_Destaque Lançamentos Motos Vespa

Vespa retorna ao Brasil com quatro modelos e preço inicial de R$ 22.890

Vespa Primavera 125 série histórica edição limitada
Vespa Primavera 125 série histórica edição limitada

Ausente do mercado brasileiro desde a década de 1980, a clássica Vespa está de volta ao País. A fabricante de scooters, pertencente ao grupo italiano Piaggio, foi anunciada na última semana e tem como representante o grupo de investimentos Asset Beclly Investments Management. Por aqui, a empresa contará com uma linha de quatro modelos: Primavera (125 e 150 cc), Sprint (150 cc), GTS 300 (300 cc) e Vespa 946 Empório Armani.

Está interessado nos modelos da marca? Confira abaixo um detalhamento dos quatro scooters:

Vespa – modelos

Primavera 125: trata-se do modelo mais básico da linha da Vespa, que inclusive foi o responsável por tornar a fabricante “um fenômeno global”. O scooter se sobressai logo de cara pelo visual mais clássico, com linhas e formas que remetem aos modelos da marca da década de 1960.  Nas medidas, são 1.860 mm de comprimento, 735 mm de largura, 780 mm de altura do assento e distância entre-eixos de 1.340 mm.

Na motorização, há um bloco monocilíndrico, quatro tempos e três válvulas de 124,5 cc, capaz de gerar 10,7 cavalos de potência, a 7.700 rpm, e 1,06 kgfm de torque, a 6.000 rpm, com câmbio automático do tipo CVT. O tanque de combustível tem capacidade para 8 litros. De acordo com dados da fabricante, a Primavera de entrada consegue entregar consumo de 42 km/l. A velocidade máxima é de 91 km/h. O modelo oferece ainda rodas aro 11 e freios ABS (antitravamento) de série.

O preço? R$ 22.890.

Primavera 150: como o próprio nome indica, a Primavera 150 é uma versão do modelo anterior equipada com um motor maior. A variante é dotada de um propulsor monocilíndrico, quatro tempos e três válvulas de 154,8 cc, que desenvolve 12,9 cv, a 7.750 rpm, e 1,27 kgfm, a 6.500 rpm, também com câmbio CVT. O consumo é de 42 km/l, enquanto a velocidade é limitada a 98 km/h.

Na suspensão, há braço único com mola helicoidal e amortecedor hidráulico na dianteira e mola ajustável de pré-carga em quatro posições e amortecedor hidráulico único na traseira. Já nos freios, há disco de 220 mm na dianteira e tambor de 140 mm na traseira, com sistema ABS de série. As rodas são de 11 polegadas, calçadas com pneus 110/70 na frente e 120/70 atrás.

A nova Vespa Primavera 150 estará disponível nas cores Nero Vulcano (preto com banco vermelho ou bege), Rosso Dragon (vermelho com banco bege ou vermelho escuro), Blu Midnight (azul escuro com banco bege ou vermelho) e Montebianco (branco com banco vermelho ou bege). O preço do modelo, porém, ainda não foi divulgado – estima-se algo em torno de R$ 25 mil.

Vespa Sprint 150
Vespa Sprint 150

Primavera 150 série histórica edição limitada: para celebrar sua estreia no mercado brasileiro, a Vespa está oferecendo a Primavera 150 em uma versão especial. O modelo se diferencia pela placa de metal certificada na Itália com a numeração escolhida e o nome do proprietário, plaqueta com a numeração da série histórica de 0001 a 1.000 com a imagem da bandeira nacional fixada na carenagem e adesivo com as cores da bandeira italiana na lateral da moto.

A variante exclusiva tem preço sugerido de R$ 27.930 e está disponível nas mesmas cores do modelo convencional.

Sprint 150: este é o modelo com visual mais “esportivo” da linha da Vespa, para atrair um público mais jovem. O scooter traz como destaque o farol dianteiro retangular, assento com design exclusivo e amortecedores na cor vermelha. Há ainda luzes em LED, painel de instrumentos com elementos analógicos e digitais, rodas de 12 polegadas, nova suspensão dianteira e sistema de freios ABS.

Na motorização, há a mesma unidade 150 cc da Primavera, com câmbio automático do tipo CVT. O preço do scooter também não foi divulgado, mas cogita-se um valor de cerca de R$ 30 mil.

Vespa GTS 300
Vespa GTS 300

GTS 300: eis o scooter maior, mais potente e mais moderno da linha da Vespa. O GTS 300 é equipado com um motor monocilíndrico, quatro tempos e com quatro válvulas, refrigerado a líquido, de 278 cc, que rende 22 cavalos de potência, a 7.500 rpm, e 2,27 kgfm de torque, a 5.000 rpm, com transmissão automática CVT.

O scooter mede 1.930 mm de comprimento e 755 mm de largura, com distância entre-eixos de 1.370 mm. A altura do banco é de 790 mm.

O conjunto de suspensão inclui sistema ESS de braço único com mola e amortecedor hidráulico na parte da frente e duplo amortecedor hidráulico, com mola ajustável de pré-carga com quatro posições na parte de trás. Nos freios, há disco de 220 mm na dianteira e na traseira, com freios ABS. As rodas são aro 12, com pneus 120/70 e 130/70.

Há ainda sistema de controle de tração (ASR) e um sistema de conectividade que permite usar o smartphone para monitorar em tempo real as condições de rodagem do scooter. A GTS 300 deverá chegar às concessionárias em breve, por algo entre torno de R$ 35 mil e R$ 40 mil.

946 Armani: desenvolvida em parceria com a grife italiana Giorgio Armani para celebrar os 130 anos do grupo Piaggio e os 40 da marca de roupas, a Vespa 946 Armani é o scooter mais refinado da linha. O modelo é equipado com o motor de 125 cc.

O “scooter de grife” oferece pintura em cinza com toques de verde (visíveis apenas em algumas condições de iluminação), conjunto óptico de LED, painel de instrumentos full LCD, detalhes de acabamento em couro marrom e o nome “Emporio Armani” estampado nas laterais.

A Vespa 946 Armani deverá ser a mais cara da linha. Portanto, espera-se por um preço aproximado de R$ 50 mil.

Vespa 946 Armani
Vespa 946 Armani

Vespa – mercado

Além dos scooters clássicos, a Vespa vai se diferenciar das demais montadoras pelo método de venda. A marca italiana oferecerá de início seus modelos em boutiques em shoppings da rede Iguatemi (em São Paulo e em Campinas a partir do dia 22 de outubro) e, na sequência, em lojas especializadas que oferecerão peças, assistência técnica e souvenirs da marca, sendo que a primeira delas será inaugurada na avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, na capital paulista, já em novembro.

“Não iremos construir simples concessionárias. Nosso projeto exclusivo irá conceber butiques para a comercialização dos produtos. Como lidamos com scooters premium, acreditamos que elas merecem um ambiente sofisticado, elegante e ao mesmo tempo tecnológico, exatamente como é a Vespa”, afirmou Santo Magliacane, CEO da Asset Beclly.

No entanto, os interessados pelos scooters Vespa poderão adquiri-los pela internet. A partir de hoje (segunda-feira, 10), a Primavera 150 em sua série histórica limitada estará disponível online.

Até o final de 2016, a Vespa planeja comercializar 2 mil unidades no mercado brasileiro. Já para 2017, a meta da empresa é emplacar 12 mil scooters, ou seja, cerca de 25% do segmento no País. Para alcançar esse volume, a fabricante terá oito boutiques e lojas de rua até o final deste ano e, para o ano que vem, a expectativa é lançar mais dez unidades. Já em 2018, serão 22 “concessionárias” e, em 2019, 40 pontos de venda.

Nos dois primeiros anos de operação no Brasil, todos os modelos da Vespa serão importados. Porém, a marca já estuda produzir parte de seus scooters no território nacional a partir de 2018. “Estamos conversando com uma grande montadora no Brasil para fazer a montagem”, afirmou Magliacane. Acredita-se que a marca esteja negociando com a Dafra, que já é responsável pela montagem de motocicletas das marcas Ducati e MV Agusta em Manaus (AM).

Vespa – fichas técnicas

Primavera

125 cc

150 cc

Motor

Tipo Monocilíndrico, quatro tempos, com injeção eletrônica
Diâmetro x Curso 52 x 58.6 mm 58 x 58.6 mm
Cilindrada 124.5 cc 154.8 cc
Potência 10,7 cv a 7.700 rpm 12,9 cv a 7.750 rpm
Torque 1,06 kgf.m a 6.000 rpm 1,30 kgf.m a 6.500 rpm
Distribuição SOHC (comando de válvulas simples no cabeçote)
3 válvulas por cilindro
Alimentação Injeção Eletrônica PFI (Port Fuel Injection)
Lubrificação Cárter úmido
Partida Elétrica

Transmissão

Embreagem Embreagem automática centrífuga seca com amortecedores de vibração
Câmbio Twist-and-go CVT com conversor de torque
Quadro Tubular de aço
Suspensão dianteira Garfo articulado de único lado, com mola em espiral e monoamortecedor de dupla ação – 78 mm de curso
Suspensão traseira Ajuste de 4 posições na pré-carga da mola e dois amortecedores de  dupla ação – 70 mm de curso
Roda dianteira Liga de alumínio – 2,50×11”
Roda traseira Liga de alumínio – 2,75×11”
Pneu dianteiro 110/70-11” – sem câmara de ar
Pneu traseiro 120/70-11” – sem câmara de ar
Freio dianteiro Disco de 200 mm ø de aço inoxidável operado hidraulicamente. Sistema ABS anti-bloqueio
Freio Traseiro 140 mm ø

Vespa Sprint

Motor

Tipo Monocilíndrico, quatro tempos, com injeção eletrônica
Diâmetro x Curso 58 x 58.6 mm
Cilindrada 154.8 cc
Potência 12,9 cv a 7.750 rpm
Torque 1.30 kgf.m a 6.500 rpm
Distribuição SOHC (comando de válvulas simples no cabeçote)
Alimentação Injeção Eletrônica PFI (Port Fuel Injection)
Lubrificação Cárter úmido
Partida Elétrica

Transmissão

Embreagem Embreagem automática centrífuga seca com amortecedores de vibração
Câmbio Twist-and-go CVT com conversor de torque
Quadro Tubular de aço
Suspensão dianteira Garfo articulado de único lado, com mola em espiral e monoamortecedor de dupla ação – 78 mm de curso
Suspensão traseira Ajuste de 4 posições na pré-carga da mola e dois amortecedores de dupla ação – 70 mm de curso
Roda dianteira Liga de alumínio – 3,00×12”
Roda traseira Liga de alumínio – 3,00×12”
Pneu dianteiro 110/70-12” – sem câmara de ar
Pneu traseiro 120/70-12” – sem câmara de ar
Freio dianteiro Disco de 200 mm ø de aço inoxidável operado hidraulicamente. Sistema ABS anti-bloqueio
Freio Traseiro 140 mm ø

Vespa GTS 300

Motor

Tipo Monocilíndrico, 4T, com injeção eletrônica
Cilindrada 278 cc
Diâmetro x Curso 75 mm x 63 mm
Potência 15.8 kW (22 HP) a 7.500 rpm
Torque 22.3 Nm a 5.000 rpm
Partida  Elétrica
Sistema de arrefecimento Líquido
 Lubrificação  Cárter úmido

Transmissão

Transmissão CVT com conversor de torque
Embreagem Embreagem automática centrífuga seca
Suspensão dianteira Garfo articulado de único lado com ESS (Enhanced Sliding Suspension), com mola helicoidal e amortecedor hidráulico
Suspensão traseira Ajuste de 4 posições na pré-carga da mola e dois amortecedores de dupla ação
Freio dianteiro Disco de 200 mm de aço inoxidável operado hidraulicamente. Sistema ABS anti-bloqueio
Freio Traseiro Disco de 200 mm de aço inoxidável operado hidraulicamente com freio ABS 2 canais para o sistema ABS/ASR
Pneu dianteiro 120/70 – 12″ – sem câmara de ar
Pneu traseiro 130/70 – 12″ – sem câmara de ar

[Fichas técnicas: Motonline]

Galeria de fotos dos scooters Vespa







Send this to friend