Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

O Uno 2012 foi o segundo ano/modelo da nova geração do compacto da Fiat, que fora lançado mundialmente em 1983. Revolucionário no passado, o modelo mais recente não chamara tanta atenção, embora a marca tivesse feito sua parte.


Lançado em 2010, o Novo Uno era um carro inspirado no Fiat Panda europeu, mas com plataforma baseada na estrutura do Fiat Palio, recebendo ainda outros melhoramentos.

Com o estilo “quadrado redondo”, o Uno 2012 chegou ao mercado ainda com as novidades propostas para o produto, como personalização e uma paleta de cores bem ampla.

Buscando um público jovem e descolado, o Fiat Uno tinha formas pouco comuns e apostava em detalhes como as três aberturas na frente fechada, assim como formato quadrado, mas com as extremidades arredondadas, daí o apelido acima.

O Novo Uno não só tinha um visual diferenciado, como também seu acabamento era bem peculiar. Embora fosse simples e cheio de plásticos, o hatch imprimia nestes o nome do carro estilizado, usado na campanha de marketing do produto.

Todos os plásticos tinham o nome “UNO” em alto relevo, sendo uma característica também de outros carros da marca. Maior que o antigo, o hatch era mais baixo e utilizava uma estrutura mais segura.

Além disso, ganhou uma arquitetura de suspensão atual, com McPherson preso a subframe na frente, enquanto a traseira adotava eixos de torção. Já preparado para receber airbags frontais e laterais, o compacto ainda podia vir com freios ABS.

Recebera de cara dois motores, ambos da família Fire, sendo um 1.0 de até 75 cavalos e outro com até 88 cavalos, tendo ainda transmissão manual de cinco marchas.

O câmbio automatizado Dualogic só chegaria mais tarde, enquanto o propulsor Firefly 1.0 e também o 1.3, adotando pela primeira vez o GSR-Comfort não renomeado, tendo modo Sport que realmente altera o funcionamento do motor.

No mercado, o Uno 2012 tinha uma boa oferta de versões e passou a adotar a carroceria de duas portas, que não aparecera no lançamento, mas algum tempo depois.

Todas as versões tinham opção de 2 portas, sendo que as mesmas foram usados no Novo Uno Furgão, assim como na Nova Fiorino. Contudo, essa opção de carroceria não durou muito tempo, assim como no rival VW Gol.

O Novo Uno é um carro bem mais confortável e moderno que o antigo, tendo 280 litros no porta-malas e um tanque de 48 litros, medindo 3,770 m de comprimento e 2,376 m de entre eixos, ainda ficava devendo um pouco em espaço.

O aproveitamento nunca seria o mesmo do antigo, mas o conforto geral era bem superior. Podia ainda dispor de sistema de som moderno, direção hidráulica e ar condicionado, além de trio elétrico incompleto.

O projeto do Uno 2012 apenas derivou a Nova Fiorino, que mesclou com a plataforma do Uno com elementos da Strada. Ainda hoje é oferecido no mercado nacional, porém, sem o mesmo apelo de antes e a importância de seu nome.

Espremido entre Mobi e Argo, o Uno perdeu espaço e versões, sendo agora quase um fantasma no portfólio da Fiat. Acredita-se que terá uma nova geração e esta bem que poderia ser um crossover compacto.

A Fiat tem planos para um SUV compacto pequeno, mas a mudança de hatch para SUV compacto pode não ser bem vista. Outra opção seria um carro elétrico, mas a Stellantis só deve aprovar algo assim daqui a cinco anos.

O Uno anterior foi fabricado pela Fiat entre 1983 e 2013, ou seja, por exatos 30 anos. Tinha uma arquitetura fraca em segurança, mas robusta em durabilidade. Tinha suspensão McPherson na frente e braços triangulares com feixe de mola.

Teve diversos motores, começando pelo Fiasa 1050, passando pelos 1300 e 1500, chegando mesmo a ter versão Turbo i.e. com 118 cavalos e carrocerias de duas ou quatro portas.

Uno 2012 – detalhes

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

O Fiat Uno 2012 tem uma carroceria com formas quadradas, porém, com suas extremidades suavizadas, dando equilíbrio ao corpo. A frente é alta, enquanto o teto é reto. Com colunas C largas, ele tem uma aparência robusta.

O capô é curto, tendo no lugar da grade uma cobertura na cor do carro, com três aberturas, que podem ser personalizados. Os faróis simples possuem formas arredondadas nas extremidades, assim como lanterna e pisca.

O para-choque era envolvente e tinha uma grande boca para refrigeração, com suporte de placa. Nas laterais, pequenas molduras pretas vinham com faróis de neblina, quando disponíveis.

Já os para-lamas eram vincados e marcados, tendo formas abauladas para reforçar a musculatura do produto, que ainda tem linha de cintura baixa, favorecendo a visibilidade. Os retrovisores podiam ter repetidores de direção.

Nas portas, ainda havia vincos que possibilitavam a aplicação de faixas decorativas. Na traseira, as lanternas eram arrendondadas e posicionadas nas colunas C e junto à vigia traseira.

O para-choque traseiro sustentava placa e refletores. Assim como o dianteiro, podia ou não ser pintado na cor do carro. Ele deixava a tampa traseira lisa e tendo apenas o logotipo da Fiat, assim como na frente.

A versão Way do Uno 2012 era a que tinha mais modificações, a começar pela suspensão, mais elevada que as demais versões. A frente era toda preta, com exceção das três pequenas aberturas , cuja cor variava de acordo com a pintura.

O para-choque vinha com protetor central em cinza e molduras plásticas nas saias de rodas e base das portas. Também havia barras de proteção no teto e antena pronunciada.

O para-choque traseiro era preto e vinha com lanterna de neblina. Rodas de liga leve exclusivas pertenciam à versão Way. O Uno tinha ainda rodas de liga leve aro 14 polegadas para versões como Attractive, porém, aro 15 só mesmo na Sporting.

Já o Uno Sporting tinha visual igualmente personalizado. Os faróis eram escurecidos e o para-choque recebia spoiler na parte inferior. O mesmo se aplicava ao protetor traseiro, que vinha ainda com escape duplo cromado.

Havia ainda saias laterais e detalhes cromados nas saias de rodas, bem como faixas decorativas e defletor de ar em preto brilhante na tampa traseira. O para-choque tinha a parte central preta.

Por dentro, o Uno 2012 tinha um painel simples, porém, bem personalizável. O cluster era compacto e tinha velocímetro bem grande e analógico, tendo dentro do mesmo, um display digital com combustador de bordo e nível de combustível.

Também trazia um conta-giros analógicos. O conjunto vinha com volante de três raios, mas sem controles. Havia ainda difusores de ar circulares e sistema de som com CD player, MP3 e USB. Havia ainda ar condicionado manual.

O porta-luvas tinha tampa baixa e havia um espaço para porta-objetos. As portas eram estilizadas, tendo puxadores apoiados em molduras como se fossem alças do passado.

Em versões como a Sporting, trazia também ou couro, que combinavam com os bancos. Destes, do motorista podia ter regulagem de altura, enquanto o traseiro tinha opção de bipartido.O volante era em dois tons nessa versão.

Havia apoios de cabeça e cintos de 3 pontos, exceto quinto passageiro. O Uno 2012 tinha ainda console de teto até com espelho convexo e porta-documentos, além de luzes de leitura.

Os vidros elétricos eram apenas os dianteiros, que possuíam botões de comando no painel, assim como no Fiat 500 da época. Os retrovisores inicialmente não era elétricos, mas havia travamento central elétrico.

Na linha 2012 do Uno, havia algumas versões interessantes, sendo a Way a mais conhecida, como já descrita acima. Contudo, existia uma que também não era somente aparência.

O Uno Economy foi uma proposta para reduzir o consumo. Baseada num conceito que surgira junto ao lançamento da segunda geração, o modelo tinha alguns diferenciais para gastar menos.

Primeiro, ele vinha com motor 1.4 Fire Evo, porém, este tinha modificações, como na injeção eletrônica, que fora recalibrada para que a curva de aceleração fosse alterada, assim como outros parâmetros de funcionamento.

A própria ignição teve alteração, assim como a resposta ao acelerador eletrônico. Também houve mudança na injeção de combustível dentro da câmara com a mistura ao ar.

Outra alteração foi o diferencial 9% mais longo, assim como a quinta marcha fora alongada com o uso da engrenagem do Uno Sporting. E teve mais… Os pneus de baixa resistência à rolagem tinham 35 libras de pressão contra 28 normalmente.

Molas e amortecedores foram recalibrados, a fim de compensar a dureza dos pneus mais cheios. Além disso, a altura do conjunto foi reduzido em 10 mm para favorecer a aerodinâmica.

O Uno Economy se diferenciava pelo kit de acabamento Ecology, que era inspirado no conceito da Fiat.

Uno 2012 – versões

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

  • Fiat Uno Vivace 1.0 2P
  • Fiat Uno Vivace 1.0 4P
  • Fiat Uno Way 1.0 2P
  • Fiat Uno Way 1.0 4P
  • Fiat Uno Way 1.4 2P
  • Fiat Uno Way 1.4 4P
  • Fiat Uno Economy 1.4 2P
  • Fiat Uno Economy 1.4 4P
  • Fiat Uno Attractive 1.4 2P
  • Fiat Uno Attractive 1.4 4P
  • Fiat Uno Sporting 1.4 2P
  • Fiat Uno Sporting 1.4 4P

Equipamentos

Fiat Uno Vivace 1.0 2P/4P – Motor 1.0 e câmbio manual de cinco marchas, mais para-choques em cor cinza, maçanets e retrovisores na cor cinza, ventilador, vidros manuais, rodas de aro 14 polegadas com calotas, pneus 175/65 R14, painel simples, fonte 12V, espelho interno dia e noite, bancos em tecido, entre outros.

Fiat Uno Economy 1.4 2P/4P – Itens acima, mais motor 1.4, além para-choques na cor do carro, retrovisores e maçanetas na cor do carro, câmbio de 5 marchas longo, suspensão mais baixa, ar condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, retrovisores externos com controle interno, sistema de áudio com CD/MP3, entre outros.

Fiat Uno Way 1.0 2P/4P – Itens acima, mais para-choques exclusivos, protetores nas saias rodas, protetores nas portas, suspensão elevada, calotas integrais exclusivas, barras longitudinais no teto, bancos com padronagem própria, pneus de uso misto, ar quente, ar condicionado, vidros dianteiros elétricos, direção hidráulica, coluna de direção ajustável, rádio com CD player e MP3, faróis de neblina, lavador e limpador do vidro traseiro, para-brisa degradê, entre outros.

Fiat Uno Way 1.4 2P/4P – Itens acima, mais motor 1.4, rodas de liga leve aro 14 polegadas.

Fiat Uno Attractive 1.4 2P/4P – Itens do Economy 1.4, mais rodas de liga leve aro 14, padronagem diferenciada dos assentos, faróis de neblina, lanterna de neblina, airbag duplo, freios com ABS, detalhes exclusivos no acabamento, entre outros.

Fiat Uno Sporting 1.4 2P/4P – Itens acima, mais spoilers nos para-choques, saias laterais, suspensão mais baixa, câmbio longo, rodas aro 15 polegadas de liga leve, pneus 185/60 R15, escape duplo cromado, defletor de ar traseiro, faixas decorativas, volante em dois tons, bancos esportivos em dois tons, painel personalizado, cluster exclusivo, acabamento interno escurecido, pedais esportivos, entre outros.

Preços

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

  • Fiat Uno Vivace 1.0 2P – R$ 18.014
  • Fiat Uno Vivace 1.0 4P – R$ 20.568
  • Fiat Uno Way 1.0 2P – R$ 20.938
  • Fiat Uno Way 1.0 4P – R$ 21.782
  • Fiat Uno Way 1.4 2P – R$ 20.020
  • Fiat Uno Way 1.4 4P – R$ 23.593
  • Fiat Uno Economy 1.4 2P – R$ 16.194
  • Fiat Uno Economy 1.4 4P – R$ 18.856
  • Fiat Uno Attractive 1.4 2P – R$ 20.982
  • Fiat Uno Attractive 1.4 4P – R$ 23.976
  • Fiat Uno Sporting 1.4 2P – R$ 23.526
  • Fiat Uno Sporting 1.4 4P – R$ 25.532

Uno 2012 – motor

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

O Uno 2012 foi equipado com dois motores da mesma família, sendo eles os Fire 1.0 e 1.4, ambos de quatro cilindros e que são conhecidos por sua robustez.

Conhecido Fully Integrated Robotised Engine, o Fire surgiu na Itália em 1985, ele foi produzido em tamanhos que variam de 800 cm3 até 1.4 litro, tendo atravessado 35 anos e só foi fabricado em três lugares: Termoli, Betim e Dundee.

Nesta última fábrica, que fica em Michigan, a FCA produziu apenas o Fire 1.4 Multiair, enquanto a planta italiana fez todas as variantes dessa família. No Brasil, a linha Fire teve apenas versões 1.0, 1.3 e 1.4, incluindo a 1.25 litro.

Destes, o 1.0 teve variantes 8V e 16V, enquanto o 1.25 era somente 16V. Já o 1.3 8V foi usado pela Fiat Fiorino e Uno Furgão, enquanto o 1.4 só existiu aqui com 8V, sendo as unidades 16V importadas da Europa e México.

Ao longo do tempo, o Fire ganhou algumas tecnologias, inclusive turbocompressor e a tecnologia MultiAir de acionamento eletropneumático das válvulas. Contudo, mesmo assim, o Fire envelheceu e não podia mais atender às emissões.
Aqui, com bloco de ferro fundido e cabeçote de alumínio, ele chegou em 1999 para substituir o mais longevo motor Fiasa, que era derivado da geração anterior de motores compactos da Fiat.
Nesta versão 1.0, ele dispõe de 999 cm3 de volume e taxa de compressão de 12,1:1, o Fire 1.0 tinha 73 cavalos na gasolina e 175 cavalos no etanol, ambos a 6.250 rpm. Já seus torques são de 9,5 kgfm na gasolina e 9,9 kgfm no álcool, a 4.500 rpm.
Com injeção eletrônica multiponto e comando único no cabeçote, acionado por correia dentada, o Fire Evo é simples, robusto, econômico e confiável.
A outra opção do Uno 2012 era Fire Evo 1.4, que assim como o 1.0, recebera atualização para gerar mais torque em baixas rotações. Ele tem 1.368 cm 3 de volume e a mesma arquitetura, tendo taxa de compressão de 12,1:1.
Este 1.4 tem 85 cavalos na gasolina e 88 cavalos no álcool, ambos a 5.750 rpm. O torque é de 12,4 kgfm no derivado de petróleo e 12,5 kgfm, no combustível vegetal, os dois obtidos a 4.500 rpm.
Nos dois casos, o câmbio era manual de cinco marchas com embreagem de acionamento hidráulico, mas a versão automatizada só chegaria algum tempo depois, sendo a Dualogic da segunda geração.
Ele também ganharia a Dualogic Plus de terceira geração, chamada posteriormente de GSR-Comfort. O Uno também perdera os motores Fire, substituídos pelos mais modernos Firefly da família GSE, sendo eles 1.0 e 1.3.

Desempenho

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

O desempenho do Uno 2012 era bom, dado que o carro era leve e seus motores não eram os mais fracos do mercado. No 1.0, contudo, chegava perto de 14 segundos de 0 a 100 km/h e mal passava dos 150 km/h.

No caso do 1.4, o desempenho era bem melhor, chegando a quase 11 segundos até 100 km/h e com final acima de 170 km/h. O câmbio manual tinha bom escalonamento de marchas e era adequado à proposta.

  • Fiat Uno 1.0 – 13,8 segundos e 153 km/h
  • Fiat Uno 1.4 – 10,8 segundos e 172 km/h

Consumo

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

No consumo, o Uno 2012 chegava a passar de 10 km/l no etanol, quando equipado com motor 1.4 e na estrada. Na cidade, chegava até 8,0 km/l.

Com gasolina, o 1.0 passava de 11,5 km/l no circuito urbano, chegando a mais de 13 km/l na estrada, praticamente o mesmo do 1.4. Na cidade, este último fazia mais de 9, mas era muito pouco.

  • Fiat Uno 1.0 – 8,0/9,4 km/l e 11,6/13,4 km/l
  • Fiat Uno 1.4 – 7,3/10,6 km/l e 9,1/13,3 km/l

Uno 2012 – manutenção e revisão

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

O Uno 2012 não consta mais no site da Fiat com os valores de revisão. A partir da sétima revisão, a marca italiana informa que os proprietários devem procurar um revendedor autorizado e cotar preços dos serviços.

Com revisões a cada 10.000 km ou 12 meses, o Fiat Uno tem diversos itens inspecionados e outros substituídos, como óleo do motor, filtro de ar, filtro de óleo, filtro de ar da cabine, filtro de combustível, fluido de freio e correia dentada.

Correia em V, velas, fluido da direção hidráulica, entre outros, também são trocados. A rede Fiat pode ainda fazer alinhamento e balanceamento, higienização, troca de pastilhas e discos, amortecedores e molas, entre outros.

Toda a parte elétrica e mecânica podem ser reparados na rede Fiat, assim como a pintura e funilaria, tornando assim o Uno 2012 um carro em estado impecável.

Uno 2012 – ficha técnica

Uno 2012, fotos, versões, preços, motor, ficha técnica, consumo

Motor1.01.4
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm39991368
Válvulas88
Taxa de compressão12,1:112,1:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima73/75 cv a 6.250 rpm (gasolina/etanol)85/88 cv a 5.750 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo9,5/9,9 kgfm a 4.500 rpm (gasolina/etanol)12,4/12,5 kgfm a 3.500 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchasManual de 5 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoMecânica ou hidráulicaHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço aro 14 polegadasAço ou liga leve aro 14 polegadas
Pneus175/65 R14175/65 R14
Dimensões
Comprimento (mm)3.7703.770
Largura (mm)1.6361.636
Altura (mm)1.5481.548
Entre eixos (mm)2.3762.376
Capacidades
Porta-malas (L)280280
Tanque de combustível (L)4848
Carga (Kg)400400
Peso em ordem de marcha (Kg)9251.010
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,350,35

Uno 2012 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.