Comprando e Vendendo Mercado

Trocando de carro em tempos difíceis

vw-gol-g42-700x466 Trocando de carro em tempos difíceis

Nós que escrevemos sobre carros normalmente somos consultados sobre que carro comprar, como financiar, por onde começar, etc. Eu normalmente não indicaria, por exemplo, trocar de carro em um momento econômico instável como o atual. Primeiramente porque os valores estão muito mais altos do que o normal, e o segundo motivo é por um simples fator preventivo – ter algum dinheiro guardado e poucas dívidas em tempos de vacas magras é importante. Esse ano, mais precisamente nas duas últimas semanas de fevereiro, acabei fugindo à regra e fui atrás da troca de meu Gol G4 2013.



A intenção: trocar o 1.0 que estava me cansando, por um carro 1.4 ou 1.6 mais equipado. Valendo na faixa de R$ 21.000,00 na FIPE, esperava pegar até R$ 19.500,00 no meu VW, visto que estava apenas com 12 mil quilômetros rodados, mas era básico. Caso não conseguisse, um amigo me compraria por R$ 19.000,00 à vista. Com R$ 7.500,00 guardados, tinha no mínimo R$ 27.000 para dar de entrada. Como tinha uma boa noção do que queria, não visitei concessionárias cujos modelos não me interessassem realmente.

As visitas não me tiraram muito tempo, principalmente pelo fato de que onde moro, na região de Itajaí, Santa Catarina, não existem muitas concessionárias de cada marca, o que torna a busca mais prática, mas a pesquisa detalhada foi importante.

A começar, fui na Chevrolet. Isso por que minha preferência era o Onix 1.4. O estilo me agrada bastante, a assistência técnica na região é bem elogiada e o bom valor de revenda e baixo índice de manutenção somariam na decisão. De fato, atendimento e assistência chamam atenção. Queria um modelo com valor sem IPI, algo que os comerciais da marca anunciavam loucamente na época. Aí tive minha primeira decepção: o vendedor enrolou o quanto pode para me informar que haviam esses modelos em estoque, mas apenas dois. Mesmo assim, resolvi analisar. O modelo LT com MyLink me foi oferecido à vista, por algo próximo aos R$ 47.000, entre uma negociação e outra. No meu carro, a maior oferta para troca foi R$ 17.500,00. Quase uma hora na loja, o vendedor apostando na mesma conversa, e não apareceu nenhum carro para fazer o teste. Saí decepcionado.

Fui então na Renault. O Sandero teve um dos melhores preços de todos. Devido à uma promoção local e uma boa negociação, saia por pouco mais de R$ 45.000. Porém falhou no atendimento: O avaliador não estava, a concessionária ficou com meu contato e dados e fotos de meu carro, e estou esperando um retorno até hoje. Além do mais, não haveria carros para Test Drive no dia. Como não gosto de comprar de quem não gosta de vender, fui em frente.

Na VW, mesma concessionária em que havia comprado meu carro em 2013. Como já tive um, sei o quanto a mecânica é confiável. Mas o vendedor pecou muito na negociação. Entre um absurdo e outro nos preços, me ofereceram apenas R$ 17.000 em meu carro na troca e tiveram a capacidade de pedir R$ 42.000 em um Up! completo com 8 mil quilômetros de rodagem. O Gol com o mesmo nível de equipamentos e motor 1.6 saiu na faixa de R$ 47.600 e o Fox cerca de R$ 2.000 a mais. Ao ser informado que, além de tudo, precisaria esperar uns 20 minutos para fazer um Test Drive de menos de 1 km, e somado isso a assistência técnica, que portanto também conhecia, e é horrível, saí para não voltar mais.

Nesse mesmo dia, minha última visita: Toyota. Com as boas referências do Etios, conhecido como o “patinho-feio” do segmento, e após montar o modelo no site, pensei que poderia ser um bom negócio. Ao chegar, me deparei com o melhor atendimento até então. Preferência pelo hatch, que é mais bonito no site do que “ao vivo” e me chamou bastante a atenção. Foi a única loja a oferecer no meu carro o que eu esperava, e ainda aumentaram em R$ 500 a oferta após alguma negociação. A assistência técnica, o valor do seguro e a garantia foram pontos atraentes. Não havia modelo 1.5 para testar, e isso no começo me soou mal, mas fui no 1.3 mesmo. O fato é que, apesar de estar na opção mais fraca, o Etios me cativou. Uma direção macia e estável o tempo todo, aliado à um interior prático, sem grandes requintes mas de bom gosto, fazem o Toyota ter atributos de sobra para ser um dos melhores do segmento. O valor do modelo 1.3, que já tinha me agradado bastante, era de R$ 43.000. Já o 1.5, que seria ainda melhor, por algo na faixa de R$ 47.900.

Dando meu carro de entrada e parcelando o restante em 36 prestações, todos até aí saiam entre R$ 55.000 e R$ 60.000, com exceção do Etios 1.3, que não era exatamente minha preferência, e que sairia por pouco mais de R$ 52.000, e do Fox, que estourou a barreira dos R$ 61.000.

O dia encerrou para mim. Tirei uma semana de “folga”, e dedicaria o sábado seguinte à minha última visita. Quem deveria tentar me conquistar era a Hyundai, mas a compra do Etios estava quase certa.

Chegando na concessionária, me deparei com um atendimento excelente, como na Toyota. Porém uma das primeiras surpresas que tive foi das piores: R$ 15.000, foi o valor que davam em meu carro na troca. De fato, já esperava que saísse dali uma das piores ofertas. Porém, o susto foi compensado pelo Test Drive. Mais longo que o da Toyota, e num modelo HB20 1.6, como eu queria. A beleza do carro é indiscutível e interior agrada muito. A direção não me agradou como a do Etios, mas em geral, valeria a compra, tanto que decidi optar pela versão sedan. A assistência e a garantia foram pontos positivos, assim como o seguro. Foi a negociação mais demorada de todas: entrei na loja às 8 horas da manhã e saí depois do horário do fechamento, passado do meio-dia. Porém, dessa vez, com negócio fechado.

O fato é que um HB20S Comfort Plus completo, com motor 1.6, manual, saiu por cerca de R$ 53.000 a prazo, pouco mais de R$ 47.000 à vista. É caro, mas bem vantajoso se comparar à concorrência. Apenas tive que me preocupar em vender meu carro já na segunda-feira, visto que o negócio estava fechado. Me entregaram meu HB20S em uma semana.

No resumo da ópera, não encontrei entre os compactos, direção melhor que a do Etios nem atendimento bom como os das lojas Toyota e Hyundai. Importante frisar: isso na minha região. Mas de fato começo a pensar no motivo dessas duas empresas estarem caminhando contra a crise. O importante é que deu para ver que, mesmo em tempos difíceis, é preciso analisar e possível arrancar bons descontos. O mesmo carro que comprei estava sendo vendido uma semana depois por R$ 55.000… a vista! Diz o vendedor que eu fiz muito “xô-ro-rô”, mas no fim das contas, ambos saímos bem nessa história.

Por Gilberto Belin

  • Pedro Henrique

    por enquanto só li até a parte que vc diz que mora em Itajaí, e te digo uma coisa, tu mora na melhor região pra carros usados e seminovos, moro na grande Florianópolis e sempre que procuro um carro seminovo ou usado na internet, me deparo com muitos na sua região e 1 ou nenhum na minha :)

    • Gerson M.Heck

      Concordo com vc Pedro, porém o site floripacarros tem boas opções.

    • Pedro Henrique

      agora que li tudo, que caro esses carros “populares” :'(

      • Rodrigo

        Olá Pedro, moro em Tubarão e frequentemente busco carros em Florianópolis e também em Itajaí para revender em minha cidade. Posso dizer que as duas cidades tem bom preço em usados mas costumo ir mais a floripa por ser mais perto.

        • Pedro Henrique

          eu quando procuro, noto um menor preço em Itajaí e região do que próximo a Florianópolis…(de moro geral, é ligeiramente menor) mas quantidade é absurdamente notável a diferença de lá e aqui

          eu tenho preferencia pelos de Florianópolis porque é perto pra mim e porque também eu tenho uma noção do que o veículo passou em seu tempo de uso como estradas, engarrafamentos, condições climáticas…

  • pedro rt

    concordo as melhores sao a hyundai e toyota, a hyundai tem o melhor plano de financiamento o carro e mais caro mas as prestacoes sao mais baratas q dos concorrentes

    • Pedro Rocha

      Isso explica os 3 turnos de produção da Hyundai enquanto as outras têm carros para mandar para outros países.

  • pedro rt

    qualquer carro ate 75mil hj e popular

    • Revoltado

      Verdade

    • Alfredo Araujo

      Não considero um sedan médio como um carro popular. Mesmo equipado com câmbio manual (alguns até com câmbio automático), estão longe de se equiparar a Gol / Fiesta / Sandero / infinitos etc…

  • Silvio Brito

    Bem razoável, parece que a taxa ficou abaixo de 1,50%.

  • klaus

    minha sugestão nesses “tempos difíceis” pra quem quiser vender (trocar de carro usado por seminovo/novo), é ter um carro já escolhido, “na manga”, e assim que conseguir vender o atual (pra particular, no caso), vai lá e pega o carro que escolheu, tentando sincronizar os dois negócios, e assim perdendo o menos possível de dinheiro.

  • Realmente aqui na nossa região as visitas as concessionárias são feitas rápido, visto que são poucas mesmo. Onde se tem que visitar mais é na Fiat, pq as três concessionárias são de dono diferentes, tendo a concorrência do nosso lado.

    • Rômulo Nogueira

      Toda Fiat do Brasil trabalha com preco de site e margem de ate 5% de desconto em loja

      • Mas assim é possível conseguir mais desconto e melhores brindes, quanto mais concorrência melhor. Aqui existem 4 css VW e todas do mesmo grupo, brigar pro preço fica difícil assim.

      • Joao

        Depende, a Fiat aqui onde moro é sempre a que mais da desconto, no site por exemplo, o carro sai por 53mil, na CSS eles fazem por 45 a 47k dependendo do vendedor.

  • Franco da Silva

    47 pelo sedã completo e 1.6?! Aqui onde moro isso é o hatch 1.0 completo sem negociação.

    • Aqui onde moro, São José dos Campos, a negociação também é bem difícil… Em meados do ano passado fui lá, tentei negociar o valor do meu Sandero e o valor do HB20S e o tratamento foi tipo: “se quer quer, se não quer tem quem queira”… Acabei comprando um Prisma, na Chevrolet deram margem pra negociar bem…

      • Chega_de_Ignorância

        Vendedor ruim
        Gerência ruim
        Só concessionaria de bost@ trabalha assim
        Não rende lucro nenhum, não fideliza cliente, não nada porr@ nenhuma
        Não tem que comprar mesmo

      • Marcos Poa

        Geralmente encontro melhor atendimento na Hyundai do que na Chevrolet. Sou cliente de ambas.

