couro de saco de girafa australiana e….custando, no máximo 50mil. Mas como eles são inteligentes (Corolla está aí para provar), fazem o carro que o Afegão Médio quer, somente com os itens necessários e alguns poucos considerados supérfluos (paddle shift, p.ex), posicionam o preço numa faixa que está justa, no momento do lançamento… depois de 3 meses começam os aumentos e daqui há 1 ano o primeiro lote de 0km já pode ser vendido usado pelo mesmo preço que foi comprado e fica com a fama de que não desvaloriza. Toyota sabe ler o mercado como nenhuma outra marca. A que tenta chegar mais próxima é a Honda. Parabéns Toyota!!

    • Marcelo Martins

      Sim, concordo … faz tempo que a Toyota percebeu que o brasileiro é trouxa e inteligentemente explora isso e consegue um lucro altíssimo em cima de seus clientes com carros que não valem o que é cobrado, principalmente o espartano Corolla ..

      • Emanuel Schott

        Qual a margem de lucro da Toyota?

        • Marcelo Martins

          Isso quem pode te dizer é alguém da Toyota, mas dá para ter uma ideia pelos carros, Etios, carro de baixo custo para mercados de 3° mundo, e Corolla pelado a preço alto, dá para ter uma ideia qdo o Corolla GLI Tecido oferecido para o público PCD, log após a Toyota ofertou o GLI Couro com mais equipamentos com 10 K de desconto e chegou a ofertar tb o XEI tb com 10 K de desconto para esse público.

          • Emanuel Schott

            Tem tanta coisa que interfere no custo de um produto que é impossível inferir lucro a partir do preço do produto.

            Pra dizer claramente que ela tá lucrando muito, tem que ter as tabelas contábeis da empresa.

      • Gomes

        Creio que uma coisa é saber fazer a “leitura” do mercado e entender suas características. Falar que o consumidor é trouxa é outra coisa. Se for assim, tudo depende do ponto de vista. Na Índia a Renault lançou o Kwid com 0 estrelas e aqui fez muitas melhorias neste sentido, mas mesmo assim, continua de baixo custo e não seria possível vender no mercado Europeu. Cada mercado tem sua característica. Nós ainda vivemos num país com memórias da hiperinflação, onde a desvalorização ainda é um item muito desejado pelos consumidores. Se nós somos trouxas, o que dizer da Índia? Por isso não concordo com essa colocação, apesar de respeitar a opinião de quem pensa assim.

      • Ernesto

        Para não ser taxado de trouxa, qual o carro que o brasileiro deve comprar?

    • Marcelo Martins

      E a Toyota conseguiu isso de vender carros de valor construtivo baixo por valores premun explorando 2 grandes falhas das montadoras locais; pós-venda eficiente e valorização do carro usado na troca, essas coisas cativam e fidelizam os clientes criando um ciclo….
      O pulo do gato é a fidelização do cliente, estratégia que as outras montadoras não perceberam ainda … algumas estão tentando mudar mas vai levar um tempo e vai ser mais difícil.

      • arts eduardo

        Cara, você acertou em cheio isso! Pós venda é tudo, isso é uma coisa que cativa o comprador a voltar, e a VW que sempre foi a que teve os piores pós vendas agora faz propaganda de nova VW para tentar mudar lsto ….(digo voltar a compra um 0 km)

    • Gutemberg Ferreira

      Perfeita síntese do comportamento do brasileiro médio e do mercado (automotivo ou não) que temos disponível.

    • Observador

      E o pior é que a maioria dessas malas tem Golzinho. kkkkkkk

  • T1000

    “uma ressalva: ele é barulhento. Como é aspirado, ele precisa mostrar
    serviço em regimes mais altos e a rotação facilmente chega aos 4.000
    rpm quando exigido”.
    Caramba NA, vocês como especialistas em carros deveriam saber que a culpa não é do motor, mas do péssimo isolamento acústico na cabine.
    Mais um carro com economia de palito.
    Vai saber onde mais a toyota cortou custos.
    Não vale o que cobram.

  • Emanuel Schott

    Os números do motor não são empolgantes, mas o jeitão de Corolla do sedan me agradaram. Se a Toyota usar isso no marketing, vai vender bem.

  • Gutemberg Ferreira

    ‘plus a mais’ NA ? Esses textos já foram mais bem escritos…

  • PH Sacchi

    Até que fiquei com vontade de conhecer esse carro , mas quando divulgaram os preços percebi que a toyota pesou demais a mão, inacreditável ! se você quiser a versão hatch com um motor digno pelo menos (1.5) ,isso ainda sendo inferior do que alguns rivais terá que desembolsar 75 mil !!!!!!!!! completo absurdo uma vez que seus rivais ao atingir esse valor oferecem muito mais desempenho (polo tsi) o mesmo polo c/ motor 1.6 se tivesse opção at ofereceria mais por bem menos . Faltou opção manual no 1.5 hatch ; Na verdade o catálogo atual ficaria mais justo se o 1.5 viesse na versão de entrada e os demais fossem 1.8 , pelo menos em equipamento a toyota acertou pena que custará caro demais para quem tiver coragem de pagar…

  • Peter

    O Yaris tem um acabamento muito pobre, com painel e portas com plásticos “casca de ovo” finos e de baixa qualidade.
    A falta de ajustes na coluna de direção também é imperdoável (só tem ajuste de altura, e mínimo, muito pequeno mesmo).
    No mais, usar os motores som etios (1.3 de 103 cavalos e 1.5 de 110 cavalos e 14 kgfm de torque com etanol) foi pouco pro preço.
    Passo.

