Chevrolet Linha 2020 SUVs

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

O Chevrolet Trailblazer 2021 está presente no mercado brasileiro há poucos anos, substituindo a lendária Blazer, que surgiu por aqui nos anos 90.


Com preços a partir de R$ 269.850 , o SUV não seguiu a regra de seus principais rivais, como o Toyota SW4 e o Mitsubishi Pajero, não adotando versões mais simples que a topo de linha, como fez também sua irmã, a picape S10.

A GM decidiu que apenas a versão mais cara seria suficiente para atender os consumidores comuns, mas – embora não tenha tornado oficial – desenvolveu também uma variante para emprego em frotas policiais, inclusive com unidades sendo preparadas para obter maior performance na Polícia Civil de São Paulo.

Chevrolet Trailblazer – história

Em 1982, a GM lançou nos EUA um utilitário esportivo nascido com porte compacto (para o padrão americano) e derivado da picape S-10, recentemente lançada. Além dos EUA e Canadá, apenas a Venezuela produziu o modelo.

Equipado com motor de quatro ou seis cilindros em V, o primeiro Chevrolet Blazer tinha desde um motor 1.9 da Isuzu até o conhecido Vortec 4.3. O SUV existia em duas configurações de carroceria, uma curta com duas portas e outra longa com quatro. Na GMC, o modelo era chamado S-15 Jimmy, que mudou para apenas Jimmy em 1992.

Em 1995, a GM lançou a segunda geração da Blazer, mas agora como um modelo global. Essa segunda geração é importante pelo fato de ter o modelo sido vendido em diversos países do mundo e sob várias marcas.

Além dos GMC Jimmy, foi vendido como Opel Blazer e Chevrolet Trailblazer, mas nesse caso em uma atualização entre 1999 e 2001. Aqui no Brasil, o modelo recebeu um design exclusivo e logo virou sensação, visto que a rival Ford Explorer era importada. Sendo fabricado em São José dos Campos-SP, o SUV dominou o segmento por muitos anos até a ascensão da Toyota SW4.

No Brasil, a Chevrolet Blazer ganhou contornos mais suaves e harmônicos que o modelo americano, além de ser vendido apenas com quatro portas. Sua motorização de entrada era um 2.2 de quatro cilindros e injeção monoponto, oriundo do Vectra.

Com 106 cv, era considerado fraco para as pretensões do modelo. Junto com ele veio o potente V6 4.3 Vortec de 180 cv com câmbio manual de cinco marchas ou automático com quatro. Havia opção de tração 4×2 ou 4×4 e a versão DLX Executive era a mais desejada, tendo elementos dourados e a famosa cor verde.

Pouco tempo depois, ainda nos anos 90, o Chevrolet Blazer ganhou um motor diesel 2.5, que entregava somente 95 cv. No entanto, este se mostrou fraco e em 1998, foi substituído pelo MWM Sprint 2.8 de 132 cv, que com o passar dos anos alcançou 140 cv.

O 2.2 logo passou a ser 2.4 e ganhou muito mais cavalos. Já o Vortec 4.3 ampliou a potência para 192 cv. Por 15 anos, o modelo foi produzido com facelifts e essa variação de motores, até a chegada da segunda geração (no Brasil).

Nos EUA, no entanto, o Chevrolet Blazer virou Trailblazer em 1999. Era essencialmente o mesmo carro, mas com um pesado facelift. Era bem próximo do modelo brasileiro, mas durou apenas dois anos, quando nasceu uma nova geração, maior e mais robusta, oferecendo opção de entre-eixos (e tamanho) maior.

Foi vendido até como Saab 9-7x e Isuzu Ascender.

Esse Trailblazer americano tinha motor seis em linha 4.2, além de duas opções de V8, sendo um 5.3 e outro 6.0. Seu porte já não era mais médio. Em 2009 saiu de linha para ser ressuscitado como um modelo brasileiro e global três anos depois.

Chevrolet Trailblazer – nova geração

A nova geração chegou em 2012, trazendo um visual bem mais moderno e uma proposta igualmente global, tendo gerado um equivalente da Isuzu, chamado MU-X, bem como a versão internacional, exatamente igual, renomeada Colorado 7.

Aqui, a GM introduziu nela apenas dois motores: V6 3.6 de 239 cv, inicialmente sem injeção direta, e um diesel 2.8 CDTI, Duramax. No exterior, ainda existe um motor diesel menor, um 2.5 litros de 150 cv.

Aqui, o 2.8 tem 200 cv, enquanto no exterior não passa de 180 cv. Agora V6 3.6 SIDI oferece 277 cv no Brasil.

Este era feito pela MWM em Caixas do Sul-RS, mas a empresa brasileira decidiu fechar aquela planta e a produção passou a ser feita pela própria GM. Também o Trailblazer recebeu apenas transmissão automática de seis marchas.

Mas, o nome do modelo sempre esteve associado com a da Blazer, mas este retornará. Não no Brasil.

Da mesma forma que o Trailblazer americano teve seu porte reduzido, o Equinox também. No entanto, o lugar das duas gerações deste último ficou vago, mas será preenchido em 2018 pelo novo Chevrolet Blazer, que utiliza monobloco e assume um proposta mais asfáltica. Este não chegará ao mercado brasileiro.

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

Chevrolet Trailblazer 2021 – detalhes

O Chevrolet Trailblazer 2021 é oferecido apenas na versão diesel, sendo o equivalente ao que vemos na S10 High Country 2021. Na frente, os faróis vem com LEDs diurnos e o novo para-choque arredondado e aerodinâmico.

Bem requintada, a grade dupla cromada dá um ar de ostentação ao modelo. Há cromados em toda parte, com maçanetas, barras no teto, lanternas traseiras de LED, tampa do porta-malas e retrovisores, entre outros, adornados com esse acabamento. As rodas de liga leve aro 18 polegadas são vistosas e diamantadas.

Por dentro, o ambiente é bem moderno e luxuoso no Chevrolet Trailblazer 2021. Instrumentação e sistemas de ar-condicionado e funções diversas são bem acabados, assim como as portas.

Os difusores de ar metalizados e o acabamento soft touch também contribuem. O volante antigo depõe contra o habitáculo rejuvenescido, embora a ergonomia geral seja muito boa.

Nas duas fileiras, o ar-condicionado tem ajuste de velocidade e difusores fixados no teto. O acabamento é em couro marrom, tendo o banco do motorista ajuste elétrico e a segunda fileira com ajustes de inclinação e rebatimento para acesso fácil à terceira fileira, que tem encostos retráteis.

O espaço geral continua bom e todo o ambiente é protegido com airbags de cortina, além de laterais e frontais. Cintos completos e Isofix igualmente estão por lá.

Outro destaque do Chevrolet Trailblazer 2021 é a multimídia MyLink 3, que tem projeção de smartphones Car Play e Android Auto, o que é muito bom para aumentar a conectividade a bordo.

Ela vem ainda com OnStar no display de 8 polegadas sensível ao toque, além dos botões tradicionais no espelho interno. O navegador GPS é bom e agora tem mapa 3D. Comandos de voz facilitam a operação da multimídia.

Alerta de colisão e mudança de faixa se juntam ao alerta de movimentação traseira e ao aviso de ponto cego. O primeiro indica a aproximação de um veículo, ciclista ou pedestre durante uma manobra de estacionamento, garantindo maior segurança.

Já o segundo avisa de objetos que estejam próximos demais do veículo e fora do campo visual. A câmera de ré e o sensor de estacionamento dianteiro também ajudam muito nas manobras do Chevrolet Trailblazer 2021.

O porta-malas tem espaço reduzido com sete ocupantes. São apenas 205 litros, suficientes apenas para pequenas sacolas de compras.

Mas, a terceira fileira é facilmente rebatível e integrada ao assoalho, permitindo assim que se crie uma plataforma plana para bagagens e outros objetivos, além do rebatimento da segunda fileira, que amplia ainda mais o volume interno disponível.

Ruim é a tampa do porta-malas não ter abertura elétrica. Ela é um pouco pesada.

De qualquer forma, o Chevrolet Trailblazer 2021 é feito para levar a família e bagagem, além de ser muito boa para receber engate de trailer (há assistente de reboque para isso) ou bagageiro fechado no teto, apesar da altura. Apenas o Equinox 2020 tem abertura elétrica da tampa do bagageiro com nivelador.

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

Chevrolet Trailblazer 2021 – novidades

Após a atualização visual da S10 2021, a Chevrolet anunciou as mesmas mudanças para a Trailblazer 2021. As novidades foram divulgadas em agosto de 2020, com as vendas do novo modelo começando em setembro.

O que mudou? Bem, a Trailblazer 2021 ganhou o mesmo visual da S10 High Country, com nova grade frontal bipartida, com o nome da marca em destaque e a gravata dourada deslocada para o lado esquerdo do SUV. O para-choque também foi redesenhado.

A única diferença nesse aspecto em relação à picape é a cor das barras na grade, que são cromadas na Trailblazer 2021 e em preto brilhante na picape.

Além disso, a lista de equipamentos do utilitário, que continua sendo vendido em versão única, foi aumentada. Agora, ele vem com a nova central multimídia MyLink com tela de 8 polegadas e conexão Android Auto e Apple Carplay sem fio. Outro recurso desse equipamento é a internet 4G com WiFi, permitindo conectar 7 aparelhos num raio de 15 metros.

A câmera de ré também foi atualizada, tendo agora três modos de visualização. Um deles é específico para engate de trailer com linhas demarcatórias, incluindo a função zoom para observar o engate.

A Trailblazer 2021 também ganhou alerta de colisão om frenagem automática e novas rodas de 18 polegadas. A parte mecânica segue apenas com o motor 2.8 turbodiesel de 200 cv e 51 kgfm de torque, mas com nova turbina e ajustes na central eletrônica, o que melhorou seu desempenho e diminuiu a aceleração até os 100 km/h para os 10,3 segundos.

Mudanças anteriores (linha 2020)

Em junho de 2019, a Chevrolet anunciou a linha 2020 da Trailblazer e decidiu renomear a versão mais cara (agora a única), que deixou de ser LTZ para receber a denominação Premier.

O modelo grandalhão também recebeu atualizações no sistema OnStar. Agora, os atendentes do serviço indicarão o serviço de concierge diretamente para o Waze ou Google Maps através do Android Auto. Pelo menos inicialmente, os usuários do serviço pelo Apple CarPlay ficam sem essa novidade.

Depois dessas novidades, a Chevrolet enxugou mais ainda a linha da Trailblazer 2020. Em novembro de 2019, o modelo perdeu sua versão a gasolina, que utilizava o motor 3.6 V6 de 277 cv, ficando apenas com o 2.8 turbodiesel de 200 cv.

Segundo a GM, essa mudança foi feita por um motivo simples: as vendas já eram quase que totalmente voltadas para a versão diesel. Com isso, a linha da Trailblazer ficou bem mais cara, já que a versão a gasolina custava R$ 40 mil a menos.

Mudanças anteriores (linha 2019)

O Chevrolet Trailblazer 2019 recebeu como novidades, melhorias na motorização turbodiesel, com foco na redução do consumo de combustível e na diminuição dos níveis de vibração e ruído. Com isso, ele ficou ligeiramente mais rápido na aceleração de 0 a 100 km/h.

A tecnologia CPA (Centrifugal Pendulum Absorber) otimiza o acoplamento da transmissão em rotações mais baixas, dando a sensação de melhor aceleração, retomada de velocidade e menor consumo de combustível, fazendo o veículo responder mais prontamente aos comandos do acelerador.

Além disso, o Chevrolet Trailblazer 2019 recebeu mais alterações, desta vez tanto no propulsor quanto na transmissão automática de seis marchas, que agora contam com uma nova calibração e um novo sistema de gerenciamento elétrico. As modificações melhoram de 15% a eficiência energética.

Com isso, o Chevrolet Trailblazer 2019 agora faz 8,4 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada. Outra melhoria é a autonomia elevada para 800 km, o que equivale a 106 km a mais a cada abastecimento completo.

De 0 a 100 km/h em 10,4 segundos, o desempenho teve uma melhora de 0,2 s na aceleração e a velocidade máxima é de 180 km/h (limitada).

