Ford Hatches

Uma semana com um New Fiesta SE Powershift de locadora

Olá pessoal, sou leitor assíduo do blog e resolvi participar com alguns relatos. Recentemente, realizei uma viagem para Campos do Jordão e optei por alugar o Fiesta SE 1.6 Powershift que se encontrava em promoção em uma locadora numa ação conjunta com a Ford.

Optamos pelo Fiesta pela novidade, pela possibilidade de alugar o carro com câmbio “automático”, e conhecer o câmbio de dupla embreagem. Havia também a intenção de avaliar o carro para uma possível troca. Pegamos o carro no aeroporto de Guarulhos e seguimos para a Rodovia Carvalho Pinto, paramos em um posto a 2 Km do local das locadoras e conferi a calibragem, ajustando para o carro que estava lotado de malas.



Reabasteci para encher totalmente o tanque, zeramos os contadores e pegamos a estrada. Apesar do carro cheio, viajamos eu, minha esposa e minha filha. Não tivemos a oportunidade de usar o Isofix porque a cadeirinha nova não chegou a tempo.

Vou omitir alguns detalhes do carro, uma vez que o modelo já está nas lojas e quem quiser pode conferir nas concessionárias. Mas vamos relatar o que fez diferença no uso diário.

O acabamento ficou mais pobre, apesar de não ter conhecido o interior do Fiesta mexicano. Na verdade, chagamos a entrar em um logo no lançamento do modelo em 2010, mas não consigo comparar a diferença de acabamento pelo tempo. Comparando com o Onix, carro do meu dia-a-dia, o acabamento chega a ser inferior. O tipo de plástico do painel não é agradável ao toque.

Os bancos são confortáveis, com regulagem manual, o painel é funcional e o ar funciona muito bem. Nessa versão é digital, mas sem diferença de temperatura para motorista e passageiro. E, como todo carro da categoria, não tem saída de ar traseira. O banco traseiro ficou com a cadeira de minha filha e a malinha dela. O volante não tem regulagem de profundidade, só altura. Não foi difícil achar uma boa posição de dirigir.

Na estrada

As rodovias estaduais de São Paulo são as melhores do país. A grande maioria por serem privatizadas (assunto para outro post). E o Fiesta seguiu muito bem pela Carvalho Pinto/Ayrton Senna. Manter a velocidade permitida de 120 km/h não foi difícil. O conjunto motor/cambio funcionou muito bem. O desempenho é muito bom para a categoria. O consumo me surpreendeu. O computador de bordo chegou a marcar 12,8 km/l com etanol, com o carro cheio, na estrada plana e com trânsito leve. O que incomoda são as constantes paradas de pedágio, que acaba prejudicando levemente o consumo, com as reduzidas e acelerações.

O câmbio Powershift

O câmbio funciona muito bem, com boas acelerações e retomadas. Uma falha importante é que não há marcação da marcha utilizada no momento. Pelo “pé” dá pra você perceber as trocas de marcha com a queda dos giros, à medida que a velocidade cresce. E as trocas são bem suaves. Dependendo da velocidade, ao fincar o pé no acelerador, o cambio joga a terceira ou a quarta marcha, fazendo os giros subirem rápido.

Já não se pode dizer o mesmo das trocas manuais… ao se colocar o câmbio na posição Sport, ainda assim não aparece qual marcha se está utilizando. As acelerações continuam da mesma forma, mas as marchas são trocadas em 6000 RPM. Quando se aciona o botão +/- no câmbio, aí aparece no centro do painel a marcha utilizada. Um detalhe interessante é que abaixo de 60 km/h, o câmbio não aceita a 6ª marcha.

E é frustrante tentar utilizar esse botão de trocas para uma tocada mais “agressiva”. Você perde a concentração na condução, acaba tendo que olhar para o câmbio e torna-se até perigoso, desviando o olhar para o botão. Até o tão difamado câmbio da PSA tinha uma forma de troca por deslocamento anterior e posterior da alavanca, muito mais intuitivo e seguro para avançar e reduzir as marchas.

A subida da serra foi tranqüila, com pouco trânsito e o carro com bom comportamento. O conjunto pneu (aro 16) e suspensão se mostrou bem adaptado para o carro, o rendimento do motor e do câmbio foi bem satisfatório, e o consumo foi melhor que o esperado.

Dados da viagem

Na tabela abaixo, estão os dados de consumo e quilometragem percorridos. No último abastecimento, infelizmente perdemos a entrada do aeroporto de Guarulhos devido à confusão que se encontra pelas obras, e acabamos abastecendo num posto que não se mostrou tão confiável. A penúltima linha da tabela mostra os dados ajustados de acordo com a diferença do computador de bordo. Outra coisa que podemos constatar foi a eficácia do sistema de partida a frio, que funcionou perfeitamente, em temperaturas de 10 e 12°C.

Conclusão

O Fiesta SE 1.6 Powershift se mostrou um carro muito bom tanto na estrada quanto na cidade, rodando com etanol apenas, o câmbio de dupla embreagem se mostrou econômico e eficaz, garantindo bom equilíbrio entre desempenho e consumo. Estamos considerando a troca do carro de minha esposa por um Fiesta, mas ela já manifestou que vai querer a versão sedã pelo porta-malas maior.

consumo-new-fiesta-powershift Uma semana com um New Fiesta SE Powershift de locadora

Por Elisson Oliveira

COMPARTILHAR:
  • Rafael_rec

    Preço de carro grande com espaço de carro pequeno. No mais o Fiesta parece ser um bom carro, pena custar tão caro.

    • E pena ter sido empobrecido apesar de ter "ganhado" alguns itens.

      • Leandro1978

        O que pega mais, na minha opinião, são as falhas de acabamento. Algo que não era visto no mexicano e que ocorre no nacional. Por isso fico até receoso em relação ao novo Ka.

        • FelipeLange

          E ainda quando falo isso me dizem que tenho complexo de vira-lata.

          Olhe, de coisas mais importantes só a assistência elétrica de direção, ganho do câmbio automatizado, motor 1.5 e o sistema de partida a frio sem tanquinho.

          Mas precisava sacrificar itens de segurança e aumentar ruídos de acabamento? Não.

          • thales_sr

            Quais itens de segurança? Ruídos de acabamento ainda não senti, só os de rodagem mesmo. O carro me parece mais barulhento que o mexicano.