    • Marcos Poa

      E pensar que em outubro de 2013 paguei 45k no HB20 Style mod. 2014 automático dando 28k de entrada e o resto em 24x sem juros.

      • Edson Fernandes

        Pois é…. otimo preço. Pelo menos para a epoca em um carro automatico.

  • Louis

    Belo “upgrade”, saindo de um Gol G4, o HB20S vai parecer carro de luxo rsrs

  • Fernando S.

    Acho que deveria permanecer com seu carro atual, mesmo pé de boi e 1.0, esse não é o momento para trocar. Se você realmente quer (ou precisa) de um carro melhor, corra atrás das últimas unidades do Fiesta RoCam 1.6 que é possível encontrar por 34 mil reais e o carro é excelente (falo por experiência, estou no meu segundo Fiesta)

    • Sem dó de marginal.

      Comprei um Rocam 1.6 pra ser o segundo de casa e tenho andado mais nele do que no outro. Muito bom o carrinho.

      • Charlis

        Eu fiz o mesmo por aqui.
        Temos um Rocam 1.6, com 92 mil km rodados.
        Este é o que vamos no mercado, largamos para os manobristas a noite, em shows, e afins …

    • Alfredo Araujo

      Ahh cara… dependendo da necessidade, e da ansiedade…. não tem para onde correr.
      Se esse cenário de bosta que a nossa economia se encontra fosse passar logo, até concordaria contigo. Até agora a luz no fim do túnel não apareceu…

      Se o cara tem segurança financeira, abraça o carro novo e tchau e benção…
      A vida é curta… ficar adiando um sonho por causa de dinheiro é algo a se pensar e muito. Tendo a grana, seja feliz !!

      • Sem dó de marginal.

        Foi isto que um amigo fez. ….Depois de passar um mês internado por causa de uma pneumonia que complicou, deu a Tucson que ainda estava parcelada na troca por um S60 T6 e mais um carne de 60 parcelas….Eu não faria, mas para ele era importante e um sonho….

        • Cesar Mora

          é muito particular né… mas eu concordo com teu amigo… acredito que não passando apertos desnecessários, a vida é curta demais para esperarmos sempre uma situação melhor…

      • Netovski

        Luz no fim do túnel só com uma alta de commodities ou uma reforma tributária seguida de um enxugamento da máquina estatal (pra não gerar déficit) que torne o país atraente para investimentos estrangeiros novamente.

        O comando do país já está nas mãos do PMDB, que parecem ser mais sãos que a turma do Fidel. Entre várias outras pautas de interesse da população estão querendo reduzir pela metade o número de ministérios, o que já é um bom começo.

    • Netovski

      Depende do uso que ele faz do carro, viajar em carro sem AC ou Ar Quente é complicado.

      Trocar de carro é sempre um péssimo negócio, mas eu por exemplo tinha um carro igualmente pelado e não agüentava mais passar frio dentro do carro no inverno.

      • Jackson

        Moro no RS e nunca tive um carro sem aquecimento. Condução totalmente desconfortável sem aquecimento no inverno.

        • Chega_de_Ignorância

          Eu morava na serra catarinense (Lages, perto de São Joaquim) e meu primeiro carro não tinha ar quente
          Pensa no sofrimento..
          Pra desembaçar o vidro então..

          É a mesma coisa que ficar parado no trânsito do RJ sob um sol de 40º num carro preto sem ar-condicionado, só que ao contrário, hehehe

          • Netovski

            Até pior NMO, porque o carioca ainda tem o ar insuflado e pode abrir os vidros, e sente apenas o desconforto mas nada de ficar com a mão dormente. Contra o frio não tem nada, você fica ali congelando e é isso. E pior que sem ar-quente você liga o desembaçador e vem aquele jato de ar-gelado no para-brisa rs.

            Deveria ser proibido vender carro sem ar-quente aqui na região sul. É um item que custa coisa de 300 R$ pra montadora mas provavelmente menos e faz toda a diferença pra quem é do sul.

            • Ainnem Agon

              Carioca pode abrir os vidros? Tem que ver isso aí, fera!

              • Netovski

                Opa é verdade esqueci que estamos no Brasil!

              • Rodrigo

                Povo fala cada uma.

                Sou obrigado a andar de G5 em todo carro e 99,9% com o vidro fechado e com o Ar ligado. Cidade extremamente violenta, 3º pior transito do mundo e ainda faz um calor infernal.

                E nego reclamando de mão dura por frio!

    • Netovski

      Por 34 mil já tem new fiesta mexicano usado tb, com painel emborrachado e tudo, além de, se não estou enganado, ter iluminação âmbar no lugar do azul, o que considero uma vantagem.

    • Heitor Borba

      sem falar que esse 1.6 tanto na eco como no fiesta rodam liso que é uma beleza, consumo bom, e força em baixa.

  • Matheus Cavalheiro

    Parabéns pela compra! Entretanto, como bem iniciou o texto: tempo difícil. Aparentemente a parcela ficou em torno de R$900? O que eu faria: você não tem um carro velho, nem semi-novo, tem um carro novo nas mãos; ano 2013, com 12mil Km. Eu aplicaria todo mês R$850, durante os mesmos 36 meses. Ao final, juntaria R$ 34.600 em qualquer aplicação básica. Seu Gol valeria provavelmente R$ 15 mil, somando R$ 50 mil para pagamento à vista (lembre-se dos descontos que se aplicam para pagamento nesse modo); ou, daria a entrada de R$ 50 mil e financiaria um pequeno valor. Aproveite o carro novo!

    • riccorreasp

      Só tem um porém em sua avaliação: nós não sabemos o que acontecerá nos próximos 3 anos. E pela inflação galopante e os aumentos seguidos dos fabricantes de automóveis, aguardar pode ser um risco de nunca mais comprar o tal carro.

      • Fernando S.

        Mas o carro do cara está com 12 mil rodados. É um carro praticamente zero. Vale sim a pena guardar dinheiro durante uns 3 anos e depois ir com o dinheiro em mãos para a negociação.

        • iCardeX

          Sem sistema de frenagem abs, sem 2 míseros airbags, sem uma direçãozinha hidráulica, com um câmbio desmiliguido, sem ar-condicionado…Será que vale mesmo a pena postergar mais 3 anos?

          • Alex Dusfri

            Eu só acho que o erro dele foi ter comprado esse Gol G4 pelado. Tenho um amigo em situação parecida. Ele estava com um Gol G5 com ar, direção e vidros, então bateram no carro dele e estragou toda a frente que foi reformada mas não ficou muito boa. Ele vendeu o G5 e comprou um G4 duas portas branco 2014 já quando estava saindo de linha, pé de boi, só que 0km. Resultado: não está mais aguentando o desconforto que o carro está dando a ele e vai vender pra comprar um Onix Ltz semi novo de um conhecido.

            • visanpai

              As vezes compramos porque não há outra opção. Eu mesmo em 2013 pra comprar um imóvel vendi meu carro. Sem capital, salário apertado e precisando economizar, comprei um Uno 2003/04 quadradinho peladasso. Foi a melhor opção do mundo e me serviu muito bem naquela ocasião. Todo mundo curte conforto, mas nem sempre podemos adquiri-lo sem ter que pegar um carro mais velho.

            • iCardeX

              Em 2009, eu comprei um Gol Power financiado. Com cerca de mais R$ 7.500,00 poderia ter levado um Polo, já com 2 airbags e frenagem ABS. Mas eu precisava ter ao menos R$ 7.000,00 para me resguardar de inconveniências que poderiam ocorrer em função dessa aquisição. Eu conheço gente que entregou até o último centavo (fora as trocentas prestações) para sair com o veículo Zero que tanto desejava, e sequer conseguia manter o veículo abastecido, quem dirá fazer as manutenções preventivas. Para mim, tudo tem que estar adequado à nossas necessidades pessoais e perfeitamente alinhado à nossa realidade financeira.

      • Master_731

        Vai ver ele precisava de um carro com motor melhor, o que levou ele à essa escolha.

      • ACELERANDO

        Igual ao que penso! O cara vai pagar uns R$170,00 de juros ao mês, que será o custo dele pelo conforto proporcionado pela carro mais potente e equipado.

        • Matheus Cavalheiro

          Cada um sabe onde o bolso aperta.

    • Chega_de_Ignorância

      Mas ele não quer dar uma de economista e ficar 36 meses passando calor e sofrendo de Gol básico 1.0
      Financiamento é bom também, basta saber fazer
      E dá pra ver que o cara do texto soube pesquisar, não se deixou ludibriar

      • Master_731

        Esse cara trabalha pra alguma montadora ou pro banco. Só vejo ele criticando tudo que é certo, querendo ser o Topzão.

        • Netovski

          O problema é quando a pessoa cria regra com base no que ouve no noticiário “O bom é à vista, usado é sempre melhor” e acaba bitolando-se e deixando de perceber boas oportunidades fora disso.

      • Matheus Cavalheiro

        Exatamente. Cada um com suas prioridades.

      • Netovski

        Dependendo do modelo quem soube buscar financiamento bom, brigar por taxa e comprou ano passado vai pagar num total (ja incluso o custo efetivo total) menos do que se paga à vista hoje. Quem esperou pra comprar certos carros à vista em 2015 se deu mal.

      • Guilherme Batista

        O problema dos economistas é que eles falam como se nossa vida fosse infinita. Como se não pudéssemos morrer no dia de amanhã.
        O cara fez um bom negócio para os dias atuais e saiu de um gol pra um HB201.6.

        Quero saber onde que na conta dos economistas entra a parte do prazer em dirigir, maior segurança pra família, conforto, menos stress e realização pessoal.

    • Rodrigo R

      Impossível com o atual cenário econômico. Dinheiro parado na poupança é só perda do poder de compra todos os dias.

      Financiamento hoje tem aos monte com 50% ou 60% de entrada e até 36x sem juros (mimimi não vou discurit se tem ou não juros).

      Mas quem não tem uma boa quantia de entrada, vai cair no financiamento de mais de 1,5% ao mês, ai vai pagar quase 2 carros, principalmente a partir 48x.

      • Matheus Cavalheiro

        Sinceramente não pensei em poupança, mas em títulos publicos. Bom que mencionou financiamentos com maior entrada e sem “juros” (sabemos onde estão); infelizmente não foi o caso do texto.

        • Rômulo Nogueira

          Financiamentos sem juros existem SIM, porém no Brasil voce tem que pagar IOF, Seguro Prestamista e em alguns casos a Tarifa de Cadastro e Registro dos Contratos Isso custa NO MAXIMO, mais 2000,00 na diferença,

    • Mas essa questão de obter desconto ao pagar a vista é mito. Se o cliente financia pelo Banco da Montadora a revenda ganha bônus. Concessionária não tem só meta de venda de carro. Tem meta de financiamento, consórcio, seguro, serviços de oficina…. Até o mecânico tem meta para vender determinados serviços.