Além disso, o Chevrolet Trailblazer 2019 passa a contar com um novo padrão de logotipos com o nome do veículo na parte inferior das portas e na esquerda da tampa do porta-malas, enquanto o nome da versão de acabamento fica no lado direito da peça.

Além das cores já conhecidas, o SUV passa a adotar o Vermelho Edible Berries.

Chevrolet Trailblazer 2021 – versões

  • Chevrolet Trailblazer Premier 2.8 CDTI 2021

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

Chevrolet Trailblazer 2021 – equipamentos

Chevrolet Trailblazer Premier 2.8 CDTI 2021 – Motor diesel 2.8 de 200 cv e transmissão automática de seis velocidades, tração 4×4 com reduzida, mais ar-condicionado automático, direção elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, travamento elétrico nas quatro portas, retrovisores com ajustes e rebatimento elétrico, faróis com ajuste de altura e LEDs diurnos, grade cromada, detalhes cromados exteriores, rodas de liga leve aro 18 polegadas diamantadas, pneus 265/60 R18, escape cromado, lanternas em LED, retrovisores cromados com repetidores de direção, barras longitudinais no teto, bancos com revestimento em couro, banco do motorista com ajustes elétricos, banco traseiro bipartido e ajustável longitudinalmente, porta-copos no painel, chave eletrônica com partida remota, botão de partida, volante multifuncional com acabamento em couro, ajuste da coluna de direção em altura, porta-luvas iluminado, luzes de leitura, alças no teto, alças nas colunas A e B, estribos laterais, para-barro, alerta de colisão com frenagem automática, alavanca de câmbio em couro e cromo, painel de instrumentos com computador de bordo, detalhes cromados e em cinza no acabamento interno, maçanetas cromadas, retrovisor eletrocrômico, comandos do OnStar no teto, porta-óculos, tapetes em tecido e borracha, multimídia MyLink 3, tela sensível ao toque de 8 polegadas, câmera de ré, navegador GPS com mapas em 2D ou 3D, sistema OnStar Exclusive na tela da multimídia, Google Android Auto com navegadores Waze e Maps, Apple Car Play, comandos de voz, conexão Bluetooth, entradas USB e auxiliar, tomadas de 12V, acendedor de cigarros, apoio de braço central nos bancos dianteiros e traseiro (com porta-copos), alarme, alerta de colisão visual e sonoro com ajuste de distância, aviso de invasão de faixa de rolamento com alerta visual e sonoro, alerta de movimentação traseira,  aviso de ponto cego, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, freios ABS com EDB, controle de estabilidade, controle de estabilidade com reboque, controle de tração, controle de descida, assistente de partida em rampa, Isofix, bloqueio eletrônico do diferencial, tração 4×2/4×4/4×4 com reduzida, freios a disco nas quatro rodas, airbag duplo frontal, airbags laterais, airbags de cortina, cintos de três pontos para todos, apoios de cabeça para todos, difusores de ar condicionado para segunda e terceira fileira, lavador e limpador do vidro traseiro com desembaçador, luzes de neblina, faróis de neblina, luz auxiliar de freio, proteção na base das portas e para-choques, antena no teto, detalhes internos em preto brilhante, material soft touch nos revestimentos, porta-objetos diversos, controle de cruzeiro, entre outros.

Chevrolet Trailblazer 2021 – preços

  • Chevrolet Trailblazer Premier 2.8 CDTI 2021 – R$ 269.850

*Preços com base no configurador online da Chevrolet em agosto de 2020.

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

Chevrolet Trailblazer 2021 – motor

O único propulsor é o conhecido como Duramax ou 2.8 CDTI, que fornece 200 cv e ótimos 51 kgfm, o maior torque do segmento de picapes médias no Brasil. Maior que isso só a RAM 2500, já classificada como caminhão.

Chevrolet Trailblazer 2021 – desempenho

  • Chevrolet Trailblazer 2.8 2021 – 10,3 segundos e 180 km/h

O Chevrolet Trailblazer 2021 melhorou bastante em termos de performance com a nova calibração do conjunto mecânico. Ao todo, o utilitário esportivo da General Motors recebeu 50 alterações.

Direção elétrica, coxins de carroceria, freios maiores, coxins hidráulicos de motor e câmbio (diesel), entre outros, fazem parte das mudanças, que deixaram o utilitário esportivo mais confortável ao dirigir. Outra alteração foi no isolamento acústico, que melhorou sensivelmente.

