Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

Relembre a história do Fiat Uno Sporting, desde o primeiro modelo, lançado em 2010, até o mais recente.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes


No ano de 2010, a Fiat comemorava 35 anos operando no Brasil e motivos para celebrar não faltavam, a montadora italiana era líder de vendas no país — título que hoje pertence a Chevrolet —, e houve o anúncio da nova geração do Fiat Uno, completamente reestilizado.

Como o ano era de festa, claramente isso seria percebido na edição 26 do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo (2010).

A fabricante apresentou à imprensa e ao público 30 modelos, incluído, protótipos como Fiat Mio e o Uno Ecology e Cabrio.

Mas, o destaque mesmo veio com o lançamento do “apimentado” Uno Sporting — o quinto veículo a receber o status Sporting.

De olho no público jovem, a versão Sporting chegou para atender aquela pessoa que buscava por um hatch como Uno, mas com esportividade.

Sob o capô, o Uno Sporting abrigava motorização Fire 1.4 Evo de 88 cv de potência de 12,5 kgfm com etanol e 85 cavalos de 12,4 kgfm quando abastecido apenas com gasolina.

Produzido com inspiração em modelos de alto desempenho, segundo a própria Fiat na época, para manter seu aspecto esportivo, a italiana introduziu faróis com máscara negra, spoiler para o para-choque dianteiro, anéis estéticos da grade anterior na cor vermelha, dupla ponteira do escapamento, sigla de modelo exclusivo ‘spoRting’, lanternas traseiras em fumê, faixas laterais esportivas e rodas de liga leve aro 15 polegadas.

Índice

Interior do Uno Sporting 2010/11

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

O interior do Uno Sporting recebeu volante em couro, computador de bordo, limpador de para-brisa com sistema automático, tudo de série.

A Fiat ainda oferecia faróis de neblina, direção hidráulica e vidros dianteiros elétricos.

Como opcional, o consumidor poderia adquirir ar condicionado, rádio CD MP3 Connect com viva-voz, incluindo Bluetooth e USB, além de High Safety Drive (HSD), que tinha airbag duplo e freios ABS — na época, não obrigatórios por lei.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

Para deixar a sua marca registrada, o Uno Sporting tinha iluminação vermelha no display/instrumentos, bancos com costuras personalizadas, porta revista com a identificação “Sporting” em bordado.

O acabamento era de qualidade até mesmo quando comparado com outros modelos concorrentes, a posição de dirigir agradava, os bancos também agradavam por serem confortáveis e os espelhos retrovisores eram grandes, detalhe importante para ajudar o motorista, principalmente nas mudanças de faixas.

Para quem gosta de viajar, o porta-mala poderia ser um empecilho a ser considerado, pois, sua capacidade é de 280 litros, tamanho ideal para malas pequenas.

O Uno Sporting pecava pelo espaço traseiro, dependendo, três crianças ou dois adultos não iam tão confortáveis ali.

Outras gerações do Uno Sporting (+ Interlagos)

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

Dois anos depois, no Salão do Automóvel de São Paulo, em 2012, a Fiat lançava uma outra versão do Uno Sporting, a edição especial Novo Uno e Novo Palio Interlagos (leia também sobre o Palio 1.8R).

O modelo especial foi comercializado com uma cor exclusiva batizada de ‘Amarelo Interlagos’, rodas de liga leve com cor também exclusiva, calotas dos retrovisores e aerofólio traseiro receberam coloração preto brilhante.

O motor era 1.4 8V Evo de 85/88 cv.

O Uno Interlagos era comercializado de série com ar condicionado, pedaleiras esportivas, terceiro apoio de cabeça no banco traseiro, regulagem de altura no banco do motorista e quadro de instrumentos com aro cromado. Em conectividade, havia rádio Connect CD MP3/WMA, bluetooth e entrada USB.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

O interior ganhou costura amarela nos bancos e volante trabalhado em couro. O carro foi vendido por R$ 36.830,00.

Uno Sporting – 2013 a 2018

De maio de 2010 até abril de 2012, o Uno já era um sucesso nacional. Durante esse período, a Fiat chegou a vender 300 mil unidades do veículo por aqui.

Diante desse crescimento, as opções aumentaram, o carro ganhou novos equipamentos e novos acabamentos tanto no exterior quanto no interior.

Anunciado ainda em 2012, o Uno Sporting (quatro portas) foi lançado como versão 2013 ainda com o motor 1.4, o limpador com acionamento automático à ré e o air bag duplo e freios ABS com EBD (High Safety Drive) permaneciam como destaque para a versão.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

No mesmo ano, além do Uno Sporting, a Fiat apresentava as versões: Vivace 1.0 Evo Flex 2 portas, Vivace 1.0 Evo Flex 4 portas, Economy 1.4 Evo Flex 2 portas, Economy 1.4 Evo Flex 4 portas, Way 1.0 Evo Flex 4 portas e Way 1.4 Evo Flex 4 portas.

Para se tornar mais competitivo, em janeiro de 2014 a Fiat resolveu diminuir o preço da família, incluindo a linha esportiva. Portanto, o Uno Sporting passou a ser comercializado por R$ 34.090.

Após passar pelo Stilo em 2008 e no Bravo em 2012, o Câmbio Dualogic Plus estreou na linha 2015 do Fiat Uno.

O sistema permite troca de marchas através de borboletas atrás do volante e comandos no console central através de botões. O câmbio poderia ser equipado tanto no Uno Way como no Uno Sporting (como opcional).

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

O hatch ganhou novas lanternas, faróis, grade superior, capô, para-choques e para-lamas da frente, retrovisores com repetidores de luz de seta, maçanetas com fechadura integrada, limpadores de para-brisa flat blade e rodas de liga leve com desenho exclusivo.

Desta vez, a Sporting ganhou algumas novidades: novos para-choques traseiro e dianteiro, faróis com máscara negra, rodas de liga leve com opção de aro maior, com 15 polegadas.

Enquanto a versão Evolution tinha sistema Start&Stop e rádio USB/MP3 de série, a Fiat não resolveu incluir esses itens na esportiva, mesmo ela sendo a topo de linha.

Para ter outros kits de conforto só mexendo no bolso: ar condicionado: R$ 3 mil; alarme, chave canivete e vidros traseiros elétricos: R$ 1.050; sensor de ré: R$ 525; rádio e retrovisor com rebatimento automático durante manobras: R$ 1.420.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

Ainda em 2015, a montadora italiana incluiu ar condicionado, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros one touch com antiesmagamento e direção hidráulica em todas as versões do Uno e Palio.

Além do mais, o Uno passou a ter de série quadro de instrumentos com tela LCD com computador de bordo e faróis de neblina. Nesse mesmo ano, o Uno Sporting era vendido por R$ 41.650.

Em setembro de 2016, a Fiat apresentou a atualização do carro para 2017. O hatch ganhou algumas modificações no visual deixando-o mais moderno.

Entre as novidades: nova grade dianteira, novos para-choques dianteiro e rodas de liga leve, e novas faixas para a versão esportiva.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

No interior, passou a ter novos grafismos no quadro de instrumentos, câmera de ré, volante multifuncional, computador de bordo, retrovisor elétrico tilt down e paddle shift para as versões Dualogic.

A oferta do sistema Start&Stop começou a ser oferecida em todas as versões de série (aqueles com motor 1.3).

O Uno Sporting foi vendido como 2017 em duas opções: a Sporting 1.3 Flex e a Sporting 1.3 Flex Dualogic.

Na lista de equipamentos de série, a Sporting Flex oferecia rodas de liga leve 15 polegadas, retrovisores, spoiler na tampa traseira e grade dianteira na cor preto brilhante, suspensão com acerto esportivo, para-choque dianteiro com detalhes na cor vermelha, faixa horizontal no painel, faixas laterais com escrita ‘Sporting’, quadro de instrumentos, maçanetas e aplique do volante na cor Vermelho Royal.

O Uno Sporting 2017 1.3 Flex Dualogic tinha botões no console central ao invés do câmbio, sistema paddle shift e de segurança e conforto ESC, TC, ASR e Hill Holder.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes
Essa última versão, mais completa, possui motor 4 cilindros em linha, 8V, de 109 cv de potência a 6.250 rpm.

Embora muito bem equipado, o preço cobrado era um dos pontos negativos da versão esportiva. Optando por alguns pacotes adicionais, o carro poderia chegar a quase R$ 60 mil.

Preço que pode não ser tão vantajoso para o modelo.

O Fiat Uno Sporting 1.3 2017 foi vendido nas concessionárias por R$ 49.340 e o Sporting 1.3 Dualogic Plus 2017 por R$ 53.690.

Em 2017, a Fiat apresentada o último Uno Sporting (versão 2018). Assim como o Way, ambos deixaram de ser produzidos em fevereiro de 2018.

Contudo, em outubro do mesmo ano, a montadora voltou atrás e passou a continuar com a fabricação do Way.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

Mas, antes disso, a Fiat tinha lançado o esportivo com duas opções: Sporting 1.3 — R$ 51.080 e a Sporting 1.3 GSR — R$ 55.580.

Como podemos observar, o carro, que já tinha preço alto, passou a ficar ainda mais caro.

No quesito novidades, a Fiat resolveu não acrescentar muita coisa.

O sistema de monitoramento da pressão dos pneus foi a única nova configuração presente nas versões 2018, que ficou de série em todas elas.

O câmbio Dualogic, como ganhou fama negativa, fez com que a Fiat mudasse a estratégia e, assim, apresentou a “nova” identificação para o câmbio automatizado, passando a ser GSR-Comfort (presente desde a versão 2017), usado também no Mobi.

Uno Sporting (2010-2018): motor, preços, equipamentos e detalhes

Com o fim da versão Uno Sporting, a Fiat encerra a história de um clássico, que passou por uma versão inspiracional para o desenvolvimento do Uno Interlagos e até mesmo no fim das versões “apimentadas” do hatch.

Atualmente, o carro é comercializado em apenas quatro configurações:

Uno Attractive 1.0 flex 4 portas – R$ 45.290,00;
Uno Drive 1.0 Flex 4 portas – R$ 47.290,00;
Uno Way 1.0 flex 4 portas – R$ 48.690,00;
e a última Way 1.3 flex de quatro portas passou a ser a topo de linha – R$ 53.690,00.

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011