Chevrolet Crossovers SUVs

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Disponível no mercado brasileiro há mais de dois anos, o Chevrolet Tracker Premier se posiciona hoje como a versão topo de linha do crossover compacto no País. Ele substituiu o Tracker LTZ em 2017, trazendo como diferencias recursos como controles de estabilidade e tração, até então indisponíveis na gama do carro.


Além dos itens de segurança (o que inclui também o assistente de partida em rampas), o Tracker Premier tem outros bons equipamentos de conforto, tecnologia, visual e acabamento, como alerta de colisão frontal e de saída de faixa, chave presencial, banco do motorista com ajuste elétrico lombar, rodas aro 18 e teto solar elétrico.

Outro destaque do crossover de entrada da Chevrolet é o motor 1.4 turbo com câmbio automático de seis marchas, conjunto mecânico herdado do Cruze. Hoje, porém, boa parte dos SUVzinhos compactos já usam motores turbo (alguns somente nas versões mais caras).

Abaixo, você pode conferir os principais detalhes do Tracker Premier:

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Chevrolet Tracker Premier – detalhes

Este é o Tracker mais completo que o seu dinheiro pode comprar na atualidade. Importado do México, o modelo se diferencia do Tracker LT por recursos visuais, de acabamento, de conforto e sobretudo de segurança.

Tem itens como seis airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, alerta de ponto cego e de saída de faixa, alerta de movimentação traseira em marcha a ré, alerta de colisão frontal, teto solar elétrico, rodas de alumínio de 18 polegadas, entre outros.

Fica devendo, porém, itens como faróis com acendimento automático, sensor de chuva, retrovisor interno eletrocrômico e ar-condicionado automático digital, recursos ofertados por praticamente todos os outros SUVs compactos da mesma faixa de preço.

Depois da reestilização, o Tracker assumiu um visual mais moderno e agressivo. A dianteira tem formas mais horizontais, enquanto a traseira é marcada por linhas mais verticais por conta das lanternas. O interior, por sua vez, recebeu um acabamento mais refinado, com apliques em couro no painel e em regiões onde os passageiros têm mais contato, como descansa-braço e painéis de porta.

Por outro lado, decepciona um pouco no espaço, sobretudo para os ocupantes traseiros. Atrás, os passageiros viajam com aperto nas pernas, ombros e cabeça, visto que esta versão tem o teto mais baixo por conta do teto solar.

O porta-malas também não é dos maiores, aliás, é um dos menores da categoria, com capacidade para 306 litros de bagagens com o banco traseiro em posição normal ou 735 litros com o banco traseiro rebatido.

No conjunto mecânico, o 1.4 turbo entrega um bom desempenho, sobretudo por conta do torque disponível em baixas rotações. Porém, se por um lado há uma boa performance, por outro o carro não dispõe de boas médias de consumo de combustível.

A direção é elétrica do tipo progressiva, que fica mais rígida conforme o aumento da velocidade.

Chevrolet Tracker Premier – versões

Hoje o Tracker na variante Premier está disponível em duas configurações diferentes. A mais cara se diferencia somente por recursos extras de segurança que você pode conferir a seguir na seção de equipamentos.

Veja os modelos disponíveis na linha do Chevrolet:

  • Chevrolet Tracker Premier I
  • Chevrolet Tracker Premier II

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Chevrolet Tracker Premier – equipamentos

Chevrolet Tracker Premier I

Segurança: airbag duplo frontal, freios ABS com EBD, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, assistente de partida em rampas, alerta de ponto cego, alerta de movimentação traseira em marcha a ré, luzes de posição e de condução diurna em LED, faróis e lanterna de neblina, faróis dianteiros tipo projetor, encosto de cabeça e cinto de três pontos para todos os ocupantes, sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis, entre outros.

Conforto: banco do motorista com ajuste de altura e regulagem lombar elétrica, banco do passageiro dianteiro rebatível, banco traseiro bipartido e rebatível, direção elétrica progressiva, ar-condicionado manual, chave presencial, partida do motor por botão, piloto automático com comandos no volante, descansa-braço para o motorista, descansa-braço traseiro com dois porta-copos, porta-revistas nos bancos dianteiros, teto solar elétrico, vidros elétricos nas quatro portas com acionamento por um toque, anti esmagamento e fechamento e abertura pela chave, trava elétrica das portas, entre outros.