      • Rodrigo R

        É, nenhuma loja gosta de vender carro a vista, pois eles ganham mesmo é quando conseguir abrir financiamento, ai vem bônus e comissão, a loja em si sempre recebe a vista, seja do cliente ou da financeira.

      • Carlos H. Ferreira

        Verdade , até mesmo por que quando a carro é financiado a loja recebe o valor 1/2 hora depois que vc assina o contrato!

      • Léo Hung

        Sempre cito o que aconteceu comigo: em 2009, fui comprar meu primeiro carro, básico, para trabalhar e levar a então namorada para viajar nos fins de semana. Como estava investindo para aquisição de meu imóvel, não queria gastar mais que 30k.

        Na nissan, fui ver um versa, e o vendedor, ao ser indagado sobre desconto para pagamento à vista, riu na minha cara e disse “para nós isso é indiferente. Se vocÊ pagar à vista ou à prazo, para nós dá no mesmo”.

        A partir deste dia, desencantei com negociações de veículos. A regra é sofrer o menos possível, pois é sempre ruim para o comprador.

    • gpalms

      Concordo, Matheus. Também não trocaria um carro com 12 mil Km. Recém ele fez a “desvalorização rápida” dos primeiros dois anos, e ainda sim rodou muito, muito pouco. Não deve ter problema nenhum e manutenção barata por uns bons Kms… Esse carro usado sim é uma ótima compra.
      E acho que se não foi um “erro” a troca desse veículo, pela necessidade do dono, pelo menos foi um grande erro de avaliação na compra do primeiro.

  • Minerius Valioso

    Conclusão: não se pega modelos tão interessantes até a faixa de R$42 mil.

    O melhor 1,0 litro no caso é o Up, no entanto a proposta agrada quando se trata de usar como um city car.

    Continuo dizendo: o dia que surgir o Etios com um interior bonito e com bom painel de instrumentos, ele quintuplica suas vendas.

    • Bruno Wendel Marcolino

      isso é verdade. Concordo e assino em baixo.

    • BillyTheKid

      Pois é, tava dando uma olhada no Etios e ele tem um custo/benefício bem interessante, sem contar que a manutenção a longo prazo deve ser bem mais barata do que dos concorrentes.

      Mas aquele painel no centro do carro, e o design dele por dentro e por fora não me agradam…

    • Franklin Diego

      É verdade. A Toyota ainda fica de querer empurrar aquele painel horrendo. Fica querendo inventar moda e perde de ganhar dinheiro.

      Enquanto isso, a Hyuindai que foca nas aparências dos seus veículos, vai enchendo a barriga ;-)

    • lucasfs

      e o ka+? 41k 1.0 e 44 1.5, parece ser um bom carro

      • Rodrigo R

        O melhor 1.0 do mercado é o Ford Ka.

      • Minerius Valioso

        Leve em conta que estou só falando dos hatchbacks, até a faixa de R$42 mil.

    • Rodrigo R

      “O melhor 1,0 litro no caso é o Up”

      O melhor é o FOrd Ka Sel 1.0 tem controle de estabilidade, de tração, coisa que nenhum up tem.

      Fora o motor mais potente e mais espaço interno.

      Mas são de categorias diferentes, o up! é subcompacto, carrinho para 4 pessoas.

      • Davi Reis

        E o Isofix, repetidores de seta, bons resultados em testes de impacto e outros detalhes, não contam? O Ka tem motor mais potente, mas isso não se traduz em mais economia e mais desempenho: os dois carros andam praticamente juntos e gastam praticamente o mesmo. Não estou dizendo que o Ka é ruim, mas acredito que os dois estejam no mesmo nível.

      • Minerius Valioso

        O Ford Ka SEL já ultrapassa a faixa que citei no comentário.

      • Netovski

        Esse Ka é muito bom, o melhor, mas custa uns 43k

        Prefiro um up de 33k e ficar com os 25% no bolso.

        • Rodrigo

          Cara até me confundi na resposta. Take UP! não pelo amor de Deus esse carro é uma vergonha.

          Desconheço carro tão porco em acabamento quanto o Take UP! de fato esse lixo que foi lançado ano passado por R$ 26.690 custa hoje R$ 33.000 mais pelado que um recém nascido careca.

          O problema do UP! também está na pegadinha do opcionais, um UP! somente com AR gera um custo de mais de 3 mil reais em opcionais agregados.

          Você não compra essa coisa de TAKE UP! por 33 mil com opcionais, esse é o preço do carro pelado.

          • Netovski

            Um take com ar e direção sai na prática por aí, 34k na tabela com choro pra 33. O Ka por sua vez tem margem de negociação quase nula.

            • Dependendo da região ainda rola negociação. Em janeiro um amigo pegou um move completo por 30k. Dois meses (março) depois, uma amiga, que gostou muito do carro dele, trocou o corsa dela, em up move, por 33k.

              • Iconic

                Quando se fala em UP, só se considera o move e pra cima… Take é mesmo pra firmas… e o Move é interessante pelo preço x beneficio

            • Rodrigo

              Não sai não amigo faz 22 dias que fui a VW um take UP! sai a R$ 37.000 com o minimo do kit dignidade.

            • Come On!!

              O Ka é oferecido completo por 37k chorando na css (pelo menos aqui na minha cidade). Acedito ser muito melhor compra que o Up!

              • Netovski

                No nível de equipamentos do Ka, o up! é mais caro, mas o up! oferece opções mais espartanas para orçamentos mais apertados.

                • Come On!!

                  A realidade é que carro 0km se tronou inviável em custo/benefício. O que se gasta de manutenção em um bom usado de maior porte não chega nem perto do valor de compra de um compacto “completo”.

          • CharlesAle

            Vishi, verdade. Comprar um Take UP hoje é como voltar no passado e tirar um fusquinha 0KM!!!

      • Rodrigo

        Concordo “Rodrigo R” mas falar de UP! aqui é sacrilégio. O povo pra gostar de ser roubado na VW comprando essa porcaria!!!

  • Peraldiano

    Parabéns pela aquisição. Comprova que comprar um carro é antes de tudo um ato racional, ou pelo menos deveria ser.
    Comparar propostas, prever situações e analisar expectativas sempre será a melhor maneira. A compra de um carro não se resume a “ter desejo” ou “achar bonito”, critérios subjetivos e quase sempre decepcionantes.
    E o dinheiro vem na frente,claro.
    Dinheiro é caro de ganhar e barato para perder.

    • Acho que dá pra equilibrar os dois casos… Não adianta também partir pra uma compra totalmente racional e depois vc passar a descurtir o carro… Se quero pagar mais de 40 pau em um bem de consumo, acho que pelo menos tenho que gostar e me sentir satisfeito…

      Eu tenho um Prisma 1.0 14/14, sou solteiro e não necessito de um sedan, pelo preço que paguei poderia ter visto até um Nissan March 1.6… Mas eu não creio que iria curtir tanto o March como eu curto o meu Prisma…

      • Matheus Lelis

        eu também sou solteiro, não preciso e mesmo assim comprei um sedan, um linea 1.8, não vejo o porque grande parte das pessoas pensam que cada tipo de carro tem que ser pra um determinado publico, hacth pra solteiro, sedan pra quem tem familia, pick up pra quem usa em serviço, acho que vai do gosto. No seu caso, o prisma pra mim é o carro mais bonito do seu segmento. O March deve é andar bem ne?

        • Master_731

          O march 1.6 é um foguete!

          • Matheus Lelis

            e tem estabilidade pra manter em altas velocidades? porque se tiver, se tornaria um excelente carro pra se comprar, eu não o conheço, mas acho ele bonito (o novo) e sempre tive impressão dele andar bele

            • Master_731

              Já fiz uma viagem de 600km com o March do meu pai, não em rodovias privatizadas, e sim naquelas lindas BR’s daqui do Maranhão totalmente asfaltadas. . É super estável em curvas. Além disso, não é beberão. É ágil também nas ultrapassagens,.

              • Stark

                Meu amigo tem um 1.6 desse novo, realmente é um foguete. Não tive a oportunidade de dirigir mais do que algumas quadras, mas a julgar pela suspensão muito confortável ele não deve ser tão bom de curva. Claro que numa condução comportada é suficiente e não deve dar susto, mas meu New Fiesta por exemplo é muito estável se comparado ao Palio que eu tinha antes e provavelmente muito à frente do March nesse quesito. O meu é 1.5 sem ESP.

                No vídeo do canal Top Speed eles também cutucam a estabilidade. Tá certo que eles erram feio em algumas avaliações, mas a maioria está correta.

                Ah, e o March desse meu amigo tá fazendo 8 km/l na gasosa, mesma média do meu Fiesta. E por incrível que pareça (ou não) mas o espaço interno é equivalente, mesmo o Fiesta sendo quase 15 cm maior.

                • Chega_de_Ignorância

                  Cara um teste feito em cidade por uma dupla de bobos não tem valor nenhum.
                  A avaliação é subjetiva.
                  Eu já vi eles testando uma Saveiro Cross e dizendo que o câmbio era duro de engatar as marchas. Depois daquilo nunca mais assisti…
                  Se o melhor câmbio oferecido no Brasil é duro de engatar, não tem como dar credibilidade. É simplesmente o melhor câmbio de operar, foi um erro muito crasso…

                  • Davi Reis

                    Também costumava acompanhar o canal, e até deixava passar umas observações equivocadas, mas depois dessa da Saveiro, também desisti deles. Não tenho a impressão de que eles entendam a fundo do assunto, mas respeito o trabalho deles. Só não é pro público que entende mais sobre carros.

                    • Minerius Valioso

                      Para mim nunca serão iguais a redação do Best Cars, que é cuidadosa em cada detalhe, mas é claro, que neste caso, a avaliação é em texto.

                      O que peca no Top Speed, são os tediosos test-drives, e que sempre ficam mudando o ângulo da câmera, que ao meu ver, são irritantes. A parte do interior que eles avaliam continua sendo interessante.

                    • Davi Reis

                      Concordo, e isso acontece até por causa do perfil de cada site. Enquanto um tem apelo mais técnico e voltado pra quem entende mais do assunto, o outro é um pouco amador, ainda. Mas sem desmerecer o trabalho feito, claro. Como eu disse, é conteúdo para públicos bastante diferentes, ao meu ver.

                  • iCardeX

                    O zero a 100km/h deles, é em via urbana, com cronômetro sincronizado à mão, e ainda com +1 “mongol” de carga de peso adicional no banco do passageiro… Sem noção!

                    Em compensação, o rico vocabulário deles é simplesmente hilário!

              • Gustavobrtt

                gosto deste 1.6 da Nissan. a 120km/h na castello, viajando 300km, a média de consumo deu 17km/l na gasolina. com ar condicionado ligado. Acredite se quiser.

        • Rômulo Nogueira

          Voce era solteiro, antes de comprar o Linea, agora voce casou com o carro, aguardo desvalorizaçoes fortes mesmo na venda particular.