No Chevrolet Trailblazer 2021, a aerodinâmica foi melhorada, assim como a segurança geral. Mais leve e eficiente em manobras, a direção elétrica atualizada contribui bastante para a condução.

A GM também mexeu no sistema elétrico para tornar o veículo mais eficiente em consumo. O veículo ficou mais neutro e estável, mesmo em manobras mais arrojadas, realizadas em um teste fechado num estacionamento. Os pneus agora são de baixa resistência à rolagem.

Os freios ganharam mais força, enquanto a suspensão ficou mais acertada, garantindo segurança e ao mesmo tempo conforto. Para viagens longas, a Chevrolet Trailblazer 2021 continua sendo uma ótima opção para a família, mesmo com boa capacidade off-road. O propulsor 2.8 CDTI garante muita força em baixa, trabalho suave e grande autonomia.

Com mudanças importantes, o Chevrolet Trailblazer 2021 – assim como a Chevrolet S10 2021 – apresentam ausência de alguns itens, entre eles coluna de direção regulável em profundidade, bem como apresenta volante antigo e a falta de ajuste longitudinal da segunda fileira, que poderia ampliar o espaço para pernas na terceira fileira.

Controle de cruzeiro adaptativo, correção de direção em mudança de faixa involuntária ou abertura elétrica do porta-malas, por exemplo, fazem falta. Mas, ainda assim, o Chevrolet Trailblazer 2021 é interessante pelo custo-benefício.

Trailblazer 2021: preço, consumo, revisão, motor (fotos e detalhes)

Chevrolet Trailblazer 2021 – consumo

Cidade

  • Chevrolet Trailblazer 2.8 2021 – 8,4 km/litro no diesel

Estrada

  • Chevrolet Trailblazer 2.8 2021 – 10,5 km/litro no diesel

Chevrolet Trailblazer 2021 – manutenção e revisão

Revisão

Custo

Custo

Quilometragem

Preços 3.6 (descontinuada)

Preços 2.8

10.000 km

R$ 520

R$ 404

20.000 km

R$ 1.212

R$ 1.056

30.000 km

R$ 980

R$ 1.224

40.000 km

R$ 1.212

R$ 1.056

50.000 km

R$ 912

R$ 756

60.000 km

R$ 1.276

R$ 1.544

Chevrolet Trailblazer 2021 – ficha técnica

Motor

2.8 CDTI

3.6 V6 SIDI (descontinuado)

Tipo

Dianteiro longitudinal, Turbo Diesel

Dianteiro longitudinal e Gasolina

Número de cilindros

4 em linha

6 em V

Cilindrada em cm3

2776

1984

Válvulas

16

24

Taxa de compressão

16,5:1

11,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Direta

Direta

Potência Máxima Líquida (ABNT NBR 5484)

Diesel: 200 cv @ 3600 rpm

Gasolina: 277 cv @ 6400 rpm

Torque Máximo Líquido (ABNT NBR 5484) 

Diesel: 51,0 kgfm @ 2000 rpm

Gasolina: 35,7 kgfm @ 3700 rpm

Transmissão

Tipo

Automática 6 marchas

Automática 6 marchas

Freios

Tipo

Disco ventilado / Disco

Disco ventilado / Disco

Direção

Tipo

Elétrica

Elétrica

Suspensão

Dianteira

Independente com braços sobrepostos e barra estabilizadora

Independente com braços sobrepostos e barra estabilizadora

Traseira

Eixo rígido

Eixo rígido

Rodas e Pneus

Rodas

Liga Leve aro 18 polegadas

Liga Leve aro 18 polegadas

Pneus

265/55 R18

265/60 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)

4887

4887

Largura sem retrovisores (mm)

1902

1902

Altura (mm)

1844

1844

Distância entre os eixos (mm)

2845

2845

Capacidades

Porta-malas (litros)

205

205

Tanque (litros)

76

76

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

589

614

Peso em ordem de marcha (kg)

2161

2106

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

ND

Chevrolet Trailblazer 2021 – fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

    Quem somos

    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

    Notícias por email