Visual e acabamento: rodas de alumínio de 18 polegadas, maçanetas internas e externas cromadas, lanternas em LED, grade frontal com detalhes cromados, friso cromado na parte superior das portas, retrovisores externos com repetidores de seta e pintura na cor da carroceria, alavanca do freio de mão com detalhe cromado, bancos revestidos em couro, volante revestido em couro, tapetes em carpete, entre outros.

Tecnologia: computador de bordo com dois modos (informações de viagem e informações do carro), volante multifuncional com comandos de rádio e celular, sistema de som com seis alto-falantes e central multimídia MyLink com tela sensível ao toque de sete polegadas, Android Auto, Apple CarPlay, configurações do carro, entradas USB e auxiliar e conexão Bluetooth.

Chevrolet Tracker Premier II

Segurança: ganha airbags laterais e de cortina, alerta de colisão frontal e alerta de saída de faixa.

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Chevrolet Tracker Premier – preços

Confira a seguir os preços do Tracker 0 km na versão Premier:

  • Chevrolet Tracker Premier I: R$ 106.990
  • Chevrolet Tracker Premier II: R$ 110.590

Chevrolet Tracker Premier – cores

Abaixo, você pode conferir o catálogo de cores do Tracker Premier. São cinco tonalidades diferentes, sendo que somente uma delas não possui custo adicional. Veja:

  • Vermelho Glory (metálica, sem custo adicional)
  • Branco Summit (sólida, por R$ 750 adicionais)
  • Preto Ouro Negro (metálica, por R$ 1.600 adicionais)
  • Cinza Graphite (metálica, por R$ 1.600 adicionais)
  • Prata Switchblade (metálica, por R$ 1.600 adicionais)

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Chevrolet Tracker Premier – motor

Debaixo do capô, o Tracker Premier 2020 ostenta um motor 1.4 litro turbo da linha Ecotec. Esta unidade é dotada de quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro (16 válvulas no total), turbocompressor, injeção direta de combustível, duplo comando de válvulas variável, bloco e cabeçote de alumínio e tecnologia flex.

Ele consegue desenvolver 150 cavalos de potência quando abastecido com gasolina, a 5.600 rpm, e 153 cv com etanol, a 5.200 rpm. Já o torque é de 24 kgfm, a 2.100 rpm, e 24,5 kgfm, a 2.000 rpm, respectivamente – todavia, 90% dessa força está disponível a partir de 1.500 giros. Trata-se do mesmo motor do Cruze e Cruze Sport6.

Junto a este propulsor está uma transmissão automática de seis velocidades, que dispõe de opção de trocas manuais por meio de um nada prático botão posicionado na alavanca. Este câmbio tem acerto de marchas priorizando a economia de combustível, com trocas antecipadas em giros mais baixos.

Outro recurso do conjunto é o sistema start/stop, que desliga o motor em paradas curtas (como em semáforos) para ajudar no consumo de combustível. Há também direção elétrica progressiva, que fica mais rígida em velocidades mais elevadas para garantir maior segurança ao motorista.

Na linha reestilizada, o Tracker ganhou um novo acerto de suspensão priorizando o conforto no dia a dia e também uma maior estabilidade em velocidades mais altas, além de reduzir a rolagem da carroceria em curvas. Recebeu melhorias nas molas, amortecedores e balanço.

Decepciona, porém, por contar com freio a disco somente nas rodas dianteiras. Vale ressaltar que modelos como Honda HR-V, Jeep Renegade, Peugeot 2008 e Volkswagen T-Cross dispõem de freio a disco nas quatro rodas.

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Chevrolet Tracker Premier – consumo

Apesar de contar com motor turbo, o Tracker não é um dos crossovers mais eficientes do segmento quando o assunto é consumo de combustível. Na comparação relativa na categoria nos testes do Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o modelo levou nota “D”.

Confira a seguir os números de consumo do Tracker 1.4 Turbo na versão Premier:

  • Consumo de 7,3 km/l na cidade e 8,2 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 10,6 km/l na cidade e 11,7 km/l na estrada com gasolina;
  • Nota “D” na comparação relativa na categoria e “C” na comparação absoluta geral do Inmetro.

Chevrolet Tracker Premier – desempenho

Veja os números de desempenho do Tracker 1.4 Turbo, conforme os dados divulgados pela Chevrolet:

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos;
  • Velocidade máxima de 198 km/h.

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Chevrolet Tracker Premier – garantia e revisões

O Tracker é vendido pela Chevrolet com garantia de fábrica de três anos, sem limite de quilometragem.

A respeito das revisões, a marca disponibiliza em seu site os preços tabelados até os 100 mil quilômetros rodados ou 10 anos de uso (o que ocorrer primeiro). Confira:

  • Revisão de 10.000 km ou 1 ano: R$ 368
  • Revisão de 20.000 km ou 2 anos: R$ 740
  • Revisão de 30.000 km ou 3 anos: R$ 516
  • Revisão de 40.000 km ou 4 anos: R$ 832
  • Revisão de 50.000 km ou 5 anos: R$ 516
  • Revisão de 60.000 km ou 6 anos: R$ 740
  • Revisão de 70.000 km ou 7 anos: R$ 536
  • Revisão de 80.000 km ou 8 anos: R$ 832
  • Revisão de 90.000 km ou 9 anos: R$ 516
  • Revisão de 100.000 km ou 10 anos: R$ 1.268

Sendo assim, o Tracker 2020 tem custo de revisão até os 60 mil quilômetros rodados ou seis anos de uso de R$ 3.712.

Nas revisões, a Chevrolet inspeciona ou substitui várias peças e fluidos. Os serviços incluem a inspeção de itens como fluido de freio, filtro de ar-condicionado, pastilhas e discos de freio, amortecedores, rodas, pneus, sistema de direção, freio de estacionamento, sistema elétrico e de iluminação, lavadores, juntas homocinéticas, faróis, ar-condicionado, cintos de segurança, entre vários outros.

Há a substituição do filtro do ar-condicionado, filtro de ar, filtro de combustível, filtro de óleo, óleo do motor, anel de vedação do bujão do cárter, fluido de freio, entre outros.

Chevrolet Tracker Premier – concorrentes

Hyundai Creta Prestige 2.0 AT – R$ 107.990

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Um dos principais rivais do Tracker 2020 é o Creta, da Hyundai, que se posiciona como um dos SUVs mais vendidos do Brasil. Este modelo na versão topo de linha Prestige tem bons equipamentos e um motor 2.0 litros flex aspirado, que rende até 166 cv e 20,5 kgfm, atrelado a um câmbio automático de seis marchas.

O Creta Prestige sai equipado de fábrica com recursos como faróis com projetor e luzes diurnas em LED, rodas aro 17, bancos em couro marfim e marrom, seis airbags, ar-condicionado automático digital, sensores de luz e chuva, piloto automático, saída de ar traseira, partida do motor por botão, chave presencial, central multimídia com tela de sete polegadas, entre outros.

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI – R$ 109.990

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Assim como o Tracker, o Volkswagen T-Cross 2020 tem motor turbo em todas as versões. No caso do modelo topo de linha Highline, há um propulsor 1.4 TSI turbo flex de até 150 cv e 25,5 kgfm, combinado a uma transmissão automática de seis velocidades.

Ele tem seis airbags, ar-condicionado digital, bancos em couro, retrovisor interno eletrocrômico, frenagem automática pós-colisão, sensores de luz e chuva, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, volante multifuncional em couro com paddle shifts, chave presencial, partida por botão, detector de fadiga do motorista, câmera de ré, entre outros.

Jeep Renegade Limited 1.8 AT – R$ 109.990

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Outro concorrente direto do Tracker Premier é o Renegade em sua versão Limited, a configuração mais completa do Jeep com motor flex. Ele só peca no motor, já que usa o 1.8 flex de até 139 cv e 19,2 kgfm, com câmbio automático de seis marchas, um tanto quanto inadequado para um carro tão pesado. Custa quase R$ 110 mil.

É bem equipado, com direito a sete airbags, ar-condicionado de duas zonas, faróis e lanternas em LED, câmera de ré, direção elétrica, freio de estacionamento eletrônico, monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia com tela de 8,4 polegadas, rodas de liga-leve aro 19, sensores de luz e chuva, painel de instrumentos com tela de sete polegadas, entre vários outros.

Honda HR-V EXL 1.8 CVT – R$ 113.400

Tracker Premier: equipamentos, motor, consumo, preços, concorrentes

Por último, mas não menos importante, o Honda HR-V EXL é mais caro que o Tracker Premier mais completo, mas é o modelo que briga diretamente com esta configuração do Chevrolet. Tem motor turbo só no HR-V Touring. Este usa um 1.8 flex aspirado de 140 cv e 17,4 kgfm, com câmbio CVT que simula sete marchas.

Oferece seis airbags, freio de estacionamento eletrônico, luzes diurnas e lanternas traseiras em LED, ar-condicionado digital com comandos touchscreen, central multimídia com tela de sete polegadas e câmera de ré, bancos e volante em couro, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, sensor crepuscular, entre outros.

Chevrolet Tracker Premier – ficha técnica

Motor

1.4 Ecotec Turbo SIDI Flex

Tipo

Dianteiro, transversal, turbo, gasolina e etanol

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm³

1.399

Válvulas

16

Taxa de compressão

10:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Potência Máxima

150 cv com gasolina, a 5.600 rpm, e 153 cv com etanol, a 5.200 rpm

Torque Máximo

24 kgfm com gasolina, a 2.100 rpm, e 24,5 kgfm com etanol, a 2.000 rpm

Transmissão

Tipo

Automática de 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado na dianteira e tambor na traseira

Direção

Tipo

Elétrica

Suspensão

Dianteira

McPherson, independente com barra estabilizadora

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Liga-leve de 18 polegadas

Pneus

215/55 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.258

Largura sem retrovisores (mm)

1.776

Altura (mm)

1.678

Distância entre os eixos (mm)

2.555

Capacidades

Porta-malas (litros)

306

Tanque (litros)

53

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

416

Peso em ordem de marcha (kg)

1.413

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

0,35

Chevrolet Tracker Premier – fotos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • El Gato!

    SUVzinho “honesto”, um carrinho para ser observado com atenção por quem quer adquirir um veículo deste segmento. A GM já trabalha com boas margens de desconto nas concessionárias… os valores agora tendem a ficar mais convidativos ainda, visto a chegada do novo modelo.

    • Willie Cicci

      Não acho, acabamento muito fraco, mal equipado, lista de itens de segurança escassa, apertado. Só prestam motor e câmbio.

  • Wallison Dos Santos Lemos

    A nova Tracker evoluiu em diversos aspectos, mas não terem introduzido o 1.4 turbo do Cruze foi uma mancada terrível. Esse é um dos melhores motores da linha Chevrolet disponível em mercados da América Latina, e infelizmente daqui a pouco ficará exclusivo do Cruze.

  • th!nk.t4nk

    Apesar do interior antiguinho, é bem mais carro que esse novo pseudo-Tracker que estão lançando. Uma pena que mais uma vez o mercado brasileiro vá receber um produto inferior ao que sucede.

    • Willie Cicci

      Na verdade ele é bem meia boca também, acabamento fraco e mal equipado. A única coisa que presta é o motor e cambio. E só.

      • th!nk.t4nk

        Sim, me referia mais a aspectos estruturais. Em termos de acabamento e equipamentos é igualmente fraco.

  • Henrique

    Correção : o motor da versao premier é na verdade 1.2 e nao 1.4

    • Helder

      esse eh o tracker antigo, o 1.2 eh o novo pra terceiro mundo que estão lançando agora.

  • Claudio

    Vale a pena esse carro 2020,se o preço cair bem.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email