Ecologia Tecnologia

Turbo elétrico promete reduzir as emissões de CO2 nos automóveis!

turbo-eletrico-promete-reduzir-as-emissoes-de-co2-nos-automoveis-1 Turbo elétrico promete reduzir as emissões de CO2 nos automóveis!

No Dia Mundial Sem Carro, a empresa britânica Controlled Power Technologies (CPT), anunciou um novo tipo de compressor volumétrico para utilização imediata em automóveis.



O produto utiliza a eletricidade para mover a turbina ao invés da tradicional correia. O sistema permite gerar a mesma potencia de um compressor normal, mas com maior economia de combustível e uma grande redução de poluentes.

Como não rouba potencia do motor, fazendo-o gastar mais combustível, a turbina elétrica economiza esse consumo adicional de combustível. Gastando menos, o motor também emite menos CO2 na atmosfera.

turbo-eletrico-promete-reduzir-as-emissoes-de-co2-nos-automoveis-1 Turbo elétrico promete reduzir as emissões de CO2 nos automóveis!

A CPT criou o sistema em parceria com a AVL, que garantem que as emissões de CO2 de um motor a gasolina são mais baixas do que em um motor a diesel! Para exemplificar, a AVL usou um motor 2.0 litros com injeção direta, gerando 197 cv e 295 nm.

Curiosamente é o mesmo motor que a Chery pretendia lançar no futuro, já que a Acteco foi criada com base na tecnologia comprada da AVL. Mas, no caso da turbina elétrica, o propulsor foi colocado em um Volkswagen Passat.

Utilizando o sistema VTES que varia o torque da turbina, o Passat conseguiu emitir apenas 159 g/km de CO2. Para efeito de comparação, a versão TDi com 167 cv a diesel emite 165 g/km!

turbo-eletrico-promete-reduzir-as-emissoes-de-co2-nos-automoveis-1 Turbo elétrico promete reduzir as emissões de CO2 nos automóveis!

Se comparado ao Passat TFSi 2.0 com os mesmos 197 cv, a emissão de CO2 fica em altos 194 g/km. A versatilidade da nova turbina elétrica faz com que possa ser usada mesmo em motores já turbinados movidos à diesel ou gasolina.

Como é movida por energia elétrica, a turbina da CPT/AVL pode ser colocada em qualquer posição, permitindo um maior aproveitamento do espaço no cofre do motor, principalmente em modelos híbridos.

A CPT revelou que o produto já está disponível para produção e utilização, mas até agora nenhuma montadora se interessou pelo sistema. Mesma potencia, mais economia e menor poluição, garantem uma boa posição em muitos mercados.

Fonte: CPT/AVL.

COMPARTILHAR:
  • mt.rocha

    Opa!!!

    encomenda a minha ai

    visa , master ou hiper

    divir em perde de vista…

    • Marlon

      Parece bem interessante, estamos ai para novas tecnologias!.

    • EU-2014

      Prezados não me apedrejem, mais turbo elétrico,…. apetrechos magnéticos de economia de combustível,… e etc, não funcionam,,, são uma mera enganação, basta pesquisar um pouco. Até nos EUA tem gente sendo ludibriada com isso. Forte abraço a todos.

  • velocidade

    ´´Curiosamente é o mesmo motor que a Chery pretendia lançar no futuro“

    Se continuar assim, em menos de 15 anos se torna gigante .

  • Anderson Puff

    Tá mas e a bateria…. se é eletrico a energia tem que vir de algum lugar, é provavel que venha da bateria, e essa vai ter que ser super mega hiper power???

    Não entendo muito de mecanica, mas um turbina não rouba a potencia do motor, ela a usa para gerar mais potencia com menos combustivel, essa é a essencia do downsize que geralmente vem usando as turbinas em carros…. bom sei lá…

    • Marcus

      na verdade não… como o motor produz energia constantemente, nao vai alterar em nada o consumo de eletricidade (a nao ser para hibridos).

      e a turbina atual nao rouba potencia, mais poderia ser mais eficiente do que eh. ela usa o escape de gases pra se acionar, e girar a turbina que “suga” o ar pra dentro do motor.

      Mais é aquela coisa. Até hoje nao existe motor com eficiencia maior do que 25% (isso pq eu sou otimista uaHUahuh)

      • Beto_Turbo16v

        Motor a explosão não gera energia elétrica de graça, precisa do alternador para criar corrente elétrica (perda é pequena, por volta de 1 até 5 %), mas perde. Já turbo convencional perde menos (perda por restrição de no fluxo dos gases é de menos de 1%, normalmente compensada por escapamento mais livre).

        Vejo ganhos maiores comparando-se a compressores tradicionais (superchargers, blowers, etc), acionados mecanicamente por correia. Já ao turbo convencional, imagino ganhos de durabilidade (não precisa resistir temperaturas altas provenientes do sistema de exaustão) e de inércia (turbo-lag).

        • ALE

          exatamente o que ia falar. sem +
          o-loko

        • Marcus

          rapaiz eu sei que ele nao gera de graça e precisa do alternador…
          soh que nao concordo com esses numeros nao. a perda de eficiencia eh bem maior do que isso ai…
          um engenheiro automotivo jah tinha me falado e se nao me falha a memoria chegava a 15%..
          como o motor produz energia constantemente (ATRAVEZ DO ALTERNADOR) nao vai ser problema… em rotaçoes maiores a energia produzida extra (que nao fosse utilizada nem pra recarregar a bateria, e nem pra nenhum componente do carro) seria descartada em um carro normal, nesse caso seria utilizado pra turbina eletrica. eh akela coisa… a turbina so entra em funcionamento depois de certa rotação também neh… acho que funcionar o tempo todo nao será convenientemente economico, e pode ate interferir no desempenho em baixas rotações.

      • takeoyf

        teoricamente todo motor 4 tempos tem 25 por cento de eficiencia. isso pq só um tempo produz energia (explosão). o motor 2 tempos é mais eficiente. tem 50 por cento de eficiencia. compare a potencia de motos 2t e 4t. enquanto uma 250 de 4t produz cerca de 26 cv, a de 2t produz mais ou menos o dobro. lembram se que a “viuva negra” era pareo pra “sete galo”? alem disso, a eficiencia total do carro fica em torno de 20 por cento, pq ele ainda perde eficiencia movimentando todos os agregados do motor e depois na transmissao. é ai que o eletrico ganha, os carros eletricos tem mais de 90 por cento de eficiencia.

        • Schio

          Correção: Eficiência de um motor é o quanto ele aproveita, em percentual, da energia consumida para produzir trabalho útil.
          Por exemplo: Os motores a gasolina em geral tem um rendimento máximo de 25%, ou seja, 75% da energia consumida é perdida na forma de calor e atritos e somente 25% transforma-se efetivamente em trabalho.

          ABRAÇOS.

          • Marcus

            foi u q eu falei…
            e esse rendimento maximo de 25% é quase um Milagre propiciado por Deus!!!

            aIUHOaiuhAOIUHAOIuahoiAHOIahoIAOIAhA

    • ncap_guy

      Quando o consumo de energia elétrica aumenta num carro, o alternador fica mais “pesado” para o motor girar. Toda energia tem que vir de algum lugar.

      Por isso que, quando ligamos o farol, o carro dá uma diminuída na marcha lenta (que é compensado rapidamente pela injeção).

  • Marcus

    nenhuma montadora se interesso mais eu me interesso =D
    quero duas por favor, e embrulha bunitinho.

  • Letto

    De fato quando ligada vai consumir energia que rouba potência do motor!
    Mas por outro lado tem boas vantagens, não trabalha quente demais como uma turbina comum, tem maior vida útil, mais fácil de montar, logo mais barata, e o mais interessante, pode ser usada ou não dependendo da vontade do dono, basta adapitar as condições, e por fim, tudo se moderniza, tava na hora da turbina entrar nessa também! Ja ta na hora do homem largar a tecnologia da explosão e rojão de foguete, ta louco, isso é arcáico de mais!rs…

  • Mendanha

    sera que puxa quanto hein??

    aquele fio sainda da bateria em direção a turbina deve ter por volta de 35mm² de secção…pra usar um fio assim, tem que puxar muita corrente!

  • Luis.J.R.

    Legal esse turbo!Vou colocar no meu gol 1.6, vai ficar show.

  • naskah

    Nunca soube se o alternador possue “peso” variavel para a correia do carro. Pelo que eu sei o ar condicionado liga um outro alternador exclusivo para alimentar o compresor. estou errado?
    caso seja assim e exista um alternador variavel, ele deve ficar mais pesado pra alimentar o ar condicionado tambem..
    btw como disseram o motor está constantemente produzindo energia, se essa energia nao é utilizada entao o turbo eletrico utiliza para o motor. é uma boa troca ;)
    só lembrando que todo turbo faz o consumo do motor e o giro disparar. (quando ligado)

    • Schio

      RESPOSTAS:
      – Quanto maior a carga, ou seja a corrente elétrica consumida, mais pesado fica o alternador, exigindo assim maior esforço do motor para girá-lo
      – Não existe outro alternador. Quando o “ar condicionado” é ligado é o compressor do mesmo que é acionado pelo motor.
      – Todo o aumento de consumo de eletricidade no automóvel é a custa de aumento de consumo de combustível.
      – O consumo do motor com turbo aumenta devido à sobrealimentação e aumento da potência, mas é muito relativo e nos motores diesel melhora muito o rendimento.

      ABRAÇOS.

  • Dodos

    No minimo promissor…
    Como tudo tende a ficar mais eficiente acho que os alternadores tambem vão…
    Acho que um freio regenerativo já resolveria o problema do alternador… ou não??? kkk
    E dá uma olhada nessa bateria… a primeira vista parece ser coisa finissima…

  • Linkin

    Excelente!!!
    Eu sempre quis saber o que é “turbo-lag”,alguém pode me tirar essa dúvida?

    • lndnfsu2

      eh o tempo em q o turbo nao entra em ação, pois esta “enchendo o compressor”

      se vc tem um 1.0 com turbo q atua a partir das 2500RPM, toda a faixa de 0 a 2499RPM ele vai ser como um carro 1.0 normal, apos ela o turbo entra em ação e aumenta a potencia repentinamente dando um “tranco” dependendo da pressão do turbo… isso atrapalha principalmente as retomadas (pois toda vez em que se pisa no acelerador a turbina precisa re-encher)

  • Giovane_fortuna

    ja pararam pra pensar que com essa turbina vai dar pra fazer um botaozinho do mal???
    soh o cara fazer duas programacoes na injecao eletronica…ultra economica…e ultra forte…..
    alem disso da pra fazer um belo gerenciamento eletronico da turbina pra ser ligada somente em casos que demandem mais potencia….
    pra falar a verdade vejo um futuro promissor pra essa tecnologia…

    • Dodos

      Na hora que eu vi que ela era elétrica também pensei nisso.
      Duas programações… acionada por tecla ou por kick-down.
      Econômia e potência reunidos num mesmo modelo…
      Um carro que é usável no dia e dia e brutal como todo modelo turbo e sem lag…
      Quer mais o que…

    • Med

      Exatamente… Talvez seja a única real vantagem dessa turbina nova, porque turbo-lag já está praticamente com os dias contados graças às turbinas de geometria variável.

      Há perda pelo alternador, mas irrisória. Só consigo ver vantagens dessa turbina elétrica sobre os superchargers ou blowers, como dito pelo Beto. No aguardo de mais informações sobre a danada…

  • Linkin

    lndnfsu2,brigadão cara,dúvida esclarecida.

  • Claudio

    Mas, moral da estória: Alguem já instalou e pode dizer o que aconteceu?

  • cristiano

    queria saber como comprar e qual é o valor e como pagar

  • CUNHA

    ola pessoal,
    este dispositivo não é um "turbo"!!
    é sim um "compressor" elétrico de alto fluxo e baixa(?) pressão!
    diferente de um "turbo compressor" (turbina + compressor) comumente usado em veículos nos dia de hoje!
    abraços

  • Juliano

    Já existe pra venda ou algo do genero? estava procurando algo do genero "mad max", tu liga e o carro voa ehehehe… isso parece um compressor mesmo.

  • nene

    precisa subistituir peças internas do motor ??? ex : pistao …colocar peças forjadas ? e a vida util do motor ?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email