  • Ítalo Figueirôa

    Só não entendi o porque de teto solar nesse carro…

    • nkevin

      Qual é a regra pra ter teto solar?

      • Ítalo Figueirôa

        Eu que te pergunto, qual é a regra?

    • Marcelo Martins

      Eu tb não, afinal é perfumaria e toyoteiro de verdade não gosta disso pq o que importa é um carro simples, sem nada mas confiável …. como sempre é dito por eles ..

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Eu pagaria R$ 53 mil no polo 1. 0 completo mas não pagaria R$ 59.500 no Yaris 1.3. manual

  • Leonardo costa

    Concorrente do HB20, Onix, Cobalt, gol, march, C3, 208, Fit, Logan.

  • TiagoNA

    O que o brasileiro gosta: teto, camera de ré e ser Toyota.
    Mas se nem o corolla consegue se equiparar ao Virtus, esse aí nao passa nem perto…
    Mas vai vender igual água e não acho que seja uma má opção, só acho que não tem nem comparação, portanto, (acredito que) revenda será boa, manutenção q qq mecanico faz (até pq é tudo mecanico e nada eletronico como o Corolla).
    Enfim, bem-vindo :P

  • Daniel

    Toyota abriu mão do design indiano do Etios pra usar o chinês no Yaris.

  • nkevin

    Cara, vou colar aqui o texto extraído diretamente do site da Toyota, da descrição do XLS: “Faróis halógenos projetores com máscara negra e linha guia em LED,”. Vou frisar aqui: LINHA GUIA EM LED também conhecido como DRL.

    • TFSI

      Cara, sinceramente, você ainda insiste no erro. Linha guia de LED é uma coisa, DRL – luz de rodagem diurna ou simplesmente daytime running lamp é outra coisa completamente diferente. Linha guia de LED é o que o Onix tem, Argo idem, além de outros modelos. Ela serve às vezes como a luz de posição ou simplesmente como enfeite, não tem luminosidade para ser uma luz de rodagem diurna. Fora que todos os veículos de imprensa estão informando que o carro não vem com DRL de fábrica e sim à parte, como acessório. Veja o link que lhe mandei anteriormente e interprete melhor, leia cada linha e parágrafo.

  • Robert

    Motor aspirado barulhento, design interno feio e ultrapassado, rodas pequenas, pessimo custo/beneficio. O que faltou para a Toyota piorar esse carro? Afff

    • Jefferson Ferreira

      ele é um toyota… segue o padrão de todos os carros da marca

  • Guilherme Batista

    Ja até cansei de comentar o quanto acho esse carro horroroso em todos os sentidos, mas minha dúvida agora é:

    Vejo fotos dele com e sem aquelas luzes LED DRLs. Isso muda pra cada versão ou é só os modelos internacionais que tem?

  • Duh

    Veio bem lixento, seria uma reestilização forte do Etios, só pelo isolamento acústico que não cumpre seu dever já da pra saber como foi bem feito.

    • Raul Pereira

      Verdade! Na apresentação se gabaram do isolamento acústico dele.
      Mas temos que ver que a proposta não e igual a do Polo, eh de conforto e economia para os clientes Toyota, que pensam de um jeito próprio. Colocando os dois na balança, ainda estou do lado do VW, mas gostaria de acompanhar mais detalhes do Yaris.
      Motor ja se mostrou não muito alinhado, mesmo melhorado. Não tem freio a disco nas 4.
      Falta ver o Latin NCAP dele.

  • Charles Magalhães

    Não acho que anda mais que o Etios Manual…são quase 200kg a mais nesse CVT!

  • carnero

    Agora a Honda afunda de vez….

  • Romualdo Vieira

    Tira esse “Plus a mais” aí, NA. Ficou bem feio!

  • Ainnem Agon

    Design interior tão pobre quanto carro chinês.

  • Emerson Soares

    Essa moldura do farol de milha não me agradou. Muito simples e não casa com o estilo do carro. No restante todos os outros aspectos estão satisfarios. Vai vender igual pão quentinho de padaria.

  • hinotory O

    Lateralmente é feio pra caramba.

  • Pedro Cunha

    Um etios com “banho-de-loja”, mais “bem-nutrido” e com um tapinha do “pitanguy”.
    Bom pra quem gosta de se enganar, ops, consumidor brasileiro.

  • Fábio A.

    Bem sem graça.. Merecia uma motorização melhor nas versões top de linha.

  • FocusMan

    Esse parachoque frontal vai ser a festa das funilarias… A unidade Hatch Azul de teste já estava com um GAP enorme entre ele e o Paralama.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email