Fiat Tecnologia Volkswagen

Usar motor turbo é a sensação do momento

fiat-punto-turbo-1 Usar motor turbo é a sensação do momento







Pense no que seria menos trabalhoso e menos dispendioso: usar um motor 1.4, um 1.6 e um 2.0, em diferentes versões do mesmo carro, ou usar um motor 1.4 aspirado, um 1.4 turbo, com pressão média, e um 1.4 turbo mais forte, fazendo os papéis do 1.4, 1.6 e 2.0??

É neste linha de raciocínio que estão andando as montadoras nacionais. Adicionar turbo a um certo motor e colocar ele para impulsionar a versão mais cara de um modelo, ao invés de usar dois ou três motores diferentes. Fica mais barato e mais prático. Não barato no sentido do valor gasto em cada carro, pois um motor com turbo tem que ter peças forjadas e etc. Mas sim mais barato no sentido de que você pode desenvolver apenas um motor, e brincar com diferentes variações dele. Mais barato no desenvolvimento.

Se estamos falando de motor 1.4 turbo, você logo pensou em Fiat, não é?? Sim, ela está nesta onda, mas além dela tem a Volkswagen. Como assim?? A Volkswagen planeja lançar uma versão turbo do motor 1.4 usado na Kombi, é o que diz a revista Quatro Rodas deste mês. Este trabalho estaria sendo feito pela Volkswagen a anos, para dar continuidade ao motor 1.0 turbo que foi usado no Gol e na Parati de 2000 a 2004.

Preparando-se este motor 1.4 em diferentes níveis, ele poderia fazer o papel de um motor 1.6, com 120 cavalos e também o papel de um motor 2.0, com 150 cavalos. O que precisaria ser diferente nesses motores é o número de válvulas, oito ou dezesseis. Em termos de consumo de combustível, um 1.4 com 150 cavalos consome cerca de 10% a menos que um 2.0 com a mesma potência. Ou seja, seria muito interessante para o dono do carro também.

Já em termos de Fiat, o uso de motores turbo existirá tanto no Linea como no Punto. Um motor 1.4 turbo com 120 cavalos já estaria sendo produzido pela Fiat, para o Linea, a ser lançado em agosto. Já o Punto teria o mesmo motor mas com 16 válvulas e cerca de 160 cavalos de potência.

Você é a favor do uso desse tipo de motor, ou prefere o torque maior de motores 2.0 e similares??



  • LFSP2

    A moda é motores turbo para substituir os aspirados, consomem menos, possuem cilindarada menor e geram a mesma potência de um aspirado de maior cilindrada
    O Brasil só agora descobriu a utilidade desses motores, desde o fim do Gol/Parati 1.0 Turbo 16V e do Fiesta Supercharger não temos carros turbo a preços acessíveis(para os padrões nacionais), só sobraram o Lobini e o Golf GTI
    Ultimamente o que necessitamos é de economia e os turbos por não precisarem de cilindradas muito altas para serem potentes são ideais, aliam potência e economia em tempos onde precisamos reduzir as emissões de poluentes

  • JULIO875

    eu aposto que a vw vai lançar um “Feiox” com xuning de fábrica e motor 1.4 turbo por módicos 70k… :evil:

  • kartman

    Particularmente sou muito mais motores aspirados com boa potência como o Duratec 2.0 16v da Ford que na versão gasolina tem 147 cvs e na versão a álcool deve beirar os 160 cvs, os Duratec 2.3 16v de 173 cvs ou ainda como os motores da honda, que consegue quase 200 cvs num 2.0. Esses sim são motores. Tanto pela durabilidade quanto pela potência alta e constante e todas as faixas.

  • Gomes

    Até que sou a favor sim, desde que as montadoras tornem esses motores o menos complexo possível e com manutenção acessível. O brasileiro ainda é muito conservador em relação a motores turbo ou 16 válvulas, então será necessário uma boa contra-partida das montadores em relação a custo e vida útil desse tipo de motor nos nossos carros, pois só assim eles serão populares, afinal de contas as vantagens em relação a potência e consumo de combustível serão ótimas.