        • Paulo Neto

          Tmb concordo que o maior problema é o acabamento!

    • Bola

      Houve um equívoco na matéria: na versão SE o pneu é aro 15 e não 16. Aro 16 só na versão Titanium.

    • Bola

      Mais econômico que o New Fiesta só o Fox Bluemotion 1.0.

    • Fudencio

      Custa caro, mas não tem nada melhor na sua categoria/faixa de preço

  • danniel

    A Ford vacilou mais uma vez colocando o famigerado botãozinho no câmbio.

    • guispader

      Chevrolet tb tem a mesma mania…..mas, sinceramente, depois de 3 meses com o carro, nem lembro do tal comando …..e olha que sempre fui entusiasta de carro manual.

      • Elton

        Chevrolet e Ford realmente vacilaram, poderiam ter colocado com toque na alavanca p/frente e p/traz.

  • Wellington Myph13

    Na Troca pelo sedan, vocês não vão precisar se preocupar com o acabamento, pois é bem melhor.
    Acredito que a versão SE são rodas de 15" e não 16".

    • LenonSlater

      Verdade, o sedan continua sendo fabricado no méxico, com outro nivel de acabamento ! Nessa faixa de preço, é uma das melhores opções ! A menos q queira encarar um frances, q tem todo um conjunto melhor, mas sofre sempre dos mesmos males ja conhecidos !

      • guispader

        Ou um Honda City que tem metade dos equipamentos e custa R$6 mil a mais!!! Aí já pega a versão Sport do City que custa uns 55 MIL E NEM SOM VEM!!!!!!!!!! "Para o cliente escolher o melhor aparelho conforme seu gosto"

        • Cristiano_RJ

          "Para o cliente escolher o melhor aparelho conforme seu gosto"

          Puxa, que vantagem! Poderiam passar a vender a versão top com esse diferencial também!

    • thales_sr

      Isso, versão SE roda aro 15, pneu 195/55. Cá pra nós, mais adequado pro nosso asfalto que os 195/50R16 da Titanium. Ainda acho que devia ser 195/60R15.

  • FelipeLange

    Um absurdo a versão S não ter os vidros elétricos nas 4 portas e a versão Titanium não ter cintos de três pontos e encosto para todos os ocupantes.

    • Carlsson

      Quanto ao encosto e cinto de 3 pontos eu concordo, mas quanto ao vidro traseiro manual não vejo problemas, tampouco reclamo das calotas.

      • FelipeLange

        Eu convivo com um carro pelado que é da minha mãe, e é uma canseira.

        A pessoa esquece de fechar o vidro de trás, aí pra você fechar… nem queira saber…

        • Carlsson

          Eu sei como é, eu tenho um Gol 2013 que não tem vidros traseiros elétricos… Não que eu goste, mas não me incomoda tanto, e vejo muita gente dizendo aqui que isso é inadmissível

          • mjprio

            Sabe eu acho uma economia porca não vir com os 4 VE, nem com RE Mandei colocar os dois no meu Fiesta

      • Também não me importo com rodas ou calotas. Aliás, lá na Europa é comum até Passat vir com calotas.

        • Corvo

          E o Sonic nos EUA, há uma versão (ou versões) sem vidros elétricos nem na frente nem trás

      • thales_sr

        Já eu não vejo problema algum em só ter encosto de cabeça pra 2 ocupantes atrás. Não cabe 3 pessoas ali não…

    • Rmonteggia

      O 208 já sanou esse problema, agora ele vem com vidro nas 4 portas. Outra coisa o volante também só regulava em altura no Mexicano? Ou foi mais um corte Brazuca, os concorrentes C3 e 208 regulam em altura e profundidade.

      • Edson Roberto

        Pensei a mesma coisa. Como ainda não dirigi, senão houver ajuste de profundidade, será um itemque fará perder muitos pontos com o Ford. A PSA demorou para colocar o cambio de 6 velocidades nos motores 1.6…

        • Jaja

          Tem ajuste de altura e profundidade sim. O problema êh que erros ocorrer e aí geram as duvidas. As rodas possuem quinze polegadas e a coluna de direção tem ajuste de profundidade. Tem que atualizar o texto. Mas êh normal, a quatro rodas desse mês disse, nas primeiras linhas do comparativo de hatch médio, que o novo focos êh fabricado no México.

          • Thierry

            Eu vi aqui no NA, que o Fiesta era fabricado em Camaçari! Sendo que a propaganda foi toda baseada nos investimentos em São Bernardo.
            Outra coisa tem ajuste de profundidade, inclusive melhor que meu antigo c3.
            Quanto ao consumo no powershift é show! o meu normalmente faz 10 a 10,5 km/l.
            Obs o meu está com quase 9 mil km.

      • sergiopsy

        Fiz teste drive em um 208 e não tinha vidro nas 4 portas não, só se for no modelo 2014.

        • Rmonteggia

          Sérgio sim é no 2014 e esse mês que mudaram, até acho que nos primeiros 2014 não tinha! Os test drives são das primeiras séries então não tem.

      • LeandroBalmant

        O Fiesta tem regulagem tanto de altura quanto de profundidade.

      • thales_sr

        Regula altura e profundidade.

  • CharlesAle

    Acabamento inferior ao Onix??ai forçou a barra!!!!!

    • Fanjos

      Olha……em termos de encaixes e materiais eu achei pior tambem, não que eu compraria um Onix…jamais, mas o acabamento do Fiesta na Nacional é ruim de doer, não chega nem as pés do Mexicano, foi um dos motivos de eu desistir da compra.

      • Também desisti da compra pelo acabamento interno. Estou cogitando o Sedan, mas o preço não ajuda…

        • Fanjos

          Pois é, era o que eu ia fazer partir para o Sedan titanium, mas ai o preço encostou demais nos carros médios então subi um pouco e peguei o maior, não me arrependo

      • Pedro Emanuel Gonçalves

        Eu tenho um Onix, e fiz test drive no Fiesta nacional (SE). Em acabamento, espaço interno e conforto ao rodar o Onix ganha tranquilamente.

        • FabioH

          Andei no Fiesta e fiquei um mês com um Onix, não concordo, acabamento se equivalem, ergonomia do Onix é terrível, espaço traseiro do Onix é melhor, conforto ao rodar o Ford é superior.