          • Matheus Lelis

            Não ligo pra desvalorizaçao, o carro esta perfeito pra mim, não tenho o que reclamar, se eu quisesse valorização compraria lote ou casa.

        • Netovski

          O march tem muito motor, só esqueceram de botar um carro ali.

          Pior isolamento acústico que já vi num carro e pra piorar não tem nem vidros verdes ou um mero repetidor de seta.

          • Matheus Lelis

            Não tem nada pior que viajar com carro barulhento, mas é assim nosso mercado, todo carro popular tem suas qualidades e defeitos.

          • iCardeX

            kkkk

          • CharlesAle

            Não é a toa que, mesmo possuindo um bom C/B, suas vendas são pífias. É como digo, são os piores carros “Japoneses” fabricado no Brasil. Até um Étios faz se sentir melhor que um March…

            • Netovski

              O March é um carro extremamente ordinário e o mais engraçado é que a grande queda na qualidade se deu justamente com a nacionalização, March e Versa mexicanos embora não tivessem telinha com câmera de ré eram muito mais carro.

  • Assis

    Quando digo q paguei 61 mil no meu new fiesta sedan titanium dizem q sou doido… Doido mesmo eh comprar carro manual e sem ESP e nem 7 airbags por pouco menos q isso

    • tech76

      ou então falar que poderia levar um médio pelado… “médio é médio” kkkkk

      • Chega_de_Ignorância

        Eu prefiro carro de segmento superior mais pelado
        Só que por 60 não tem

        • PEDAORM

          Concordo plenamente, Imagina hoje um Golf Comfortline por 62k ou Honda Civic LXS… e pensar que o alemão highline chegou por pouco mais que isso.

        • tech76

          É questão de preferência, quem deseja ter os itens do Fiesta Titanium e não pode/quer gastar pelo menos R$ 10.000,00 a mais só tem essa opção ou carros usados, a sugestão de levar um médio mais pelado não serve para essas pessoas, como o Assis.
          Por R$ 63.000,00 temos o Fiat Bravo, já na versão 2016, o que pode servir para alguém que prefere um médio mais pelado.

    • MMM

      Como assim “pouco menos”? A diferença é de quase 30%.

    • Rodrigo R

      O seu carro foi 61 mil, no site da Hyundai o carro que o rapaz diz que custa hoje 55, custa na tabela 52 mil, uma diferença de quase 10 mil Reais pro seu new fiesta.

      E nesse princípio virá um e te chamará de louco que não levou um sedan médio por 72 com os mesmos equipamentos.

      Mas achar lógica no ‘quem tem 60, tem 70″ ai é outra história.

      • Rodrigo

        69 mil dá pra pegar o novo Sentra fácil!

    • Netovski

      Não é doido não, se o espaço não te faz falta e o powershift não der problema tens carro pra mais de uma década.

  • Bruno Fabricio

    No Brasil a unica opção que o Brasileiro tem é achar o popular menos caro.

  • Ediomar

    Tudo bem que cada um tem sua prioridade,mas trocar um carro 2013 com pouca km acho que é jogar dinheiro fora,ainda mais nessa época,apesar de ter saído de linha é um carro bem comercial,se você quer mesmo vender,coloca um adesivo nele indicando a venda,sempre aparece alguém e as chances de vender pela tabela ou até mais são grandes,boa sorte na nas negociações.

    • Chega_de_Ignorância

      Ediomar, vc fala como se fosse simples.
      Vc tem toda a razão no sentido de que vender particular tende a ser melhor, mas não é assim um mar de rosas.
      Ainda mais um carro popular de baixo valor, como um Gol pelado.
      O que vai aparecer de gente querendo dar moto velha, toca-ficas, cachorro no negócio… E outra, quase ninguém tem o cash à vista e muitos desses são negativados. Fica um monte de gente ligando o tempo todo querendo saber do carro, mas dinheiro na mesa que é bom ninguém tem.
      Falo isso porque já colei um adesivo de vende-se num Celta 2008 que tive e foi só encheção de saco.
      Coloquei consignado (mediante contrato) numa loja de um amigo e pronto, vendeu em 15 dias e problema resolvido.
      Em verdade, resolvido em partes, porque foi feita a comunicação de venda e mesmo assim o cara que comprou levou 1 ano pra transferir. Hoje só entrego se a concessionária transferir no mesmo dia.
      Perco 2, 3, 4 mil mas não corro riscos.

      • Hiboria

        Lipe, eu fui em um garagista e lancei para ele se podia deixar o carro lá, se vendesse ele ficava com 500 pratas. O carro éra um Astra Sedan 1.8 2003 Gl branco, que em 20012 pedi 16000 (valia 17 na FIPE, se não me engano). Ele me ligou 3 vezes, duas com ofertas de 14K e uma de 15K, não aceitei, até que foi vendido pelo preço que eu queria, deixei os 500 com o garagista e fiquei feliz. Demorou 1 mês e meio, mas vendeu! Se vc tem possibilidade de tempo vale a pena procurar uma forma melhor que morrer na mão de concessionárias.

    • Netovski

      O “erro” dele foi comprar um Gol 1.0 pelado. Se tivesse pego 1.6 com AC talvez não perdesse tanto dinheiro agora, por isso é geralmente uma decisão mais acertada comprar o carro que melhor atenda todas suas necessidades e ficar com ele o máximo de tempo possível.

      Porém só ele sabe as possibilidades financeiras que ele tinha na ocasião que levou o Gol.

      • Gustavobrtt

        acho que se fosse um 1.0 com o AC já seria suficiente para pensar mais antes de realizar nova compra. o carrinho tava novo.

        • Chega_de_Ignorância

          Exato
          O pessoal tem medo de carro mil com a/c
          E de fato o carro apanha feito cachorro magro pra subir morro na estrada.
          Mas é melhor ir devagar numa temperatura agradável, abrindo passagem a noventinha e motor berrando em terceira, do que suar como se estivesse no deserto e aguentar o barulho do vento em razão da janela aberta

      • CharlesAle

        E outra, era um Gol G4 pelado, não há nada mais nojento que isso!! Dei muita manutenção nessas porcarias quando trabalhava com frota locada!!

      • Fernando S.

        Exatamente. O que ele “economizou” no ar e na direção na aquisição do carro, vai perder agora na revenda de um carro quase zerado. Já tive carro pelado e sei como é difícil ter que balizar numa carro sem direção e andar em estradas com aquele barulho do vento (quente) entrando pela janela num dia de 36 graus.

    • iCardeX

      Bom, o autor não tangeu o discurso para o lado da segurança. Questão que valorizo muito. As vezes um bom negócio é conseguir evitar um acidente em eminência de colisão, quando, por exemplo, o abs que não existia no veículo anterior, estava instalado no dia e na hora certa neste veículo novo que ele adquiriu.

  • Chega_de_Ignorância

    Golzinho zerado, km baixa…
    Pouco interessa se é mantido sob um manto sagrado de pelúcia ou se dorme na beira da praia com maresia e sol quente no lombo… A avaliação como entrada de um novo na concessionária é sempre lá embaixo. Até nem sei se isso é errado, afinal não deixa de ser um bem móvel usado.
    E eu que só entrego meu carro mediante transferência imediata para a loja, também nunca recebo as melhores avaliações.
    Por isso, e em homenagem ao próprio Gol G4 que estampa a foto, eu sou da turma do “use sem dó”. Nada de aditivo maluco que é usado na NASA (Alô Militec), nada de óleo novo com 3, 4, 6 mil km (sério, tem gente que sente ORGULHO de jogar óleo novo fora e trocar antes do prazo), nada de capas nos bancos (pra que fiquem limpos pro próximo dono. Oi? Sim, parece brincadeira, mas tem gente que faz), nada de muita frescura… Carro é pau pra obra, me levar pra lá e pra cá. Nem raspadas nos parachoques eu conserto (embora eu goste de manter o carro sempre impecavelmente limpo e, quando tenho tempo e paciência, faço uma lavagem caprichosa em casa. É diferente de excesso de zelo, é higiene mesmo). Faço somente as manutenções como manda o manual e com ressalvas ainda.
    E nem dá pra reclamar, não… Conheço várias pessoas (não uma, nem duas, nem três, nem cinco; várias) que trocam anualmente ou bienalmente de carro (ou mesmo trienalmente) e não trocam óleo nem nada. Só completam no posto e vai embora…
    Quando vai pro pátio de seminovos, a concessionária carimba tardiamente o manual. Usam até umas canetas de tom diferente pra sacanear o incauto (durante a faculdade trabalhei como estagiário/boy em despachante de documentos. Os vendedores das concessionárias, os garagistas de usados, os corretores de seguros, os operadores de financiamentos e os despachantes são todos amigos… Passam os FDS fazendo churrascos e contando os rolos que fazem, negociando repasses [sim, às vezes aquele bando de Fox no pátio da concessionária VW não são de pessoas que trocam um VW por outro VW, são de várias multimarcas da cidade]).

    • trombadinha

      apoiado, faco o mesmo. so vai para a ccs na hora de trocar por outro ou se parou de rodar

    • Fernando S.

      Muito bem dito. Nada mais irritante do que aquela pessoa que só falta colocar o carro no colo e fazê-lo ninar de tão apegado. O cidadão reclama até se vc bate a porta UM POUCO mais forte do que o necessário. Uma coisa é ter zelo pelo carro, eu também tenho, lavo ele uma vez por semana e tento manter ele em bom estado. Outra é tratar uma máquina como um filho, colocando até cobertor nele na garagem de casa.

      • Rodrigo R

        “O cidadão reclama até se vc bate a porta UM POUCO mais forte do que o necessário.”

        Então era besteira da sua mãe ela reclamar de você batendo a porta da geladeira ?

        • iCardeX

          Que viagem “nada a ver” essa sua comparação. Os mecanismos de ambas as portas são completamente diferentes.

          E, por caso, já vi a minha mãe fechar a geladeira com uma “bundada”.

      • iCardeX

        Compartilho do mesmo pensamento. Aliás, já deixei o meu veículo sujo por mais de 2 meses, e ainda ao relento. Normalmente eu lavo a cada 2 semanas, e quando vou levar gasto caprichosamente cerca de 2,5 horas. Para mim, carro é apenas um meio de transporte, um bem de consumo, uma ferramenta, e nada mais. Agora com a questão de manutenção, eu sou muito rigoroso. Qualquer discrepância no funcionamento normal de qualquer função do veiculo, procuro corrigir imediatamente.

        • Chega_de_Ignorância

          Bingo. Meu carro tá sujo desde fevereiro!
          Não dá tempo… E não to querendo mandar lavar. Lugar bom cobra os olhos e mandar lavar pra voltar inteiro riscado em lugar ruim, prefiro sujo.
          Ainda bem que na última lavagem foi encerado, então pelo menos a sujeira não vai encracar no carro, haha.
          No feriado era pra eu ter perdido a tarde lavando, mas choveu.