  • fredkondo

    é se colocar um motor turbo em uma kombi é vai fica estranho ,mas uma versão hi-tech da kombi com um motor super esportivo e umk turbo iria arrasa ,legal na cor alvi-verde :evil:

  • Luis.J.R.

    Esse motor do civic ai s.i já é bm potente aspirado, agora imagine turbo com 2kg de pressão no danado?He,He,He?Vai sair decolando o civic, hein!Mais qual carro a vw vai colocar esse 1.4 turbo?Vai ser no fox, novo gol ou polo, bem que a vw poderia relançar esse 1.0 16v turbo também. :cool:

  • JaumM

    Eu acho ótimo inclusive pq não há tanta perda de torque como foi sitado com relação a aspirados, por exemplo, o 1.4 turbo da Fiat tem mais torque que 2.0 da Honda (q eu acho q não é turbo) e quase como mesmo torque do Golf GTI q é 1.8 néé. No final, comparando os três, a melhor compra seria o Punto, pelo preço, pelo torque e potência. afinal 100K num golf, é não obrigado na certa.

  • Giovanni

    [Comentario #91526 sera citado aqui]

    Até nos EUA estão começando a usar 1.4 Turbo, por que no Brasil continuaríamos usando o beberrão Duractec 2.3? Longa vida aos turbo! :clapp:

  • rlaranjo

    motor turbo no dia-a-dia é um saco. Você tem que colocar primeira toda hora porque a segunda não tem força em baixa rotação. Tem que trocar de marcha toda hora. Isso é legal na pista, mas na rua, no dia-a-dia enche…

  • EU GOSTO É DE OPÇÃO!!! Não todos os carros como meros veículos. Alguns até deveriam ser. Justo que haja, mas pra mim não servem de todo. Pra arranhar no centro, só quero conforto, pra todos os outros usos, quero tudo.

    1.4 turbo. Até que enfim. Graças a Deus. Mas deixem versões 2.0 pra quem quer usar gás.

  • erom

    [Comentario #91516 sera citado aqui]

    Não, acho que eles vão colocar no Tiguan dos pobres e cobrar os 70k. E tem gente que vai pagar. Claro que 70k é sem ar, abs, etc.

  • Alexandre

    Particulamente sou viciado em motor turbo. Quem dirige um carro turbo uma vez não quer outra coisa, assim eu penso e vejo em várioas casos de amigos meus. Ja dirigi o Gol Turbo original, um voyage e um astra 16v turbos e é a melhor coisa que existe. Claro que quando vem de fábrica o carro vem preparado e mais econômico.O gol 1.0 16v turbo por exemplo é super econômico(meu primo tem 1 e eu sei) o único problema é que muitos esquecem da manutenção e acabam por colocar a culpa no carro. No casa do voyage meu colega tem 1 com 1kg de pressão e o carro faz uma média de 5,5km/l alcool na cidade(e o carro tem entorno de 190cv). Ja vi muito neguim reclamando que o motor do new civic faz msm coisa(5,5km/l) na cidade e com potencia de 140cv.Por isso acredito na eficiência e no prazer dos motores turbos! Msm sendo adaptado, o voyage nunca deu problema no motor, e olha que ele é MT exigido, hehehe!

  • mrleandro

    Nao,prefiro supercharge!!!!!!!!!!