          • thinkt4nk

            Dirigi ambos e também não concordo. O Fiesta é bem mais confortável. Tem bancos melhores e suspensão melhor calibrada. Sobre o painel acho equivalentes, ambos em plástico rígido, mas o Fiesta vence justamente pelo conforto ao rodar como você disse.

          • LS7

            Ficou um mês com o Onix… Era alugado?
            E quanto à ergonomia do Onix, o que é terrível?
            A posição de dirigir do Onix é uma das melhores, tal qual no Cobalt.
            Conforto ao rodar do Fiesta é melhor? Bom, o Fiesta é mais durinho de suspensão. Em que sentido ele seria mais confortável?
            E carro, se for para andar só na frente, é melhor uma pickup, que dá para levar mais carga.

            • Thierry

              Fiesta é melhor em questão de motor, e ergonomia sim, mas a suspensão é mais dura mesmo.
              Quanto ao acabamento para mim os dois se equivalem, a diferença é que o Onix tem mais detalhezinhos..
              Outro fato não tem espaço no fiesta atrás, mas é possível levar 4 pessoas sem tanto desconforto, mas o Onix é realmente mais espaçoso.
              Se quer acabamento vai de 208.

              • Você acha a suspensão dura? Também tenho um fiesta SE 1.6 e até acho a suspensão macia demais.

                • Thierry

                  Achei um pouco dura sim, antes disso tive um c3 2009 e um corola 2000, vim de carros com suspensão mais mole, mas comparado ao gol da empresa a suspensão é mais mole

    • fabritch

      Isso é fato! Todo mundo reclama, e não só no Fista, na linha Ford em geral

      • Thierry

        Já entrou no Fusion, esse sim o acabamento é melhor! Mas dali para baixo nem tanto.

    • Rmonteggia

      Já entrei num Onix LTZ e fiz teste drive num Fiesta SE e digo o do Fiesta parece ser inderior inclusive nos tecidos dos bancos, o plástico do painel é muito ruim, bem pior inclusive que o da Ecosport que tem aspecto bem melhor.

      • Thierry

        O plástico é o mesmo do Ecosport…

  • E há sim regulagem de profundidade e de altura no volante!!!

    • Daniel

      Além disso foi errada a informação da roda… é aro 15..

      • Igor Queiroz

        eu tenho um se 1.6 e tem sim regulagem de altura e profundidade

  • guispader

    Realmente o acabamento do sedã é bem melhor em tudo. Neste final de semana vim de BH para o norte de MG no meu sedã com câmbio automatizado. Até eu parar em umas obras na estrada já tinha rodado +- 100km com o tanque com uns 15L de álcool e 35 de gasolina. Com o ar ligado e duas pessoas, estava fazendo 16km/l a 110km/h. O computador de bordo é bem confiável, pois acompanho sempre a média no dia a dia. O consumo dele tem me deixado muito satisfeito.

    • Thierry

      Eu não misturo combustível, mas só gasolina cheguei a fazer 17,5 km/l , porém meu computador tem um erro de 0,3 km/l é bem preciso, principalmente quando comparo com meu c3 que marca 2km/; a mais.

      • guispader

        Também não gosto, mas como só com álcool não teria a autonomia para chegar até em casa, e os preços na estrada são bem maiores que na capital, acabei completando com gasolina só pra aumentar a autonomia mesmo. Assustei com o consumo, porque a última viagem que tinha feito só com gasolina tinha conseguido 14,5l, mas em uma estrada piorzinha.

        • Thierry

          O que percebi do consumo dele, depende muito da velocidade, se ficar entre 90 a 110, o consumo é mais bacana, já a 120 ele começa a beber um pouco mais.
          E também eu usei poucas vezes gasolina para dizer, mas acho o rendimento proporcional no alcool melhor. Mas realmente a autonomia não se compara, cheguei a fazer em um tanque com gasolina 720 km, e abasteci 46,5l, ou seja praticamente, 15,5km/l, mas também foi 70% de estrada e o resto em São Paulo!

  • MakotoNet

    O que acontece com esse cambio numa rampa? … Solta-se o freio e o carro… desce ou esse cambio segura o carro?

    • lucianorj

      O câmbio não segura, mas tem o hill-holder que ajuda ao segurar por alguns segundos – acho que são três. Mecanicamente o New Fiesta está muito a frente dos concorrentes – embora eu, por cautela não me vejo comprando uma nova tecnologia de câmbio (no Brasil) sem saber dos possíveis problemas de tropicalização (vide antiga AL4 – tropicalizada para AT8 – e a ASG – ainda em observação). O problema é o custo oculto do carro: as revisões semestrais que só nos dois primeiros anos somam mais de 2000,00 reais!

      • MakotoNet

        Muito Obrigado Luciano.. esses reviews esquecem de explicar isso e muitos so descobrem depois de comprar o carro.

        • lucianorj

          é fato, eu só sei disso porque fiz test drive, ou melhor, fiz test drive apenas para saber se teria a mesma comodidade do automático.

          • MakotoNet

            Exatamente.. muito obrigado e nem vou perder tempo .. vi como eh um automatizado e nao gostei, um PERIGO! .. nem imagino como eh estacionar numa rampa rss.. vou lembrar de manter distancia desse carro tb rss

            • FabioH

              Não sei se você compreendeu, mas ele possui hill holder que segura o carro por alguns segundos em rampa.

            • Edson Roberto

              Makoto, ele possui um dispositivo eletronico em que mesmo depois de soltar o pé do freio, o carro fica como se estivesse com o freio de mão puxado para que vc acelere depois de soltar o pé do freio e o carro se mover para frente.

              E esse cambio é de dupla embreagem, bem diferente dos monoembreagem de outras marcas. E veja… vc está dispensando um modelo porque alguém te falou algo… mas vc já testou? Vc talvez pode se surpreender…

            • wilian

              Um perigo? do que vc esta falando amigo? é só uma comodidade cara, um auxilio para arrancar em subida sem dar a famosa decidinha. Qual o perigo nisso? se vc dirige bem nao precisa disso, mas é bom nao se preocupar com isso hehe, eu estou comprando 1 hatch mexicano e adorei essa funcionalidade(manual como todos eram).

            • Thierry

              Cara depende muito da rampa, se ela for extremamente ingrime vai ter só a parada do hill holder que é por 3 a 4 segundos, já se for uma rampa mais normal o motor segura ele e se não for tão ingrime ele puxa o carro.
              Ele tem o creeping que o pessoal fala.

            • aleneo2

              Já dirigi um new fiesta, e o controle em rampa é igual a um automático.

              E ja dirigi o cruze o corolla automatico e ambos só nao voltam em uma subida se for bem leve, na maioria eles voltam sim, nao tao rapido mas voltam.

              O NF tem a vantagem de ter o hill holder, quando vc solta o freio, ele segura o carro para vc por tres segundos ou até vc acelerar, entao o carro nao volta a nao ser que vc demore mais de tres segundos para acelerar.

            • marciors01

              Este automatizado de dupla embreagem é superior a todos os automáticos convecionais oferecidos por aqui, está muito â frente.

    • caique313131

      Qualquer carro desce, independentemente de ser automatizado, manual ou automático. O que vai segurar o carro é outro tipo de teconologia. Pode ser tanto um freio de "mão" elétrico automático ou um sistema próprio para isso (assistente de rampa). Pelo o que eu me lembro, o Fiesta não possui essa tecnologia, logo, ele escorrega como qualquer outro carro sem o mesmo.

      • fschulz84

        O Fiesta tem sim o hill holder (assistente de partida em rampa) se não me engano, a partir da 1.6 SE.

      • Carlsson

        automatico nao desce…

        • FabioH

          Exato.

          • thinkt4nk

            Desce sim, depende do tipo de câmbio. Se for o convencional, ele segura. Lembrando que "automáticos" todos são, o que muda é apenas a tecnologia.

            • aleneo2

              mesmo o convencional ele desce, se a subida for um pouco mais ingreme o carro volta.

        • Thierry

          Depende da rampa e da atualização do câmbio já peguei um carro veio automático, era um chevrolet something, não lembro o modelo, e ele ia para tras

          • aleneo2

            O corolla 0km tambem desce, civic, cruze e veracruz, que sao os carros que ja dirigi automaticos e que parei em uma subida tambem descem.

        • thales_sr

          Automático desce, se a subida for íngreme.

        • aleneo2

          automático desce sim.

          ja dirigi, corolla, cruze, civic, veracruz e todos descem, so nao desce em uma descida suave, qualquer uma um pouco ingreme o carro volta como se fosse um manual.

          • hal_cwb

            Já tive um 207 automático e ele não descia, se a subida era fraca quando soltava o freio, ele subia bem devagar, se a subida era íngreme ele ficava parado. Mas acho que ele não tinha o tal do Hill Holder, acho que era o creeping mesmo. Mesmo ele não descendo eu segurava no freio, pois acredito que se fosse o creeping ele estaria forçando o sistema ficando parado na subida (pois ele estava tentando andar e não conseguia). Minha mulher tem um Fox iMotion, ele não tem creeping, quando se está na mesma subida (minha rua é uma subida, 45º aproximadamente… eheh), ele desce como se estivesse em ponto morto se você solta o freio. Agora tenho um Punto Dualogic, mesmo com o creeping ele desce também.

            • aleneo2

              o 207 nao tem o hill holder, o que provavelmente existe é uma configuração do cambio+ECU que faz que o motor acelere um pouco aumentando o creeping e nao deixando o carro descer só que ai vc perde em consumo, é uma caracteristica que a peugeot colocou nesse carro.

              o dualogic ele nao segura em subida ingreme pq ele tem um embreagem convencional, se fizesse o creeping mesmo em subidas mais fortes a embreagem ia acabar com 10 mil km e o pessoal ia falar que o cambio nao prestava rsrsrs.

  • Uma correção apenas: O volante tem ajuste de altura e profundidade.

  • brunoly_bh

    Tenho um 1.5 SE, já está com 1800 Km e até agora só tenho elogios, gostei muito principalmente do motor, anda muito bem e muito confortável, dentro dos padrões dele…

    • Carlsson

      >>>>>"já"?<<<<<

      • FelipeLange

        Proponho um desafio: cuide bem do seu carro e fique mais de dois anos com ele, e nos conte quais problemas você enfrentou e o que você achou do carro.

        • Carlsson

          Difícil dar problema em 2 anos, caso o carro seja bem cuidado e respeite as manutenções preventivas… Só dá problema se já veio com defeito de fábrica, penso eu.

          • Edson Roberto

            Concordo. Eu que rodei os primeiros 50000km apenas em 2 anos com meu C3 2008, se estivesse com problemas, eu iria reclamar muito.

            Me parece que as pessoas tem tido tantos problemas com os carros 0km (ou quem sabe usados) que acham que os carros "devem" ter problemas antes do primeiro ano de uso.

            • Carlsson

              Poxa! Andou pra caramba nos 2 primeiros anos!
              Eu gosto de ver o carro ganhando quilometragem. Maluquice! Hehehe

      • thales_sr

        Já. Com 10 mil km já está rodado e tem que trocar.

    • Michael

      Bruno_bh, e o consumo nesses quase 2.000 Km, como está?

      • Igor Queiroz

        eu tenho um se 1.6, tem 45 dias e está com 700 km, só abasteci a gasolina, esses 700 km foram rodados no transito de SP e no computador de bordo está marcando 9,8…acho que não está bom ainda, mas ainda não tive oportunidade de amaciar o motor pra valer

        • Thierry

          Andei pouco aqui com gasolina, não vale a pena na minha cidade. Mas meu carro faz 10,5km/l com alcool, 1.6 powershift, normalmente o tanque roda 70% cidade e 30% estrada.
          Estou com ele a 9 mil km

          • Só posso crer que o meu está com problema,ppois não chega a fazer 7,5 na gasolina 5 no alcool no transito de SP

  • FiuzaLima

    O NF é um ótimo carro, além de ser lindo. Tenho o prazer de guiar as vezes um Titanium manual e o carro é show, mas o acabamento, mesmo na versão top, é bem ruim.

    Uma dúvida, acho que dos câmbios disponíveis no Brasil, só não dirigi os automatizado de dupla embreagem, há a possibilidade de desligar o carro com o câmbio em N ou engatado em alguma marcha (como nos automatizados comuns – i-Motion e Dualogic)? Ou é necessário colocar em P como em automáticos com conversor de torque e CVT?

    Pergunto isso pq aqui em casa sempre deixamos os carros manuais na frente dos automáticos, pois eles podem ficar em neutro para serem empurrados (uma vaga "trava" a outra aqui). Como não gostei das experiências que tive com o i-Motion e com o Dualogic, não compro um AT normal ou CVT por não querer a dor de cabeça de ter que ligar sempre o carro para manobrar na garagem… Talvez um Powershift fosse a solução (mesmo com o péssimo pós venda da Ford).

    • Louis

      A solução para seu caso é comprar um Cruze LT automático KKKKKK
      Saiu na 4-rodas um artigo falando que os donos reclamam porque é possível desligar e tirar a chave sem que o cambio esteja em P ! hehehehe
      Detalhe, só acontece na LT, na LTZ não.

      • FiuzaLima

        KKKKKK
        Olha, se a GM me vender o Cruze pelo mesmo preço que a Ford vende o New Fiesta SE PowerShift… Levo o Cruze mesmo com o defeito! KKKKKKK

        • Edson Roberto

          Orra… até eu…rs

          Seria a chance perfeita de eu ter um médio sem pagar tão caro por ele…rs

          Mas voltando ao que vc disse… os automaticos se deixar em N, vc consegue empurra-lo. A diferença é que geralmente carros são mais completos e, a direção fica mais dura por ter algum tipo de assistencia. Tirando isso, acredito que o Fiesta deve ter comportamento semelhante.

          • Thierry

            Não consegue, se você desliga ele em outra marcha sem ser o P ele acusa no Sync e pede para você colocar no P para tirar a chave.

            • FiuzaLima

              Valeu, cara!

              Tava com essa dúvida e vc tirou!

          • FiuzaLima

            ô! Bom demais!

            Mas é que quero fazer isso com o carro desligado… Desligar o carro e manter a marcha em N e não em P para poder empurrar o carro. Nos automáticos e CVT's que dirigi não havia essa possibilidade, se a alavanca não estivesse em P a chave não saía do contato, mas nos i-Motion e Dualogic vai (só não quero nenhum dos carros equipados com eles).

            Acho que o Thierry solucionou minha dúvida… E, por enquanto, vou preferir ficar de carro manual mesmo.

  • Rafael

    Bom carro, estou com um há 2 meses…

    Concordo em relação ao acabamento…ele já seria ruim para um carro de 30 mil, para um carro que custa mais de 50 mil, é PESSIMO! Anteriormente, eu tinha um Picanto, e os plasticos do painel tinham qualidade muito superior.

    Mas fora isso, um bom carro…o Powershift tem bom desempenho e o motor não decepciona.

    • marciors01

      Não existe carro de 30k com acabamento igual ao do fiesta, mesmo que este não seja o ideal.

  • O carro tem sim regulagem de profundidade pq o meu é o 1.6 SE e tem. O consumo em viagem esse final de semana de 950km foi de 16km/l na ida, com malas e 2 pessoas e 14,3km/l na volta com mais malas e 3 pessoas. Muito bom, fora o conforto…..rs….isso com ar ligado quase o tempo todo e média de 120 na bandeirantes e 110 na washington luiz

  • Carlsson

    "As rodovias estaduais de São Paulo são as melhores do país."
    Vc está de brincadeira?
    Paulista gosta mesmo de contar vantagem… Nunca vi igual.
    Vocês rodam em rodovias grandes e largas, é verdade.
    Porém, entupetadas de carro na maior parte do ano; cheias de motoristas que NÃO SAEM da faixa da esquerda, achando que por estarem rodando no limite (120 km/h de painel) são os donos da pista; CHEÍSSIMAS de radar, igual não existe em outro lugar do Brasil (sério, é muito radar nas rodovias do interior de SP, chega a ser absurdo como radares atrás de árvores, camuflados, que nem o site maparadar.com dá conta de mapear); enfim, a questão dos pedágios eu acho até boa, porque é a única forma de ter um pavimento bom, só que são excessivamente caros em SP.
    Portanto, no meu ver, podem mesmo ser consideradas as melhores do País, mas não são tão dignas de elogios assim, porque o Governo de SP, infelizmente, é um dos mais sacanas no Brasil, sendo que os paulistas (novamente eles) adoram colocar a culpa do descaso no povo do Nordeste, achando que estes votam mal.
    ___
    Obs.: não é nenhuma crítica pessoal a ninguém da região, mas vejo tanto o pessoal falando mal dos nordestinos aqui em comentários ofensivos, e é sempre bom nos olharmos no espelho um pouco.

    • Agreed___not

      De todos os lugares que fui no Brasil, Sao Paulo possui as melhores estradas e ruas em geral. As piores que encontrei foram do RN e RJ.

      Muitos problemas de pessoas que nao saem da esquerda aqui onde moro tambem. A falta de educacao nesse pais e complicada.

      Depende muito de qual sentido voce esta indo… caso seja interior de Sao Paulo as rodovias sao vazias metade do tempo.

      O que tenho de reclamar em questao de Sao Paulo seria: criminalidade e valores abusivos em alguns pedagios. Radar nao vejo problema pois nao costumo correr.

      Em regioes do nordeste, vejo cidades pequenissimas com a maioria da populacao com Hilux, RAM e outros.

      • Carlsson

        Aqui em SC as estradas são muito ruins. No RS são péssimas. No PR são razoáveis. Em SP são mesmo muito boas, mas toda a diversão se acaba pelo EXCESSO de radares e de trânsito. Aqui em SC tem mais caminhões, em SP são carros aos montes. RJ e Norte do País não conheço, mas as do centro-oeste em geral MS-DF-MT-GO são vazias, retas e ruins (buracos, sem acostamento, remendos sobressalentes). Retorno a dizer: o pavimento de SP é muito bom, mas toda a graça de andar pelas estradas se acaba pelos problemas já citados. As viagens que costumo fazer pelo interior de SP (região de Junidaí, Louvreiro, Amparo, Bragança, também muito para região de Ribeirão Preto e Franca, bem como pela Imigrantes para o litoral) são sempre bem servidas de estradas lisas e largas, porém, lotadas de carros… Quando vou pra Franca, lá pra cima o trânsito some, e fica uma boa estrada pra dirigir à vontade em velocidade de cruzeiro de 150 km/h. O problema são os pedágios (mais de R$ 50 de SP a Franca).
        Por isso o povo de SP se estressa tanto no trânsito (e capitais em geral, é bem verdade, só que em SP além de tudo tem controlar, tem rodízio que te pega por câmera, tem radares de semáforo e velocidade por tudo…)

        • Agreed___not

          Normalmente ando com gps atualizado e tambem sempre reduzo a cada viaduto… mas viajo muito para la e conheco os pontos estrategicos de radares. Mesmo assim, a cada viagem realmente, ha um radar novo.

          No RJ nao existe outra estrada alem da Dutra que seja boa. Simplesmente nao existe. Ate mesmo as ruas da Zona Sul (rica, nobre) sao pessimas. E isso porque o prefeito e governador moram por la.

          Os pedagios realmente sao um roubo! As vezes pensar em sair de casa ja sente o bolso doendo.
          A da Carvalho Pinto ate que sao bons os precos.

          Levei bastante multa as primeiras vezes que nao sabia sobre o rodizio… isso porque minha placa nao e de Sao Paulo e ainda chegou.

          Bacana de vez em quando ver alguns carros bons passando a 250+km/h nas estradas paulistas.

    • riccorreasp

      Você pode até não gostar, mas me apresente alguma rodovia no país superior a Carvalho Pinto, a Bandeirantes, a Imigrantes, etc.

      Os pedágios são caros? Sem dúvidas, mas pelo menos se pode trafegar com segurança e conforto.

      • Carlsson

        Não posso te apresentar nenhuma rodovia com melhor pavimento que a bandeirantes, realmente.

      • Agreed___not

        Mas isso somente para "quem pode". O pobre trabalhador dificilmente passara em uma rodovia dessas a passeio.

    • mgbalbo

      Você tem que decidir se o problema é a estrada ou os radares ou os motoristas ou os pedágios ou o governo de SP ou os paulistas… As estradas de São Paulo continuam sendo as melhores independente de tudo o que você reclamou. Aliás, as dos outros lugares é que são ruins…

      • Carlsson

        A estrada é boa… Mas, se não estou equivocado, a bandeirantes cobra 7,30 em cada pedágio, pra ir até Campinas, Jundiaí (sem falar na Imigrantes e seus 20 e poucos). É um preço muito alto pra quantidade de carros que passam ali. Os radares parecem aquelas pegadinhas que passavam no SBT, ficam em pontos estratégicos pra te sacanear. Quanto aos motoristas, se não são os que não saem da pista da esquerda nem a pau (eu não dou sinal de luz nem nada, só espero o cara sair), são aqueles que grudam atrás de piscam a luz como loucos, como se estivessem numa emergência. Acho que isso é um efeito cascata, pois de tanto ficar gente tomando conta da pista da esquerda no limite da via, esses apressadinhos e impacientes (pra não dizer outra coisa) já vêm de longe dando sinal de luz, o que, certamente, é uma prática lamentável.
        Esses dias um CrossFox vinha a mais ou menos 160km/h na Fernão Dias dando sinal de luz atrás de mim (eu estava com um carro oficial, Fusion 2.5 2013), aí eu baixei pra 80km/h por causa de um radar e o cara começou a buzinar como um ottário. Arrependi-me amargamente de não ter dado lado pra ele e deixar que passasse no radar acima da velocidade. Só sei que depois disso ele reduziu e não apareceu mais pra incomodar.

        • Louis

          Ontem mesmo paguei R$ 12,90 em um pedágio na rod.Washington Luiz, caríssimo.
          A melhor rodovia que eu já andei é a Carvalho Pinto, me sinto mais segura nela do que na Bandeirantes, talvez porque a Bandeirantes tenha mais curvas.

        • AnonymoD

          Mas é dando sinal de luz que você indica ao motorista da frente seu desejo de ultrapassá-lo. Agora uma coisa é dar sinal de longe, para indicar; outra coisa é piscar freneticamente e encostar no carro da frente, gerando risco grave de acidente.

          • Carlsson

            Pois é, o problema são esses mesmo: "piscar freneticamente e encostar no carro da frente"

        • DCald

          De acordo com o CTB, vc deve buzinar ou piscar o farol para indicar intenção de ultrapassagem (que deve ser respeitada – art 198)

          Independente do radar, se o cara pediu passagem, vc deve dar! Se, por algum motivo, ele precisa passar rapido – mesmo tomando multa – não é vc o cara designado para julga-lo/puni-lo…

      • FabioH

        Também não compreendi até o momento o motivo da reclamação, as estradas são boas, mas não posso correr acima do limite de velocidade pois tem muito radar e os motoristas lerdos não saem da pista da esquerda, mas se não corro, os chatos que querem correr ficam dando luz alta e buzinando feito malucos. A única coisa que concordo é que os pedágios são abusivos, mas é o preço que se paga para termos pistas decentes, infelizmente, melhor que pagar pela manutenção do carro depois? Se for uma viagem, pegar um buraco, estourar um amortecedor, o prejuízo pode ser grande, agora, se for viajar todo dia, daí fica caro, é aquele ditado, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

    • Marcos

      pelo menos UMA coisa tem q ser boa né ?!

      • Thierry

        Eu sou a favor de radares, desculpa todos aqui que gostam de correr, mas sim sou a favor.
        Tem alguns carros no Brasil que não teriam problemas em trafegar em uma velocidade maior que 120km/h por segurança, porém no Brasil tem muitos carros que não podiam andar nem na rodovia em alta velocidade e acha que podem andar. Não é só culpa dos carros e sim dos motoristas que se acham pilotos porque o carro de dele é algum modelo X Sporting que nada mais é que um carro com adereços e nada demais em sua segurança.
        Outra coisa no Brasil que incomoda principalmente quem pega Bandeirantes e outras pistas que são um tapete, é que tem motoqueiros que se acham motoboys e ficam passando no corredor a 200 km/ h . O Brasil nunca vai ter vias como na Alemanha sem limite, justamente porque as pessoas não tem responsabilidade…

        • Carlsson

          Então só pq o cara não tem dinheiro p/ comprar BMW tem que andar devagar?
          Por favor…
          Se eu quiser andar a 160km/h de Dodjão V-8?

          • Angelo

            Não, o cara tem que andar devagar (no limite) porque é LEI…. só isso! Não importa se o carro dele custa 30mil ou 300mil… a lei (na teoria, claro) serve pra todos, como podemos cobrar algo dos bandidos que tão lá em Brasilia se queremos nós mesmos infringir a lei? A consciência do brasileiro e principalmente a cultura tem que mudar um dia. Quem acha que tem um carro bom ou melhor que os dos outros pode tudo, porém não pode ser assim, sou a favor de radares, e se possível que fossem a cada km… Quem anda a 160km/h vai chegar quanto antes de alguém que ande a 120? 10/20 minutos? Acha que compensa o risco? Gostaria de estar a 120km/h e vir um louco a 180 km/h e bater no seu carro e todo mundo sair voando pela estrada? São POUCAS pessoas que sabem controlar um carro passe muito de 120 km/h, mas são MUITOS que tem condições de comprar um…

          • Thierry

            Acho que se num entendeu meu ponto de vista, os carros no brasil não seguros (90%). Ponto essa é uma questão.
            Mas o principal é a falta de qualificação, capacidade e educação no Brasil que acaba com o trânsito, vamos imaginar a Bandeirantes todo mundo andando a 160 km/h, a Bandeirantes tem 4 a 5 faixas em alguns trechos, e as vezes tem caminhoneiro na faixa esquerda, busão na faixa meio esquerda, caminhão no meio, caminhão na direita e na extrema direita.
            Agora imagina todo mundo andando a 160 todo mundo…. ai tem o motoqueiro que acha que porque a moto dele é de um milhão de cilindradas acha certo andar a 250 km/h no corredor de uma estrada… Precisamos evoluir muito de cultura, capacitação e educação para termos estradas seguras que possam ser trafegadas a mais de 120 por hora.

  • Bartolomeu87

    Muito boa a matéria. Fico na dúvida quanto ao uso na cidade, no anda para onde há criticas ao comportamento do Focus americano com powershift onde haveria uma lentidão na saída do carro. Como esses câmbios automatizados ainda utilizam embreagem, haveria um problema intrínseco em lidar com essa situação de "queimar" embreagem no anda-e-para sem reduzir a vida útil do sistema (deve existir alguma proteção que pode causar lentidão), o que não acontece com o cambio automático com conversor de torque pois pode ficar nesse modo a de infinito.

    • thales_sr

      Não senti nenhum atraso gritante. Mas sim, tem uma pequena diferença dos automáticos, que o conversor de torque fica sempre empurrando o carro (assim, soltou o freio ele anda), o automatizado tem um pequeno lapso (menos de 0,5s), mas se você tirar o pé do freio e acelerar esse lapso é menor.

    • marciors01

      Dirija o fiesta, o comportamento do cãmbio é perfeito, eu nunca dirigi um carro com dsg mas entre os automáticos que já dirigi este do fiesta é disparado o melhor.

  • RicRB

    Boa opção no segmento!! Principalmente considerando a versão Powershift ( seria minha opção)!!
    Mas concordo com a maioria: pena a Ford ter descuidado tanto do acabamento… e outro senão, é o pequeno espaço interno traseiro ( pelo menos, pro meu uso)!!

  • Gabriel

    Parabéns pela reportagem, muito legal saber como é o dia a dia do NF.

  • Romul0

    A Ford sempre teve um acabamento meio simples ao meu ver.
    Mas o New Fiesta está muito aquém dos concorrentes. Achei o interior MUITO simples.
    Plásticos de aparência frágil, encaixes ruins e meio claustrofóbico.

  • Júlio César

    No modo 'S' aparece sim as marchas, ao menos que isso seja só na versão Titanium.

    • Wellington Myph13

      Ele disse que quando muda ainda não aparece, a não ser que você use o botão de +/- pra mudar a marcha, ai ele mostra.
      Eu fiz o test drive, mas não lembro desse detalhe mesmo, mas se não me engano, notei algo assim. A marcha só apareceu quando eu usei o botão.

      • Thierry

        É isso mesmo só aparece quando aperta o botão, mesmo na posição drive, você pode usar os botões, e ai aparece a marcha.

  • Freaky_Boss

    Mecânica de carro caro (no Brasil) e interior de carro barato.
    Mas no segmento, é a melhor opção.

    Em tempo: tá aí um bom tema para usuários de carro aqui no NA: estradas privatizadas (para mim vale muito a pena, pois 1 pneu furado e a insegurança da minha família são muito mais caros que os pedágios, mas vale a discussão!)

  • GT4

    Primeira vez que vejo um veículo de locadora em "cores".

    • Alvaro Guatura

      Pois é, queria saber qual locadora e qual foi o valor promocional da diaria.
      Aqui eu alugaria um Uno prata com ar… grhhh

  • CARECA

    Estou pensando na venda do meu Polo Sportline, quero dar uma olhadinha no New Fiesta, mas já me falaram que o espaço interno é menor que o do Polo, vou conferir de perto.

  • UnitedK

    "E, como todo carro da categoria, não tem saída de ar traseira."

    Peugeot 208 Griffe.

  • LS7

    Achei o consumo alto para um carro hatch e pequeno como esse Fiesta. Tá certo que o motorista deve ter dado umas pisadas mais fundas, só para experimentar, mas achei que gastou muito.
    E olha que o porta-malas não comporta muita coisa. Se tivesse sido o sedan carregado, os números estariam mais compatíveis.

    • AlexandreCE

      Esse consumo aí foi excelente se comparar com a média de velocidade de algumas cidades.

      Aqui em Fortaleza, a média de velocidade no trânsito é de 15 a 17 Km/h… isso num dia bom… com álcool o meu MT faz 5,5 Km/L. O powershift de um amigo vinha fazendo essa média na gasolina, certamente com média de velocidade de uns 13 Km/h.

      Todo mundo fala em consumo, diz que ninguém suporta a quantidade de carros de cidade A ou B… mas todo mundo se esquece da média de velocidade peculiar de cada centro urbano.

      • Thierry

        Aqui meu carro faz 10,5km/l 1.6 powershift, mas aqui eu pego um percurso bem tranquilo, quando fico em São Paulo a média cai para 8,5 km/l

  • Michel

    O interessante é que cismaram com o o painel no carro!! Meu Deus!!! a impressão que eu tenho é que tem aspirantes a donos do carro nao vão tirar mão do painel, (sim porque os donos) não fazem!! quem tem o carro sabe que as qualidades superam e muito os pequenos incômodos!!!

    • NcCFW

      Fiz o teste drive dele na semana passada, eu tenho um Ka e qualidade do interior não é muito diferente desisti do New Fiesta. Antes tinha feito teste drive no 208 o acabamento e muito superior pode se dizer acamento Premium o que se diz a proposta do carro hatch premium.

      • marciors01

        O acabamento do fiesta é bem superior ao do ka que por sinal é terrível, o 208 realmente tem acabamento superior mas em compensação deve em câmbio, motorização, equipamentos…

  • AlexandreCE

    No dia em que eu conseguir média de 8,x em Fortaleza com álcool, mando rezar uma missa para Henry Ford.

  • Galera, realmente alguns detalhes passaram despercebidos, como a regulagem de profundidade do modelo. As rodas 16 são do Titanium. Uma semana é pouco tempo para conhecer tudo do carro, mas a idéia foi passar a experiência do carro na estrada e na cidade com o modelo. Para mim, que tenho o costume de andar bem com o carro, nesse caso respeitando os limites da estrada, por ser um carro alugado, achei que o consumo do carro foi muito bom, principalmente pelo fato de rodarmos com Etanol. Nunca havia conseguido essas médias com outros veículos (Fiesta Rocan 1.6, C4 Pallas, Agile 1.4, Fiat Doblo 1.4 e 1.8, Sandero 1.6). O conjunto motor / cambio me surpreendeu muito positivamente. Faltou a borboleta de trocas de marchas, para uma condução mais divertida!

    • Também gostei muito desse carro pelo conjunto motor/câmbio. Para aqueles que adoram criticar carros flex acho que dessa vez a Ford acertou esse motor.Apesar do acabamento mais singelo o carro é confortável, com uma posição de dirigir incrível, para quem tinha um celta e gastava o mesmo combustível e sofria nas retomadas e subidas, estou mutio satisfeito!

  • Diegorji

    O New Fiesta custa praticamente a mesma coisa que um Bravo Sporting com Teto solar, eu particularmente acho um caríssimo pelo que oferece.

  • Adriano_Silva

    A pior parte é para quem conheceu o modelo importado e agora vê o modelo nacional, sem falar no preço e no espaço interno.

  • Arthur_r

    Problema do Fiesta Sedan é o preço, 50k na versão de entrada, é fogo!!!
    e se pegar o automatico, vai pra 55!! Um absurdo!!

    è um carro mtu bom, porem tem algumas falhas, se ele custasse menos, ate que seriam justificaveis, mas pelo preço que a Ford quer, ta mtu caro msm

    • Wellington Myph13

      Voyage 1.6 + Urban&Sound + Acesso Completo p/ 4 Portas + Ar-Condicionado = 45300,00
      FIPE 2014 = 35356,00
      Voyage 1.6 Highline + Faróis com Coming/Leaving Home + I-Trend = 49668,00
      FIPE 2014 = 40421,00
      Polo Sedan 1.6 + Rodas Liga 15" + Faróis neblina + Volante Multif = 52184,00
      FIPE 2014 = 44420,00
      Prisma 1.4 LT + R8M (Ar+MyLink) = 44090,00
      FIPE 2014 = 36783,00
      Prisma 1.4 LTZ = 47690,00
      FIPE 2014 = 43103,00
      Sonic 1.6 LTZ = 55000,00 (Até onde me lembro, só tem AT agora, mas a FIPE diz que existe mecanico, então deve ser algo perto disso o 0km)
      FIPE 2014 = 48360,00
      Fiesta Sedan 1.6 SE = 49990,00
      FIPE 2014 = 45662,00

      A lista é longa…

      Alem da diferença na Desvalorização, pelo fato do carro ser de uma versão já completa, e não cheia de opcionais (Como a VW), Todos estes ficam devendo ESP, TCS, HLA, Ar-Condicionado Digital, Motor 1.6 16V de 130cv com Duplo comando de valvula variavel e livre de tanquinho de gasolina. Bem Economico, Engates precisos no cambio manual e um dos melhores cambios AT atuais, sem trancos e de 6 marchas. Fora o Acabamento do NF Sedan que é emborrachado. (Diminiu nivel de ruidos internos a longo prazo, alem de ser mais agradavel)
      Tem opcões mais baratas, mas coisas de 2~3mil mais baratas, e podem até ter descontos pra chegar até 6mil de diferença, mas você tem que pensar, se você pode pagar um pouco a mais, e ter toda a diferença que o NF tem, porque comprar um mais barato que não tem?

  • Vatttt

    O Ford etá equivalente ao meu Fit 1.4 AT, apenas com maior consumo e melhor desempenho. O meu que faz 6,5 com Etanol na cidade e 11,5 na estrada e com gasolina faz 10,0 na cidade e 14,5 na estrada, só não se torna melhor porque o Hondinha tem muita preguiça de subir ladeiras dai precisa beber muito para não ficar no meio do caminho. Tive o gostinho de passar alguns dias com um Fiesta sedan importado, e o acabamento não me surpreendeu. Aquele interior totalmente preto me passou um aspecto ruim, mesmo com o painel ainda emborrachado, o cheiro e o visual é de muito plástico e ruido interno alto. Espero fazer um tste desses com o Powershift.

  • PortoWF

    Corrigir informação da reportagem, o Aro da versão 1.6 SE Powershift é 15" diferente do relatado no texto.

  • Gustavo

    Quando pousei em Guarulhos também loquei um New Fiesta SE Vermelho Automático. Na oportunidade rodei 650km até o sul de Minas Gerais, em um único dia. Tamanha distância sem me causar desconforto, subindo a Serra com o carro colado no chão foi determinante para confirmar minha decisão pela compra do carro, só que na versão Titanium Manual, que será entregue amanhã!!

  • GUGASP

    Carro bonito e com boa tecnologia.
    Mas o espaço é bem pequeno e as revisões obrigatórias a cada 6 meses somam um custo alto no final da contas.
    Sem contar que o pós-venda da Ford é dos piores do mercado.
    No meu Focus sempre avaliei o pós venda como péssimo na Ford de Bauru e de Jaú.

  • Washington

    A Ford está vendendo muito… nos fóruns em que os manés que idolatram as "nuvidade trecnológica" comentam…
    No mundo real, está láaaaa atrás, pertinho de ser ultrapassada por Renault ou Hyundai.
    É isso. Ford, quem conhece não quer nem dado…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email