          • iCardeX

            Brasília tem o melhor clima do Brasil para a conservação da pintura. Não me preocupo quanto ao tempo entre as lavagens. Minha dica é utilizar a cera a base de carnaúba (tem a textura de um batom) da Megiars ou Paste Wax 3m (prefiro 3m), retirá-la com o pano de microfibra (compra-se cada por R$ 2,00). A cera resiste cerca de 1 mês sobre a pintura, e repele água de forma impressionante.

            • Chega_de_Ignorância

              Gosto da cera de carnaúba da Lincoln/Drywash

              É nacional e não deve nada

              • iCardeX

                Qualquer dia vou experimentar! 1 lata de cera de carnaúba comigo dura mais de 1 ano….

                • Chega_de_Ignorância

                  Pra mim também.
                  Eu até tenho uma importada ali da Mother’s, mas é líquida e não dura tanto. Mas é mais fácil de passar…
                  Mas a Lincoln o pessoal que entende recomenda.
                  Aliás, os caras que trabalham com polimento especializado utilizam os produtos da Lincoln e afirmam que estão de igual pra igual com alguns importados de renome

                  • iCardeX

                    E aqui um capô (“ex”) de 165.000Km (clique para ampliar). Se esse carro falasse por onde andou… kkk

                    • Charlis

                      Tive um tão idêntico, que se me permite, até a foto ficou parecida rs…

    • Anderson Trajano

      Concordo Lipe. Hoje tenho 34 anos e já estou no meu 5º carro. Uso o carro durante 3 anos só fazendo a manutenção do manual e quando ele tiver lá para os seus 50.000 km, troco em CSS por outro novo. A partir desse momento, se você quer andar com o carro em perfeitas condições, terá que gastar um pouco mais. Também não coloco 1 centavo em acessórios ou embelezamento, pois na troca, tanto faz se o seu carro é equipado ou bem cuidado, na avaliação ele vale 15% a menos da FIPE e ponto.

    • Marcos Poa

      Concordo que carro não é pra ficar alisando. Faço somente o que está no manual, uso gasolina comum e não coloco aditivos, mas conduzo com cuidado não por frescura, mas para não ter despesas com reparos que podem ser evitados.

    • Rodrigo

      Por esse motivo NÃO compro mais carro usado, povo está cagando pra manutenção atualmente nos carros.

      Nego pega carro com 70 mil KM comento 1 litro de óleo a cada 1 mil km.

      Sê Deus e meu trabalho ajudar, só carro 0KM

      • iCardeX

        Oba!!!!

      • Chega_de_Ignorância

        É fogo mesmo.
        Quanto mais caro o carro, mais o dono é desleixado. Parece esquisito, mas é verdade.
        Já viu dono de BMW lustrando o possante na frente da casa no sábado à tarde? Eu nunca. Só vejo Fox, Gol, Palio etc. E sempre vejo BMW, etc em postos de lavação.
        Quando alguma coisa vai mal no carro, passam pra frente imediatamente. Ou seja, não há apego pelo carro.
        E vi na internet um fato de uma BMW dessas novas, com motor V8 (acho que era uma X6) que deu pau no câmbio e o conserto seria 80 mil reais… E a fábrica negou garantia por mal uso.
        Sim, uma BMW de uns 400 cruzeiro com mal uso e pau no câmbio…
        E se o cara deixa quebrar o câmbio de um carro desse, vai consertar esse câmbio direito ou vai fazer uma meia-sola pra se livrar dessa bucha?!
        Claro que a gente vê uma X6 numa loja de seminovos premium e deixa escorrer 2L de baba no chão, até porque o preço de uma usada é 50% do valor da nova… Mas tem muita coisa escondida por trás.
        E nem precisa ir em BMW. Quando eu tinha Civic, uma vez havia um na concessionária trocando o câmbio manual. O cara andava com o carro em estrada de chão e quebrou o câmbio com uma porrada embaixo. O orçamento era de 14 mil reais… Não sabiam se o cara ia fazer o serviço. Detalhe mais interessante: 7000 (sete mil) km no hodômetro. Se for pra apostar 100 reais, aposto 200 que colocou um câmbio usado ali e bola pra frente.
        Edit: outro exemplo ainda dessa semana. Tem uma oficina aqui na minha cidade que só trabalha com carros de luxo e tal… Esses dias fui com um amigo lá deixar a Pajero Dakar dele pra revisão e havia uma Jetta Variant 2,5 branca, com teto, linda, com o motor fora. Imediatamente indaguei o mecânico a razão e ele me disse: princípio de incêndio! Analisei com mais calma e vi o chicote todo torrado. Não deu pra ver a km porque o cluster estava fora do carro.

        • Rodrigo

          Cara não concordo.

          Esse parâmetro de lavajato/manutenção na minha opinião não tem relação alguma.

          Quem conheço e realmente tem grana pra ter carro na casa dos 130 mil ou mais (não descuida da manutenção)

          Só que existe os ZÉ que compram carro de 100 mil e não tem grana pra manter, que é o MESMO TIPO DE ZÉ que compra um carro de 20 mil e não tem grana pra manter.

          Infelizmente nesse pais manter um carro é caro.

          Eu não lavo carro, levo ao posto, mas a manutenção que dou aos dois que possuo é primorosa.

          Penso da seguinte forma, eu não sou SERVIDOR PUBLICO que vive no mundo de Alice, sou empresário. Sê tiver que ficar como eles por 5, 6 anos terei carros em ótimo estado.

    • CorsarioViajante

      Hahaha atormentando a turma do semi-novo!

  • Mateus

    Eu tenho 7 mil e quero comprar um carro de 12/14 mil, 1.0 com pelo menos ar, além de não achar nenhum carro razoável, financiar o restante é muito caro! Em media 70% de juros em 48x. Decepcionante.

    • Chega_de_Ignorância

      No seu caso, Mateus, o melhor é guardar o dinheiro até conseguir.
      Financiamento de carro usado é muito ruim, e quanto mais decresce o ano, mais aumenta a taxa.
      Isso se dá em razão da garantia do banco (que é o próprio carro), pois quanto mais velho, pior pro banco.
      Se eu fosse vc eu garimparia na OLX e assemelhados um carro particular e tentaria negociar.
      Meu primeiro carro eu comprei particular, ofereci um dinheiro À vista e consegui pagar um valor menor do que carros naquelas condições em lojas.

      • Mateus

        A solução vai ser essa, nem que seja um carro mais barato. O ruim é o desespero kkk andar de ônibus e a pé é meio sem graça.

        • 0terceiro

          Se for pra comprar um carro mais “velho”,
          tem várias opções nessa faixa de 7 mil.

          Aqui em BH, por exemplo, você encontra nesse valor Mille,
          Corsa, Tipo, Gol…

          No caso do Tipo (que é bem desvalorizado), por menos de 7 mil você pega um completo (ar, direção hidráulica, vidros elétricos e etc.)

          • Mateus

            Na minha região, Tocantins, com 7 mil reais não dá comprar nada, normalmente são carros básicos (quando tem alguma coisa ta quebrada, tipo ar que não gela), cheio de gambiarras e com 200/300 km. Aqueles que quando você entra já sente um cheiro de lata velha, vazamentos, em fim, não vale a pena. Se eu achasse um Tipo com tudo funcionando e bem cuidado por 7 mil dava até pra pensar, mas um nessas condições deve valer mais.

    • Rômulo Nogueira

      Compre uma carta de consórcio de um valor na media de 20mil e use os 7 mil como lance, além de pagar as respectivas parcelas.

      • Mateus

        Acho que as parcelas ficariam altas pra mim Rômulo

        • Rodrigo

          Mateus o Rômulo deu a MELHOR OPÇÃO.

          Pega um consórcio de 20/25 mil você vai ter prestações na casa de 290 reais e com 7 mil você consegue dar lance pra pegar a carta fácil, com 1 a 3 meses de consórcio vc já estaria com a carta na mão.

          Acima desse valor, 7 mil é um lance baixo.

    • Netovski

      Com 7 mil eu juntava mais 4k e comprava um Chery QQ.

      • Mateus

        Eu compraria numa boa, mas tem mesmo esse QQ por 11mil?

        • Netovski

          Sim, e tem J3 por 15, 16.

      • iCardeX

        E pensar que em 2009, quando comprei o meu primeiro veículo, um Gol Power G5, por cerca de R$ 39.000,00 (R$ 24.000,00 de entrada e o resto em 48x), depois de pagar seguro, impostos, etc, etc, etc. R$ 7.000,00 era o que eu tinha de reserva de emergência para gastar com qualquer eventualidade sofrida com aquela aquisição (inclusive, para garantir o pagamento da prestação por um determinado tempo).

  • Rômulo Nogueira

    Trabalho no Ramo de Automoveis.
    1 ponto – FIPE nao assina cheque e nem mesmo compra carro
    2 ponto – Se um vendedor em algum momento ofereceu 19000 ou 19500 no seu carro e porque ele deixou de dar desconto no Zero Km, logo fazendo a famosa COLEIRA (onde ele tem voce preso a ele no quesito avaliacao)
    3 ponto – Hoje em dia as montadoras nem sempre tem Patios Fisicos abarrotados, pelo momento que passa o mercado e principalmente por nao quererem comprar carro, a menos que tenham o pedido assinado do cliente e um sinal minimo de 500 a 1000,00 reais.
    4 ponto – Etios não consegue encantar quem trabalha na praça como taxista, se te agradou seus critérios de busca são bem baixos, desculpe a franqueza. A “liderança” de mercado da Toyota são dos carros premium e o Etios só serve para que eles introduzam o cliente na marca, para que ele evolua para os seus carros de carreira.
    5 ponto – Voce estava na concessionária para comprar um carro de no minimo 45000,00 e nao uma duzia de bananas de 12,00, portanto a arrogancia de não poder esperar 20min por um Test Drive que seria um fator extremamente determinante na tua compra o levou a infelizmente, comprar um HB20.
    6 ponto – Voce se ateve ao quesito litro: 1.0,1.4,1.6 e nao no numero de cavalos do motor, torque e numero de cilindros. Exemplo: Fiat 1.6 (117cv), Renault 1.6 (102cv), Citroen 1.6 (123cv), VW (104cv), alem disso a relação de Torque X Kgfm muda muito o comportamento do motor e PRINCIPALMENTE o consumo de Combustivel.
    7 ponto – Mas a conclusão final é que dentre as marcas que voce escolheu AS MELHORES OPÇÕES, teriam sido Onix ou Sandero, se voce fosse pensar na revenda a melhor opção teria sido o Gol, pois mesmo “mais caro” e um carro IMBATIVEL de Revenda, sobre consumo o melhor teria sido UP.
    8 ponto – Se voce tinha um comprador particular, era pra ter fechado a compra e partido pra negociar na Concessionários com condicoes boas, como voce sem querer acabou fazendo na Hyundai.

    Presto Acessoria OnLine na compra de carros, qualquer coisa é so fazer contato.

    • Absurdo

      Fui obrigado a logar na conta.. Seu critério de avaliação é baixo também, para avaliar que as melhores compras eram Onix ou Sandero… Onix pra mim, só é bonito visualmente, de resto, não vale. Sandero é outro no mesmo caminho.

      • Rômulo Nogueira

        Nós somos um povo de M%#@¨% mesmo, por nao ter gostado o comentário foi excluído, que pífio.
        Mas vamos lá, se você acha absurdo ou não, se foi obrigado a logar na conta ou não, não me interessa, prova disso e que você foi joguete do mercado e o cliente perfeito que o mercado procura: o desinformado metido a especialista.
        Meu critério de avaliação se baseia em 7 anos trabalhando no mercado, se isso não for parâmetro, realmente devo me render ao seu Know Hall.
        Onix e Sandero tem melhores custo de manutenção, menor custo de cesta de peças, montadoras mais confiáveis que a Hyundai que vive em recesso e greve na fabrica, fora poucos turnos de produção.
        Mas enfim, que seja feliz com seu HB20, realmente justifica o premio de Multimidia dos Concessionários Hyundai no país, ao alavancar a Proxima Datsun ou Daewoo.
        Repito Hb20 e Etios são os carros para introduzir o publico na linha deles, para que façam Upgrade pros carros de carreira.

    • vin_cius_carvalho

      Concordo com algumas coisas escritas por ti aqui. Mas existe algo em tudo isso: o detalhe subjetivo da questão. O comprador se sentiu bem com a compra. Acho que esta é a grande informação. E tua escolha seria entre Sandero e Onix. Para outros, esses carros nem seriam cogitados. Atualmente, as opções são várias, o que impossibilita saber se o negócio é certo ou errado!

      • Rômulo Nogueira

        Para outros que se encantam com estética e o modismo popular realmente sim, mas para pessoas como eu que vivem desse mercado, são comprar mais bem ajustadas do que HB20.
        Se dei a entender que o negocio foi errado, peço desculpas, mas ele poderia ter feito escolha melhor, gastando o mesmo valor ou até menos, talvez se a arrogancia de por exemplo esperar 20min por um test drive nao estivesse presente.

    • Netovski

      Comentário extremamente útil e pertinente, assino embaixo e aplaudo de pé!

      • Rômulo Nogueira

        Mas a Ditadura Editorial o apagou…Pifio como tudo e manipulado!

  • tjbuenf

    Em um ponto concordo com o Gilberto: não gosto de comprar de quem não gosta de vender, assim como não gosto de contratar quem não gosta de prestar serviço. Sobre o carro, não vejo vantagem em nenhuma compra de carro zero no pais, mas espero que ele seja feliz com a escolha dele…

  • Drone gibim

    Boa escolha, parabéns pelo carro novo.

  • Davi Reis

    Bacana o relato, e achei muito oportuna a observação que a negociação pode variar muito de acordo com a região. Recentemente estive ajudando um amigo a comprar um carro (e também a procura de um pra mim), e minhas experiências foram bastante diferentes. Na Hyundai, não só não tinham o carro pra test drive, como também não pareciam muito determinados a fechar negócio (desconto zero em cima da tabela, no máximo, tapetes e películas de brinde). Na Chevrolet, situação parecida: tinham o carro pra teste, mas negociação extremamente truncada, ofereceram no máximo emplacamento, película e tapetes de brinde. Na Fiat, desconto de no máximo 2000 reais, dependendo da concessionária, e outra que ofereceu os brindes de sempre. Em ambas, interesse baixo de realizar o test drive com o cliente. Na Toyota, atendimento impecável, boa negociação e test drive abrangente, mas o Etios, mesmo sendo um ótimo carro, ainda fica devendo nos equipamentos. Acabou que o negócio foi fechado na Volkswagen mesmo, pelo desconto de cerca de 5000 reais em cima da tabela (em um Fox Highline) e pela possibilidade de fazer o teste em mais de um carro, para sanar a dúvida. No mais, desejo felicidades com o carro, conheço bem o HB20 (com motor 1.0 e 1.6) e é um carro bastante cumpridor.

    • douglas

      com certeza a css VW fez uma ilusão com jogo de números q ela é a campeã em fazer esse tipo de ilusão na cabeça do cliente, pq um desconto desse só se vc tiver pegado um carro defasado (2014 por exemplo) do contrario, é impossível vc ter ganhado um desconto real desse tamanho, no entanto o atendimento com certeza foi muito bom como vc falou, mas esse desconto vcs não tiveram de jeito nenhum,……
      mas é um bom carro….

      • Davi Reis

        A Volkswagen tem uma perigosa (e burra) estratégia de inflar os preços de tabela pra oferecer um desconto maior na hora da compra, pra seduzir os clientes mais impulsivos, isso é uma jogada de décadas. Mas como disse, foi o desconto que nos ofereceram, e tanto não se trata de unidade encalhada, que devido à configuração peculiar de acessórios, os dois carros tiveram que ser encomendados.

    • CorsarioViajante

      E como muda de região para região e até mesmo de concessionária para outra. Aqui em Campinas fui pessimamente atendido numa toyota e, em outra, tive um atendimento nota dez. Na Hyundai me atenderam muito bem, test drive com cara que inclusive sacou meu perfil e, ao contrário da ford, não ficava enchendo o saco se você passava dos 30km/h. Na VW, uma foi lamentável, já outra foi bem… Não tem lógica!

  • Rodrigo R

    Uma coisa que não entendi: No inicio da história você diz que ainda não tem os 27 mil para dar de entrada, tem 7500,00 guardados e o restante viria da venda do GOL para o amigo/loja, enfim.

    Ai no decorrer do texto diz que fechou a compra do HB20s e que tinha que vender o seu carro logo na segunda feira.

    Como você conseguiu fechar a compra de um carro sem ter o dinheiro para pagar a entrada ?

    “O mesmo carro que comprei estava sendo vendido uma semana depois por R$ 55.000… a vista”

    Comfort Style R$52.135,00 valor de hoje 22/04/2015. Se adicionar a cor Azul ocean, aumenta para 53430,00

    • Revoltado

      Coragem demais pagar 50mil num HB20

      • Davi Reis

        Não acho. O HB20 poderia ganhar alguns itens pra justificar seu preço, e também pra se posicionar melhor na categoria que atinge, mas não é um carro ruim. É moderno, tem bons motores (apesar do 1.6 não andar tanto quanto os números sugerem), tem bom acabamento e bom custo de manutenção. Faria algumas mudanças pontuais no carro, mas é um competidor muito forte.

        • Revoltado

          essa grana voce pega ai no mercado em excelente estado um i30 completasso motor 2.0 ano 2011 por ai e ainda sobra uma grana ainda

          • Davi Reis

            Carro zero se compara com carro zero, ao meu ver. A não ser, claro que a pessoa também esteja disposta a procurar por um bom usado, mas pra alguns, pode não compensar. Por isso não acho produtivo as clássicas observações de “com X reais, dava pra comprar isso ou aquilo, semi-novo”.

            • Bruno Góes

              Pois é, Davi Reis. Isso gera uma discussão sem fim. Não dá pra comparar carro novo com usado. Uma analogia, compre um celular novo e um usado. Acredito que esse usado seja muito mais barato, talvez até a metade do preço.

              • Davi Reis

                Justamente. Conheço gente que só compra carro semi-novo, mas troca de veículo a cada 4 anos, no máximo. Por outro lado, aqui em casa temos o costume de comprar carro 0km, mas rodar com ele por tempo indefinido, tanto que temos ainda um carro de 1994, com mais de meio milhão no hodômetro. Acho que vai de cada um analisar o que pode pagar e o que quer ter.

                • Bruno Góes

                  É o meu caso. Optei por comprar um carro novo, por saber que ficarei por um bom tempo, no mínimo 4 anos ou mais. Se fosse um carro seminovo, depois desse tempo, poderia ter 8, 10 anos, talvez, gerando maior manutenção e tudo mais. Vale cada um analisar o que precisa. Quem pode comprar usado, tendo tempo e vontade de ir cuidando, é uma opção também.

                  • Davi Reis

                    Exatamente. E lhe digo com conhecimento de causa, que chega uma hora que manter um carro mais rodado andando, fica extremamente custoso, além de cansativo. Como rodo entre 300 e 350km por semana, a conta começa a pesar mais rapidamente. Isso sem falar no desgaste natural do carro, por mais bem cuidado que seja.

                    • Bruno Góes

                      É isso aí. Finalmente algum diálogo aqui. Acho que muitos comentários do tipo, compra um geely aí do Revoltado ou do tipo ‘usado é bom 2002, tá barato’ não são muito pertinentes.

            • iCardeX

              Há outra questão também: quando comparam o valor do carro sem analisar a necessidade de quem compra. Já lí cúmulos do tipo: “com esse valor você devia ter comprado uma caminhonete modelo tal”, quando, na verdade, o verdadeiro interessado precisava era de um veículo hatch menor possível”.

              • Davi Reis

                Exatamente. Isso sem falar no custo de manutenção, seguro, pneus, combustível e algumas vezes, até mesmo espaço na garagem.

          • Chega_de_Ignorância

            É mesmo vovô.
            Por sinal, tô vendendo um i30 impecável

            Só tá meio sujo e precisa de uma polida pra tirar uns riscos… Mas assim que ficar pronto já podemos negociar.

        • Revoltado

          Eu seria mais loko e talvez compraria o Geely EC7 por 44900

          • Davi Reis

            Um Geely então, seria uma opção alternativa, algo a se pensar. Muitas pessoas têm preconceito com carros chineses (às vezes, realmente justificado), então ficaria a cargo do comprador. Acho uma comparação mais válida do que com carros usados.

          • Rodrigo

            Não compro mais carro usado por esse motivo, vai que você encontra um MAÇOM vendendo carro de PT recuperado. Esse mundo tá triste.

            • Fernando S.

              Isso sem contar o grande número de veículos que tem o hodometro adulterado. Para comprar usado precisa realmente entender coisas minúsculas do carro para não ser passado para trás, dessa maneira eu prefiro pegar zero a cada 6-7 anos.

              • Rodrigo

                Faz muito bem.

        • CorsarioViajante

          Eu acho que, ao contrário do Etios, March, Up, Ka, quando vc entra no HB20 tem a SENSAÇÃO que está comprando um carro legal, não um carro de baixo custo.

          • Davi Reis

            Acho que não tanto, Corsário, vejo muitos detalhes no HB20 que são um pouco chatos. Os comandos dos vidros elétricos por exemplo, sem função de um toque em algumas versões, o painel de instrumentos bonito, mas sem um computador de bordo de verdade, volante multifuncional muito simples, com poucos comandos, e até mesmo o acionamento das alavancas de seta e faróis, que fazem um “tec tec” característico de carros mais antigos, que não mais se nota hoje. Os materiais do acabamento e montagem são bons, mas acho que do mesmo nível de alguns concorrentes.

            • CorsarioViajante

              Davi, por isso digo, a sensação… Você entra e fala “uau”, coisa que não ocorre com outros concorrentes. Outra coisa que pesa muito para mim, aí sim menos na sensação e mais objetivamente, são os vários ajustes permitindo posição de dirigir ótima. No March e Etios, por exemplo, não achei posição de dirigir que me agradasse.

              • Davi Reis

                Entendi, o desenho interno remete à algo de categoria superior, assim como as linhas externas (como por exemplo, os vincos do painel junto dos comandos do ar condicionado). Pessoalmente, acho o carro bonito, mas acho que existe um desgaste rápido de linhas tão arrojadas assim. Quanto à posição de dirigir, concordo. Não são todas as versões que têm o volante com regulagem de altura e profundidade, mas são poucos os concorrentes que também têm isso (só Gol e Fox, dos mais baratos). Agora que você tocou no assunto, lembro de outro detalhe que também mudaria no HB20: a regulagem de altura não atua no banco todo, apenas no assento.

                • CorsarioViajante

                  Não é apenas o desenho interno nem externo. É o conjunto da obra, aquela sensação geral que o carro passa.

                  • Davi Reis

                    Compreendo. Tenho que admitir, que por mais que eu goste do HB20, o carro nunca me impressionou tanto quanto parece impressionar o resto do público.

          • Rodrigo

            Cara, já dirigi o HB20 algumas vezes e não tive sensação alguma de “carro legal” Entre HB20, Ka, Up, Gol e Palio carros que conheço, os dois que tem o melhor painel são Ka e Gol, HB20 e Palio é meia boca e UP! é um lixo total!

  • Paulo Reis

    tive a oportunidade de dirigir por 300 KM um etios sedan 1.5, intermediário. O carro tem o conjunto suspensão e mecânica elogiável. Pra mim foi bom o “test drive” pq estava interssado em um. Sei do custo benefício a longo prazo pra um toyota: mecânica confiável e tal. Mas o acabamento… é sofrível. Olhei bastante, abri todas as portas, capô motor, analisei bem e… o que matou minha escolha foi isso. Vale notar que é o da primeira geração, devem ter melhorado algumas falácias de acabamento, mas agora é tarde… Ah, o motor puxa bem, sobra no carrinho e é econômico

  • oscar.fr

    Queria saber o que agrada tanto no painel do HB20. O pessoal fica tirando a telinha do Onix/Prisma, mas um HB20 tem tanta graça quanto um C3 e com um acabamento aparentemente pior.

    • douglas

      isso ai é quem não tem o q falar, porque é exatamente essa telinha q os outros não tem, ou se tem é opcional do top de linha, é gente q não sabe o q fala…….

      • oscar.fr

        Concordo! Tem gente aqui que não sabe o que falar e fala besteira. Onix e 208 tem na telinha um baita diferencial.

  • PEDAORM

    Beleza indiscutable eu nao diria, não gosto do exterior do carro, já o interior tem desenho muito legal e acabamento muito bom para o segmento.

    • douglas

      design estranho, apesar de achar o sedan mais harmonioso q o hatch, mais ainda sim muito feio, não tem ligação frente com traseira, sei lá minha opnião, apesar do etios ser mais horrivel ainda, oooooo carro feio e sem graça, kkkkkkk, eu, dizendo eu pegaria o prisma, o voyage ou o fiesta…. bem melhores em tudo, principalmente em revenda,

      • PEDAORM

        Tentaram fazer um mini i30, mas na minha opinião o design não ficou legal, de resto é um bom carro para o segmento.

        • oscar.fr

          Eu justamente prefiro o design externo que o interno. Esse painel não me chama a atenção, não sei o que a galera gosta tanto. Prefiro muito mais os paineis de Logan e Prisma. Pessoal fala da telinha, mas acho um baita diferencial.

          • PEDAORM

            O HB20 também pode ser equipado com CM de fabrica. Telinha ou sem telinha, prefiro as texturas, materiais e desenho do interior do coreano.

            • oscar.fr

              Mas deve ser cara essa central, pois vejo muito poucos HB20 com isso. É possível que com esse equipamento ele já ocupe a faixa de preço de carros superiores que podem ter telinha (ou recursos multimídia) e painel com texturas de boa qualidade e bom gosto.

  • oscar.fr

    Sinceramente, estar prestes a dar 50 mil em um Etios sem visitar Ford (Fiesta), Peugeot (208) e Citroën (C3) eu não consigo entender. Pelo menos a escolha pelo HB20 foi melhor, especialmente pelo motor 1.6 que com 128 cv deve deixar muito esperto o coreano-paulista.

    • PEDAORM

      Espaço interno desses 3 no banco de trás é sofrível. Não me recordo em relação ao HB20.

      • oscar.fr

        Eles podem não ter espaço de médio mas esse argumento não tem sentido quando tu comparas com as outras opções dele: Onix, Etios e HB20 tem menos espaço que estes. Além do que o carro anterior dele tinha 2 portas, logo espaço traseiro horrível. Eu tenho um 208 e o espaço traseiro é muito bom para um médio, apenas pessoas muito altas podem ser incomodadas pela estrutura do teto panorâmico. O porta-malas dele é maior que o da Renegade, por exemplo.

        • PEDAORM

          O unico compacto que oferece realmente bom espaço interno no banco traseiro, que eu conheço, é o Fox, os outros realmente ficam devendo, o 208 é um belo carro (compacto, não médio), com equipamentos invejáveis para o segmento, mas o que quis dizer é que espaço, ou a falta dele, pode ter sido um ponto essencial na escolha, por isso pergunto, o HB20S tem dimensões menores no banco traseiro que os concorrentes citados?

          • Come On!!

            Sandero é o mais espaçoso da categoria, o Fox só é alto.

            • PEDAORM

              Não recordo do espaço traseiro do Sandero, pode de fato ser o maior, mas o Fox não é só alto, tem espaço interno no banco traseiro bem maior que Fiesta e 208.

          • oscar.fr

            O Sedan eu acredito que sim, até porque isso é requisito para a categoria. Mas pelo que entendi a pessoa procurava um hatch compacto e acabou com um sedan pela oportunidade de negócio. E em comparação a Etios Hatch e Onix (as opções iniciais dele), nenhum dos ditos premium perde em espaço.

  • Roberto

    Sinceramente, eu teria comprado um i30 usado, ou mesmo um Elantra pelo valor que você pagou. Aqui na minha cidade o que mais tem é Elantra 2013 por 55 mil, com apenas 20, 25 mil km. Mas tem gente que prefere comprar carro zero. Eu entendo, já fui assim também. Depois de perder bastante dinheiro com um Camaro comprado ano passado, e usado apenas por 3 meses, eu decidi NUNCA mais comprar carro zero.

    • iCardeX

      Será que você fala da ciência de quem sabe as informações como valor de seguro, valor de manutenção, e preços de peças de reposição desses mesmos veículos que você citou? A aquisição de qualquer modelo de veículo implica uma série de outros gastos extras que precisam ser cuidadosamente analisados. Um amigo comprou um Passat 2008 usado, e está amargamente arrependido. O carro está guardado na garagem dele. Uma “cesta-básica” de peças desse veículo arregaça o bolso de qualquer cidadão normal.

      • Roberto

        Garantia Hyundai de 5 anos, no Elantra ou i30 as revisões são pouco acima do HB20. Se você acha que vale a pena pagar 50 mil reais em um carro de entrada, essa é a sua visão, eu comprei uma 320i com 1 ano de uso, economizei cerca de 35 mil reais, as revisões estão dentro do aceitável (700 reais, fiz uma, mas as próximas serão nesse valor também), seguro ficou o mesmo preço que pagava no meu carro anterior. Enfim, só vi vantagens. Manutenção, seguro, peças de reposição existem outras oficinas e não apenas a autorizada. Eu posso falar que estou satisfeito com a minha compra. Pretendo rodar mais uns dois anos e trocar novamente por outro carro com 1 ou 2 anos de usado bem conservado.

        • iCardeX

          Certo! Mas uma coisa é opinar sobre o nosso poder de compra e a nossa realidade financeira, a outra é querer acreditar que essa situação cindiz com a realidade de todos. Há outras questões em jogo (utilidade real do veiculo, vaga de garagem, custos de peças, etc) que fogem a completamente à realidade dos mais entendidos. Eu, por exemplo, com uma 320i, só teria transtornos. Primeiro porque moro na periferia, e segundo porque para o meu perfil o valor do seguro CORRETO desse veículo se tornaria impraticável.

          • Roberto

            Eu tenho 27 anos, o motivo da venda do Camaro dentre outras coisas foi o seguro, não consegui valor menor que 28 mil pela Mapfre, já tive um sinistro em 2009, então maior parte das seguradoras recusa meu perfil. Era aquele tipo de carro legal, chamava atenção etc, mas após certo tempo você enjoa, nem abre mais a capota, fica se sentindo estranho com todos olhando pra você, arranharam o parachoques traseiro dele parado no meio da rua. Então já comecei a ficar chateado, fora que não gosto de dar carro para manobristas, não podia “correr”, ou tomar uma cerveja, porque todo mundo me parava, em Recife costumam ter muitas Blitz, em uma só noite fui parado 3x. Não coloquei seguro nele no nome dos meus pais, ou avos porque sempre eles perguntavam o CPF do condutor principal, como moro só fiquei com medo de caso tivesse acontecido um sinistro eles investigarem pelo alto valor do bem, o porteiro falaria logo que eu morava só e só eu andava com o carro. Enfim, perdeu a “graça”.
            Eu não tenho noção do valor da cesta de peças de um HB20 para um Elantra ou i30, mas no meu caso só os 35 mil que economizei paga qualquer problema que possa vir a ocorrer. Fora, seguro, gasolina etc.

  • “Perguntador”

    Essa crise nas vendas deveria ter mudado o mal atendimentos nas Ccs, mas incrivelmente os vendedores e os donos delas não aprendem. Comprei um carro recentemente, fui olhar um peugeot 208 (ao contrário de muitos a peugeot me agrada bastante). Cheguei na loja no sábado pela manhã bem cedo. Provavelmente eu era o primeiro cliente, a loja estava completamente vazia. Uma moça me atendeu, me levou até o carro (eles tinham o carro na versão que eu queria) e disse que chamaria um vendedor. O vendedor chegou disse o nome e deixou eu olhar o carro sem falar nada. Depois de eu ver o carro por uns 15 min o vendedor que até o momento não tinha falado nada além do próprio nome disse: “Então, vamos fechar negócio”? O cara não disse nada sobre o carro, não ofereceu test-drive, não falou nada sobre valor, desconto, forma de pagamento etc. E queria fechar negócio? Será que ele já vendeu algum carro desse jeito para achar que seria tão fácil? Bem, pedi para andar no carro e ele ofereceu o test-drive para quarta-feira seguinte. Poxa, olhei ao redor e não havia ninguém na loja, será que não tinha um carro disponível para testar? Agradeci e fui para outra Ccs.

    • Gustavobrtt

      putz q merda. hehe fez bem em ir pra outra css.
      o ruim é que imagino que vc tenha gostado do carro e até gostaria de ver a possibilidade de levá-lo. só que pela falta de trato do vendedor, isso acabou criando aversão à marca. quando estas empresas vão acordar?

    • Vinicius

      Parecia cliente lidando com prostituta. huahua

  • Boris

    O etios 1.5 ja anda muito bem, mas o hb20 1.6 anda mais ainda

  • Diggo

    Conseguiu até um bom desconto. Tabela é R$49.265,00.
    Agora não entendi esse negócio de a prazo ou a vista. A loja sempre recebe a vista, quem financia é o banco e não a loja.

  • Félix

    Em tempos difíceis eu prefiro não me endividar, quanto mais me desfazer de um carro com 12 mil km apenas. Mas cada um sabe sua situação financeira, não é mesmo? Não é uma crítica ao autor, apenas uma reflexão. Aqui na minha cidade, ao contrário a Hyundai é difícil de negociar e a oficina é ridiculamente pequena….uma pena. No caso do rapaz acho que a escolha do carro foi boa, pois acho que se ele escolhesse o Etios viria a se cansar logo e querer trocar de novo.

    • Vinicius

      Pois é… Baixar preço pra quê?

  • bull_t

    Apenas 7 pila na conta e com um carro 2013 na mão… eu nunca trocaria de carro nessa situação.

  • Bruno Melo

    Cada um com sua opinião, mas meu próximo veículo vai ser um corolla mesmo, ainda por cima usado. Não quero dor de cabeça com carro e meu dinheiro é suado.

    • iCardeX

      Não importa de qual fabricante é o seu veículo. Se as manutenções forem feitas regularmente, e o motor estiver sempre abastecido com combustível de qualidade, nenhum automóvel apresenta problemas sérios. Já vi Citroen Picasso, a exemplo, com 385.000, e rodando perfeitamente nas vias de Brasília. Não vá caí na ilusão de escolher um automóvel de baixa quilometragem para depois descobrir mais surpresas desagradáveis do que você poderia imaginar.

  • David

    Estou fazendo algo semelhante mas a ideia é comprar um CITY Zero e sem dar carro de entrada apenas juntando algumas economias e parcelando o resto.

  • afonso200

    ta loko que valores amigo, por carrinhos…..voce nao pensou em seminovos de 2 ano ou 3 ??

    • David

      Por que carrinhos? Ele quis um carro zero. Usado por usado fica com o que ele tinha atualmente.

  • André

    esqueceu do ford ka ????

  • Vitão

    Não valeria a pena ter pegado um seminovo?!

    Andei lendo os relatos de donos, dizem que o HB20S possui problemas na suspensão traseira, pois se tiver gnt atrás, vai ficar bem baixo….

    Mas de qq forma parabéns pelo carro!!

  • DevXav

    Ué.. Nem chegou a olhar o New Fiesta? Porque?

  • FocusMan

    Pare de ler quando vi que você, profissional do ramo, conhecedor de mercado de automóveis, considerou comprar o carro com a maior desvalorização do mercado, o ETIOS…

    • Thiago

      Cara, carro não é investimento
      considere a desvalorização a mais como despesa pelo conforto e prazer de dirigir
      se fosse assim só se vendia 1.0
      nenhum carro com motor superior a isso é bom negócio, um corolla mesmo perde cerca de 22% no primeiro ano, pelo preço, o cara perde uns 18k, o valor do gol do cara, so de tirar um corolla da loja

      • FocusMan

        Você não entendeu meu comentário.

        Quis dizer que para um entusiasta o Etios deveria ser carta fora do baralho, e que nem uma suposta valorização, justificaria a compra do carro, já que ele é um dos que mais desvaloriza.

        O Autor do texto que está comprando carro como se fosse uma televisão, e não como se fosse uma camisa.

        • Thiago

          continuo sem entender, o que desvalorizacao do bem tem a ver com colocar carta fora do baralho se o cara entende de carro e nao de investimento? pq valor de revenda eh o que menos se leva em conta qdo vc quer um carro para usar por um bom tempo

          • FocusMan

            Eu quis dizer que neste caso, nem a desvalorização conta a favor da porcaria que é o Etios. Existem casos que as pessoas se cegam pela baixa desvalorização, como por exemplo no caso do Corolla, que as pessoas esquecem de fazer contas e verem que as vezes um carro que desvaloriza muito perde 14% do valor e o que perder menos perde 11,5%, mas ele custa 20% a mais, logo você está deixando de comprar o carro que gosta por uma suposta economia que é irreal.

            Bom, resumindo, não tem porque alguém comprar um Etios se esse alguem gosta de carros e trabalha com isso. É como ser um somelier e beber em casa somente sangue de boi, porque é o vinho mais barato…

            • Thiago

              cara, esta colocando sua opniao pessoal, ja dirigiu o carro?, como falou, o cara eh um conhecedor do carro, no etios peca muito em acabamento (eh uma porcaria mesmo), mas tem outras vantagens como qualidade construtiva, conjunto mecanico, conforto e prazer ao dirigir, acomodacao, varios criterios que para o gosto pessoal dele pesam mais que o valor de tabela do carro ou a desvalorizacao final, no caso do autor, ele tb levou em consideracao o valor da avaliacao do gol dele (melhor avaliado na toyota) que ja faria diferenca no valor financiado a menor, deixando o etios ate mais em conta que outros avaliados, valor manutencao que ele falou tb que era vantajoso,
              vendo o carro como um bem de consumo que ele vai passar um bom tempo, manutencao e comodidade ao dirigir contam muito, a alta desvalorizacao do primeiro ano vai se diluir ao passar do tempo, e como eh um carro mosca branca o fato de ter poucos usados para usar como parametro de preco podem ajudar a pegar um valor mais alto na revenda do que carros queridinhos do mercado em que tem muita oferta entre os usados)

              • FocusMan

                Conheço bem demais o carro. Ele deveria custar bem menos. E digo isso baseado em estudos que fiz no meu trabalho e não por gosto pessoal. O carro é gostoso de dirigir mas você pagaria uma prostituta boa de cama e feia para ter prazer se pode obter o mesmo com uma bonita?

          • Rodrigo

            3 a zero

      • Rodrigo

        2 a zero

    • XXRS

      Poderia citar uma fonte FIDEDIGNA que afirma que o Etios é o carro com maior desvalorização do mercado? Obrigado.

      • Rodrigo

        1 a zero

  • CorsarioViajante

    Este relato para mim mostra três coisas importantes:
    1) escolha bem seu carro e respeite suas necessidades, ainda que isso implique pagar um pouco a mais. Isso não ocorreu quando comprou o gol, resultado: teve que trocar num momento em que o próprio autor reconhece como ingrato.
    2) Por mais que de forma geral as pessoas estejam sem grana, quando percebem qualidade, topam gastar. Isso explica porque, apesar da queda geral das vendas, algumas marcas e modelos não param de vender, como o próprio HB20.
    3) Tudo é referência, eu fiz um test-drive no Etios e achei um carro insosso e sem graça. Mas perto de um G4, que é um carro feito para ser o pior possível, deve mesmo ser interessante. Agora concordo quanto ao HB20, embora não tenha achado a dinâmica dele brilhante, realmente é o único deste pelotão que, para mim, não tem cara de carro miserável. O trabalho da Hyundai na cabine explica, para mim, grande parte do sucesso dele.

  • Vinicius

    Agora me digam: as montadoras precisam baixar os preços com consumidores brasileiros como esse? Que trocam de carro com menos (ou) dois anos de uso e 12.000 km, aceitando estes valores que foram informados? Quando li o post pensei que seria sobre a troca de um carro com mais de quatro anos de uso… Cada um faz o que lhe convém com seu dinheiro, é verdade.

  • Gilberto Silva

    Cara, primeiro parabéns pela compra, e parabéns por essa cidade maravilhosa onde mora, tive a oportunidade de visitá-la em 2013 para comemorar um ano de casado, na época visitei também Balneario Camboriu, igualmente muito bonita!!! Espero um dia voltar com mais tempo e visitar as outras cidades próximas!

  • Marco FTW

    53 mil pega 308 1.6 manual confere?

    • Vinicius

      Acredito que sim. Mas o autor do post, decerto, não nutre simpatia pela PSA

  • Come On!!

    Eu estou querendo comprar um carro no valor de 30 mil. Cheguei a consultar as 4 grandes pra ver os compactos de até 40k (ia ter que financiar 10k, pois só tenho os 30k), mas desanima pagar 40 mil em um carro 1.0 que não anda (pego estrada quase todo fds) e apertado. Estou pensando em comprar um Focus Hatch 2010 1.6 ou 2.0, só tenho medo da manutenção. Alguém tem alguma sugestão???

    • Guest

      Com 40k da pra você pegar um March 1.6 S , um Uno 1.4 com Start Stop e um Toyota Etios 1.3 , mas esses 3 passam um pouco dos 40 ,e talvez você ache alguns 207 que acabou de sair do site da Peugeot e ainda deve ter nas concessionárias.

  • Ezequiel Favero Pires

    55 mil num HB? Credo…

    • Vinicius

      Aí, eu sempre repito: as montadoras têm motivo para baixar, uma vez que sempre há quem pague?

      • Ezequiel Favero Pires

        Eu mesmo conheço uma pessoa que trocou um Corolla 2009 por um….. Etios!!! Por um Etios!!!!!! O animal queria trocar de carro, aí como não tinha dinheiro pra comprar um Corolla novo, trocou o seu que valia em torno de R$40mil por um carro beeem inferior… segundo ele “estava com problema no câmbio”…

        • Vinicius

          Prefere gastar dinheiro emplacando outro carro e, se financiar, com juros a consertar o câmbio. Brasil!

  • Rodrigo Kunst

    Trocar um carro com tão pouca quilometragem é jogar dinheiro fora. Para pagar o que imagino que fique em torno de 900 reais por mês. Bom, cada um tem suas prioridades, acredito que tal dinheiro seja melhor investido em viagens ou em imóveis. Mas, se um carro popular é o que lhe trará alegria, quem sou eu para julgar.

    • Vinicius

      Pois é. Viajar, imóveis, etc. Conheço portugueses com muita bala na agulha que andam com carros de 5, 10 anos de uso e impecáveis. Isso é cultural, parentes meus lá na metrópole andam com carros de mais de 5 anos de uso. Sendo normal andarem de Bimmer, Mercedes, Lexus com essa idade. Agora, o estilo de vida… Bons restaurantes, passeios, viagens, vinhos e, principalmente, um BOM LAR. (ou vários)

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend