Ford Honda Sedãs

Trocando um Honda City por um Ford New Fiesta

Meu nome é Bruno Rocha, tenho um Honda City 2010 e fui hoje fazer uma cotação para a troca dele num Ford “New” Fiesta Sedan Titanium Automático, 0km. O motivo da minha intenção de troca é que meu carro é financiado e, visando reduzir o valor que pago mensalmente nesse “aluguel” de um carro melhor que o que eu posso ter, queria manter o padrão do carro que tenho e financiar outro mais ou menos do mesmo valor em mais vezes pra reduzir o que gasto por mês.

Pois bem, fiquei interessado no New Fiesta porque vi que ele custava R$54.900,00 no principal site de venda de carros da minha cidade e na minha ideia iria sair do meu carro para esse com uma diferença de algo em torno de R$15.000,00 fora o que falta pra quitar meu financiamento. Acreditei que chegando na loja pudéssemos negociar e talvez conseguir um negócio razoável. Mas na loja, a história foi bem diferente.



Fui informado que meu carro seria adquirido pela loja por 20% a menos que o valor da tabela FIPE e que o valor do New Fiesta Sedan era na realidade de R$60.900,00 e o valor que eu vi se tratava de uma promoção e portanto o valor não mudaria… Tendo isso em mente, comecei a fazer alguns cálculos e parei pra pensar em como esse negócio sairia péssimo pra mim. Fiquei pensativo ali mesmo, na frente da vendedora. Agradeci a atenção dela, informei que pra mim ficaria fora do que posso pagar e sai pra fazer as contas dentro do meu carro.

Fiquei surpreso com o resultado e senti que precisava compartilhar isso, comunicar a alguém, não sei, fiquei indignado ou pasmado ou chateado, coisa do tipo. Acompanhe comigo a perda de dinheiro que me foi proposta hoje:

Comprei meu carro (Honda City EX 2010/2010 Automático Preto) em Novembro de 2012 por R$47.500,00. Foi preciso financiar R$24.500,00 em 24x de R$1.290,00. Logo, terei pago ao final do financiamento a soma de R$53.960,00 pelo meu carro. Como meu carro seria comprado pela loja por R$34.000,00 (os 80% do valor da tabela FIPE), até aqui estou perdendo R$19.960,00 com a venda do meu carro. Lembrando que só tem um ano que comprei ele, não terminei de pagar o financiamento, até lá ele vai desvalorizar ainda mais.

Agora, a vendedora fez os cálculos pra mim só em cima do valor que eu propus para a troca (meu carro por 39.000 + o que falta ainda do financiamento e o restante dos R$54.900,00 financiado) e sairiam 36x de R$1180,00 (não sairia do que eu pago já no meu carro, exceto que acresceriam 2 anos a mais de parcelas nesse valor) e o valor total que eu pagaria no New Fiesta seria algo em torno de R$64.480,00.

Nesse caso, supondo que eu resolvesse vender logo no primeiro ano, sendo otimista que meu carro fosse ser vendido pelos 80% do valor a vista do 0km, ele seria vendido por R$43.920,00. No New Fiesta eu estaria perdendo então R$20.560,00. Acompanhe comigo: R$19.960,00 perdidos no City, R$20.560,00 perdidos no New Fiesta = R$40.520,00 perdidos na troca de um carro em um ano.

40 mil reais (e meio) perdidos em um ano. Desculpem se é exagero da minha parte, mas pra mim é muito dinheiro. Na verdade, é um pouco mais do que eu ganho em um ano. Talvez eu seja criticado por ter financiado, mas fazendo as contas, sem financiamento, daria R$13.500,00 de desvalorização no City e R$10.670 no New Fiesta e ainda assim são R$24.170,00. Em um ano trocando um carro de 47 mil por um de 54 mil você perde no mínimo um Celta. Fico assim porque acho que 24 mil reais é muito dinheiro e 40 mil reais é muitíssimo dinheiro.

Na pior das hipóteses dá pra se refletir a respeito. Muita gente, como eu, não tem condição de comprar o carro a vista e – não vou ser hipócrita pra dizer que precisava de um Honda City – mas quer ter um carro legal e financia o carro e perde todo esse dinheiro. E mesmo que não precise financiar, acho que 20 mil reais é pertinente demais pra grande maioria das pessoas que tem um carro desse nível.

Da pra refletir mais ainda porque essa regra de lucratividade se aplica a muitos outros setores da nossa economia como celulares, computadores, vídeo games e temos visto isso hoje: com o mundo globalizado todo mundo pode ver quanto custa, nos Estados Unidos, o que pagamos rios de dinheiro pra ter aqui. Ai lembro que nosso país é praticamente autosuficiente em energia, petróleo, recursos minerais, mão de obra e me pergunto que tipo de protecionismo econômico é esse que torna importados E NACIONAIS mais caros no Brasil que no exterior e porque cargas d’agua a gente paga por isso. E o governo não faz os preços caírem, pelo contrário, aumenta o crédito (e só consigo acreditar que faz isso porque o imposto então vai incidir no valor alto de venda E no crédito que todo brasileiro tem).

Enfim, fiquei pensando nisso ai, resolvi compartilhar. Abraços.

  • Raphael

    Financiamento em cima de financiamento, não acho um bom negocio, apesar de vc querer reduzir o gasto ao mês, no final de tudo sai muito caro.

    • silvio_Brito

      Neste caso o penso q será melhor ficar com o teu carro. Se a ideia e baixar as prestações vc tem q ir para um carro mais barato e não mais caro.
      Se teu carro te atende e vc puder ficar com ele mais 3 anos vale mais a pena refinanciar em 36. Ou ainda pegar um empréstimo pessoal quitar o carro e vender no particular, e na sequência quitar o empréstimo e usar o que sobrar para dar de entrada em outro.
      Vc deve pesquisar mais, pois ta muito caro o fiesta.

      • Fabricio

        Boa dica silvio_Brito gostei disso também tenho carro financiado e estava pensando trocar por outro melhor.

        • experientdriver

          Custo de propriedade = Valores fixos + Depreciação

          Valores fixos = licenciamento, IPVA, seguro, manutenções preventivas.

          Um carro nesta faixa de preço (cerca de R$ 50 mil) possui um custo de propriedade de aprox. R$ 1.100 / mês. Ou seja, este montante é desembolsado simplesmente por possuir o carro. Não entra aqui despesas com combustível, estacionamento, juros do financiamento, acessórios, consertos/reparações, sinistros, multas de trânsito, pedágios, etc

          Portanto, trocar de carro todo ano já é um péssimo negócio. Trocar um carro re-financiando é pior ainda. As contas do leitor estão aí para provar isso.

          Sem contar o custo de oportunidade do rendimento que este valor colocado no carro teria se aplicado. Além é claro do poder de barganha que tem quem não financia um carro.

    • É nesse tipo de cara do texto que a Casas Bahia se ergeram……não tem e quer…..na criação que tive em casa se não posso não tenho, trabalho para ter um dia a vista………..hahahaha……….adoro brasileiro individados até o pescoço só para parecer algo que não são….hahahahahah

      • Fulano32

        Honestamente eu acho é pouco, é por conta desse tipo de gente que o Brasil está nessa situação

      • jcperes

        Pensei o mesmo. É o famoso tipo de gente desprezível que acha necessário querer mostrar que tem mais do que realmente tem. Fui criado da mesma forma… só compro se puder pagar à vista. A única exceção é um imóvel, pois vejo como um investimento.

        • Shida

          Está certo, o único bem que é plausível financiar é o imóvel.
          Eu financiei em 18x durante a construção, foi a dívida mais longa que tive!! uffff!

        • tatu_peba

          Amigo, o cara não fechou o negócio, a intenção dele foi dar um alerta geral sobre o que pode acontecer numa troca com financiamento. Utilidade pública, só isso!!! Se não serviu para você, ótimo. Mas pode servir para alguém, entendeu?

        • Pedro

          Imóvel ?? investimento ??

          Fugindo um pouco do tema, mas imóvel hoje é um dos piores investimentos que existe.

    • joao

      Cara me desculpe pela minha brutalidade mas, esse cara é muito burro quer reduzir os custos trocando um carro de 47 mil por outro de 60 mil, os calculos que o cara fez até que são uteis e tudo mas meu que cara burro se o cara tivesse um gol pelado sem direção, ar ,vidro, roda, pneu, motor , porta e etc… mas o cara um city ex automatico que á um carro legal, ai me troca por um fiesta apenas de ser new e tudo mais ainda é um fiesta com um cambio que nos mercados onde ele já esta a mais tempo vive dando problema, a sim mas tem 40 air bags ( tem tanto air bag nesse carro que quando voce bate ele vira um balão esai voando, e isso para muitos já justifica o fato de custar aqui o dobro do que custa no resto do mundo). Mas na verdade eu não entendi o conceito de reduzir despesas comprando um item mais caro do que o que você ja possui isso na verdade é uma questão de matematica financeira muito complexa para nos mortais ficando a cabo dos grandes genios compreender tal tecnica, mas o curioso é que a obra desses genios estão presente nos leilões das financeiras e bancos.

      • grodrigues

        Essa é a matematica financeira que as concessionarias e bancos adoram

      • Caio

        Pior é que a atitude dele é parecida com a maioria dos brasileiros na hora de comprar um carro novo… Trocar de carro com 1 ano de uso por um mais caro e querer economizar é realmente novidade pra mim rsrs… enfim claro que as concessionárias lucram muito com isso, é o negócio delas!!! se vc tivesse do lado de lá iria fazer o mesmo se não pior… se tem quem compra tem quem venda…

        Parabéns você é um brasileiro padrão!

    • Y07

      Quando a turma diz por aí que meu carro é 2006 e está velho, eu penso: "FINANCIAMENTO É COISA PRA LOUCO", bem como, o relato desta matéria – que por sinal, foi muito bem feito, mas que culhões para isto, eu não teria.

      É bom poder dormir e e saber que tem dinheiro para bancar o seguro, a franquia em eventualidades, o ipva, a gasolina, o dpvat, entre outras.

      Eu digo, que até poderia comprar um carro melhor, maior, mais equipado e mais novo, mas preferi comprar algo que cabia no meu bolso e ainda sobrasse pra acertar algumas despesas.

  • kdluciano

    Cheguei a olhar o Fiesta na CC, o primeiro contato parece um carrão,mas quando você vê o interior, todo preto em plástico duro.. chega a decepção. Ainda cogitei em trocar meu Golf Sportline 2010.., mas pelo New Fiesta não.

    • Bruno Alves

      O texto está falando do New Fiesta Sedan importado, que é muito superior ao New Fiesta Hatch nacional em acabamento.

      • dudupruvinelli

        Lembrando que o apoio de braço do sedan foi capado e que o ele está vindo com as mesmas rodas horríveis da versão "nacional".

    • PONCIO PILATOS

      carro financiado é carro financiado, não há vantagem nisso, nunca houve.
      então, se fosse eu, teria comprado um carro, mesmo que mais velho e até mais simples ainda (como se isso fosse possível), e agora vc teria uma boa moeda de troca… mas já entrou financiando alto e nem quitou… amigo, o melhor que tem a fazer, é esperar, quitar, e comprar outro, mesmo que mais simples (ou mais velho), mas desde que, QUITADO…
      qdo digo mais velho, me refiro a mais velho de ano, não menos conservado.

      • André

        Carro é um bem pra ficar com ele muitos anos. Trocar de carro em pouco tempo é burrice. Eu compro sempre um carro bom e fico com ele pelo menos seis anos, só fazendo a manutenção preventiva. Agora mesmo comprei um honda fit 2008 auto para minha mãe e já avisei a ela: Esse carro tá muito pouco rodado, vale a pena ficar com ele na família até "acabar". Tenho certeza que fazendo as revisões ela não vai ter problema.

        • Wagner_u

          perfeito amigo, falou tudo, o cara ta com o carro a nem um ano e já quer trocar, o carro não deve tar pouquissimo rodado, deve tar com cheiro de novo ainda, a sedução pela troca do carro é tão grande que as vezes o cara acaba até comentendo uma loucura, loucura sim pois pela perda que o cara ia ter é só louco mesmo, e louco nesse país é o que não faltam.

    • yuri

      desculpe a resposta…mas vc tem um golf…carro com o interior extremamente RIDÍCULO…
      o interior do golf esta igual o da primeira geraçao ate hj..vc nao tem moral nenhuma em falar do new fiesta…
      o carro é lindo,o painel nao é em plastico duro…

      • marciors01

        Yuri, o interior do golf tem visual já ultrapassado mas a qualidade é muito boa.

      • EikeBatista

        Yuri, o golf é um carro bom e duravel

        • bandaxadibar

          Porem velho

          • schweinerei

            Ainda acho o Golf IV superior ao Fiesta. Não é cheio dos frufrus mas é melhor acabado, tem melhor sensação de solidez e é comprovadamente durável e seguro.

      • Tejolo

        A qualidade de acabamento do golf é bem superior ao do new fiesta. Mas bem superior mesmo. Agora, desenho é relativo, eu acho o do new fiesta feio e enjoativo, mas isso é subjetivo.

      • Xeneize87

        É por essas e outras que as montadoras empurram qualquer porcaria em nós. Afinal, tem visual bonitinho… Aproveitando, o Jurássico Golf Mk4,125 também tem painel emborrachado…

      • kdluciano

        Você quer dizer que o painel do New Fiesta nacional é macio?
        Você aperta até amassar é?
        Não quero dizer que o Golf é moderno, atual.. mas uma coisa tenho certeza, ele é muito bem feito, sem rebarba, limpo, painel central voltado pro motorista, detalhes cromados (não pintados, cromados mesmo).
        Golf é outro nível. New Fiesta além de pobre em material é apertado para os ocupantes. Tenho 1,82m e coloquei o banco todo pra trás e ficou apertado, eu não esticava a perna toda quando apertada a embreagem.. dai o vendedor ficou encucado e pediu que eu abaixasse o banco que ficava mais longe.. claro! O joelho flexionado.. rsrsrs.
        No mais.., eu compro o que eu quero, e tenho livre direito a expressar minha opinião, desde que não seja baixaria. Ok moral?

        • _rc_

          Você dirige com a perna esticada?

      • PedroTelles

        Golf tem um interior de qualidade , bem montado.

        Pode ser antigo mas nem se compara com a qualidade do interior do NF.

    • Leandro1978

      Você estaria trocando o seu médio, ainda que defasado, por um compacto-popular-mais-equipado. Entendeu a diferença?

      • marciors01

        Leandro, city não é médio nem aqui nem na China, pode ter mais espaço do que o fiesta mas tem inclusive acabamento, nivel de ruído e mecânica ao new fiesta mexicano.

        • Leandro1978

          Marcio, a minha resposta é ao colega kdluciano, que pensou em trocar o seu Golf 2010 por um New Fiesta.

  • Anderson_sp

    É assim mesmo, carro financiado com dívida restante e alienado, mais a depreciação do carro e a depreciação na troca por outro, não vejo nenhuma novidade nisso, me espantaria se pagassem o preço cheio que você pagou em 2010 e eles assumissem sua dívida restante, quem não quer passar por isso que compre a vista.

    • experientdriver

      Sem contar que este conceito de "aluguel" que o leitor usou poderia ser aplicado se fosse um leasing. No caso dele é um financiamento. Isto só mostra que o brasileiro está mesmo preocupado com o tamanho da parcela e não com o total de juros que ele vai pagar. Não é de se espantar os péssimos negócios que ele vem fazendo com veículos, sem contar que estão acima da realidade salarial que ele informou.

      • riccorreasp

        Se as pessoas comprassem carros de acordo com a realidade salarial que possuíssem, certamente não teríamos tantos Cruze, Civic, Corolla, etc., nas ruas.

        • Leo

          Só uma dúvida… Quanto seria a relação preço do automóvel com o salário da pessoa ?? Para vocês, uma pessoa para ter um carro de R$50K (por exemplo) deveria ganhar quanto por mês?? e de 75K (Cruze, outro só exemplo)??

  • leoab

    acho que compromoter metade da renda ganha com um veiculo é loucura, mas cada um sabe o que faz com seu dinheiro. faça as contas: se tivesse pego estes 24 que tinha a vista e comprado um usado, ou um popular e aplicado o dinheiro das parcelas teria aproximadamente 35000 + o valor outro carro, que por ser menor teria menor desvalorização, isso sem contar o valor de ipva e revisão que do honda é maior.

    • leo_bsb

      isso aí é difícil de entrar na cabeça do Brasileiro. Prefiro ter uma casa boa, viajar e dar uma boa educação para meu filho do que andar de carro "bacana" e perder dinheiro ano após ano.
      Carro para mim só a vista e usado.

    • jcperes

      Ironic ON
      Ah mas e a imagem do cara em um carro popular, como fica ? Não pode, né! Tem que andar em carro superior, mostrar que pode comprar um carro mais caro. Carro popular não faz moral! O que são suaves prestações de mais de mil reais ?
      Ironic OFF

      Tenho nojo de gente assim! Não aprende nem se ir à falência!!

      • MM_

        Acho muito errado o que o cara fez, mas dirija um popular de depois outro carro e vc vai saber que a diferenca vai muito alem da imagem.

        • jcperes

          Eu sei a diferença. Não sei se é o caso do cara que escreveu o texto,mas o que eu quis dizer é que a maioria dos brasileiros compram um carro melhor do que podem ter justamente pela imagem.

    • FBVG

      Uso a seguinte proporção para saber a faixa de preço de automóvel que posso comprar: tem que custar NO MÁXIMO 6 meses do meu salário bruto. Ademais, fujo de financiamento como o diabo foge da cruz!

  • Daniel

    A diferença maior vai sentir no pós venda! O da Ford é pavoroso, o da Honda, um dos melhores…

  • nelflu

    60 mil reais em um Fiesta????????

    A piada já começa ai.

    • rafa_marcao

      Exatamente. Pode falar o que quiser, que nosso mercado é isso, que não podemos comparar com o mercado internacional e bla bla bla. Um mercado onde há milhares de pessoas dispostas a pagar 60 mil num Fiesta, tem que ser tratada como palhaços mesmo. É o que merece.

    • ancelmohenrique

      Pensei o mesmo, eu não consigo imaginar um FIESTA, porque eu lembro do ROCAM 1.6 (bom carro, mas pra mim é um popular) que meu pai tem, com esse preço de SEDAN MÉDIO!

      • nelflu

        Não precisa fugir pra outra época e nem nada, esse preço é absurdo hoje e aqui no Brasil. Vc compra um carro de categoria superior por esse preço.

        E a sensação ruim do financiamento ficou tão ruim, pq o preço do carro que ele queria comprar está um absurdo, pq todo mundo sempre soube que se perde dinheiro com financiamento e quem quer trocar de carro com 1 ano de uso merece perder dinheiro mesmo.

        • marciors01

          Fiesta sedan titanium não vale a pena, o limite é o 1.6S automático, além disso o fiesta não custa 60.990, não que faça muita diferença mas pediram 2k de ágio neste carro.

    • tatu_peba

      Mas não é o preço do carro que está em discussão. Podia custar 20k ou 80k, a intenção do Bruno foi alertar sobre as armadilhas que alguém pode cair quando faz uma troca com financiamento. E ele nem fechou o negócio, não entendi o poqrue de tanto fru-fru-fru.

  • Fanjos

    Fui um dos que iria comprar o Fiesta Hatch, aguardei o lançamento e quando fui ver, foi aquela decepção, aquele acabamento porco, tudo mal encaixado, para-choques com cor bem diferente na lataria, fora a posterior chuva de reclamações do carro pela internet, me fizeram desistir da compra, então aguardei o lançamento do Sedan, que manteria a qualidade do modelo anterior por ser montado no mexico, e realmente ficou bem melhor, mas então olhando bem, por fora ele é bacana, ai vc entra e vê como ele é apertado, eu que sou ou baixinho ( 1.74) bato a cabeça no teto do banco de traz e meu joelho fica rente ao banco da frente com alguém do meu tamanho dirigindo, e o preço de R$ 57.000 que me foram pedidos me desanimaram.
    Depois disso juntei mais 4 mil e comprei um Cruze Sport6 incomparavelmente melhor, é uma pena perder 3AB mas todo o restante compensaram muito, sem contar que não precisaria me programar para fazer as malditas revisões a cada 6 meses que é um crime.

    • CyborgPilot

      Eu também estou quase desistindo de pegar o Fiesta hatch SE Powershift por causa do acabamento ruim e das inúmeras reclamações sobre defeitos diversos. Se fosse só um tipo de defeito em um lote dos primeiros que saíram tudo bem, mas o negócio é bem mais grave. É defeito na pintura, rebarbas na lataria, defeito no ar condicionado, para choques e capô desalinhados, cãmbio automatizado com barulhos, luzes que acendem e apagam sozinhas, aviso de defeito no painel do carro, etc… Comprar um carro caro pra ter um monte de dor de cabeça é complicado.

      • Tejolo

        O barulho do cambio é normal, pelo menos nas 3 ecos que andei/dirigi fica uma batidinha chata igual ao A1. E quando aciona o quickdown, pensa num soco que dá…. nas trocas normais é tranquilho, mas quando tem que descer duas marchas e entrar na mesma embreagem, prepare o rim, pois é pior que o easytranco da meriva.

        • _rc_

          Que exagero!

          • Tejolo

            Não tem nada de exagero, quem compra automático quer além de descansar o pé, que o câmbio troque marchas no mínimo igual ao manual. O cruze também tinha problemas de trancos na reduzida, era menor que no powershift, e mesmo assim virou notícia e corrigiram. Porém, o consumidor de eco e fiesta são menos exigentes, e certamente aceitam isso como normal, as vezes hipnotizados com o novo carro. E te garanto, o easytronic realmente, na reduzida, dá tranco menor que o powershift. Até hoje, o único automatizado bom que dirigi é do jetta tsi, que chega perto de um bom automático, mas não é nem de longe o melhor cambio não-manual á venda no Brasil.

    • Roberto

      e mudou de segmento também. Fui ver esse Fiesta Sedan e como no hatch, também me decepcionei. O acabamento é melhor que o hatch, mas não para toda essa diferença.

  • dudupruvinelli

    Se arrependimento matasse… imagina se você trocasse o pós-venda da Honda pelo da Ford? Por esse preço, pegaria o Fluence com taxa 0 em 36x.

    • gcarlos

      SQN!

      • dudupruvinelli

        Pós-venda ou fluence? Me referi a ele pois é um sedã médio contra um compacto. Eu acho o preço do fluence mais "justo".

        • Zergling

          O pós venda da Renault também é bom, pelo menos em Brasília.

        • gcarlos

          1-Fluence! Porque ele é um sedan, o cara não afirmou, mas pode ser que ele não precise de um sedan, ou não tenha espaço na garagem ,ou seja solteiro, ou casado e não tem filhos, etc. Um compacto já resolveria.

          2-Pós venda, só se no caso dele morar no interior, se tiver que se deslocar muitos kms pra fazer uma simples revisão. Se for numa capital ou grande cidade, nem tanto.

          3-É um carro que todo mundo ´´compraria´´, como no seu caso e em outros, preferem ficar com outro. Do contrário, Se venderiam muitos Fluence´s (não acho que ele venda pouco, vender 1000 unidades por mês, é um ótimo número, pra Renault, é claro). mas tem aquele negócio, a maioria quase 70% é vendido pra PJ, não se sabe são pessoas que compram pra uso comum, ou se são pra locadoras, empresas de fato.

          Melhorei Edson Roberto?

          • Bruno Rocha

            Eu queria um Sedan mesmo, não gosto de hatch.
            Não é que eu realmente gaste metade da minha renda com o carro, é uma parcela alta, mas eu estou consciente de que estou gastando mensalmente pra ter um carro melhor que eu realmente posso ter entende?
            Eu também não achei que sairia no lucro trocando ele agora, eu entendo que vou perder com isso, mas fiquei espantado que é tanto dinheiro!
            Sobre a escolha, não da pra comprar francês porque aqui na minha cidade os pós venda são todos ruins e porque eu sinceramente não entendo porque o acabamento é tão sem graça. O fluence é cinza, não tem comando de som no volante, acho sem graça :(
            Eu na verdade ainda não sei bem o que vai ser do meu ano que vem, talvez eu mude então não vou trocar o carro agora, só fui ver porque pareceu que fosse dar pra fazer uma boa negociação.
            Enfim, existe uma zona negra de nada muito bom na faixa de 50-55k nos usados que é o que eu realmente penso em pegar.
            Dependendo de como for tenho vontade de pegar um Jetta ou um Cruze ano que vem que talvez estejam nessa faixa de preço. Existe também uma possibilidade de eu mudar pra Europa e caso isso aconteça, vendo meu city por 35k aqui e compro um camaro por la hahaha

            • marciors01

              Bruno, se o pós venda na tua cidade não é bom então não há discussão, aqui onde moro é ótimo.
              O fluence dynamique é preto por dentro, não cinza, eu gosto do interior, outro ponto é um carro muito confortável, silencioso e agradável de dirigir, tem um ótimo motor e câmbio manual.
              Sobre o comando de som no volante, ele tem atrás do volante o comando satélite que depois de te acostumares é muito melhor do que as teclas na frente do volante, o comando satélite é muito mais intuitivo e pode ser acionado sem ao menos mover as mãos.

              • No mínimo ele está dando uma opinião sobre o Fluence mas nunca viu um pessoalmente… como a maioria daqui do notícias automotivas. Aí merece mesmo levar fumo e ser enganado pela honda.

            • dougkmt

              Passou pela sua cabeça a possibilidade de amortizar as parcelas do financiamento? Vc teria que desembolsar mais mês a mês, deixando de ir no cinema e pro bar no final de semana, rs. Mas vc conseguiria bons descontos deixando de pagar os juros das últimas parcelas.

          • Edson Roberto

            O que eu disse era relacionado a outra coisa,mas ja que me permite, gsto muito do comentario, é embasado e para quem lê pode ser importante.

            abs!

    • Rocho

      Realmente há males que vem para bem ! O pós vendas da Ford é reconhecido como o pior do país.

    • vitimsl

      Dudu, essa questão de pós-vendas é complicado… Eu tenho Ford e gosto do pós-vendas aqui da minha cidade… Pode ser que na maioria das vezes o Honda seja superior, mas não é regra.

      • Wandsberg

        Já tive Ford e Honda 0km. Não achei a Ford ruim, mas o pós-venda da Honda é muito atencioso, com qualidade.

    • pedro

      o honda city e um dos piores carros em valor de revenda do brasil a concecionaria nao fica c o carro simplismente repassa para revendedores de usados se ficasse c todos os carros usados q entram na troca se torna um negocio inviavel

      • Gerson

        Engraçado como o Fluence é bastante recomendado aqui no NA. Gostaria de saber se todo mundo que recomendou comprou também. Não tenho nada contra o carro, mas gostaria de saber mais opiniões de quem realmente comprou. Assim ficaria melhor decidir uma possível compra. Eu até já fiz um test drive, gostei bastante. Porém aqui em Brasilía tem muito Fluence seminovo pra vender, com baixa quilometragem, o que me faz ficar com uma pulga atrás da orelha.

        • Tejolo

          Eu estou no segundo, o primeiro rodei mais de 120k sem nenhum problema, e o atual já passou dos 60k. também sem nada de anormal. Econômico, anda muito bem, CVT é um espetáculo à parte, silêncio e conforto incrível. Para perfil tiozão, é o carro, mas quem quer algo mais "na mão", certamente não será a melhor escolha.

          • schweinerei

            Taxista?

            • Tejolo

              Não, apesar de comprar em PJ, é particular. Rodo mais de 100k/ano, mais da metade no fluence, outra boa parte na ranger, e uma quirela no meu civic.

        • Acport

          Eu comprei um fluence dynamique cvt em agosto do ano passado, e até agora, estou muito satisfeito com o carro. Rodei pouco, apenas 23 mil km, mas por enquanto, nada de problema. Tive antes um old focus sedan flex, carro muito bom também, mas o fluence e seus mimos me conquistou. Em relação ao comando do som, no caso do Fluence ele fica atrás do volante, pode parecer estranho, mas ele é muito prático e intuitivo. Dá para comandar o som, atender o telefone e fazer ligações sem retirar as mãos do volante.

          • Gerson

            Valeu pelas explicações!!!

        • eduprogramador

          Comprei! Adoro o carro, controle de Traçao e estabilidade , 6 airbags, suspensao macia, volante leve em manobras, ar dual zone , sensor crepuscular, sensor de chuva, partida por botao nao precisa tirar a chave do bolso pra nada, sensor de re , xenon , teto solar. Um otimo atendimento pos venda. Consumo dentro do esperado, cambio nunca vi nenhum mais confortavel! Comprei e comprarei outro ate ter dinheiro para poder comprar um novo fusion!

  • jaozinho

    Carro zero hoje em dia é complicado mesmo, os valores são muito altos.
    Somado a desvalorização que as css impõem para pegar o nosso veiculo na troca o negocio fica matematicamente inviavel.

  • FelipeLange

    Que bom que enxerga que os financiamentos são uma roubada. Os bancos metem a mão sem dó no seu dinheiro.

    Cara, faça uma poupança durante dois anos com o mesmo valor da parcela. E ao invés de perder juros você vai ganhar juros. Pense nisso.

    • Dragoniten

      Ótimo conselho pra quem curte um financiamento x)

      Só que vá convencer as pessoas a colocarem dinheiro em algo sem ter retorno imediato? No financiamento a pessoa já começa a usufruir do carro, enquanto que na aplicação de dinheiro na poupança, durante esses 2 anos, a única coisa que a pessoa vai ter é o sonho, rs.

      Eu sou um cara muito controlado, mas conheço gente que financia tudo e, se der, parcela até o almoço.

    • O_Corsario

      Só um detalhe, não são os bancos que metem a mão sem dó, são as pessoas que emprestam dinheiro dos banqueiros sem critério. Aqui é um bom caso, o Bruno fala o tempo todo que não pode ter nem precisa ter este carro… Então pq se endividar comprando um?

      • FelipeLange

        Por favor me explique, não entendi as pessoas emprestarem o dinheiro do banco. Você quer dizer pedir dinheiro emprestado do banco e ganhar juros por causa disso?

        Mas de qualquer forma ainda acho que os juros são absurdos.

        • O_Corsario

          Acho que escrevi de forma confusa, até pq são muitas coisas juntas…. rs
          O que quis dizer é que não são os banqueiros que "roubam" as pessoas, mas as pessoas que fazem empréstimos dos banqueiros sem cuidado ou planejamento, resultando em péssimas condições.
          VEja este caso, o Bruno mesmo diz que não tem como arcar com as prestações do plano que ele comprou. Vc correria o risco de emprestar dinheiro para esta pessoa? Só se a perspectiva de ganho fosse alta, correta? Isso explica em parte os juros altíssimos.
          Concordo que os juros são absurdos, mas em parte eles são absurdos pois todo mundo usa crédito, na maior parte das vezes de forma impulsiva e pouco razoável. Daí falta dinheiro no mercado e consequentemente ele fica mais caro.

          • FelipeLange

            Obrigado pela explicação.

            Resumindo: povo brasileiro adora fazer financiamento e parcelamento de tudo quanto é coisa mesmo quando tá sem grana!

            • O_Corsario

              Isso, vc resumiu todo meu blábláblá em duas linhas! rs

            • Dragoniten

              Correção: povo brasileiro adora fazer financiamento e parcelamento de tudo quanto é coisa PRINCIPALMENTE quando tá sem grana!

              rs.

          • gcarlos

            Alguns financiamentos ficam realmente ´´mais baratos´´ quando comprador pode pagar com débito na conta salário por exemplo.

      • ancelmohenrique

        Seria a famosa expressão: Use o crédito com responsabilidade…

      • Bruno Rocha

        Olha, eu concordo muito com isso, tenho poupança e investimentos também, confesso que pelo menos pra mim, guardar dinheiro é uma tarefa muito mais difícil que deve ser pra muita gente.
        Mas assim, eu tinha uma saveiro G5 sem ar condicionado nem banco de trás e era praticamente obrigado pela família a ser o garoto de delivery. Levava mudança, etc. O carro deu inumeros problemas e o pós-venda da volks aqui em Bauru é um lixo. Desisti do carro, não aguentava mais e quis trocar. Deveria ter trocado por um carro de uns 35k, mas como eu estava muito apaixonado pelo city, entendendo que não seria um bom negócio, mas um investimento na minha qualidade de vida (sou vendedor externo, fico de carro pra lá e pra cá o dia todo), fiz o financiamento ciente de que era alguma perda de dinheiro.

        O que eu quis dizer com o relato ali não é que "nossa, que mau negócio é esse que eu fiz", mas sei lá, relatar que sem financiar eu já ia perder 20 mil reais pra trocar um carro de 40 mil por um de 60 mil e financiado eu vou perder 40 mil. Isso vai acontecer cedo ou tarde eu sei, mas para pra pensar em quanto dinheiro todo mundo tem perdido com esse mercado.
        Enfim, não culpo o banco, eu estava ciente do que eu fiz, mas também não acho que a gente deveria estar pagando 60 mil num fiesta ou num honda city enquanto lá fora as pessoas não pagam metade desse valor

        • O_Corsario

          Seu primeiro parágrafo deveria fazer parte do texto publicado.
          "mas para pra pensar em quanto dinheiro todo mundo tem perdido com esse mercado. "
          TOdo mundo não, os fabricantes e o governo não tem perdido dinheiro nenhum… rs
          Enfim, a gente paga 60mil num fiesta ou city por um motivo: pq paga, nem que financie… Não falo isso como uma crítica direta à vc, mas ao nosso mercado como um todo, todo mundo que tem carro no Brasil (seja novo ou usado) pagou caro por ele, mas uma forma de mudar esta realidade é sermos mais sóbrios, ficando mais tmepo com os carros, por exemplo.

  • RX8

    Bruno, Vc sempre deve fazer os cálculos como se seu carro fosse quitado, que no seu caso, da uma diferença de R$ 13,500. a maioria das pessoas consideram o que já foi pago no carro, e isto é errado pois o financiamento é a "penalidade do nosso país" por alguém não comprar algo avista.

    • 4lex

      acima de 60k tentaria pegar um cruze sedan , mas enfim ..

    • Ricardo Ferreira

      Qaundo li a conta que o cara fez, na hora pensei: "Não to lendo isso".. pior que ja vi muita gente fazer essa conta… achar que o quanto pagou é o que tem que receber na hora de repassar o carro, ainda mais se for repassar com divida… esquece que numa parcela de financiamento cerca de 70% da composição dela sao juros e abatimento do valor real mesmo é 30% pra menos… e olhe la…

  • W_B_C

    "Muita gente, como eu, não tem condição de comprar o carro a vista"

    Muita gente que compra por impulso ao invés de economizar e planejar, isso sim.

    • Como o cara vai planejar ? veja bem, ele disse que ganha menos de 40 mil, tomamos por base 3 mil ao mês, se ele guardar a grana do que paga no carro, vai levar quase 4 anos para comprar o carro, se ele precisa de um carro e não tem o carro, o que vai se fazer ? parece fácil dizer " planejar " depois que você compra um carro à vista e pode ir guardando dinheiro, você espera e compra outro, mas a realidade não é assim. você tem que partir de algum lugar, e acaba partindo do financiamento, na minha opinião, ou ele termina de pagar o carro e guarda a grana por um tempo depois disso, ou vai entrar em outro financiamento e ficar chorando pois perdeu um monte de grana.

      • W_B_C

        Concordo com muitas coisas que você disse, mas veja o detalhe: Se o cara ganha menos de R$40mil em um ano, ele compra um carro de R$53 mil? E um ano depois já quer trocar? Percebe a incoerência?

        • p_ricardo

          se me permite, faço minhas as suas palavras! financiamento é coisa de país subdesenvolvido!

          • tatu_peba

            Ouviu falar da bolha imobiliária americana?

      • Anibal

        Roger,

        a realidade é que ele tinha que comprar um caro de R$35 mil (um Logan por exemplo) e não de R$50 mil (City). Teria o carro e de lambuja não teria a dívida. Mas….

      • Finalmente um comentário sensato por aqui. Virou costume no NA taxar todo mundo que não tem dinheiro pra comprar carro a vista como consumista, acéfalo, causador de todos os males do país, etc.. A única coisa nesse caso específico é que aparenta ter sido um passo muito grande pro cara, me parece que seria melhor começar mais embaixo, num carro de menor valor e consequente menor custo de financiamento.

      • bedotRJ

        Escolher o carro certo também é uma forma de planejamento. Precisar de um carro é bem diferente de precisar de um carro de R$ 47mil. Se o cara precisa de carro, tem orçamento apertado e comprou um carro de R$ 47mil financiado com juros altos, ele cometeu todos os erros possíveis na compra. E cogitou corrigi-los cometendo outro ainda maior, que seria trocar por um 0km de R$ 60mil.

        • jhal

          Você explicou a situação da melhor maneira possível. Como comprar um carro mais caro do que o salário bruto do ano inteiro??? Como meu pai dizia… Se já começou errado, é muito difícil de não acabar errado…

      • silvio_Brito

        O caso e que como ele mesmo disse ele não precisa deste carro.
        Então com os 24 mil nas maos ele poderia ter comprado um de 40 mil.
        Ou ainda se optou por um carro mais caro que parcelas se em maos vezes.

    • renanzacarias

      Há casos e casos. Alguns precisam do carro e não tem nem pra entrada (meu caso). Não tínhamos outro carro em casa e eu detesto depender dos outros. Mergulhei num financiamento sem entrada, pago uma tonelada de juros, mas não tive escolha, pois uso o carro pra atender meus clientes. A economia e o planejamento com certeza é a melhor saída, mas é mais fácil pra quem já tem carro, ou não depende dele…

      • bedotRJ

        Mas vc não comprou um carro de quase R$ 50mil, comprou?

        • renanzacarias

          Não, o meu foi 31 rsrs.

      • O_Corsario

        Pois é, mas vc fez isso consciente, não veio aqui ficar reclamar que foi explorado, que o mundo é injusto, etc etc.
        Tbm acho que cada caso é um caso, e todos são válidos, desde que com consciência!

        • tatu_peba

          Mas como ele foi explorado se nem fechou o negócio?!?

      • Focusman

        Passei pelo mesmo e sobrevivi.

        O problema todo é que ganhamos pouco.

        Como escrevi aqui um dia. O que fazer se você tem uma renda pequena, mas mora com seus pais e eles te dão uma vida boa, mas não podem te comprar um carro?

        Considerando que meu pai não gostava de emprestar o carro e que na minha cidade andar de buzu a noite é inviável, assim como andar de taxi, pelo custo parti para o opção de financiar um carro.

        Vive sem carro, sem conseguir arrumar uma gatinha para sair? Não dava!

        Então com meu primeiro estágio remunerado, propuz comprar um carro no nome do meu pai todo financiado em 36 meses e ir pagando.

        Quitei o carro, e comprei o outro já com 50% do valor, financiado em meu nome e pagando bem menos juros.

        Se eu não tivesse feito isso, teria perdido aquela época maravilhosa que foi minha vida dos 19 aos 22 anos.

        Então cada um faz o que pode para ser feliz.

        Essa mania de criticar a maneira que as pessoas gastam seu dinheiro aqui no NA me irrita.

        Sabe na real o que eu acho?

        A maioria aqui nesse site ou mora no interior, ou é gente que tem muito dinheiro na família e usa o carros dos pais até juntar dinheiro para comprar o seu, ou é gente que terminou a faculdade com 18 anos e conseguiu um emprego ganhando 3 mil reais, ou é indústrial e começou a ganhar um dinheirinho para guardar.

        Digo, que juntar dinheiro para comprar um carro a vista, pagando contas normais de uma pessoa de classe média é impossível.

        Ganho mais de 5 mil reais por mês, moro com meus país atualmente e o dinheiro que sobra é pouco depois de pagar meus "luxos"…

        Tampouco pagaria metade da minha renda em uma prestação de um carro, pois ainda tem seguro, gasolina e manutenção e ai, viveria em função do carro, coisa que já fiz no passado, mas hoje não tenho mais saco…

        Mas para quem é apaixonado por carro e tem 18 anos? Porque não?

        Quando eu ganhava um dinheiro extra, o que eu fazia? vocês acham que eu quitava mais uma parcelinha do carro?

        Claro que não!

        Eu tinha um som muito bom no carro, rodas bonitas, ia no encontro de carros, amava aquilo ali.

        Lavava o carro todos os dias, eu mesmo, era muito bom mesmo!

        Enfim… sou feliz assim e não me arrependo, mas não critico quem precisa ou tem necesidade de se tornar adulto antes do tempo….

        Abraços,

        • Heber

          Concordo em termos….comprei meu primeiro carro, com 19 anos….uma Ford Ka básico, mas 0km, por 15.000,00….financiei em 36x de 365,00, dei uma entrada de 8.000 (tudo que tinha juntado do estágio)….ganhava na época 1.300 reais…. ou seja, ganhava quase 10% do valor do carro, o que é o mais certo a se fazer….consegui pagar o carro e a faculdade, e ainda sobrava uns trocos para levar a namorada tomar um chopps por aí….
          A questão não é se tornar adulto antes do tempo…..é pensar um pouco no futuro….ou vc vai morar a vida inteira com seu pai….ser bancado a vida inteira pelo seu pai?
          A questão é que hoje, que ganha menos de 3.000 por mês não tem como bancar um carro de 60.000,00… ou banque e depois more no carro….. coma no carro…. transe com as meninhas no carro…..rsrs
          Como vc, eu ganho bem, para ser mais direto o dobro que vc…. mas tenho hoje 2 carros (um Fluence para mim e um Onix para a minha esposa) e moro em condominio fechado com a maior tranquilidade….. minha idade 33…. Então pense um pouco agora ao inves de pagar os seus luxos onde vc pretende morar daqui 3, 4 anos…. por que com 27 anos (acho eu) ainda sendo bancado pelos pais não dá….

    • FelipeLange

      Claro que é possível guardar dinheiro. Mas depende dos gastos da pessoa.

      Conheço pessoas pobres que não são a "crasse média" e conseguem guardar dinheiro, e porque com classe média tem que ser diferente?

      Cada um gasta o dinheiro como quiser, mas eu prefiro ficar sem carro do que ser explorado pelo banco.

      Pagar 50 mil financiados em um carro pelado pra mim é pedir pra ser explorado.

    • ChicoFCarvalho

      Nunca esqueci um dos conselhos de meu finado pai:

      1) Só compre à vista;
      2) Só compre um produto à vista se tiver dinheiro suficiente para comprar dois à vista.

      • PedroTelles

        Seu pai era um homem sábio.

      • Dilson

        Nunca vou poder comprar uma casa. Kkkk

    • Bruno Rocha

      Não é impulso, planejei jogar esse dinheiro fora, eu queria o caro, eu comprei o carro.
      Não justifico minha atitude, eu fiz porque eu quis, mas fazemos isso todo dia. Cada coisa que compramos, seja celular, seja computador, seja comida num restaurante mais caro, não importa, gastamos nosso dinheiro pra nos satisfazer não é mesmo? É pra isso que o dinheiro serve. Você não deve comer só no tempero manero (se é que tem isso ai, é uma franquia de comida que custa 5 reais o prato) só pra economizar se estiver afim de comer outra coisa. Fiz o mesmo com o carro, comprei o que eu tinha vontade porque é o que eu tinha vontade de ter e não deixo de ter condição de pagar, o que eu queria é que o financiamento custasse menos. Não estou muito preocupado com os juros, eles são a forma que eu tenho de conseguir uma coisa que eu levaria mais tempo pra ter. Investimento eu faço em terreno, não em carro e se eu tivesse 50 mil reais pra me descapitalizar em um dia, jamais faria isso comprando um carro, investiria em outras coisas que me dariam mais retorno. Com esse dinheiro reponho duas vezes o estoque da minha distribuidora e faço quase 3 vezes o valor desses dois estoques.
      O carro cabe no meu orçamento. Me referi a pessoas que precisam comprar usados e não tem opção a não ser financiar 90% do automóvel em 60 parcelas e acabam numa situação pior que a minha.

    • Hugo

      Fato! se ganha nem 40k por ano, vai querer carro de 60k? paga aluguel pra morar tb? daí precisa urgente rever os conceitos…

  • Debraido

    Não estou querendo criticar o amigo que redigiu o texto. Más o brasileiro em geral tem que aprender que para comprar um carro é necessário ter no mínimo 60 ou 70% do valor do bem, valor esse que se encaixa nos financiamentos sem juros. O melhor é pagar a vista. Hoje as lojas não vendem mais carros, isso é um mero detalhe, o que realmente vendem é crédito. Se transformaram em representantes de agentes financiadores. Não faço ideia de quanto é a comissão que um vendedor recebe de um banco após aprovar um financiamento. Alguém tem essa informação?

    • visanpai

      Não se pode generalizar dizendo que o brasileiro tem que ter 60% do carro a vista. Se eu tenho 4 mil guardado, então só posso comprar um uno 1997 (7 mil reais)!? É muito tranquilo falar quando o carro é supérfluo, mas quando se precisa e não tens a grana, infelizmente o jeito é entrar no financiamento, como o amigo fez. Só que não precisava ser logo um City tão caro…

      • marciors01

        Até porque o city é um péssimo carro pelo que custa, acabamento simples, ruidoso e mal equipado.

        • jcperes

          Concordo. E eu já dirigi um (manual). A 120 km/h o motor já está a 4000 RPM. Não teria coragem de fazer uma viagem nem de 1 hora em um carro barulhento assim!

  • powercam

    Meu amigo, pesquise algo no mercado com taxa 0%, como o Fluence, o 408, o Cruzecredo, Civic… tem N modelos. Abraços….

    • JotaEle

      Existe também a ilusão da taxa 0 que já foi matéria aqui no NA. É bom sempre compara as prestações mesmo com financiamentos que não tem taxa 0, pois nesses casos pode-se conseguir descontos.

  • RobsonSouza1409

    Por esse tipo de coisa que não compensa ficar trocando de carro tão rápido. Já tenho em mente passar no minimo mais 4 anos com meu próximo carro, que é o tempo que estou com o atual.

    • O_Corsario

      Também não tenho paciência quando começam estas contas infinitas sobre desvalorização "no primeiro ano" que é justamente o que mais desvaloriza… Se ainda tem financiamento, então…

      • RobsonSouza1409

        Exato. E no caso do amigo ai, além de trocar o carro em muito pouco tempo e com financiamento pendente, pelo que pude perceber, em termos de renda ele deu um salto bem maior do deveria. O ideal pra ele se deseja realmente um carro zero, seria ficar nos compactos (Palio, Fox, Agile, HB20, Sandero) até a faixa de 40mil.

        • O_Corsario

          COmo disseram acima, é o pior quadro possível: financiamento de um modelo acima de suas possibilidades, planejando trocar ele em torno de um ano. Não consigo imaginar uma forma mais eficiente de criar uma dor de cabeça exceto bater nela com um martelo.

        • Debraido

          Ai entra o problema do "status".
          Na minha opinião, se a pessoa precisa de um carro para trabalhar e não tem dinheiro, compre, inicialmente, o mais barato possível. O problema é que a maioria quando adquire um carro, coloca a real necessidade em 2º ou 3º plano. O gosto e o "status" que acredita que o carro dará vem sempre em 1º lugar. Conheço muita gente que tem uma bíblia para pagar sua 320 (BMW não o Lifan, hahah), más adora desfilar como se fosse milionário.
          Adoro carros, mas dou prioridade a minha casa antes do meu automóvel. Se a coisa apertar, vou de Mercedes (tunado pela Marcopolo).

  • gustinu

    Já começou errado quando pagou quase 50 mil num city semi-novo.
    Meu Deus, quanto deve ter custado zero?

    • Bruno Rocha

      Era um EX 2010 que na fipe estava pelo preço que eu paguei. Aqui onde eu moro os carros custam em geral mais caro que em São Paulo. O EX 0km custava 67k na epoca, hoje acho que caiu pra 62k.
      Não acho que paguei tão caro assim, era o que estavam pedindo por aqui e em vista dos outros que eu olhei o cuidado que tiveram com o que eu comprei é infinitamente maior que os outros que eu vi.

      Aliás, aqui onde eu moro existe uma procura muito grande por top de linha da honda. Civic EXS/EXR, City EX/EXL vende com muita facilidade se você aceitar outro carro na troca. Talvez eu faça isso.

  • Além da perda de $$$ vc iria se arrepender de trocar um Honda por um Ford. Me arrependi com um Ford Focus GLX 1,6 hatch 2011. Alguns detalhes de acabamento deixam a desejar e junto com seguidos problemas na suspensão dianteira.

  • laguiar

    Não tem dinheiro pra comprar o carro à vista e ainda quer trocar de carro todo ano???

    Por isso as montadoras ganham rios de dinheiro aqui.

    • O_Corsario

      Relendo melhor o texto notei isso. POxa, ele financiou em dois anos o carro, caramba… Paga estes dois anos e fica mais uns dois ou três com o carro sem prestação nenhuma!

      • JotaEle

        Esse seria meu conselho também. Acrescentando que se ela acha a prestação alta, por razões de caixa, ele poderia tentar um refinanciamento para adequar a prestação.

        • Bruno Rocha

          Não é que eu não posso pagar, é que eu to em um modelo intermediário. Quero estacionar em um carro por uns 5 anos com certeza, mas queria poder comprar um sedã grande (não é o caso do new fiesta, eu só fui lá pra ver isso mesmo) e ficar nele por esse tempo. Eu poderia pagar até 1.5k em parcela sem dificuldade, em 36x não da muito problema. Problema é achar um carro que me agrade :(
          E claro, usado.

          • Matheus C Damião

            O Fit EX é um baita carro! ficaria com ele mais uns 3 anos, juntaria estas 36x 1.5k numa aplicação e depois compraria algo bom e à vista. Precisa de um sedan ou quer um sedan? Difícil um jovem solteiro precisar de um sedan…

            • tatu_peba

              O carro dele é um City.

          • Victor

            TRECHO 1:
            "O motivo da minha intenção de troca é que meu carro é financiado e, visando reduzir o valor que pago mensalmente nesse “aluguel” de um carro melhor que o que eu posso ter, queria manter o padrão do carro que tenho e financiar outro mais ou menos do mesmo valor em mais vezes pra reduzir o que gasto por mês."
            TRECHO 2:
            "Foi preciso financiar R$24.500,00 em 24x de R$1.290,00."

            E acima você fala que poderia pagar até 1,5k em parcela sem dificuldade…

            Ou você mentiu agora, ou mentiu no texto, criando um pretexto para trocar de carro…

  • Como pde::?

    Por isso que esse pais ta uma merda. Preços absurdos e filas infinitas.

    "40 mil reais (e meio) perdidos em um ano. Desculpem se é exagero da minha parte, mas pra mim é muito dinheiro. Na verdade, é um pouco mais do que eu ganho em um ano."

    e o cara ta comprando um Ford Fiesta de 60Kilos .

  • Renan

    Cara, larga esse impulso consumista e fica com seu carro! Você já tem um ótimo carro, e novo! E pode ter certeza que existe por aí coisas melhores para fazer com o seu dinheiro.

    Fuja com todas as suas energias de financiamentos. Sempre que puder não os pegue. Pelo contrário, poupe, e seja o financiador.

    Agora, falando do Fiesta, fiz o test drive no hatch com câmbio powershift. O motor e o câmbio são muito bons, mas achei o carro meio pobre. Não entendo como uma concessionária coloca um carro com o acabamento soltando pra fazer o test drive. Talvez porque esse seja um problema de todas as unidades…

  • phaelrj

    cara, carro financiado eh complicado mesmo, o que voce pode tentar fazer eh vender seu honda city no particular, pedindo um valor pelo seu carro e transferindo o financiamento para o nome do comprador……assim vc teria algum dinheiro na mão e poderia trocar de carro, mas no seu caso, voce tem um carro "novo", um carro com um certo "status"(não eh qualquer um que tem isso pra pagar no carro), eu ficaria com o carro até terminar de pagar e entraria num consórcio……vende seu carro e dah de lance, voce pagará MUIIIIITOOOOOOOO MENOSSSSS juros…..eu vou fazer isso no meu….um abç

  • O_Corsario

    BRuno, vc está passando por algo muito comum hoje. Muita gente recebeu montões de crédito e comprou coisas que não poderia nem precisaria ter. Agora está apertada pelas prestações.
    Sò que acho que sua "solução" seria só mais uma roubada, vou citar seu próprio texto: "queria manter o padrão do carro que tenho e financiar outro mais ou menos do mesmo valor em mais vezes pra reduzir o que gasto por mês."
    Talvez até reduza o gasto por mês, mas daí vai entrar no mesmo problema, das mensalidades por um bem que jamais será seu, e veja, mensalidades por muito mais tempo. Daí elas vão voltar a pesar, ou vc vai querer trocar de carro, e terá novamente um grande problema: um monte de parcelas por pagar e um carro que já desvalorizou e não vale nem mais as prestações.
    Em minha opinião, o problema é outro: vc precisa partir para um segmento mais simples e barato. Não existe almoço grátis, uma hora vc tem que pagar a conta.
    Neste caso, se a prestação do City realmente está sufocando, trocaria ele por um outro carro que conseguisse pagar à vista ou em algum financiamento realmente curto.
    Daí vc regulariza sua situação.
    E respondendo sua pergunta, o que torna os carros no Brasil tão CAROS é gente que faz como vc, compra algo que não pode comprar usando crédito e inflacionando o mercado.

    • Vinicius Ramos Prucoli

      Disse tudo… O pessoal que é aparecer, acha que andar de carro "mil" é vergonha!

      • eduprogramador

        Andar de carro mil não é vergonha nenhuma. Mas dirija um carro superior e depois vá dirigir um mil. da pra resumir em uma palavra "inseguro" coisas como essas deveriam ser proibidas de serem fabricadas! Tenho um Fluence e comprei um KA recentemente para minha esposa adquirir pratica. Não tenho vergonha alguma de andar no KA ,mas me sinto inseguro e desprotegido , tente pegar a via Dutra ou outra grande rodovia com um carro mil apos ter um carro de nivel superior . Nao tem airbags,abs, nao tem nada! Assim que minha esposa adiquirir mais pratica andando pelo bairro vou trocar o KA dela por um usado de nivel superior com ao menos airbag e abs, pois sem isso nao da.

    • JotaEle

      Não acho que seja o crédito o grande responsável, ele deve contribuir, já que os carros sempre foram caros no país e o crédito não era abundante. Acho até que os carros estão relativamente mais baratos e mais equipados. No final de 2009 chequei a ver um City LX e o preço era 54000,00 sem airbags e ABS, hoje o mesmo carro está cotado em R$ 55.100,00 pela tabela FIPE. Em valores corrigidos pelo IPCA os 54k da época valeriam hoje ~68k, ou seja, o carro hoje estaria 19% mais barato hoje.

    • dtgenerico

      Concordo plenamente. Fico pasmo por ver com alguém que ganha menos de 3,3 K por mês compromete 1,3 K em prestação de um carro…

      Todo mundo por aqui faz isso? É normal?? Sério mesmo?

      • montagner82

        Eu ganho um pouco mais que isso e já acho muito pagar 600,00. Acho que comprometeria no máximo 800,00 por mês.

      • tatu_peba

        Isso pode variar dependendo da condição econômica da pessoa. Se o cara ganha 3,3 mil por mês mas é solteiro, mora com os pais, concluiu seus estudos ou seja não tem muitos gastos, não há problema. Melhor comprar um carro financiado que torrar grana em roupa de grife e balada, pelo menos é o que penso.

        • O_Corsario

          Exato, cada um sabe de suas necessidades, quando era solteiro e morava com meus pais, família estável, mesmo ganhando pouco o dinheiro sobrava, pois tudo que ganhava ia pro meu bolso, não tinha conta nenhuma… Eita saudades!!!! rs

      • eduprogramador

        Se o cara mora com os pais 2 nao tem nais nada pra pagar pagar 1500 reais de prestação ainda sobra 1800 reais pro cara fazer todo o resto. O que considero um bom valor para um cara solteiro passar o mes

    • Ceararj

      Matou a pau, rapaz. Nosso amigo tem que aprender a viver de acordo com a realidade.

      Financiamento de automóvel é dinheiro JOGADO FORA. A menos que o carro seja uma necessidade realmente urgente, o correto é sempre juntar dinheiro e comprar o carro à vista. Meu primeiro carro foi um Uninho com 10 anos de idade comprado à vista baratinho. Meu segundo, vários anos depois, foi um carro de categoria superior com 3 anos de idade, também pago à vista.

      Não devo e nunca devi dinheiro a ninguém e sou feliz por isso. E não sou rico. Não ter dívidas é algo que deixa a consciência tranqüila e traz segurança para a vida. Pense nisso.

  • coresplendor

    Vender o carro e comprar um semi novo também é uma outra opção, vai poder comprar outro carro do mesmo segmento, e não ter que se preocupar com parcelas.

  • Caos

    Só uma coisa.
    Carro nuca é investimento. É só um mero meio de transporte.

    Comprar carro sempre perde dinheiro mesmo à vista e principalmente financiado.

  • Fabio_Bueno

    Por isso que a cada dia que se passa tenho mais certeza: meu Corsa 2008 com placas pretas……

  • Rafael_rec

    Comprar carro com veículo financiado e com prestações à pagar é pedir para perder muito dinheiro. O negócio é quitar o financiamento para trocar de carro.

  • PauloGOLF

    Amigo,

    Se você ganha R$ 40.000/ano (R$ 40.000/13,3=R$ 3.000/mês), desculpe a franqueza mas você andar de Honda City é um carro fora da sua realidade econômica, dados os cursos de depreciação, seguro, manutenção.
    Além disso você financiou parcela maior que 30% que o valor do carro, algo que é IMPENSÁVEL, visto que os juros e a depreciação irão "comer" os seus rendimentos.
    Se você não sabia que iriam oferecer Fipe -20% no seu veículo usado é porque ainda não conhece o mercado automotivo.
    Sugiro FORTEMENTE que venda o seu Honda City, quite o financiamento e com o restante compre um veículo (novo ou semi) pagando à vista, ou no máximo um financiamento de 20% (neste caso avalie bem, pois os juros do semi ficarão na casa de 2~3/a.m. e muitos 0km estão com juros 0).
    NUNCA faça esforço para comprar carro, ele vai desvalorizar e o seu esforço tornar-se-á em NADA.
    Desconsidere nos seus cálculos sobre perda os juros de financiamento, estes são uma OPÇÃO que você fez, poderia ter evitado.

    • Heber

      Concordo….o carro é completamente fora de qualquer realidade dele….independente se mora com pai, mãe, etc…. Deveria pegar e dar entrada em um apto…ou depois vai morar no carro?

      • Bruno Rocha

        Já tenho um imóvel também, não estou muito preocupado com isso.
        Também tenho uma poupança.
        Também tenho um consorcio imobiliário.
        Também tenho investimento em títulos no Bradesco.
        Eu não disse que estou esmagado pelas parcelas do financiamento. Se eu disse isso acho que me expressei mal.

        • MM_

          Os juros do financiamento de um usado sao muito maiores que o rendimento da poupança. Vc deveria quitar o financiamento.

          • dougkmt

            Sim, com certeza! Se não der pra quitar, ele deveria amortizar o que dá. As últimas parcelas, se amortizadas logo no início do financiamento, ficam bem reduzidas. Não sei dizer em %, mas lembro que uma parcela de R$ 910 +-, sendo a última 36/36, com juros nominal de 0,99% a.m, saiu por volta de R$ 630.

            Mas novamente, se tem poupança e financiamento com juros (exceto "taxa zero" que valeria a pena deixar rolando), o ideal é deixar somente uma reserva para emergências e ir amortizando o financiamento, que cobra juros maiores.

        • PauloGOLF

          Se você tem a poupança que diz ter e paga 2%a.m. de juros ao banco você precisa rever sua matemática meu amigo.
          Somando o valor do seu consórcio imobiliário + custos do carro + prestação creio que não deva sobrar nem R$ 1.000 para você.
          Viver com 30% do que se recebe (quando na verdade deve-se comprometer no máximo 30%) é uma opção muito perigosa.

        • eduprogramador

          Desculpe Bruno,mas agora vc esta sendo incoerente ou mentiroso! Um dos 2 , ou vc investe ou paga juros. Porque se vc ta investindo de um lado e pagando juros do outro no Brasil em 90% dos casos você vai estar rasgando dinheiro.

    • Focusman

      Você não sabe a realidade do cara.

      Ele pode morar com os pais e não ter contas para pagar… que mania de dizer o que os outros tem que fazer….

      • ricpts

        Mas eu concordo com o comentário, 40.000 por ano + 4% de IPVA + 1500 de seguro + revisões + combustível + pedágio + juros de financiamento e depois fica renovando o financiamento?

        No final ele trabalha quase dois anos SÓ para pagar um carro. Idependente da realidade dele, era melhor que ele não trabalhasse e não tivesse carro.

        • Bruno Rocha

          Falar que é mais que eu ganho foi um exagero
          mas eu moro sim com os meus pais e tenho minhas contas pagas, graças a Deus
          O carro cabe no meu bolso, mas se caisse um pouco as parcelas sobraria uma graninha extra.
          Como expliquei, uso o carro durante todo o meu dia e comparado com a saveiro que eu tinha antes tenho que agradecer o banco por levar meu dinheiro.

          • José

            Por que não tenta renegociar com banco aumentado as parcelas restantes de 12 pra 24 meses???

      • Heber

        Concondo com o Paulo, e discordo de vc totalmente….. meu pai sempre me diz que o seu salário deve ser compativel com 10% do valor do carro que vc quer comprar (3.000 * 10 = 30.000) para que vc tenha condições minimas de banca-lo. Veja aí que o intuito de trocar de carro e reduzir parcela….e isso significa que as parcelas estão pesadas para ele…… Independete de qualquer realidade, o padrão a ser seguido é esse 10x o seu salário mensal é o limite do seu carro…. fora isso e se perder financeiramente….

        • PauloGOLF

          Heber, PARABÉNS!
          Seu pai está corretíssimo.
          Sempre fiz esta valoração (TETO do preço do carro a comprar minha renda X 10) e desta forma consigo dar manutenção, segurar, programar a próxima troca, viajar e viver normalmente.

          Conseguir comprar um carro é diferente de poder manter um carro.

          • Andrade Bsb

            Eu já achei o caso relatado um absurdo, e dez vezes o valor do salário também achei bem puxado, quase um exagero. Talvez sirva para quem ganha por volta dos R$ 3000,00, mas para quem ganha R$ 15mil ou R$ 20mil, o teto vai dar entre R$ 150 e R$ 200mil, um exagero com certeza! Não vejo porque gastar tantas vezes o salário para comprar um carro, ou mesmo a necessidade de um carro tão caro assim!

            Se for para financiar, uma prestação de no máximo 20% do salário, para poder dar conta das outras despesas que o carro gera. Na grande maioria das vezes, as pessoas também tem outros gastos, como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, energia, água, etc…

            Em minha opinião o melhor carro é aquele que você pode pagar e manter, na boa. Quando estava ganhando por volta de R$ 3000,00, eu pagava uma prestação de R$ 360,00 por mês, isto porque tinha dado 50% de entrada em um Fiestinha usado. A medida que meu salário foi melhorando, fui melhorando de veículo. Hoje, tenho um carro do ano(2013), que mesmo assim comprei de um amigo meu que tinha rodado apenas 800km, o que me rendeu uma economia de cerca de R$ 7000,00 em relação ao preço de um 0km na concessionária. Claro que nem sempre foi assim, para chegar, também fiz minhas burradas e aprendi com elas.

            De qualquer maneira, daqui a pouco o nosso amigo Bruno vai acabar de pagar o financiamento, e ficará bem mais folgado com um bom carro ainda e sem prestações para pagar. Ele pode ainda usar de algum outro investimento que possua para abater as prestações, garanto que o desconto é bem maior do qualquer aplicação atual está rendendo.

            • PauloGOLF

              Amigo, eu estamos falando em TETO.

              Pessoas com renda entre 15k e 20k (no meu local de trabalho 60% estão nesta faixa) sabem que NUNCA deve-se atingir o teto e a grande maioria tem veículos na casa dos R$ 60.000 com troca a cada 5 anos.

              Pessoas com maior poder aquisitivo tendem a ter mais educação e sabem que um veículo que é cobrado R$ 150.000 não vale este valor e com este dinheiro você investe em viagens, estudo, etc.

        • riccorreasp

          Você não está errado, mas se todos seguissem os sábios ensinamentos de seu pai, certamente não haveria tantos Civic, Corolla, Cruze, etc., circulando por nossas ruas e rodovias.

        • eduprogramador

          O raciocionio do seu pai é simplista, se fosse assim eu ja podia comprar um novo fusion zero KM . Uma coisa é um rapaz solteiro ganhar 3.000 outra é um pai de familia com filhos na escola ganhar 10.000. O cara solteiro pode ate ter um carro de 30.000 agora o pai de familia dificilmente conseguiria ter e manter um carro de 100.00,00 .

      • PauloGOLF

        Focus.
        Independente de morar com os pais ou não, estar endividado ou não se a RENDA da pessoa é de R$3.000/mês isso não é compatível com um Honda City.
        Tenho um amigo executivo da Renault e o perfil do comprador da Duster (preço um pouco acima do City) é o indivíduo com renda familiar de R$ 10.000/mês.
        Outras pessoas compram duster ? Sim – mas deixam de viajar nas férias, trocar pneus na época adequada, abrem mão de diversão para poder sustentar o seu veículo.
        Ou você acha normal uma pessoa com renda de R$ 3.000 pagar prestação de R$ 1.000 no carro ? Some as demais despesas que giram sobre o carro mensalmente, deixar 50% da renda só no carro ?
        E a capacidade de poupança do cidadão ?

      • MM_

        Ninguém opinaria sobre o que ele tem que fazer ou não se ele não colocasse a história publicamente, não?

    • gcarlos

      As pessoas não sabem fazer essas contas, não que seja o caso do rapaz. Mas muita gente faz isso mesmo, poderia pedir uma ajuda a alguém melhor informada.

  • Lucas

    Realidade em que vivemos: A pessoa tem um carro de valor equivalente a um ano de seu salário

    • dougkmt

      Olha, Lucas.

      Não acho que seja um absurdo a pessoa ter carros que custem o rendimento em um ano (meu exemplo). O que acho complicado é quando há financiamento com juros na jogada, a longo prazo, com valores de parcelas que geram riscos. Se a pessoa conseguir economizar uma boa parte da entrada, conseguir "taxa zero" ou juros de por exemplo 1% a.m., com parcelas que ficam dentro dos 30% de renda mensal, com seguro relativamente baixo ou considerado normal, não vejo problema se o gosto e preferência recaírem para tal. Algumas pessoas não ligam pra carro, e o objetivo é o meio de transporte do ponto A para B. Outras pessoas gostam de carros com maior refinamento, construção e qualidade. Infelizmente, no Brasil, é preciso se pagar bem mais para sair de um popular e daí a prioridade em se gastar mais aqui ou ali entra na jogada. É o que acho.

  • spectrum84

    Bruno, questão de gosto pessoal, tenho um City e um colega do trabalho acabou de comprar por 55k o Fiesta Titanium hatch. Cara. Teu City EX não deve em nada pra esse Fiesta além dos itens de segurança. Considero o City até mais carro, mais conjunto, melhor acabamento, enfim, opinião pessoal minha.
    Já que vc tem só mais um ano de prestação, minha dica é segurar a onda e quitar seu carro, ou se realmente tiver te apertando, refazer esse financiamento, mas continuar com o Honda, já que sua desvalorização tende a ser menor de agora em diante!
    Gostei dos comentários da galera aqui, vc viu nas contas que financiar boa parte é prejuízo, ainda mais querer trocar de carro logo após de fazer uma prestação alta (considero 1 ano pouco tempo). Como outros colegas tb disseram, não troque por outro carro (pelo menos da mesma categoria) pra que não acumule dívidas e isso se torne uma bola de neve. Vc viu, 40 mil trocando de carro, se vc passar um ano com o Fiesta e quiser pegar outro, irá aumentar ainda mais rsrs…

    Sucesso!

    • figado

      O Fiesta que ele se referiu é o sedan, que tem acabamento bem melhor que o hatch.

    • O_Corsario

      Ótimos conselhos. Espero que ele leia.

    • Bruno Rocha

      vc tem razão cara, concordo com tudo que você disse! Valeu!

  • Renato_Valente

    Se quisesse em carro melhor deveria ter optado por um usado ao invés de fazer um financiamento que você não ia dar conta….. Agora quis pagar de gatão e andar de carro zero pra desfilar pra vizinhança.

    • Bruno Rocha

      Não comprei o Fiesta e se quisesse pagar de gatão já da pra fazer isso com o city que todo mundo aqui no interior acha que é civic e que é caro.

  • Magno

    Tenho um carro financiado tmabém e pensei em trocar, peguei tem apenas 6 meses mas outro me encantou depois haha, enfim….Só que pra repassar o financiamento pra um novo, eu já perderia de cara uns 8 mil no meu carro que é o que a concessionária pagaria a menos do valor que dei nele, e as parcelas do novo ficariam ainda um pouco maior porque o banco só troca o financiamento se for por um carro de maior preço.

  • zeuslinux

    A verdade é que você sempre terá prejuízos enormes na troca de carro. Com o incentivo para a compra de carros 0 km, o mercado de usados piorou muito e por isso o seu carro é altamente desvalorizado na hora da venda.

    Acabe de pagar o seu financiamento antes de começar a pensar em trocar de carro. Ele ainda é um seminovo e se for bem mantido tem condição de ficar pelo menos uns 5 anos sem precisar de manutenções mais caras.

    A gente que fica lendo sites de notícias automotivas como esse fica empolgado sempre que é lançado um carro novo vendido como o "messias". Outro dia mesmo eu fiquei me "coçando" para ver como era o novo Golf de perto e fui a uma concessionária VW ver. Apesar de gostar muito do Tiguan, que está carísimo (a partir de 118 mil com bancos em couro) e do Golf (adorei o GTi mas havia fila de espera até dezembro), vi que acabaria mesmo é comprando o Jetta TSI, muito mais negócio em termos de custo benefício, a partir de 85 mil reais.

    Mas o meu carro só tem 1 ano e meio de uso, 10.000 km rodados e ainda tem outro 1 ano e meio de garantia. Pensei bem e seria uma tremenda besteira trocar o carro agora. Iria ter um tremendo prejuízo e por muito pouca coisa. Ganharia mais desempenho mas perderia em espaço e luxo (tenho uma Captiva 2.4), além de não gostar muito de sedãs. Pensando bem, o negócio é ficar quieto e, quem sabe, trocar o carro no futuro por algo ainda melhor. Vou juntar dinheiro e esperar que a concorrência aumente ainda mais, para que os preços baixem e os carros melhorem ainda mais.

    • radiobrasilcombr

      Iria trocar o conforto do Captiva pelos bancos duros pra caramba do Jetta? rss

    • riccorreasp

      Zeus, devo ter mais ou menos a sua idade, creio que tenhamos padrão de vida e salários próximos….

      Porém, é importante frisar que o início de vida das pessoas está cada vez mais difícil. Apartamentos e casas estão custando mais que coração, rim, pulmões, etc., juntos no mercado negro. rs

      Talvez ele tenha realmente exagerado, mas o nosso país força, principalmente os jovens, ao endividamento se a pessoa quiser usufruir de coisas melhores.

      Essa "estória" de crédito fácil apenas serviu para que os preços disparassem. E assim todos são obrigado a entrar em financiamento, na maioria dos casos.

  • Louis

    Comprar carro já é um gasto enorme. Comprar financiado, você está rasgando dinheiro. Trocar de carro financiado todo ano e ir renovando o financiamento, é coisa de quem não está em sã consciência.
    Por essas que, mesmo sendo louco por carros, vou rodando com meu ano 2006, que está inteirinho, mesmo tendo recursos para comprar um muito melhor a vista. Eu sei o quanto eu ralo pra ganhar minha grana, não sou escravo de carro.

    O dia em que eu comprar um carro em que eu precisar dar 1 ano de salário pra pagá-lo, mandem me internar…

    • Fernando

      Na realidade nao se da um ano de salario, pois ao vende-lo, se recupera
      parte desse prejuizo.

    • Andrade Bsb

      Parece até que sou eu que escrevi isso…."O dia em que eu comprar um carro em que eu precisar dar 1 ano de salário pra pagá-lo, mandem me internar… " Acho que no máximo uns 5 meses de salário seria o teto ideal, o teto heim !

      • riccorreasp

        Rapaz, não sei quanto você ganha, seu carro, sua profissão, etc, mas acho que aceito trocar de salário com você tranquilamente.

        Ou então você é bem conservador e opta por uma vida com menor conforto.

      • tatu_peba

        Vai depender do prazo. Cinco meses de salário em um ano pesa, em dois anos pesa menos e em cinco anos pesa menos ainda. Não é isso que está em questão, o que o rapaz quis fazer foi alertar sobre as armadilhas que as ccs e as financeiras têm armado para o consumidor. Só que pouca gente nessa bagaça entendeu.

  • Henrique

    O grande problema não é nem o financiamento, mas o principal é o mercado que cobra preços altissimos no carro 0 km e a desvalorização imposta por concessionarias na troca é enorme, e somos reféns desse cenário pois se voce esperar quitar o financiamento ou juntar o dinheiro pra comprar a vista para reduzir a perda de 40k para os 24k a seriam no minimo mais 3 anos sendo 1 para quitar seu financiamento e + 2 para juntar os 24k, isso se juntar o mesmo que paga no valor da parcela e até lá seu carro nao valeria mais os R$ 36 mil propostos e sim uns R$ 28 mil e o new fiesta na melhor das hipoteses valeria os mesmos R$ 60 mil, ou seja voce nao conseguiria trocá-lo e ainda sim precisaria financiar R$ 8 mil. Ou seja somos reféns do sistema.

  • Anonimo Covarde

    Vergonha alheia…
    Se não fosse a tal da "regra de lucratividade" que você se refere, dificilmente você "ganharia" mais de 15 mil reais por ano, ai teria que se contentar com um chinezinho qualquer com 4 anos de uso.

  • Che

    Cara, tudo errado. Como você compra um carro cujo valor (a montadora acha que vale) é maior do que a sua renda em um ano de trabalho?! Vamos botar o pé no chão?

    E financiar 50% do valor do carro? Fala sério.

    • Marcelo

      Sejamos claros e honestos, quem é o errado neste caso? As montadoras que querem ter altos lucros (coisa normal no mundo capitalista), ou o camarada que compra um automóvel que não consegue manter? Fala sério. No meu ponto de vista isto nem merece discussão.

  • Anibal

    Seus Loucos!!!! Economizei por 6 anos para poder comprar um Corolla a vista. E dentro desta economia ainda previ o custo do IPVA + SEGURO + Franquia do seguro + Peças Cesta básica + Revisões por pelo menos dois 2 anos para frente – Aproximadamente R$15.000,00

    Enquanto isso dava coro no meu Corsa Sedã.

    Kct, ninguém faz essas contas ??????

    • Focusman

      Você andou 6 anos de Corsa Sedan… entendeu o problema?

      • O_Corsario

        Problema ou solução, depende de cada um! rs
        Mas entendo seu ponto.

        • Focusman

          Que bom que entende.

          Temos que balancear bem esse lance de futuro.

          6 anos para trocar o carro juntando dinheiro?

          Em 6 anos o Corolla passou de objeto de desejo da classe média B para a Classe média C, entende…?

      • netovski

        E pelos próximos anos provavelmente, no mínimo corolla.

        Tudo tem um sacrifício.

        • Focusman

          Se vocë tem renda para conseguir juntar dinheiro para comprar um Corolla, certamente teria dinheiro para financiar um carro, andar esses seis anos todos em um carro melhor que o Corsa e investir o troco em algo que te rendesse mais dinheiro.

          Outra coisa…

          Ter um Corolla com minha idade hoje seria uma coisa. Daqui há 6 anos ter um Corolla é outra coisa.

          Não sei qual sua idade ou sua posição, mas com 30 anos ter um Corolla é sucesso para alguns, para outros ter um Corolla aos 40 já é normal.

          Não sei…

          Mas não tenho paciência de esperar tanto.

          Quando lança a TV nova, se eu achar que é legal e eu tenho crédito para comprar sem juros sem apertar minha renda, eu vou lá e compro.

          Pense bem, qual a graça de comprar uma TV Full HD hoje em dia se já lançaram a 4K ?

          Qual a graça de comprar um Playstation III hoje se o IV acabou de ser lançado?

          Comprei o Galaxy 3 por 1600 reais, meus amigos falam até hoje… porra tá por 1100…. Mas na época ele era o melhor.,

          Vou vender ele comprar o 4? Não agora.. ele faz tudo que o 4 faz e a diferença de preço é muito grande para o upgrade.

          Assim para é com os carros.

          Não troco de carro hoje, simplesmente porque o meu perdeu 50% do valor em menos de 3 anos e para comprar um melhor que ele hoje eu teria que investir pelo menos 3x mais o valor que ele vale no mercado de usados, o que é inviável para mim.

          Logo vou rodar com ele até eu poder troca-lo sem apertar o bolso, pois trocar o carro por outro zero de categoria inferior ou igual eu nunca faço, sempre subi escada!

    • TecoPadaratz

      Faz as contas sim, mas da seguinte forma:

      R$ 1.200,00 de prestação.
      R$ 3.000,00 de salário.
      Logo, 3.000 maior que 1.200, então vamos lá comprar essa porr@…….

    • tatu_peba

      Cara, admiro sua persistência. Se eu tivesse que guardar dinheiro por 6 anos para comprar um carro acho que eu iria de Caloi mesmo. Eu tentei fazer poupança para comprar minha primeira casa e estava indo bem até que um maldito plano de um maldito governo acabou com minhas pretensões.

      • riccorreasp

        Plano Verão, acertei?

      • riccorreasp

        Esses 2 planos trucidaram o planejamento daqueles que poupavam recursos mensalmente.

        Sei bem do que você diz.

        • tatu_peba

          Até que não foi muito, eu estava no começo. Mas até hoje me revolto com isso, alguém mete a mão no seu bolso e depois diz que aquilo não era dinheiro…

  • giovenardi

    Por isso que hoje em dia carro zero km só compensa se for usar muito tempo porque a desvalorização é enorme, agora você quer trocar o seu carro e quer que a loja pague preço final de tabela fipe. Isso não existe em local nenhum, trocando de carro fipe com fipe, somente particular por exemplo. E hoje em dia carro vale apena somente pra que negocia carros, o particular sempre vai perder dinheiro em carro.

  • Rubens Filho

    Cadê os : SYNC® with MyFord Touch® touchscreen LCD de 6.5" , sistema de audio Sony® Hi-Fi Sony® e Câmera e sensores de estacionamento traseiros do new Fiesta Titanium 2014, de série, VENDIDO aqui ?? Já que são vendidos na Argentina, México, EUA e U.K. ???

  • Crizan Soldi

    Amigo, comprei um Focus 2.0 2009 GLX Manual por 36.000, mais carro que os dois citados, só deve em segurança ao NF.

    Parte pra um usado, garimpa um sedan médio, não tenha pressa.

    Vc vai subir de categoria e provavelmente quitar sua dívida.

    Carro 0km é a maior fria do mundo se não for a vista. Não que usado parcelado seja bom negócio, mas o valor do 0km é o fim da picada.

    • gcarlos

      Pensamento sábio, igual ao meu. Só que alguém tem que comprar o novo para que tenhamos o usado à nossa disposição. Sendo assim que comprem os apressadinhos por novidades.

      • Gerson

        Pagou no GLX o preço de um GHIA(2009).

        • Crizan Soldi

          Não falei que comprei ele ontem amigo. É o Sedan.

  • CharlesAle

    A questão é o seguinte,o cidadão não seguro o impeto do ego,e sai a financiar um negócio carregado de juros e desvalorizações que é um carro!!meu,POUPEM DINHEIRO o MÁXIMO Q PUDER e,depois de uma boa poupança,ai sim vá atrás do carro que quiser……..

  • bedotRJ

    Com todo respeito, pela sua informação de ganhos, vc já deu um passo maior do que a perna ao comprar um City 2010 top, de quase R$ 50mil, em 2012. E daria um passo maior do que o corpo inteiro se fizesse essa troca pelo New Fiesta. Seu carro ainda está muito novo. Se a questão é se livrar de financiamento pesado e comprar um 0km, procure as ofertas de taxa zero. O Sonic, por exemplo, na versão LT mecânica, está com entrada de R$ 27.800,00 e 48x R$ 390,00. É um financiamento mais longo sim, mas com uma prestação que sai a 1/3 do que vc paga atualmente. Vc vai ter uma grande folga orçamentária.

    Mas na vera mesmo, a melhor solução é você sossegar com seu carro, que é muito bom, completo e ainda muito novo.

    • PauloGOLF

      ALém de que o Sonic é melhor que o City.

  • Rodrigo

    De fato, trocar de carro no meio de um financiamento é jogar dinheiro fora. Nunca foi negócio.
    É sabido que, diante de todas as "facilidades" em adquirir um carro novo atualmente, que há uma desvalorização acima do normal de usados. Por isso não é de se estranhar o porquê lhe ofereceram tão pouco pelo City. Se você necessita mesmo vender o carro, minha recomendação é que o faça via particular menos 10% da FIPE, já que é o que se tem praticado por aí.
    Se o seu problema é com o financiamento, tente renegociá-lo com o Banco. Muitas vezes vale mais a pena expandir o prazo de pagamento e diminuir o valor das parcelas, ao invés de trocar de carro e pegar outro financiamento. Caso não haja vantagem nessa negociação, você pode também buscar um empréstimo pessoal (com juros menores, por exemplo, consignado), quitar seu carro e pagar o empréstimo pessoal. Pelo menos você fica com o bem desalienado para poder negociá-lo livremente em caso de necessidade.

  • Daniel

    Várias partes do texto podem ser comentadas, portanto vou comentar duas:
    1- Todos carros desvalorizam, isso é um fato, e se formos comparar com outros países, o Brasil ainda se mantem com alto nível de valorização dos usados, em outros países um carro com pouco mais de dois anos valeria ainda menos em comparação ao valor pago.
    2- Fazer avaliação de financiamento pelo valor total pago é pouco produtivo, pois também estas usando o dinheiro através do tempo. Dizer que estão te cobrando R$ 64.480,00 pelo carro é um grande erro. Você que escolheu pagar essa diferença para "usar" um dinheiro que você não tem. Existe inúmeras variáveis para saber se determinada forma de pagamento é um bom negócio, sendo que inclusive com o não recebimento de um bom desconto, nem mesmo pagar a vista é sempre garantia de bom negócio para bens de maior valor. Então esse ponto é bastante pessoal.

    E em relação aos comentários a que trata apenas o carro em questão: tenho um New Fiesta 2014, do qual depois de mais de mês pesquisando e comparando com os demais do mercado na faixa de mais ou menos R$ 45.000,00, comprei e estou bastante satisfeito. Achei reclamações na internet para todos os concorrentes, de maior ou menor valor (Onix, Fit, Sonic, 208, C3, Punto, Fox, etc e inclusive criticas ao New Fiesta) e qualidades de materiais e acabamentos, que hora um tinha vantagem e desvantagens frente aos outros. No balanço de tudo escolhi o New Fiesta, principalmente pela economia de gasolina (que já se comprovou) e pelo valor de seguro (os concorrentes com propostas mais modernas passavam de 3x o valor) e tenho tido boa experiência até o momento. Era isso….

  • Rodrigo Monteiro Ferreira

    O autor esta esquecendo que ele não é obrigado a entregar o carro na agencia de "graça" sempre que for vender. Esta me parecendo que ele fez uma serie de mal negocios e só parou de fazer as contas nesse ultimo.

    Olhando no webmotoros City 2010/2010 EX Automatico de particular está por 40K… Não sei como ele pagou 47 ano passado, se eu ficasse um ano com esse de 40k, e fosse vender (nao venderia um carro que só estou a um ano) tentaria vender para particular por 37-38k…

    Agora se ele comprou na agencia por 47 e vai vender na agencia por 34… pura opção dele…kkk

    • Bruno Rocha

      O City 10/10 EX ano passado estava pelo que eu paguei mesmo. Você precisaria considerar o que custa onde eu moro, porque a webmotors desvia mais pro valor em São Paulo enquanto aqui na minha cidade é um pouco mais caro. Aqui um EX custa hoje na faixa de 42, 43k e em Novembro de 2012 quando comprei custava 47 mesmo. Fui até em são paulo olhar alguns, mas os carros estavam simplesmente acabados. Bancos rasgados, pneus velhos, riscos no painel, todos eles mal tratados. Preferi pagar um pouco mais aqui onde posso correr atrás de quem me vendeu com mais facilidade e ter um carro que estava e ainda está excelente.

      Já oferecei pra particular aqui por 43k e teve muita procura, o modelo EX é muito procurado aqui ainda mais com o meu sendo preto e com banco de couro que era opcional. O problema é que querem colocar coisas na troca e eu não quero pegar bucha. E não, não vou passar por 34 em hipotese alguma.

      • tatu_peba

        Bruno, acredito que você fez dois bons negócios e pode fazer o terceiro. Um quando não vendeu seu City na ccs e outro quando não comprou o New Fiesta. Se puder arcar com as prestações ou até mesmo quitar obtendo desconto, aconselho a ficar com o City mais um pouco. A pior desvalorização dele já passou, agora ela tende a ser mais suave, exceto se ocorra algo inesperado no mercado de usados. Uma coisa que nunca faço é dar um usado na troca por um novo. Isso é tudo que a css quer, ela ganha no seu e ganha no dela. Aí alguém tem que perder e não há mistério, vai ser você. Espere seu carro ficar desimpedido e procure vendê-lo para particular. Se ele estiver bem conservado com certeza você vai fazer seu terceiro bom negócio. Obrigado por compartilhar sua experiência e desconsidere os comentários mais acalorados aqui. Afinal você não concretizou o negócio, apenas relatou algo que pode ajudar a outros. Abraço.

    • gcarlos

      Outra coisa, de agora em diante vai desvalorizar- se menos, e não como ele está pensando.

  • Doccar

    putz! nunca vi tanto dinheiro perdido em face de um bem de consumo tão insignificante como carro. enquanto as pessoas acharem que serão melhores porque adquiriram um carro melhor, essa politica de ganancia por dinheiro por parte das montadoras, bancos e governo prevalecerá.
    O POVO TEM QUE ADQUIRIR É CONSCIENCIA DAS COISAS COMO ELAS SÃO.

  • Vinicius Ramos Prucoli

    Eu sei que cada uma tem sua prioridade, mas eu ganho tambem mais ou menos isso… e ando em um classic comprado a vista. Sei lá, nego gosta mesmo de andar em carro "premium"…. Sua filosofia de vida, não combina em anda com a minha….

    • Bruno Rocha

      Você comprou um carro velho zero km, é uma opção sua.
      Como eu falei numa resposta ali, consigo ganhar muito mais que juros de poupança se eu tiver 20 mil reais na minha mão que deve ser o que você pagou no seu carro. Outra coisa, o City não é premium, é um carro intermediário, mas bem completinho. Você não deve andar muito com o seu carro pra precisar ou desejar ter conforto. Eu passo o dia inteiro no meu carro e não andaria com um classic nem ganhado de graça. Não acho que você tem que concordar comigo, mas acho que você não gosta de carro pela opção que fez. Como eu gosto, comprei um carro bom, bonito, adequado ao meu uso, econômico, completo, novo, útil e com excelente pós venda. Não estou insatisfeito com o meu carro nem com quanto pago nele, dá pra pagar, a intenção foi mostrar o quanto a gente perde com carro aqui. Ou você acha que vai vender seu classic por preço de 0km?

      • MM_

        Grande coisa, vc comprou um carro velho usado financiado e ainda quer esculachar o cara? Fala sério.

        • riccorreasp

          Nem todos recebem salário de 40 mil reais como você, MM. rs

          O rapaz, por exemplo, tem um décimo de sua renda mensal.

          Se todos tivessem seus rendimentos mensais, seria possível comprar tudo a vista, não apenas carros.

          Não é uma crítica, é apenas uma observação.

          • MM_

            Concordo com vc, e é por isso que acho errado o cara querer esculhambar com o outro pq tem um carro um pouco melhor!

            Lógico que eu já fiz dívidas para comprar carros. Ganhei meu primeiro carro do meu pai, que foi uma Brasilia, então comecei a pagar um consórcio, que era bem barato e quando foi contemplado, vendi a Brasilia e comprei um carro melhorzinho. (um Gol quadrado). E por aí foi.

            Cada um sabe aonde aperta seu calo, mas nunca me acharia melhor que ninguém, independentemente do carro que eu tivesse.

            • riccorreasp

              "Ser" é sempre mais importante do que "ter".

              Mas infelizmente no Brasil há essa inversão de valores.

    • jhal

      Você disse muito bem. Você anda com o carro que combina com a sua remuneração. Tem conhecido meu, que ganha relativamente bem (+/- 5, 6k /mês) e fica andando de carro de 80, 90 mil… Aí o cara vive pro carro, né… Não faz investimento, não investe em qualidade de vida, nem nada…

    • Lexfamulus

      Exatamente! Ganho relativamente mais do que o autor da matéria (5k/mês), e após ficar 4 anos com um mille fire, fiz um pequeno financiamento para comprar um Novo Palio Sporting já usado, comprado de um gerente de css. Só pelo fato de comprá-lo usado já me fez econimizar R$ 5.000. O financiamento, originalmente em 36, foi pago em pouco mais de um ano, me rendendo uma economia calculada de R$ 3.000,00.
      Eu poderia ter um Bravo, Cruze e etc., mas aí teria que recorrer à mais um financiamento, de valor superior, e estaria tirando comida da minha mesa só para colocá-la na mesa dos banqueiros país afora.
      Gosto de muito de carros, mas não à ponto de rasgar dinheiro ou colaborar para essa máfia das fabricantes.

  • Tiago

    Vai no banco, solicita o refinanciamento do seu City, fica com ele por mais 2 ou 3 anos (pelo menos).
    E aí sim pense em trocar de carro. Pelo menos assim tu vai corrigir o erro.

    E te falar, o erro começou ao comprar o City. Não existe pagar mil reais de financiamento de carro, ganhando 3/ 3.5 mil reais.

  • BlueGopher

    Só não se deve esquecer uma coisa:
    Quando se financia um carro, uma geladeira, etc, você NÃO está pagando o bem financiado.
    Você está pagando o DINHEIRO que comprou.
    Financiamento é compra de dinheiro, e não compra de um bem.

  • Marcos

    se tem dinheiro pra comprar parcelado tem dinheiro pra comprar a vista ! isso é desculpa esfarrapada. ( alias pra comprar parcelado é sinal de que vc tem mais dinheiro ainda !)
    pra mim o city é comcorrente direto do voyage só que com preço de honda.
    O ford ta dando tiro atraz de tiro no pe preços com agio, falta d coisas enssencias ( paddles shif, no nf focus e eco) a não atualização ate hj dos motores do eco ( = nf) a falta de uma cambio automatico pra ranger (a 2.5 )… enfim gostava muito mais a morosidade é deprê…

  • GUGASP

    Bruno, se você ganha em torno de R$ 40 mil por ano, não faça mais dívidas com carros.
    Logo logo seu carro estará quitado, e mesmo assim terá um Honda na garagem, com boa mecânica e pós-venda decente.
    Não troque seu carro por um NFiesta…
    Olha, experiência própria minha com meu Focus GLX 2.0 2011, que comprei zero em Jaú-SP e está com 55 mil km. O pós-venda Ford é uma porcaria, sempre tem coisinha pra fazer no carro, custa caro e os mecânicos e consultores são despreparados.
    Fique com seu Honda.

  • Me diverti lendo esse texto, como brasileiro gosta de jogar dinheiro fora…….quando compro carro é pra usar não para investimento……..trocar de carro todo ano é para que pode. Eu troca a cada 5 anos e olhe lá…..rs….e a vista….se não tenho não compro…….investimento é imovel….é nesses "caras inteligentes" que financeiras e montadoras ganham dinheiro. E ta certo 80% da fipe, senão o cara não tem margem para trabalhar, vende quem quer…..hahahahhaha

  • Wandsberg

    Meu comentário não tem nada a ver com o seu salário, etc. Isso tudo depende da região que mora, idade, anos de carreira, formação, etc. MAS, se ganha menos de 40k por ano, jamais deveria fazer uma parcela de 1,3k!

    • Cruz

      Que falta faz o dedão pra cima… melhor opinião do dia!

  • marioc

    Claro que em trocas de carro sempre se perde dinheiro, e muito. Mas acho que no Brasil o preço dos carros usados ainda é um absurdo. Como os fabricantes ficam com essa sacanagem de sempre aumentar os preços (o próprio New Fiesta já subiu de preço algumas vezes) acaba puchando o preço dos usados para cima.
    Na Europa e EUA carro usado é pechincha. Claro que quem compra carro zero vai perder grana, mas acho que o usado ainda é muito caro na nossa república das bananas.

  • marioc

    Claro que em trocas de carro sempre se perde dinheiro, e muito. Mas acho que no Brasil o preço dos carros usados ainda é um absurdo. Como os fabricantes ficam com essa sacanagem de sempre aumentar os preços (o próprio New Fiesta já subiu de preço algumas vezes) acaba puchando o preço dos usados para cima.

  • Renato_Dantas

    Prezado Bruno, você tem um bom carro e trocá-lo por um Ford Fiesta só se for o novo que vem do México tem um acabamento melhor que o nacional, você ia trocar por um carro que tem manutenção a cada 6 meses, e trocar o pós venda da Honda pelo famigerado pós venda da Ford é dar murro em ponta de faca, veja o link da revisão do meu antigo Honda City. http://www.youtube.com/watch?v=z3j3vJ46vLo
    Caso não abra, acesse youtube e digite "adg0068 revisão de honda city", e você vai desistir de trocá-lo pelo new fiesta nacional.

  • Magnosam

    A pergunta que fica é, porque trocar um carro com apenas um ano de uso?

    Na boa, isso pra mim é estu-pidez (ou futilidade). Um sujeito que compra um carro zero DEVERIA ficar com ele por pelo menos 3 anos. No mínimo.

    (não vou sequer entrar no mérito do financiamento, porque, se o sujeito faz um financiamento que não consegue pagar…)

    • dudupruvinelli

      Pelo que eu entendi, ele comprou usado…

      • Magnosam

        opa, foi mal então.

        Apesar de isso piorar um pouco a parte do financiamento.

  • Rods

    Realmente, dar um passo maior que a perna é perigo nesse país….

    Por outro lado, é fácil criticar o cara.

    Galera fala pra não financiar…. Pra juntar a grana, mas se esquece que paga o almoço com cartão de crédito. Financia o próprio almoço.

    Falar é fácil…. QUero ver quanto tempo demora pra um trabalhador comum juntar 50 mil. O que em matéria de carro, nem da pra comprar grande coisa.

    Vamos criticar menos. A culpa não é exclusivamente de quem financia. É direito do cidadão se locomover…. É direito também, querer algo bom, de "qualidade"….

    Triste é ver o impostometro em SP subir cada dia mais, e chegar sexta feira, abrir uma "gelada" e achar que está tudo bem.

    Coloquem a mão na consciência…. E procurem onde realmente está o erro.

    No cidadão em sonhar com um carro legal, sem muito luxo, o que pra mim, é o mínimo, ou se é o sistema e o país, que te esfola vivo todo dia….

    • Magnosam

      estou a 5 anos com o mesmo carro pra não cair nessa enrascada.

      Não é tão difícil assim.

      • Rods

        Pra quem já tem carro é fácil… E pra quem não tem?!

        No meu caso, meu primeiro carro, metade foi financiado….. A vida é muito complexa e cheia de variáveis.

        Não tinha 40 mil pra pagar a vista… E mesmo que tivesse. Não faria.

        • Magnosam

          ah sim, neste caso de "primeira conta" concordo,

          mas com os pés no chão, eu não financiei um carro de 50 k na minha primeira compra.

    • RobsonSouza1409

      Não vejo problema no financiamento em si, tanto que fiz algo q pretendo não fazer outra vez, financiei meu carro atual em 48X (Que finalmente acabaram nesse mês), daqui pra frente, a vista para a minha condição é irreal, e pra dizer a verdade pra grande maioria é, galera fala em juntar dinheiro por vários anos como se fosse a coisa mais fácil e simples do mundo, no meu caso, de agora em diante no minimo 50% de entrada. O maior erro ai no caso, é querer trocar esse carro no meio do financiamento, e querer um que é nitidamente incompatível com a renda atual dele (a partir do momento que ele a divulgou, ela deve ser utilizada na analise), independente de Brasil, essa conta não seria diferente em lugar nenhum do mundo, pois além do carro em si, do financiamento, existem seguro, IPVA, revisões…

    • tatu_peba

      É exatamente o que penso. E estão criticando o rapaz sem que ele tenha concretizado o negócio, imagine se tivesse.

  • Heber

    Cara, sem querer ser chato, mas já sendo…..sem saber a sua realidade financeira, ou sua onde vc mora, quem paga suas contas, da sua casa, etc….. se vc ganha em torno de R$3.000,00 bruto por mês, comprar um carro de R$55.000,00, R$60.000,00 é loucura….. isso tem que se acrescentar ainda IPVA, seguro e manutenção, que tranquilamente deve chegar a R$600,00 por mês…. é loucura mesmo….. compre uma casa, um apartamento, esqueça carro….. carro nesse padrão só quando se tem uma certa segurança (um lugar para morar pelo menos e, olhando assim, pelo salário, acho que vc não tem ainda) e olhe lá…. bom, é aquele negócio…..status…

  • TecoPadaratz

    Financiamento é "faca na barriga"…….alguém está segurando a faca, e alguém está recebendo a facada………

    Imagine hipotéticamente que vc tem 10 milhões para emprestar aí no mercado. Isso não existe, mas imagina vc com toda essa grana e você sai gritando aí pelas ruas: "Quem quer dinheiro emprestado pra comprar carro? Comprar imóvel, comprar roupa, comprar celular, gastar, torrar ?".

    Com certeza vai ter um monte de troux@as indo até você querendo seu dinheiro. Agora eu pergunto: Você empresta este dinheiro de graça ? "Ah, usa aí meu dinheiro e depois vc devolve daqui 2 anos sem juros algum."

    E você, com um baita olho gordo, pensa assim: Putz, vou emprestar o dinheiro pra esses troux@as e daki 2 anos em vez de 10 milhões eu quero estar com 20 milhões !!!!

    E o pior, os troux@s vão pagar.

    Aí os troux@as, revoltados da vida vão vir até você e vão querer gritar pra vc: "Você é louco, tudo isso de juros, isso é uma roubalheira".

    E você, dono do dinheiro pode dar 2 respostas: Olha, eu tenho que cobrar tudo isso porque tem os inadimplentes que não me pagam e todo esse lucro é diluído e não ganho tanto dinheiro assim.

    E a outra resposta é assim, que você vai dar pelas costas de quem te xingou: "Troux@, o dinheiro é meu e eu empresto no valor que eu quiser. Se você está pegando meu dinheiro para gastar, vai ter que aceitar os juros que eu estou cobrando !!! "

    ENTENDEU MAIS OU MENOS COMO FUNCIONA ?
    Algum economista pode achar que tenho uma visão simplista do negócio, mas uma coisa eu não sou: "Troux@"
    Eu trabalho pra kct e faço minhas economias justamente para não precisar pegar dinheiro destes donos do dinheiro !!!!!!

    • riccorreasp

      Só para constar, o banco empresta seu dinheiro aos outros e te oferece migalhas como recompensa.

      Pois o banco não empresta o dinheiro dele, mas sim o dos correntistas.

      Ou seja, eu, você, etc.

  • Wellington Myph13

    Bruno, eu tinha um Symbol 2013 que comprei sem entrada.
    Peguei o Symbol com pack ABS, Ar Digital, completo por 34490,70.
    Ela Parcelou em 36x 1239,40. Sem Entrada.

    Eu vendi ele por 5mil + Divida, e a pessoa refez o financiamento em 48x de 780,00…

    Se você for atrás de uma Taxa boa, pode baixar bem essa parcela, por 1 ou 2 anos a mais de parcela.

  • Pedro Cunha

    cara, vou ser sincero com vc… se vc ganha menos de 40 mil reais por ano… nao é para vc ter um carro de 50 mil… isso chega a ser irresponsabilidade até… era para vc ter um carro que custasse no máximo 30 mil… esse ai sim, vc daria os mesmos 23 que deu de entrada no city e fianciaria o resto em 1 ano por uns 600-700 reais por mês.

    • guilhermeccomp

      Tirou as palavras do meu teclado…

  • Navaman74

    Pô cara, seu carro tem um ano de uso, para que trocar e pegar um zero e sofrer com mais uma desvalorização? Ainda bem que você abriu os olhos a tempo.
    Financiamento de carro, com raras exceções, é um mau negócio.
    Uma das raras exceções é a Honda nesse mês, que está com desconto + juros zero + IOF + TAC. O carro a vista está com o preço igual ao do financiado. Eu sempre compro meu carro a vista e seminovo e fiquei me coçando para pegar um Civic 0km, pois era melhor deixar o dinheiro aplicado e pegar o financiamento.
    Não comprei, pois não me apaixonei pelo Civic novo (e uma compra cara dessas tem que ser por algo que eu realmente curta muito), apesar de ter um 2008, o qual adoro. Iria comprar pelas qualidades do carro e do atendimento que tenho na Honda.
    Muita gente assume dívidas a um custo altíssimo, apenas pelo fato da prestação encaixar no orçamento. Mais raras são as pessoas que fazem essa conta, que você fez, do custo de depreciação do bem, que pagamos sem nem sentir.

  • MecanicoDigital

    Nesse Brasil, se a gente não for bom de matemática toma pernada mesmo……

  • Omar

    Se fizesse a troca ia perder duas vezes: perder dinheiro como e perder qualidade. O Honda é muito mais carro que o Ford.
    Se ver que não consegue pagar as prestações restantes é melhor vender o carro particular, quitar o restante e comprar outro mais barato, ou então refinanciar o restante.
    Tenho um Honda/Fit 2005 e não quero trocá-lo por um novo. Já financiei carro três vezes e percebi o quanto a gente perde com o financiamento, agora chega… estou juntando dinheiro para comprar outro à vista ou então fazer um consórcio e dar o lance.
    Carro no Brasil é muito caro devido, principalmente, aos altos impostos que pagamos. Se não fosse a "gana arrecadadora" do governo poderíamos ter produtos mais baratos, mas…

  • Anderson

    Realmente é um absurdo! Mesmo a vista você perde uma fortuna, mas não é só no seu caso, isso acontece até com populares. Em três anos de uso meu Palio que custou 28 mil quando zero, hoje não consigo mais que 15 mil.

    Estou segurando a vontade de trocar para fazer valer o dinheiro que gastei, pretendo ficar com ele por pelo menos mais uns dois ou três anos. Dinheiro é suado, não dá para jogar pela janela.

  • Focusman

    Acho que todo mundo deveria ir tomar conta da sua vida e deixar a vida do autor do post em paz.

    Ele quiz comprartilhar o quanto é caro trocar de carro e não dizer que ele não sabe fazer contas…

    Ando com meu carro atualmente por fazer a mesma conta que ele há algum tempo atrás e por achar que carro não é mais prioriadade para mim.

    Mas se fosse, se ter um caro fosse prioridade, porque não?

    Cada um com seu sonho…

    • Magnosam

      blz, sonhe dentro das suas possibilidades.

      • Focusman

        Mais uma vez eu digo…

        Se ele comprou, o banco aprovou o crédito.

        Se ele mora na casa dos pais ou tem uma esposa que ganha bem e ele queria ter um carro bom, qual o mal?

        Que mania de querer que todo mundo viva o sonho dourado do pobre lutador de comprar uma casinha a vista no bairro popular e andar de golzinho quitado!

    • O_Corsario

      Nesse caso Focusman, acho que o próprio texto dele dá abertura para "sugestões" das pessoas quanto ao que fazer.

    • zeuslinux

      O problema é que o sonho pode virar pesadelo se a pessoa for movida primeiro pela paixão sem usar a razão.

      • Focusman

        Concordo, mas ninguém está debatendo a coisa mais importante do texto, a falencia do sistema para trocar carros no Brasil.

    • PauloGOLF

      Em primeiro lugar ele que veio fazer MIMIMI aqui, se ele queria paz que ficasse quieto.

      Em segundo lugar por culpa de MANOLOS como este ai que o mercado automotivo brasileiro é uma bela porcaria.

  • informecar

    Primeiramente, não entendi o motivo da troca de um carro mais que aprovado pelo mercado e extremamente superior como o Honda City para outro que não vai te entregar tudo que já tem e é totalmente inferior principalmente em espaço como o New Fiesta Sedan, mas tudo bem. Agora, para te ajudar, a Honda está comercializando o City EX 13/14 (o mesmo que o seu) por 64.990. Dando uma entrada de 50% ou 60% suas prestações ficariam no valor de 1.080,00 e 870,00, respectivamente. Mais as cortesias de costume das css. Boas compras!

  • Gustavo73

    Bom Bruno acho que você já percebeu que não fez om bom negócio desde o início. Mesmo o carro sendo uma necessidade você deu um passo mair do que podia. Você financiou um bem que perde valor a cada ano e que custa mais do que você ganha em um ano inteiro de trabalho. Isso porque descontados os impostos, e o que você gasta para se manter sobre muito menos que isso. Você poderia e na minha opinião deveria ter adquirido um carro mais barato. Não tem jeito, independente de qualquer outro fator essa é a sua realidade. Se o seu problema agora são as parcelas do seu bem atual trocar por um carro zero km e mais caro faz menos sentido ainda. Ou refinancie o que você já tem ou troque por um modelo mais barato. E claro, não venda para uma css, eles sempre te pagarão menos já que venderão o seu carro no máximo pela tabela Fipe. A css ou agência não é o consumidor final, logo tem que ter lucro com o negócio.
    Quanto ao titulo da matéria acho que ele deveria ser trocado, afinal ele não relata a troca do City pelo Fiesta aonde veríamos prós e contras da troca. E os motivos pelo qual o dono decidiu trocar ou não frente as características técnicas de cada produto.

  • Diggo

    Cara você está certo. Essa grana toda é muito dinheiro mesmo e "nós" não nos damos conta disso. Entramos em financiamentos sem nem querer saber de fazer contas. Eu nunca comprei um carro financiado, sempre por consórcio. Fica bem menos pesado as parcelas e paga-se pouco por "juros" (tx de adm). Claro tem que ter paciência, mas ai eu sempre respondo, se fiquei até agora com o meu carro, posso esperar até a contemplação.

  • César Maciel

    Bruno, trocar de carro a cada um ou dois anos é rasgar dinheiro, como seus cálculos mostraram com clareza… É muito mais racional ficar com o carro até o momento em que ele começar a perder sua confiabilidade, o que, pela minha experiência, só começa a acontecer após dez anos de uso ou pelo menos 100.000 km rodados (o que ocorrer primeiro). Fazendo a manutenção preventiva da forma correta você fica com um carro confiável por vários anos e consegue se programar melhor para a troca, já que esta opção é incrivelmente mais barata do que trocar de carro a cada um ou dois anos. Seguindo essas regras consigo ter e manter dois carros (um Palio 2004, para o dia a dia, e um C3 2011, para fins de semana e viagens) sem problemas, o que nunca seria possível se eu pensasse em trocá-los a cada um ou dois anos…

    • Cruz

      Discordo em gênero, número e grau sobre a confiabilidade depois dos 10 anos. :)

  • wagner marinho

    E ainda não entrou na conta a diferença de IPVA, SEGURO… Sou a favor de financiamento de carro quando o cara tem 50% de entrada no minimo e não tem carro nenhum… eu financiei dois carros para nunca mais.. fico com o carro no minimo 5 anos… junto a grana e pago à vista o que não consegui até agora é vender o carro no particular o que é a melhor coisa.. venda carro fora da CC, compre fora da CC, não financie, não compre 0km, fique com o carro no minimo 5 anos. Você perderá minimo de dinhero possivel na troca…

  • Marco

    Tá errado! Nunca compre algo que não possa pagar. Pra que comprar um carro acima de 50 mil se não ganha nem isso por ano? Loucura! É por isso que os preços não param de aumentar…

  • Andre

    Simples: Venda para particular, e vá com o dinheiro na mão. Você vai baixar o valor de tabela (R$54.990,00).
    Aprendi isso quando ofereceram R$11.000 no meu Fit 2005/06 impecável (FIPE era R$ 22.500,00) numa concessionária. Vendi por R$ 20.000 porque estava com pressa, senão vendia até mais caro.
    Nem da pra pensar em vender pra concessionária hoje em dia. Só malandro.

  • P500<<

    Faz igual eu, 35 mil, compra um Corolla 2006 segundo dono e seja feliz. E não venha me dizer que é carro de velho, pois o City, é carro de quem não pensa. Não tem nada que agrade e custa absurdo de caro pelo que é.

    P500<<

  • netovski

    O city é um bom carro.

    Você quer fazer algo que não precisa, correndo o risco de arrepender-se e não quer perder dinheiro. Não há necessidade de trocar, principalmente antes de quitar o teu.

    Tudo bem que o dinheiro é seu, mas se você não dá valor a ele não é a Ford que vai dar.

    E sinceramente, city/fit é carro pra durar pelo menos uns 20 anos (mesmo carro, você deve saber).

    O Fit foi eleito o carro mais confiável da europa.

    SIm, mais que audi mercedes volkswagen e essas todas que você pode imaginar.

    Se você quiser, morre dirigindo esse carro. Quão pior querer trocar ele sem ter ficado nem um ano.

    Eu nunca saíria de um Honda pra ir pra um Ford. Downgrade total.

  • DanielPiccoli

    Tenho um Focus 2.0 GLX (2009) completo, c/ piloto aut. etc etc e cheio de acessorio que comprei na CSS com apenas 52mil rodados.
    .
    Paguei nele 54 mil reais 0Km e vejo que hoje por 54 mil reais mal se compra um fiesta de categoria interior.

    E estou vendo exatamente o que voce falou, preço de carro anda tão absurdo, taxas de juros altissimas, que me deparei com a situação… Vender meu focus, completo, QUITADO e impecavel por miseros 34mil na troca de um carro da mesma categoria e pagar extras 30 mil para voltar a ter um hatch medio ?? (cruze por 65mil)

    meu seguro em SP me custa irrisórios $980,00, carro quitado… rodo pouquissimo por mês, vou tirar mais 30mil do bolso pra que ?? me enfiar em prestação pra que ??

    Vou andar c meu carro até 2015 no minimo, dai sim eu penso em trocar de carro.

    • MM_

      Vc comprou 0km com 52mil km rodados? Que magica é essa?

      • riccorreasp

        rs

      • tatu_peba

        Pegou o cara!!! Eu ia falar da inflação nesses 4 anos até ler seu comentário.

  • Hudson

    Que me desculpe o autor da engenharia financeira, mas esta troca de financiamentos nada mais é do que analfabetismo financeiro e falta de valor ao dinheiro que ganha – deve dar muito trabalho ganhá-lo, mas entregam aos outros com uma facilidade enorme. Bom pra quem tá na outra ponta, só aproveitando os desesperados rssss

  • marcelo b8

    trocar city por new fiesta sedan e a mesma coisa q trocar 6 por meia duzia… seria melhor se trocasse por algum hatch medio ou entao sedan medio… pessoalmente prefiro o C4 LOUNGE de entrada

  • CanalhaRS

    Pois é Brunão, se todo mundo que quisesse comprar um carro agisse como você (parasse de sonhar e colocasse os pés no chão) nosso mercado estaria em melhores condições.
    É fabricante, concessionário, banco, governo unidos para nos enganar e extorquir ao primeiro descuido. O que me dá raiva é que o povo não percebe isso (ou se faz que não vê) e aceita ser roubado por esse quarteto que citei e acha que fez grande negócio. Abraço e parabéns pela atitude, continue assim.

    • tatu_peba

      Cadê o like? O comentário mais sensato de todos!!!

  • Leonardo

    Amigo,
    Cada um faz o que quer de sua vida…
    Mas você financiar um carro que de valor razoável e comprometer 1/3 (um terço) da sua renda mensal não é brinquedo não.
    Agora que você já pagou metade do City quite-o. Carros usados são um péssimo negócio quando se faz financiamento.
    City é um bom carro, fique com ele. Seja sincero com você mesmo, você ainda NÃO pode ter um bem neste valor.
    Nunca comprometa mais do que 25% de sua renda em veículos…
    Abs

  • eduardo_ogg

    Mantenha o carro, a depreciacão dos dois primeiros anos é a pior. Na minha opinião é melhor renegociar o prazo da dívida. Seu impacto de caixa vai ser somente os juros a mais que vai pagar.

    Se for dar de entrada, vai perder ainda o baixo valor na troca, todos os juros do parcelamento novo, taxa de abertura de crédito e ainda a depreciação do carro novo.

  • marcelo b8

    e e pq dizem q os modelos toyota e honda desvalorizam pouco… um city 2010 valendo agora somente 34mil… isso e preço de voyage 1.0 completo 0km… eu pessoalmente se fosse dono do city quitaria as prestacoes com um adiantamento e venderia pra alguma loja de usados ,q dao mais dinheiro a nos do q concessionarias, ai partiria pra outro carro mais completo na casa dos 50mil pessoalmente acho o sonic sedan LTZ 1.6 16v automatico ou cobalt LTZ 1.8 automatico compras melhores q o new fiesta sedan

  • Ale

    Amigo, fica com seu City. Eu tinha um EX AT 2010 tirado 0 km e há um ano dei perda total nele, com 33 mil km. Há um ano tenho um Cruze AT 2012, também tirado 0 km, está com 21 mil km. É um carrão, mas ainda tenho saudade do City, principalmente do atendimento da concessionária. Agora, trocar por um New Fiesta, por esse preço absurdo, e ainda se meter num financiamento novo por mais 3 anos, é péssima ideia. Termine seu financiamento do City, que vale a pena, depois fique mais 1 ano juntando o valor que você paga por mês de parcela, e em 2015 você ainda terá um City com 5 anos mas muito chão para rodar, e ainda grana para, se quiser, se dar ao luxo de trocar de carro.

  • Leomt

    Amigo, muito bem observado. Pouca gente faz essa reflexão de qto irá pagar no total. Já trabalhei em Financeira, e a maioria só está preocupada se a parcela cabe no salário de cada mês. Eu nunca financiei carro nem apê q acabei de comprar, pois sou especialista em cálculos de todos os tipos e sei o qto de juros os bancos levam (trabalhei em banco 11anos com isso). Se todo brasileiro tivesse essa consciência, os bancos não lucrariam tanto. Outro grande erro é trocar de carro com muita freqüência, vc perde MUUUITO como vc msm observou. Eu tb iria fazer essa cagada agora de trocar de carro devido a idade e km de meu fit 2008 (5 anos e 80 mil km), mas notei q ele irá durar 200 mil km fácil, pois até agora deu zero de problema e parece q comprei ontem. Nem levo mais na CC, pois notei q eles cobram por peça q não trocam (o próprio func lá de dentro me confirmou). Fui na Mercadocar aqui em SP e nessa revisão de 80 milKm troquei óleo, filtro ar, óleo e pólen por R$250, falta trocar velas, filtro comb, alinhar e balancear que deve sair por mais uns R$300. Gastarei R$600 por algo q a CC Cobra quase R$2.000. Moral da história: fica com City q é um ótimo carro e muito mais Negócio!

  • Orlando

    Meu conselho pro autor do texto é tentar viver com aquilo que você pode.
    Você NÃO pode ter o carro que tem, muito menos TROCÁ-LO por um novo.
    Interessante que, além de toda a irresponsabilidade com o dinheiro, você, ainda por cima, tenha um carro que NÃO VALE o que você pagou por ele, e queira trocá-lo, perdendo dinheiro que você NÃO TEM, por outro carrinho da moda…
    Depois alguém acha que a culpa dos preços absurdos no mercado brasileiro é dos fabricantes.
    Com tanto pato pedindo pra ser depenado, seria um PECADO não fazê-lo…

  • Orlando

    E essa é a cara de quem compra carro no Brasil…

  • Focusman

    Pessoal, vamos analisar o texto da verdadeira ótica que dever ser analisado.

    Ninguém tem a ver com a realidade do rapaz.

    O que me intriga nesse texto é que ninguém entende como funciona o sistema que sustenta o mercado automobilístico atual.

    As pesquisas mostram o seguinte:

    – 85% dos carros são comprados financiados
    – 70% em parcelas em até 36X
    – As pessoas costumam trocar os carros ao final do financiamento, quando a manutenção do carro começa a onerar as despesas mensais tanto quanto pagar uma prestação do carro novo.

    O problema todo é que estamos começando a chegar em um nível de qualidade nos produtos bem melhor que o que tinhamos há 10 anos atrás, logo um carro com 3 anos de uso dificilmente vai dar dor de cabeça, caso usado dentro das CNTPS, com km média de 15 mil km por ano, tanto que são chamados ainda de semi-novos pelas próprias concessionárias.

    As fábricas estão lançando carros mais modernos para convencer o consumidor que trocar de carro é algo interessante, mas a conta está ficando cara para o consumidor, pois um modelo pequeno custa hoje o preço de um modelo médio há 3 anos atrás.

    A depreciação nos carros usados tem crescido bastante, já que o acesso ao crédito melhorou bastante e comprar carro zero km, apesar da depreciação, é um negócio mais seguro para a maioria dos consumidores leigos.

    Logo teremos um cenário bizarro:

    Pessoas com carro semi novos modernos e confortáveis, com manutenção em dia, cobertas pela garantia de fábrica, com carros de 3 anos em mão, que valem metade do que pagaram quando zero.

    Como convencer esse consumidor a trocar de carro? Como convencer essa pessoa a perder metade do seu dinheiro em tão pouco tempo?

    Em países desenvolvidos, onde a renda é maior, comprar um carro é um esforço bem menor que no Brasil.

    Uma pessoa que ganha 3 mil doláres nos EUA, por exemplo, um polícial se fosse comprar um Ford Focus, teria que trabalhar 6 meses sem gastar um real parar comprar esse carro.

    No Brasil, um polícial que ganhe 3 mil reais, precisará trabalhar pelo menos 15 meses para comprar um New Fiesta, que seria o mesmo tipo de carro para nós.

    Estou fazendo uma comparação seca e direta, que fique bem claro.

    O Brasileiro vai sentir muito mais no Bolso na hora de trocar esse carro, pois ele precisou fazer um sacrificio quase 3x maior que o americano, logo o sentimento de apego ao dinheiro que ele gastou com esse carro será maior.

    Desse sentimento, vem o posto do nosso amigo Bruno.

    Porque eu trocaria de carro, por Ego?

    Todo mundo pode ter carro, logo não é mais um simbolo de Status tão cobiçado, como mostram as pesquisas.

    Porque eu trocaria de carro? Necessidade?

    A não ser que você tenha filhos demais, dificilmente precisará de um carro maior que um sedam pequeno.

    Ele tem espaço no porta malas maior que a maioria dos sedans médios e o espaço no banco traseiro é bem maior que era nos antigos Monza, Santana e cia ilimitada que a maioria de nós cresceram, então porque eu gastaria 40 mil reais a mais para trocar meu Corolla 2009 em um Corolla 2014, quando ele for lançado por 80 mil reais na versão XEi pelada?

    Porque eu trocaria meu Focus 2009 que vale, acreditem, 25 mil reais atualmente, por um Focus novo gastando mais 50 mil reais? Estilo?

    Para mim a única solução está no sistema de leasing.

    Você passa a vida toda pagando aluguel, mas paga pouco por mês e depois de 3 anos devolve o carro a montadora, que revende o mesmo para pessoas de menor renda, o que preferem comprar a vista, e continua com outro veiculo novo.

    Quanto custa isso fora do Brasil?

    Focus Titanium – 210 doláres por mes com troca em 36X
    Fusion SE – 259 doláres por mEs com troca em 36X
    Edge – 269 doláres por mes com troca em 36x.

    Se eu pudesse fazer o mesmo no Brasil, eu não me importaria.

    Pagaria todos os meses a mensalidade do meu Focus Titanium de 1000 reais, como pago a conta do celular no débito automático e depois de 3 anos, trocaria por outro carro, sem dor de cabeça, sem preocupação com depreciação.

    Mas, fizeram o favor de matar o leasing no Brasil como algo viável.

    Vamos ver o que acontece nos próximos anos, pois como vivo da indústria automotiva, preciso continuar tendo emprego!

    • Heber

      Parabens….dessa vez tenho que tirar o chapeu….excelente texto….

      • Focusman

        Obrigado!

    • spectrum84

      Muito bom seu post!

      • Focusman

        Valeu!

    • Claudinei

      Foi o único que li até o final. Excelente, parabéns!

    • riccorreasp

      Eu concordo integralmente com você.

      Mas sempre me perguntei para quem esses carros usados são vendidos nos EUA.

      A parcela do leasing é tão baixa que não existe razão para o sujeito comprar o carro usado.

  • LucianoRN

    Pois é, troquei meu FIT EX MEC 2007 por um NF Titanium e nao me arrependo de forma alguma. Paguei o mesmo valor do FIt no NF após 6 anos e o da Ford tendo muito mais itens de série. Eu francamente nao ando no carro pegando em painel nem alisando as supostas imperfeições. Para mim segurança está em primeiro lugar e nenhum carro nessa faixa de preço oferecia mais que o NF Titanium. Agora financiar carro eu particularmente nao faço. Economizo e pago a vista!

  • AlexandreCE

    Honestamente, com todo o respeito, o Bruno comprou algo que não é compatível com a faixa de renda dele, more ou não na casa dos pais.

    Eu, por exemplo, moro com meus pais e contribuo com parte do salário para algumas contas; mas, ainda assim, o que sobra para mim, somado no ano, dá quase o dobro do que ele ganha. Ainda assim, passei mais de 3 anos com um New Fit 09 que comprei em 2010 e, antes de trocar de carro, pensei por uns 4 meses… talvez mais… procurei muito outro Honda conservado, só que automático, mas infelizmente não achei o carro que correspondesse ao que queria. Então, mesmo com dinheiro guardado na poupança, sem ter a necessidade de encarar financiamento, quase não troco o Fit por um New Fiesta SE 1.6.

    Acredito que, como muitos já disseram, o Bruno precisa ter os pés no chão e estabelecer prioridades. Carro não é investimento… é bem de consumo cujo valor deprecia e que acarreta a assunção de inúmeras despesas. Se está com um City 2010, carro novo e que dificilmente dá problema (é um Fit com mala maior e não tive dor de cabeça com o meu), honestamente, fique com ele, quite e, antes de pensar em trocar, junte uma graça e pegue uma carta de crédito.

  • Motorista1979

    Nao sei pq as pessoas quando vao trocar o carro fazem essa conta, comprei por tanto, vendi por tanto e perdi tanto. Carro nao é bem duravel, sera que nao aprendem? Carro é bem de consumo, desvaloriza, cada dia que passa. Uns mais outros menos mas todos seguem essa regra.

  • Cara te digo uma coisa troca de carro em no minimo 4 anos pq ai vc vai perder dinheiro, mais vai ter usado ate o limite
    eu troquei um Voyage 2009 esse ano por um Cruze perdi dinheiro mais usei ate acabar. Abraços

  • Lexus GS300

    Isso aqui é BRASIL.

    NOS EUA se transformasse esses valores em cifras apenas, substituindo o real pelo dólar, vc estaria negociando mesmo eram um BMW M3.

  • peidao

    fode tudo de uma vez, fiancia um camaro e da calote no banco. pronto

  • Diegorji

    Olha a idéia do cidadão. tem um carro alienado, deve pra mais de 15 mil, ainda assim quer comprar um 0km achando que o financiamento atual está caro.brasileiro merece o que tem….

  • Guy

    hoje em dia está inviável trocar de carro, passei por uma situação semelhante, só que no meu caso meu carro é quitado, fui ver o mesmo fiesta que você e depois que abri o porta malas e vi aquele braço TOSCO sustenta a tampa do porta malas desisti do carro. pagar 60k em um carro meia boca pra vir com esse acabamento furadissimo que hoje é chamado de premium no brasil. hoje estou pensando em pegar continuar com carro usado, só que trocarei um 2010 por um 2012…

  • salvibr

    Deixa o rapaz aproveitar, ele ja tem o que prescisa, qdo ele casar e tiver filho ele pensa em tudo isso, por agora deixa ele ter um carro legal. Muitas pessoas no lugar dele ainda ganhariam dos pais o carro, ele esta pagando o dele, entao ta beleza!!! cara aproveita o city qdo terminar esse financiamento, da um pulo pra um melhor!! o city seria melhor com 6 air bags+ esp, porem pode ser seu proximo carro, ou ate o golf!!! abs

  • leandro max

    A respeito dos preços ja sabemos que temos o Big Mac mais caro do mundo o corola e agora o PS4 tambem….. é pra matar o governo nem ai pois nao tem medo de alguel achar que tudo no Brasil é igual ao PS4.

  • Caio

    Na boa, não troque de carro. Termine de pagar o Honda City e fique com ele por mais 3 anos no mínimo.

  • jcperes

    Há uns 5 anos atrás, um conhecido meu conseguiu convencer o pai dele a fazer um financiamento de um Vectra Elite 2.0 0km que na época tinha valor de tabela de 74 mil. O financiamento foi de 72x de 1600 reais! No final do financiamento ele teria pago 115200 reais de um sedã médio! Detalhe: o carro deles era uma Chevrolet Veraneio que devia ter pelo menos uns 15 anos na época. O que aconteceu: a empresa do pai dele passou por um momento difícil uns 3 ou 4 meses depois do início do financiamento, não conseguiram mais pagar as parcelas e o banco tomou o carro deles. Pai e filho, ambos irresponsáveis.

  • UnitedK

    60 mil vc compra um Peugeot 308 Allure 2.0 zerado.

  • tasatanazio

    há 03 anos dei PT no meu escort e ia passar para um focus 2007, cheguei a fechar negocio e ter o financiamento aprovado, mas o cara desistiu do negócio, como não podia ficar sem carro e tinha pressa vi o anuncio de um ka action no jornal, 2003, 50.000 rodados, bem conservado, completo, motor 1.6, já rodei mais 100.000km no carro, dirigibilidade acima de qlq 2.0 nacional, não quebra fácil, e ainda sobra o $$$ que pagaria na prestação para investir em ´titulo de capitalização, fazendo uma boa poupança para troca do kazinho, se hj eu der PT nele digo que o carro já se pagou completamento em vista o que teria perdido no financiamento do focus, há, como comprei bem, paguei a vista com um bom desconto, posso vender pelo mesmo preço que comprei, tenho uma boa poupança para troca por um novo
    pela boa experiencia que tenho com o carro com ctz pegaria outro ford, candidato forte seria o fiesta st se lançado aqui, para não ficar na saudade do excelente desempenho do ka

  • fopf

    O pessoal aqui fala de marcas de carros ( a sua preferida é a melhor de todas) como se fosse times de futebol. Qualquer ser pensante sabe que é só entrar na internet e buscar reclamações de qualquer nodelo que verá milhares. Carro bom é aquele que vc gosta de ver na sua garagem, que atende as suas necessidades.

  • JettaHLine

    A que ponto chegamos que uma pessoa compra um carro que é quase 2 anos do seu salário.
    E ainda quer pegar outro 0KM.

    Meu irmão tem o rendimento de 10k/mês e acha o City caro, imagina para quem ganha 3k.

    Recomendo um 0KM para você: CELTA.

  • Cesar

    É triste… o cara ganha menos de 40k no ano e compra um carro de 50k.

  • dede

    9é realmente complicado: Muitas pessoas criticam o City, mas paguei 53 mil ano passado (LX automático) é o preço do HBs ou quase do prisma top, mas com um diferença importante a segurança(Latin ncap). Acho o New Fiesta muito bom, mas o atendimento ruim da ford , os rumores do câmbio powershift e o espaço interno reduzido em relação ao City me fizeram optar por este. Sinceramente o City top não vale a ena, pois entra no nível perigoso dos sedãs médios, mas o LX é um ótimo carro e com uma qualidade de construção excelente( de novo me refiro ao Latin ncap).

  • asi_sp

    Sobre a sua reflexão é uma questão contraditória.

    -Reclama dos preços altos ( de todos os setores, como se disse) e ainda compra. Como se fosse OBRIGADO a compra
    – Reclama do governo e compara aos EUA. Porque não comparar com a Africa do Sul, India ou o Iemen ? Paises diferentes, cenário histórico e economicos diferentes, assim como os EUA.

    Vc quer ter um carro confiavel, seguro e relativamente novo. Vc demonstrou com as contas, e várias outras pessoas também, de quanto é caro ter um carro ( e financiado). Esse é preço que se paga no Brasil, você sabe e tem, e ainda reclama?

    Esse é o preço ( caro) que você está pagando por suas prioridades. É a melhor opção para você? Financeiramente não, mas é de longe a melhor opção que você escolheu por suas razões.

    Alias, não existe a obrigatoriedade em consumir. Sempre tem a opção de não consumir.

    ps: se o preço tá alto é porque tem quem pague. E mesmo reclamando, vc está ajudando a manter os preços altos consumindo deste jeito. Ironico né?

  • DCald

    Acho que o relato peca em ter apenas a proposta de UMA concessionaria…
    A vendedora falou que iria pagar 20% abaixo da FIPE e ele "aceitou" (sei que não fez o negocio – calma galera!) quieto… depois ainda cobrou agio no Fiesta… e ele nem questionou… deve ter usado a tabela de juros mais alta ainda…
    Infelizmente, muita gente cai nesses papos.

    Eu já sou tão chato ao negociar que, no minimo, o negocio é FIPE x tabela… normalmente consigo abaixar a diferença para menos que isso (ou seja, abaixo mais no 0km do que eles abaixam no meu). Claro que tem que estudar bastante o mercado e saber a hora certa e o lugar certo para "atacar"… heheh

  • Digao250

    Estou com um problema de pós venda na FORD com o NEW FIESTA TITANIUM AT 2014.
    O carro tem 2 meses e 1000km, minha mae que o usa. Ela percebeu que a maçaneta traseira estava descascando…Levou o carro na Ford e eles afirmaram que iriam PINTAR a maçaneta. Depois de 2 dias, fui buscar a maçaneta, e pra minha surpresa o gerente de oficina me afirmou que a FORD nao aceitou pintar em garantia por alegar FATORES EXTERNOS, sendo que a vendedora que me vendou o carro alegou que houve a mesma situação na maçaneta de um Fiesta que estava DENTRO da loja. Entao, os caras tiveram a coragem de passar um pincel e trocaram a maçaneta de lado para que a "matacão" que eles fizeram nao ficasse a mostra. Com a mesma cara de pau, o cara me falou que se eu autorizasse, a pintura seria 50 reais!!! Isso tudo ocorreu na Concessionária Florauto em Caxias do Sul – RS. Essa semana irei fazer uma carta para a Ford, nao vou aceitar essa vergonha. Um baita de um carrinho, com pós venda TENEBROSO.

  • Nascimento

    nunca aceite esses valores abusivos, o new fiesta nao vale 57K nem a vista e nem sem juros, fora o pos venda da Honda infinitamente melhor que o da ford, posso falar com clareza pois ja tive carros das duas montadoras em casa.

    O City deixa um pouco a deseja no desempenho pelo fato de seu motor ser 1.5, porem em qualidade de acabemento e pos venda, da um banho no new fiesta

  • Eduardo

    Amigo se quiser te dou um Fusion 2010 Top com Teto v6 e fazemos um rolo nesse city ai
    http://carro.mercadolivre.com.br/MLB-515743355-fo

  • jnasser

    Procura "como você é burro" no Youtube

  • Thalis Valle

    Brasil é uma colônia dominada por burgueses da elite globalista que compram, mandam e desmandam nos nossos fantoches políticos. Essa colônia terra de ninguém chamada Brasil vive por especulações e propinas. Logo, o brasil é um grande negócio para eles, porque tem um povo dócil, mal informado e mal educado. Aqui se faz muito dinheiro em cima desse povo. Tudo na base da injustiça. Só vai mudar quando VOCÊ, EU e todo mundo resolver definitivamente boicotar o sistema. Qdo todo mundo se unir e parar de financiar, parar de comprar coisas… Etc. Aí o sistema cai, e isso seria muito bom. Mas o brasileiro acha que ter um carro caro é status, ter um iphone e ipad é status, ter uma casa de 100m2 é status… esses caras ajudam a fuder mais ainda o brasil. E nunca vai mudar, porque todo mundo prefere dizer: “eu trabalho e compro o que quero. foda-se o outro…” Esse pensamento mesquinho, arcaico e ingênuo só beneficia a elite dominadora. Nós brasileiros somos literalmente ÓTARIOS!

  • pyramid clinic

    Attn,

    Bem-vindo a Pyramid Medical Center

    Você está interessado em vender seu rim para superar todos os seus problemas financeiros, Bem-vindo a Pyramid Medical Center. Oferecemos gratuitamente, sem assistência obrigação de pacientes internacionais para encontrar classe mundial tratamento médico World Wide. Somos especializados para a classe tratamento médico topo como cirurgia cardíaca, Cancer Care, a cirurgia de fusão espinhal, cirurgia gastrectomia manga, e outras grandes cirurgias. Pyramid Medical Center oferece um custo e qualidade incomparáveis ​​vantagens porque tem hospitais de classe mundial e globalmente treinados e cirurgiões em todo todas as especialidades experientes. Se você está considerando a cirurgia de substituição de disco cervical, cirurgia de tumor cerebral, cirurgia de substituição de válvula cardíaca, ou o tratamento do câncer de próstata em, oferecemos suporte e serviços para facilitar os cuidados de que necessita. Nós podemos ajudá-lo a encontrar o melhor hospital do coração em, IVF hospital, ou melhor hospital do câncer. entre em contato conosco agora via: pyramidmedicalcenter@gmail.com
    Boa sorte

    Depois de decidir, vamos ajudá-lo a agendar compromissos, e também o nosso centro médico irá fundos toda a bill necessário, exceto o registro de doadores que será classificado por você. Boa sorte para você.

    MELISSA GRAHAM
    PYRAMID MEDICAL CENTER

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Send this to a friend