  • boltcrank

    será que a Volks vai colocar esse 1.4 turbo no Gol?
    seria uma boa um Gol GTI 1.4 turbo

  • brunojefferson

    [Comentario #91516 sera citado aqui]

    hahhhaha acho que isso e um gol gti

  • Andersound_sp

    Antes um 1.4 turbo do que um lixo de um 2.0 de Santana Mi de 116cv :trowup:, a propria VW tem um 1.4FSI decente de 90cv que poderia usar como base para um motor turbo, o antigo 1.0 16v Turbo da VW poderia render hoje se atualizado e flex por volta de uns 130cv, a propria chegou a desenvolver uma versão deste motor com 200cv :eyess: utilizado em um veículo experimental, isso à alguns anos atrás, e outra “Brasileiro” nem todos claro, não gostam de carro turbo de fabrica ou moderno, porque quando o carro dá problema, leva o carro naquele mecânico de bairro, que só meche com motor AP e de fusca, chega lá o cara parece com um new civic, o mêcanico só falta chorar, de tamanha falta de despreparo para mecher no motor, e este “mito” de motor ruim pra mêcanico, é a falta de preparo e qualificação do mesmo, agora acho que estes motores são bem vindos, mas sinceramente eles tem um preconceito e um pós-venda terrível, vide Marea Turbo, Uno, Tempra e Gol, eles tem uma maior depreciação do que os modelos aspirados convencionais, isso pra mim é um fator contra ele se propagar de vez.

    :batman:

  • Shiol

    Só pelo fato de consumirem menos, já gostei muito.
    Se o problema for pouco torque, tenho certeza que futuramente os engenheiros devam resolver isso, como fez a Volkswagen com seu maravilhoso TSI.

  • Osprey

    Os problemas dos carros turbos no Brasil é a durabilidade do motor. Todo mundo sabe q o marea turbo, gol 1.0 16v turbo, ecosport e fiesta supercharge acabaram virando verdadeiros micos, muitas concessionária, inclusive, nem aceitam como parte de pagamento. Vamo ver como vai ser essa nova geração desses motores no Brasil!

  • Giovanni

    [Comentario #91594 sera citado aqui]

    Não concordo… O problema não são os motores que citou, e sim seus donos. Brasileiro não gosta de carro de verdade, só gosta de tê-los. Não faz manutenção, não troca óleo, acha que é só andar e mais nada. Se num motor convencional isso já traz problemas, imagine num turbo. Claro que houveram alguns mais problemáticos, mas no geral o que se vê é mais preconceito mesmo. Se motor turbo não prestasse, europeus e americanos não estariam adotando unidades 1.4 turbinadas em sedãs tradicionais, e isso está ocorrendo.

  • Giovanni

    Ah falaram aí que “problema de motor turbo é baixo torque em baixa”. Não é bem assim, depende do dimensionamento da turbina na verdade. A turbina do T-Jet 1.4 16v (que irá equipar Punto e Linea) é bem pequena, enche desde cedo e joga bom torque nas rodas desde os 2 mil rpm. Não existe nesse motor o problema de falta de torque em baixa, ele empurra em todas as rpm praticamente. Não confundam com turbo adaptado, onde colocam turbinas imensas que só enchem em altas rpm. Estes são bons também, mas só pra quem gosta de pilotagem esportiva. No dia-a-dia um T-Jet agrada a todos, até aos “tiozinhos”.

  • Renato_

    [Comentario #91544 sera citado aqui]

    Não concordo. Depende do motor e do turbo. Aqueles mal regulados realmente tem o famoso “turbo lag”, que é a lentidão em baixas rotações antes do turbo entrar em ação. Mas os motores mais modernos não têm esse problema.

    Na 4 Rodas deste mês, o repórter elogia o motor 1.4 Turbo do Punto, citando que rodou em 5a marcha durante 1 volta completa em Interlagos e sem problemas! SEGREDO: Quem desenvolveu o este motor (que pode chegar a 180 cv facilmente) foi um italiano que tomava conta dos motores das Ferraris que o Schumacher pilotava. Aí fica fácil, né?

  • yasu

    [Comentario #91599 sera citado aqui]

    Bom claro que já se passou alguns anos, mas eu dirigi um tempo uma Parati 1.0 Turbo e não gostei, o carro tinha força realmente cedo, coisa de 2400 rpms eu diria, mas na hora de sair do farol na subida era um sofrimento de qualquer maneira.

    Sem contar que bebia bastante porque eu esticava mais do que eu achava normal para ter a força que o carro podia oferecer.

    Um Bom motor aspirado tem um bom torque em baixas rotações e no dia a dia é isso que faz a diferença.

  • RodrigoVilaca

    Prefiro o CONSUMO mediano de COMBUSTÍVEL e BAIXO CUSTO de MANUTENÇÃO.

    :cool:

  • Anderson Puff

    :clapp: :clapp:

    Sempre fui apaixonado por motores TURBO, afinal ele é um icone da maior potencia em carros de rua, quando a volks lançou o 1.0 turbo não acreditei no que estava vendo, talvez aquela seja o motor 1.0 mais potente do PLANETA, e alem disso o carro se tornou um sonho, pena que o mesmo saiu de linha.

    Minha opinião é SIM EU SOU A FAVOR, somos especialista em motores pequenos com muita potencia, o mundo todo caminha para este tipo de motor já que o petrolio esta cada dia mais caro, e se o mesmo é mais economico porque não??,´só espero que a montadoras testem muito mas muito mesmo para que estes motores tenha resistencia.

    Alem disso eu posso ir lá comprar um 1.4 turbo com pressão média e depois aumentar a mesma e o bichinho vai voar ……… hehe

  • Anderson Puff

    [Comentario #91544 sera citado aqui]

    Pois é, nunca tive um turbo mas se for parecido com o 16v é um saco mesmo, motores 16v são economicos e otimos para Rodovias, agora para o dia a dia da cidade são cansativos demais, em baixo potencia ele não anda

  • Portuga

    Uns falam de Turbo, sem torque, desculpem, mas isto é uma caracteristica de carros preparados para uso esportivo, pois v. pode dimensionar uma turbina para ter “pegada” em rotações mais baixas, mesmo utilizando turbinas normais, sem maiores refinamentos construtivos, restando, ainda a opção das turbinas “TGV”, que mudam os angulos das pás, conforme aumenta e diminui a rotação, fazendo o carro ter torque tanto em baixa como em altas rotações.

  • Filipe Augustus

    Gol GTI 3portas 1.416V TSI 170cv!!!

    Sonhei!!!

    =D

  • Perneta

    Para quem teve carro turbo por 3 anos eu digo que só quero saber é do meu Civic Si! Aspirado comanda!

  • italiano

    [Comentario #91594 sera citado aqui]

    Motores turbo “adaptados” da década de 80 (meu pai teve um Passat Turbo) eram mais passíveis de problemas. Os turbos “de série” são muito mais confiáveis, inclusive o Marea, que ele teve por 2 anos e meio sem dar nenhum problema.

    As concessionárias fazem doce porque o brasileiro é conservador. As concessionárias também fazem doce para receber carros que não sejam da cor prata, que tenham câmbio automático, 2 portas (antigamente não queriam os de 4) etc…

    Sou a favor dos 1.4 Turbo. O do Linea deverá ter 150cv, enquanto o do Punto algo entre 155cv e 160cv, por causa das propostas distintas de cada carro. O primeiro é um sedã familiar e o outro um brinquedo pra tirar onda a cada farol.

  • heldermm

    alguém sabe quando é que está previsto a vinda do Punto com motor turbo?

  • henrique

    [Comentario #91586 sera citado aqui]

    mas um 1.4 turbo nunca vai ter o mesmo torque que um 2.0 MI!!!
    esses motorzinhos só servem pra carros pequenos “de brinquedo”!!!

  • Rodrigo Scherer

    2.0 flex gm 220cv.. isto que é motor turbo.. motor cheio até o talo em 2400rpms…. o astrinha rompe os 100km.h em 7.3 segundos e manda + de 220km.h de final, na cidade 6km/l no alcool… quer algo melhor que isto? ….


Send this to a friend