Ecologia Europa Governamental/Legal Mercado

União Europeia quer estabelecer meta de 66,5 g/km nas emissões de CO2 em 2030

volkswagen-e-golf-14 União Europeia quer estabelecer meta de 66,5 g/km nas emissões de CO2 em 2030

Enquanto aqui ainda não sabemos o percentual de redução no consumo e emissão de poluentes para os próximos anos, já que o Rota 2030 ainda está travado em disputa tributária nos ministérios de Desenvolvimento e Fazenda, a União Europeia parte para o ataque contra a poluição veicular com uma nova proposta de meta de redução: 30% até 2030.



Considerado “agressivo” e “extremamente desafiador” para os fabricantes, o novo plano de corte nas emissões veiculares já sofre resistência de países-membros com grande produção automotiva, como a Alemanha. O motivo é que a meta significará enormes investimentos em tecnologias verdes para as montadoras, já que a redução de 30% não será com base nos níveis atuais, mas sobre as emissões de 2021, quando entra em vigor regras mais exigentes que as de hoje.

Para compensar os esforços dos fabricantes, a União Europeia propõe um nível provisório de 15% de até 2025, a fim de que os investimentos possam ser feitos de forma gradual para não arruinar as finanças das montadoras. Outra ação visando a introdução de mais carros elétricos e híbridos plug-in é a adoção de crédito fiscal para que as empresas possam amortizar parte dos custos de desenvolvimento, pesquisa, engenharia e produção no velho continente.

Mas, já é certo que ficarão de fora quaisquer outros veículos que não tenham emissão zero (elétricos e células de combustível) ou baixa emissão (híbridos plug-in). Ou seja, carros híbridos comuns, como proposto ao Brasil para servir de alternativa à falta de incentivos e infraestrutura, deverão ficar de fora. E mais, no caso dos plug-in, estes só são considerados de “baixa emissão” se emitirem menos de 50 g/km de CO2. Um híbrido comum – sem recarga externa – fica na casa de 80 g/km.

Além disso, a UE pretende liberar 800 milhões de euros para ampliação da rede de recarga pública e outros 20 milhões de euros para o desenvolvimento de baterias. Não haverá cotas para recebimento do crédito ecológico. Ou seja, os fabricantes poderão inundar a Europa com elétricos e híbridos plug-in que cada um receberá sua parte.

Na esfera política, a proposta da comissão europeia precisa ser aprovada pelos países membros, bem como pelo parlamento do continente. O tempo necessário para sua resolução é de pouco mais de um ano, normalmente. Mas, a proposta tem resistência por parte dos fabricantes, que chegaram a fazer lobby para reduzir o corte para 20%, que ainda teria “custo alto, mas aceitável”.

Atualmente, a União Europeia tem limite médio de emissão de CO2 de 130 g/km. Em 2021, este limite será de 95 g/km. Nesse último, as montadoras precisam ter mais híbridos comuns e carros diesel muito limpos para alcançar a meta, assim como um complemento com elétricos. Mas, em 2030, com base em 2021, o limite será de somente 66,5 g/km. Ou seja, ainda haverá espaço para carros convencionais a gasolina e diesel, bem como para híbridos comuns, mas todos sem benefícios fiscais.

A UE quer incentivar a produção e o desenvolvimento de carros elétricos no continente, visto que a percepção é a de que China, Japão e EUA – nessa ordem – estariam tomando a dianteira. O temor é que estes países venham a dominar o mercado mundial de carros elétricos no futuro.

Mas, pelo que se sabe no momento, pelo menos em termos de híbridos plug-in, a Europa poderá se destacar, pois existe o risco do fim de incentivos fiscais para elétricos e plug-in nos EUA, onde a Volkswagen já revelou a intenção de não vender híbridos com recarga externa por falta de apoio federal. A China está visando quase que exclusivamente o carro elétrico, enquanto o Japão parece empenhado no hidrogênio como matriz energética.

[Fonte: Auto News Europe]

  • leandro

    O ideal seria obrigar a implementação do carro elétrico em 30% a mais, mas aí a diminuição da emissão de gases na geração de energia iria recair sobre o governo… Então mais fácil empurrar o problema para as montadoras

    • carroair30

      Vamos ser sinceros: esse troço de CARRO ELETRICO NAO FUNCIONA,nao tem AUTONOMIA pra fazer uma viagem basica entre RIO-SP ,demora a vida do URUBU pra RECAREGAR a BATERIA,nao demora muito a BATERIA entra em FADIGA ,tem um custo MUITO CARO ou seja NAO DA CERTO DO JEITO QUE ESTA melhor inverstir em retençao das particulas poluidoras dos combustiveis do que ficar insestir nessa GAMBIARRA ELETRICA

      • leandro

        Quantos carros elétricos vc já teve para poder falar com tanta convicção?

        • carroair30

          Quantas vezes vc foi a MARTE pra saber que la nao existe OXIGENIO ??

          • leandro

            Fui EXATAMENTE o mesmo número de vezes que vc fez um comentário que fosse PERTINENTE.

        • Nicolas_RS

          O Tesla S e o BMW i8 não tem autonomia para isso só se informar, não precisa comprar um carro para saber o dados técnicos.

          • leandro

            Puro mimimi… Quer queiram, quer não queiram, o carro elétrico é o futuro… Pra quem precisa de viajar mais que 400km diariamente vai de híbrido, quem vai eventualmente vai de ônibus ou avião

            • Nicolas_RS

              Os carros elétricos foram inventados 51 anos antes dos carros a combustão e até hoje é inferior e mais cara, os carros mais caros elétricos como o Model S e BMW i8 que custa mais de 700 mil hoje em dia não faz o que um fusca faz. Vai lá comprar seu carro do “futuro” que demora 12h para carregar e se for fazer uma viagem anda a super mega ultra velocidade de 35km/h, até eu de patins ultrapassado o Model S.

              • leandro

                Sério que tudo q vc sabe sobre o model S é que a velocidade máxima dele é de 35 km/h?
                Se quiser ver o desempenho dele olha no YouTube no canal acelerados o Rubinho Barrichello acelerando ele no Velocita

                • Nicolas_RS

                  Se você acelerar um BWM i8 na velocidade máxima que é inferior a 200km/h não dura 1h, o mesmo com Model S. O recorde de autonomia do Model S é de 1000km a 38km/h. OU SEJA é IMPOSSÍVEL fazer um viagem ! Coisa que um fusca faz !

                  • leandro

                    Seguindo seu raciocínio de que um Fusca é melhor que um Model S só posso concluir que: 1) vc não entende de carros, 2) vc nunca teve um Fusca.

                    PS: tenho um Fusca 1300L ano 78, sou o terceiro dono dele, chave original, nota fiscal e manual. Troco por BMW i3, Prius ou tesla de qualquer modelo.

                    • Nicolas_RS

                      Forca de expressão… Mas de qualquer modo um Fusca faz uma viajem de Porto Alegre a Curitiba um Tesla NÃO !

                    • carroair30

                      NICOLAS_RS vc esta certo em tudo que disse,nem vale a pena descutir ,aqui tem pessoas que se ILUDEM e ACREDITAM que: PAPAI NOEL EXISTE,QUE CARRO ELETRICO É UM BOM NEGOCIO e QUE LULA É UM HOMEM HONESTO.

            • carroair30

              ……vai de hibrido,quem vai eventualmente vai de onibus ou aviao………todos que vc citou sao motores a combustao,vc é muito ruim de debate ,vc mesmo derrubou a tese que vc defendia.

      • Cláudio Modesto

        Tem que investir muito pesado em bateria e rede de carregamebro, quando tivermos uma bateria que carrega em 10min e direitos uns 500km, tá resolvido.
        Mas não se preocupe, estão falando de 1o mundo, o Brazil vai ficar 100% fora desse movimento.

    • th!nk.t4nk

      Até 2030 a ideia é ter mais de 50% do mercado europeu formado por híbridos + elétricos. Esses 30% já estão “no bolso”, porque os governos estão investindo pesado em eletromobilidade (incluindo a transformaçao da matriz energética pra fontes renováveis). Nao é algo que as pessoas vão ver de um dia pra outro, mas os investimentos estao ocorrendo sim. Aguarde alguns anos pra ver o resultado. Agora, onde está quase tudo parado nessa área é no Brasil, infelizmente.

      • Cláudio Modesto

        Se continuarmos do jeito que estamos, seremos o país mais subdesenvolvido do universo em poucos anos. Só tamo atrás da Venezuela ainda hehehe.

  • Rodrigo

    GASOSA

    • rgrigio

      Cara… tenho carro com motor ea-111 1.0 tec… Sempre me pergunto, como é possível pré-detonar mesmo com 27% de etanol… Incrível!

      E olhe que tem o sensor de pré-detonação que tenta evitar ao máximo, mudando ponto, ignição e tudo o mais….

      INCRÍVEL!… no sentido negativo…

      • Rodrigo

        “pré-detona” porque a gasosa FORMULADA está fora de especificação, isso ocorre em carros com taxa de compressão elevada, próxima a 13/1. O pior é que a pre-detonação destrói o motor e as velas.

        FORMULADA é um combustível feito de sobras do refino do petróleo, mais uma série de produtos químicos e solventes, altamente corrosivos. Graças ao governo PATÊ, essa porcaria pode ser vendida com o nome de GASOLINA, e nenhum posto precisa informar que se trata de formulada.

        A unica forma de fugir da FORMULADA, é usando postos BR, que são obrigados a comprar gasolina exclusivamente da Petrobras (ou seja, gasolina de verdade, destilada do petróleo).

  • Mario

    O que o mundo precisa urgentemente, é começar a controlar a natalidade, isso sim! De que adianta colocar metas inatingíveis para os carros, se o consumo de tudo que é produto só aumenta??? Todos precisamos ter em mente, que um mundo com 10 bilhões de habitantes será inabitável! O mundo ideal seria com 5 bilhões de habitantes, e olha lá!

    • Louis

      Concordo, mas vai falar isso para um esquerdinha…
      Depois reclamam que a desigualdade social aumenta, também, pobre continua tendo 8 filhos e só divide a pobreza e ignorância. Rico tem 1, 2 filhos, e acumula riqueza de geração em geração.
      O mundo vai ter cada vez mais pobre e gente feia.

      • Nicolas_RS

        É justamente o que os esquerdistas defendem essa ideia… Nunca vi alguem de direita apoiando essa ideia, muito pelo contrario são totalmente contra.

        • Louis

          Ah ta, vai falar para um socialista que pobre deveria ter menos filhos…A esquerda dá incentivo $$$ pra quem tem mais filhos. Ganha por cabeça.

          • Nicolas_RS

            Esquerdistas são um bando de hipócrita é apenas massa de manobra. O porte de armas diminui até 56% o índice de estupros, mas pergunta para uma feminista se e a favor do porte ? Os Petistas dizem que o PT deu condições para o pobre, mas se querem sabem que foram os mesmo que criaram impostos como IPVA, IPTU, ICMS, IR, IOF, ISSQN, ITBI entre vários outros.

    • Pedro Henrique

      isso naturalmente já vai acontecer, demora um pouco, mas acontece
      afinal ninguém vai sair por aí matando gente só pra ficar mais tranquilo pro resto viver.
      e, nenhum país quer ser oque tem a economia encolhendo como o japão, que gasta, gasta, gasta, gasta mais um pouco mas não consegue fazer a economia crescer e male male anda na deflação quase todos os anos

    • cepereira2006

      É por isso que eu não acredito em ambientalista que tem filhos. Só a quantidade de papel higiênico cag. e lixo que um único filho vai gerar durante toda a sua vida, se o cara é ambientalista de verdade, não faz.

    • Nicolas_RS

      Já existe um controle de natalidade, fraco, mas existe, as camisinhas por exemplo foram inventadas para diminuir a natalidade dos americanos depois da WW2 que estava crescendo muito, agora tem a questão do aborto.
      Agora me diz pq o Terra não suportaria 10 bilhões? Existe um mito inventado pela esquerda que a terra está super populosa.

  • Claudecir Mees

    Basta fazer um carro elétrico com baterias e mini turbina para recarga.
    Não vai ter tração com motor a combustível.
    Os chinas já estão nos primeiros protótipos.

    • th!nk.t4nk

      A turbina é um mero motor-gerador, assim como nos híbridos “off-line”. Nao é nenhuma grande inovação, já fizeram isso antes, mas os custos ainda são proibitivos e as emissoes muito elevadas. Infelizmente duvido que tenha chance. Mais provável desenvolverem uma bateria de maior capacidade e menor custo antes, a julgar pelos atuais investimentos em P&D na área.

  • Fernando

    só o Brasil sabe que o futuro é do etanol. dalhe Brasil. quanto orgulho zzzzzzz.

    • rgrigio

      Cara… isso é debatível… mas ainda é melhor que queimar suco de dinossauro (grosseiramente falando, claro). A matriz, em tese, e bem executada, é renovável.

      Obviamente que o futuro não está no etanol, mas esse é menos pior que a gasolina. Por x fatores ele não é viável em vários lugares. Mas como matriz energética ele é sim “MENOS PIOR”.

      • Rafael Rodrigo

        Também acredito em um futuro com o etanol como único combustível, mas um carro precisaria fazer uns 20km/l na cidade pra que a produção atual de conta e não precise ficar nessa briga de açúcar ou combustível dos produtores.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend